Ir para baixo
marcos0451
marcos0451
Mensagens : 24
Data de inscrição : 11/05/2021
Idade : 36
Localização : Brasil

Diário do Marcos Empty Diário do Marcos

11/5/2021, 22:52
Olá, pessoal! Meu nome é Marcos e tenho 36 anos. Decidi entrar no fórum para me ajudar com alguns aspectos do processo atual.

No meu caso, eu iniciei meu vício por volta dos 13 anos. Meus pais, e principalmente minha mãe, incentivavam o uso de material adulto. Uma das intenções era que eu ficasse ocupado com esse material e não explorasse minha sexualidade com outras pessoas e corresse o risco de engravidar alguém. Eu tinha as revistas do meu pai e meu tio, que era dono de locadora na época, me dava as revistas com os catálogos dos filmes. Eu também tinha liberdade de alugar filmes, pricipalmente depois dos 15. Entretanto, foi em torno dos 17 anos que a coisa ficou mais descontrolada devido ao acesso a internet. Desde então, eu percebi que não sei mais o que é viver sem acessar sites adultos e o sexo que pratico é virtual (tanto escrito quanto por telefone).

Só tomei mais consciência do que acontece aos 30. Como eu tive duas crises de depressão, eu faço terapia desde os 18. E reclamo de disfunção erétil desde os 22 mais ou menos, quando tentei ser ativo numa transa e eu não conseguia penetrar. Assim como outros amigos daqui, eu optei por ser passivo para poder me permitir transar e chegava ao nível de não gostar que tocassem no meu genital por vergonha por não ter ereções igual a todo mundo. Evitei muitos relacionamentos por vergonha também.

Foi com a minha última terapeuta, que tentava me ajudar, que tive acesso a um vídeo bem interessante com o tema: "tornar mais inteligente o uso de material adulto". Apesar de não ser aliado a ideia do Reboot, foi ali que tive algumas dicas sobre DEIP e, eventualmente, lendo vários textos na internet, cheguei no conceito do forum. Foi no ano de 2017 que tive transas que me fizeram ver que o vício estava fora de controle e tentei meu primeiro Reboot. Um dos mais longos, porque eu consegui ficar um mês e meio sem. Nos anos seguintes, eu cheguei a namorar, mas sempre tinha recaídas e tentativas bem frustradas de cortar o vício. Apesar do meu namoro ter terminado, ele teve muita influência para a minha experiência de agora porque eu tive oportunidade de fazer sexo de forma mais tranquila e bem diferente da coisa mais performática que eu copiava.

Agora, em 2021, eu decidi retornar ao processo principalmente depois de ficar uma semana com dor, provavelmente devido ao excesso de estímulo. A dor acabou sendo um alerta vermelho que me incentivou a tentar novamente. Desta vez eu estou bem mais otimista por várias razões:
1- Consegui um calendário para marcar o que eu faço. Comecei meu processo no dia 11/04 e desde então, só marquei 7 dias de recaídas; Neste caso, minha última recaída foi no dia 07/05. Estou cinco dias sem usar tecnologia para me estimular, e no caso, no dia 6 eu tinha usado o batepapo.
2- No começo do ano fui parar no hospital por causa de um problema no fígado. Mudei totalmente minha dieta e é impressionante que, depois de quase cinco meses, eu ainda consigo manter um baixo uso de açúcar, sal e gordura. Se eu consigo comer menos pizza, açúcar e sal, eu consigo parar com esse vício.
3- Eses quase seis anos de tentativas e erros me fizeram mais consciente dos meus gatilhos, limites e objetivos. Por exemplo, minha excitação estava conectada ao uso do computador. Eu reduzi ao máximo o uso do mesmo. Só uso para o trabalho ou para algo pontual (como esta mensagem). E quando vejo que vou ficar ocioso, eu desligo e vou pra outro cômodo da casa. Fui obrigado a investir em um tablet pra eu estudar pra faculdade sem o computador e tenho buscado outras formas de entretenimento. Quem sofre são meus sims, pois estou sem jogar há mais de um mês.

Um problemas ainda mais complicado que tenho é que sou mais viciado em sexo virtual (tanto escrito quanto por telefone). E uma das razões de eu entrar no fórum é que ao retirar o batepapo e aplicativos, eu comecei a sentir solidão e ansiedade. Tenho buscado formas diferentes de substituir isso (ainda mais na pandemia). Busco mais ligações telefônicas com os amigos, entrei para um grupo de RPG por audio (e estou pensando em entrar pra outro grupo) e voltei com a terapia. Quanto exclui o instagram, a ansiedade foi a mil. Agora, ainda uso o Whatsapp, mas as vezes desligo os avisos e tento ficar algumas horas concentrado em algo.

Antes de postar, eu li o "Guia Introdutório" e já conhecia vários aspectos ali. Não instalei os bloqueadores e confesso que estava esperando vir outra recaída para fazê-lo. Em todo caso, acho que vai ser válido eu fazer isso sim, apesar de ter cortado o uso da máquina que mais me deixa com vontade. Eu ainda estava experimentando certa resistência em deletar minhas coisas devido a uma experiência super negativa que tive na primeira vez (deletei tudo, tive uma recaída e virei noites e noites tentando achar os videos de novo). É até curioso que no mês passado eu tive acesso a material (eu tinha assinado um site e recebia avisos no whatsapp) e tudo começou a ficar sem graça (até sai da lista). Tá igual chá com açúcar: sem pode ser meio amargo, mas com, me enjoa. Eu realmente estou tentando jogar com a ideia de "deletar depois que eu não sentir necessidade", que é algo que já vivencio com o material que eu tenho anterior a 2010.

Sobre os prejuízos, eu acho que a disfunção erétil é só a ponta do iceberg. Desde que comecei o meu processo há um mês, eu me sinto um adolescente descobrindo o corpo. E até me deu raiva porque quando eu fui adolescente de verdade, me deram esse material como forma de me aprisionar... e acredito que isso persista porque eu sinto que não pudesse confiar no meu auto-controle e precisasse ficar insensível para não perder a cabeça.

Pelo que entendi, para eu manter o diário eu vou precisar usar os bloqueadores e ter o contador, confere?

Como disse, eu tenho várias ideias pessoais. Atualmente, eu estou com pequenas metas. Mês passado, o objetivo era não usar o computador ou qualquer tecnologia para chegar ao orgasmo. Nesse caso, sempre que tinha vontade, eu me permitia independente da ereção, mas, sem uso de celular, tablet, televisão ou computador. Isso até me ajudou um pouco porque comecei a ter leves ereções e as ereções matutinas voltaram bem fortes (tão fortes que me acordam). Agora neste mês, eu estou com o objetivo de valorizar mais a ereção em si (porque parte do que eu fazia com material adulto era cortar a ereção a fim de aguentar uma sessão mais longa de conversas eróticas ou vendo filmes. Fora que eu percebi que a ereção que é tão necessária para o sexo, é algo que eu quero evitar a todo custo por vergonha de pensarem que eu sou um pervertido) e reduzir as ejaculações seguindo o conselho do meu urologista que recomendou 2 a 3 vezes por semana. Percebo que já estou começando a ficar melhor na questão da sensação física (tanto é que as roupas andam me deixando meio ansioso). Só que se eu quero fazer o reboot pra vida toda (igual a mudança na alimentação e exercícios físicos), eu vou precisar ser mais incisivo.

Obrigado por lerem minha mensagem e pela proposta do fórum!

eusounovoaki gosta desta mensagem

Loc Dog
Loc Dog
Mensagens : 80
Data de inscrição : 16/02/2021
Localização : https://www.comoparar.com/t11556-me-ajudem-primeira-vez-no-reboot
https://www.comoparar.com/t11556-dias-de-lutas-em-meu-diario

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

12/5/2021, 00:16
Parabéns por dar esse grande passado, vc já está no caminho certo
Colocando pequenas metas para conseguir um grande objetivo
Aconselho vc eliminar todo conteúdo adulto que vc tiver, os bloqueadores não são obrigatórios afinal na vida fora do virtual não tem como ter bloqueadores, mas eles são importantes se vc não conseguir se controlar sozinho
Os contadores também não são obrigatórios, afinal vc já tem um, o calendário.
Vc pode usar ele, contadores são apenas mais fáceis de ver a meta que queremos cumprir.
Abraço!

marcos0451 gosta desta mensagem

Josuez
Josuez
Mensagens : 1189
Data de inscrição : 15/07/2018
Idade : 19
Localização : DF

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

12/5/2021, 09:30
Olá, primeiramente parabéns, está indo muito bem, continue assim que irá ir muito além. Também penso que é melhor colocar os bloqueadores, eles não são uma fortaleza impenetrável, mas são ótimas ferramentas para ajudar na hora da vontade. O contador, se não me engano é preciso está cadastrado no fórum a pelo menos uma semana para colocar no seu perfil, mas se não quiser não precisa, é só para se ter uma observação de quantos dias você está limpo. E claro, é melhor excluir todo o material pornô, não se trata de se sentir orgulhoso por não recorrer a eles ou excluir eles no final do processo, se trata de se livrar da sua antiga vida de viciado, esquecer de vez. Enfim, forças ai nesse reboot, continue focando nas suas atividades, e sempre atualize sobre suas batalhas e vitórias. Estarei acompanhando! Wink

_______________________________________




Meu diário : https://www.comoparar.com/t7653-relato-diario

marcos0451 gosta desta mensagem

marcos0451
marcos0451
Mensagens : 24
Data de inscrição : 11/05/2021
Idade : 36
Localização : Brasil

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

12/5/2021, 22:03
@Loc Dog e @Josuez, muito obrigado pelas mensagens!

Eu li a do Loc Dog ontem mesmo e fui dormir com esse lance de deletar o meu material. Assim, concordo com o Josuez que tem a questão do "orgulho de não acessar", mas o meu maior problema mesmo é a ligação afetiva que tenho com esse monte de porcaria. Por um lado, eu queria evitar o estresse que é deletar a coleção e a minha intenção era seguir um provérbio inglês "out of sight, out of mind" (é tipo, "o que os olhos não vêem, o coração não sente"). Eu queria deletar quando não significasse tanto. Mas ao mesmo tempo, vir aqui, falar do meu problema me fez também refletir que não cortar essa raíz é deixar uma baita porta aberta. A primeira vez que fiz isso foi muito ruim por causa recaída, mas ao mesmo tempo, se tenho medo de ter recaída é porque eu considero a possibilidade. Não sei se vocês entendem onde quero chegar, mas eu conclui que, manter os arquivos é uma forma de dizer que eu posso voltar ao vício.

Desta forma, hoje eu consegui destruir uns 90% de todo o material. Já não tinha nada no computador em si, deletei tudo do HD externo e dos pendrives. Alguns vídeos tinham 3 ou 4 backups, porque eu sou sinistro com isso. E aconteceu.... eu acho que estou tendo uma espécie de "bad trip", porque bateu ansiedade, dor de cabeça e afins.

Uma coisa que acho bacana reforçar aqui é que, desde o mês passado, eu comecei a perceber uma nuança entre tesão, vontade de mijar e ansiedade. No mês passado, para lidar melhor, eu ia me masturbar quando sentia qualquer um dos três. Nesta semana, eu estou tentando desenvolver o auto-controle e a única coisa que senti hoje foi ansiedade. A dor de cabeça foi por ansiedade. E é bacana reconhecer que a vontade que eu sinto de ejacular não tem nada haver com tesão. Alguns profissionais até recomendam masturbação quando se está estressado, mas hoje eu estou lutando para não ejacular e suportar bem esse mal estar generalizado.

Marquei no calendário como um dia que tive contato e estou resetando a contagem. Mesmo não tendo feito nada ou parado para ficar admirando, as imagens ficam girando na cabeça.

Eu só tenho mais dois dilemas.

Eu não consegui deletar minhas fotos nu. Tem um lado meu que gosta de que é um registro do meu corpo em fases diferentes, mas tem outro que acha tudo meio tosco. Bom, esse sim, eu decidi deixar no limbo, compactei as fotos e joguei na nuvem, porque fica mais difícil ter acesso. Pra isso, eu realmente cogito deixar rolar um tempo e decidir o destino delas mais pro final do ano ou no ano que vem (ou quando eu esbarrar com o arquivo tentando achar algo na pasta do Google Drive).

Outra coisa que eu estou na dúvida, e eu até agradeceria por sugestões, é que eu ainda tenho duas G Magazines junto com umas revistas antigas. Por um lado, é um nu meio artístico, eu não joguei elas fora com outro material (pasmem, eu ainda tinha fragmentos dos catálogos de filme porno da década de 90), por outro eu fiquei pensando se, daqui um ano eu esbarrando com esse material, eu não posso acabar voltando ao vício ou tendo uma recaída, do tipo "deixa eu só olhar essa foto".

E isso até me fez pensar em outros problemas, por exemplo, e se fosse um catálogo de cuecas? E se eu estivesse estudando quadros de nu? O limite entre pornografia que vai me fazer perder a sensibilidade e imagens saudáveis de pessoas sem roupa é bem confuso.

Em todo caso, eu estou decidindo se mantenho, se destruo pra jogar fora (mês que vem comprarei uma fragmentadora e também vou destruir melhor os CDs de backup anteriores a 2012, agora, só deixei eles riscados) ou se junto com uns livros e levo pro sebo.

E sobre esquecer a vida de viciado, eu prefiro resignificar. Se hoje eu busco e valorizo interações sociais melhores é porque eu estive no fundo do poço. Eu espero que meu processo, não apenas me ajude a melhorar minha qualidade de vida, como eu possa influenciar pessoas de forma positiva para que elas não se percam nessa futilidade. Já comecei, porque eu repassei o PDF gratuito daqui pra dois amigos. Hehehe
Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 1039
Data de inscrição : 10/12/2018

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

12/5/2021, 23:30
Oi, marcos0451!

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio da reversão do vício, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer.

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Conheça a legislação do Fórum: Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Conheça o Guia Introdutório e aprenda o básico sobre o processo de reversão do vício ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado) para ter acesso a informações mais completas.

  • Confira o arsenal tecnológico para te auxiliar na proteção contra o vício: Configuração do Clean Browsing; Bloqueamento via Hosts; Inter App Control Pro (Pago); Blok Supreme (Pago); Download do Qustodio (A versão gratuita já é suficiente). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Conheça os navegadores (para smartphone) que já vem com proteção contra o vício e escolha um: Spin, Kids Safe Browser (Pago) e Mobicip. Instale o NetAngel para bloquear a pornografia em seu smartphone, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Dica: Cadastre um e-mail temporário descartável em seus softwares, pois, assim, você evita uma possível recuperação da senha. Utilize também um método de ocultação de senha, para evitar que você desative os bloqueadores em um momento de fissura. Acesse: Método para esconder a senha.

  • Instale um contador de dias: Tutorial Contador de Dias, para te situar em sua jornada.

    Avalie também a necessidade de abandono de outros vícios que podem de alguma forma te atrapalhar no processo, como masturbação, álcool, outras drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Priorize as atividades de religação, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Evite também a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Abraços!

_______________________________________
Vitoriosa

marcos0451 gosta desta mensagem

marcos0451
marcos0451
Mensagens : 24
Data de inscrição : 11/05/2021
Idade : 36
Localização : Brasil

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

13/5/2021, 07:19
Obrigado, Vitoriosa!

Pois é, voltei um pouco mais cedo para verbalizar. Tive um pouco de insônia ontem e acordei cedo como de costume, mas a química do meu corpo está tão alterada que a ereção que tive por causa da bexiga foi mega sem graça. E está chovendo também, e frio, isso mexe mais ainda comigo. Em todo caso, ontem fui dormir sem me masturbar e a intenção é de fazer o mesmo hoje já que fiquei três dias seguidos fazendo isso.

Acabei optando por levar as revistas que falei pro sebo. Coloquei em um envelope e coloquei junto com os livros que já vou mesmo me desfazer.

Aliás, como vocês lidaram com as amizades que estavam na mesma energia em relação a material adulto? Eu estou criando coragem para conversar com meu amigo que faz sexo por telefone comigo e já reparei que alguns dos meus contatos não estão preparados. Um amigo meu veio recomendar um video, eu deletei e comentei que parei, outro que eu tinha costume de trocar fotos nu me mandou uma dele, dae fiz uma piadinha e deletei. Também fui atrás da lista VIP que eu participava e pedi para cancelar a assinatura; menos um problema.

Eu acho que estou um pouco obcecado agora e pensando demais nisso. Por mais negativo que isso seja, faz parte da minha personalidade e acho que só vou ficar bem daqui uns 3 ou 4 dias. Aconteceu a mesma coisa quando sai do instagram e fiquei numa obsessão incômoda por quase uma semana. Um problema potencial é eu entrar no batepapo, que atualmente, funciona de forma mais agressiva do que revistas ou fotos.
Josuez
Josuez
Mensagens : 1189
Data de inscrição : 15/07/2018
Idade : 19
Localização : DF

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

13/5/2021, 08:50
Maravilhoso esses dois últimos posts, é muito bom saber que já está criando uma nova mentalidade ,uma diferente do se eu-viciado, fez muito bem se livrar de praticamente a maioria dos materiais. Essas questões de guardar fotos nuas próprias, não sei opinar muito bem, mas  me veio um pensamento sobre o padrão de corpo, meio que na P  tem muito isso, dos caras serem sarados ,padrãozinhos e tals, e isso acaba influenciando nossa forma de enxergar nosso próprio corpo, querendo nos encaixar em um padrão, mas isso pode ser só viagem minha, mas te garanto que com o reboot acabamos amadurecendo nesses aspectos, e pode ser que você  reveja esse lance dessas fotos ao passar do reboot. E as revistas, já vi muitos videos relacionados com o reboot e o mundo P , e existe  diferenças entre a P antiga(revistas ,cds ) e a nova P (videos e imagens com amplo acesso na internet), mas que acabam indo para o mesmo caminho que é a satisfação do nosso prazer solitário, e a diferença entre o nu artístico e a P em si ,penso que é a sua intenção, se é para a arte ou para o prazer solitário de alguém, mas infelizmente nossa mente viciada corresponde até a arte com o prazer solitário. E sobre a questão de amigos , é complicado ,eu infelizmente não tenho amigos lgbt por questões do meu contexto em si e de eu ser um tanto quanto anti social, mas enfim, já faz um tempo que vi um video relacionado a isso, é do canal gay nerd, me fez refletir um pouco, e quando ia lendo o post logo pensei nesse video, pode te ajudar, segue o link :. Desculpe pelo textão, mas parabéns, está indo muito bem ,continue assim que irá vencer esse vício!

_______________________________________




Meu diário : https://www.comoparar.com/t7653-relato-diario

marcos0451 gosta desta mensagem

Loc Dog
Loc Dog
Mensagens : 80
Data de inscrição : 16/02/2021
Localização : https://www.comoparar.com/t11556-me-ajudem-primeira-vez-no-reboot
https://www.comoparar.com/t11556-dias-de-lutas-em-meu-diario

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

13/5/2021, 20:20
Parabéns Marcos, vc esta indo bem!
Eu também tinha conteúdos que eu tinha um afeto, alguns estavam tão bem escondidos em alguma pasta na nuvem que com todo esse tempo que estou sem PMO, resolvi não ir atrás para não acabar olhando, recaindo e simplesmente também estou sem nenhuma vontade de ver aquilo. (Mas aconselho não guardar nenhum material)
e sobre sua duvida sobre o nu artístico, o problema não esta em a pessoa estar nua em nossa frente ou na gente ver um outdoor de alguma propaganda de roupa intima o problema esta em nossa mente e em como lidamos com isso, quando somos viciados começamos fantasiar com imagens que as vezes não são nem sexuais e deixamos de fazer atividades essenciais do dia a dia e socializar para ficar se masturbando pensando em uma imagem que esta em nossa mente
é com isso que devemos tomar cuidado.


__________________________________________________
Meu diario:

https://www.comoparar.com/t11556p50-me-ajudem-primeira-vez-no-reboot

marcos0451 gosta desta mensagem

marcos0451
marcos0451
Mensagens : 24
Data de inscrição : 11/05/2021
Idade : 36
Localização : Brasil

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

13/5/2021, 22:02
@Josuez, eu vi esse vídeo mais cedo por causa da sua indicação, e eu gosto muito das ideias do Marcel do Gay Nerd. Um dos vários materiais que me influenciam é o video dele sobre o "porque de ele ter parado de ver filme porno". Inclusive, mesmo sendo voltado para o público gay, eu super recomendo o @Loc Dog dar uma conferida. Eu me identifiquei bastante com o relato dele só que minha ficha caiu bem mais tarde (e o processo está bem mais doloroso)

Eu só não acompanho mais os vídeos dele porque eu decidi não ficar muito preso a canais de opinião. Vejo de vez em quando. Eu gosto mais de podcasts com várias pessoas e convidados, dessa forma eu tenho contato com várias ideias diferentes. E eu acho que vou entrar nesse grupo de gamers que ele comentou. Eu até participo de vários grupos (eu sou padrinho do RPG Next, tem o grupo do pessoal de inglês e entrei em três grupos de GURPS. Fora que eu uso o aplicativo Slowly onde me conecto com gente do mundo todo mas as mensagens demoram umas horas ou dias pra chegar - e sim, adoro as longas), a minha preocupação é de saturar os amigos mais próximos com a minha ansiedade e questões pessoais. Fora que, como meu vício tem haver com o batepapo, eu também percebo uma certa necessidade de conhecer pessoas novas, não necessariamente um potencial parceiro. O que me incomoda é ter que decidir amizades baseado em quanto as pessoas podem me influenciar negativamente ou não. Talvez um amigo mandando links e nudes seja um gatilho muito mais intenso do que duas revistas dentro de um envelope numa caixa debaixo da cama.

meio que na P tem muito isso, dos caras serem sarados ,padrãozinhos e tals, e isso acaba influenciando nossa forma de enxergar nosso próprio corpo, querendo nos encaixar em um padrão

Desde que eu engordei, eu comecei a mudar o olhar pro corpo e até usei PMO para me acostumar com outras potencialidades. Até ajudou, mas eu acho que algumas coisas que faço agora como ver seriados coreanos, observar as pessoas na rua e buscar ver algo positivo nelas ou ouvir música árabe são mais interessantes. Meu ex também me ajudou DEMAIS pra superar a gordofobia que tem na minha família e hoje em dia essa questão do corpo diminuiu muito na minha mente.

e a diferença entre o nu artístico e a P em si ,penso que é a sua intenção, se é para a arte ou para o prazer solitário de alguém, mas infelizmente nossa mente viciada corresponde até a arte com o prazer solitário.

e sobre sua duvida sobre o nu artístico, o problema não esta em a pessoa estar nua em nossa frente ou na gente ver um outdoor de alguma propaganda de roupa intima o problema esta em nossa mente e em como lidamos com isso, quando somos viciados começamos fantasiar com imagens que as vezes não são nem sexuais e deixamos de fazer atividades essenciais do dia a dia e socializar para ficar se masturbando pensando em uma imagem que esta em nossa mente

Eu estou em um momento onde eu peguei tudo que eu acreditava em sexo e M e coloquei em cima da mesa e estou questionando. Isso me lembrou um texto que li onde o cara experimentou ficar sem pornografia e explorava a M. Eu estou tentando encontrar, é um dos textos que mais me influencia, e ele dizia que depois de um tempo, ele não conseguia mais se ligar nas memórias ou fantasias e acabava imaginando cores abstratas e era bem prazeroso.

E é nesse gancho que segue o meu relato. Como eu me senti mega mal ontem, hoje continuei esquisito. Fui no mercado, comecei a preparar as coisas pro trabalho e estava planejando ficar dois dias sem MO para compensar os dois dias seguidos que fiz no começo da semana. Acabou rolando, e, uma percepção que tive bem interessante é sobre essa coisa da fantasia (que vocês mesmo falaram). Já tem um tempo que tenho trabalhado / treinado isso e, agora com Spotify, eu comecei até a colocar uma música. Tem me ajudado a ficar mais presente e não começar a pensar em problemas. Ainda rolam umas fantasias, mas elas estão ficando cada vez mais etéreas, já tem mais de seis meses que reparo que a memória de fotos e vídeos não funcionam comigo. (antes de tentar de novo o reboot, acho que desde janeiro, eu ficava me forçando a pelo menos ter um momento MO no dia, ao invés de PMO).

Desta vez eu meio que tentei expulsar todos os pensamentos, ouvindo a música ou me concentrando nas sensações do corpo. Só que, mesmo assim, não era dia para isso e o final foi bem blasé. Uma coisa que preciso aperfeiçoar é como lidar quando fico muito estressado ou deprimido. Tem a questão de se manter ocupado, mas ainda estou experimentando atividades que me façam melhorar a química do corpo. Também sem usar chocolate ou pizza.

Se não tivesse chovendo tanto, teria ido fazer exercícios no parque daqui.

Agora vou forçar a barra e focar na faculdade. ;-)

Josuez gosta desta mensagem

marcos0451
marcos0451
Mensagens : 24
Data de inscrição : 11/05/2021
Idade : 36
Localização : Brasil

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

14/5/2021, 22:05
Hoje foi um dos dias mais interessantes nesses últimos meses.

Acordei cedo por causa da vontade de ir no banheiro e, como não voltava a dormir, decidi adiantar a preparação da aula de mais tarde.

Uma coisa que li no material que o fórum compartilha e deve ter relação, é que eu estou conseguindo me concentrar melhor nas coisas. Hoje mesmo, eu terminei de ler três aulas da faculdade, preparei a aula que eu acabei de dar e ainda consegui encarar um novo procedimento do trabalho. Okay, que a reunião que ainda tive que frequentar foi um porre, mas, um mês atrás, fazer tudo isso seria MUITO desgastante.

E hoje aconteceu algo muito legal. Fui tirar um cochilo e acabei ficando tão confortável que tive uma ereção quase que voluntária. Há anos eu não lembro o que é isso. Só que ao invés de me M de forma maquinal (já tinha feito ontem e foi super desinteressante) eu tentei curtir o momento e, nossa. Eu foquei bem na sensação do tato no corpo todo e pela primeira vez, pareceu que a energia do meu corpo estava fluindo. Geralmente, quando tento fazer essas coisas eu sinto um nó no peito, como se algo interrompesse o fluxo energético. E hoje a sensação foi quase que eletrizante.

Não cheguei no MO propriamente dito porque, primeiramente, eu já fiz ontem e agora eu quero extender o tempo sem o orgasmo. Segundo, que eu estou com a ejaculação retardada. Ontem eu consegui observar isso muito bem: como que eu começo a ficar ansioso e recorrer a outros artifícios para ter o orgasmo - e ainda por cima flácido. E outra coisa que lembrei muito foi uma dica que a minha terapeuta dava sobre "aproveitar o caminho e não focar na chegada". E hoje foi um desses dias onde só aproveiter o caminho e ignorei completamente a chegada. Cansei, fui beber água e estava cheio de energia.

Outra coisa que senti foi que eu abri os sentidos, por exemplo, eu fui fazer uma salada depois e eu estava super presente. Era até meio sensual. TIrar a P e melhorar a qualidade da M está me lembrando como quando cortei açúcar e sal. Por um tempo, as coisas não tinham muito gosto e agora eu sinto sabores que eu nem sei descrever em palavras. E hoje aconteceu a mesma coisa com meu sentido do tato e foi tão intenso que eu fiquei doido pra sair de casa e fazer uma caminhada pra sentir o sol. Eu nunca gosto de fazer isso.

Enfim, são 9:51, vontade zero de me forçar a me M e resolvi vir aqui deixar meu registro e vou focar na última lição da faculdade que eu tinha planejado pra hoje. A única coisa que teria deixado o dia de hoje perfeito era se o narrador na minha cabeça tivesse ficado quieto. TIpo, eu fiquei tão impressionado com a "novidade" -nem tanto, eu me lembrei dos meus 11, 12 anos, onde as ereções eram mais apreciadas-, voltando, eu fiquei tão impressionado com as novas sensações que meu dia parecia um episódio de Jojo's Bizarre Adventures com o Speedwagon narrando todos os acontecimentos. Aff

E eu também achei e reli o artigo que fala do cara que imaginava "cores". Mas não eram cores. Tem um trecho muito bom onde ele comenta com uma amiga e ela responde com naturalidade que ela sempre focou nas sensações. É um artigo português do site Vice com o título "O que aprendi depois de passar um mês sem ver pornografia". Foi um dos artigos que mais mexeram comigo quando comecei a cogitar mudanças.

NOTA: @Josuez se você ler isto, não perca tempo com o grupo de Whatsapp dos gamers (que aparece no video do Canal Nerd). Eu achei o grupo, entrei e tá bem chato. 9_9
Parece que o Marcel fazia parte e dae saiu do grupo levando um pessoal com ele, agora, só tem o pessoal meio apático. Melhor eu continuar jogando RPG, amanhã tem sessão.
Josuez
Josuez
Mensagens : 1189
Data de inscrição : 15/07/2018
Idade : 19
Localização : DF

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

15/5/2021, 08:39
Que maravilha essas sensações, muito interessante. Então, meio que não sou tão fã de jogos no geral, raramente pego um pra jogar, mas quem sabe mais pra frente sinto vontade de entrar nesse mundo, e também meio que ainda estou no meu detox digital, essa semana mesmo entrei no whats tipo umas 2 ou nenhuma vez por dia, estou focando em outras coisas, e minhas experiências de grupos de whats não foram tão legais,mas obrigado pela dica. E continue firme e forte que mais coisas boas como essas irão acontecer!! Wink

_______________________________________




Meu diário : https://www.comoparar.com/t7653-relato-diario

marcos0451 gosta desta mensagem

marcos0451
marcos0451
Mensagens : 24
Data de inscrição : 11/05/2021
Idade : 36
Localização : Brasil

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

15/5/2021, 23:40
Nossa, @Josuez, a melhor coisa que você faz é ter esse detox. Eu ainda dependo de Whatsapp para o trabalho, mas eu ando satisfeito que ele anda bem "silencioso". Fora que eu descobri que a tela do meu celular está cheia de defeito porque eu fiquei limpando com alcool-gel. Mad Acabo que canso de me estressar e vou fazer outras coisas. Comecei a usar esses aplicativos de mensagem de forma similar ao MSN ou ICQ, entro e respondo quando quero. E quando enjoo, eu me despeço das pessoas. Falem comigo quando eu estiver "online".

Essa virada de Maio está bem interessante. Hoje foi mais um dia bem complexo. Ainda acordo cedo demais por causa da vontade de urinar de manhã e desta vez decidi sair da cama e começar o dia mesmo assim. Fui ao parque e tentei correr um pouco e fazer alguns alongamentos ao ar livre. Comecei a observar que essa atividade pode me ajudar a lidar um pouco com o sentimento de estar meio exposto demais. Voltei exausto e tomei um banho frio. E foi ótimo, pois consegui fazer muita coisa antes da aula.

Outra percepção que tive, estou um pouco mais brincalhão e simpático durante as aulas. Vamos ver a longo prazo.

Depois de uma manhã bem intensa, eu fui cochilar por ter acordado cedo. Então aconteceu outro evento interessante. Eu decidi por MO voluntariamente. Estava bem interessante no começo (e sim, eu estou tendo ereções) quando veio o desejo de ejacular e ae a coisa desandou. Cheguei no orgasmo? Sim. Tenho outros artifícios, mesmo que flácido. Todavia, mais uma MO limitada, mais um aprendizado.

Primeiro que eu tenho ponderado sobre essa questão das fantasias que li tanto no diário do Josuez quanto no do Log Dog e no último e-mail do fórum. Hoje mesmo, eu tinha lido sobre meditação mais cedo e fiz o que eles dizem de convidar os pensamentos para seguir adiante usando o corpo como foco. Não tive ereção, mas eu descobri novas potencializades em outras partes que eu sempre ignorei quando o assunto é M. Tenho usado isso na rua também. Eu olho as pessoas, todas as pessoas, e as que me interessam sexualmente eu olho, admiro, e quando começo a fantasiar eu puxo outro pensamento ou me concentro em outra coisa. Talvez eu tenha achado a minha forma de lidar com o meu olhar e até mesmo com a minha líbido na rua. A partir do momento que eu já começo a internalizar que as fantasias que crio não tem tanta graça na prática; eu comecei a sentir uma abertura pra outras coisas. Tem um livro que eu adoro do Érico Veríssimo chamado "Olhai os lírios do Campo" e, em todas as vezes que eu li, eu ficava mais sensível a inspecionar o universo e observar como as pessoas são e buscar alguma coisa positiva nelas.

Segunda coisa que comecei a reparar é o quanto meu corpo ainda está desconectado. Mais do que nunca preciso ter paciência. Se a ereção tá voltando, cedo ou tarde, o resto do corpo vai se alinhar. Eu vou me desafiar nesta semana para repetir o que eu fiz hoje somente no próximo final de semana. E, nesse intervalo, eu vou evitar ao máximo seguir a vontade de continuar uma vez que eu perca o fluxo sanguineo. Se acontecer uma MO, ótimo. Caso contrário, se surgir ansiedade, vou parar e tomar um banho frio. Também estou procurando um texto que comentou que, de certa forma, a M poderia ser usada para treinar o corpo para o sexo em si, quando se movimenta os músculos do corpo e se explora a parte sensorial, óbvio que com parcimônia; da mesma forma que você não pratica corrida todo o dia, você não deveria praticar M ou sexo todo dia.

E agora vem a outra reflexão. Eu realmente sinto que nesses anos todos o tipo de preparação (conectando com o que falei acima) que eu me proporcionei foi o de me castrar. No ensino médio eu lembro de me M antes de ir para a escola para exatamente não "correr o risco" de ter uma ereção expontânea. Quando adulto, eu me sentia o máximo por que eu me esvaziava dessa energia para tentar me manter "controlado". Só que, ae vem o paradoxo, eu queria o corpo pleno para o sexo (seria?), mas não queria ele funcional fora da cama. [Isso dá pano pra manga] Eu estou tentando trabalhar essa ideia também. Que ótimo que estou tendo ereções matutinas e se acontecer uma na rua, eu vou aceitar que eu tenho esse corpo e isso é natural. Ou é isso ou eu teria que ser eunuco.

Depois disso aconteceu a parte mais surpreendente do dia. Resolvi tentar terminar uma matéria inteira da faculdade já que estou mega atrasado (por causa da PMO). E por pouco não consigo! Organizei a lista de tarefas e segui o dia inteiro lendo conteúdo (das 16 até as 22). Só pulei os vídeos porque a vida é feita de escolhas e se eu queria completar 6 aulas, eu teria que escolher focar em algo, e foi só no texto. Intercalei com outras atividades, e, outra coisa que me surpreendeu: eu tinha 20 redações para corrigir. Consegui ler todas com certa agilidade e sem muito sofrimento. Até duas semanas atrás, eu me considerava uma pessoa que lia devagar!

Eu acho que hoje eu também experimentei o limite da minha capacidade atual de estudar. Chegou uma hora que eu não aguentava mais fazer os exercícios e dae começaram a vir vontades como de comer sorvete ou de me M. O que eu fiz? Tirei a roupa e ouvi um podcast de 12 minutes de meditação. Hoje mais cedo já estava me sentindo "pronto" para meditar e resolvi meditar no lugar de forçar outra ejaculação!

Essas são as percepções de hoje. Estou doido pra terminar o ciclo faculdade e experimentar ler um livro ou engajar em um jogo com uma história mais interessante.

Josuez gosta desta mensagem

marcos0451
marcos0451
Mensagens : 24
Data de inscrição : 11/05/2021
Idade : 36
Localização : Brasil

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

16/5/2021, 21:34
Consegui um dia tranquilo.

Acabei acordando cedo e fui caminhar no parque. Comecei a colocar em prática o plano de socializar com um "bom dia" com quem estivesse no parque. Para minha sorte, eu tinha a pista livre pra mim.

São 9:21 e acho que vou dormir sem MO. Hoje aconteceram alguns desejos, acho que no material usam "urges", principalmente de manhã. Também voltaram as fantasias ao ver pessoas e personagens, e estou praticando deixar elas passarem. Ficar muito tempo no computador e fazendo algo enfadonho ainda não é seguro também. Outra coisa que percebi foi que o "power study" de ontem foi um pouco excessivo e hoje eu estava "studied out" (brincando com expressões em inglês como "played out" ou "partied out"). Reprogramei o dia e só foquei em finalizar a matéria de Recursos Hídricos e, ufa! Passei! Agora faltam quatro matérias.

Tentei falar com meu "amigo de sexo por telefone" para meio que deixar claro que quero parar com essa prática também, mas pelo visto ele esqueceu de mim. Haha

Também tive outro momento de explorar o corpo onde usei as técnicas de meditação. Agora me veio na cabeça como isso me lembra comida sem sal. No começo parece sem graça, mas com o tempo e, com o uso de outros temperos, fica melhor. Só não consegui ficar sem comer besteira hoje, acabei pedindo um hamburguer de noite, mas resolvi experimentar um de grão-de-bico. hehehe

Eu poderia ter cozinhado um frango e comido com salada... Tive várias reflexões durante o dia, mas hoje eu realmente não estou a fim de registrá-las aqui.

Josuez gosta desta mensagem

marcos0451
marcos0451
Mensagens : 24
Data de inscrição : 11/05/2021
Idade : 36
Localização : Brasil

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

17/5/2021, 22:35
Olá, pessoal!

Basicamente, mais um dia sem pornografia!

Entretando, tomei a decisão de transferir o meu diário para um blog no Wordpress. Então torçam para que este tópico afunde nas listas de milhares de diários que existem aqui. Pretendo continuar visitando o fórum e interagindo com as pessoas. Ler os relatos e as reflexões de vocês me ajudam a expandir as minhas. Durante uma semana, o Josuez e o Loc Dog já me influenciaram de várias formas. Além do fato do material, mesmo o gratuito, ser muito bom e eu vou recomendar este site e o método para todos os meus amigos que queiram largar esse vício.

Grande abraço

Josuez gosta desta mensagem

Josuez
Josuez
Mensagens : 1189
Data de inscrição : 15/07/2018
Idade : 19
Localização : DF

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

18/5/2021, 09:43
Que bom que está cada vez indo bem na sua jornada, e é uma ótima ideia espalhar a palavra do reboot rsrs.E me sinto lisonjeado por conseguir te ajudar de alguma maneira. Boa sorte em seu site, e não deixe de nos atualizar ,vou cobrar rsrs. Muitas forças para que possa sempre ir mais além e vencer esse vício! Wink

_______________________________________




Meu diário : https://www.comoparar.com/t7653-relato-diario

marcos0451 gosta desta mensagem

marcos0451
marcos0451
Mensagens : 24
Data de inscrição : 11/05/2021
Idade : 36
Localização : Brasil

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

21/5/2021, 23:12
Olá! Falei que não iria atualizar aqui, mas eu resolvi voltar para comentar que eu decidi me inscrever no programa e fazer o curso. Eu comecei a me questionar se dá para polir e aprimorar minha experiência.

Confesso que eu fui direto na parte de masturbação para ver se estou no caminho certo ou não. Eu acho que tem espaço para melhorar, mas não me sinto insatisfeito com os resultados que obtive com a minha experimentação mais intuitiva. Também estou passando por problemas pessoais que antes eu resolvia com PMO, mas o máximo que me aconteceu até agora foi hoje; pratiquei MO 2x. Mas ao invés de me sentir derrotado, eu aprendi muito mais sobre mim nesse descontrole do que quando eu caia no ciclo da PMO. E já estou pensando aqui como que eu acho alternativas para quando estou deprimido não recorrer a apenas a O.

Josuez gosta desta mensagem

Josuez
Josuez
Mensagens : 1189
Data de inscrição : 15/07/2018
Idade : 19
Localização : DF

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

22/5/2021, 07:35
Parabéns, está indo bem, e realmente, a p nos fazia de reféns, e recorríamos a ela nos momentos críticos da vida, agora é aprender a lidar com eles, e tenho certeza que irá conseguir a maneira certa de lidar com os problemas cotidianos sem a p. Continue firme que logo logo estará livre desse vício!

_______________________________________




Meu diário : https://www.comoparar.com/t7653-relato-diario

marcos0451 gosta desta mensagem

marcos0451
marcos0451
Mensagens : 24
Data de inscrição : 11/05/2021
Idade : 36
Localização : Brasil

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

22/5/2021, 22:41
O mais importante é que estou otimista e a vontade de ver P anda muito baixa. Eu também tenho trabalhado esse lance das fantasias que vocês colocaram aqui. Falam disso no material e faz uma diferença enorme. Certos gatilhos deixam de se tornar gatilhos quando você para de criar fetiches em cima deles. O desafio é aprender outras formas de lidar com a ansiedade.

Josuez gosta desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

24/5/2021, 19:11
Oi Marcos0451 (eu endendi a referência haha)! Tudo bem? Dei uma lida no seu diário, e me vi em alguns pontos. O isolamento social me fez enveredar em alguns caminhos muito difíceis, e um deles foi o do sexo virtual, assim como você eu tenho uma dificuldade muito grande com a ansiedade e a solidão, e aí vem as recaídas. O que tem me ajudado a segurar a barra de verdade é o fórum e as atividades de religação. Fico feliz em saber que está voltando a sentir as sensações, que está com um humor melhor, mostra que o reboot já está dando resultados. Não deixe de escrever... estarei te acompanhando. Abraços!
marcos0451
marcos0451
Mensagens : 24
Data de inscrição : 11/05/2021
Idade : 36
Localização : Brasil

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

25/5/2021, 10:10
Oi, Rafa, obrigado pela força!
Eventualmente eu vou visitar o seu também.

Ontem foi um dia um pouco cansativo para mim. Eu acho que cheguei no ápice da carência misturada com solidão, ansiedade e tesão.
Eu continuo escrevendo bastante, mas em um blog onde eu me sinto mais livre para falar sobre o que eu quiser. Semana passada eu fiquei dois dias só analisando a minha relação com a minha mãe. Fora que eu crio conexões com filmes, jogos, músicas e seriados que eu não sei se são adequados para cá. Hoje estava lendo o material sobre ativação de religações saudáveis e o episódio de ontem tem muito haver com algumas ligações que ainda não estão bem exploradas e ressignificadas. Abração

Josuez gosta desta mensagem

marcos0451
marcos0451
Mensagens : 24
Data de inscrição : 11/05/2021
Idade : 36
Localização : Brasil

Diário do Marcos Empty Re: Diário do Marcos

26/5/2021, 23:09
Hoje foi a primeira vez que me masturbei e pensei "foi mesmo necessário?"

Ontem eu fiz terapia e tive alguns insights importantes. O Reboot é ótimo, mas não adianta ficar 90 dias se limpando se você não entende o que te faz buscar o vício também.
E minha terapeuta me fez ter uma revelação muito doida: minha família me fazia acreditar que eu tinha liberdade ao me masturbar, mas na verdade, a masturbação era a única coisa que me foi permitida. E eu repeti o mesmo padrão quando assumi minha sexualidade. Imagino que a PMO tenha colaborado para intensificar um processo onde eu, inconscientemente, não me consentia experimentar relações no mundo real. E isso explica os amores platônicos, os romances virtuais, e as vezes que me sabotei no sexo e nos relacionamentos.

Eu realmente preciso ter muita paciência.

Josuez gosta desta mensagem

Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos