Ir em baixo
Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Diário do Gatsby

13/3/2021, 23:07
Olá. Tenho 25 anos e inicio hoje meu primeiro post aqui após conhecer o blog, ler alguns relatos aqui no fórum, mas principalmente porque já tive 4 tentativas frustradas e sinto que preciso de ajuda, e acredito que compartilhar com outras pessoas na mesma luta me dê mais motivação, na esperança de que minha situação se torne um fardo menos pesado, e eu possa ver uma luz em meio à escuridão, pois tenho sido consumido pelo que está acontecendo.

Iniciei no mundo da pornografia ainda muito novo (devia ter uns 11 anos) através de amigos da escola. Porém, não era adepto de masturbação, só vindo a desenvolver a prática mais tarde na adolescência, por volta dos 15 ou 16. O número de vezes que consumia pornografia e me masturbava não era tão alto assim (pelo menos eu acho), mas sempre tive a tendência a associar as duas coisas. Desde a adolescência nunca parei de me masturbar e assistir pornografia. Também conseguia me masturbar apenas usando a criatividade, a partir de cenas ou pura imaginação (cujos orgasmos eram mais intensos, diga-se de passagem). A partir dos meus 18 anos comecei a trabalhar e fazer faculdade, então um relacionamento com alguém nunca foi minha primeira opção, e sim meu trabalho e meus estudos. Devo dizer que nunca fui um cara muito bom com as mulheres; aquele tipo de cara que troca uma ideia, tem uma lábia e pegas as meninas. Sempre fui mais reservado, introvertido. Assim, perdi minha virgindade até que tarde para os padrões atuais: 20 ou 21 anos! Porém, nada satisfatório. Desde então, meu padrão sempre se repetiu: PMO.

Avançando para o ano de 2020, durante a quarentena, minha libido ficou alta, e tinha muita vontade de PMO. Como sou solteiro e trancado dentro de casa cumprindo todos os protocolos, minha única alternativa foi M, e sendo o acesso a P extremamente fácil, as duas coisas estavam constantemente associadas. Hoje percebo que isso virou uma compulsão para mim, pois mesmo sem estar com vontade de PMO, eu abria um site para passar o tempo e matar o tédio. Como acontece com todos, eu escalonei para várias categorias que eu não consumia e nunca tive nem vontade, nenhum fetiche.

Em 2020 conheci uma menina super gente boa, simpática, bonita, inteligente, e cheguei a pensar nela como alguém que vale a pena, mas em quarentena nada rolou. E meu ano seguiu assim: PMO entre 3 a 5 vezes por dia! Nunca imaginei que pudesse ser algum tipo de vício e fazer mal. Aos poucos minha libido diminuiu, mas eu nem me dei conta assim. Entre o fim de dezembro e o começo de janeiro, fiquei sabendo que essa menina que mal conheci estava namorando um outro cara. E admito, fiquei triste. Foi um sentimento de derrota, como se eu estivesse em uma competição e perdido para outra pessoa. Me senti insuficiente. Para combater esse sentimento de derrota e de atraso na minha vida amorosa e sexual, decidi me relacionar com outra pessoa.

A consciência dos meus problemas vem agora. Em janeiro de 2021, conheci uma mulher e marcamos de nos encontrarmos para algo mais casual. Na hora, demorei muito para ter uma ereção, e só depois de muito esforço (M) consegui. Mas ao colocar o preservativo e ir para penetração, percebi que perdia potência e estava ficando flácido. Quando percebi tentei retomar as preliminares para dar um tempo, mas foi uma tentativa frustrada. Aquela foi minha primeira DE. Fiquei extremamente mal, triste, cabisbaixo e só queria esconder minha cara. Apesar de ter em mente que uma broxada é normal, que acontece, isso não fez com que o momento fosse menos traumatizante. Voltei para casa preocupado, e o que fiz? Abri sites de P. Durante a semana do ocorrido, essa era a única coisa na qual eu pensava. Comecei a pesquisar na internet as causas de uma DE, e entre elas achei causas orgânicas, psicológicas e induzida por P. E foi aí que encontrei sobre a relação entre PMO e DE. A partir dos sintomas que li, percebi que sim, o que eu tinha era um vício, e a partir dos relatos de diversas pessoas e de leituras sobre o tema, decidi fazer o reboot.

Na primeira tentativa (primeira semana de fevereiro), consegui ficar por uma semana sem PMO. Resetei e reiniciei o contador logo em seguida. Na segunda, foram só uns 5 dias. Na terceira (terceira semana de fevereiro) consegui por uma semana. Durante a terceira tentativa, conheci uma outra mulher e decidimos nos relacionar casualmente. Na hora H, aconteceu algo parecido: dificuldade em ter e manter uma ereção. Percebi que já não me excitava como antes quando era mais novo, com o flerte, a troca de olhares, o toque... Já tinha perdido a sensibilidade. Não conseguia me excitar com os estímulos da parceira. Não conseguia focar direito, me concentrar. Não tínhamos intimidade. Mas eu deveria me excitar mesmo sem intimidade, não devia?, pensei. Só consegui retomar uma ereção após me masturbar. Durante a penetração, a percepção que tive é que o ato sexual em si não era tão satisfatório quanto M. E isso para mim foi inaceitável! Como eu poderia estar pensando assim e passando por problemas de DE aos 25 anos? Depois dessa segunda DE, fui para casa e novamente abri sites de P. Após isso, fiquei extremamente depressivo e melancólico, e isso passou a me consumir a cada dia. Eu acordava e dormia pensando nisso. Pensava qual era meu problema, se é temporário ou definitivo. Se for definitivo, como seguir vivendo com essa frustração? Isso minaria qualquer possibilidade de eu vir a ter um relacionamento e uma vida sexual plenamente satisfatória. Sendo assim, o que fazer?, pensei. Viver agarrado a isso, e deixando de lado a esperança de um relacionamento? Assim, pensamentos intrusivos e ideias de suicídio voltaram à minha mente como em outras épocas da minha vida.

Após o acontecido, com libido e autoestima baixos, no fim de fevereiro procurei um médico que me pediu uns exames, que apontaram que meus níveis de testosterona estão normais. Logo, a causa não seria orgânica, afinal, consigo ter ereções, mas com os estímulos de P ou fantasiando, e não numa relação real. Também peguei telefones de psicólogas para me consultar, caso precise (não descarto a possibilidade de uma DE psicológica por ansiedade de performance somada a DEIP). Decidi que dia 1º de março eu retomaria meu reboot, a quarta tentativa, e dessa vez seria real, eu estava comprometido, confiante. Abri meu bloco de notas no celular e contava os dias. A primeira meta era bater meu recorde de uma semana. E consegui! Marquei uma consulta com um urologista nessa semana, e falei sobre o excesso de PMO, e me disse que o excesso faz com que nós percamos o interesse no ato real, acontecendo, inclusive com pessoas casadas que perdem o interesse por seus parceiros ou parceiras, coisa que já havia lido sobre. (além disso, ele me passou um remédio para ser tomado nos próximos três meses, e disse que o remédio "gosta de mulher" hahah ou seja, enquanto estiver tomando, eu deveria procurar parceiras reais; ainda não comprei, tenho certo receio de ficar dependente psicologicamente).

Porém, ontem, dia 12/03, senti uma vontade muito grande de PMO e vim ao fórum para ler algo e procurar ajuda, mas infelizmente, não consegui me ver livre de fantasias e cedi aos impulsos. Resetei com 11 dias sem PMO.

Hoje percebo que meu problema de DE provavelmente já estava lá há mais tempo, e só vim a descobrir agora por falta de oportunidades de me relacionar sexualmente até então. Ainda estou com um pouco de medo de que eu tenha gerado danos permanentes em mim, como a Death Grip. Mas se em outras situações da minha vida eu me vi diante da morte e parei, com o pensamento que aquela não era a hora, que eu devia tentar mais uma vez, sigo hoje com o mesmo pensamento. Eu preciso tentar de novo. Eu quero retomar o controle. Quero uma vida sexual satisfatória. E acredito que com o apoio de uma comunidade eu possa conseguir.

Amanhã (domingo, 14/03) estarei iniciando a minha quinta tentativa de reboot, então depois volto para falar mais sobre meu dia e minhas metas.

Abraços

Vitoriosa e Rottweiler gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 813
Data de inscrição : 10/12/2018

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

13/3/2021, 23:59
Oi, Jay Gatsby !

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio da reversão do vício, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer.

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Conheça a legislação do Fórum: Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Conheça o Guia Introdutório e aprenda o básico sobre o processo de reversão do vício ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado) para ter acesso a informações mais completas.

  • Confira o arsenal tecnológico para te auxiliar na proteção contra o vício: Configuração do Clean Browsing; Bloqueamento via Hosts; Inter App Control Pro (Pago); Blok Supreme (Pago); Download do Qustodio (A versão gratuita já é suficiente). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Conheça os navegadores (para smartphone) que já vem com proteção contra o vício e escolha um: Spin, Kids Safe Browser (Pago) e Mobicip. Instale o NetAngel para bloquear a pornografia em seu smartphone, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Dica: Cadastre um e-mail temporário descartável em seus softwares, pois, assim, você evita uma possível recuperação da senha. Utilize também um método de ocultação de senha, para evitar que você desative os bloqueadores em um momento de fissura. Acesse: Método para esconder a senha.

  • Instale um contador de dias: Tutorial Contador de Dias, para te situar em sua jornada.

    Avalie também a necessidade de abandono de outros vícios que podem de alguma forma te atrapalhar no processo, como masturbação, álcool, outras drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Priorize as atividades de religação, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Evite também a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Abraços!

_______________________________________
Vitoriosa
Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Dia 1: uma nova esperança (e metas).

14/3/2021, 23:59
Hoje recomecei meu reboot, sendo essa a quinta tentativa desde fevereiro. E o dia foi tranquilo. Portanto, dia 1 concluído com sucesso!

Dessas tentativas, meu recorde foi de 11 dias sem PMO, sem ereções matinais, sonhos eróticos apenas uma vez, sem polução noturna. Quando resetei a última vez, consegui chegar ao O mais rapidamente, parecia que estava um pouco mais sensível. O que aprendi até então é que isso pode ser mais difícil do que imaginamos, pois depois de uns dias a saudade de P aparece, e as fantasias aparecem na mente como flashes de cenas. Porém, percebi que com a diminuição de P, esses flashes ficam menos frequentes, como se estivesse esquecendo aos poucos.

O pior é o tédio. Estar entediado em 2020 serviu para eu procurar cada vez mais P para passar o tempo. Então, vou procurar ficar mais ocupado, ocupar a mente com outras atividades de religação, como exercícios, tarefas domésticas, leituras de textos da pós (que estão atrasadas) e literatura (que gosto bastante, mas não tenho estado muito disposto ultimamente), meu emprego novo etc. Além disso, vi que é necessário ficar atento a possíveis gatilhos como redes sociais (Instagram etc.). Tinder eu ainda não consegui desinstalar, mas prometo reduzir a utilização ao máximo. Nesses tempos tem sido a única forma de conhecer alguém.

Para diminuir a sensação de que 90 dias é muito tempo e demoram para passar, decidi criar submetas para me guiar. São elas:

(   ) 7 dias
(   ) 14 dias
(   ) 21 dias
(   ) 30 dias
(   ) 45 dias
(   ) 60 dias
(   ) 75 dias
(   ) 90 dias!
(   ) meta em aberto

Enfim, é isso por hoje. Volto quando tiver novidades.

Rottweiler e Berislav gostam desta mensagem

Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

16/3/2021, 23:12
Dia 3 caminhando para o fim, e até então tranquilo.

Nos dois primeiros dias tive um pouco de dificuldade para dormir, pois apesar de estar com sono alguns pensamentos começaram a aparecer, mas consegui afastar minha mente deles. Vou procurar algumas dicas de como afastar esses flashes. Ontem e hoje tive a má ideia de procurar alguém no Instagram, mesmo sabendo que poderia ser um gatilho. Pensei: "vai ser rápido, nem vou olhar os recomendados". Mas mesmo assim, acabei olhando rapidamente, mas fechei logo pois sabia que era errado.

Tenho que admitir que dessa vez não estou tão animado com o reboot como das outras vezes, então por um breve momento de impulso, pensei em me M uma última vez já que estou ainda no começo do contador. Mas não dei vazão a isso. Então, sigo normalmente, firme.

Rumo aos 7 dias.
excogitatoris
excogitatoris
Mensagens : 983
Data de inscrição : 26/01/2020

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

20/3/2021, 20:03
Pode começar tirando essa mentalidade de que seu problema é permanente seu problema não é fisiológico se não constaria nos exames, é certo que é pornografia e masturbação, ambos são sua desgraça. Eu só tive 2 DE e não sei se foram devido ao cansaço ou a Death Grip. Mas como já disse em meu diário, eu não sentia prazer sexual lá em baixo.

Quando cheguei aqui fiquei questionando se era permanente, o user Life Joy alertou que não era, triste que ele nem entra mais, mas aquilo que me ajudou, agora estou fazendo como tal, pois essa paranóia de que o reboot não funciona eu testemunhei, e em primeira pessoa. Ficava tendo recaídas pois me autosabotava dizendo que meu problema era outro. Mas no meu caso não pude fazer exames, eu só tinha 16 anos e tinha muita vergonha, tive que remover esse pensamento e simplesmente crer que daria certo, então tudo foi melhorando.

Agora é a hora de mudar isso, sua compulsão em P te afetou, nos afetou a um nível tão desgastante que nosso membro sexual não sente mais prazer, e é aí que percebemos nossos problemas. Mas existem INÚMEROS, digo INÚMEROS problemas que se passaram sobre nós e adquirimos hábitos errados em nossas vidas, e por serem sutis não percebemos, a disfunção sexual ou qualquer coisa que atrapalhe o desempenho sexual costuma ser o "alerta" de nossas mentes e corpos. É necessário então salientar que você perdeu muitos outros benefícios, sim, durante sua compulsão e vício. E o bom disso é que todo dia temos a chance de mudar isso, o reboot está aí e só nos mesmos podemos tomar como opção pra nossas vidas
Portanto não pense apenas em recuperar-se da DE/Death Grip, quanto menos pensar em sexo ou em desempenho sexual é melhor pra ti.
Se estiver precisando de dicas tem em meu diário na página 11 - Não é tão difícil parar, lavagem cerebral e aspectos da lavagem cerebral - além das dicas que posso te dar de acordo com a trajetória que tive ou observei em outros membros, sem contar na moderação e outros membros que podem te ajudar muito aqui. Mas estarei aqui pra te acompanhar meu caro! Continue o reboot!

- Instale os bloqueadores, isso é fundamental.
- Saia de redes sociais, são nocivas a um viciado.
- Faça atividades extranets, se mantenha ocupado - "mente vazia é oficina do diabo" como diz o ditado.
- Ah, leia o ebook do fórum, esse é o primeiro passo.
- Mantenha seu diário atualizado na medida do possível, de acordo com seu tempo.

_______________________________________
Última recaída: 13 de Abril de 2021, às 13:20,

Acompanhe meu diário: https://www.comoparar.com/t10093-diario-do-excogitatoris

guerreirodeluz e Jay Gatsby gostam desta mensagem

Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Dia 7: meta 1!

20/3/2021, 20:46
Voltando aqui depois de alguns dias.

No geral, essa primeira semana foi tranquila. A libido anda em baixa e não tive vontade de P. A dificuldade para dormir diminuiu, pois sempre na hora apareciam algumas fantasias, e as vezes difíceis de afastar, como se eu estivesse enlouquecendo. Mas agora são menos frequentes. Em alguns momentos do dia eu até fantasiava involuntariamente e logo vinha uma vontade de M, o que é a pior parte, pois o alvo está sempre ao alcance das mãos, e na minha cabeça passava a ideia de que poderia funcionar como um teste para mim mesmo por querer vê-lo ereto nessa fase de baixa libido. Mas sei por experiência própria que é melhor não me testar durante o processo, então me segurei nesses dias e consegui passar.

Pelas minhas experiências anteriores, essa primeira semana é bem tranquila, começando a ficar mais difícil a partir de então. Lembrando aqui que meu maior tempo sem PMO é de 11 dias.

Então, concluo esse dia 7, minha primeira meta! Agora, rumo aos 14 dias.

Diário do Gatsby 2705  7 dias
(   ) 14 dias
(   ) 21 dias
(   ) 30 dias
(   ) 45 dias
(   ) 60 dias
(   ) 75 dias
(   ) 90 dias!
(   ) meta em aberto
Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

20/3/2021, 22:59
excogitatoris escreveu:Pode começar tirando essa mentalidade de que seu problema é permanente seu problema não é fisiológico se não constaria nos exames, é certo que é pornografia e masturbação, ambos são sua desgraça. Eu só tive 2 DE e não sei se foram devido ao cansaço ou a Death Grip. Mas como já disse em meu diário, eu não sentia prazer sexual lá em baixo.

Quando cheguei aqui fiquei questionando se era permanente, o user Life Joy alertou que não era, triste que ele nem entra mais, mas aquilo que me ajudou, agora estou fazendo como tal, pois essa paranóia de que o reboot não funciona eu testemunhei, e em primeira pessoa. Ficava tendo recaídas pois me autosabotava dizendo que meu problema era outro. Mas no meu caso não pude fazer exames, eu só tinha 16 anos e tinha muita vergonha, tive que remover esse pensamento e simplesmente crer que daria certo, então tudo foi melhorando.

Agora é a hora de mudar isso, sua compulsão em P te afetou, nos afetou a um nível tão desgastante que nosso membro sexual não sente mais prazer, e é aí que percebemos nossos problemas. Mas existem INÚMEROS, digo INÚMEROS problemas que se passaram sobre nós e adquirimos hábitos errados em nossas vidas, e por serem sutis não percebemos, a disfunção sexual ou qualquer coisa que atrapalhe o desempenho sexual costuma ser o "alerta" de nossas mentes e corpos. É necessário então salientar que você perdeu muitos outros benefícios, sim, durante sua compulsão e vício. E o bom disso é que todo dia temos a chance de mudar isso, o reboot está aí e só nos mesmos podemos tomar como opção pra nossas vidas
Portanto não pense apenas em recuperar-se da DE/Death Grip, quanto menos pensar em sexo ou em desempenho sexual é melhor pra ti.
Se estiver precisando de dicas tem em meu diário na página 11 - Não é tão difícil parar, lavagem cerebral e aspectos da lavagem cerebral - além das dicas que posso te dar de acordo com a trajetória que tive ou observei em outros membros, sem contar na moderação e outros membros que podem te ajudar muito aqui. Mas estarei aqui pra te acompanhar meu caro! Continue o reboot!

- Instale os bloqueadores, isso é fundamental.
- Saia de redes sociais, são nocivas a um viciado.
- Faça atividades extranets, se mantenha ocupado - "mente vazia é oficina do diabo" como diz o ditado.
- Ah, leia o ebook do fórum, esse é o primeiro passo.
- Mantenha seu diário atualizado na medida do possível, de acordo com seu tempo.

Irmão, obrigado pela moral aqui.

Pois é, são anos de PMO compulsivamente que só enxergamos que não é saudável quando temos um problema. E muita gente aqui - eu inclusive - precisou ter alguma falha real pra perceber que havia um problema. As vezes a vontade de voltar a PMO aparece, claro, e penso em voltar uma última vez, colocando em cheque esses meus dias corridos até então. Mas a vontade de superar isso agora é maior, não posso mais ficar procrastinando. Então passar um tempo lendo relatos de histórias bem sucedidas de outros rebooters por aqui tem me dado um ânimo.

Vi esse conselho em algum diário aqui sobre não ficar pensando muito em sexo ou desempenho. Vou fazer isso, e quando tiver um tempo, leio mais um pouco do seu lá.

Vou seguindo normalmente por aqui, na esperança de dias melhores.

excogitatoris gosta desta mensagem

avatar
Arturmorgan
Mensagens : 58
Data de inscrição : 27/10/2020

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

22/3/2021, 15:48
Fala jovem como esta sua trajetoria?
Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Dia 9

22/3/2021, 23:01
Durante a primeira semana me senti passando pela flatline. Zero libido. Em alguns momentos me sentia flácido como nunca.

Ontem, oitavo dia de reboot, foi o dia mais fácil em relação a PMO. Além de estar mais confiante, esperançoso e me sentir com mais força de vontade agora, me mantive ocupado o dia inteiro, então minha mente ficou direcionada a minhas tarefas. Em nenhum momento senti nenhum desejo, não tive fantasias, e sem vontade de PMO.

Hoje, dia 9, acordei ainda sem uma ereção matinal, mas paciência, tudo a seu tempo. Porém, ao acordar, fiquei mais tempo na cama ainda sonolento quase cochilando de novo e percebi que estava começando a fantasiar involuntariamente, mas não com P (na verdade acho que cochilei mesmo e estava começando a ter um sonho erótico). Assim, ao despertar definitivamente, estava com uma ereção, e no fundo me senti um pouco feliz por ver algum ânimo lá após uns dias de zero libido. (Inclusive, fiquei com uma leve dor de blueballs, mas passou rápido). Mas mesmo assim não tive vontade de PMO. Depois disso, senti muita disposição no meu dia. Dormi bem, tomei café, ajudei minha mãe, treinei, trabalhei e fiz minhas refeições no horário. E aquela sensação de flacidez lá diminuiu um pouco.

Enfim, finalizando dia 9 e seguindo.

Rottweiler e excogitatoris gostam desta mensagem

excogitatoris
excogitatoris
Mensagens : 983
Data de inscrição : 26/01/2020

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

22/3/2021, 23:06
Parabéns Jay, você está passando bem sobre toda essa sua trajetória, e você vai ver que valeu a pena fugir dessa vida que levamos com o material pornográfico. Temos que ser no mínimo um pouco otimistas e tenha cuidado com os pensamentos de autosabotagem, ao meu ver é algo que nos atrapalha muito, se não tem esse problema então tudo bem também. Viva e desfrute o prazer de outras atividades, mas sempre com a guarda aberta.
Mantenha o ritmo.

_______________________________________
Última recaída: 13 de Abril de 2021, às 13:20,

Acompanhe meu diário: https://www.comoparar.com/t10093-diario-do-excogitatoris
Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

22/3/2021, 23:16
excogitatoris escreveu:Parabéns Jay, você está passando bem sobre toda essa sua trajetória, e você vai ver que valeu a pena fugir dessa vida que levamos com o material pornográfico. Temos que ser no mínimo um pouco otimistas e tenha cuidado com os pensamentos de autosabotagem, ao meu ver é algo que nos atrapalha muito, se não tem esse problema então tudo bem também. Viva e desfrute o prazer de outras atividades, mas sempre com a guarda aberta.
Mantenha o ritmo.

Vlw, Exco!

Isso é algo que eu acho que tenho que me policiar. Quando aparecem fantasias, eu me pergunto se são involuntárias mesmo ou se são uma forma de auto sabotagem. Vou ficar atento.
Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Dia 11

24/3/2021, 22:20
Caminhando agora para o fim do dia 11, mesma marca do máximo de dias que já fiquei sem PMO até agora. Um dia em que fui tentado logo pela manhã.

Ao acordar, fui atacado por pensamentos e fiquei ereto e com muita vontade de M, mas me levantei e fui fazer outras coisas. Aconteceu novamente entre o fim da tarde e início da noite, mas precisei me conter pois sei que isso pode ser um gatilho, e dessa vez quero fazer a coisa certa.

Inclusive, ando um pouco confuso. Em geral, minha libido está baixa há um tempinho, mas em certos momentos aleatórios como os citados anteriormente acabam me deixando excitado, mas logo passa. Então, essa excitação passageira é pelos pensamentos intrusivos, os quais estou tentando desviar minha mente e direcionar para outras atividades. Pelas outras tentativas que fiz, talvez esses dias pela frente agora sejam um pouco mais difíceis, mas com muita força eu vou conseguir.

Enfim, dia 11 concluído.

Rottweiler gosta desta mensagem

Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Dia 12

25/3/2021, 21:43
12o dia hoje e ultrapassando a minha maior marca até então! E quero muitos dias mais.

Hoje basicamente foi um dia parecido com ontem, movimentado e produtivo. Libido ainda em baixa ao longo do dia. Acordei sem uma ereção e em seguida fantasias começaram a aparecer. Estou tentando contê-las, mas ainda é difícil, e minha estratégia tem sido fazer alguma coisa e tirar minha mente disso. Vontade de ver P muito leve ou quase sem. Como disse antes, o problema é a vontade de M, como se para me testar ou "esvaziar".

Agora no início da noite bateu certa insegurança sobre o tempo que pode levar para ver resultados na DE. Sei que o aconselhável agora é não ficar martelando isso e ter paciência que aos poucos as coisas se ajeitam, mas li relatos aqui no fórum de pessoas que mesmo depois de dois meses não viram melhorias e isso me deixou meio dividido. Muitos de nós fomos expostos ainda muito cedo a P e temos consumido há vários anos, então, um problema desenvolvido ao longo desse tempo não vai ser resolvido da noite pro dia, e talvez nem nos 90 dias, talvez dentro de 120, 150 dias dependendo da pessoa.

Apesar disso, ainda me sinto motivado em atingir outras marcas e tirar as conclusões por mim mesmo.

Rumo aos 14 dias.

Rottweiler gosta desta mensagem

o2Lázaro
o2Lázaro
Mensagens : 35
Data de inscrição : 01/11/2020

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

26/3/2021, 10:06
Fala amigo! De cara me identifiquei com seu nick pois sou muito fã do livro e filmes do Gatsby

Bom, não desanime do processo. É normal ter a sensação de que não estamos evoluindo pois estamos tratando de coisas subjetivas e que oscilam, mesmo quem
não sofreu com os malefícios da PMO e sempre teve uma vida sexual saudável, tem dias em que não tem tanto desejo sexual.
Talvez você sinta mais sintomas da melhora em um dia da segunda semana do que em um determinado dia da quinta semana, mas no somatório dos dias você está fazendo progresso. É como uma grande jornada em que se dá dois passos para frente e um para trás.

Boa sorte e seja forte
Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

26/3/2021, 15:11
o2Lázaro escreveu:Fala amigo!  De cara me identifiquei com seu nick pois sou muito fã do livro e filmes do Gatsby

Bom, não desanime do processo. É normal ter a sensação de que não estamos evoluindo pois estamos tratando de coisas subjetivas e que oscilam, mesmo quem
não sofreu com os malefícios da PMO e sempre teve uma vida sexual saudável, tem dias em que não tem tanto desejo sexual.
Talvez você sinta mais sintomas da melhora em um dia da segunda semana do que em um determinado dia da quinta semana, mas no somatório dos dias você está fazendo progresso.  É como uma grande jornada em que se dá dois passos para frente e um para trás.

Boa sorte e seja forte

Obrigado pelo apoio, amigo! Muito bom conhecer alguém que goste dessa história!

Estou ciente dessas oscilações e que o processo é gradual, e vou tentar não desanimar, pois vejo que os prejuízos já foram muitos para ficar recaindo. Então, não quero permanecer nesse estado atual. Quero superá-lo. Espero que daqui a alguns meses eu possa estar contando as melhorias que tive.

Abraço
Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Atualizando dias 13 e 14

27/3/2021, 13:15
Como muitos aqui, ao escalonar nas categorias de P, comecei a consumir um material mais pesado e às vezes coisas contrárias à minha orientação, como mulheres trans e sissy. No começo fiquei um pouco nervoso sobre isso e assistia rapidamente por curiosidade, pois sabia que não era pra mim, mas depois passou e comecei a consumir normalmente. Tanto que já pensei que se for um fetiche meu, então ok.

Conforme os dias passam, as fantasias e memórias que tinha com P estão diminuindo. Porém, como relatado nos dias anteriores (a partir do dia 11), ao acordar tenho sido tentado com fantasias e isso me impulsiona a M, mas tenho resistido e passado esses dias.

Entre ontem e hoje pela manhã (dias 13 e 14, respectivamente), isso aconteceu de novo, e nessas fantasias pensava em mulheres trans e em outras que conheci. Com a vontade de M, tive um leve impulso em abrir o instagram. Cheguei a olhar muito rapidamente uma coisa ou outra dos reels, mas parei e fechei. Não cheguei a P e M de fato. Reiniciar o contador agora seria desmotivador. Ainda mais agora que me sinto mais positivo e confiante sobre o processo.

Parei para pensar sobre isso, e, pensando racionalmente, cheguei à conclusão de que talvez essa vontade de olhar o ig seja uma maneira que encontrei de substituir P, pois nunca fui de usar essa rede social. E isso seria uma espécie de auto sabotagem. Preciso parar e fazer a coisa certa, reboot limpo. Então, chega de ig.

Escrevo isso no começo da tarde, já confiante de que o resto do dia será tranquilo, pois tenho muitos afazeres. Então, vou considerar o dia 14 concluído. Segunda meta batida e rumo aos 21 dias!

Diário do Gatsby 2705 7 dias
Diário do Gatsby 2705 14 dias
(   ) 21 dias
(   ) 30 dias
(   ) 45 dias
(   ) 60 dias
(   ) 75 dias
(   ) 90 dias!
(   ) meta em aberto

Rottweiler gosta desta mensagem

Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Resumo dias 15, 16 e 17

30/3/2021, 23:11
No dia 15 passei o dia como os outros. Pela manhã, aquela vontade de M. Mas como o dia estava cheio, passei tranquilo.

O problema veio à noite, quando simplesmente fiquei com muita vontade de PMO e sexo real. Fiquei um pouco agitado, ansioso, parecendo um alcoólatra na fissura com as mãos tremendo. Não consegui dormir direito, muito tarde e por poucas horas. Penso que não posso me testar agora, e estando solteiro talvez me ajude.

Nesse momento e no dia seguinte (16) comecei a perceber que estou com a sensibilidade um pouco mais elevada lá embaixo, me deixando mais sensível para ereções durante o dia e por um período maior, o que tem me deixado um pouco mais confiante.

Perdoem a linguagem a seguir, mas me senti de saco cheio, literalmente! HHAHAHHA Digo "literalmente" por que tive a impressão de estar com os testículos cheios ou inchados devido à retenção seminal. Além disso, pareço estar vazando aquele líquido pré-ejaculatório em alguns momentos, como se o corpo estivesse querendo expelir o esperma involuntariamente. Qualquer dia desses ainda devo ter polução noturna. Isso só acontecia na adolescência quando ainda não tinha o hábito de PMO. Nem quero imaginar a bagunça depois de acordar.

Hoje (17) o dia seguiu o mesmo. Porém, nessa terceira semana já não me sinto mais na flatline como antes. Antes era uma sensação de estar morto lá, mas agora há alguma vida. Oscilações, eu sei. Vamos ver como os dias seguirão.

Enfim, é isso por hoje.

Seguimos.

Rottweiler e o2Lázaro gostam desta mensagem

Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Reiniciando. Sexta tentativa, dia 1.

2/4/2021, 01:40
É, meus amigos... Infelizmente resetando mais uma vez no que seria o dia 18 (31 de março). Relutei em fazer o que fiz e também em vir escrever esse relato, mas vou contar como foi.

Até então não tinha vontade de P, minha maior dificuldade é em relação a M. Como escrevi anteriormente, ao acordar logo vinha uma vontade de M, e a noite do dia 15 foi bem difícil de me segurar.

Porém, ao acordar na manhã do dia 18, a vontade foi muito grande e cedi à M. Mas não à P. Na ocasião, tudo aconteceu de maneira inusitada, pois foquei nas sensações e não utilizei as mãos (!), pois acredito que possa ter desenvolvido uma death grip devido à alta pressão exercida pela mão. Como assim?? Pois é! Tive um O com M sem utilizar as mãos, e isso foi a primeira vez que me ocorreu! Fiquei muito contente por ver um aumento da minha sensibilidade. Acordei e, estando de barriga para baixo, comecei a fantasiar (não com P, mas situações com mulheres que conheço), tive uma ereção e comecei a friccionar contra o colchão e o lençol. Um tempo depois cheguei ao O. Devido a essa sensibilidade estava me sentindo muito bem e confiante vendo os resultados.

Até aí, não senti que precisaria reiniciar o contador e estava tranquilo quanto a isso. Reiniciar poderia diminuir minha motivação, então pensei em simplesmente seguir e colocar mais dias no fim dos 90. Mas de tarde e à noite me ocorreu a mesma vontade, a qual cedi. Na última acabei fantasiando demais, e como meu objetivo era fazer o processo em hard mode, sem PMO, o justo seria reiniciar.

Vejo que o processo pode não ser tão difícil assim, mas requer muita força e paciência para não nos testarmos, pq há dias em que realmente seremos tentados. Além disso, ter tido MO nesse tempo fez com que eu tivesse uma leve vontade de ver P, mas deixei de lado.

Então, no dia 1 de abril, acordei com a mesma vontade, mas segui e finalizei o dia 1 da minha sexta tentativa. Ao contrário do que achava, reiniciar não me deixou desmotivado, pois continuo vendo os benefícios. A única coisa que pensei é sobre a frustração de ter adiado meu objetivo mais uma vez.

Mas seguimos sem deixar desanimar.

Rottweiler e Lima Gomes gostam desta mensagem

Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Dia 2 desanimado

2/4/2021, 23:05
No último post escrevi que acreditava que resetar agora poderia me desmotivar, e, a princípio, quando escrevi aquilo, não me desmotivou. Porém, hoje passei o dia meio desanimado, pensando que atrasei meu processo, que se não tivesse feito besteira eu estaria mais perto do meu objetivo. Também apareceram algumas inseguranças e incertezas sobre o futuro. Vi um post numa rede social e tive a impressão de que todos estão felizes se relacionando afetiva e sexualmente, menos eu.

Além disso, me senti meio frustrado por não estar sendo tão produtivo quanto eu esperava e gostaria. Mesmo tendo sobrado um tempo essa semana, fiz bem menos do que o esperado.

Apesar de ainda sentir certa sensibilidade lá, sinto que a libido diminuiu após a recaída. Sem vontade de PMO.

Minhas metas continuarão as mesmas de antes. Mas tenho comigo que preciso ultrapassar meu máximo de dias sem PMO, que é 17 dias.

Dessa vez acredito que esses primeiros dias passarão com mais facilidade. E pela minha experiência até aqui, quanto menos eu pensar nos meus futuros resultados, mais levemente eu posso passar por isso. Quero voltar a escrever com mais otimismo como fiz em alguns momentos.

Como li em algum post aqui no fórum, preciso me perdoar. Perdoar ter caído e tentar de novo.

Bola pra frente.

Rottweiler gosta desta mensagem

Jay Gatsby
Jay Gatsby
Mensagens : 24
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Novo reset, frustração e raiva

5/4/2021, 01:25
É muito chato ter que dizer isso, mas preciso assumir meu erro. Caí de novo nesse domingo. Duas vezes. A primeira foi pela tarde, quando por algum motivo, algumas fantasias apareceram na mente e cedi a M. Após isso, vieram algumas inseguranças sobre questões afetivas e sexuais, do tipo "e se eu me testar e falhar?" ou "quando estarei pronto?".

Apesar das diversas recaídas até aqui, reduzi drasticamente o consumo de PMO, ficando em abstinências por vários dias. Acredito que meu problema maior nem seja P, pois consigo ficar sem ela durante um tempo e sem sentir vontade. Mas quando surgem fantasias com pessoas conhecidas ou que eu gostaria de estar, eu me excito e acabo cedendo a M, o que me deixa com vontade de repetir a dose; é o efeito caçador aqui. Desde que comecei as tentativas de reboot, vi uma melhora significativa na sensibilidade do meu pênis; me senti mais confiante e esperançoso para tentar manter uma relação com alguém no futuro. Porém, em alguns dias de reboot, como escrevi anteriormente, fiquei com muita vontade de ter algum prazer. E por isso recaí da última vez que escrevi aqui. Eu estava sentindo falta de algum prazer e acabei cedendo. E dessa vez não foi diferente.

A segunda vez que cedi aconteceu à noite, quando, na verdade, eu fui impulsivo e me testei, dizendo que se teria que reiniciar mesmo, então essa seria a última vez. Em seguida, veio um sentimento de frustração por ter perdido para mim mesmo mais uma vez. "Sério isso? De novo?", pensei comigo. E isso me causou raiva! Eu não posso continuar assim, sendo impulsivo e cedendo. Eu tenho que superar isso. Não posso ficar nesse círculo vicioso de começar o reboot, sentir falta de prazer, me testar e recomeçar. Eu não preciso disso. Eu vou conseguir.

E agora vai ser com a força do ódio.

nth e TheBatman gostam desta mensagem

avatar
nth
Mensagens : 36
Data de inscrição : 30/07/2020

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

5/4/2021, 06:52
Jay Gatsby escreveu:É muito chato ter que dizer isso, mas preciso assumir meu erro. Caí de novo nesse domingo. Duas vezes. A primeira foi pela tarde, quando por algum motivo, algumas fantasias apareceram na mente e cedi a M. Após isso, vieram algumas inseguranças sobre questões afetivas e sexuais, do tipo "e se eu me testar e falhar?" ou "quando estarei pronto?".

Apesar das diversas recaídas até aqui, reduzi drasticamente o consumo de PMO, ficando em abstinências por vários dias. Acredito que meu problema maior nem seja P, pois consigo ficar sem ela durante um tempo e sem sentir vontade. Mas quando surgem fantasias com pessoas conhecidas ou que eu gostaria de estar, eu me excito e acabo cedendo a M, o que me deixa com vontade de repetir a dose; é o efeito caçador aqui. Desde que comecei as tentativas de reboot, vi uma melhora significativa na sensibilidade do meu pênis; me senti mais confiante e esperançoso para tentar manter uma relação com alguém no futuro. Porém, em alguns dias de reboot, como escrevi anteriormente, fiquei com muita vontade de ter algum prazer. E por isso recaí da última vez que escrevi aqui. Eu estava sentindo falta de algum prazer e acabei cedendo. E dessa vez não foi diferente.

A segunda vez que cedi aconteceu à noite, quando, na verdade, eu fui impulsivo e me testei, dizendo que se teria que reiniciar mesmo, então essa seria a última vez. Em seguida, veio um sentimento de frustração por ter perdido para mim mesmo mais uma vez. "Sério isso? De novo?", pensei comigo. E isso me causou raiva! Eu não posso continuar assim, sendo impulsivo e cedendo. Eu tenho que superar isso. Não posso ficar nesse círculo vicioso de começar o reboot, sentir falta de prazer, me testar e recomeçar. Eu não preciso disso. Eu vou conseguir.

E agora vai ser com a força do ódio.

Passei por algo parecido mas depois de ficar 3 meses longe da P, comecei a me relacionar com uma menina e a E.P nao me deu paz, a menina mesmo assim nao se importou mas a gente se sente um lixo, isso me frustrou tanto que preferi parar de me relacionar com ela e caí de novo na P.M.O, minha ansiedade chegou num nivel tao grande q estou com fobia social e nao consigo me relacionar com outras pessoas, preciso de uma dose de P.M.O pra sentir uma leve sensação de bem estar, mesmo sabendo que depois vou me sentir um lixo por ter assistido, enfim muita força parceiro, saiba que nao está sozinho e com muita força de vontade um dia seremos normais e conseguiremos ficar sem essa merda
TheBatman
TheBatman
Mensagens : 37
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

5/4/2021, 08:37
Jay Gatsby escreveu:É muito chato ter que dizer isso, mas preciso assumir meu erro. Caí de novo nesse domingo. Duas vezes. A primeira foi pela tarde, quando por algum motivo, algumas fantasias apareceram na mente e cedi a M. Após isso, vieram algumas inseguranças sobre questões afetivas e sexuais, do tipo "e se eu me testar e falhar?" ou "quando estarei pronto?".

Apesar das diversas recaídas até aqui, reduzi drasticamente o consumo de PMO, ficando em abstinências por vários dias. Acredito que meu problema maior nem seja P, pois consigo ficar sem ela durante um tempo e sem sentir vontade. Mas quando surgem fantasias com pessoas conhecidas ou que eu gostaria de estar, eu me excito e acabo cedendo a M, o que me deixa com vontade de repetir a dose; é o efeito caçador aqui. Desde que comecei as tentativas de reboot, vi uma melhora significativa na sensibilidade do meu pênis; me senti mais confiante e esperançoso para tentar manter uma relação com alguém no futuro. Porém, em alguns dias de reboot, como escrevi anteriormente, fiquei com muita vontade de ter algum prazer. E por isso recaí da última vez que escrevi aqui. Eu estava sentindo falta de algum prazer e acabei cedendo. E dessa vez não foi diferente.

A segunda vez que cedi aconteceu à noite, quando, na verdade, eu fui impulsivo e me testei, dizendo que se teria que reiniciar mesmo, então essa seria a última vez. Em seguida, veio um sentimento de frustração por ter perdido para mim mesmo mais uma vez. "Sério isso? De novo?", pensei comigo. E isso me causou raiva! Eu não posso continuar assim, sendo impulsivo e cedendo. Eu tenho que superar isso. Não posso ficar nesse círculo vicioso de começar o reboot, sentir falta de prazer, me testar e recomeçar. Eu não preciso disso. Eu vou conseguir.

E agora vai ser com a força do ódio.
Fala meu amigo, eu tenho passado por algo parecido na questão de fantasiar, normalmente me pego pensando em relações que tive, ou com pessoas que tenho interesse, nunca P. Antigamente, o fato de ter uma ereção imediatamente me faria ter vontade de M, porém hoje tenho consciência de que isso não é nada perto do sexo real, M simplesmente faz jogar o semem pra fora, só isso, não tem graça, entende?
É esse o pensamento que estou tendo e graças a Deus tem me ajudado, tente buscar esse tipo de consciência também pois sei que vai ter ajudar.
Abraço!

_______________________________________
Meu diário:
https://www.comoparar.com/t11642-diario-na-batcaverna

Jay Gatsby gosta desta mensagem

TheBatman
TheBatman
Mensagens : 37
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

5/4/2021, 08:43
nth escreveu:
Passei por algo parecido mas depois de ficar 3 meses longe da P, comecei a me relacionar com uma menina e a E.P nao me deu paz, a menina mesmo assim nao se importou mas a gente se sente um lixo, isso me frustrou tanto que preferi parar de me relacionar com ela e caí de novo na P.M.O, minha ansiedade chegou num nivel tao grande q estou com fobia social e nao consigo me relacionar com outras pessoas, preciso de uma dose de P.M.O pra sentir uma leve sensação de bem estar, mesmo sabendo que depois vou me sentir um lixo por ter assistido, enfim muita força parceiro, saiba que nao está sozinho e com muita força de vontade um dia seremos normais e conseguiremos ficar sem essa merda
Amigo queria tirar uma dúvida sobre seu relato e acho que também pode ajudar o Jay.
Durante esses seus 3 meses longe da P, você se M ou não?
Digo isso porque também sofro com EP, já fiquei 2 meses sem P tranquilamente porém me M todos os dias, e não fez diferença, sentia os mesmos malefícios de PMO.
Gostaria de saber como foi sua experiência.

_______________________________________
Meu diário:
https://www.comoparar.com/t11642-diario-na-batcaverna

avatar
nth
Mensagens : 36
Data de inscrição : 30/07/2020

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

5/4/2021, 09:02
TheBatman escreveu:
nth escreveu:
Passei por algo parecido mas depois de ficar 3 meses longe da P, comecei a me relacionar com uma menina e a E.P nao me deu paz, a menina mesmo assim nao se importou mas a gente se sente um lixo, isso me frustrou tanto que preferi parar de me relacionar com ela e caí de novo na P.M.O, minha ansiedade chegou num nivel tao grande q estou com fobia social e nao consigo me relacionar com outras pessoas, preciso de uma dose de P.M.O pra sentir uma leve sensação de bem estar, mesmo sabendo que depois vou me sentir um lixo por ter assistido, enfim muita força parceiro, saiba que nao está sozinho e com muita força de vontade um dia seremos normais e conseguiremos ficar sem essa merda
Amigo queria tirar uma dúvida sobre seu relato e acho que também pode ajudar o Jay.
Durante esses seus 3 meses longe da P, você se M ou não?
Digo isso porque também sofro com EP, já fiquei 2 meses sem P tranquilamente porém me M todos os dias, e não fez diferença, sentia os mesmos malefícios de PMO.
Gostaria de saber como foi sua experiência.
No primeiro mes consegui ficar sem M, mas aí depois comecei a me M tentando focar mais nas sensações sem fantasias pra conhecer mais meu corpo, cheguei a conseguir ter uma ereção por quase 20 minutos sem E quando estava me M, aí na primeira relação que tive com uma menina eu fiquei tão nervoso que nao conseguia nem ter uma ereção, a base de alcool eu dei uma relaxada e quando fui pra penetração nao durei nem 1 minuto e aí cai no vicio de novo, acho q o que aconteceu comigo pra chegar nesse nivel de E.P foi que a P zuou tanto minha cabeça que desencadeou essa ansiedade absurda que eu tenho, acho q é valido se M durante o reboot mas tem que tomar muito cuidado com a fantasia, nos que sofremos com esse vicio basta um gatilho mental pra que a M seja igual a M com P, tente ficar 1 mes sem se M e depois volte pra ver como seu corpo vai reagir. Acho que a E.P nossa está muito ligada ao sentimento rapido de prazer, condicionamos nosso cérebro que precisamos de um estimulo rapido pra chegarmos ao orgasmo, vou tentar o hard mode agora mas sei que vai ser foda p caramba

TheBatman gosta desta mensagem

TheBatman
TheBatman
Mensagens : 37
Data de inscrição : 13/03/2021

Diário do Gatsby Empty Re: Diário do Gatsby

5/4/2021, 11:07
nth escreveu:
TheBatman escreveu:
nth escreveu:
Passei por algo parecido mas depois de ficar 3 meses longe da P, comecei a me relacionar com uma menina e a E.P nao me deu paz, a menina mesmo assim nao se importou mas a gente se sente um lixo, isso me frustrou tanto que preferi parar de me relacionar com ela e caí de novo na P.M.O, minha ansiedade chegou num nivel tao grande q estou com fobia social e nao consigo me relacionar com outras pessoas, preciso de uma dose de P.M.O pra sentir uma leve sensação de bem estar, mesmo sabendo que depois vou me sentir um lixo por ter assistido, enfim muita força parceiro, saiba que nao está sozinho e com muita força de vontade um dia seremos normais e conseguiremos ficar sem essa merda
Amigo queria tirar uma dúvida sobre seu relato e acho que também pode ajudar o Jay.
Durante esses seus 3 meses longe da P, você se M ou não?
Digo isso porque também sofro com EP, já fiquei 2 meses sem P tranquilamente porém me M todos os dias, e não fez diferença, sentia os mesmos malefícios de PMO.
Gostaria de saber como foi sua experiência.
No primeiro mes consegui ficar sem M, mas aí depois comecei a me M tentando focar mais nas sensações sem fantasias pra conhecer mais meu corpo, cheguei a conseguir ter uma ereção por quase 20 minutos sem E quando estava me M, aí na primeira relação que tive com uma menina eu fiquei tão nervoso que nao conseguia nem ter uma ereção, a base de alcool eu dei uma relaxada e quando fui pra penetração nao durei nem 1 minuto e aí cai no vicio de novo, acho q o que aconteceu comigo pra chegar nesse nivel de E.P foi que a P zuou tanto minha cabeça que desencadeou essa ansiedade absurda que eu tenho, acho q é valido se M durante o reboot mas tem que tomar muito cuidado com a fantasia, nos que sofremos com esse vicio basta um gatilho mental pra que a M seja igual a M com P, tente ficar 1 mes sem se M e depois volte pra ver como seu corpo vai reagir. Acho que a E.P nossa está muito ligada ao sentimento rapido de prazer, condicionamos nosso cérebro que precisamos de um estimulo rapido pra chegarmos ao orgasmo, vou tentar o hard mode agora mas sei que vai ser foda p caramba
Comigo é exatamente assim, a ansiedade me mata, vejo que condicionei meu corpo a ter O rápido, pretendo continuar o reboot sem M,b no hard mode, para que meu cérebro esqueça disso e volte a focar na experiência do sexo real, e não somente em atingir o O.

_______________________________________
Meu diário:
https://www.comoparar.com/t11642-diario-na-batcaverna

nth gosta desta mensagem

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum