Ir em baixo
barryallen
barryallen
Mensagens : 83
Data de inscrição : 08/03/2017
Idade : 33
Localização : BH

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 25/3/2017, 23:13
DIAS 09/10V: Viajei pra casa da minha mãe e o período da tarde foi difícil pelo tédio e pelo ambiente familiar pouco saudável. Resisti, mas à tarde instalei um app (Tinder) e isso não me fez bem porque tem muita mulher sensualizando. A solidão me fez fazer o download e fiquei excitado com algumas imagens. Logo me vi sabotando e desinstalei. A noite, formatura, tudo ótimo.
No dia 10, sábado, acordei cedo para resolver algumas coisas na rua e eu senti que meus olhos iam em direção a tudo quanto é peito e bunda. Dei duas voltas no quarteirão pra ver coisas de casa e foi muito difícil. Fiquei bastante excitado e parece que entrei no efeito caçador. Estou preocupado porque todos os meus resets foram nesse efeito caçador que parece que eu saio do extremo da flat line pra ir pra uma quantidade enorme de tesão e qualquer coisa me excita. Preciso vencer esta etapa. Costuma durar quantos dias? A noite saí pra correr e evitar uma queda... corri o máximo que consegui pra ficar cansado mesmo e agora já estou meio exausto me preparando pra dormir. Espero normalizar logo.

_______________________________________
Wolverine
Wolverine
Mensagens : 881
Data de inscrição : 28/05/2016
Idade : 35

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 26/3/2017, 08:16
Spoiler:

barryallen escreveu:DIAS 09/10V: Viajei pra casa da minha mãe e o período da tarde foi difícil pelo tédio e pelo ambiente familiar pouco saudável. Resisti, mas à tarde instalei um app (Tinder) e isso não me fez bem porque tem muita mulher sensualizando. A solidão me fez fazer o download e fiquei excitado com algumas imagens. Logo me vi sabotando e desinstalei. A noite, formatura, tudo ótimo.
No dia 10, sábado, acordei cedo para resolver algumas coisas na rua e eu senti que meus olhos iam em direção a tudo quanto é peito e bunda. Dei duas voltas no quarteirão pra ver coisas de casa e foi muito difícil. Fiquei bastante excitado e parece que entrei no efeito caçador. Estou preocupado porque todos os meus resets foram nesse efeito caçador que parece que eu saio do extremo da flat line pra ir pra uma quantidade enorme de tesão e qualquer coisa me excita. Preciso vencer esta etapa. Costuma durar quantos dias? A noite saí pra correr e evitar uma queda... corri o máximo que consegui pra ficar cansado mesmo e agora já estou meio exausto me preparando pra dormir. Espero normalizar logo.

Fala, Barry Allen!

Gostei das atitudes. Você agiu no momento certo para evitar uma fissura e assim um possível reset.

É bom evitar o máximo que puder os gatilhos, porque eles podem aumentar a fissura e vai chegar um momento que será muito difícil resistir.

Sucesso na caminhada, meu amigo. Estou torcendo por você!

Grande abraço!

_______________________________________
barryallen
barryallen
Mensagens : 83
Data de inscrição : 08/03/2017
Idade : 33
Localização : BH

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 26/3/2017, 21:27
Dia 11 - Muito feliz por atingir dois dígitos mas sei que minhas batalhas começam a ficar mais complicadas. Cochilei hoje a tarde e tive um sonho erótico. Acordei meio mal. Insisti nos aplicativos hoje... sei que é errado e eu to criando gatilhos. Não fui pra PMO mas fiquei excitado. Mandei muito mal! Preciso me policiar mais e planejar melhor meu fim de semana. No mais, a noite fui a igreja e me senti bem encorajado a permanecer no reboot. Vamos seguindo...

_______________________________________
Rafael Lanca
Rafael Lanca
Mensagens : 39
Data de inscrição : 15/03/2017

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 26/3/2017, 21:44
É isso aí, dois digitos também. Parabéns.
Tenta preencher mais o seu dia e nao se cuple tanto por seus sonhos, é só o seu subconciente sentindo falta do vicio, isso acontece e vai passar. Forca aí para ti !

_______________________________________


Create your own countdown



Visite o meu perfil e me de uma forca :-)
http://www.comoparar.com/t4802-reboot-nao-aguentos-mais-pornos-pesados
Stark
Stark
Mensagens : 2171
Data de inscrição : 22/07/2016
Idade : 22
Localização : Malibu - California

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 27/3/2017, 00:27
Ola Barry, o homem mais rápido do mundo.

Realmente a PMO nos tira muita coisa, as vezes também sinto que todos os meus amigos curtem a vida e tal, menos eu. Já dispensei muitos relacionamentos por causa desse vicio, muitas oportunidades que quando penso até bate a bad. Mas devemos usar isso como motivação para continuar, pois ainda dá pra contornar a situação (o histórias de sucesso tão ai pra mostrar isso).

Tem dias que realmente parece que tudo conspira a favor de uma recaída, parabéns por ter resistido!! só tome cuidado com as redes sociais.

Abraços.
Mr. Wayne
Mr. Wayne
Mensagens : 576
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 35

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 27/3/2017, 03:36
Evite os aplicativos tipo tinder o badoo pq pra nos sao o equivalente de pornografia. Se for pra sair com uma menina conheça ela pessoalmente,muito melhor

_______________________________________
barryallen
barryallen
Mensagens : 83
Data de inscrição : 08/03/2017
Idade : 33
Localização : BH

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty 12º dia - 27/03/2017

em 27/3/2017, 19:48
Efeitos positivos:
Hoje acordei com uma sensação de bem-estar muito boa. Consegui vencer o fim de semana sem PMO, como narrei. Mesmo tendo ido pra casa dos meus pais, me senti com muita força para não cair. Saí de casa e venci, embora tenha passeado pelo Tinder como narrei e isso me fez mal. Vacilei, e percebi que se eu alimentar essa prática, vou acabar caindo na PMO. Já desinstalei! Não rola!

Percebi dois benefícios hoje:

- Sensação de bem estar e esperança com relação a vida: talvez esse seja minha principal motivação considerando que sou virgem e ainda não estou em um relacionamento. Não sei se tenho ER, DE, etc. Até o ano passado, eu tinha fimose e a perspectiva de transar me incomodava um pouco porque sentia meu pênis enforcado. Eu e uma namorada quase fizemos, mas não rolou. Hoje já quero muito, cheguei a ver sites com prostitutas, mas como estou morando com meu pai e vivendo um momento específico (concurseiro, sem grana, muitas provas) entendi que não seria uma boa idéia. Mas hoje acordei com uma sensação de esperança, alegria e por mais que as coisas não estejam boas, sinto que elas vão melhorar. A PMO sempre me trouxe um sentimento forte de auto-destruição e acabou com minha auto-imagem. Todos os meus amigos e familiares falam que sou um cara inteligente, bonito, interessante e sociável, mas eu não me vejo assim. Sempre me vi como um grande fracassado e agora estou começando a me ver melhor. Esse sentimento é indescritível e venho aqui anotar pra que quando vier a fissura, eu não troque essa sensação por alguns minutos ou horas de prazer. Algumas coisas estão difíceis. Minha mãe está desempregada, os concursos que fui aprovado "travaram" e não chamam mais desde o ano passado. Minha vida social está meio devagar também, mas sinto que as coisas vão melhorar e estou me esforçando pra isso.

- Mais disposição na academia: eu tenho o biotipo mais "gordinho" e sempre fui preguiçoso para esportes. Contudo, tenho sentido uma disposição incrível para malhar e emagreci um pouco. Senti que tonifiquei um pouco também. Geralmente, na academia, eu já desanimava quando começava a doer ou ficar cansado. Agora eu tenho tentado ir até os meus limites e essa sensação é muito boa. Hoje de manhã, fui malhar e dei o máximo de mim, sem tomar nenhum suplemento nem nada. Não sei se é o aumento da testosterona. Logo depois fui para o trabalho e consegui focar bastante nas minhas atividades.

Enfim, mais um dia! Vamos a frente! Esse diário tem feito toda a diferença.

_______________________________________
Wolverine
Wolverine
Mensagens : 881
Data de inscrição : 28/05/2016
Idade : 35

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 28/3/2017, 15:55
Parabéns por alcançar os dois dígitos no reboot, Barry Allen!

Você tem demonstrado muita força de vontade para superar o vício. Em breve você completará o reboot e mudará completamente o seu destino e terá a vida que sempre sonhou ter.

Desejo sucesso na sua caminhada, irmão.

Grande abraço!

_______________________________________
barryallen
barryallen
Mensagens : 83
Data de inscrição : 08/03/2017
Idade : 33
Localização : BH

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Dia 13 - 28/03/17

em 28/3/2017, 20:03
Mais um dia! Os pensamentos relacionados a PMO ainda vem, mas com menos frequência e menos força também. Já me sinto feliz por não me sentir mais tão dominado e vulnerável, embora precise estar sempre vigilante.

O ebook e o fórum tem me ajudado muito a refletir sobre algumas posturas que me levavam para a PMO. Percebo que tenho tido um pouco mais de clareza nos pensamentos. Um exemplo: estar em uma cidade nova sem conhecer ninguém e na condição de concurseiro é uma jornada muito solitária. A PMO sempre foi um lugar de 'prazer' que reforçava essa solidão. Sempre dava um jeito de racionalizar: estou sozinho, sem ninguém, deixa eu 'curtir'. Mas vejo como ela é prejudicial. Hoje, por exemplo, alguns caras da igreja que frequento vão a uma pizzaria despedir de um deles que vai se mudar e me convidaram.

Em outros tempos, eu simplesmente iria deixar de ir pra ficar em casa estudando (é uma necessidade real) até porque são caras que nem tenho muita afinidade ou intimidade ainda... Rola uma certa preguiça! No entanto, como sei da necessidade e da importância da socialização no processo de religação, vou mesmo assim. Vontade? Pouca, mas tenho uma intenção real de vencer o vício e poder viver a vida sem a fantasia que a PMO oferece. Sei que na vida real, as pessoas enfrentam esses problemas que vivo de alguma forma (preguiça, desilusão, auto-imagem distorcida, solidão) com atitudes reais, sem anestésicos e é o que estou tentando fazer.

Uma clareza de pensamento que surgiu também é que ainda sou muito apegado a amigos e a uma ex-namorada que tive na outra cidade que vivi por 10 anos. Percebi que a razão de sofrer tanto por não ter mais essas pessoas na minha vida é que não consegui construir novos relacionamentos na cidade nova, então, acabo me apegando ao afeto que tive no passado. Acho que é uma sensação de não me pertencer mais ao passado sem estar plenamente feliz no presente. Parece que a única forma de vencer é seguir em frente. Focar em algo novo: estudos, concurso... e também em novos vínculos sociais.

Pensei bastante nisso, mas de uma maneira adulta, sem deixar as emoções negativas me destruírem me colocando na posição de vitimização, lembrando que eu defino meu futuro e meu presente. Enfim, vamos em frente!

_______________________________________
eyeofthetiger
eyeofthetiger
Mensagens : 516
Data de inscrição : 04/09/2015
Localização : [url=http://pmo-tracker.appspot.com/?u=4828654177615872][img]http://pmo-tracker.appspot.com/img?u=4828654177615872[/img][/url]

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 28/3/2017, 21:23
barryallen escreveu:DIAS 09/10V: Viajei pra casa da minha mãe e o período da tarde foi difícil pelo tédio e pelo ambiente familiar pouco saudável. Resisti, mas à tarde instalei um app (Tinder) e isso não me fez bem porque tem muita mulher sensualizando. A solidão me fez fazer o download e fiquei excitado com algumas imagens. Logo me vi sabotando e desinstalei. A noite, formatura, tudo ótimo.
No dia 10, sábado, acordei cedo para resolver algumas coisas na rua e eu senti que meus olhos iam em direção a tudo quanto é peito e bunda. Dei duas voltas no quarteirão pra ver coisas de casa e foi muito difícil. Fiquei bastante excitado e parece que entrei no efeito caçador. Estou preocupado porque todos os meus resets foram nesse efeito caçador que parece que eu saio do extremo da flat line pra ir pra uma quantidade enorme de tesão e qualquer coisa me excita. Preciso vencer esta etapa. Costuma durar quantos dias? A noite saí pra correr e evitar uma queda... corri o máximo que consegui pra ficar cansado mesmo e agora já estou meio exausto me preparando pra dormir. Espero normalizar logo.

Tinder é um veneno para quem está fazendo reboot, já recaí várias vezes por causa desse maldito aplicativo.

Esses gatilhos são fatais, evite qualquer rede social que contenha fotos de mulheres, pois essas fotos trabalham com os mesmos caminhos neurais do vício.

Tomando certas precauções seu reboot ficará muito mais fácil.

Boa sorte!

_______________________________________
“O verdadeiro homem mede sua força, quando se defronta com o obstáculo”. Antoine de Saint-Exupéry

Lev
Lev
Mensagens : 26
Data de inscrição : 23/03/2017

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 29/3/2017, 10:38
barryallen escreveu:Mais um dia! Os pensamentos relacionados a PMO ainda vem, mas com menos frequência e menos força também. Já me sinto feliz por não me sentir mais tão dominado e vulnerável, embora precise estar sempre vigilante.

O ebook e o fórum tem me ajudado muito a refletir sobre algumas posturas que me levavam para a PMO. Percebo que tenho tido um pouco mais de clareza nos pensamentos. Um exemplo: estar em uma cidade nova sem conhecer ninguém e na condição de concurseiro é uma jornada muito solitária. A PMO sempre foi um lugar de 'prazer' que reforçava essa solidão. Sempre dava um jeito de racionalizar: estou sozinho, sem ninguém, deixa eu 'curtir'. Mas vejo como ela é prejudicial. Hoje, por exemplo, alguns caras da igreja que frequento vão a uma pizzaria despedir de um deles que vai se mudar e me convidaram.

Em outros tempos, eu simplesmente iria deixar de ir pra ficar em casa estudando (é uma necessidade real) até porque são caras que nem tenho muita afinidade ou intimidade ainda... Rola uma certa preguiça! No entanto, como sei da necessidade e da importância da socialização no processo de religação, vou mesmo assim. Vontade? Pouca, mas tenho uma intenção real de vencer o vício e poder viver a vida sem a fantasia que a PMO oferece. Sei que na vida real, as pessoas enfrentam esses problemas que vivo de alguma forma (preguiça, desilusão, auto-imagem distorcida, solidão) com atitudes reais, sem anestésicos e é o que estou tentando fazer.

Uma clareza de pensamento que surgiu também é que ainda sou muito apegado a amigos e a uma ex-namorada que tive na outra cidade que vivi por 10 anos. Percebi que a razão de sofrer tanto por não ter mais essas pessoas na minha vida é que não consegui construir novos relacionamentos na cidade nova, então, acabo me apegando ao afeto que tive no passado. Acho que é uma sensação de não me pertencer mais ao passado sem estar plenamente feliz no presente. Parece que a única forma de vencer é seguir em frente. Focar em algo novo: estudos, concurso... e também em novos vínculos sociais.

Pensei bastante nisso, mas de uma maneira adulta, sem deixar as emoções negativas me destruírem me colocando na posição de vitimização, lembrando que eu defino meu futuro e meu presente. Enfim, vamos em frente!

Barry, sei como é viver do passado, um dos motivos que o meu vicio em PMO chegou num estado destrutivo tão grande foi esse, de ficar apegado a pessoas do passado, uma ex-namorada, a curtição do passado.

Quanto mais você se desapegar do passado, mais terá controle sobre seu presente... Esta acontecendo comigo, quanto mais desapego emocionalmente do meu passado mais me sinto capaz de mudar a minha vida hoje (no presente) e melhor que isso, eu consigo agir, não to mais procrastinando tanto como antes, estou dando passos pequenos mais com clareza de onde estou querendo chegar.

Uma coisa que eu aprendi "sou um homem sem passado, o que tenho é experiencia"... Tamo junto cara!
barryallen
barryallen
Mensagens : 83
Data de inscrição : 08/03/2017
Idade : 33
Localização : BH

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 29/3/2017, 20:36

Lev escreveu:
barryallen escreveu:Mais um dia! Os pensamentos relacionados a PMO ainda vem, mas com menos frequência e menos força também. Já me sinto feliz por não me sentir mais tão dominado e vulnerável, embora precise estar sempre vigilante.

O ebook e o fórum tem me ajudado muito a refletir sobre algumas posturas que me levavam para a PMO. Percebo que tenho tido um pouco mais de clareza nos pensamentos. Um exemplo: estar em uma cidade nova sem conhecer ninguém e na condição de concurseiro é uma jornada muito solitária. A PMO sempre foi um lugar de 'prazer' que reforçava essa solidão. Sempre dava um jeito de racionalizar: estou sozinho, sem ninguém, deixa eu 'curtir'. Mas vejo como ela é prejudicial. Hoje, por exemplo, alguns caras da igreja que frequento vão a uma pizzaria despedir de um deles que vai se mudar e me convidaram.

Em outros tempos, eu simplesmente iria deixar de ir pra ficar em casa estudando (é uma necessidade real) até porque são caras que nem tenho muita afinidade ou intimidade ainda... Rola uma certa preguiça! No entanto, como sei da necessidade e da importância da socialização no processo de religação, vou mesmo assim. Vontade? Pouca, mas tenho uma intenção real de vencer o vício e poder viver a vida sem a fantasia que a PMO oferece. Sei que na vida real, as pessoas enfrentam esses problemas que vivo de alguma forma (preguiça, desilusão, auto-imagem distorcida, solidão) com atitudes reais, sem anestésicos e é o que estou tentando fazer.

Uma clareza de pensamento que surgiu também é que ainda sou muito apegado a amigos e a uma ex-namorada que tive na outra cidade que vivi por 10 anos. Percebi que a razão de sofrer tanto por não ter mais essas pessoas na minha vida é que não consegui construir novos relacionamentos na cidade nova, então, acabo me apegando ao afeto que tive no passado. Acho que é uma sensação de não me pertencer mais ao passado sem estar plenamente feliz no presente. Parece que a única forma de vencer é seguir em frente. Focar em algo novo: estudos, concurso... e também em novos vínculos sociais.

Pensei bastante nisso, mas de uma maneira adulta, sem deixar as emoções negativas me destruírem me colocando na posição de vitimização, lembrando que eu defino meu futuro e meu presente. Enfim, vamos em frente!

Barry, sei como é viver do passado, um dos motivos que o meu vicio em PMO chegou num estado destrutivo tão grande foi esse, de ficar apegado a pessoas do passado, uma ex-namorada, a curtição do passado.

Quanto mais você se desapegar do passado, mais terá controle sobre seu presente... Esta acontecendo comigo, quanto mais desapego emocionalmente do meu passado mais me sinto capaz de mudar a minha vida hoje (no presente) e melhor que isso, eu consigo agir, não to mais procrastinando tanto como antes, estou dando passos pequenos mais com clareza de onde estou querendo chegar.

Uma coisa que eu aprendi "sou um homem sem passado, o que tenho é experiencia"... Tamo junto cara!

Obrigado pelas palavras, Lev! É muito saber que não estou sozinho nesta caminhada e que os sentimentos são partilhados. Confesso que o fórum tem me ajudado bastante com relação a solidão. Por mais que eu esteja sozinho a maior parte do tempo, não me sinto solitário. É incrível esta empatia que surge por aqui.
Com certeza, a PMO traz esse malefício quando a gente realmente entende o que ela fez conosco. Foram muitas horas perdidas, muitas oportunidades e muitos sentimentos ruins. Agora é realmente hora de focar no presente. Força meu amigo que iremos chegar lá! Esse lance da clareza nos sentimentos e pensamentos realmente é sensacional. Talvez seja o melhor benefício.

_______________________________________
barryallen
barryallen
Mensagens : 83
Data de inscrição : 08/03/2017
Idade : 33
Localização : BH

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Dia 14 - 29/03/17

em 29/3/2017, 20:49
WOW, duas semanas! Two amazing fucking weeks kkkkk

Estou muito feliz por ter chegado até aqui. Parece muito pouco quando penso em 100 dias ou em uma vida inteira longe do vício. Me vejo seguindo em uma estrada e olhando apenas pelo retrovisor para lembrar que um dia a PMO dominou minha vida. É importante saber que ela está lá e que eu estou em processo para não deixar a soberba me dominar, mas sinto que cada passo que dou longe da PMO, também significa um passo para uma nova direção, para um novo "eu". Queria relatar alguns benefícios aqui que pude perceber ontem e hoje:

Socialização: ontem cheguei bem cansado do trabalho - crise de sinusite. Embora não esteja na fissura da PMO (algumas ereções ao longo do dia, mas tudo sob controle), surgiu a possibilidade de ir para uma pizzaria com alguns caras da igreja que frequento. Como estou aqui há três meses apenas, a vontade era inventar uma desculpa e ficar em casa estudando porque tenho duas provas importantes em breve. No entanto, um desses caras - que estava se despedindo - foi um grande parceiro nesses poucos meses demonstrando grande companheirismo. Decidi ir e foi uma das noites mais divertidas dos últimos tempos. Foi algo tão simples: um bando de caras assistindo o jogo do Brasil na TV e batendo papo. Em outros tempos, eu iria fugir disso utilizando a justificativa do estudo (que sim, é importante), mas lá pro fim da noite, viria a vontade do prazer rápido e aí entrava a PMO. Consegui socializar, bater papo, rir, fazer piadas e me senti muito bem, embora eu estivesse em um meio um tanto quanto desconhecido pra mim. Acredito que essa sensação de bem estar e de conseguir me conectar a outras pessoas foi fruto de um esforço, mas também reflete o caminho de estar longe da PMO. Percebo que embora alguns colegas concurseiros insistam que para aprovação em concurso é necessário abrir mão de tudo, incluindo vida social, ontem entendi que eu sou um concurseiro "em recuperação". Não posso simplesmente parar todas as minhas atividades extranet com foco neste objetivo do concurso (importante) porque isso me leva a recaídas. Enfim, a experiência ontem de não me render ao cansaço foi muito gratificante e recompensadora. Não é todo dia que surgem oportunidades de socialização, então vi que era hora de aproveitar. A noite de ontem me trouxe uma alegria verdadeira e me fez ver que é esta a vida que eu quero: com pessoas reais, em breve, com uma namorada, esposa real. A realidade é diferente porque nem sempre os dias são divertidos. Na PMO, podemos descartar o vídeo que não gostamos e sempre procurar um melhor. Na vida, não dá pra ser assim e eu não quero uma vida anestesiada pela PMO onde afogo meus problemas em um vício.

Melhoria na postura: não sei se é efeito placebo associado a academia, mas tenho andado com muita 'auto-confiança' e me sinto mais "ereto" ao andar. Lembro de ter lido no ebook de um cara descrever que se sentia como um "galo de briga" kkkkkk Enfim, parece besteira mas eu tenho uma tendência muito grande a andar meio encurvado, meio corcunda, cabisbaixo (minha mãe sempre me corrigia) e hoje me vi caminhando de uma maneira firme no trabalho... Como disse, parece idiota, mas cada conquista nesse processo tão doloroso e sacrificial merece ser celebrada.

AVANTE!!!

_______________________________________
contratante
contratante
Mensagens : 122
Data de inscrição : 14/03/2016
Idade : 26

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 29/3/2017, 22:37
Se sentir atrasado em relação a todos os meus conhecidos é minha vida, vejo em vc a esperança de sair da minha inércia. Continue em frente, estarei lhe acompanhando. O seu reboot está indo bem.

_______________________________________
Wolverine
Wolverine
Mensagens : 881
Data de inscrição : 28/05/2016
Idade : 35

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 30/3/2017, 21:49
Ótimo relato, Barry Allen! Em breve você completará o reboot e mudará de vida com novos pensamentos e novas visões.

Desejo muito sucesso na sua caminhada.

Grande abraço!

_______________________________________
barryallen
barryallen
Mensagens : 83
Data de inscrição : 08/03/2017
Idade : 33
Localização : BH

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 30/3/2017, 23:25
Dia 15

Como esse reboot é uma montanha-russa de sentimentos e pensamentos. Narrei tantos benefícios no dia anterior, mas hoje acordei com um sentimento de angústia muito ruim. Estou com uma alergia ou sinusite e já tomei os remédios que costumo mas não melhoro. Estou sem plano de saúde e sem grana pra algo "simples". Acordei cansado sem motivo. Embora eu não tenha sentido vontade natural de ir pra PMO, hj seria um dia propício. O pior foi que fiz tudo para melhorar e não fiquei bem: acordei, fui fazer atividade física, não levei o celular pro trabalho e produzi bastante. Cheguei em casa e fui em um evento social da igreja, mas eu não tava legal... não socializei muito. Bom, o dia foi meio bosta mas venho aqui desabafar um pouco porque não quero recair. Sei que essa merda de PMO oferece um prqzer ilusório imediato mas vem carregada de um monte de coisa pior. Acho que é normal terem dias ruins e difíceis. Todo mundo vive assim, mas nós viciados somos tão condicionados a fugir da dor e usar a PMO que qualquer aborrecimento faz com que o cérebro "peça" PMO. Li relatos de sucesso e vi muita gente guerreando nos dias difíceis e decido hoje passar por tudo isso sem recorrer ao vício. Não está fácil , mas tenho FÉ que vai melhorar.

_______________________________________
Spiritum Novus
Spiritum Novus
Mensagens : 544
Data de inscrição : 08/08/2016
Idade : 47

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 31/3/2017, 08:12
Legal, Barry!
Parabéns pela tua postura!
Estimo melhoras pra ti!
As coisas irão melhorar!
Força, irmão!

_______________________________________
barryallen
barryallen
Mensagens : 83
Data de inscrição : 08/03/2017
Idade : 33
Localização : BH

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty 16º Dia

em 31/3/2017, 20:45
Como eu disse ontem, este processo é uma montanha-russa. Já estou muito bem hoje, e com uma sensação de bem-estar incrível. Faço uma prova no domingo e será, talvez, a prova mais difícil e improvável da minha jornada... Mas sinceramente? Estou indo muito otimista, esperançoso e com a paz que estudei bastante e o restante está nas mãos de Deus.
Percebi que as crises na vida sempre virão. Terei dias ruins, dias difíceis... angústias, dor, solidão, ansiedade. Tudo isso faz parte do mundo real. O que percebo é que não posso mais correr para me livrar disso da maneira errada com a PMO. Fico com vontade de dizer "cerébro, seu desgraçado, esse caminho não existe mais! Vamos descobrir novas formas de resolver os problemas?" kkkk

Hoje, estudei muito pela manhã, rendi no trabalho, fui a academia (energia incrível para malhar como nunca tive kk) e vou agora para mais uma sessão de estudo. Sem solidão, sem tristeza, bem feliz por estar no meu propósito de vida que envolve não apenas a abstinência da PMO, mas outros objetivos também.

Ontem, separei um tempo para conversar com um amigo de outra cidade e isso também me ajudou bastante.
Enfim, bateu vontade de acessar PMO hoje... mas seguindo firme sem o vício.


_______________________________________
barryallen
barryallen
Mensagens : 83
Data de inscrição : 08/03/2017
Idade : 33
Localização : BH

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 1/4/2017, 19:03
Dia 17
Graças a Deus, mais um dia vencido. Vejo que sábado é um dia de muita vulnerabilidade. Durante a manhã malhei e a tarde fiquei mais ocioso. Percebi que estava de bobeira no Facebook. Rapidamente parei. Já desinstalei o app do celular. Pensando seriamente em desativar minha conta durante o reboot. Fora isso, segue o jogo sem grandes problemas. Faço um concurso amanhã e vou dar meu melhor, sem surtar ou deixar a ansiedade dominar.

_______________________________________
Wolverine
Wolverine
Mensagens : 881
Data de inscrição : 28/05/2016
Idade : 35

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 2/4/2017, 16:04
barryallen escreveu:Dia 17
Graças a Deus, mais um dia vencido. Vejo que sábado é um dia de muita vulnerabilidade. Durante a manhã malhei e a tarde fiquei mais ocioso. Percebi que estava de bobeira no Facebook. Rapidamente parei. Já desinstalei o app do celular. Pensando seriamente em desativar minha conta durante o reboot. Fora isso, segue o jogo sem grandes problemas. Faço um concurso amanhã e vou dar meu melhor, sem surtar ou deixar a ansiedade dominar.

Olá, Barry Allen!

Parabéns pelos 17 dias sem PMO!

Sobre o facebook, é melhor desativá-lo o quanto antes. Pelo menos não usar mais essa rede social até completar o reboot.

Espero que tenha feito uma boa prova. De qualquer forma, tenho certeza que você fez essa prova com muito mais energia em razão desses dias limpo. Vou fazer prova no próximo domingo e esses poucos dias limpo já foram suficientes para aumentar muito a minha energia, motivação e confiança.

Grande abraço e sucesso na sua jornada!

_______________________________________
barryallen
barryallen
Mensagens : 83
Data de inscrição : 08/03/2017
Idade : 33
Localização : BH

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 2/4/2017, 21:17
Dia 18

Véspera de aniversário! Confesso que eh temia tanto o dia de amanhã. Faço 30 anos e a única coisa que eu pensava era: sem emprego (de verdade), sem concurso, sem namorada e sem amigos (os poucos que ainda tenho moram em outra cidade e já estão em outra fase de vida, casados, com filhos). Imaginei que eu fosse me sentir um verdadeiro lixo. Não era assim que eu pensava que mudaria de década.

No entanto, já estar neste reboot tem sido libertador. Apesar de alguns dias difíceis, tenho andado muito mais grato pelo que tenho e a maturidade que vem com a idade me faz estar feliz por estar vivo, ter saúde, poder batalhar pelos meus sonhos e ter pessoas que me amam - mesmo não estando perto. Agradeço a Deus por este projeto, pelo ebook e pelo forum. Amanhã acredito que terei um dia comum, e domingo já tenho outro concurso.

Sobre o desempenho na prova hoje: fiz o melhor que eu pude com muita convicção e raciocínio. Li e reli tudo, busquei interpretar com a crença que eu poderia passar. Se não der, segue o jogo e melhorarei para o próximo mas a atitude mental de guerreiro me ajudou muito. Em outras provas, diante da dificuldade e dos efeitos da PMO, eu tendo a desistir, querer acabar logo, fazer de qualquer jeito acreditando que eu sou burro e nunca vou passar. Desta vez foi diferente.

_______________________________________
Mr. Wayne
Mr. Wayne
Mensagens : 576
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 35

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 3/4/2017, 17:43
Parabens pelo seu aniversario. Vi q teve uma prova ,e tenho certeza q vc deu seu melhor,então pode relaxar. Temos algo em comum(namorada,amigos) porem nos q sofrimos esse vicio,agora q temos o conhecimento pra nos libertar,podemos ter mais beneficios,pq so nos sabemos o quanto essa droga nos fez sofrer. Vc esta demonstrando muita força e compromisso nesse seu reboot,e verá q será pago de volta mais pra frente. Não sei se consegui me expressar direto(perdi um pouco de portugues)mas espero ter ajudado. Abraço

_______________________________________
barryallen
barryallen
Mensagens : 83
Data de inscrição : 08/03/2017
Idade : 33
Localização : BH

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 3/4/2017, 18:32
libano escreveu:Parabens pelo seu aniversario. Vi q teve uma prova ,e tenho certeza q vc deu seu melhor,então pode relaxar. Temos algo em comum(namorada,amigos) porem nos q sofrimos esse vicio,agora q temos o conhecimento pra nos libertar,podemos ter mais beneficios,pq so nos sabemos o quanto essa droga nos fez sofrer. Vc esta demonstrando muita força e compromisso nesse seu reboot,e verá q será pago de volta mais pra frente. Não sei se consegui me expressar direto(perdi um pouco de portugues)mas espero ter ajudado. Abraço

Muito obrigado pela força Libano! Entendi perfeitamente tudo que você quis dizer e agradeço demais. Só nós sabemos o quanto essa droga nos fez sofrer mesmo... também acredito que em breve teremos as recompensas do nosso esforço. Abraço!!!

_______________________________________
barryallen
barryallen
Mensagens : 83
Data de inscrição : 08/03/2017
Idade : 33
Localização : BH

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 3/4/2017, 18:45
Dia 19: 30 anos

Sempre gosto de deixar para escrever no diário no fim do dia, mas hoje estou me sentindo tão mal que vir aqui acaba sendo um momento de desabafo.

Li em algum lugar que a PMO nos anestesia das verdadeiras dores. Na verdade, todas as drogas fazem isso. Afogamos nossas angústias em drogas, álcool, comida ou PMO.

Hoje é um dia de muita angústia.

Confesso que acordei bem, estava feliz... fui a academia e dei o máximo de mim! Como é o dia do meu aniversário, recebei várias mensagens carinhosas da família e dos amigos. Era para eu estar feliz, eu tenho muitos motivos para agradecer. À tarde no trabalho, não contei pra ninguém que era meu aniversário e o dia passou bem, mas o tempo todo a minha mente me acusava de ser um idiota fracassado. Acabei errando muitas questões na prova de ontem. Fui ao banheiro, me olhei no espelho e, sinceramente, me peguei pensando: qual é o motivo da minha existência? São 30 anos... sei que eu sou um cara legal, sinto prazer em ajudar os outros, tenho muitas pessoas que me amam. Mas não consigo entender porque não "decolo". Será que a pornografia destruiu meu cerébro a ponto de ser irreversível? Será que a PMO não tem nada a ver e minha vida que é uma merda mesmo e eu quero achar um culpado - e nesse caso, a PMO surge como a grande culpada? Já passei em alguns concursos, e não fui chamado. Fiz outros, não passo. Nenhuma mulher real se interessa por mim. Se existe um Deus - e eu tenho fé, acredito nEle sim - às vezes, sinto como se Ele tivesse se esquecido de mim e eu estou aí apenas como um refém do acaso.

Em minha memória, fico voltando no tempo. Me recordo de tantos aniversários felizes que passei. Sempre com muitos amigos, com a família comemorando... alguns presentes, a casa cheia. Sinto alegria. Nos anos da faculdade, minha república ficava repleta de gente e em alguns anos fomos para pizzaria. Era tão bom estar rodeado de pessoas que se importavam comigo. Ano passado, enfrentei uma cirurgia no nariz na véspera do aniversário e passei o dia 03/04 sozinho, na cama, com papel higiênico no nariz. Um amigo me convidou para ir pra casa dele e ,junto com mãe e irmãos, comemos uma pizza e realmente foi legal, apesar de tudo. Acho que me senti cuidado, como parte de uma família.

Prometi a mim mesmo que o próximo ano seria diferente, mas estar em uma nova cidade há poucos meses, sem família (moro apenas com meu pai) e sem amigos. Que desânimo! Confesso que está sendo bem torturante... quando penso no passado, me pergunto: onde foi que eu errei? Será que meu "pecado" é pior que todos os outros? Por mais que eu esforce, parece que eu simplesmente sou o mesmo fracasso de sempre e minha vida anda em círculos.

Em outras épocas, eu iria para a PMO para poder "aliviar" um pouco de todos esses sentimentos ruins. Hoje, confesso que nem estou com fissura e nem estou com vontade de acessar nada... Sei ao fim da sessão de PMO, a vida continuará a mesma merda.

Enfim, talvez hoje seja o ponto mais baixo do reboot. Só quero que esse dia acabe logo... amanhã sei que nasce uma nova esperança. Espero muito poder ver mudanças ao fim deste reboot... que sejam internas, porque eu só vejo o fracassado de sempre dentro de mim.

_______________________________________
Wolverine
Wolverine
Mensagens : 881
Data de inscrição : 28/05/2016
Idade : 35

Diário de um (ex) fracassado - Página 2 Empty Re: Diário de um (ex) fracassado

em 3/4/2017, 20:05
Olá, Barry Allen!

Amigo, essas reflexões fazem parte da nossa existência. Além disso, considero que elas são necessárias e uma forma de avaliarmos a nossa situação atual e aonde queremos estar no futuro. Eu sou um pouco mais velho que você, tenho 32 anos, e já passei por essa auto-análise.

Quando era mais jovem e projetava o meu futuro, imaginava que aos 30 anos eu estaria com a vida financeira estabilizada, com uma carreira de sucesso, casado e talvez até com filhos. Contudo, já tenho mais de 30 anos, estou sem trabalho, ainda não fui aprovado no concurso que almejo, estou solteiro. Assim, identifico-me com a sua situação e entendo a sua angústia.

Ocorre que, assim como o nosso cérebro, que pode sofrer alterações químicas em razão da neuplasticidade, as nossas vidas também podem ser mudadas de uma hora para outra. Nessa perspectiva, assim como precisamos fazer o reboot para que o nosso cérebro seja restaurado, necessitamos ter perseverança, trabalhar duro e ter fé para que mudemos as coisas a nossa volta.

Cara, veja o lado bom das coisas. Embora você ainda não tenha sido nomeado para nenhum cargo ainda, você já conseguiu algumas aprovações. Isso prova que você é capaz e tem plenas condições de vencer. Muitos concurseiros desejariam estar no seu lugar, acredite. Além disso, hoje um homem com 30 anos ainda é bastante jovem. Sem contar que você tem uma família que te ama e é saudável.

Dito isso, tenha certeza que a vida é dinâmica e nos reserva surpresas maravilhosas. E apesar de todas as derrotas e tropeços por quais passamos, uma hora as coisas se acertam e tudo muda. No presente momento você está numa cidade, sem muitos amigos, sem namorada, mas de uma hora para outra tudo isso pode mudar. É preciso ter força de vontade, perseverar e lutar pelos nossos objetivos. Mas acima de tudo, devemos ter fé e esperança de que aqueles que não desistem, de uma maneira ou de outra, sempre vencem no final.

Assim, desejo muitas felicidades e sucesso na sua vida. Que esse dia seja de reflexão, mas também seja o começo de uma nova era na sua vida.

"O homem não pode reconstruir a si mesmo sem sofrer, pois é ao mesmo tempo o mármore e o escultor"

Alexis Carrel

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum