Ir para baixo
avatar
Bodas de Prata
Mensagens : 6
Data de inscrição : 01/07/2021

25 anos de mentira? Empty 25 anos de mentira?

1/7/2021, 15:39
Após 25 anos de casamento, descobri que meu marido sempre foi viciado em pornografia e masturbaçã. Sempre soube que havia algo errado com ele na área sexual, desde o namoro (fazíamos sexo uma vez por mês, quase sempre por iniciativa minha, e era um sexo sem verdadeira intimidade). Tivemos uma crise no sexto ano do casamento por causa disso (sem ter a menor ideia da verdadeira causa), quase nos separamos, mas fiquei com ele porque sempre foi um bom marido em outras áreas. Agora, 25 anos depois, quando finalmente descobri sobre o vício, meu mundo desabou. Ele diz que não sabia que era um vício, que ele se nasturbava muito desde a adolescência e apenas manteve o vício depois de se casar. Olho para ele e vejo um estranho. Choro todos os dias, pensando no que perdemos. Ele está fazendo o reboot. Diz que está há 60 dias sem pornografia nem masturbação. Ele está mais próximo de mim, pediu perdão, chorou muito, diz que ama e não quer me perder. Mas sinto que algo dentro de mim morreu. Sei que, além de pornografia, ele fantasiava com mulheres reais e olhava mulheres na rua. Sempre briguei com ele por causa disso, mas o comportamento dele só piorava e durante o confinamento da pandemia, em 2020, tudo piorou de vez. Vejo que ele está determinado a se livrar do vício, mas não consigo perdoá-lo. Vejo nosso casamento como uma grande mentira. Estou perdida. Queria ler depoimentos de mulheres que superaram esse trauma. É possível recomeçar depois de tanto tempo? Ainda somos sexualmente ativos, mas faz dois meses que não fazemos sexo. Não tenho vontade. Preciso de ajuda!

Violeta e Fracassado gostam desta mensagem

avatar
Fracassado
Mensagens : 26
Data de inscrição : 17/06/2021

25 anos de mentira? Empty Re: 25 anos de mentira?

2/7/2021, 03:51
Olá Bodas de Prata.

Acredito que você deva estar passando por alguns perrengues... Pelo que você relatou, me parece que seu marido é viciado em PMO (Pornografia, Masturbação e Orgasmo) e infelizmente isso reflete sobre a vida sexual dele e sobre a sua já q é a parceira dele, a PMO faz o viciado perder o libido, ter disfunção erétil, ejaculação precoce ou até mesmo death grip (sindrome do punho de ferro) e tenho certeza que vc ja deve ter passado com ele por alguma dessas situações citadas.
Bom, meu ponto de vista, e não defendendo ele, só quero te dar uma visão mais ampla de alguém q ja teve problemas com isso...
Um casamento de 25 anos, n são 25 meses, nem tão pouco 25 dias, uma coisa q existe ai é amor, sei q vc deve está com nojo dele, mas neste momento seu marido precisa de apoio, então lembre-se do q fez vc se apaixonar por este homem, e pela pessoa boa q ele é... Vamos lá, converse com seu marido sobre isto, apresente pra ele nosso fórum, me parece q ele está disposto a mudar, então ajude-o explicando a ele sobre o REBOOT (90 DIAS SEM PMO), instale bloqueadores (forum tem uma aba explicando como fazer isso), infelizmente ele é um VICIADO, vai ter recaídas então se mantenha forte, explique e diga a ele sobre seus sentimentos, sobre tudo q está passando, tudo isso parece coisa boba, mas eu te garanto, funciona E FUNCIONA MESMO.
Ele resetando a pornografia da vida dele, a vida sexual de vcs vai ser melhor, o casamento vai dar um up muito grande, e disfunção erétil nunca mais vai existir.

*traga ele pro fórum, mostre relatos, juntos somos mais fortes, o caminho para glória é logo ali.

Bodas de Prata gosta desta mensagem

avatar
chopin
Mensagens : 229
Data de inscrição : 31/12/2020

25 anos de mentira? Empty Re: 25 anos de mentira?

2/7/2021, 11:09
Kziin escreveu:Olá Bodas de Prata.

Acredito que você deva estar passando por alguns perrengues... Pelo que você relatou, me parece que seu marido é viciado em PMO (Pornografia, Masturbação e Orgasmo) e infelizmente isso reflete sobre a vida sexual dele e sobre a sua já q é a parceira dele, a PMO faz o viciado perder o libido, ter disfunção erétil, ejaculação precoce ou até mesmo death grip (sindrome do punho de ferro) e tenho certeza que vc ja deve ter passado com ele por alguma dessas situações citadas.
Bom, meu ponto de vista, e não defendendo ele, só quero te dar uma visão mais ampla de alguém q ja teve problemas com isso...
Um casamento de 25 anos, n são 25 meses, nem tão pouco 25 dias, uma coisa q existe ai é amor, sei q vc deve está com nojo dele, mas neste momento seu marido precisa de apoio, então lembre-se do q fez vc se apaixonar por este homem, e pela pessoa boa q ele é... Vamos lá, converse com seu marido sobre isto, apresente pra ele nosso fórum, me parece q ele está disposto a mudar, então ajude-o explicando a ele sobre o REBOOT (90 DIAS SEM PMO), instale bloqueadores (forum tem uma aba explicando como fazer isso), infelizmente ele é um VICIADO, vai ter recaídas então se mantenha forte, explique e diga a ele sobre seus sentimentos, sobre tudo q está passando, tudo isso parece coisa boba, mas eu te garanto, funciona E FUNCIONA MESMO.
Ele resetando a pornografia da vida dele, a vida sexual de vcs vai ser melhor, o casamento vai dar um up muito grande, e disfunção erétil nunca mais vai existir.

*traga ele pro fórum, mostre relatos, juntos somos mais fortes, o caminho para glória é logo ali.

90 dias é muito pouco para quem está há tanto tempo no vício.

Bodas de Prata, realmente deve ter sido horrível descobrir isso, mas veja pelo lado bom, ele está se esforçando e quer mudar. Reconheceu o erro. Muitos outros nem isso reconhecem e acham que é algo ''normal''. Isso já é um grande passo.
Você tem duas opções, ajudar ele e perdoá-lo ou então guardar rancor(o que é totalmente normal após descobrir algo desse tipo). Reflita um pouco sobre isso e veja qual é o melhor caminho para você.
Se ele estivesse afundado no vício sem querer mudar, com certeza falaria outras coisas. Além do mais, a própria sociedade nos faz acreditar que isso é o ''normal'' para os homens, então não me espanta que ele só tenha descoberto agora que isso é um vício, espero que nas próximas décadas a sociedade esteja mais conscientizada sobre o assunto.

O colega aqui em cima disse que ele vai ter recaídas e realmente, a maior parte das pessoas tem recaídas até alcançar o sucesso, mas isso não significa que ele também vá ter. Se ele tiver sua ajuda, as chances de algo assim acontecer são muito menores. Existem bloqueadores no celular e computador que você pode monitorar o que ele está fazendo e proibir sites inapropriados, fora que a pressão de ter uma esposa para agradar é um grande combustível para fazer o reboot que muitos solteiros não possuem

Há casos muito mais graves, como o da vitoriosa, que o marido até se fantasiava de mulher e se recuperou, já está há 3 anos limpo se não me engano. É perfeitamente possível vencer isso e espero que vocês consigam se reconciliar depois dessa revelação tão traumática.

_______________________________________


Meu diário: https://www.comoparar.com/t11847-diario-do-chopin

Fracassado e Bodas de Prata gostam desta mensagem

avatar
Bodas de Prata
Mensagens : 6
Data de inscrição : 01/07/2021

25 anos de mentira? Empty Re: 25 anos de mentira?

7/7/2021, 18:47
Obrigada pelas palavras, Kziin. Ainda estou muito abalada com essa revelação. Foi um tsunami em cima de mim! Ainda choro todos os dias. Ele já está fazendo o programa Revert, bloqueei o celular dele, mas ainda tem o notebook do serviço que não permite a instalação de bloqueadores. Estamos tentando fazer isso. Minhas emoções estão numa gangorra: tem hora que sinto muita raiva, que descarrego em cima dele. Depois sinto pena, compaixão. Aí sinto carinho, mas minutos depois a raiva volta, principalmente quando ele olha moças bonitas na rua (e bem novinhas...) na minha frente. É muita falta de respeito! Ele já fazia isso de vez em quando, mas depois do isolamento da pandemia, em que ela se afundou em PMO, o hábito virou compulsão. Já implorei para ele parar, pois isso é muita falta de respeito. Ele até tenta, mas parece que é mais forte que ele. Não vou suportar! Será que essa compulsão de olhar as moças vai parar?
Drew
Drew
Mensagens : 1288
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 25
Localização : Brooklyn 1986

25 anos de mentira? Empty Re: 25 anos de mentira?

8/7/2021, 05:53
Olá.
Eu sugiro que não tome nenhuma decisão importante enquanto ainda estiver sentindo esse impacto inicial.
Seu marido também é uma vítima e esse vício, como qualquer outro, precisa ser tratado e a pessoa não merece ser julgada por nós.
Se ele disse que te ama e está disposto a sair dessa por você então siga do lado dele para alcançar esse objetivo.
Você se sente tão mal que acha impossível continuar agora, mas procure ver tudo por um lado mais racional, espere a poeira abaixar um pouco. Eu sei que as mulheres são mais emocionais e essa parte é mais complicada, mas procure agir racionalmente.
Eu sou só alguém falando de fora mas ao menos isso me dá a possibilidade de olhar friamente para a situação sem me envolver.
Pelo tempo de casados vocês têm no mínimo uns 40 e poucos anos, então deverão saber lidar com essa situação como pessoas adultas, vocês poderiam ser os pais de metade das pessoas neste fórum.
Imagino também que vocês tenham um ou mais filhos e que eles precisam ser preservados de todo esse impacto emocional.
Fica aqui o meu apoio para que você consiga sair dessa junto com ele.
Força!!

_______________________________________


Diário:
https://www.comoparar.com/t10897p800-diario-da-minha-vitoria

Próxima micro-meta: (5 dias)

Bodas de Prata gosta desta mensagem

avatar
Bodas de Prata
Mensagens : 6
Data de inscrição : 01/07/2021

25 anos de mentira? Empty Re: 25 anos de mentira?

8/7/2021, 09:16
Obrigada pelas palavras, Drew. Estou tentando ver a coisa toda racionalmente, mas é que ainda estou sob impacto do choque. Estou lendo tudo sobre o assunto. Estamos pensando também em fazer terapia. Ele está disposto. Ele diz que faz qualquer coisa para sair dessa e ficarmos juntos. Mas me sinto tão enganada, tão traída que até duvido das palavras dele. Estou observando as ações mais do que as palavras. Ele passou pela flatline, melhorou um pouco, mas diz que está sem libido, por causa da tristeza e da culpa pelo que me fez passar esses anos todos. Ele só chora, e eu também. Aí saímos para caminhar na rua e ele não resiste em olhar para as moças. Depois diz que nem se lembra! É o pior é que parece verdade, parece uma compulsão mesmo. Isso me incomoda muito e me faz perder a vontade de apoiá-lo e ficar com ele. Quero voltar a ter alegria de passear com meu marido na rua. Se ele não conseguir superar esse hábito, não vou aguentar fixar com ele. Prefiro até ficar sozinha.

Jhunyo e Violeta gostam desta mensagem

avatar
Jhunyo
Mensagens : 29
Data de inscrição : 28/06/2018
Idade : 20

25 anos de mentira? Empty Re: 25 anos de mentira?

8/7/2021, 09:45
Bodas de Prata escreveu:Obrigada pelas palavras, Drew. Estou tentando ver a coisa toda racionalmente,  mas é que ainda estou sob impacto do choque. Estou lendo tudo sobre o assunto. Estamos pensando também em fazer terapia. Ele está disposto. Ele diz que faz qualquer coisa para sair dessa e ficarmos juntos.  Mas me sinto tão enganada,  tão traída que até duvido das palavras dele. Estou observando as ações mais do que as palavras. Ele passou pela flatline, melhorou um pouco, mas diz que está sem libido,  por causa da tristeza e da culpa pelo que me fez passar esses anos todos. Ele só chora, e eu também. Aí saímos para caminhar na rua e ele não resiste em olhar para as moças. Depois diz que nem se lembra! É o pior é que parece verdade, parece uma compulsão mesmo. Isso me incomoda muito e me faz perder a vontade de apoiá-lo e ficar com ele. Quero voltar a ter alegria de passear com meu marido na rua. Se ele não conseguir superar esse hábito,  não vou aguentar fixar com ele. Prefiro até ficar sozinha.

Infelizmente é um tabu na nossa sociedade falar sobre isso (até mesmo dos grupos que se dizem liberal), mas o olhar de desejo é uma compulsão sim, que pode ser superada. Seu esposo pode estar passando ainda por toda uma transição hormonal do vício, como um adolescente que a todo momento pensa, fala e age de acordo com o sexo (e por vezes olha as partes íntimas de ambos os sexos comparando com os dele e com os dos outros, no caso, o seu). Influenciado por tantos anos de PMO, pode ser que não seja algo controlável, o que não aumenta, mas também não diminui a culpa, porque, como costumo dizer, nos vícios a pessoa é mais inimiga dela mesma que do objeto viciante, e nesse estado não há culpados nem vítimas, só existe alguém que precisa de ajuda. E quando estamos dispostos a ajudar essas pessoas, ou somos essas pessoas, tentar combater é mais importante que vencer o vício.

Quanto aos seus sentimentos, eles são justificáveis, aliás, muito mais que justificáveis já que, pelo que entendi, você descobriu o vício "pegando-o em flagra". Quando somos essa pessoa viciada e caímos sentimos o mesmo, acredite, como se estivéssemos nos enganando todo esse tempo, como se não confiássemos em nós e nos nossos amores que temos apoio, então creio que posso entendê-la, mas também creio que seu esposo também o possa, já que, pelo que você nos conta, ele quer estar contigo nesse momento. Se houver pressão pra tirar ele da sua vida, não se sinta culpada, você está transtornada e isso é totalmente justo, mas também pense que se manter do lado dele pode ser uma oportunidade para os dois amadurecerem como pessoas.

Enfim... espero de coração que tudo dê certo pra ambos, viu? Paz e bem nas suas vidas.

Bodas de Prata gosta desta mensagem

avatar
Violeta
Mensagens : 31
Data de inscrição : 05/06/2021

25 anos de mentira? Empty Re: 25 anos de mentira?

8/7/2021, 13:37
Oi Bodas de Prata, só hoje vi seu relato aqui no fórum! Eu mal consigo imaginar o tamanho da sua decepção e da sua dor. Realmente é até difícil calcular todos os prejuízos e tudo que vcs perderam, como vc mesma disse. É muito injusto e cruel com vc, acima de tudo. Não tenho como te incentivar a continuar com ele nem também como te dizer pra vc se separar, pq só vc consegue fazer o cálculo dos pesos e das medidas e eu sei que esse cálculo é muito difícil. Não faço idéia do que é viver um casamento de 25 anos, não sei tudo que vc ganhou ou perdeu nessa história toda. Mas entendo o tanto de sentimentos que vc está tendo agora, a tristeza, a mágoa, a raiva, a compaixão, o medo, a ansiedade.

Do que eu já li vagamente sobre hábitos e vícios, algumas pessoas falam que nosso cérebro trabalha construindo pontes elétricas pra todas as nossas ações. Aquelas que se repetem ficam estabelecidas, se tornam quase sólidas e viram atalhos que nossa mente sempre utiliza. Um hábito vira um vicio pela repetição (e por não sei quais outros mecanismos tb). Mas eu acredito que a repetição é fundamental. Por outro lado o cérebro é elástico e essas conexões mesmos sólidas podem ser desfeitas. Mas pra isso é preciso que elas sejam enfraquecidas por não serem mais usadas. Por isso a importância do reboot e das atividades de religação.

Sobre olhar mulheres na rua, acontece por aqui tb. Desde o começo da nossa relação eu pontuei isso, pedindo pra ele parar de fazer isso pelo menos quando eu estivesse do lado. Ele sempre negou que olhou. Diante da negação insistente dele, eu até poderia ter achado que eu tava louca, mas eu sei que não. Eu aprendi até a identificar o padrão de mulher que ele gosta, tipo fisico, roupas, estilo de cabelo, etc. É o mesmo tipo que encontro nas buscas dele na internet e que na verdade é o padrão da maioria dos homens. O que eles acham que é um gosto pessoal, uma preferencia, é só um padrão muito machista mesmo. Mas quando eu falava e até descrevia as mulheres, ele ficava revoltado, indignado dizendo que olha quando está sozinho mas comigo nunca faria isso, sempre falou parecendo tão sincero e eu acho que ele estava sendo sincero sim, mas se enganando. Já entendi que ele olha e nem se dá conta. É como se o mundo sumisse ao redor, eu inclusive. É uma doença. Mas vejo que se eles negam até pra si mesmos é pq não tem auto-conhecimento e é pq não estão realmente conscientes do alcance do vicio. Pq como seria possível que uma pessoa que tem compulsão grave por ver imagens de mulheres, quando vê isso ao vivo, como não ficaria hipnotizado?? Falta tb o comprometimento real de encarar um vicio como um inimigo de si mesmo e não como uma coisa gostosa que vc vai deixar escondido em algum lugar protegendo ele.

Apesar de tudo isso é possível eles se libertarem depois de tanto tempo? Eu não sei. Tem gente que fuma durante décadas e um dia para. Mas é a pessoa que tem que querer, fazendo isso por si mesma e não apenas pelo outro ou pela relação. O cérebro tem todo tipo de armadilha e nesse caso eu acho que é muito mais fácil de escorregar novamente.
avatar
Violeta
Mensagens : 31
Data de inscrição : 05/06/2021

25 anos de mentira? Empty Re: 25 anos de mentira?

8/7/2021, 14:24
Bodas de Prata escreveu:Obrigada pelas palavras, Drew. Estou tentando ver a coisa toda racionalmente,  mas é que ainda estou sob impacto do choque. Estou lendo tudo sobre o assunto. Estamos pensando também em fazer terapia. Ele está disposto. Ele diz que faz qualquer coisa para sair dessa e ficarmos juntos.  Mas me sinto tão enganada,  tão traída que até duvido das palavras dele. Estou observando as ações mais do que as palavras. Ele passou pela flatline, melhorou um pouco, mas diz que está sem libido,  por causa da tristeza e da culpa pelo que me fez passar esses anos todos. Ele só chora, e eu também. Aí saímos para caminhar na rua e ele não resiste em olhar para as moças. Depois diz que nem se lembra! É o pior é que parece verdade, parece uma compulsão mesmo. Isso me incomoda muito e me faz perder a vontade de apoiá-lo e ficar com ele. Quero voltar a ter alegria de passear com meu marido na rua. Se ele não conseguir superar esse hábito,  não vou aguentar fixar com ele. Prefiro até ficar sozinha.

Quanto a essa questão da flatline, compreendo que exista muita culpa mesmo mas não acho que seja só isso. Acho que a flatline é principalmente ausência do objeto de desejo, daquilo que eles estão habitualmente acostumados a entender como excitante. Pq a culpa deles muitas vezes só aparece quando são descobertos, né? Podem se passar dias, meses e anos em que eles fazem isso sem peso nenhum na consciência. Aqui por exemplo, quando eu questiono ele sobre se viu algum video ou perfil de mulher, sabendo que ele viu, ele recua e diz que é muito difícil admitir pq tem vergonha. Mas então pq faz??? Culpa é uma coisa que vem da consciência de algum ato errado que vc faz e prejudica a outra pessoa. Acho que a culpa real motiva o outro a mudar. Mas em alguns casos, quando eu vejo a pessoa fazendo e repetindo os mesmos erros, eu acho o que se sente é apenas medo da reação do outro e não o real cuidado consigo mesmo e com a outra pessoa.

Em relação a flatline, acho que aquelas pontes elétricas habituais de que falei na msg anterior é o que fazem eles entenderem que satisfação sexual só advém da pornografia. Pq toda vez que eles querem se excitar o cérebro condicionado só mostra um caminho, o da PMO. Então ao estar sem pornografia e diante de uma mulher real, eles ficam sem libido. Pq a mulher real pode ser mil coisas, mas não é o caminho que ele conhece pra chegar ao orgasmo. Esse jogo da fantasia é muito louco. Porque ao mesmo tempo que eles fantasiam querer transar com outras mulheres, isso é só uma fantasia pq eles não vão concretizar de fato. E assim quando estão sem acesso a essa fantasia, o sexo real não faz sentido nenhum pra pessoa. É um vicio em fantasiar. Como que eles não se dão conta dessa contradição e armadilha maluca??

Jhunyo, Vitoriosa e Bodas de Prata gostam desta mensagem

avatar
Bodas de Prata
Mensagens : 6
Data de inscrição : 01/07/2021

25 anos de mentira? Empty Re: 25 anos de mentira?

10/7/2021, 18:20
Violeta, como foi bom ler seus comentários! Estou vivendo um pesadelo.

Violeta gosta desta mensagem

avatar
Violeta
Mensagens : 31
Data de inscrição : 05/06/2021

25 anos de mentira? Empty Re: 25 anos de mentira?

12/7/2021, 10:25
Bodas de Prata escreveu:Violeta, como foi bom ler seus comentários! Estou vivendo um pesadelo.

Oi Bodas de Prata! Espero de coração que tudo fique melhor pra todas nós! Seja tomando a decisão de separar ou seja pela mudança de comportamento dos nossos parceiros. Força e sabedoria pra gente! Um abraço apertado pra vc! :*
avatar
Bodas de Prata
Mensagens : 6
Data de inscrição : 01/07/2021

25 anos de mentira? Empty Sinais de recaída?

16/7/2021, 00:31
Olá, pessoal. Estou conseguindo me equilibrar, após ler vários posts aqui no fórum e entender melhor esse vício maldito. Meu marido diz que está há mais de 60 dias sem PMO. Sem P eu acredito que esteja, pelo menos desde que bloqueamos o celular dele (e já conseguimos bloquear o notebook do serviço também). Mas desconfio que ele não esteja falando a verdade sobre MO. Ele estava claramente em crise de abstinência: mudanças bruscas de humor, choro fácil, insônia, irritabilidade, depressão, etc. Hoje, porém, estava calmo, de bom humor e no momento está dormindo como uma pedra. Desconfio que tenha recaído na MO. Como saber? Quais os indícios de que houve recaída em MO (e fantasias, claro)? Por favor, preciso de qualquer ajuda neste momento! Obrigada.
avatar
Violeta
Mensagens : 31
Data de inscrição : 05/06/2021

25 anos de mentira? Empty Re: 25 anos de mentira?

17/7/2021, 11:36
Bodas de Prata escreveu:Olá, pessoal. Estou conseguindo me equilibrar,  após ler vários posts aqui no fórum e entender melhor esse vício maldito. Meu marido diz que está há mais de 60 dias sem PMO. Sem P eu acredito que esteja, pelo menos desde que bloqueamos o celular dele (e já conseguimos bloquear o notebook do serviço também). Mas desconfio que ele não esteja falando a verdade sobre MO. Ele estava claramente em crise de abstinência: mudanças bruscas de humor,  choro fácil, insônia, irritabilidade, depressão, etc. Hoje,  porém, estava calmo, de bom humor e no momento está dormindo como uma pedra. Desconfio que tenha recaído na MO. Como saber? Quais os indícios de que houve recaída em MO (e fantasias, claro)? Por favor, preciso de qualquer ajuda neste momento! Obrigada.


Bodas de Prata, nesse caso acho que não tem muito como saber, a menos que ele mesmo confirmasse. É complicado tentar reconhecer pelos sintomas pq nessa fase inicial de transição tudo se parece um pouco. Os efeitos da abstinência se parecem com os efeitos das recaídas. Por exemplo perder o interesse sexual pela parceira acontece nas duas situações. Irritabilidade e os outros sintomas tb. O que observo por aqui é que quando a pessoa está sob efeito direto do estimulo acho que ela muda pra pior (seja pq está consumindo ou pq está tentando se afastar mas o consumo ainda foi recente). É a longo prazo, a medida que a pessoa vai reconhecendo os benefícios de estar longe disso, que ela vai se estabilizando. Mas é um processo com muitas recaídas. Seu marido pode nesse momento estar efetivamente bem, feliz por estar conseguindo se manter longe o vicio, confiante de que tudo vai dar certo. Mas tudo isso é muito instável e pode mudar no dia seguinte. Se a PMO for algo que a pessoa fez durante muito tempo, a cabeça dela puxa ela novamente quando ela menos espera. Pode ser qualquer gatilho que ele encontrar pelo caminho, umas coisa que ele pensar ou ver no dia. É preciso muita dedicação da pessoa pra vencer isso. Pq são muitas quedas, é um vicio enraizado, está operando em níveis que ela as vezes nem tem conhecimento. Estando ciente disso, vc precisa saber que isso vai bagunçar a sua cabeça tb e se perguntar quais são os seus limites, quanto vai custar da sua saúde mental, pq é processo muito difícil.
Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos