Ir em baixo
Domi1
Domi1
Mensagens : 788
Data de inscrição : 21/09/2015

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Orientação

em 24/2/2016, 14:53
Olá!!

Hoje recebi uma mensagem do meu parceiro falando que estava com vontade de ver pornografia e todos os métodos que ele usava (meditação, jogos e conversar com a mãe) não estão dando certo.

Dei uma de Toguro e pedi para ele se exercitar, sair para correr um pouco, fazer uns alongamentos, para fazer umas atividades extranet, deu certo!

Mas eu queria saber quais os outros métodos que vocês usam, hoje ele está a um mês e uma semana sem PMO, e eu sei que ele logo ficará ansioso novamente.


Beijos
Luis Santos
Luis Santos
Moderador
Moderador
Mensagens : 1288
Data de inscrição : 13/01/2015

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Atividades

em 24/2/2016, 16:12
Domi1 escreveu:Olá!!

Hoje recebi uma mensagem do meu parceiro falando que estava com vontade de ver pornografia e todos os métodos que ele usava (meditação, jogos e conversar com a mãe) não estão dando certo.

Dei uma de Toguro e pedi para ele se exercitar, sair para correr um pouco, fazer uns alongamentos, para fazer umas atividades extranet, deu certo!

Mas eu queria saber quais os outros métodos que vocês usam, hoje ele está a um mês e uma semana sem PMO, e eu sei que ele logo ficará ansioso novamente.


Beijos

Domi1

A questão é ocupar o tempo com alguma atividade que exercite o corpo ou estimule a relaxar, isso pode variar:

-Musculação
-Corrida
-Meditação
-Oração
-Ler um livro
-Sair para caminhar
-Tocar violão
-Assistir um filme de comédia


E por aí vai. Tente descobrir algo que seu parceiro gosta de fazer e o relaxe e o incentive a fazer quando vier o desejo de consumir pornografia.


Abraço,
Luis Santos.

_______________________________________



https://docs.google.com/document/d/1e16jZBv1CEYco_rYgNzlwXdQt-WvuYhLAYuuQIsT_fQ/edit

Minimize as chances de dar errado que você maximizará as chances de dar certo. (Taaviin)

Meu diário: http://www.comoparar.com/t199p150-comecando-o-processo-de-reboot?highlight=Luis+Santos

História de sucesso: https://comoparar.forumeiros.com/t525-90-dias-completos-o-reboot-funciona
Toguro
Toguro
Mensagens : 6099
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 36
http://blokporn.blogspot.com

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 24/2/2016, 16:31
Iniciar um projeto (ganhar massa muscular, ganhar um novo conhecimento, iniciar um negócio, etc) ajuda muito a manter a mente ocupada.

_______________________________________
Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Img?u=6253155511697408

Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

https://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: https://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
Domi1
Domi1
Mensagens : 788
Data de inscrição : 21/09/2015

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty O que faria sem vocês

em 25/2/2016, 11:57
Laughing Laughing

Eu segui o conselho dos dois, passei uns cursos interessantes e gratuitos que eu encontrei para a área dele, assim a mente fica ocupada com alguma coisa.
Estou incentivando ele voltar a estudar música pois ele toca baixo muito bem.
E disse que era importante ele fazer mais exercícios para ficar um pouco mais forte, pois músculos demandam mais energia para serem mantidos e logo ele perderia a barriguinha de nerd que o escritório rendeu a ele.

Vou tentar mante-lo ocupado, se coisas para ele não resolverem, vou começar a pedir ajuda para ele sobre assuntos diversos do meu cotidiano.

Estamos na luta!!!!

Obrigada seus lindos!!!!!!!! Sempre me ajudam de montão. Razz Razz
W. Burk
W. Burk
Mensagens : 826
Data de inscrição : 01/02/2016
Localização : Valhala

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 25/2/2016, 12:47
"Dei uma de Toguro" hahahah

Fora as dicas que deram acima... Apesar de fazer curso e outras atividades intelectuais/espirituais seja bom, quando a fissura é grande, o melhor a fazer é uma atividade física intensa.

_______________________________________



"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto ou uma hora. Pode até durar um ano. Mas em algum momento ela vai diminuir e outra coisa tomará o seu lugar. Porém, se você parar de lutar, essa dor vai durar para sempre"

Acompanhe o DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t2507-diario-de-bordo-w-burk#31164
Domi1
Domi1
Mensagens : 788
Data de inscrição : 21/09/2015

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 25/2/2016, 12:56
O bom é que no final terei um namorado super atlético.

Ontem os exercícios deram efeito, ele se sentiu melhor e mais relaxado.
Toguro
Toguro
Mensagens : 6099
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 36
http://blokporn.blogspot.com

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 25/2/2016, 16:51
W. Burk escreveu:"Dei uma de Toguro" hahahah

Isso está virando um estigma. Laughing

_______________________________________
Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Img?u=6253155511697408

Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

https://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: https://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
Domi1
Domi1
Mensagens : 788
Data de inscrição : 21/09/2015

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 25/2/2016, 17:50
Toguro escreveu:
W. Burk escreveu:"Dei uma de Toguro" hahahah

Isso está virando um estigma. Laughing

Ao menos é um bom estigma!
Bimike
Bimike
Mensagens : 139
Data de inscrição : 06/12/2015
Idade : 44
Localização : Europa

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 26/2/2016, 23:12
Toguro.

Tem gente que te critica por falar sempre do mesmo. Mas se esquecem que nunca é demais e por vezes se lembram... Epa vou dar uma de toguro a ver se dá certo kakakaka.
E não é que deu certo mesmo. Experiência é sabedoria, e por muito que tenhamos ideias diferentes há sempre que dar o benefício da dúvida. Eu também dei. E só tenho a agradecer.

Sempre fui do contra e passei 60 dias sem exercícios extra net, e afins.... Após os 60 achei que podia vacilar, o que fiz??? Dei uma de toguro e voltei para o ginásio kakakaka. Estou adorandoooooo

Portanto toguro...
Obrigado por nunca desistires de insistires com os cépticos.

Que nunca por vencidos se conheçam.



_______________________________________
cheers QUE NUNCA POR VENCIDOS SE CONHEÇAM cheers

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Img?u=5843187125977088

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Img?u=5427893853224960
Toguro
Toguro
Mensagens : 6099
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 36
http://blokporn.blogspot.com

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 27/2/2016, 08:40
Acho que é mais uma questão de foco mesmo. Eu foco nas questões mais básicas do reboot, e há quem foque em questões mais avançadas.

Há quem erre justamente nas questões básicas (diga-se de passagem que é a maioria) e há quem cumpra essas questões básicas, mas não tem sucesso porque precisa de uma abordagem mais profunda (e nós, do fórum, nem sempre teremos conhecimento suficiente para ajudar a todos).

O que eu estou começando a perceber é que cada um tem que conhecer a si mesmo e listar o que funciona e o que não funciona, para conseguir elaborar um reboot sob medida. Mas, pra chegar neste ponto, precisa ter força de vontade. Alguém que faz o reboot por fazer não tem a mínima chance de chegar neste nível.

Abraço.

_______________________________________
Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Img?u=6253155511697408

Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

https://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: https://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
Bimike
Bimike
Mensagens : 139
Data de inscrição : 06/12/2015
Idade : 44
Localização : Europa

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 27/2/2016, 09:40
Cada um tem a sua resiliência, apenas podemos dar o nosso contributo sem pressão ou imposição.
Cada um tem seu ritmo e objetivo...

Quanto a resposta para a domi1, eu penso que após as 5 semanas ele te dizer que, o que está fazendo até então não está dando certo, era uma indirecta para tu dares um tratamento carinhoso (VIP) nele.

Não esquecer que nós precisamos de situações reais e prazerosas para religar o nosso cérebro.

Exercício físico ajuda sim, mas para quem tem namorada ou é casado quando da "aquela vontade" o caso muda de figura. E já é muito bom ele sentir-se seguro para te mandar uma msg...
Mas namoradas e esposas há que ler as entrelinhas, e qual a melhor ajuda que podem dar a quem pede ajuda?
Fica a dica...

_______________________________________
cheers QUE NUNCA POR VENCIDOS SE CONHEÇAM cheers

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Img?u=5843187125977088

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Img?u=5427893853224960
Cavaleiro Oculto
Cavaleiro Oculto
Mensagens : 654
Data de inscrição : 12/10/2015
Idade : 25
Localização : Gotham

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 28/2/2016, 19:04
bacana isso, pra ficar melhor seria interessante você acompanha-lo em certas ocasiões como essa, a presença também é fundamental.

_______________________________________
Acompanhe o meu diário
Silva
Silva
Mensagens : 71
Data de inscrição : 09/02/2016

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 29/2/2016, 21:08
Amigos, Estou há 22 dias sem pornografia e masturbação Graças a Deus. Mas às vezes tenho a impressão que a minha flatline será eterna, é chato você olhar para as mulheres que chamam a sua atenção na Rua e ao mesmo tempo você saber que existe a falta de um motor dentro de você (libido para alguns) acho que em menos de um ano não posso esperar grandes resultados. Infelizmente. Bom como não sei se há a possibilidade de conversar individualmente com vocês por aqui, invadi o tópico, perdoem me, mas o quê você acha Toguro? E os peritos no assunto também podem opinar. Abração.
Toguro
Toguro
Mensagens : 6099
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 36
http://blokporn.blogspot.com

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 29/2/2016, 22:36
Silva escreveu:Amigos,  Estou há 22 dias sem pornografia e masturbação Graças a Deus. Mas às vezes tenho a impressão que a minha flatline será eterna, é chato você olhar para as mulheres que chamam a sua atenção na Rua e ao mesmo tempo você saber que existe a falta de um motor dentro de você  (libido para alguns) acho que em menos de um ano não posso esperar grandes resultados. Infelizmente. Bom como não sei se há a possibilidade de conversar individualmente com vocês por aqui, invadi o tópico, perdoem me, mas o quê você acha Toguro?  E os peritos no assunto também podem opinar. Abração.

Seu pênis não vai ficar duro só de olhar mulheres na rua, não importa quanta testosterona estiver correndo em suas veias.

Eu também achava estar em flatline, quando fui puxar assunto com uma gatinha. O júnior levantou na hora.

_______________________________________
Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Img?u=6253155511697408

Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

https://comoparar.forumeiros.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): toguroextranet@gmail.com

Diário: https://comoparar.forumeiros.com/t3599-saga-do-toguro
Domi1
Domi1
Mensagens : 788
Data de inscrição : 21/09/2015

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Todos amam Toguro

em 1/3/2016, 21:50
Toguro escreveu:Acho que é mais uma questão de foco mesmo. Eu foco nas questões mais básicas do reboot, e há quem foque em questões mais avançadas.

Há quem erre justamente nas questões básicas (diga-se de passagem que é a maioria) e há quem cumpra essas questões básicas, mas não tem sucesso porque precisa de uma abordagem mais profunda (e nós, do fórum, nem sempre teremos conhecimento suficiente para ajudar a todos).

O que eu estou começando a perceber é que cada um tem que conhecer a si mesmo e listar o que funciona e o que não funciona, para conseguir elaborar um reboot sob medida. Mas, pra chegar neste ponto, precisa ter força de vontade. Alguém que faz o reboot por fazer não tem a mínima chance de chegar neste nível.

Abraço.

Toguro, sempre leio seus conselhos e são eles os primeiros que vem a minha mente quando me deparo com um problema novo. Obrigada mesmo!!
Domi1
Domi1
Mensagens : 788
Data de inscrição : 21/09/2015

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Bimike

em 1/3/2016, 21:57
Bimike escreveu:Cada um tem a sua resiliência, apenas podemos dar o nosso contributo sem pressão ou imposição.
Cada um tem seu ritmo e objetivo...

Quanto a resposta para a domi1, eu penso que após as 5 semanas ele te dizer que, o que está fazendo até então não está dando certo, era uma indirecta para tu dares um tratamento carinhoso (VIP) nele.

Não esquecer que nós precisamos de situações reais e prazerosas para religar o nosso cérebro.

Exercício físico ajuda sim, mas para quem tem namorada ou é casado quando da "aquela vontade" o caso muda de figura. E já é muito bom ele sentir-se seguro  para te mandar uma msg...
Mas namoradas e esposas há que ler as entrelinhas, e qual a melhor ajuda que podem dar a quem pede ajuda?
Fica a dica...

Nesse caso, eu tinha dado um trato no dia anterior e disse que se os exercícios não melhorassem a noite eu voltaria a cidade dele, mas o que ele queria mesmo era ver a Jassie T.T ou alguma tiazona gostosa, mas os exercícios aliviaram a vontade dele.

Obrigada pelas dicas, mesmo!
Domi1
Domi1
Mensagens : 788
Data de inscrição : 21/09/2015

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Obrigada pela dica

em 1/3/2016, 22:05
Cavaleiro Oculto escreveu:bacana isso, pra ficar melhor seria interessante você acompanha-lo em certas ocasiões como essa, a presença também é fundamental.

Eu estou tentando ser presente, mesmo morando em outra cidade, eu dobrei a quantidade de vezes que faço visitas.
Ele passará uma temporada na casa dos pais, e disse que tinha que fazer uma faxina no quarto dele, pois achava que tinha algumas coisas lá guardadas, eu me propus a ajuda-lo assim seria mais fácil se livrar do material e é bom ter um toque feminino na limpeza.
Eu realmente fiquei impressionada com a quantidade de pornografia que tinha naquele quarto, mas tentei focar meus sentimentos no fato de ele estar disposto a se livrar dela. Organizei o quarto e vou dar de presente um porta retrato com nós dois no primeiro dia dos namorados. Acho que será bom ele ver nós dois felizes e ter um presente meu na decoração.

Estou seguindo todos os conselhos na medida do possível Razz
Domi1
Domi1
Mensagens : 788
Data de inscrição : 21/09/2015

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Luz no fim do túnel

em 18/5/2016, 19:50
No dia 18 de janeiro desse ano meu parceiro teve uma recaída.
Nesse tempo muitas coisas mudaram em mim, nele, em nosso relacionamento, na forma como levamos a vida. Algumas boas mudanças vieram não pela ausência da PMO diretamente, mas digo que a vida sem ela é muito melhor, as vezes a dor nos ajuda a entender que tipo de mundo queremos viver e que tipo de pessoa queremos ser, queremos sempre ser o melhor de nós.

Hoje, depois de 4 meses, comemoro silenciosamente a vitória do meu parceiro, não por falta de orgulho ou de importância, mas porque a dor e a vergonha desse um ano e cinco meses de mentiras ainda estão presentes, principalmente nele.
Mas o que me da paz é que nesses últimos 4 meses eu tive de verdade um companheiro, uma pessoa que se entregou a mim, que deseja mudar, ser melhor... Pelo menos nesses últimos quatro meses eu sei que o nosso prazer é de um para o outro, que a vida não se baseia em mentiras e escapadinhas, vejo um real interesse do meu parceiro em compreender meu corpo, não em reproduzir alguma coisa.
Comemoro hoje, pois não só o sexo é feito de luz acesa, olho no olho, comemoro o clarão que se apresenta no fim desse túnel.
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 18/5/2016, 21:59
Domi1 escreveu:No dia 18 de janeiro desse ano meu parceiro teve uma recaída.
Nesse tempo muitas coisas mudaram em mim, nele, em nosso relacionamento, na forma como levamos a vida. Algumas boas mudanças vieram não pela ausência da PMO diretamente, mas digo que a vida sem ela é muito melhor, as vezes a dor nos ajuda a entender que tipo de mundo queremos viver e que tipo de pessoa queremos ser, queremos sempre ser o melhor de nós.

Hoje, depois de 4 meses, comemoro silenciosamente a vitória do meu parceiro, não por falta de orgulho ou de importância, mas porque a dor e a vergonha desse um ano e cinco meses de mentiras ainda estão presentes, principalmente nele.
Mas o que me da paz é que nesses últimos 4 meses eu tive de verdade um companheiro, uma pessoa que se entregou a mim, que deseja mudar, ser melhor... Pelo menos nesses últimos quatro meses eu sei que o nosso prazer é de um para o outro, que a vida não se baseia em mentiras e escapadinhas, vejo um real interesse do meu parceiro em compreender meu corpo, não em reproduzir alguma coisa.
Comemoro hoje, pois não só o sexo é feito de luz acesa, olho no olho, comemoro o clarão que se apresenta no fim desse túnel.

Muito bom escutar uma notícia desta! Parabéns, Domi e seu parceiro.
Eu acredito que o comprometimento é tudo. Se um viciado está disposto a se livrar do vício e com apoio da parceira, a cura acontece!

Desejo sempre muitas felicidades para o casal!

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


Antônio71
Antônio71
Moderador
Moderador
Mensagens : 1101
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 48

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Conselho feminino

em 20/5/2016, 15:00
Oi, Domi, boa tarde! Estou escrevendo para você porque estou precisando de um conselho feminino.

A minha atual parceira ( que chamaremos AN) é uma pessoa que amo muito mas não sinto mais a mais leve atração física.

Ela teve, no final de 2013 um AVC e ficou um pouco sequelada, com a voz e o comportamento um pouco infantilizados. Se antes eu já não me sentia atraído por ela, depois do AVC a coisa piorou ainda mais.

Por outro lado, no campo afetivo, depois que ela adoeceu, o amor que eu tenho por ela triplicou. A sua fragilidade e dependência de mim em todos os aspectos fazem-me amá-la ainda mais.

Passei uma barra no começo desse ano, se você ler o meu diário "Esperança para um nova vida", saberá os detalhes. Em resumo a minha ex-esposa ( que chamaremos MG) passou a dar em cima descaradamente. Ela é mãe de minha filha e, como tal, eu não posso me afastar de vez dela pois, toda vez que eu vou ver a minha filha ( que tem 9 aninhos), ela está junto.

Bom... no meu casamento anterior, havia exatamente o oposto que ocorre com AN. Sempre senti muita atração física por MG ( ela é jovem, bonita e sensual), mas ela tinha uma personalidade muito egoísta e agressiva. Como passamos na cama apenas 1% do tempo e fora da cama o relacionamento é de 99% do tempo é óbvio que o resultado foi o divórcio.

Fiz das tripas, coração, para não trair AN, a quem eu amo, e esse fórum me ajudou bastante a permanecer fiel. MG usou de todos os artifícios diretos e indiretos para ter relações comigo, mas consegui, não sei como resistir. Agora, felizmente, MG está mais calma pois eu combinei com ela, na paz, de sair com minha filha sozinho e, depois disso, ela parece que se tocou e está na dela, sem me tentar.

Bom... Domi, a questão é que, como minha vida sexual com AN é quase 0X0 ( só tínhamos relações no máximo uma vez por mês) eu recorria à PMO como válvula de escape. O problema da PMO, contudo, é que, se na hora dá muito prazer, durante o resto dos meus dias eu fico com os níveis de dopamina baixos, ou seja, apático, cansado, com preguiça, desorganizado e procrastinando tudo.

Agora, com o reboot, sinto-me outra pessoa: estou mais enérgico, disposto, organizado, magro, atendo os pacientes com muito mais boa-vontade e entrega. Meu rendimento no trabalho triplicou.

Contudo, quando eu tive relações com AN, há 2 meses, os sintomas de falta de energia da PMO, voltaram. Eu não sei se foi por causa do orgasmo ou por causa das fantasias que tive que usar para ejacular ( senão não conseguiria sob hipótese alguma e AN iria ficar com a autoestima mais baixa do que já tem).

A questão é essa: nas raríssimas vezes que eu tenho relações com AN, tenho que usar viagra ( senão não vai) e, no final, tenho que colocar alguma cena de algum filme na mente senão ficamos a noite toda e eu não atinjo o orgasmo.

Diante dessas dificuldades, eu conversei com AN, expliquei a ela essa história do reboot e pedi um prazo pelo menos até atingir os 90 dias.

Ontem, contudo, a melhor amiga de AN me ligou indignada. As duas tinham ido para o psiquiatra, pois AN está depressiva, sem comer e dormindo muito.

Essa amiga contou-me que AN lhe confidenciara que eu não queria mais ter sexo com ela. Disse que essa depressão de AN talvez tivesse a ver também com isso e perguntou-me se eu não estava com nenhuma amante fora, já que o homem quando perde o interesse pela própria mulher é porque está com uma mulher fora.

Sinceramente não me ofendi com isso, já que eu sei que, na sociedade depravada em que vivemos é mais do que natural que a amiga de AN pense isso de mim e dos outros homens. A questão é que, agora, sinto-me na obrigação de ter uma relação sexual com AN, mesmo sem querer fazer isso.

Ela está com a auto-estima muito baixa e eu preciso ajudá-la a melhorar esse astral de alguma forma. O problema é que, quando eu teu relações com ela, eu perco temporariamente os benefícios do reboot, e volto a ficar no desânimo, na má-vontade e na preguiça que me eram peculiares antes do reboot. Felizmente isso só dura por alguns dias, mas é ruim.

Não sei o que fazer, Domi, sinceramente:

1. Ter relação com AN por compaixão, sem sentir nada físico por ela é uma forma de auto-agressão e os sintomas do PMO voltam durante alguns dias.

2. Voltar a praticar PMO é uma válvula de escape eficaz, mas cobra um efeito de preguiça e falta de energia no dia a dia que, realmente, não compensa sob hipótese alguma.

3. Trair AN com MG ( por quem eu sinto uma forte atração) ou por G ( uma namorada minha que liga direto para mim e que também eu tinha uma química muito boa) está fora de cogitação, pois não tenho coragem de fazer isso com AN

4. Ficar, como eu estou, em hard mode, em abstinência total, tem solapado a auto-estima de AN, apesar de, para mim, ser a atitude menos dolorosa, pois sinto-me ótimo.

Qualquer atitude tem um preço, e um preço alto

Olha, sinceramente, às vezes tenho vontade de correr desse casamento! Ninguém consegue ficar casado sem sexo! Contudo, como AN está doente e sequelada e sempre foi uma pessoa que me teve carinho e amor não posso fazer uma cachorrada dessa com ela.

Sinto-me como aquelas mulheres do século XIX que não tinham o menor controle sobre a sua sexualidade. Quando queriam fazer amor com seus maridos não podiam falar pois ia contra a moral da época e, quando seus maridos, queriam ter relações com elas, quando elas não queriam, tinham que se submeter, fingir o orgasmo, por uma questão de submissão aos seus "deveres de esposa".

É exatamente assim como me sinto! A sexualidade não é para mim um instrumento de prazer, mas de tortura! Não tenho mais liberdade, nem controle sobre o meu próprio prazer e tenho que me anular pela minha parceira. Isso me dá um misto de tristeza, frustração e raiva.

Desculpe-me a longa postagem, mas estava precisando desabafar e também de um conselho feminino. Um abração: Antônio
neoii
neoii
Mensagens : 653
Data de inscrição : 21/07/2015

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 20/5/2016, 21:16
Antonio eu vi e ja sabia que isso ia acontecer ,na realidade você ama a An mais devido a algo que sua ex falou isso ficou na sua memoria ela deve ter falado algo que se sentiu humilhado e fica como que no fundo quer mostrar algo a ela ,na verdade seria melhor você contar para a An mostre relatos e diga como você precisa dela ,ela sente que acabou para ela eu acho que ai tudo isso vai mudar ,eu sei e sinto que o grande amor da sua vida é an mais sua ex traz algo de alguma forma que mexe com você ,eu posso estar errada mais algo como você não é nada ,você não me merece ,querido fale com ela e peça ajuda conte para ela que é compulsivo e que precisa dela para sair disso que esta com medo eu acredito que isso vai salvar a vida dela ,a mg é apenas a sua atriz porno é a nostalgia dos paraiso perdido ,mulher é doce é materna além de tudo ela vai ficar agradecida e ficara bem ,isso que você esta passando é normal todos nós ficariamos assim ,mais Antonio poucos teria sua dignidade eu não acho você maravilhoso pela profissão mais apesar de tudo sobre a lição que você traz ,acho que esta precisando se aventurar na favela novamente ,és um menino acima de tudo um menino com índole e isso é admiravel ,eu vejo que muitas vezes pensamos muito igual mais você me falou desse grande coração que tenho e talvez nem se deu conta do tamanho do seu ,te admiro tanto e quero dizer que não é tão dificil eu acho que a ANta apenas tão doente assim pois tem medo de te perder ,conte para ela e diga que isso começou antes dela e ela não é culpada ,ela ficara boa do avc por você ,sim você é da area e sabe que tem coisa que a ciência não consegue explicar e a força do amor é uma .neoii com carinho e respeito por você antonio
Domi1
Domi1
Mensagens : 788
Data de inscrição : 21/09/2015

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Olá, Texto enorme como de costume

em 23/5/2016, 15:23
Há muitas coisas a serem refletidas nessa história, vou tentar separar um pouco para você me compreender melhor.

O primeiro ponto: A sinceridade.
A AN está com sequelas e infantilizada e eu acho normal que você não goste de estar na cama com uma mulher que se comporte como uma criança. Porém AN sabe que você a rejeita, todo mundo se toca disso e talvez por não perceber que está infantilizada acha que você está com outra.
Já tentou ter uma conversa sincera com ela?? Já tentou falar com o psicólogo dela sobre isso??
O casamento precisa ser claro, mesmo quando a verdade é dolorida, sempre há formas de contar sem ser ofensivo, diga a ela a verdade e aí sim você estará dando uma oportunidade para ela melhorar e você rever ela como mulher.

O Segundo ponto: O padrão de beleza
O interesse físico muitas vezes é uma questão de opinião e muda o tempo todo como a moda faz conosco. Já reparou como na década de 90 os seios considerados sensuais e enormes são os pequenos de hoje. Os homens preferiam outro tipo de mulher, e nossos avôs um diferente do nosso pai... Que mulheres negras não eram tão aceitas pelos homens como hoje, e as asiáticas já tiveram uma época que eram consideradas deusas da beleza??
Em todas essas fases os nossos padrões do que é belo é modificado um pouco, aposto que se você pegar fotografias das meninas da escola que você era apaixonado e ver as outras meninas da sua classe, vai encontrar alguém que ninguém reparava mas era bonita.
Mas por qual motivo? Pois atração muitas vezes tem haver com conceito, do que nos falam que é bom, e isso tem haver com a nossa evolução, sempre vamos procurar a pessoa que é mais apta a ter nossa prole. E por isso a opinião dos outros conta um pouco.
Quero que pense se tudo em sua mulher mudou com o AVC, olhe para ela e veja que há coisas bonitas (pelo amor de DEUS, não compare ela a nada, só a observe e verá beleza, seja nos olhos, cabelo, pele, seio, um nariz bem feito, a observe como faz com uma flor, se ficar comparando uma rosa com a outra, vai ver que todas são imperfeitas, mas se ver apenas a flor por sí só verá sua beleza real)

O terceiro ponto: A doença e sua profissão
Já se perguntou se não transformou sua mulher em sua paciente e por isso retirou o interesse sexual que tinha sobre ela??
Que está carente por ter colocado ela como paciente e não ter deixado ela também cuidar de você, mesmo com as limitações dela, te garanto que é capaz de cuidar, te escutar entre outras coisas.
Porque o que me passou pelo seu relato é que você a ama, mas que se sente atraído pelas suas antigas paixões, ao meu ver você está buscando não apenas um corpo que te atraia mas alguém que também te entenda, por isso busca suas ex e não uma mulher bonita que te traga novidades em um relacionamento, você está resgatando não só o sexo mas sim os sentimentos do que era ter um relacionamento, por isso elas estão tão atraentes.
Enquanto ver sua mulher como uma paciente, como uma doente, você não se sentirá atraído por motivos claros. Acredito que não é a voz dela, mas o que a voz representa para você.
Quando envelhecemos tendemos a lembrar das pessoas quando novas e quando nos atraiam, incluindo a nós mesmos, por isso nas empresas as tiazonas que foram gostosas quando novinhas ainda é vista com muito desejo pelos veteranos, mesmo ela já não sendo mais tudo aquilo. Você está vendo suas Ex assim e AN por ter tido um AVC já não remete a mesma mulher que te fez casar com ela. Não é só o presente e sim o seu passado que foi apagado pela doença dela.

Quarto ponto: A depressão.
Eu prefiro não falar sobre a depressão de AN, pois deve ser uma soma de fatores que gerou isso nela, mas a depressão vai deixa-la com menos força de querer ser uma mulher para ti. Quando foi a última vez que você fez um elogio a ela como Homem dela e não como alguém com compaixão??
Acho que você tem que tirar o seu papel de cuidador e se colocar como marido dela, há muita diferença nisso, os médicos sentem dificuldade as vezes de compreender essa diferença, aposto que quando ela estava feliz quando saudável era mais sexy que quando triste... Tente deixa-la segura, a depressão é fruto de uma insegurança e os medos dela são bem fundados não acha??


Agora a última questão:
"Contudo, quando eu tive relações com AN, há 2 meses, os sintomas de falta de energia da PMO, voltaram. Eu não sei se foi por causa do orgasmo ou por causa das fantasias que tive que usar para ejacular ( senão não conseguiria sob hipótese alguma e AN iria ficar com a autoestima mais baixa do que já tem)."

Nesse dia você se masturbou, não estava usando um estímulo real, estrava traindo sua mulher em pensamento, estava se traindo, eu enquanto mulher prefiro que não ejacule do que use algum artificio para isso, é humilhante.
Meu parceiro usava esse artificio comigo no começo, e sempre ficou claro para mim que ele não estava lá, que não estava comigo, eu sentia vergonha de mim depois, me sentia usada.
Se você está sendo forçado não faça, é melhor do que mentir para ela.

Sua ex vai usar de todos os artifícios femininos para te deixar mais longe da sua mulher, e o primeiro é se apresentar sempre bonita e disposta, depois te dar consolo sempre que parecer triste, comparar coisas da sua vida com algo melhor que supostamente ela poderá dar.
Eu já fiz isso, já fizeram isso com os meus ex, sempre que estamos mal, vai aparecer alguém com idéias melhores e mais atraentes, mas o seu casamento só pode ser restaurados por vocês dois.

Reflita de forma sincera sobre as coisas que eu disse e terá a resposta se realmente deve ou não continuar com AN. Só te peço que seja sincero consigo mesmo, que se olhe como marido e homem e olhe sua esposa como tal e mulher e não como paciente.
E lembre que se você a ama como mulher e não como amiga é porque ainda vale a pena tentar.

Beijos
Antônio71
Antônio71
Moderador
Moderador
Mensagens : 1101
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 48

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Re: Diário de Domi. Parceira de um viciado.

em 24/5/2016, 20:46
Obrigado, Domi, pela força! Realmente o problema talvez esteja em mim e não nela. A P nos impõe um padrão de beleza que fica impregnado em nosso cérebro e que não é fácil se desvencilhar.

Eu não me masturbei, mas pensei nos filmes eróticos enquanto estava com ela pois, do contrário, não atingiria o orgasmo.

Vou com calma. Vou ter relações com ela sem exigir tanto nem dela, nem de mim. Creio que o reboot vai corrigir não só a minha DE e ER, mas também a minha percepção. Tenho orado por isso.

Um abração e muito obrigado.

_______________________________________
Antônio71
Antônio71
Moderador
Moderador
Mensagens : 1101
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 48

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Problema com a minha mãe

em 13/6/2016, 15:10
Obrigado, Domi, pelo carinho! Espero não ter lhe assustado com o meu lado mais cruel. Não sei se foi impressão mas talvez o fato de AN está vivendo um "amor por caridade" tenha mexido um pouco com você.

Bom... deixe-me falar de algumas coisas boas que estão acontecendo no meio dessa tempestade que eu e ela estamos vivendo:

Certa vez eu a levei para caminhar no corredor. Eu fui caminhando ao seu lado, levando o soro e, quando chegamos próximo à janela, vimos a nossa imagem refletida. Ela acenou mostrando o acontecimento.

Quando chegamos na janela, como estávamos no 14o andar, a paisagem estava linda, pois víamos toda a cidade de Recife, de cima. O sol estava se pondo e o espetáculo era encantador. Ela virou-se, então, para mim, olhou-me nos olhos e disse:

- Você não vai esquecer de mim não, não é?

Eu fiquei com os olhos cheios de água. Fiz muita força para não chorar. Retruquei, então, disfarçadamente:

- Porque você está me perguntando isso?

- Porque você está magro, bonito, elegante! Eu nunca esqueço de você! Você vai esquecer de mim?

- Não, meu amor, claro que não!

Vez ou outra eu sou surpreendido por essa tristeza endógena e visceral. Realmente eu e AN passamos muitos momentos bonitos como esse descrito acima ao longo desses 7 anos de convivência. Estarei sempre me lembrando desses momentos. Ela sempre foi muito boa e cuidadosa comigo também.

Engraçado que o reboot faz com que momentos mágicos, como esse que eu descrevi, aconteçam. Acho que isso ocorre porque estamos mais conectados com o coração e o ambiente responde de acordo.

Tenho muito medo ainda, Domi, de abrir o meu coração para o amor! Tenho medo de sentir tristeza, saudade, afeto... tudo isso me deixa vulnerável diante do feminino!

A insensibilidade foi uma forma que encontrei para me proteger de vocês, mulheres ( não quero lhe ofender, estou apenas desabafando). A PMO veio como uma maneira de ampliar ainda mais essa insensibilidade.

Minha relação com minha mãe ( que faleceu no ano passado) sempre foi muito ruim. Havia muito desprezo, desrespeito e agressão da parte dela. Só bateu em mim algumas vezes, mas as agressões psicológicas eram verdadeiros espancamentos. Claro, estou trabalhando tudo isso em terapia.

Minha psicóloga diz que essa insensibilidade, que ela nomeia de "congelamento" foi o mecanismo que a minha criança encontrou para sobreviver a tanta agressão. De modo que o que passei a sentir por minha mãe foi um sentimento neutro. Não tinha mais tanta raiva dela ( como na minha adolescência), mas também não sentia afeto. Era como se fosse uma desconhecida, uma estranha.

Minha mãe morreu o ano passado de câncer de pulmão. Eu a acompanhei o tempo todo. Como filho único dei toda a assistência financeira, emocional e espiritual. Dei o meu máximo e o meu melhor por ela. Levei as pessoas que ela tinha mágoa para que ela pudesse fazer as pazes antes de morrer. As pessoas, sabendo da situação, deram o seu melhor. Fiquei com ela no hospital e quando estava de plantão pagava os acompanhantes.

Mas a verdade crua e nua, Domi, é que já fazem 9 meses que a minha mãe morreu e não sinto um pingo de saudade. Na realidade sinto sim, um certo alívio. É triste ter que admitir isso e me enche de culpa, mas é a verdade! Eu não posso me obrigar a sentir por minha mãe aquilo que é politicamente correto.

Claro, tenho orado muito por ela, tanto naquele ano de 2015 que ela passou doente, até agora. Fiz muita oração e meditação pelo bem-estar dela no dia 25 de maio ( que teria sido seu aniversário) e também nos dia das mães.

Contudo, não tem como eu me obrigar a sentir por ela o que é adequado. O pior é que a tendência, como você e Projeto bem sabem, é eu transferir para as outras mulheres essa insensibilidade adquirida.

A coisa não se dá no comportamento. Eu sou romântico, extremamente afetuoso e cuido com carinho da pessoa. Contudo, a nível de coração, tenho medo de me abrir totalmente, tenho medo de me entregar, de ser machucado ou rejeitado.

O reboot, contudo, está fazendo um processo gradativo de "descongelamento" e eu, aos poucos, estou acessando mais os sentimentos. O pathwork, a terapia individual e a prática da minha religião ( eu sou espírita) também contribuem para isso.

É isso, Domi! Desculpa o longo desabafo. Um abração: Antônio

_______________________________________
Domi1
Domi1
Mensagens : 788
Data de inscrição : 21/09/2015

Diário de Domi. Parceira de um viciado. - Página 6 Empty Uma carta de amor e a transformação de um solteiro convicto.

em 30/6/2016, 21:18
Gostaria de compartilhar uma carta que recebi do meu parceiro.
Apesar de ser uma carta de amor, o foco não ser o vício em PMO, nela se mostram algumas transformações na visão de mundo que o meu parceiro teve depois do reboot.
Fazem 5 meses que ele está longe da pornografia (desde 18 de janeiro) e muitas mudanças aconteceram, não só no sexo, mas na forma de como ele encara a mim, o nosso relacionamento e as mulheres. Posso dizer que ele não é só melhor namorado e amante mas sim uma melhor pessoa, filho e irmão.

Pretendo escrever as mudanças sentidas nesses últimos 5 meses e uma história um tanto confusa que aconteceu meses atrás, assim todos os parceiros que chegarem até mim, possam ter mais conteúdo para se orientar.

Com vocês e momento mais piegas do meu diário, por parceiro da Domi1:

"Hoje em dia é a vida de solteiro é vista como algo bom, praticamente idolatrada por aqueles que a praticam e desejada por alguns comprometidos. Afinal, por que termos apenas um parceiro se podemos ter de monte no mundo moderno? As inovações tecnológicas tornam isso tão fácil, a mídia a exalta e o namoro é visto com pavor, casamento então nem se fale...

A verdade é que essas pessoas não vivenciaram um amor verdadeiro. Aquela vontade de esquecer todo o resto e ficar com seu parceiro, de querer passar todo o tempo possível do seu lado, pois só seu escolhido importa. Um carinho faz você deixar de lado todos os problemas que está enfrentando, algumas palavras fazerem você sorrir incontrolavelmente, essa é a felicidade do verdadeiro amor.

Não se iluda, o verdadeiro amor é difícil de encontrar e exige paciência e entrega. Paixões e amores todos podem vivenciar aos montes na vida, mas o verdadeiro, ah o verdadeiro, esse é complicado, porém recompensador.

Esse talvez seja o motivo de tantas pessoas preferirem a vida de solteiro, como eu outrora, ela é muito mais fácil e nos dias de hoje você enfrenta menos frustrações, pois basta um deslizar do dedo no celular e a primeira barreira do contato entre duas pessoas está quebrada, uma noite juntos e os dois podem partir para outra sem comprometimentos. Já o amor requer cuidado e trabalho na manutenção, exige olhar para si e se abrir, necessário entrega e honestidade nas discussões, pois acreditem, elas acontecerão por mais perfeito que seu relacionamento seja, portanto, não são atitudes que todos estão dispostos a tomar, mas para aqueles que são capazes de passar por todos os obstáculos você pode perceber que não é apenas um amor, mas o verdadeiro.

No verdadeiro amor você não muda porque seu parceiro pediu, você procura mudar porque quer fazer por essa pessoa. Rotina não é entediante, ela se torna divertida por ser compartilhada com alguém especial; namoro/casamento não é uma prisão, é libertador, pois você pode ser autentico com seu parceiro sem medo de ser julgado; sexo não é só o mesmo de sempre, é com alguém que sabe cada vez mais oque você gosta; passar tempo junto não é obrigação, é o momento que você mais deseja de todos. É saber que você pode contar com alguém para o que acontecer na vida. É querer compartilhar todos os momentos bons juntos, pois sem ela/e não é a mesma coisa. É sentir saudade logo depois de dar tchau. É planejar tudo na vida pensando como casal. É querer passar todo resto da vida com essa pessoa e mais ninguém.

Eu já encontrei meu verdadeiro amor.

Domi1, essa pessoa é você. Eu te amo!"


Aos que me acompanham entenderão o que cada palavra significa.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum