Diário do meu reboot

+11
Rapaz
Toguro
dcraig
Cavaleiro Oculto
Mestre Yoda
M.V
Blpr
Arahant
LB_Girl
Luis Santos
Projeto Lincoln 2016.
15 participantes
Ir para baixo
LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Diário do meu reboot

21/10/2015, 00:38
Bom, acho que como novata isso requer uma apresentação, não é?

Tenho 29 anos, e essa é minha segunda tentativa formal de reboot. Meu primeiro contato com pornografia foi aos 18, mas só tive o ímpeto de me masturbar aos 25. Não que eu passe muito tempo fazendo isso, mas a frequência me incomodou, em especial porque gosto de ter controle da maior parte dos aspectos da minha rotina. No meu caso, minha necessidade de PMO parece ser uma resposta a fatores hormonais + estresse. Tenho também um sentimento de culpa, embora não siga nenhuma religião e não entenda de onde veio isso. Um dos aspectos secundários também me incomodou, sendo que a falta de foco foi o principal. Não que eu seja muito focada, mas há muito tempo meu foco tem decaído por conta de estresse e eu não queria mais um motivo para piorar o problema.

Ouvi falar da ideia do reboot pela primeira vez ao ler uma matéria da BBC sobre vício em masturbação e pornografia, mas na época não dei importância embora o tempo tivesse me chamado a atenção. Mas me lembrei disso quando, em umperíodo muito atribulado notei que já estava há algum tempo sem PMO: quase dois meses. Foi quando me dispus a tentar prolongar até os 90 dias (e conheci o fórum, já passava por aqui como visitante e acompanhava os depoimentos). Porém, uma vez que me pressionei com o tempo acabei recaindo. No total, foram 60 dias sem PMO, sendo que aconteceu em periodo onde houve estresse intenso + tédio + fatores hormonais.

Uma vez que recaí com 60 dias, quis fazer minha primeira tentativa formal, porém não criei conta aqui nem nada. Queria fazer sozinha tratando como um problema particular e longe dos olhos dos outros mesmo sob anonimato. Recaí com 15 dias, mas notei que meu corpo não teve a mesma resposta ao PMO: não sei se devo atribuir ao momento hormonal ou a algum benefício do tempo longe.

Hoje então inicio minha segunda tentativa formal de reboot, dessa vez tentando contar com a ajuda de um grupo que tem o mesmo objetivo. E vamos lá!
Projeto Lincoln 2016.
Projeto Lincoln 2016.
Mensagens : 426
Data de inscrição : 31/07/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

21/10/2015, 14:56
Seja bem vinda aqui no forum,pode ter certeza que irás receber apoio e ajuda.Aqui é como uma familia.Fica firme.^_^

_______________________________________

"Quando se vir diante do vazio da abstinencia,alegre-se porque essa dor vai recriar seu novo extraordinário estilo de vida."




[/i]Clique Aqui para ver o meu diário.Sua sabedoria é bem vinda..
Luis Santos
Luis Santos
Membro Ilustre
Mensagens : 1288
Data de inscrição : 13/01/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

21/10/2015, 15:39
Bem vinda!

Leia o e-book, assista os vídeos do Gary Wilson, caso tenha feito isso desconsidere o que disse.

Mude a rotina que te levava a PMO, exemplo:

Não fique sozinha em casa
Não navegue a esmo na internet
Saia de salas de bate papo, exclua contatos (ou habilite o cel para não baixar arquivos automaticamente) de whatsapp que te enviem material pornográfico.
Instale os bloqueadores
Faça coisas novas que substituam rotina pôrno, pratique esporte, leia um livro, viaje, saia com amigos, visite familiares.

Abraço,
Luis Santos.

_______________________________________



https://docs.google.com/document/d/1e16jZBv1CEYco_rYgNzlwXdQt-WvuYhLAYuuQIsT_fQ/edit

Minimize as chances de dar errado que você maximizará as chances de dar certo. (Taaviin)

Meu diário: https://www.comoparar.com/t199p150-comecando-o-processo-de-reboot?highlight=Luis+Santos

História de sucesso: https://comoparar.forumeiros.com/t525-90-dias-completos-o-reboot-funciona
LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

21/10/2015, 17:21
SUB-ZERO 2015. escreveu:Seja bem vinda aqui no forum,pode ter certeza que irás receber apoio e ajuda.Aqui é como uma familia.Fica firme.^_^


Foi justamente por isso que eu cedi e resolvi participar. Tudo bem que eu esteja acostumada a fazer tudo sozinha (ou a querer dar conta de tudo sozinha), mas acho que no fim, tudo isso seja sobre padrões, não é? Se eu quero mudar um padrão, eu devo avaliar todos os outros que estejam a volta. Smile

_______________________________________
Diário do meu reboot Img?u=5616339771195392
LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

21/10/2015, 17:40
Luis santos escreveu:Bem vinda!

Leia o e-book, assista os vídeos do Gary Wilson, caso tenha feito isso desconsidere o que disse.

Mude a rotina que te levava a PMO, exemplo:

Não fique sozinha em casa
Não navegue a esmo na internet
Saia de salas de bate papo, exclua contatos (ou habilite o cel para não baixar arquivos automaticamente) de whatsapp que te enviem material pornográfico.
Instale os bloqueadores
Faça coisas novas que substituam  rotina pôrno, pratique esporte, leia um livro, viaje, saia com amigos, visite familiares.

Abraço,
Luis Santos.


Essa é uma boa questão, viu Luís? Os padrões que me levam a PMO são estranhos, então acho que vou precisar de algo a mais para sublimar os impulsos, quando eles surgirem.

Por exemplo, eu não gosto de contos ou livros com cenas de sexo ou amasso, assim como nunca procurei por material fotográfico (daqueles que vem no tumblr absolutamente do nada). Eles mais me incomodam do que me despertam algo. Então esse tipo de material nunca chegou a ser um gatilho pra mim.

Também não frequento salas de bate-papo ou chats, do mesmo modo como não tenho nenhum contato que envie material pornográfico. Do mesmo modo, mesmo que eu não tivesse esse problema com PMO, esse tipo de contato seria bloqueado. Nunca compartilhei ou contei a alguém sobre o interesse por pornografia, de modo que também é outro gatilho a menos.  

Mas o que me chama a atenção é que a vontade maior de recorrer a PMO acontece durante parte do ciclo menstrual. Como nunca conversei sobre isso com ninguém acho que não saberia explicar, mas é uma ocasião em que o corpo fica mais sensível a qualquer tipo de estímulo e a mente mais predisposta a colocar a vontade da MO de uma forma que me chame a atenção. É nesse período que tenho maior dificuldade em sublimar a vontade e transformá-la em outra coisa. Até aquilo que não me excitaria normalmente faz a mente dar uma volta, fazendo com que eu dê atenção para algo que antigamente não provocaria o menor interesse. Se eu conseguir superar o que acontece nesse período do ciclo, acho que eu conseguiria lidar melhor com o assunto e seguir facilmente nos outros períodos.

OBS: Já li o ebook na época em que era somente visitante do fórum, mas não assisti os vídeos. Vou dar uma olhada. Smile

_______________________________________
Diário do meu reboot Img?u=5616339771195392
Arahant
Arahant
Mensagens : 91
Data de inscrição : 30/07/2015
Idade : 37

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

21/10/2015, 18:46
LB_Girl escreveu: No meu caso, minha necessidade de PMO parece ser uma resposta a fatores hormonais + estresse. Tenho também um sentimento de culpa, embora não siga nenhuma religião e não entenda de onde veio isso... sendo que aconteceu em periodo onde houve estresse intenso + tédio + fatores hormonais.

Olá,
Seja bem vinda. Lendo o seu depoimento confirma mais coisa que depois de fazer o reboot.
Eu percebi que eu procurava PMO como uma droga mesmo para aliviar algum incômodo.... Tipo: um dia estressante? PMO, Levei um fora de uma paquera? PMO, Estava entediado? PMO. O pico de dopamina é muito forte, depois vem um relaxamento também. Isso é algo muito viciante.
Infelizmente crescemos ouvindo que masturbação é bom para se conhecer, que é saudável e etc, mas basta lembrar um pouco que veremos que na maioria das vezes não buscamos PMO por que estamos com tesão após uma aumento de salário ou outra notícia boa, e sim em momentos de estresse.

Fique atenta aos gatilhos.

Att.,
Arahant

_______________________________________
"E o que é esforço correto? Alguém gera desejo para que não surjam estados ruins e prejudiciais que ainda não surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça. Ele gera desejo em abandonar estados ruins e prejudiciais que já surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça... A isto se denomina esforço correto." Sidarta Gautama -- SN XLV.8

Diário do meu reboot Img?u=4913174436380672


Diário do meu reboot Img?u=4582766930821120
LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

21/10/2015, 19:14
Arahant escreveu:
LB_Girl escreveu: No meu caso, minha necessidade de PMO parece ser uma resposta a fatores hormonais + estresse. Tenho também um sentimento de culpa, embora não siga nenhuma religião e não entenda de onde veio isso... sendo que aconteceu em periodo onde houve estresse intenso + tédio + fatores hormonais.

Olá,
Seja bem vinda. Lendo o seu depoimento confirma mais coisa que depois de fazer o reboot.
Eu percebi que eu procurava PMO como uma droga mesmo para aliviar algum incômodo.... Tipo: um dia estressante? PMO, Levei um fora de uma paquera? PMO, Estava entediado? PMO. O pico de dopamina é muito forte, depois vem um relaxamento também. Isso é algo muito viciante.
Infelizmente crescemos ouvindo que masturbação é bom para se conhecer, que é saudável e etc, mas basta lembrar um pouco que veremos que na maioria das vezes não buscamos PMO por que estamos com tesão após uma aumento de salário ou outra notícia boa, e sim em momentos de estresse.

Fique atenta aos gatilhos.

Att.,
Arahant

Estou tentando ter mais consciência sobre meus gatilhos, mas é bem complicado. Nos últimos meses estive lendo sobre atenção plena, buscando meditação e etc, mas por conta da alta do estresse acabei deixando as leituras e o esforço de lado para resolver os problemas. O resultado é que agora é como se eu estivesse começando do zero nesse quesito.

Antes, boa parte do tempo que passei sem PMO, mesmo sem uma tentativa formal de reboot foi graças a esse esforço, mas agora que perdi grande parte da minha privacidade, pelo menos por enquanto está difícil meditar. A vantagem é que a perda da privacidade diminui minhas chances de recaída, mas preciso voltar aos esforços de atenção plena para ganhar mais forças contra os gatilhos.

_______________________________________
Diário do meu reboot Img?u=5616339771195392
Arahant
Arahant
Mensagens : 91
Data de inscrição : 30/07/2015
Idade : 37

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

21/10/2015, 19:34
LB_Girl escreveu:
Estou tentando ter mais consciência sobre meus gatilhos, mas é bem complicado. Nos últimos meses estive lendo sobre atenção plena, buscando meditação e etc, mas por conta da alta do estresse acabei deixando as leituras e o esforço de lado para resolver os problemas. O resultado é que agora é como se eu estivesse começando do zero nesse quesito.

Antes, boa parte do tempo que passei sem PMO, mesmo sem uma tentativa formal de reboot foi graças a esse esforço, mas agora que perdi grande parte da minha privacidade, pelo menos por enquanto está difícil meditar. A vantagem é que a perda da privacidade diminui minhas chances de recaída, mas preciso voltar aos esforços de atenção plena para ganhar mais forças contra os gatilhos.

Olá LB_Girl,

Pelo meu avatar você pode ter uma ideia. Eu pratico meditação faz muito tempo, já fiz retiros e etc. Mas durante o reboot a coisa pegou pesado e agora pratico pelo menos 30 minutos por dia de "atenção plena". Eu já fiz dezenas de tipos de meditação mas foi esta que está fazendo mais efeito.

Eu instalei o aplicativo https://insighttimer.com/ ele é ótimo.

Existem várias meditações guiadas, algumas em português. A pratica da atenção plena de alguma forma está "enfraquecendo" as fissuras.

Veja bem, ficar sentado somente atento a respiração e nas sensações procurando não se movimentar, na verdade é um exercício de "prestar atenção" em como a nossa mente procura se "aliviar" de um desconforto, por exemplo, uma coceira no rosto, o primeiro impulso é se mexer e ceder a sensação de alívio após coçar, mas se você não reagir automaticamente e procurar observar a sensação sem lutar com ela, ela vai embora, pois de alguma forma você não está alimentando o impulso. Começando com o treinamento para as pequenas coisas, aos poucos você vai desfazer o circuito do impulso pelo alívio do PMO.

Qualquer dúvida pode contar comigo.

Att.,
Arahant

_______________________________________
"E o que é esforço correto? Alguém gera desejo para que não surjam estados ruins e prejudiciais que ainda não surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça. Ele gera desejo em abandonar estados ruins e prejudiciais que já surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça... A isto se denomina esforço correto." Sidarta Gautama -- SN XLV.8

Diário do meu reboot Img?u=4913174436380672


Diário do meu reboot Img?u=4582766930821120
LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

21/10/2015, 20:21
[quote="Arahant"]
LB_Girl escreveu:

Olá LB_Girl,

Pelo meu avatar você pode ter uma ideia. Eu pratico meditação faz muito tempo, já fiz retiros e etc. Mas durante o reboot a coisa pegou pesado e agora pratico pelo menos 30 minutos por dia de "atenção plena". Eu já fiz dezenas de tipos de meditação mas foi esta que está fazendo mais efeito.

Eu instalei o aplicativo https://insighttimer.com/ ele é ótimo.

Existem várias meditações guiadas, algumas em português. A pratica da atenção plena de alguma forma está "enfraquecendo" as fissuras.

Veja bem, ficar sentado somente atento a respiração e nas sensações procurando não se movimentar, na verdade é um exercício de "prestar atenção" em como a nossa mente procura se "aliviar" de um desconforto, por exemplo, uma coceira no rosto, o primeiro impulso é se mexer e ceder a sensação de alívio após coçar, mas se você não reagir automaticamente e procurar observar a sensação sem lutar com ela, ela vai embora, pois de alguma forma você não está alimentando o impulso. Começando com o treinamento para as pequenas coisas, aos poucos você vai desfazer o circuito do impulso pelo alívio do PMO.


Eu nunca tinha ouvido falar sobre esse app! Acabei de baixar e vou testar mais tarde.

Até pouco tempo, o exercício da respiração estava funcionando muito bem pra mim, mas desde o fim da 'primeira situação estressante' e na qual tive que deixar a prática de lado, agora é como começar do zero. É frustrante, mas não é impossível, então continuarei tentando.

Obrigada!

_______________________________________
Diário do meu reboot Img?u=5616339771195392
Arahant
Arahant
Mensagens : 91
Data de inscrição : 30/07/2015
Idade : 37

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

21/10/2015, 20:32
Como eu disse, a prática é feita para vencer os "pequenas situações", tipo coceira, sono, má vontade, e etc. Mas com o tempo as "grandes situações" não vão abalar tanto.
A minha "meditation list" é basicamente esta.

Diário do meu reboot 59wopi

Bom proveito.

Arahant

_______________________________________
"E o que é esforço correto? Alguém gera desejo para que não surjam estados ruins e prejudiciais que ainda não surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça. Ele gera desejo em abandonar estados ruins e prejudiciais que já surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça... A isto se denomina esforço correto." Sidarta Gautama -- SN XLV.8

Diário do meu reboot Img?u=4913174436380672


Diário do meu reboot Img?u=4582766930821120
LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

22/10/2015, 01:35
Arahant escreveu:Como eu disse, a prática é feita para vencer os "pequenas situações", tipo coceira, sono, má vontade, e etc. Mas com o tempo as "grandes situações" não vão abalar tanto.

Vou testar assim que der. O bom é que eu também tenho algumas no meu celular, então agora falta eu conseguir me abrir mais para voltar ao ponto onde parei e então continuar seguindo.

Obrigada!

_______________________________________
Diário do meu reboot Img?u=5616339771195392
LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

23/10/2015, 00:09
Hoje foi um dia calmo. Nada demais acontecendo, nenhum estresse grave nem nenhuma vontade ou necessidade. Não foi um dos dias em que a coisa sai do controle. Hormonalmente falando, tudo parece normal por hora. Infelizmente ainda não compreendi o ciclo o suficiente para identificar os dias em que tudo vira gatilho: eles não são tantos assim, mas são intensos.

Seguindo na leitura sobre meditação conforme indicaram e tentando escutar meditações guiadas. Por hora, nenhuma dificuldade. Os dias chatos não começaram ainda (ok, meio pretensioso falar desse modo visto que meu contador está nessa posição inicial) e é para esses dias que estou tentando me preparar mentalmente.

_______________________________________
Diário do meu reboot Img?u=5616339771195392
Luis Santos
Luis Santos
Membro Ilustre
Mensagens : 1288
Data de inscrição : 13/01/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

26/10/2015, 12:28
Os primeiros dias são os mais tensos,principalmente as três primeiras semanas, no entanto continue firme que as coisas irão dar certo. Foco e disciplina sempre.

Fique sempre atenta quanto aos gatilhos, identificá-los e bloqueá-los é indispensável, fique atenta aos momentos em que bater a vontade de consumir PMO, se é quando fica triste, se é quando fica sozinha em casa e etc.



Abraço,
Luis.

_______________________________________



https://docs.google.com/document/d/1e16jZBv1CEYco_rYgNzlwXdQt-WvuYhLAYuuQIsT_fQ/edit

Minimize as chances de dar errado que você maximizará as chances de dar certo. (Taaviin)

Meu diário: https://www.comoparar.com/t199p150-comecando-o-processo-de-reboot?highlight=Luis+Santos

História de sucesso: https://comoparar.forumeiros.com/t525-90-dias-completos-o-reboot-funciona
LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

27/10/2015, 01:16
Luis santos escreveu:Os primeiros dias são os mais tensos,principalmente as três primeiras semanas, no entanto continue firme que as coisas irão dar certo. Foco e disciplina sempre.  

Fique sempre atenta quanto aos gatilhos, identificá-los e bloqueá-los é indispensável, fique atenta aos momentos em que bater a vontade de consumir PMO, se é quando fica triste, se é quando fica sozinha em casa e etc. .

Estou tentando fazer alguns ajustes de rotina para identificar os momentos de gatilho potencial. Tenho também tentado meditar e 'concentrar no tempo presente' para ficar mais atenta para não responder ao gatilho e tentando analisar meu ciclo pra notar quais são os dias mais prováveis de ter mais sensibilidade. (já observei que, no meu caso, o ciclo menstrual muito a ver com as chances de recair)

Outra coisa que notei é que não posso ficar contando os dias. Quanto mais eu conto, mais fico ansiosa. Claro, isso não tem a ver com o contador (o contador do fórum me anima), mas com o fato de ter um calendário por perto e ficar "faltam X dias pra terminar o reboot". É o tipo de pensamento que não posso ter. O tipo de pensamento errado e que me fez ter problemas e recair no dia 60 de uma tentativa informal (que eu notei que não praticava há muito tempo e tentei estender aos 90 dias).

Eu fiquei uns dias sem escrever no diário do reboot porque não estava sentindo nada nem estava acontecendo nada relevante ou que chamasse a atenção, então preferi poupar quem lê de coisas repetitivas. Mas acho que talvez em breve eu tenha mais o que escrever.

Obrigada!

_______________________________________
Diário do meu reboot Img?u=5616339771195392
Arahant
Arahant
Mensagens : 91
Data de inscrição : 30/07/2015
Idade : 37

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

27/10/2015, 08:54
Olá,

Você já identificou um gatilho de ansiedade muito importante, a expectativa do fim do reboot contando dias. Lembre-se, a meta de 90 dias é apenas um valor médio, algumas pessoas podem levar menos dias para se recuperar, e outras podem levar mais, não há problema algum nisso. Portanto não racional contar os dias para o término do reboot e você já viu que é um gatilho de ansiedade.
Por isso eu coloquei o meu contador sem meta, assim, no maior estilo Alcoólicos Anônimos, cada dia é uma vitória em uma meta de "nunca mais", então quanto maior o número de dias, mais forte eu me sinto ao olhar para o contador.


Att..,
Arahant

_______________________________________
"E o que é esforço correto? Alguém gera desejo para que não surjam estados ruins e prejudiciais que ainda não surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça. Ele gera desejo em abandonar estados ruins e prejudiciais que já surgiram e ele se aplica, estimula a sua energia, empenha a sua mente e se esforça... A isto se denomina esforço correto." Sidarta Gautama -- SN XLV.8

Diário do meu reboot Img?u=4913174436380672


Diário do meu reboot Img?u=4582766930821120
LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

27/10/2015, 16:09
Arahant escreveu:Olá,

Você já identificou um gatilho de ansiedade muito importante, a expectativa do fim do reboot contando dias. Lembre-se, a meta de 90 dias é apenas um valor médio, algumas pessoas podem levar menos dias para se recuperar, e outras podem levar mais, não há problema algum nisso. Portanto não racional contar os dias para o término do reboot e você já viu que é um gatilho de ansiedade.
Por isso eu coloquei o meu contador sem meta, assim, no maior estilo Alcoólicos Anônimos, cada dia é uma vitória em uma meta de "nunca mais", então quanto maior o número de dias, mais forte eu me sinto ao olhar para o contador.

Sim! Esse tipo de contador é uma boa ideia para quem sente essa ansiedade. No meu caso, o contador gráfico, como o meu não me incomoda. Fico bem em olhar pra ele e ver o verde preenchido no gráfico. É gratificante e não me dá a ansiedade de contagem regressiva. Mas lembro que quando comecei o reboot informal e os problemas de estresse passaram a me incomodar, eu olhava para o calendário que tenho por perto e ficava "em X dias poderei voltar minha vida ao normal", como se isso significasse, "no final desses 90 dias vou poder fazer de novo". E durante esses dias em que o estresse pegou pesado eu ia para a frente do calendário e contava quantos dias estavam faltando, as vezes mais de uma ou duas vezes por dia. Então eu estava dando atenção a situação de uma forma errada e não saudável.

Esse é o tipo de pensamento completamente errado pra quem se envolve em um reboot ou está em tratamento para qualquer outro tipo de vício. Então esse foi o primeiro gatilho para qual estou tentando me preparar. Por hora não tive nenhum problema, mas está cedo para falar.

_______________________________________
Diário do meu reboot Img?u=5616339771195392
LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

14/11/2015, 06:24
Fiquei algum tempo sem escrever porque não tinha nada de novo para contar e os dias não estavam sendo problemáticos. Eu não tinha vontade, não tive problema com gatilhos, e tive alguns (vários) momentos de estresse que me deixaram ocupada demais. Mas agora parece que está mudando de figura, porque está sendo complicado.

Ontem comecei a 'pensar' no assunto. Começou do nada, creio que seja o ciclo hormonal agindo. Coisas que não seriam gatilho pra mim começaram a despertar atenção do meu cérebro. Como se ele estivesse se preparando para me convencer a recair. E esses que são os dias mais complicados pra mim, mesmo sabendo o que meu cérebro está armando. Shocked

Alguém tem uma dica do que posso fazer pra amenizar o problema? Acho que isso vai durar mais tempo do que imaginei.

_______________________________________
Diário do meu reboot Img?u=5616339771195392
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

14/11/2015, 08:26
Bom dia, menina.
Eis uma das dificuldades  no reeboot: o momento inocente que damos vazão às fantasias.
Na página 176 do e-book há um relato de uma mulher cujo momento mais difícil eram no dia dos "hormônios".  Um dos gatilhos para quedas está justamente nas fantasias. O cérebro condicionado pela PMO sente fome e pede comida. É nessas horas que você deve  mostrar quem comanda sua vida: ou você ou o vício. Se esses pensamentos "inocentes" surgem, não dê importância a eles. Pense em outras coisas, faça outra coisa. A natureza do reeboot é de combate. É uma luta.

No reeboot, há muitas oscilações de humor. Há dias tranquilos e outros muito ruins, principalmente nos dias que não estamos bem. Nestes momentos somos suscetíveis a recaídas e, em 90% das situações somos nós que criamos condições para queda. Pode haver fantasias, mas o fato de nós alimentarmos essas fantasias gera recaída. Pode haver dias que a libido volta a mil, mas se a gente não canalizar essa libido em outras atividades, essa energia fica frustrada e assim caímos na PMO.

O e-book é claro em dizer que fantasiar não é salutar ao processo porque isso religa as conexões neurais relacionadas a PMO. Na página 136 do e-book, questão 31, trata de forma eficaz a questão de não fantasiar.

A vida é isso. Tem momentos de dor e desconforto, e para nós a PMO era um momento de refúgio e alívio. Mas isso é um momento de nossa autodestruição de prazer ilusório e temporário. Então, se temos momentos ruins na vida, preencha esses momentos com prazer de verdade, com algo que te faça feliz e os problemas que se danem.

Sucesso na sua jornada!

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


Luis Santos
Luis Santos
Membro Ilustre
Mensagens : 1288
Data de inscrição : 13/01/2015

Diário do meu reboot Empty Dica.

15/11/2015, 18:57
LB_Girl

Comigo, sempre deu certo ocupar meu tempo quando vinham as fantasias e os desejos de consumir pornografia. Sei que seu "problema" é por conta dos hormônios. Porém,essa dica também pode servir. Já pensou em tomar algum remédio natural pra ver se ajuda a controlar seus hormônios? Algumas mulheres possuem um ciclo menstrual muito forte e para ajudar a controlá-lo fazem uso de remédios naturais que ajudam a controlar alguns efeitos desse período. Atividade física também ajuda.

Abraço,
boa sorte.

_______________________________________



https://docs.google.com/document/d/1e16jZBv1CEYco_rYgNzlwXdQt-WvuYhLAYuuQIsT_fQ/edit

Minimize as chances de dar errado que você maximizará as chances de dar certo. (Taaviin)

Meu diário: https://www.comoparar.com/t199p150-comecando-o-processo-de-reboot?highlight=Luis+Santos

História de sucesso: https://comoparar.forumeiros.com/t525-90-dias-completos-o-reboot-funciona
LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

16/11/2015, 06:08
Brlp escreveu: No reeboot, há muitas oscilações de humor. Há dias tranquilos e outros muito ruins, principalmente nos dias que não estamos bem. Nestes momentos somos suscetíveis a recaídas e, em 90% das situações somos nós que criamos condições para queda. Pode haver fantasias, mas o fato de nós alimentarmos essas fantasias gera recaída. Pode haver dias que a libido volta a mil, mas se a gente não canalizar essa libido em outras atividades, essa energia fica frustrada e assim caímos na PMO.

Olha, é bem isso, viu? Eu estou sob muito estresse e que só deve acabar no fim desse mês, e estou enlouquecendo por antecedência porque surgiram muitas coisas para resolver de última hora e completamente imprevisto. E ainda por cima lidando com estresse de outras pessoas.

A minha vantagem (creio que seja uma vantagem) é que não consigo 'fantasiar' assim, só na imaginação. Eu preciso do apelo visual, seja vídeo ou foto, então quando o pensamento vem, mesmo eu tentando, não é uma coisa que eu consigo levar por mais que dois minutos. As vezes é mais lembrar de uma cena em específico, mas mesmo assim a memória não ajuda. O bloqueador me impede de procurar, então me sinto segura nesse ponto, mas o fato de ter os pensamentos me atrapalhando no meio desse estresse todo me incomoda. Praticar atenção plena no meio disso tudo está me fazendo ter vontade de jogar as coisas no alto, e não de me concentrar em resolver.

Mas sim, vou seguir o conselho e tentar me ocupar ao máximo. :-)

_______________________________________
Diário do meu reboot Img?u=5616339771195392
LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

16/11/2015, 06:11
Luis Santos escreveu:
Comigo, sempre deu certo ocupar meu tempo quando vinham as fantasias e os desejos de consumir pornografia. Sei que seu "problema" é por conta dos hormônios. Porém,essa dica também pode servir. Já pensou em tomar algum remédio natural pra ver se ajuda a controlar seus hormônios? Algumas mulheres possuem um ciclo menstrual muito forte e para ajudar a controlá-lo fazem uso de remédios naturais que ajudam a controlar alguns efeitos desse período. Atividade física também ajuda.

Eu estava para procurar uma ginecologista quando começou essa coisa toda do estresse e me tirou o tempo que eu tinha. Infelizmente meu tempo está ocupado por inteiro até o fim do mês e nem é por algo que eu goste, e isso está acabando comigo. Sabe quando tudo dá errado de uma vez só? É mais ou menos isso.

Eu vou tentar a atividade física enquanto isso. Preciso canalizar essa energia de algum modo.

Obrigada!

_______________________________________
Diário do meu reboot Img?u=5616339771195392
LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

16/11/2015, 16:46
Hoje o meu cérebro começou a zoar pesado. Eu pensei muito no reboot nos últimos três dias e na última noite eu sonhei que recaía e com a cena que P que eu assisti com alguma exatidão. Fiquei aborrecida pela falha e estava remoendo até a hora que eu notei que era um sonho.

Foi um super alívio mesmo, mas acho que vou precisar de uma maneira de evitar o sonho. Não foi nem pra dizer que era um sonho erótico, como a maioria tem, mas foi mesmo um sonho de PMO. Preocupada de acontecer de novo, mas não perceber que era um sonho. (esse tipo de coisa as vezes acontece comigo)

_______________________________________
Diário do meu reboot Img?u=5616339771195392
M.V
M.V
Mensagens : 1799
Data de inscrição : 02/10/2015
Idade : 40

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

16/11/2015, 21:01
LB_Girl escreveu:Hoje o meu cérebro começou a zoar pesado. Eu pensei muito no reboot nos últimos três dias e na última noite eu sonhei que recaía e com a cena que P que eu assisti com alguma exatidão. Fiquei aborrecida pela falha e estava remoendo até a hora que eu notei que era um sonho.

Foi um super alívio mesmo, mas acho que vou precisar de uma maneira de evitar o sonho. Não foi nem pra dizer que era um sonho erótico, como a maioria tem, mas foi mesmo um sonho de PMO. Preocupada de acontecer de novo, mas não perceber que era um sonho. (esse tipo de coisa as vezes acontece comigo)  

Olá LB_Girl, Resista à dor da tentação e jamais subestime o inimigo. Pratique uma atividade física, no meu Reboot a academia tem me ajudado bastante, malhei pela manhã e já estou com vontade de malhar de novo. Estava indo 4 dias por semana, creio que agora vou aumentar a frequencia, porque é muita energia sobrando. Além disso estudo todos os dias até meia noite, estou vivendo uma paz de espírito como nunca vivi na vida. Salve o Reboot. Força aí Guerreira!!!

_______________________________________
Montanha reboot escalada a partir de  Sab 26 Out /2019 - 11:30:
1 montanha (90 dias)

" A PORNOGRAFIA MATA O AMOR" ... (ANTONIO71)

"DESPRESSURIZE SUA MENTE DO PRAZER ENGANOSO DA PMO"

..."É MELHOR SER ESCRAVO DOS BLOQUEADORES QUE SER ESCRAVO DA PORNOGRAFIA"... (PROJETO, TOGURO)

ABÇS E SUCESSO NESSA JORNADA!!!

Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

16/11/2015, 21:10
Não se preocupe com sonhos eróticos ou que tenham qualquer conteúdo sexual. Muitos reebooters já relataram sonhos assim e o alívio é que não passou mesmo de um sonho. Também já tive vários, mas é natural durante a abstinência. Estamos despertos na luta.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


LB_Girl
LB_Girl
Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/10/2015

Diário do meu reboot Empty Re: Diário do meu reboot

16/11/2015, 22:22
LB_Girl escreveu:

Olá LB_Girl, Resista à dor da tentação e jamais subestime o inimigo. Pratique uma atividade física, no meu Reboot a academia tem me ajudado bastante, malhei pela manhã e já estou com vontade de malhar de novo. Estava indo 4 dias por semana, creio que agora vou aumentar a frequencia, porque é muita energia sobrando. Além disso estudo todos os dias até meia noite, estou vivendo uma paz de espírito como nunca vivi na vida. Salve o Reboot. Força aí Guerreira!!!

É o meu plano, cara! Só que a minha vida só voltará a ser minha quando esse mês acabar. Até lá preciso resistir ao estresse. Acredita que minha mente durante o sonho entrou no tal processo de negociação que o ebook tanto fala na página 136/137? É estranho ver friamente o que sua mente é capaz de fazer mesmo em sonho.

_______________________________________
Diário do meu reboot Img?u=5616339771195392
Ir para o topo
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos