Ir para baixo
avatar
Rogério da Barra
Mensagens : 1
Data de inscrição : 29/04/2021

Rogérinho da Barra em sua maior luta Empty Rogérinho da Barra em sua maior luta

29/4/2021, 22:39
Bom, primeiramente, eu só queria deixar bem claro que não me chamo Rogério e não moro na Barra da Tijuca, mas foi um jeito que consegui de entrar aqui e me sentir mais confortável pra desabafar e falar sobre os meus problemas com esse maldito vício.

O começo de tudo: Tenho 18 anos, faço 19 em agosto (yey), infelizmente estou com esse vício há uns 5 anos. Começou tudo como uma curiosidade de um adolescente por ouvir tanto os meus amigos da escola falarem sobre. Na primeira vez, acredito que como todo mundo, me senti muito bem e me perguntava o que era aquela sensação que fazia todo meu corpo parecer uma fábrica de prazer. Acabei que por algum motivo não consumi porno por mais ou menos um ano (isso em 2015). No ano de 2016 foi eu realmente entrei fundo nesse vício maldito, me masturbava umas 3 vezes no dia no mínimo,e mesmo que eu estivesse cansado, meu corpo pedia mais. Isso foi duro mais ou menos 2 anos, com o ensino médio chegando e muitas responsabilidades com isso, não conseguia mais seguir esse ritmo e acabei percebendo que isso não fazia nenhum pouco bem pra mim.

As tentativas: Quando percebi que isso me fazia muito mal, já foi um pouco tarde e já estava acostumado a me masturbar diariamente, mesmo que em dose menores. Tentei então parar, pra ver isso melhorava meu desempenho nas coisas, se melhoraria meu esforço e vontade de fazer as coisas. Desde então eu vivi algumas fases em que consegui ficar alguns meses sem, mas sempre acabava caindo por me despreocupar e achar que já tinha tudo sobre controle ou que voltar a fazer uma vez não teria problema ( e como eu estava enganado bixo)

Os efeitos: Acabou que nesses últimos anos tudo que eu tinha de ruim se intensificou. Tenho depressão desde 2015 (devido a muitos fatos de viver uma infância solitária e por muitos distúrbios psicológicos que me levaram a isso), ela acabou ficando muito mais forte durante um tempo - sem vontade pra fazer nada: comer, sair, conversar com pessoas e etc- acabava que eu vivia uma vida dupla, por que não queria que ninguém soubesse que eu era assim (não era muito bom em falar de sentimentos e me abrir com as pessoas), então sempre fingia estar tudo bem e isso só foi me desgastando cada vez mais. Também fui diagnosticado com Transtorno de Ansiedade (que é mt comum com quem consome pornografia), comecei a desenvolver crises; minha autoestima( que quase já não existia) foi pro fundo do poço e recentemente devido ao estresse de estudar pra conseguir uma faculdade(acabei não passando em nenhuma, outro pensamento que me fode bastante é o futuro e isso me da medo pra krl, mas não vou falar mt sobre isso agr) e um trampo acabei desenvolvendo TICS ( não tão fortes ainda, porque eles estão se desenvolvendo, mas aos poucos eles tão indo - o que ta me deixando muito preocupado, porque se chegar em um estado muito avançado, posso ficar que nem aquele pessoal que nasce com Tourette, e isso atrapalha mt as coisas, não é nada legal).
Sem falar na quarentena que deixou tudo ainda pior dhsaudusadshusa

Como cheguei aqui: recentemente, eu vi que eu tinha que dar um basta nisso e que não dava mais pra continuar nessa mesma vida. Desde janeiro tenho tentado me policiar cada vez mais com esses vícios, já baixei bloqueadores (tipo BlockerX) no celular ( que é por onde eu consumo, nunca usei o pc); já tentei artigos sobre como posso sair dessa; conversei com amigos, o que foi bom pra saber que não estou sozinho, mas que também não ajudou tanto por eles estarem no mesmo barco. Até que ontem (dia 28 de abril), depois de cair no mesmo vacilo, eu só queria dar um basta nisso, foi então que eu pesquisei como eu poderia parar com isso e acabei em um site em que o cara falava sobre a pornografia e falava dos efeitos dela e também citava o Reboot, e depois muitas pesquisas e vídeos acabei chegando aqui.

Ultima mensagem: espero que eu consiga vencer esse mal e encontrar outras pessoas na mesma caminhada para nos unirmos e nos ajudarmos. Mesmo que ninguém veja isso, o importante é que eu estou fazendo e querendo ,ou não, falando sobre essa história de uma maneira que nunca falei pra ninguém. Ainda que haja recaídas, o importante é não desistir jamais.



Vitoriosa e Maxstephen gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 1066
Data de inscrição : 10/12/2018

Rogérinho da Barra em sua maior luta Empty Re: Rogérinho da Barra em sua maior luta

29/4/2021, 22:52
Oi, Rogério da Barra!

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio da reversão do vício, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer.

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Conheça a legislação do Fórum: Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Conheça o Guia Introdutório e aprenda o básico sobre o processo de reversão do vício ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado) para ter acesso a informações mais completas.

  • Confira o arsenal tecnológico para te auxiliar na proteção contra o vício: Configuração do Clean Browsing; Bloqueamento via Hosts; Inter App Control Pro (Pago); Blok Supreme (Pago); Download do Qustodio (A versão gratuita já é suficiente). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Conheça os navegadores (para smartphone) que já vem com proteção contra o vício e escolha um: Spin, Kids Safe Browser (Pago) e Mobicip. Instale o NetAngel para bloquear a pornografia em seu smartphone, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Dica: Cadastre um e-mail temporário descartável em seus softwares, pois, assim, você evita uma possível recuperação da senha. Utilize também um método de ocultação de senha, para evitar que você desative os bloqueadores em um momento de fissura. Acesse: Método para esconder a senha.

  • Instale um contador de dias: Tutorial Contador de Dias, para te situar em sua jornada.

    Avalie também a necessidade de abandono de outros vícios que podem de alguma forma te atrapalhar no processo, como masturbação, álcool, outras drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Priorize as atividades de religação, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Evite também a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Abraços!

_______________________________________
Vitoriosa
Maxstephen
Maxstephen
Mensagens : 55
Data de inscrição : 26/04/2021

Rogérinho da Barra em sua maior luta Empty Re: Rogérinho da Barra em sua maior luta

29/4/2021, 23:24
Fala Rogério,

Cara, primeiro parabéns por ter conscientizado que você realmente precisa de ajuda, e aqui é um ambiente que você pode contar com o apoio de pessoas que passam pela mesma luta que você!

Também comecei a pouco tempo no grupo, mas pelo que já li nos diários aqui (e nós somos crianças perto de alguns deles) a P é algo que pode realmente te destruir, tomando sua energia, atenção, concentração, foco, atrapalhar nos estudos, trabalho sem dizer que no seu caso já te abalou psicologicamente. Eu comecei a ter sintomas de ansiedade a pouco tempo, depois que tive um DE (disfunção erétil) com minha esposa, e isso me abalou muito.

Você ainda não comentou sobre seus relacionamentos se já teve algum, mas eu me lembro muito bem que amigos meus mais velhos, no passado já haviam me dito que assim que eu arrumasse uma namorada precisaria parar com PMO, pois isso me afetaria... E meu amigo, dito e feito... isso no futuro uma hora ou outra vai te atrapalhar em seus relacionarmos também, tenho certeza de que você não vai encontrar nenhum caso aqui que no período em que esteve passando por momentos de PMO estava super bem com sua vida sexual.

Você é muito novo cara, e se fosse pra eu voltar à sua idade eu iria ter aproveitado mais pra poder estudar, quem sabe ter feito um intercâmbio, ter feito uma faculdade melhor e mais bem feita (pois na época que fiz a minha eu já estava namorando, não que isso atrapalhe em todos os casos) mas se você não namora, melhor aind, tem todo o seu tempo livre pra poder investir em você mesmo!!!

Procure praticar atividades físicas, comece a fazer algum curso... O importante é não manter sua mente desocupada... Cara não te conheço pessoalmente mas, posso até te falar como um profissional da área de gestão... Encontre a causa raiz de seus problemas e estabeleça metas, ações para eliminar todo o tipo de risco e você vai ver que se analisar bem todos vão chegar a P. Então tenha esse reboot como principal foco em sua vida.


Enfim, vou deixar que outros contribuam também..haha falei bastante.. mas é que lá sua idade você está num momento ótimo pra poder investir em você mesmo, mas ao mesmo tempo cheio de desafios.

Abraço..siga firme!! E conte comigo, vou te acompanhar nessa jornada!!!




Rogério da Barra escreveu:
Bom, primeiramente, eu só queria deixar bem claro que não me chamo Rogério e não moro na Barra da Tijuca, mas foi um jeito que consegui de entrar aqui e me sentir mais confortável pra desabafar e falar sobre os meus problemas com esse maldito vício.

O começo de tudo: Tenho 18 anos, faço 19 em agosto (yey), infelizmente estou com esse vício há uns 5 anos. Começou tudo como uma curiosidade de um adolescente por ouvir tanto os meus amigos da escola falarem sobre. Na primeira vez, acredito que como todo mundo, me senti muito bem e me perguntava o que era aquela sensação que fazia todo meu corpo parecer uma fábrica de prazer. Acabei que por algum motivo não consumi porno por mais ou menos um ano (isso em 2015). No ano de 2016 foi eu realmente entrei fundo nesse vício maldito, me masturbava umas 3 vezes no dia no mínimo,e mesmo que eu estivesse cansado, meu corpo pedia mais. Isso foi duro mais ou menos 2 anos, com o ensino médio chegando e muitas responsabilidades com isso, não conseguia mais seguir esse ritmo e acabei percebendo que isso não fazia nenhum pouco bem pra mim.

As tentativas: Quando percebi que isso me fazia muito mal, já foi um pouco tarde e já estava acostumado a me masturbar diariamente, mesmo que em dose menores. Tentei então parar, pra ver isso melhorava meu desempenho nas coisas, se melhoraria meu esforço e vontade de fazer as coisas. Desde então eu vivi algumas fases em que consegui ficar alguns meses sem, mas sempre acabava caindo por me despreocupar e achar que já tinha tudo sobre controle ou que voltar a fazer uma vez não teria problema ( e como eu estava enganado bixo)

Os efeitos: Acabou que nesses últimos anos tudo que eu tinha de ruim se intensificou. Tenho depressão desde 2015 (devido a muitos fatos de viver uma infância solitária e por muitos distúrbios psicológicos que me levaram a isso), ela acabou ficando muito mais forte durante um tempo - sem vontade pra fazer nada: comer, sair, conversar com pessoas e etc- acabava que eu vivia uma vida dupla, por que não queria que ninguém soubesse que eu era assim (não era muito bom em falar de sentimentos e me abrir com as pessoas), então sempre fingia estar tudo bem e isso só foi me desgastando cada vez mais. Também fui diagnosticado com Transtorno de Ansiedade (que é mt comum com quem consome pornografia), comecei a desenvolver crises; minha autoestima( que quase já não existia) foi pro fundo do poço e recentemente devido ao estresse de estudar pra conseguir uma faculdade(acabei não passando em nenhuma, outro pensamento que me fode bastante é o futuro e isso me da medo pra krl, mas não vou falar mt sobre isso agr) e um trampo acabei desenvolvendo TICS ( não tão fortes ainda, porque eles estão se desenvolvendo, mas aos poucos eles tão indo - o que ta me deixando muito preocupado, porque se chegar em um estado muito avançado, posso ficar que nem aquele pessoal que nasce com Tourette, e isso atrapalha mt as coisas, não é nada legal).
Sem falar na quarentena que deixou tudo ainda pior dhsaudusadshusa

Como cheguei aqui: recentemente, eu vi que eu tinha que dar um basta nisso e que não dava mais pra continuar nessa mesma vida. Desde janeiro tenho tentado me policiar cada vez mais com esses vícios, já baixei bloqueadores (tipo BlockerX) no celular ( que é por onde eu consumo, nunca usei o pc); já tentei artigos sobre como posso sair dessa; conversei com amigos, o que foi bom pra saber que não estou sozinho, mas que também não ajudou tanto por eles estarem no mesmo barco. Até que ontem (dia 28 de abril), depois de cair no mesmo vacilo, eu só queria dar um basta nisso, foi então que eu pesquisei como eu poderia parar com isso e acabei em um site em que o cara falava sobre a pornografia e falava dos efeitos dela e também citava o Reboot, e depois muitas pesquisas e vídeos acabei chegando aqui.

Ultima mensagem: espero que eu consiga vencer esse mal e encontrar outras pessoas na mesma caminhada para nos unirmos e nos ajudarmos. Mesmo que ninguém veja isso, o importante é que eu estou fazendo e querendo ,ou não, falando sobre essa história de uma maneira que nunca falei pra ninguém. Ainda que haja recaídas, o importante é não desistir jamais.



Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos