Ir para baixo
Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

8/1/2022, 12:30
Vic Yusuf escreveu:Olá meu caro, Como está lidando com essa situação hm? Ainda mantém contato com seu ex? Ou resolveu excluí-lo para não ficar pensando nele, carência é um fator emocional desestabilizador quando ainda nos encontramos afundados em P, sempre há a possibilidade de acabarmos retornando ao vício( como você bem relatou que ficou excitado com a carta, ainda que você goste dele), bem sobre os medos do futuro, é perfeitamente normal, à medida em que vamos saindo do vício vamos nos descobrindo, e medos e insegurança quanto ao futuro é um processo natural do reboot( infelizmente), mas siga firme e forte, quando puder nos relate sobre as novidades, Shalom!!!

Olá Vic! É uma situação complicada ainda. Meu pensamentos ficam mudando muito rápido e estou com cansaço mental e físico. Acho que vou adoecer tbm com essa gripe...
Não excluí o contato do meu ex, mas não sei estamos conversando. Silenciei o Instagram dele tbm. Também tenho evitado ouvir as músicas que gostávamos, para que eu não fique revivendo as sensações, mais do que já estou. O que tem ajudado mesmo a não buscar ele são as distrações aqui e a conexão reduzida.
Porém amanhã eu volto pra casa e vou ficar um tempo isolado. O que será bastante desafiador.

Embora tenhamos terminado em bons termos, meu ex e eu, acredito que estou na fase de raiva pós término. Meu cérebro tá escolhendo esse caminho, mas estou tentando direcionar isso pra leitura. Embora assim que paro de ler os pensamentos voltam. Principalmente a raiva por ele ter optado por interagir sexualmente com outros caras e por não ter sido honesto desde o começo. São coisas que ainda não fazem sentido pra mim, você abrir mão de um cara que te dar apoio integral pra interagir com pessoas que só vão masturbar o seu ego. Por isso, acho que nunca mais vou namorar uma padrão kkkk (perdão se ofendi algum padrão aqui).

Mas falando do que importa, o Reboot. Nós momentos que não penso no ex e estou muito focado nos cara sarados da praia. O que tem me impedido de relaxar totalmente. Ainda assim não estou ficando excitado nem fantasiando com eles. Também não tenho vontade de praticar MO, o flatline persiste. Ainda assim fico excitado quando lembro o sexo com meu ex e fiquei hoje de manhã com um futuro namorado imaginário kkkk. Aí veio a vontade de MO, porém passou. Não sei bem o que me levou a mudar de ideia, prestarei mais atenção no futuro.

A ansiedade sobre relacionamentos ainda é tanta que já estava planejando como lidar com futuras discussões, com esses seres imaginários kkkk. Por isso conversei com minha terapeuta e decidi buscar ajuda com medicamento pra ansiedade.

No geral, estou conseguindo comer e dormir melhor. Embora o descansar ainda seja uma incógnita devido a ansiedade. Meu cérebro está cansado do esforço de mudar os pensamentos e reviver o que aconteceu. Mas o tempo está ajudando. A dorzinha tem diminuído a cada dia.

Ah! Hoje é meu oitavo dia sem PMO!
Obrigado a todos!

Rene.Gade e Vic Yusuf gostam desta mensagem

Vic Yusuf
Vic Yusuf
Mensagens : 245
Data de inscrição : 09/11/2021
Idade : 30
Localização : Dimensão Onírica

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

8/1/2022, 14:09
Finn escreveu:
Vic Yusuf escreveu:Olá meu caro, Como está lidando com essa situação hm? Ainda mantém contato com seu ex? Ou resolveu excluí-lo para não ficar pensando nele, carência é um fator emocional desestabilizador quando ainda nos encontramos afundados em P, sempre há a possibilidade de acabarmos retornando ao vício( como você bem relatou que ficou excitado com a carta, ainda que você goste dele), bem sobre os medos do futuro, é perfeitamente normal, à medida em que vamos saindo do vício vamos nos descobrindo, e medos e insegurança quanto ao futuro é um processo natural do reboot( infelizmente), mas siga firme e forte, quando puder nos relate sobre as novidades, Shalom!!!

Olá Vic! É uma situação complicada ainda. Meu pensamentos ficam mudando muito rápido e estou com cansaço mental e físico. Acho que vou adoecer tbm com essa gripe...
Não excluí o contato do meu ex, mas não sei estamos conversando. Silenciei o Instagram dele tbm. Também tenho evitado ouvir as músicas que gostávamos, para que eu não fique revivendo as sensações, mais do que já estou. O que tem ajudado mesmo a não buscar ele são as distrações aqui e a conexão reduzida.
Porém amanhã eu volto pra casa e vou ficar um tempo isolado. O que será bastante desafiador.

Embora tenhamos terminado em bons termos, meu ex e eu, acredito que estou na fase de raiva pós término. Meu cérebro tá escolhendo esse caminho, mas estou tentando direcionar isso pra leitura. Embora assim que paro de ler os pensamentos voltam. Principalmente a raiva por ele ter optado por interagir sexualmente com outros caras e por não ter sido honesto desde o começo. São coisas que ainda não fazem sentido pra mim, você abrir mão de um cara que te dar apoio integral pra interagir com pessoas que só vão masturbar o seu ego. Por isso, acho que nunca mais vou namorar uma padrão kkkk (perdão se ofendi algum padrão aqui).

Mas falando do que importa, o Reboot. Nós momentos que não penso no ex e estou muito focado nos cara sarados da praia. O que tem me impedido de relaxar totalmente. Ainda assim não estou ficando excitado nem fantasiando com eles. Também não tenho vontade de praticar MO, o flatline persiste. Ainda assim fico excitado quando lembro o sexo com meu ex e fiquei hoje de manhã com um futuro namorado imaginário kkkk. Aí veio a vontade de MO, porém passou. Não sei bem o que me levou a mudar de ideia, prestarei mais atenção no futuro.

A ansiedade sobre relacionamentos ainda é tanta que já estava planejando como lidar com futuras discussões, com esses seres imaginários kkkk. Por isso conversei com minha terapeuta e decidi buscar ajuda com medicamento pra ansiedade.

No geral, estou conseguindo comer e dormir melhor. Embora o descansar ainda seja uma incógnita devido a ansiedade. Meu cérebro está cansado do esforço de mudar os pensamentos e reviver o que aconteceu. Mas o tempo está ajudando. A dorzinha tem diminuído a cada dia.

Ah! Hoje é meu oitavo dia sem PMO!
Obrigado a todos!


É, eu sei como é, no começo desse meu último reboot meu humor era muito volátil, eu ficava mal de manhã e bem a noite, no começo é assim mesmo, nossa mente ainda está se adaptando a essa falta de prazer rápido e artificial.

Quanto ao seu ex, bem se sabe dos meus relatos já viu sobre meu amor não correspondido, eu sentia essas mesmas sensações, de raiva, embora eu nunca tivesse namorado com ele, sendo sincero eu não sei se eu teria essa cabeça de ainda manter o contato dele sabendo que ele está tendo relações sexuais com outros caras, mas se para você isso não conta muito e ainda tem alguma esperança, vocês se dão bem e ele demonstre que quer voltar, aí fica a seu critério mantê-lo adicionado, namoro à distância na minha opinião pessoal é inviável, anti-natural e dependendo da situação um estímulo supranormal( tudo isso falo levando em conta que tal namoro não tenha muitas possibilidades de encontros pessoais). Mas veja, se você notar que isso está te atrapalhando, exclua seus vínculos, por exemplo você entrar no insta dele e ver ele com outras pessoas em locais de possível curtição como festas e baladas e isso te deixar com ciúmes, para baixo, com vontade de voltar ao vício, isso será um atraso, aprendi da pior forma, na prática.
Bom, ansiedade com namoro com seres imaginários, acho que um profissional ajuda mais que eu kkkkkkkkkkkkkkkkkk, brincadeira kkk, as vezes me pego conversando com minha mente e mentalizo que estou debatendo com o Diabo, então todos nós temos nossas loucuras não é kkkkkkkk. Sobre seus desejos com caras sarados, bem todos temos desejos não é mesmo meu caro, mas deixe-me dizer algo que hoje em dia acontece comigo e talvez aconteça com você no decorrer do reboot: Claro que se passa um cara ou mulher na rua eu até posso olhar, mas já não fico com aquele olhar de desejo, excitado, isso porque com o reboot fico pensando em por que ficar admirando alguém que em si não faria o mesmo para mim, acho que o reboot faz a gente se valorizar mais, claro que sempre temos aquelas escapadas mas é normal, afinal somos Humanos. Sobre dormir, é normal ter dificuldade no começo, mas com o tempo, a ansiedade pode vir a diminuir, se você não medita, a meditação é uma ótima aliada na luta contra a ansiedade, inclusive voltei ontem a meditar. Bem te desejo sabedoria para saber o que deve ser feito, Shalom!!!

Rene.Gade e Finn gostam desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

9/1/2022, 07:20
Olá pessoal, bom dia!

Acordei hoje com bastante ansiedade por causa de uma forte sentimento de solidão. Ontem a noite passei muito tempo conectando a internet sem ter qualquer mensagem de amigos. A carência está forte e ainda fico na espera que meu ex venha falar comigo, qualquer coisa que seja, só pra eu ter aquele prazer da conversa que um companheiro pode dar. Mas sei que isso não vai acontecer e não quero que aconteça.

Além disso, como estou indo pra casa, ficar isolado, meu cérebro já vê uma oportunidade para praticar MO, como sempre ocorreu na minha adolescência. Já estava até planejando como seria esse ato, porém não tinha nenhum prazer real, não fiquei excitado, nem bateu a compulsão enquanto pensava. Mas fica a ansiedade e o medo de cair.

Quando chegar vou tentar deixar as redes mais afastadas, concentrar nós trabalhos e cuidar da saúde mental e física. Planejo incluir mais atividades nos intervalos para que minha mente não busque P e espero não ficar muito sobrecarregado. O que tbm me leva a buscar um alívio através de MO.

Enfim, o que desejo pra mim hoje é Paciência, pois tudo tem seu tempo.

Bom domingo!

Rene.Gade gosta desta mensagem

David Silva
David Silva
Mensagens : 3294
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 37

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

9/1/2022, 11:29
Acompanhando e torcendo por vc!
Abraços! Paz!

_______________________________________
Recordes:
Primeiro reboot - 90 dias em 2015
Segundo reboot - 114 dias em 2020
______
Início do meu diário:
1ª parte: https://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
2ª parte: https://www.comoparar.com/t7812-reboot-de-david-silva?highlight=david+silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

Rene.Gade e Finn gostam desta mensagem

Luigi
Luigi
Mensagens : 22
Data de inscrição : 18/11/2020
Idade : 20

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

9/1/2022, 12:20
Opa Finn, já morei sozinho por um tempo e foi o período que mais me afundei no vício, então toma cuidado com seus momentos isolado. Evite e bloqueie os principais gatilhos, e é seguindo essa linha que você falou mesmo, de ocupar a cabeça... Sei que esse lance de romper um laço é bastante delicado, então te desejo forças e espero que veja isso como uma oportunidade para se reconectar com seu eu interior, praticando o autocuidado e alimentando seu amor próprio, para que recupere o norte do que é importante em sua vida, e para quando aparecer um novo alguém, você esteja em um estado de espírito que conseguirá direcionar melhor a situação.

Um forte abraço e mantenha-se firme!

_______________________________________

Rene.Gade e Finn gostam desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

10/1/2022, 21:31
Olá, boa noite!

Hoje completo 10 dias sem PMO, porém passei o dia angustiado.

Ontem, assim que cheguei de viagem, baixei o instagram para ver se alguém mandou mensagem e acabei buscando o perfil do meu ex.

Tinha um story dizendo "Pessoas confusas perdem pessoas incríveis". A uns tempos atrás eu interpretaria isso como uma indireta. Porém conhecendo ele como eu conheço e me conhecendo, reconheço que durante todo o processo de término eu nunca fiquei confuso sobre o que sinto por ele e pelo que fiz para que nossa relação desse certo.
O que realmente me pegou nessa mensagem foi o sentimento de acolhimento que eu sempre quis dar pra ele e ele nunca pareceu disposto a receber. Como eu sempre que aliviar os fardos pra ele, pq eu sei o quão isolado ele está nesse momento da vida. Embora sempre me falasse que estava bem.

Acordei de madrugada nessa angústia, mas ainda lembrando das interações dele com os outros caras e como agora talvez sejam essas pessoas que estaram dando algum "suporte" para ele. Isso fez essa angústia piorar bastante.

Tentei preencher meu dia com as demandas da casa, mas sem muito sucesso com a angústia. Felizmente consegui agendar terapia para hoje e conversei sobre essas coisas e sobre os últimos acontecimento da semana. Estou mais confiante em não buscar contato com ele, pois tudo ainda está muito vívído. Como não me prender a um sentimento de acolhimento ou de restaurar relações, já que foi um escolha dele não se permitir. Além de buscar ao máximo direcionar os pensamento para o real e físico e planejar as prioridades do momento: eu e meu trabalho.

Quanto ao reboot, tive contato com alguns gatilhos hoje.
Um foi o episodio de uma série com cenas de nú frontal masculino e feminino, porém não tive excitação.
O segundo foi último o relato do Moreno, aqui no fórum. Achei interessante como a situação ocorreu, não sabia que era possível.
Isso me deu excitação, pois o meus estímulos\gatilhos quando vejo P são essas formas diferentes de O e como eu posso fazer para alcançar isso. Lendo outros relatos sobre eventos de polução noturna também fiquei no imaginário se um dia aconteceria comigo e como seria "incrível", já que seria outra forma de O. Até tentei sabotar o processo, no sentido de "quantos dias eu preciso ficar sem M para conseguir uma polução". Ainda assim, não entrei em compulsão para praticar MO.

Fisicamente existe um desconforto local, aquela senseção de cheio, mas não tão dolorido como em outras situações. Psicologimente, acho que estou com medo de perder o controle antes de dormir, mas o flatline se mantém.

Abraços!

_______________________________________
____________________________________________________________________________

Rene.Gade gosta desta mensagem

Rene.Gade
Rene.Gade
Mensagens : 1437
Data de inscrição : 06/08/2019
Localização : Running wild and running free.

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

11/1/2022, 13:34
Ei Finn!

Primeiro, parabéns pelos seus 10 dias!

Eu imagino como é estar mais preocupado, com dias não tão bons, no momento também estou passando por bad days, kkkk. É um processo, dias bons e ruins, faz parte, apenas precisamos ir nos analisando, propondo novas atitudes.

Sobre o Instagram, já pensou em acessar pelo navegador? Fica ruinzinho, mas você evita de ter que baixar o aplicativo, e às vezes perder mais tempo que gostaria, kkkk. Há também aplicativos que colocam limite de tempo. Não sei se é o seu caso, apenas uma dica.

Sobre seu ex, talvez seja legal tentar não se deixar levar por gatilhos que te levem a certos pensamentos e emoções, que talvez você fique remoendo e te fazendo sofrer. Se você teve um gatilho dele, tente respirar, mudar o foco do pensamento, ir fazer alguma coisa, igual no reboot, rsrsrs. Novamente, é uma dica, não sei como é passar por esse processo, pois nunca vivi ele, eu imagino que seja doloroso, porém aos poucos tudo tende a se encaixar. E que bom que conseguiu agendar terapia e já conversar com ela sobre tudo isso,  boa sorte com seu foco!

E por fim, eu já passei por um processo similar: de ficar vendo sobre poluções, estar sem m.o's, e ficar desejando tanto ter uma e acabar realizando m.'s antes de dormir. Esse também é um dos meus grandes desafios a respeito das m's, o momento de estar na cama, ao ir dormir e ao ir acordar. Tente ir criando alguns hábitos, como evitar enrolar na cama, deitar quando tiver com sono, meditar antes de dormir, coisas assim, que evitem esses pensamentos e impulsos. Os gatilhos sempre veem, é importante cortar pensamentos que lembrem dele, evitar locais que talvez os tenha, principalmente em dias mais sensíveis e tentar fazer outras coisas para mudar o disco no seu cérebro, kkkk. Estou nessa luta também!

Abraçooss!

_______________________________________
|| DIÁRIO RENÊ ||

ÍNDICE DO DIÁRIO.

Finn e Vic Yusuf gostam desta mensagem

Vic Yusuf
Vic Yusuf
Mensagens : 245
Data de inscrição : 09/11/2021
Idade : 30
Localização : Dimensão Onírica

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

11/1/2022, 21:57
Olá meu amiguinho, como você está hmm? Em primeiro lugar obrigado por sua mensagem de apoio, em breve irei responder a você e todos os que me deram um suporte esses dias, dito isto vamos ao seu relato: Seu relato me fez lembrar muito minha situação com o Well, com o diferencial que eu nunca o namorei de fato, mas também tentei muito acolhê-lo , dar apoio, ajudá-lo, na verdade eu o fiz, ajudei ele com algumas coisas, tentava me importar e ele nunca esteve lá tão disposto, sei como é o que sentes, pensar nele dando preferência a outros caras, então talvez eu seja experiente para te aconselhar: Tente de uma vez acabar com isso, o reboot não será bem sucedido se certos problemas emocionais estiverem te afetando, o reboot por si só não vai fazer você esquecê-lo, tal como a Porn, é preciso que você talvez tenha que cortar os laços de uma vez, ou seja, não deve ter acesso ao seu ex.

O ideal seria bloquear o seu instagram( a menos que você realmente precise para trabalho) temporariamente, pois se você SE conhece vai deduzir que uma hora ou outra irá voltar e ver o perfil do seu ex, vai te deixar emocionalmente instável, e se nossa mente está instável, logo nossas racionalizações também, e isso é um prato cheio para voltar ao vício, já aconteceu comigo: Vi um storie do well na praia, ou com algum amigo, ou até mesmo em comentários na rede social chamando um cara ou outro de lindo, de "homão", de anjo, ou reagindo com emoticons e logo ficava para baixo, com ciúmes, me sentindo um lixo, a mente fica extremamente volátil porque ficava  com tristeza, dor, angústia e  em período curto de tempo, de uma olhada de 10 segundo de um storie eu ia da alegria para a tristeza, e a mente quer voltar ao estado anterior mas não conseguia, o que ela racionalizava? Você precisa ficar feliz, vá bater uma bronha, veja alguma foto sensual, algum vídeo P e descabele, o que muitas vezes eu acabava cedendo, então para que o mesmo não possa te acontecer, corte o mal o quanto antes.

Sei o que você está sentindo, mas sacrifícios tem de ser feitos em prol de algo maior, se você sente que tem algo a dizer a ele, algo que lhe sufoca, vá e diga, diga tudo o que vier de seus sentimentos e depois se despeça, é tudo o que posso aconselhar com base em minha experiência. Sobre os seus sintomas, bem, é normal no começo, para todos nós, você deve suportar e ir preenchendo as lacunas, até parece que é fácil, eu mesmo ainda estou aprendendo a lidar com isso kkkk. Quanto a certos gatilhos você deve previamente evitar, uma série que você sabe que tem cenas sensuais e até de sexo mesmo, você deve evitar de assistir ou nem assistir até sentir que concluiu o seu reboot, porque senão a chance de recair é enorme, a memória de médio prazo pode durar até 3 semanas em média, então uma série com várias cenas e você assistindo, possa ser que 5 dias depois você ceda em MO ainda com as lembranças das cenas, então sempre alerta e vigiando, mas parabéns pelos 10 dias, continue seguindo firme e forte, Shalom!!!

Finn gosta desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

12/1/2022, 07:56
Olá galera

Obrigado pelas mensagens Rene e Vic.

Estou evitando cada vez mais o Instagram. Acessei pelo navegador para responder uma pessoa e excluir alguns perfis de famosos que me davam gatilho.

Estou acordando muito cedo, ansioso, e o primeiro pensamento é o término. Revivendo os diálogos que já foram conversados na terapia e para os quais eu já tenho uma resolução. Ao mesmo tempo começo a reviver o sexo com meu ex e pensar em situações sexuais com outros caras. Nada muito fantasioso, eu acho, só sexo normal, romântico talvez. Embora eu fique excitado, não tenho energia para praticar MO. Fico muito exausto mentalmente, tentando voltar a dormir, mas sem sucesso.

Ontem eu consegui controlar essa ansiedade com o yoga e vou fazer isso hoje tbm.

Devido a essa ansiedade eu fiquei pensando muito em fazer MO, porém reconheci que não era um estímulo natural. Me parece agora que consigo desistir de uma coisa que sei que vai me fazer mal. Se meu coração aperta, eu sei que devo parar o que estou fazendo.

Vamos ver como se dá o resto do dia.
Abraços!

Rene.Gade e Luigi gostam desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

13/1/2022, 11:58
Olá!

Acho que estou em uma nova fase do término. Após a raiva, estou numa fase mais melancólica e triste. Chorei muito ontem, ouvindo até Ariana Grande, pra vcs terem noção.

Todo pensamento sobre ele vem com um peso muito grande. Um peso de impotência, de que essa é a realidade e não tem como voltar atrás.

Querendo ou não, eu ainda tinha certa esperança. Acho que todo mundo ficar assim, por um tempo.
Agora me questiono quanto tempo isso deve durar até eu estar mais inteiro comigo mesmo.... É difícil.

Hoje viajei pra outra cidade pra fazer uns exames, mas a minha mente já começa a fantasiar, como antes do namoro, se eu vou cruzar com alguém e essa pessoa será a certa.

Mas já aprendi que amor não se procura, se encontra.

Enfim, a processo de Reboot se mantém, sem recaídas. Tive um gatilho ontem, com uma notícia de uma nude vazada. Deu muita vontade de procurar, mas não fui atrás.

Então vamos assim, resistindo, rumo aos 15 dias

Abraços

Rene.Gade e Vic Yusuf gostam desta mensagem

Rene.Gade
Rene.Gade
Mensagens : 1437
Data de inscrição : 06/08/2019
Localização : Running wild and running free.

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

13/1/2022, 20:49
Boa Finn!

Parabéns pelas conquistas e por ter lidado bem com os gatilhos que vieram.

Eu nunca chorei ouvindo Ariana Grande, eu acho, mas faz parte.Laughing De qualquer forma, que bom que tem respeitado seus processos após o término, em breve você terá isso melhor resolvido, é bom ir respeitando seu tempo, chorar mesmo, colocar para fora.

Se pensar que é necessário, bloqueie o site que tem o nude, ou deixe de seguir páginas que possam estar compartilhando. No entanto, ele sempre pode chegar até nós, o importante é saber lidar, respirar, mudar o foco dos pensamentos.

Forças, querido!
Abraços.

_______________________________________
|| DIÁRIO RENÊ ||

ÍNDICE DO DIÁRIO.

Finn gosta desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

14/1/2022, 07:19
Bom dia pessoal

Passando rapidamente pra falar que pratiquei MO hoje. Não tive gatilhos, nem vi P, nem tive sonhos eróticos.
Mas acordei e fiquei fantasiando situações reais, coisas que eu tenho vontade de fazer no sexo, mas nunca consegui realizar por causa de insegurança.
Esses pensamentos vieram antes do ato. Durante o MO foquei nas sensações do meu corpo e sensibilidade. Foi bem rápido, devido ao tempo sem praticar, mas muito intenso.

Fiquei satisfeito e relaxado depois, foi o máximo de tempo que fiquei sem M desde sempre, 15 dias. Porém sempre tem aquela vozinha e o medo de ser o primeiro passo pra queda.

Estava com receio de me deixar levar pela ideia das poluções e como isso talvez reforçaria uma fantasia que criei. Pois até iniciei o estimulo no colchão para forçar uma O sem as mãos (outra fantasia). Então acredito que tomei o controle da situação.

Vamos ver como isso se desenrola durante os próximos dias.
Reboot se mantém

Rene.Gade gosta desta mensagem

Vic Yusuf
Vic Yusuf
Mensagens : 245
Data de inscrição : 09/11/2021
Idade : 30
Localização : Dimensão Onírica

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

14/1/2022, 09:36
Olá, parabéns por conseguir se manter firme, quanto ao seu ex, é normal esses sentimentos, em breve será uma lembrança de um passado distante, você conseguirá procurar outros horizontes, sobre a Mo, da forma como você descreveu, se não teve nenhum sintoma negativo então foi limpa e você não precisa ficar com a sensação de culpa, ainda assim é bom se policiar para não acabar perdendo o controle, mas estás indo bem, continue firme, Shalom!!!

Rene.Gade gosta desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

15/1/2022, 07:12
Olá!

Como vcs devem ter notado, essa semana tem sido bem bad pra mim. Essa fase de aceitação sobre o término, aceitar a realidade como ela é, é péssimo.

Mas tenho notado outras coisas, o fato que estar menos nas redes, longe de P e de um namorado, tem mostrado o espaço na minha vida que eu não percebia. Mas é assustador pq eu não sei como preencher esse buraco.

Tenho colocado exercícios, cozinhado, assistido séries e focado no trabalho. Tenho ate sido eficiente nessas coisas, mas quando o cansaço chega, principalmente depois do trabalho, eu fico perdido. Sem saber pra onde direcionar essa energia.

Enfim, buscar me conhecer melhor... mas nao sei por onde começar.

Ps. fui no perfil do meu ex... Merda!! pessimo, pois qualquer coisa vai parecer uma indireta ou que ele esta interagindo com outros caras.
O pior ainda é que muito do que eu sinto tbm está ligado a inveja sabe? O fato de ele ter essa potencialidade e auto estima para se relacionar com qualquer pessoa, enquanto eu não.

Mas espero que esse sentimento seja temporário, de que não sou interessante o suficiente

Rene.Gade gosta desta mensagem

Rene.Gade
Rene.Gade
Mensagens : 1437
Data de inscrição : 06/08/2019
Localização : Running wild and running free.

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

15/1/2022, 18:04
Ei Finn!

Que bom que tem se esforçado em tentar preencher seu dia de atividades, é sempre importante mesmo colocarmos coisas para se fazer, tente não se sobrecarregar, claro, mas invista em coisas ativas que te deem prazer, pois te ajuda a descansar, principalmente depois do trabalho, sem te deixar muito desanimado. Por exemplo, séries, é algo mais passivo, ajuda você a descansar, te traz prazer, mas também te deixa meio morto, kkkkk. Você pode alternar elas com algo mais ativo, tipo um hobbie, aprender algumas coisa nova que goste, etc.

Forças para continuar lidando com os gatilhos do seu ex, e também com as fantasias que acabem por surgir, tome cuidado para não se deixar levar muito por elas.

Abraçãão!

_______________________________________
|| DIÁRIO RENÊ ||

ÍNDICE DO DIÁRIO.

Luigi, Finn e Vic Yusuf gostam desta mensagem

Vic Yusuf
Vic Yusuf
Mensagens : 245
Data de inscrição : 09/11/2021
Idade : 30
Localização : Dimensão Onírica

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

16/1/2022, 16:18
Olá meu amigo, é normal com o reboot ficarmos assim, antes com a P e outros vícios digitais como redes sociais nos deixavam adormecidos, e após começarmos a manter distância abre-se um vácuo, porque era o que durante muito tempo preenchia a nossa mente, e é ótimo que você esteja conseguindo preencher esse vazio com tais atividades de religação, continue firme nesse processo, Sobre seu ex, bem como já falei e repito, ele mexe com sentimentos ruins seus, baixa estima, sentimento de ciume, de que você não faz diferença para ele, e isso deixa a mente fraca, com pensamentos deturpados( como falta de sentido e tristeza profunda), e nos deixa vulneráveis a buscar conforto na PMOE, então eu volto a aconselhar: Por experiência própria, corte o contato com o seu ex, se você já teve uma conversa mais séria e profunda com ele e viu que não tem retorno, corte, se não o fez e quer fazer, faça, para que ele saiba o que perdeu e que um dia não possa querer te culpar por não ter lutado, mas somos humanos e devemos saber a hora de parar, não cometa o mesmo erro que eu de ter ficado alimentando uma paixão iludida durante tanto tempo e assim ter contribuído para eu ainda estar afogado na PMOE. No mais você está indo por um bom caminho, continue firme assim, Shalom!!!

Rene.Gade, Finn e Kravitiz Lost gostam desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

16/1/2022, 18:09
Obrigado pelas mensagens Vic e Renê.

Eu fico tentando me apropriar da ideia de que não merecia ter passado por toda essa situação, que o melhor que eu posso fazer é mudar o pensamento para aquilo que eu mereço, para aquilo que eu posso realmente mudar na minha vida.

Mas é bastante complicado, principalmente porque ainda estou preso na ideia de que ele satisfez todas as minhas expectativas de um relacionamento ideal/perfeito nos primeiros meses de namoro. Isso é algo que vou conversar melhor na terapia amanhã, pq eu sei que não devo me prender as fantasias de relacionamentos clichês de cinema, que foi algo me nutriu muito quando eu não era assumido.

Essa semana minha cabeça entrou em looping sobre o que eu podia ter feito pra não ter me afastado dele no começo da pandemia. Inclusive pensei sobre ter desistido do meu doutorado pra ficar com ele... Eu tenho que entender que as pessoas mudam e os desejos tbm. Mas eu não sou muito paciente, sempre acho que meu tempo tá acabando e que vou ficar sozinho pra sempre.
Quem sabe uns anos de terapia não me ajudem nisso kkkkk

Mas enfim, o ponto positivo desse processo todo é que eu não estou tendo mas tanta necessidade de PMO. Não sei se é fruto do esvaziamento que fiz a dois dias e que talvez volte no decorrer da semana. Mas até agora não houve efeito caçador e não tive vontade pra buscar P. Nem gatilhos significativos.

Acho que preencher essas lacunas em mim vou buscar fazer coisas que sempre tive vontade e nunca fiz, por vergonha, preguiça ou falta de tempo. Como aprender a tocar um instrumento. Eu sempre amei música, pq ela desperta as melhores sensações em mim.

Abraço a todos!

Rene.Gade e Vic Yusuf gostam desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

17/1/2022, 17:28
Olá, galera!

Mais um dia sem gatilhos ou recaídas, nem efeito caçador. Estou percebendo que a cada dia a menos vontade de buscar P e devo muito isso ao fórum. Ler os relatos de vocês tem me ajudado a colocar as coisas em perspectiva, a parar e analisar e mudar a direção dos meus comportamentos e atitudes. Obrigado!

Porém, mais uma vez, a questão do ex vem a tona. Hoje acordei com uma mensagem dele. Participamos do mesmo plano de um aplicativo de música, eu, ele e alguns amigos meus. Hoje ele mandou mensagem que iria sair do plano e pagou os meses que faltavam, dizendo que justificaria a saíde pessoalmente para mim. O problema é que ele mandou a justificativa via pix! Vocês tem noção?
Dizendo que não sabia se eu queria manter distância, mas que supunha que sim, por isso ia sair do plano para respeitar meu espaço.

Achei toda essa atitude muito estranha da parte dele, pq não falar diretamente? E eu já tinha dito a ele que precisava de um tempo para lidar com essa amizade que ele tanto busca em mim.

Por isso falei diretamente com ele, como ainda me sinto sobre isso, os sentimentos ruins que me vem quando vejo o instagram dele. Que vou precisar de tempo, ainda indefinido quanto, para superar isso e me tornar indiferente ao que ele faz.

No primeiro momento eu fiquei bastante eufórico, talvez por perceber que não estou sofrendo sozinho nessa situação. Mas agora estou com ansiedade sobre a resposta dele, pois mandei mensagem assim que acordei e até agora não tive resposta. Um grande vácuo. Tenho tentado focar no trabalho e outras distrações, mas não tem sido fácil.

Ainda assim, eu sei, após terapia, o que eu realmente quero com isso tudo. Que é seguir e aproveitar a minha vida, da melhor forma para mim.

_______________________________________
____________________________________________________________________________

Josuez, Rene.Gade e Kravitiz Lost gostam desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

18/1/2022, 13:56
Boa tarde!!

Acho que o relato de hoje vai ser mais rápido que os outros dias. Mas enfim, meu ex respondeu a mensagem e ajustamos a questão da distância. Não vale muito dar detalhes, mas da minha parte só reforcei a questão de tempo preciso de tempo pra mim e não vou manter contato pois tudo o que aconteceu me dói. E talvez doa pra sempre, pq não sou de esquecer traições e desonestidade.

Mas ainda assim não dormir bem essa noite, não sei se por causa disso ou pelo meu colchão que é péssimo kkkkk. Tive sonhos bons, prazerosos, eu tinha um encontro com outra cara, era bem romântico e a gente só andava e se beijava kkk. Depois eu reencontrava umas amigas da faculdade e era bem legal.

Tenho buscado me reconectar com algumas amizades e pra isso instalei o Instagram. Conversamos e depois eu fui olhar o histórico de posts salvos. Aí começou a provação. Eu sabia que tinha salvo conteúdo erótico lá, uns homens sem camisa, umas bundas e tal. Pensei em apagar eles, porém comecei a ficar ansioso e desinstalei o EP.

Depois disso resolvi me depilar e a vontade de M surgiu, como sempre nessa situação. Eu não sei se é relacionado aos toques, a toda ideia de depilação pré sexo... ou o quanto disso é um desejo do corpo ou um estímulo causado por P e fantasias.
Tentei focar nos estudos, mas comecei a ficar excitado e eliminar pré-gozo, a cabeça começou a fica cheia de fantasias com M e sexo, mas consegui me conter e não caí a tentação.
Acho que a conversa com a minha amiga, me ajudou a distrair.

Acho que ainda estou sensível a esses estímulos e espero não fraquejar.

Edit 18h: consegui me concentrar bem nos trabalhos e fiz algumas tarefas da casa.

Porém bateu uma super nóia em relação a performance sexual. Eu sempre tive a impressão que não sou bom fazendo sexo. Talvez pelo fato de ser muito inseguro, não ter muita energia e força e ter tido problemas de DE e sensibilidade, eu nunca pude ser o cara ativo que sempre quis ser. Seja com meu ex ou com outras pessoas. Nem tenho vontade de ser passivo, acho que por traumas do passado e não querer me sentir submisso a outra pessoa.

Eu sei que tudo isso é reflexo de P, como sexo real não é baseado na performance do ativo ou no "sofrimento" do passivo como é retratato. Mas eu tenho ainda muita insegurança sobre tudo isso e por isso que acho que só vou ter uma vida sexual plena em um relacionamento.

Tento colocar na cabeça que a vida não é só sexo, mas outro lado meu vê como extremamente importante e que eu tenho que ser ótimo nisso.

Enfim, só umas reflexões

Rene.Gade e Kravitiz Lost gostam desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

19/1/2022, 19:14
Boa noite, pessoal!

Hoje o dia foi tranquilo. Apesar de meu sono ainda estar péssimo desde o término, acordo muito de madrugada. Depois das 4 fico no limbo entre estar acordado e dormindo e os primeiros pensamentos são sobre ele ou sobre fantasias sexuais.

Passei o dia tentando colocar na cabeça que agora ele não me deve mais satisfação e que não adianta ficar pensando no que ele fez ou vai fazer. Mas sim em como eu posso expressar minha sexualidade da melhor forma pra mim, da forma de me deixa mais confortável e que me dá mais prazer.

Não tive gatilhos hoje, nem vontade de praticar MO.
Apareceram algumas fantasias e lembranças que induziram ereções, mas não que causasse ansiedade.

Estou próximo dos vinte dias sem P e eu me sinto muito tranquilo. Pois apesar de todo esse estresse, a P parece cada vez menos importante na minha vida.

Abraços

Rene.Gade e Kravitiz Lost gostam desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

20/1/2022, 14:32
Boa tarde!

Hoje inícia o meu 20° dia sem P. O que é um marco muito importante pra mim. Embora eu esteja mais tranquilo de que não preciso que a P faça parte da minha vida, no geral mesmo, eu estou cansado do meu jeito de ser (pelo menos atualmente).

Às vezes eu acho que levo tudo a sério demais, que sou sensível demais, às vezes acho que sou mole demais, que exagero, que sou descontrolado.

Hoje tive os mesmos problemas de sono, acordei com os mesmo pensamentos sobre o término ou tento apagar esses, com pensamentos sexuais. Estou cansado disso.
Eu tento esgotar esses pensamentos, tentar racionalizar e chegar a alguma conclusão e pensar em como posso mudar minha atitude em relação a isso. Mas parece impossível.

Tentei abraçar a ideia de que talvez meu relógio biológico mudou e eu posso começar meu dia mais cedo e adiantar o máximo de coisas, para conseguir relaxar a noite. Mas simplesmente não tive energia pra levantar da cama. Então fiquei lá com os pensamentos me atormentando, tentei meditar, concentrar no meu corpo ou focar no que eu realmente posso fazer, mas os pensamentos sempre voltam.

Acho que fico revivendo o término como uma forma de organizar as coisas que devia ter dito na hora para controlar aquela situação, como eu devia ter sido mais enfático, mais objetivo, mesmo sabendo que isso não mudaria o resultado final. Pq se talvez se eu tivesse me controlado na hora, entendido os sinais dele, eu não me sentiria tão mal agora. Mas eu não consigo sair do lugar, nem imaginar um futuro eu que estou bem comigo mesmo. Só vem mais relacionamentos problemáticos (onde eu já estou exigindo algo para alguém que nem existe) e sexo.

Queria ser mais paciente comigo mesmo, mas eu não to conseguindo...

Após tentar controlar várias vezes o pensamento, enquanto estava buscando focar nos estudos, a primeira coisa que veio foi MO. Acabei entrando em uma loja de produtos eróticos, pensando em compar algo, sei lá. Eu só não tava aguentando mais ficar com essa sensação de exaustão mental. No final, não comprei nada, nem vi P, nem pratiquei MO. Consegui sair do computador. Também não acho que eu vá recair, acho que nem energia para isso eu tenho mais.

Hoje eu literalmente só quero abraçar alguém e chorar.

_______________________________________
____________________________________________________________________________

Rene.Gade, Vic Yusuf e Kravitiz Lost gostam desta mensagem

Rene.Gade
Rene.Gade
Mensagens : 1437
Data de inscrição : 06/08/2019
Localização : Running wild and running free.

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

20/1/2022, 14:37
Ei Finn!

Parabéns por estar indo bem com o processo, está arrasando! E realmente, é momento de focar em você, trabalhar para si mesmo, mudar um pouco o foco dos pensamentos, é claro que às vezes você vai se lembrar dele, mas apenas tente deixar passar, sem dar bola aos pensamentos. Infelizmente o sono prejudica bastante nossa rotina, né? Eu também continuo nessa luta, mas tudo tende a ir se encaixando.

Parabéns por ter conseguido distrair após a depilação, eu também sempre passei por momentos assim, kkKkK. A questão é que, depilados ou não, a vontade vem, então o melhor é aprender a lidar com ela mesmo, kkKkkk.

Eu particularmente penso que é bom você ir no seu tempo sobre as relações sexuais. É bom para o reboot, mas se não se sente seguro pode ser bom esperar um pouco, ela reforça o nosso contato com a realidade, mas também tem toda a questão afetiva do seu caso, além do recente término. Por fim, ela pode gerar um efeito caçador, a vontade de obter mais prazer depois, que pode gerar desejos de p., então é bom estar também menos sensível. Vá se analisando e se respeitando, o importante é você se sentir bem, se sentir acolhido, e mesmo que seja casual, que você se sinta uma boa conexão e não essa busca pelo performance que a p. nos ensina, como você mencionou.

Espero que continue fluindo bem!
Abracinhos.

P.S: Agora que ia postar, você postou sua nova mensagem. Ei, sinta-se abraçado, querido. Deixe suas emoções fluírem, está tudo bem. Não sei se pode ajudar, mas veja se não há algum hábito que esteja gerando esses gatilhos durante o sono. Você já tentou uma meditação? As meditações guiadas me ajudam muito a lidar com meus pensamentos e emoções, e principalmente desligar aqueles pensamentos que ficam sempre remoendo. Às vezes a meditação te ajude também com sua paciência, entender seu processo, que tem altos e baixos, dias bons e ruins.

Estamos aqui, querido. Forças, qualquer coisa conte aqui!

_______________________________________
|| DIÁRIO RENÊ ||

ÍNDICE DO DIÁRIO.

Finn, Vic Yusuf e Kravitiz Lost gostam desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

21/1/2022, 15:33
Boa tarde pessoal!

Pratiquei MO novamente hoje. Porém dessa vez com estímulos e fetiches que adquiri através da P.
Ainda assim não tive nenhum gatilho, nem pensamentos sobre P durante o ato. Nem sonho eróticos ou lembranças sobre sexo durante a madrugada.

Vocês tem acompanhado a saga do meu término e hoje decidi colocar no papel os diálogos que tem me atormentado, como a minha psicóloga instruiu.

Tinha passado a manhã mal, tentando não me perder nessas conversas já finalizadas. Porém comecei a me estimular, depois parei, almocei e tentei descansar. Escrevi as cartas finais do término, mas coloquei na cabeça que me recompensaria com MO.

Durante o ato foquei no meu corpo, as partes que acho mais legais em mim e onde sinto prazer. Porém acho que me deixei levar pelo lado fantasioso e até um pouco narcisista, de frente ao espelho. O que me levou a performar posições e situações.

Embora eu não me sinta muito mal por isso, esteja mais relaxado. O que me levou a fazer isso, os desconfortos do término, acho que vou reiniciar meu contador. Também como forma de deixar claro para os leitores que essa não é a forma ideal de lidar com o próprio prazer e ansiedades.

Vou considerar esse ato o fechamento de um ciclo iniciado com todas as insegurança causadas pelo meu antigo relacionamento.

Hoje percebo que a pornografia não é algo presente na minha vida, mas que as marcas ainda estão presentes na minha mente. São elas que eu preciso prestar mais atenção. Não vou deixar o efeito caçador tomar conta de mim.

Força

Rene.Gade e Vic Yusuf gostam desta mensagem

Vic Yusuf
Vic Yusuf
Mensagens : 245
Data de inscrição : 09/11/2021
Idade : 30
Localização : Dimensão Onírica

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

21/1/2022, 22:28
Olá meu caro amiguinho, como você está hã? Olha ter praticado Mo não necessariamente é motivo para achar que teve um reset e reiniciar o contador, se você notou que após a Mo não sentiu tantos efeitos(ou nenhum) negativos como acontece quando olhamos para a pornografia em si, o que se deve fazer é ter mais de um contador( no caso de você querer contar no modo hard), deve notar certas coisas sobre sua MO: Você praticou facilmente e sem dificuldades como faria se estivesse vendo P, você sentiu as mesmas sensações prazerosas e fortes que sentiria se tivesse praticado Mo sendo auxiliado diretamente por P? Porque dependendo de quanto tempo você tenha assistido P pela última vez, talvez essa memória esteja bem distante. Dá para ver que o seu ex ainda mexe com você, e você com essa carência acaba fantasiando com alguém que sequer possa existir, isso é próprio de uma carência muito forte, de se sentir só e que ninguém o ama ou nunca vai amá-lo, mas na minha opinião, deve haver sempre por aí alguém que nos queira, não vou dizer para esperar ou procurar, mas resista a tais sentimentos. E corte contato com o ex, se você já tem certeza que não tem volta e teria ciúmes dele caso ficassem só amigos. Mas se deseja reiniciar, te desejo muitas forças nesse recomeço, Shalom!!

Rene.Gade e Finn gostam desta mensagem

Finn
Finn
Mensagens : 58
Data de inscrição : 01/11/2021

Relato do Finn - Página 2 Empty Re: Relato do Finn

22/1/2022, 15:19
Vic Yusuf escreveu:Olá meu caro amiguinho, como você está hã? Olha ter praticado Mo não necessariamente é motivo para achar que teve um reset e reiniciar o contador, se você notou que após a Mo não sentiu tantos efeitos(ou nenhum) negativos como acontece quando olhamos para a pornografia em si, o que se deve fazer é ter mais de um contador( no caso de você querer contar no modo hard), deve notar certas coisas sobre sua MO: Você praticou facilmente e sem dificuldades como faria se estivesse vendo P, você sentiu as mesmas sensações prazerosas e fortes que sentiria se tivesse praticado Mo sendo auxiliado diretamente por P? Porque dependendo de quanto tempo você tenha assistido P pela última vez, talvez essa memória esteja bem distante. Dá para ver que o seu ex ainda mexe com você, e você com essa carência acaba fantasiando com alguém que sequer possa existir, isso é próprio de uma carência muito forte, de se sentir só e que ninguém o ama ou nunca vai amá-lo, mas na minha opinião, deve haver sempre por aí alguém que nos queira, não vou dizer para esperar ou procurar, mas resista a tais sentimentos. E corte contato com o ex, se você já tem certeza que não tem volta e teria ciúmes dele caso ficassem só amigos. Mas se deseja reiniciar, te desejo muitas forças nesse recomeço, Shalom!!

Olá vic.

Faz muito tempo que vi P, desde antes do ano novo. Então eu não tava lembrando diretamente de P, porém adquiri alguns hábitos sobre o tipo de P que costumava assistir (ex.: orgasmo sem as mãos e estimulo da próstata). Acho que isso foi uma estratégia para sentir prazer e chegar ao orgasmo sem super estimular o pênis, para talvez assim ele não ficar sem sensibilizado e eu não ter DE durante o sexo com meu ex. Além disso, eu busquei vários outras formas, ao longo do tempo, de me estimular para que eu não tivesse DE.

Eu ainda tenho muitos receios sobre sexo, pois eu não tenho tanta energia sexual, como já descrevi em outro post. Então eu achei que se fizesse peripécias (ficar de cabeça pra baixo, em pé, de lado, de todos os jeitos) eu conseguiria sentir o prazer quando outra pessoa quisesse me oferecer. Só que tudo isso é muito confuso, pois eu acho que tenho um bloqueio de me conectar com um parceiro sexual. Eu não sei como dar prazer para as pessoas e também não sei receber prazer direito (eu fico com receito de perguntar e parecer inexperiente).
Muitas vezes eu nem senti prazer, ficava muito preocupado com o que a pessoa estava achando, se eu poderia machucar. Ao mesmo tempo eu estava louco pq não conseguia sentir as coisas direito. Tudo isso era muito frustrante. Então fui vendo esses outros P de auto prazer, como um forma de me tornar menos condicionado a certos hábitos de MO.

O que pratiquei ontem foi um desses hábitos. Além de ter sido desencadeado por todo o turbilhão de emoções que ainda tenho sobre esse término. Pensando nas muitas coisas que não foram ditas por mim e por ele. Pq eu tenho a sensação de que errei, que meu jeito de ser é errado, que meu jeito de agir é errado, que meu jeito de sentir e dar prazer é errado e que isso causou meu término.
Racionalmente eu sei que tudo isso não é culpa minha, que eu não tenho controle sobre como o outro vai agir, sentir e se expressar. Pq nem eu mesmo tenho esse controle sobre mim e talvez nunca vou ter 100%. Porém, no fundo, eu acho que é tudo culpa minha, o que ainda é um problema sério que tenho tentado tratar na terapia, aceitar que eu vou errar e que tá tudo bem errar. Que errar é uma possibilidade de mudança.

Eu disse que não me senti muito mal após o MO pq foi muito prazeroso e aliviou muito a tensão que estava, mas agora eu já nem sei mais. Não sei se olhar para o meu corpo e sentir atração por mim mesmo, até me fetichizar, é algo saudável. Pq eu tenho o corpo muito parecido com os P que costumava assistir e é um tipo de corpo que eu gosto, tipo twink, como o Troye Sivan ou Timothee Chalamet. Mas ainda não entendi bem o meu desejo.

Eu sempre observei caras másculos não com vontade de transar com eles ou dar para eles. Era sempre invejando o corpo que eu sempre quis ter. Até consumia mais P sobre daddys e tal, sempre procurando um em que o cara mais afeminado era ativo com o daddy. Pq eu queria estar nessa posição.
Por isso não sei se meu desejo atual pelo corpo twink seja apenas para suprir uma vontade de ser o ativo que nunca pude ser, devido a DE, ou se na verdade eu sou passivo mesmo e eu não deveria lutar contra esse desejo. Pq eu fui experimentar comigo mesmo prazer na próstata e gostei, mas tenho muito receio de alguém me machucar e me forçar se eu ficar nessa posição no sexo. Já que a P mostra como isso pode ser violento as vezes e como não tenho muita força física para resistir, eu fico com muito medo de ser abusado.

Eu acho que tô fazendo uma tempestade em copo d'água por causa disso, quando eu só precisava experimentar pra descobrir o que eu realmente gosto. Mas tudo isso é muito difícil pra mim.

Enfim, vou segui a dica do vic e criar outro contador, um para MO desencadeado por fetiches e um para P propriamente dita.

PS.:
- Não estou mais com o contato com meu ex, cheguei a ver alguns stories dele, mas não tive sentimentos ruins, até pq os stories não me deram gatilho, mas pretendo evitar mais eles.
- Estou puxando assunto com outras pessoas, para não focar tanto no passado e construir novas relações e amizades que deixei de lado, por tanto focar no meu ex, achando que ele precisava de mais atenção e me sentir presente na relação (um grande erro meu, pois ele não estava).
- Acabei vendo alguns gatilhos hoje, mas nada tão impactante que me levasse a PMO.
- Segui a dica do Rene sobre meditação antes de dormir, acho que ajudou um pouco, mas se alguém souber um aplicativo legal com meditação guiada, seria ótimo.
- Exercício, yoga, autoacolhimento e escrever sobre os pensamentos tem ajudado, porém ainda não é algo tão duradouro ao longo do dia. Alivia por um tempo depois tudo volta, principalmente quando estou tentando estudar e quando acordo na madrugada. Espero que isso vá melhorando aos poucos.

_______________________________________
____________________________________________________________________________

Rene.Gade e Luigi gostam desta mensagem

Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos