Ir para baixo
Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Dez anos sangrando

1/12/2015, 23:16
Peço desculpas se este relato ficar extenso, ou algo chato, mas tenho que escrever todas estas memórias. Preciso desabafar, tirar tudo isto de dentro da minha mente. Isto tudo está me matando por dentro, me intoxica feito veneno. Também não vou poupar detalhes, vou contar tudo o que me atormenta e colocar tudo para fora de uma vez por todas. Acredito que este seja o espaço perfeito para eu fazer isso, e o momento também.                                            
 Aqui vai o relato cru e sem nenhum retoque de um homem de 25 anos que hoje é solitário, sem amigos, virgem, e que nunca tocou ou beijou o corpo de uma mulher de verdade. Alguém que sente o próprio corpo fraco e a energia feita a de um zumbi, preso à um vício por 10 anos.                                                                  
Minha história com a masturbação começou por volta dos 7 anos. Um dia, acidentalmente, eu esfreguei meu pênis e aquele tipo de “arrepio” me deixou absolutamente fascinado, nem imaginava o que poderia ser aquilo, mas só me lembro que a sensação era extremamente gostosa. Passei desde então, a procurar por aquilo de novo, e de novo. O resultado disto, é que antes dos 10 anos, já era um viciado em esfregar os meus genitais.                                                  
Me lembro, de ficar deitado em minha cama de bruços, tentado sentir novamente aquela sensação. Meu corpo suava, e como não sabia como me masturbar direito, só ficava roçando meu pênis no colchão. E é claro, não chegava a ejacular ou ter um orgasmo. Nesta época, na escola, conseguia me divertir com as outras crianças e até mesmo falar com as meninas, dançar com elas nas festinhas. Posso dizer que minha infância foi muito, mas muito feliz. Hoje quando penso nisto, sinto vontade de chorar, de tanta saudade. Acredito que foi o período mais feliz de toda minha vida.                                                                                                          
 Com 9 anos, já sabia o que era pornografia e tinha conseguido ejacular pela primeira vez. Havia uma locadora perto de minha casa, e nos finais de semana, sempre pegava filmes para assistir, e a parte dos filmes adultos ficava em um canto, nos fundos da mesma. Um dia, consegui entrar nesta área e ver as imagens dos filmes, atrás das cartelas dos VHS(s). Eu não consegui tirar aquelas imagens de sexo da minha cabeça, durante o resto do dia. Foi algo que me hipnotizou profundamente. Se arrependimento matasse...                                                      
Por volta dos 12 anos, as coisas começaram a ficar bem mais sérias. Meu pai conseguiu um aparelho de TV à cabo, em que pegava um famoso canal pornográfico. Bom, aquilo foi para mim, a porta para o paraíso. Esperava meus país saírem de casa, e me masturbava loucamente com toda aquela porcaria. As imagens de sexo me deixavam maluco, e eu só queria mais e mais. Nesta mesma época, comecei a praticar tênis com meu irmão. Eu até me consideraria um menino bem sociável, pois frequentava o clube, conseguia falar com outras pessoas,e ter uma vida até bem agradável. O clube é dividido em duas partes, uma fica as quadras e na outra, piscinas e o restaurante. Depois dos treinos, ia até a piscina tomar um banho. Quando via as mulheres de biquíni, sentia uma atração enorme, tinha até ereções. Só esperava chegar em casa, e começar a me masturbar pensando nelas. Acredito, que já começava a ver elas como mero objetos sexuais.                            
Com esta mesma idade, comprei minha primeira Playboy e isto só intensificou minha busca por erotismo, pornografia e sexo. Ficava acordado até tarde, para ver programas de erotismo sem sexo, apenas mulheres tirando a roupa.                                  
                                                         
Aos 14 anos, minha rotina não mudou muito. Era escola de manhã, tênis de tarde, e masturbação de noite. Agora, eu conseguia me masturbar mais de uma vez por sessão. Nem imaginava, que esta merda toda estava modificando o sistema dopaminérgico do meu cérebro. Neste período, me mudei com minha família para outra casa e,  ainda não possuía internet banda larga. Minha principal fonte de excitação era ficar olhando desfiles de lingerie na televisão. Outro fato que se deu início em minha vida, foi o abandono do tênis em prol de ficar sozinho em casa para poder me masturbar.                                              
 Quando completei 15 anos,  se iniciou, de fato, o vício em minha vida. Agora, tinha internet em casa e pornografia quando quisesse. Me lembro de usar o Orkut para procurar conteúdo adulto e as chamadas comunidades e perfis de decotes. Isto eram perfis que adicionavam mulheres, na maior parte vulgares, usando decotes e se exibindo na rede social. Perdi a conta de quanto destes perfis eu criei afim de me masturbar para as fotos das mulheres. Creio que mais de 20.                              
No ano seguinte, aos 16 anos, descobri como baixar filmes pornográficos e os sites de vídeos stream. Aí foi só festa. Durante as aulas, no ensino médio, ficava pensando qual filme iria assistir quando chegasse em casa. Minhas notas despencaram, já tinha começado a me tornar antissocial e extremamente nervoso perto das garotas. Comecei também a desenvolver acne severa no rosto. Isto somado com o vício, me deixava em pedaços. Foi uma época extremamente dura para mim.                          
 Dois anos depois, com 18 anos então, minha vida estava totalmente entregue ao vício. Já não praticava nenhuma atividade física, os amigos tinha escasseado de vez e a masturbação só aumentava. Tinha acabado o ensino médio e me isolava quase que o dia inteiro dentro de casa, na frente de uma tela de computador. Mulheres eu só via através de fotos e dos filmes.                                                            
 Aos 20 anos, entrei para a faculdade. Parecia que minha vida estava melhorando e estava. Comecei novamente a falar com as pessoas, fazer novos amigos, mas a minha droga me acompanhava cada vez mais. Agora, eu tinha descoberto algo que me tornaria “infalível” com as mulheres, as chamadas comunidades de sedução, ou pick-up artists, os famosos PUAS. Pura balela. Quando tentava colocar em prática todo aquele monte de baboseira, simplesmente não conseguia, pois minha ansiedade chegava a níveis exorbitantes. Era inimaginável para mim chegar em uma mulher e falar com ela. Isto me deixava extremamente aborrecido e deprimido. Mais uma vez, a masturbação era minha válvula de escape.                                                              

Vou pular para 3 anos à frente, agora tenho 23 anos e um fato importante aconteceu em minha vida. Consegui desde que descobri o reboot em 2011, meu maior número de dias sem PMO, foram 48 ao todo.  Me senti extremamente feliz e contente comigo mesmo, de uma vez por todas, parecia que finalmente, eu conseguiria vencer o vício, mas fui extremamente desonesto comigo mesmo e recai. Me lembro de ter chorado muito, mas muito mesmo quando isso aconteceu. Aliás, já perdi as contas de quantas vezes, esta merda me fez chorar.

Agora, hoje as 25 anos, estou formado e desempregado. Não tenho contato com meus amigos. Acredito que neste ano já devo ter me masturbado mais de 200 vezes. Meu ano se resume em ficar o dia todo em casa, na frente da tela do computador, me masturbando. Tem dias que parece que meu corpo vai se partir ao meio. Não tenho mais nem ideia do que é ter uma ereção pela manhã. Me apaixonar por alguém, esquece. Joguei um ano inteiro de minha vida fora, e 10 ao todo.Tenho até medo de calcular o tempo total desperdiçado com esta droga.        
                                       
Na próxima semana, completo 26 anos de idade, e não quero mais esta merda para minha vida. Não vou mais aguentar passar 10 anos deste jeito. 10 anos mentindo para mim mesmo, me maltratando, perdendo oportunidades de fazer amigos, de conhecer mulheres incríveis. Chega. Quando penso nas mulheres, eu só queria alguém para andar junto. Alguém para abraçar, para me perguntar como foi meu dia quando eu chegasse em casa, alguém para contar meus sonhos, medos e sentimentos. Uma pessoa com que eu pudesse compartilhar minha vida.  
                           
Sinto que estou soterrado por um monte de lixo. Não aguento mais este tipo de vida, ou melhor, isto não é viver. Isto já está absolutamente esgotado, não me dá mais nada, além de dor e sofrimento.                                                                    
Acredito que chegou o momento de uma vez por todas de mudar. Minha vida nunca mais vai ser como é ou como foi. Vou simplesmente aniquilar meu passado e meu eu viciado vai se ir junto com ele. Custe o que custar, vou passar por cima de tudo isso. Vou colocar minha alma e coração para sair desta situação. Não consigo mais viver como um moribundo. 10 anos é muita coisa. Vai construir a melhor versão de mim mesmo e viver uma vida incrível. Se fui capaz de construir toda esta droga, sou capaz de destruí-la também.              
                     
 Peço desculpas mais uma vez, se meu texto ficou muito longo, mas eu precisa ter feito isso, ter colocado para fora todas estas lembranças. Com vocês eu sinto que posso falar sobre o assunto.
Daqui à 90 dias, vou escrever meu relato nas histórias de sucesso do blog.
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

2/12/2015, 00:10
Templário97 escreveu:Peço desculpas se este relato ficar extenso, ou algo chato, mas tenho que escrever todas estas memórias. Preciso desabafar, tirar tudo isto de dentro da minha mente. Isto tudo está me matando por dentro, me intoxica feito veneno. Também não vou poupar detalhes, vou contar tudo o que me atormenta e colocar tudo para fora de uma vez por todas. Acredito que este seja o espaço perfeito para eu fazer isso, e o momento também.                                            
 Aqui vai o relato cru e sem nenhum retoque de um homem de 25 anos que hoje é solitário, sem amigos, virgem, e que nunca tocou ou beijou o corpo de uma mulher de verdade. Alguém que sente o próprio corpo fraco e a energia feita a de um zumbi, preso à um vício por 10 anos.                                                                  
Minha história com a masturbação começou por volta dos 7 anos. Um dia, acidentalmente, eu esfreguei meu pênis e aquele tipo de “arrepio” me deixou absolutamente fascinado, nem imaginava o que poderia ser aquilo, mas só me lembro que a sensação era extremamente gostosa. Passei desde então, a procurar por aquilo de novo, e de novo. O resultado disto, é que antes dos 10 anos, já era um viciado em esfregar os meus genitais.                                                  
Me lembro, de ficar deitado em minha cama de bruços, tentado sentir novamente aquela sensação. Meu corpo suava, e como não sabia como me masturbar direito, só ficava roçando meu pênis no colchão. E é claro, não chegava a ejacular ou ter um orgasmo. Nesta época, na escola, conseguia me divertir com as outras crianças e até mesmo falar com as meninas, dançar com elas nas festinhas. Posso dizer que minha infância foi muito, mas muito feliz. Hoje quando penso nisto, sinto vontade de chorar, de tanta saudade. Acredito que foi o período mais feliz de toda minha vida.                                                                                                          
 Com 9 anos, já sabia o que era pornografia e tinha conseguido ejacular pela primeira vez. Havia uma locadora perto de minha casa, e nos finais de semana, sempre pegava filmes para assistir, e a parte dos filmes adultos ficava em um canto, nos fundos da mesma. Um dia, consegui entrar nesta área e ver as imagens dos filmes, atrás das cartelas dos VHS(s). Eu não consegui tirar aquelas imagens de sexo da minha cabeça, durante o resto do dia. Foi algo que me hipnotizou profundamente. Se arrependimento matasse...                                                      
Por volta dos 12 anos, as coisas começaram a ficar bem mais sérias. Meu pai conseguiu um aparelho de TV à cabo, em que pegava um famoso canal pornográfico. Bom, aquilo foi para mim, a porta para o paraíso. Esperava meus país saírem de casa, e me masturbava loucamente com toda aquela porcaria. As imagens de sexo me deixavam maluco, e eu só queria mais e mais. Nesta mesma época, comecei a praticar tênis com meu irmão. Eu até me consideraria um menino bem sociável, pois frequentava o clube, conseguia falar com outras pessoas,e ter uma vida até bem agradável. O clube é dividido em duas partes, uma fica as quadras e na outra, piscinas e o restaurante. Depois dos treinos, ia até a piscina tomar um banho. Quando via as mulheres de biquíni, sentia uma atração enorme, tinha até ereções. Só esperava chegar em casa, e começar a me masturbar pensando nelas. Acredito, que já começava a ver elas como mero objetos sexuais.                            
Com esta mesma idade, comprei minha primeira Playboy e isto só intensificou minha busca por erotismo, pornografia e sexo. Ficava acordado até tarde, para ver programas de erotismo sem sexo, apenas mulheres tirando a roupa.                                  
                                                         
Aos 14 anos, minha rotina não mudou muito. Era escola de manhã, tênis de tarde, e masturbação de noite. Agora, eu conseguia me masturbar mais de uma vez por sessão. Nem imaginava, que esta merda toda estava modificando o sistema dopaminérgico do meu cérebro. Neste período, me mudei com minha família para outra casa e,  ainda não possuía internet banda larga. Minha principal fonte de excitação era ficar olhando desfiles de lingerie na televisão. Outro fato que se deu início em minha vida, foi o abandono do tênis em prol de ficar sozinho em casa para poder me masturbar.                                              
 Quando completei 15 anos,  se iniciou, de fato, o vício em minha vida. Agora, tinha internet em casa e pornografia quando quisesse. Me lembro de usar o Orkut para procurar conteúdo adulto e as chamadas comunidades e perfis de decotes. Isto eram perfis que adicionavam mulheres, na maior parte vulgares, usando decotes e se exibindo na rede social. Perdi a conta de quanto destes perfis eu criei afim de me masturbar para as fotos das mulheres. Creio que mais de 20.                              
No ano seguinte, aos 16 anos, descobri como baixar filmes pornográficos e os sites de vídeos stream. Aí foi só festa. Durante as aulas, no ensino médio, ficava pensando qual filme iria assistir quando chegasse em casa. Minhas notas despencaram, já tinha começado a me tornar antissocial e extremamente nervoso perto das garotas. Comecei também a desenvolver acne severa no rosto. Isto somado com o vício, me deixava em pedaços. Foi uma época extremamente dura para mim.                          
 Dois anos depois, com 18 anos então, minha vida estava totalmente entregue ao vício. Já não praticava nenhuma atividade física, os amigos tinha escasseado de vez e a masturbação só aumentava. Tinha acabado o ensino médio e me isolava quase que o dia inteiro dentro de casa, na frente de uma tela de computador. Mulheres eu só via através de fotos e dos filmes.                                                            
 Aos 20 anos, entrei para a faculdade. Parecia que minha vida estava melhorando e estava. Comecei novamente a falar com as pessoas, fazer novos amigos, mas a minha droga me acompanhava cada vez mais. Agora, eu tinha descoberto algo que me tornaria “infalível” com as mulheres, as chamadas comunidades de sedução, ou pick-up artists, os famosos PUAS. Pura balela. Quando tentava colocar em prática todo aquele monte de baboseira, simplesmente não conseguia, pois minha ansiedade chegava a níveis exorbitantes. Era inimaginável para mim chegar em uma mulher e falar com ela. Isto me deixava extremamente aborrecido e deprimido. Mais uma vez, a masturbação era minha válvula de escape.                                                              

Vou pular para 3 anos à frente, agora tenho 23 anos e um fato importante aconteceu em minha vida. Consegui desde que descobri o reboot em 2011, meu maior número de dias sem PMO, foram 48 ao todo.  Me senti extremamente feliz e contente comigo mesmo, de uma vez por todas, parecia que finalmente, eu conseguiria vencer o vício, mas fui extremamente desonesto comigo mesmo e recai. Me lembro de ter chorado muito, mas muito mesmo quando isso aconteceu. Aliás, já perdi as contas de quantas vezes, esta merda me fez chorar.

Agora, hoje as 25 anos, estou formado e desempregado. Não tenho contato com meus amigos. Acredito que neste ano já devo ter me masturbado mais de 200 vezes. Meu ano se resume em ficar o dia todo em casa, na frente da tela do computador, me masturbando. Tem dias que parece que meu corpo vai se partir ao meio. Não tenho mais nem ideia do que é ter uma ereção pela manhã. Me apaixonar por alguém, esquece. Joguei um ano inteiro de minha vida fora, e 10 ao todo.Tenho até medo de calcular o tempo total desperdiçado com esta droga.        
                                       
Na próxima semana, completo 26 anos de idade, e não quero mais esta merda para minha vida. Não vou mais aguentar passar 10 anos deste jeito. 10 anos mentindo para mim mesmo, me maltratando, perdendo oportunidades de fazer amigos, de conhecer mulheres incríveis. Chega. Quando penso nas mulheres, eu só queria alguém para andar junto. Alguém para abraçar, para me perguntar como foi meu dia quando eu chegasse em casa, alguém para contar meus sonhos, medos e sentimentos. Uma pessoa com que eu pudesse compartilhar minha vida.  
                           
Sinto que estou soterrado por um monte de lixo. Não aguento mais este tipo de vida, ou melhor, isto não é viver. Isto já está absolutamente esgotado, não me dá mais nada, além de dor e sofrimento.                                                                    
Acredito que chegou o momento de uma vez por todas de mudar. Minha vida nunca mais vai ser como é ou como foi. Vou simplesmente aniquilar meu passado e meu eu viciado vai se ir junto com ele. Custe o que custar, vou passar por cima de tudo isso. Vou colocar minha alma e coração para sair desta situação. Não consigo mais viver como um moribundo. 10 anos é muita coisa. Vai construir a melhor versão de mim mesmo e viver uma vida incrível. Se fui capaz de construir toda esta droga, sou capaz de destruí-la também.              
                     
 Peço desculpas mais uma vez, se meu texto ficou muito longo, mas eu precisa ter feito isso, ter colocado para fora todas estas lembranças. Com vocês eu sinto que posso falar sobre o assunto.
Daqui à 90 dias, vou escrever meu relato nas histórias de sucesso do blog.

Bem vindo, cara.

Também tinha mania de fazer masturbação prone quando era pequeno.O reeboot é um processo que exige paciência e determinação. Sucesso na jornada.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

2/12/2015, 08:41
Brlp escreveu:
Templário97 escreveu:Peço desculpas se este relato ficar extenso, ou algo chato, mas tenho que escrever todas estas memórias. Preciso desabafar, tirar tudo isto de dentro da minha mente. Isto tudo está me matando por dentro, me intoxica feito veneno. Também não vou poupar detalhes, vou contar tudo o que me atormenta e colocar tudo para fora de uma vez por todas. Acredito que este seja o espaço perfeito para eu fazer isso, e o momento também.                                            
 Aqui vai o relato cru e sem nenhum retoque de um homem de 25 anos que hoje é solitário, sem amigos, virgem, e que nunca tocou ou beijou o corpo de uma mulher de verdade. Alguém que sente o próprio corpo fraco e a energia feita a de um zumbi, preso à um vício por 10 anos.                                                                  
Minha história com a masturbação começou por volta dos 7 anos. Um dia, acidentalmente, eu esfreguei meu pênis e aquele tipo de “arrepio” me deixou absolutamente fascinado, nem imaginava o que poderia ser aquilo, mas só me lembro que a sensação era extremamente gostosa. Passei desde então, a procurar por aquilo de novo, e de novo. O resultado disto, é que antes dos 10 anos, já era um viciado em esfregar os meus genitais.                                                  
Me lembro, de ficar deitado em minha cama de bruços, tentado sentir novamente aquela sensação. Meu corpo suava, e como não sabia como me masturbar direito, só ficava roçando meu pênis no colchão. E é claro, não chegava a ejacular ou ter um orgasmo. Nesta época, na escola, conseguia me divertir com as outras crianças e até mesmo falar com as meninas, dançar com elas nas festinhas. Posso dizer que minha infância foi muito, mas muito feliz. Hoje quando penso nisto, sinto vontade de chorar, de tanta saudade. Acredito que foi o período mais feliz de toda minha vida.                                                                                                          
 Com 9 anos, já sabia o que era pornografia e tinha conseguido ejacular pela primeira vez. Havia uma locadora perto de minha casa, e nos finais de semana, sempre pegava filmes para assistir, e a parte dos filmes adultos ficava em um canto, nos fundos da mesma. Um dia, consegui entrar nesta área e ver as imagens dos filmes, atrás das cartelas dos VHS(s). Eu não consegui tirar aquelas imagens de sexo da minha cabeça, durante o resto do dia. Foi algo que me hipnotizou profundamente. Se arrependimento matasse...                                                      
Por volta dos 12 anos, as coisas começaram a ficar bem mais sérias. Meu pai conseguiu um aparelho de TV à cabo, em que pegava um famoso canal pornográfico. Bom, aquilo foi para mim, a porta para o paraíso. Esperava meus país saírem de casa, e me masturbava loucamente com toda aquela porcaria. As imagens de sexo me deixavam maluco, e eu só queria mais e mais. Nesta mesma época, comecei a praticar tênis com meu irmão. Eu até me consideraria um menino bem sociável, pois frequentava o clube, conseguia falar com outras pessoas,e ter uma vida até bem agradável. O clube é dividido em duas partes, uma fica as quadras e na outra, piscinas e o restaurante. Depois dos treinos, ia até a piscina tomar um banho. Quando via as mulheres de biquíni, sentia uma atração enorme, tinha até ereções. Só esperava chegar em casa, e começar a me masturbar pensando nelas. Acredito, que já começava a ver elas como mero objetos sexuais.                            
Com esta mesma idade, comprei minha primeira Playboy e isto só intensificou minha busca por erotismo, pornografia e sexo. Ficava acordado até tarde, para ver programas de erotismo sem sexo, apenas mulheres tirando a roupa.                                  
                                                         
Aos 14 anos, minha rotina não mudou muito. Era escola de manhã, tênis de tarde, e masturbação de noite. Agora, eu conseguia me masturbar mais de uma vez por sessão. Nem imaginava, que esta merda toda estava modificando o sistema dopaminérgico do meu cérebro. Neste período, me mudei com minha família para outra casa e,  ainda não possuía internet banda larga. Minha principal fonte de excitação era ficar olhando desfiles de lingerie na televisão. Outro fato que se deu início em minha vida, foi o abandono do tênis em prol de ficar sozinho em casa para poder me masturbar.                                              
 Quando completei 15 anos,  se iniciou, de fato, o vício em minha vida. Agora, tinha internet em casa e pornografia quando quisesse. Me lembro de usar o Orkut para procurar conteúdo adulto e as chamadas comunidades e perfis de decotes. Isto eram perfis que adicionavam mulheres, na maior parte vulgares, usando decotes e se exibindo na rede social. Perdi a conta de quanto destes perfis eu criei afim de me masturbar para as fotos das mulheres. Creio que mais de 20.                              
No ano seguinte, aos 16 anos, descobri como baixar filmes pornográficos e os sites de vídeos stream. Aí foi só festa. Durante as aulas, no ensino médio, ficava pensando qual filme iria assistir quando chegasse em casa. Minhas notas despencaram, já tinha começado a me tornar antissocial e extremamente nervoso perto das garotas. Comecei também a desenvolver acne severa no rosto. Isto somado com o vício, me deixava em pedaços. Foi uma época extremamente dura para mim.                          
 Dois anos depois, com 18 anos então, minha vida estava totalmente entregue ao vício. Já não praticava nenhuma atividade física, os amigos tinha escasseado de vez e a masturbação só aumentava. Tinha acabado o ensino médio e me isolava quase que o dia inteiro dentro de casa, na frente de uma tela de computador. Mulheres eu só via através de fotos e dos filmes.                                                            
 Aos 20 anos, entrei para a faculdade. Parecia que minha vida estava melhorando e estava. Comecei novamente a falar com as pessoas, fazer novos amigos, mas a minha droga me acompanhava cada vez mais. Agora, eu tinha descoberto algo que me tornaria “infalível” com as mulheres, as chamadas comunidades de sedução, ou pick-up artists, os famosos PUAS. Pura balela. Quando tentava colocar em prática todo aquele monte de baboseira, simplesmente não conseguia, pois minha ansiedade chegava a níveis exorbitantes. Era inimaginável para mim chegar em uma mulher e falar com ela. Isto me deixava extremamente aborrecido e deprimido. Mais uma vez, a masturbação era minha válvula de escape.                                                              

Vou pular para 3 anos à frente, agora tenho 23 anos e um fato importante aconteceu em minha vida. Consegui desde que descobri o reboot em 2011, meu maior número de dias sem PMO, foram 48 ao todo.  Me senti extremamente feliz e contente comigo mesmo, de uma vez por todas, parecia que finalmente, eu conseguiria vencer o vício, mas fui extremamente desonesto comigo mesmo e recai. Me lembro de ter chorado muito, mas muito mesmo quando isso aconteceu. Aliás, já perdi as contas de quantas vezes, esta merda me fez chorar.

Agora, hoje as 25 anos, estou formado e desempregado. Não tenho contato com meus amigos. Acredito que neste ano já devo ter me masturbado mais de 200 vezes. Meu ano se resume em ficar o dia todo em casa, na frente da tela do computador, me masturbando. Tem dias que parece que meu corpo vai se partir ao meio. Não tenho mais nem ideia do que é ter uma ereção pela manhã. Me apaixonar por alguém, esquece. Joguei um ano inteiro de minha vida fora, e 10 ao todo.Tenho até medo de calcular o tempo total desperdiçado com esta droga.        
                                       
Na próxima semana, completo 26 anos de idade, e não quero mais esta merda para minha vida. Não vou mais aguentar passar 10 anos deste jeito. 10 anos mentindo para mim mesmo, me maltratando, perdendo oportunidades de fazer amigos, de conhecer mulheres incríveis. Chega. Quando penso nas mulheres, eu só queria alguém para andar junto. Alguém para abraçar, para me perguntar como foi meu dia quando eu chegasse em casa, alguém para contar meus sonhos, medos e sentimentos. Uma pessoa com que eu pudesse compartilhar minha vida.  
                           
Sinto que estou soterrado por um monte de lixo. Não aguento mais este tipo de vida, ou melhor, isto não é viver. Isto já está absolutamente esgotado, não me dá mais nada, além de dor e sofrimento.                                                                    
Acredito que chegou o momento de uma vez por todas de mudar. Minha vida nunca mais vai ser como é ou como foi. Vou simplesmente aniquilar meu passado e meu eu viciado vai se ir junto com ele. Custe o que custar, vou passar por cima de tudo isso. Vou colocar minha alma e coração para sair desta situação. Não consigo mais viver como um moribundo. 10 anos é muita coisa. Vai construir a melhor versão de mim mesmo e viver uma vida incrível. Se fui capaz de construir toda esta droga, sou capaz de destruí-la também.              
                     
 Peço desculpas mais uma vez, se meu texto ficou muito longo, mas eu precisa ter feito isso, ter colocado para fora todas estas lembranças. Com vocês eu sinto que posso falar sobre o assunto.
Daqui à 90 dias, vou escrever meu relato nas histórias de sucesso do blog.

Bem vindo, cara.

Também tinha mania de fazer masturbação prone quando era pequeno.O reeboot é um processo que exige paciência e determinação. Sucesso na jornada.

Parei de praticar masturbação prone com 17 anos. Depois, foi muito difícil me acostumar com o método "tradicional", mas consegui. Obrigado pelas palavras de incentivo.
Guerreiro JD
Guerreiro JD
Mensagens : 382
Data de inscrição : 05/07/2015
Idade : 32

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

2/12/2015, 09:11
Bem vindo amigo!
Esteja certo de que assim como você, todos nós estamos enfrentando situações que nos levam as mesmas condições... a sensação de lixo.
Mas é exatamente como você disse, este é o lugar certo. Aqui sempre terá alguém disposto a te ajudar.
Forte abraço!
Sucesso!!!

_______________________________________
"esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo"





Meu diário, passa lá...
https://www.comoparar.com/t10786-diario-de-guerra-uma-vida-de-batahas-parte-2#297101
Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

2/12/2015, 19:37
Sim, aqui me sinto seguro em poder falar sobre o assunto. Sinto que não vou ser julgado ou algo do tipo
Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

4/12/2015, 20:33
Hoje, sinto que minha vida nunca mais será a mesma, em um bom sentido. Não vejo e também não considero mais todo aquele monte de lixo como parte da minha vida. Já era, não é mais uma opção. Sinceramente não sei o que me espera daqui para frente, mas e daí? O importante é que tenho a certeza de que minha vida vai ser de uma beleza incrível para mim, algo que nunca imaginei.
Rapaz
Rapaz
Mensagens : 174
Data de inscrição : 11/09/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

8/12/2015, 02:09
Chega de sangue!
Você chegou a ler o ebook? Veja no indice do site como fazer o download, vale a pena conferir.
É uma caminhada nao muito facil, mas você colhera frutos.

Muitos relatos aqui do pessoal que parou com a pornografia e viu sua vida melhorar: sendo mais sociavel, com amigos, namorada, blablabla.

Seja forte, conte conosco e vai com fé que vc chega la.
Abs

_______________________________________
Dez anos sangrando Img?u=6261122877358080
Toguro
Toguro
Mensagens : 6099
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 37
http://blokporn.blogspot.com

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

8/12/2015, 08:26
Instala os bloqueadores e arrume atividades extranet.

_______________________________________
Dez anos sangrando Img?u=6253155511697408

Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

https://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: https://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

11/12/2015, 14:54
Pois então pessoal, o sangramento já está cessando, na verdade quase não existe mais. Não quero parecer arrogante, mas posso afirmar que nunca mais vou voltar aquele mundinho de antes. Hoje, completo 26 anos, e sinto que estou em uma vida nova. Amanhã, completo uma semana "limpo" de PMO, e me sinto absolutamente incrível até agora, listo algumas atividades que voltei a fazer e que estão me ajudando e muito:
- Caminhada à tardinha;
- Leitura de livros inspiradores;
- Meditação 3x ao dia de 15 minutos;
- Praticando violão novamente;

Amanhã, vou participar de uma grupo de meditação aqui da minha cidade, será feita uma atividade das 14:30 até às 17:30, e estou realmente empolgado em me envolver com isto.

Por fim, quero deixar para todos uma sugestão de leitura. Acredito que isto livro pode ser um grande aliado neste processo. A obra se chama " Autobiografia de Um Iogue", e conta sobre a vida de Paramahansa Yogananda. Não importa que religião você segue ou no que acredita, ele é incrível. Ele pode realmente mudar sua vida, se você permitir. Sem demagogias.

Fiquem em paz irmãos


Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

12/12/2015, 18:38
Hoje, completo uma semana longe de tudo que me fazia mal e me colocava para baixo. Como escrevi na mensagem anterior, adicionei várias atividades na minha rotina e está dando muito certo. Hoje participei de um grupo de meditação e meditei por 3 horas. Foi absolutamente incrível!

Jamais senti essa sensação fantástica através da pornografia e seus derivados. Definitivamente estou nascendo de novo.

Fiquem com Deus.

_______________________________________
"Seja a mudança que você deseja ver no mundo." Mahatma Gandhi
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

12/12/2015, 18:50
Templário97 escreveu:Hoje, completo uma semana longe de tudo que me fazia mal e me colocava para baixo. Como escrevi na mensagem anterior, adicionei várias atividades na minha rotina e está dando muito certo. Hoje participei de um grupo de meditação e meditei por 3 horas. Foi absolutamente incrível!

Jamais senti essa sensação fantástica através da pornografia e seus derivados. Definitivamente estou nascendo de novo.

Fiquem com Deus.

Valeu a dica! Parabéns pela determinação.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

26/12/2015, 23:14
Bueno rapaziada, sigo em minha jornada e só posso dizer que está sendo algo incrível. Através da meditação, me sinto mais calmo e relaxado, e consigo administrar melhor meus sentimentos e pensamentos. Às vezes, quando fico em silêncio, começa a surgir em minha barriga, uma sensação maravilhosa de bem estar, algo bom mesmo. Não sei o que é, mas está cada vez melhor. É parecido com as famosas "borboletinhas". Acredito que seja autoamor.

Uso isto tudo não apenas como uma maneira de me afastar da pornografia, mas também como um trampolim para criar a vida que sempre quis e me tornar a pessoa que sempre sonhei em ser. Outras decisões que tomei em minha vida e que estão me ajudando muito são:

- Fim da ingestão de refrigerantes;

- Diminuição de carne vermelha em minha dieta;

- Aumento da ingestão de frutas, verduras e vegetais, minha digestão está muito boa

Por hora é isso meu caros, espero em um futuro breve, voltar com mais notícias boas.
Abração e fiquem com Deus

_______________________________________
"Seja a mudança que você deseja ver no mundo." Mahatma Gandhi

O autor desta mensagem foi banido do fórum - Mostrar mensagem

Toguro
Toguro
Mensagens : 6099
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 37
http://blokporn.blogspot.com

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

27/12/2015, 11:10
Já pensou em iniciar exercícios de alta intensidade?

_______________________________________
Dez anos sangrando Img?u=6253155511697408

Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

https://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: https://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

27/12/2015, 13:47
Aahbran escreveu:Fico imensamente feliz com um relato desses, é uma motivação a mais para muitos!

Parabéns pela força de vontade Templário97, nunca imaginei que a meditação pudesse proporcionar algo tão bom assim como foi relatado por você.

Lhe desejo tudo de bom e que o ano de 2016 possa ser um ano de vitórias para todos nós, um abraço.

Proporciona isso e muito mais irmão, é algo incrível. Vale a pena praticar, mesmo que no início seja um tanto quanto difícil, mas com o tempo se torna algo natural. Feliz 2016 para você também, cheio de vitórias e coisas boas, e principalmente, um ano em que este vício não faça mais parte. Abração e fique com Deus.

Toguro escreveu:Já pensou em iniciar exercícios de alta intensidade?

O que seria Toguro?

_______________________________________
"Seja a mudança que você deseja ver no mundo." Mahatma Gandhi
Toguro
Toguro
Mensagens : 6099
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 37
http://blokporn.blogspot.com

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

27/12/2015, 13:57
Treino pesado para ganhar massa.

_______________________________________
Dez anos sangrando Img?u=6253155511697408

Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

https://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: https://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

28/12/2015, 10:22
Toguro escreveu:Treino pesado para ganhar massa.

Dica muito boa esta sua Toguro, aliás, pretendo começar a malhar também. Obrigado e um abraço!

_______________________________________
"Seja a mudança que você deseja ver no mundo." Mahatma Gandhi
Phenix
Phenix
Mensagens : 109
Data de inscrição : 24/06/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

28/12/2015, 11:00
Fico feliz que você está bem determinado. Sempre fique bem atento, a meditação ajuda muito mesmo, porém, se ficar 2 dias sem praticar pode te fazer desequilibrar um pouco. Espero que você consiga seguir eternamente, mas sempre é bom ter bloqueadores. Procure fazer algum trabalho em casa, atersanato, comida, etc. Sempre é bom ter uma renda.

Força!

_______________________________________
Concede-me, DEUS,
A SERENIDADE necessária para ACEITAR as coisas que não posso modificar,
CORAGEM para MODIFICAR as que eu posso e
SABEDORIA para DISTINGUIR uma das outras.


Desfrutando um momento de cada vez;

Aceitando as dificuldades como um caminho para alcançar a paz,
Aceitando o mundo tal como é, e não como gostaria que fosse,
Confiando que Deus fará bem todas as coisas se eu me render à Sua vontade,
Para que eu possa ser moderadamente feliz nesta vida e supremamente feliz com Ele para sempre.

Que assim seja!
Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

28/12/2015, 21:39
Phenix escreveu:Fico feliz que você está bem determinado. Sempre fique bem atento, a meditação ajuda muito mesmo, porém, se ficar 2 dias sem praticar pode te fazer desequilibrar um pouco. Espero que você consiga seguir eternamente, mas sempre é bom ter bloqueadores. Procure fazer algum trabalho em casa, atersanato, comida, etc. Sempre é bom ter uma renda.

Força!

Sem dúvida Phenix, o cuidado é para sempre como com qualquer outro tipo de vício. Minha determinação está cada vez maior, em face do quão bem estou me sentindo longe de tudo aquilo. Outras duas coisas que me esqueci de colocar no post anterior são:

- Só estou tomando banho gelado inclusive, quando a temperatura está baixa. O benefício é muito grande, vale a pena tentar;

- Escuto músicas que me deixam "louco" no bom sentido é claro. Vou pelo arrepiometro mesmo e é demais!

Fiquem bem !

_______________________________________
"Seja a mudança que você deseja ver no mundo." Mahatma Gandhi
lucasco
lucasco
Mensagens : 89
Data de inscrição : 16/06/2015
Idade : 26
Localização : Curitiba/PR
http://lucascomunicacao.com

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

28/12/2015, 23:08
Nunca se esqueça dos bloqueadores, ler várias vezes o ebook, e instalar o contador, o contador é importante pra voce saber até onde chegou nao apenas mentalmente mas só pelo fato de pensar que se voce cair terá que dar reboot no contador que já alcançou mais de 50 dias será uma força a mais contra o seu sistema que pede por dopamina. Não saia do fórum, eu cheguei a esse ponto e achei que estava bom demais pra continuar precisando do fórum e tentei terminar o reboot sozinho, não consegui, voltei para conclui-lo com a ajuda dos caras daqui. Se precisar, estou disponível brother! Grande Abraço! Força!

_______________________________________
Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

29/12/2015, 17:28
lucasco escreveu:Nunca se esqueça dos bloqueadores, ler várias vezes o ebook, e instalar o contador, o contador é importante pra voce saber até onde chegou nao apenas mentalmente mas só pelo fato de pensar que se voce cair terá que dar reboot no contador que já alcançou mais de 50 dias será uma força a mais contra o seu sistema que pede por dopamina. Não saia do fórum, eu cheguei a esse ponto e achei que estava bom demais pra continuar precisando do fórum e tentei terminar o reboot sozinho, não consegui, voltei para conclui-lo com a ajuda dos caras daqui. Se precisar, estou disponível brother! Grande Abraço! Força!

Sem dúvida Lucasco, o apoio do pessoal aqui no fórum é muito importante nesta jornada. Juntos podemos enfrentar isso de uma maneira muito mais segura. Obrigado pelo apoio irmão, se precisar de ajuda é só falar também. Abração e força!

_______________________________________
"Seja a mudança que você deseja ver no mundo." Mahatma Gandhi
Reboot_Tai
Reboot_Tai
Mensagens : 79
Data de inscrição : 29/12/2015
Idade : 30

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

30/12/2015, 12:00
e ai cara! como anda o Reboot?

_______________________________________
Josué 1:9 - "Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar". Smile Very Happy lol!

Dez anos sangrando Img?u=4715469172899840
Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

30/12/2015, 21:37
Reboot_Tai escreveu:e ai cara! como anda o Reboot?

Anda incrível irmão, cada dia melhor. Estou exorcizando meus demônios, um por um. Não há medo meu, que não estou encarando. Estou usando o processo do reboot para me tornar quem eu sempre quis ser. Tirei minha carteira de motorista e quero muito dirigir, pois isso me assustava bastante. Marquei consulta com um urologista na segunda, para fazer alguns exames, mas está tudo bem, só  para ter certeza mesmo. Outra coisa que faço é passar no meio de várias pessoas para me desinibir.  Já começo a ver as mulheres como seres humanos e não mais como atrizes porno. Adoro passar por elas e sentir seus perfumes, olhar nos olhos, é tão bom. Me sinto confortável fazendo isso.
Por hora é isso. Não tenho nenhuma dúvida que 2016 irá ser o primeiro dos melhores anos de minha vida.
Um grande abraço, fiquem com Deus e até lá.

_______________________________________
"Seja a mudança que você deseja ver no mundo." Mahatma Gandhi
Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

2/1/2016, 23:22
Meu ano novo não poderia ter começado de maneira melhor. Me sinto bem, em paz e com muita energia. Na próxima semana, vou visitar uma academia que realiza apenas treino funcional e pretendo praticar também. Não quero dar uma de dono da verdade aqui, mas acredito que descobri um elemento poderosíssimo para superar o vício, algo chamado amor próprio. Olha, isto está operando milagres em minha vida. Essa semana, comprei um par de tênis novo e joias para mim. Sempre quis me dar presentes, mas nunca fazia isso. Me sinto muito bem comigo mesmo, quando olho para o espelho,  realmente gosto da pessoa que está ali. Me trato bem, não me vejo mais como alguém sem valor como antes. Agora, me respeito, me valorizo, e não barganho mais pelo amor de ninguém, principalmente das mulheres. Isso é muito lindo.

Nascemos completos, não caiam na cilada de que precisamos de alguém que nos complete e nós faça feliz, pois isso não é verdade. Nós mesmos podemos ser muitos felizes com ou sem alguém. Antes de eu ser encantador para uma mulher, vou ser encantador para mim primeiro. Recomendo este texto do Osho sobre o assunto, é demais. http://thesecret.tv.br/2015/06/torne-se-um-por-osho/

Fiquem com Deus. Um abraço gigante!

_______________________________________
"Seja a mudança que você deseja ver no mundo." Mahatma Gandhi
Templário97
Templário97
Mensagens : 34
Data de inscrição : 01/12/2015

Dez anos sangrando Empty Re: Dez anos sangrando

7/1/2016, 21:32
Fala rapaziada, tudo joia?

Não sei se com vocês está tudo bem, mas comigo está indo tudo muito bem. Quero falar aqui sobre a paz de espírito que estou experimentando e isso é inacreditável. Apenas ficar em silêncio faz uma energia gostosa passar por todo meu corpo, e depois ela se concentra em minha barriga. É muito bom rapaziada.

Minha mente está afiada. Não sinto mais aquele torpor mental de antes, como se tivesse nuvens dentro de minha cabeça. Minha concentração está maior também, assim como minha confiança. Agora, procuro me desafiar cada vez mais. Sinto também meu pênis mais firme agora, antes parecia uma minhoquinha murcha. Agora ele está rígido.

Quero deixar este belo texto do mestre Yogananda sobre os bons hábitos e como podemos firmar eles em nossa vidas. Fiquem com Deus amigos. https://universonatural.wordpress.com/2013/11/17/liberte-se-dos-maus-habitos/

_______________________________________
"Seja a mudança que você deseja ver no mundo." Mahatma Gandhi
Ir para o topo
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos