Ir em baixo
Hdmi
Hdmi
Mensagens : 561
Data de inscrição : 03/07/2019
Localização : Belém

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 5/1/2020, 10:56
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene.gade estou copiando seu texto pra ajudar uma colega aqui do forum com hocd. Seu texto descreve muito bem a situação e eu bem explicativo. Parabéns pelo texto.

_______________________________________
Acompanhe meu relato

http://www.comoparar.com/t9301-hocd-escalada-estou-parado-no-tempo

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
avatar
Underdog
Mensagens : 209
Data de inscrição : 06/07/2018

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 5/1/2020, 13:16
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene li esse seu comentário e achei bem interessante, eu tenho esse tal hocd mas no meu caso é uma relação de medo e de coisas que eu fiz na minha vida em relação a masturbação, acho que todos os meus medos com o hocd estão diretamente ligados a minha sexualidade moldada pela pornografia.
Eu nunca tive esse lance de sentimentos por homens mas eu já fantasiei umas vezes com homossexuais que eram afeminados, tb com teavestis/trans pq eu via muita pornografia e as vezes eu fantasiava com essas coisas, mas eu sempre gostei de mulher, no caso quando vc falou que o seu foco era homens automaticamente eu pensei em mulheres, eu gosto de mulher pra namorar, beijar , acariciar e ter uma relação amorosa, sempre foi assim mesmo tendo as vezes fantasias fora da minha orientação,e vendo pornografia de travesti e gay as vezes, na verdade eu via muito pais pornô de travesti, eu acabei criando fetiche com pênis por causa disso, chegou um ponto que eu só me excitava com a mulher se ela tivesse um pinto.
Engraçado eu já fiz cada coisa estranha sozinho, eu até me masturbava com coisas no ânus e mesmo assim não perdia o tesão por mulheres muito menos a afetividade por elas, teve uma época q eu cheguei a achar q talvez fosse bissexual só que a ideia de namorar um homem não desce muito bem pq eu sempre via com estranheza, alguns homens já deram encima de mim e eu sempre senti aquele efeito repelente sabe, sei lá não dava embora algumas fantasias na minha caneca fossem excitantes, só que o indivíduo em si tinha que ter muitos traços femininos, exemplo não ter pelos , não parecer muito homem e ter forma feminina, não sei se eu me encaixo naquelas pessoas que são hetero mas tem uma ligeira atracão ou até mesmo uma forma de perversão sexual. Meu psicólogo diz q não sou gay e nem bi e que essas fantasias são normais pq estão no espectro de perversão e não de orientação. Mas o hocd e algo q sempre me assombra as vezes, tipo sem querer eu li um diário aqui de um rapaz chamado dgo lá dos homo e tipo cara o relato dele parecia hocd e tb lembrava um pouco a minha história com a pornografia, e tipo eu fiquei assustado pra caralho e mesmo fazendo terapia e meu psicólogo afirmando que não sou gay aquilo me assustou. E por que estou falando isso pra vc, bom é que lendo seu comentário senti que vc é um cara que parece ter um certo dominio do assunto, se puder deixe algumas palavras que possam me ajudar, eu agradeceria muito.

_______________________________________
Meu relato
http://www.comoparar.com/t7896-diario-do-olipt-hocd
Hdmi
Hdmi
Mensagens : 561
Data de inscrição : 03/07/2019
Localização : Belém

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 5/1/2020, 15:56
Olipt escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene li esse seu comentário e achei bem interessante, eu tenho esse tal hocd mas no meu caso é uma relação de medo e de coisas que eu fiz na minha vida em relação a masturbação, acho que todos os meus medos com o hocd estão diretamente ligados a minha sexualidade moldada pela pornografia.
Eu nunca tive esse lance de sentimentos por homens mas eu já fantasiei umas vezes com homossexuais que eram afeminados, tb com teavestis/trans pq eu via muita pornografia e as vezes eu fantasiava com essas coisas, mas eu sempre gostei de mulher, no caso quando vc falou que o seu foco era homens automaticamente eu pensei em mulheres, eu gosto de mulher pra namorar, beijar , acariciar e ter uma relação amorosa, sempre foi assim mesmo tendo as vezes fantasias fora da minha orientação,e vendo pornografia de travesti e gay as vezes, na verdade eu via muito pais pornô de travesti, eu acabei criando fetiche com pênis por causa disso, chegou um ponto que eu só me excitava com a mulher se ela tivesse um pinto.
Engraçado eu já fiz cada coisa estranha sozinho, eu até me masturbava com coisas no ânus e mesmo assim não perdia o tesão por mulheres muito menos a afetividade por elas, teve uma época q eu cheguei a achar q talvez fosse bissexual só que a ideia de namorar um homem não desce muito bem pq eu sempre via com estranheza, alguns homens já deram encima de mim e eu sempre senti aquele efeito repelente sabe, sei lá não dava embora algumas fantasias na minha caneca fossem excitantes, só que o indivíduo em si tinha que ter muitos traços femininos, exemplo não ter pelos , não parecer muito homem e ter forma feminina, não sei se eu me encaixo naquelas pessoas que são hetero mas tem uma ligeira atracão ou até mesmo uma forma de perversão sexual. Meu psicólogo diz q não sou gay e nem bi e que essas fantasias são normais pq estão no espectro de perversão e não de orientação. Mas o hocd e algo q sempre me assombra as vezes, tipo sem querer eu li um diário aqui de um rapaz chamado dgo lá dos homo e tipo cara o relato dele parecia hocd e tb lembrava um pouco a minha história com a pornografia, e tipo eu fiquei assustado pra caralho e mesmo fazendo terapia e meu psicólogo afirmando que não sou gay aquilo me assustou. E por que estou falando isso pra vc, bom é que lendo seu comentário senti que vc é um cara que parece ter um certo dominio do assunto, se puder deixe algumas palavras que possam me ajudar, eu agradeceria muito.

Haha mais uma vítima do diário do dgo, não se preocupe, cada caso é um caso e eu acredito que não seja bem assim como vc deve está pensando, casa história é uma história, não sei se o amigo Rene vai ver sua postagem mas irei verificar para que ele veja se puder ajudar.

_______________________________________
Acompanhe meu relato

http://www.comoparar.com/t9301-hocd-escalada-estou-parado-no-tempo

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1289
Data de inscrição : 06/08/2019

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 5/1/2020, 22:08
Hdmi:

Hdmi escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene.gade estou copiando seu texto pra ajudar uma colega aqui do forum com hocd. Seu texto descreve muito bem a situação e eu bem explicativo. Parabéns pelo texto.

Tudo bem, Hdmi!

Muito obrigado! Fico feliz que possa estar ajudando alguém.


Olipt:

Olipt escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene li esse seu comentário e achei bem interessante, eu tenho esse tal hocd mas no meu caso é uma relação de medo e de coisas que eu fiz na minha vida em relação a masturbação, acho que todos os meus medos com o hocd estão diretamente ligados a minha sexualidade moldada pela pornografia.
Eu nunca tive esse lance de sentimentos por homens mas eu já fantasiei umas vezes com homossexuais que eram afeminados, tb com teavestis/trans pq eu via muita pornografia e as vezes eu fantasiava com essas coisas, mas eu sempre gostei de mulher, no caso quando vc falou que o seu foco era homens automaticamente eu pensei em mulheres, eu gosto de mulher pra namorar, beijar , acariciar e ter uma relação amorosa, sempre foi assim mesmo tendo as vezes fantasias fora da minha orientação,e vendo pornografia de travesti e gay as vezes, na verdade eu via muito pais pornô de travesti, eu acabei criando fetiche com pênis por causa disso, chegou um ponto que eu só me excitava com a mulher se ela tivesse um pinto.
Engraçado eu já fiz cada coisa estranha sozinho, eu até me masturbava com coisas no ânus e mesmo assim não perdia o tesão por mulheres muito menos a afetividade por elas, teve uma época q eu cheguei a achar q talvez fosse bissexual só que a ideia de namorar um homem não desce muito bem pq eu sempre via com estranheza, alguns homens já deram encima de mim e eu sempre senti aquele efeito repelente sabe, sei lá não dava embora algumas fantasias na minha caneca fossem excitantes, só que o indivíduo em si tinha que ter muitos traços femininos, exemplo não ter pelos , não parecer muito homem e ter forma feminina, não sei se eu me encaixo naquelas pessoas que são hetero mas tem uma ligeira atracão ou até mesmo uma forma de perversão sexual. Meu psicólogo diz q não sou gay e nem bi e que essas fantasias são normais pq estão no espectro de perversão e não de orientação. Mas o hocd e algo q sempre me assombra as vezes, tipo sem querer eu li um diário aqui de um rapaz chamado dgo lá dos homo e tipo cara o relato dele parecia hocd e tb lembrava um pouco a minha história com a pornografia, e tipo eu fiquei assustado pra caralho e mesmo fazendo terapia e meu psicólogo afirmando que não sou gay aquilo me assustou. E por que estou falando isso pra vc, bom é que lendo seu comentário senti que vc é um cara que parece ter um certo dominio do assunto, se puder deixe algumas palavras que possam me ajudar, eu agradeceria muito.

Olá Olipt!

Pelo que você falou realmente improvável de você ser homossexual, ou bissexual. Assim como eu afirmei no texto, é algo pessoal, só você para saber disso e identificar, além do seu psicólogo que sabe como te analisar. No entanto, como você afirma ter esse tesão, atração e afetividade pelas mulheres, pelas formas femininas, mas não sente o mesmo com homens, subentende-se que você é heterossexual. Lembrando que eu sou apenas um curioso do assunto, eu apenas escrevo coisas que eu já li e pela minha experiência, haha.

Nossa orientação sexual como eu disse é bem complexa, e você pode realmente ter uma orientação heterossexual mais específica, não 100% no espectro, digamos assim, por conta da formação dela mesmo, porém é algo que não implica em diferença nenhuma, você continua com atração por mulheres, sendo classificado como heterossexual. No entanto, talvez essa especificidade não exista de verdade e seja apenas resultado da P, algo que não é natural e vai sumindo depois conforme você vai avançando no reboot.

Assim como você afirmou, a questão que pode te confundir é a influência da P na sua vida. Ela não tem a capacidade de mudar sua orientação sexual, mas pode nos confundir bastante. Nós temos o primeiro contato com a P, e conforme vamos vendo isso vai nos provocando uma grande quantidade de prazer, depois de um tempo perdemos nossa sensibilidade e os vídeos comuns, e até as relações reais não nos causam mais prazer. Dessa forma vamos buscando por novidades, vídeos que nos causam alguma certa ansiedade, que se confunde bastante com o sentimento de prazer no cérebro. Assim vamos cada vez buscando por coisas diferentes, pois isso nos causa um prazer maior ainda, para satisfazer nosso cérebro, e isso vai virando um ciclo. A P é feita de forma que qualquer coisa pode nos causar prazer, isso aliado da nossa busca por satisfação vai nos fazendo entrar em vídeos, ou práticas, cada vez mais diferentes, mas isso não necessariamente nos atrai, apenas nos dá prazer.

Logo, sua relação com as mulheres de pênis pode ser relacionado com isso, por isso as mulheres mais comuns não te atraíam tanto mais, pois a ideia de elas terem um pênis te causavam uma maior ansiedade, um maior prazer, mas isso não significa que você se atraia pelo pênis em si. Outra coisa, é o resto do corpo, pois elas possuem formas femininas que atraem. Mesmo sem influência alguma da P, você poderia se atrair por elas, talvez o órgão masculino te causasse algum desconforto, mas sua atração por elas no geral ainda poderia ocorrer. Isso junto da P, provavelmente fez você buscar cada vez mais por esses conteúdos e depois te causar algumas dúvidas, que se intensificaram devido ao seu TOC, que provavelmente seu psicólogo diagnosticou. Os vídeos homo, a mesma coisa, mas dessa vez sem atração alguma, era só o prazer que a P te gerava, aquela ansiedade, a novidade.

Sobre a questão da estimulação anal, qualquer homem sente esse prazer, seja hétero, gay, bi, etc. As pessoas associam isso aos gays por generalização, porém homossexualidade não é sinônimo de sexo anal, a pessoa pode gostar ou não gostar disso independente da sua orientação sexual, nem todo gay gosta disso.

Se a ideia de um romance, carinho, afetividade por homens não te atrai, não te faz você sentir algo bom, logo não há possibilidades de uma bissexualidade.

Por fim eu fui dar uma lida no diário do Diogo. Cada pessoa possui suas experiências, histórias, e etc, independente da orientação sexual. Na época de puberdade também é comum termos curiosidades por tudo, até mesmo coisas fora da nossa orientação, é uma época de descobrimento. Então não penso que é bom compararmos nossas histórias, pois tudo pode ficar bem confuso, mas eu entendi algo assim:

O que pode ter te confundido foi que ele começou com P hétero, mas isso pode ter sido apenas a P que ele tinha acesso no momento. Ele afirmou que ia ver esses conteúdos na casa de primos, que provavelmente eram héteros. Depois ele continuou procurando por isso, pois era o que ele tinha noção. Nessa parte entra a questão da descoberta da homossexualidade, ele sentia atração, mas não caiu a ficha dele. Como era P, sabemos que o vídeo em si já causava prazer para ele, e ele nem afirma se ele reparava na mulher, ou não, apenas que o vídeo excitava, e sabemos que vídeos P são feitos para isso. Às vezes ele já sentia prazer e reparava no homem, mas isso não ficava claro na cabeça dele, depois quando foi caindo a ficha ele passou a buscar os vídeos homo, e claro teve a fase de "eita" que todo mundo passa, devido a nossa sociedade ver isso com maus olhos, logo ele entrou nessa negação, que você pode confundir com as dúvidas do HOCD, mas na verdade, elas são diferentes, pois o medo dele era em relação a sociedade, ela afirma em outro post que sempre teve essa atração forte pelo sexo masculino.

Para deixar essa parte da descoberta mais clara, posso mostrar minha experiência. Desde pequeno eu sentia curiosidade pelo corpo masculino, queria saber como era debaixo das roupas dos homens, mas não sentia isso pelo corpo feminino. Quando tinha uns 7/8 anos eu lembro de ter uma ereção enquanto via o cantor dos Mamonas Assassinas de cueca na TV, kkkkkkkk, um reprise, pois já era os anos '00. Nessa época não sabia nada, era uma criança inocente, nem sabia o que aquilo significava, apenas tinha a curiosidade. Na puberdade meu primeiro contato com P, foi com P homossexual, que derivou justamente dessa curiosidade. Diferente do Diogo, eu comecei já na internet com a P que eu queria, não tive ninguém que me mostrasse a P hétero antes, como apresentaram para ele.

Por muito tempo eu sentia a atração por homens, por outros meninos, tinha a curiosidade pelo corpo masculino, via P homossexual, não sentia nada disso pelas meninas, mas ainda assim pensava que ia casar com uma mulher e ter filhos quando crescesse e achava que eu era hétero, mas sempre que eu pensava na parte sexual de um casamento com uma mulher eu achava estranho e ruim. Por que pensava que ia ter um relacionamento hétero? Devido a sempre me dizerem que eu ia casar com uma mulher e ter filhos, que eu tinha que olhar para as meninas, me apaixonar por elas. Na minha criação católica não existia essa possibilidade de ser gay, ninguém falava sobre isso, eu pensava que gay era aquele estereótipo que a gente via na TV, e obviamente eu ainda era criança e não me identificava com aquele estereótipo, além daquilo ser visto como algo errado. Então estava tudo bem comigo, ia casar com uma mulher, não sabia o real significado de homossexualidade, mesmo já sentindo tudo o que eu sentia. Percebe que algo parecido pode ter acontecido com ele? Ele sentia atração pelos homens no vídeo do P hétero, ou sentia prazer com o vídeo em si, mas nunca caiu a ficha dele, pois aquilo nunca foi uma possibilidade para ele. A nossa ficha só cai, quando a gente entende o que é homossexualidade, que é somente a atração e afetividade pelo mesmo sexo, e faz essa ligação desse conceito com nossas vidas, com o que sentimos. Se você já sabe desse conceito e nunca se identificou antes, então provavelmente não é.

Por último sobre se apaixonar. Nesse período antes da ficha cair, ainda acreditamos plenamente que somos héteros, então devemos nos "apaixonar" por meninas. Eu mesmo me "apaixonei" por duas amiguinhas, mas era algo extremamente influenciado pela sociedade que dizia que eu tinha que me apaixonar por meninas, pois meninos não eram uma possibilidade, nem pensava nisso. Além disso, não havia nenhuma atração sexual pelas meninas, eu simplesmente gostava bastante delas por serem bem amigas, pela personalidade delas, nunca pelo corpo, e eu entendia isso como uma "paixão", haha, devido o meu entendimento do assunto na época. Eu vi essa diferença na prática quando me apaixonei por um menino ao mesmo tempo que estava apaixonado por uma menina. A menina eu simplesmente gostava da presença dela, queria conversar, e etc. O menino era quase literalmente uma atração, eu queria estar perto dele, tocar, abraçar, reparava no corpo, nos pelos, etc. Quando eu percebi essa diferença aí minha ficha caiu de vez, haha, pois não sentia nada disso pelas meninas, era apenas amizade que eu interpretava errado. Isso tudo só com 14 anos.

Isso que eu escrevi é só uma especulação minha sobre o Diogo, só ele que viveu sabe o que ele sentia e sabe da sua orientação, ele afirma ser homossexual, logo quem somos nós para duvidar, não é?

Bom, desculpe-me ter me ter alongado muito, haha, eu tentei resumir, mas não deu muito certo. Essas foram minhas experiências, não são nenhum manual, mas mostram como é uma descoberta de alguém homoafetivo, outras pessoas vão possuir histórias diferentes, como o Diogo, mas isso só mostra que a história de alguém é algo pessoal dela, e cada pessoa possui uma. Logo as histórias dos outros são relativas, tente entender qual foi a sua história e foque só nela, talvez fique um pouco mais claro.

Até maais!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
Hdmi
Hdmi
Mensagens : 561
Data de inscrição : 03/07/2019
Localização : Belém

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 6/1/2020, 02:10
Rene.Gade escreveu:
Hdmi:

Hdmi escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene.gade estou copiando seu texto pra ajudar uma colega aqui do forum com hocd. Seu texto descreve muito bem a situação e eu bem explicativo. Parabéns pelo texto.

Tudo bem, Hdmi!

Muito obrigado! Fico feliz que possa estar ajudando alguém.


Olipt:

Olipt escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene li esse seu comentário e achei bem interessante, eu tenho esse tal hocd mas no meu caso é uma relação de medo e de coisas que eu fiz na minha vida em relação a masturbação, acho que todos os meus medos com o hocd estão diretamente ligados a minha sexualidade moldada pela pornografia.
Eu nunca tive esse lance de sentimentos por homens mas eu já fantasiei umas vezes com homossexuais que eram afeminados, tb com teavestis/trans pq eu via muita pornografia e as vezes eu fantasiava com essas coisas, mas eu sempre gostei de mulher, no caso quando vc falou que o seu foco era homens automaticamente eu pensei em mulheres, eu gosto de mulher pra namorar, beijar , acariciar e ter uma relação amorosa, sempre foi assim mesmo tendo as vezes fantasias fora da minha orientação,e vendo pornografia de travesti e gay as vezes, na verdade eu via muito pais pornô de travesti, eu acabei criando fetiche com pênis por causa disso, chegou um ponto que eu só me excitava com a mulher se ela tivesse um pinto.
Engraçado eu já fiz cada coisa estranha sozinho, eu até me masturbava com coisas no ânus e mesmo assim não perdia o tesão por mulheres muito menos a afetividade por elas, teve uma época q eu cheguei a achar q talvez fosse bissexual só que a ideia de namorar um homem não desce muito bem pq eu sempre via com estranheza, alguns homens já deram encima de mim e eu sempre senti aquele efeito repelente sabe, sei lá não dava embora algumas fantasias na minha caneca fossem excitantes, só que o indivíduo em si tinha que ter muitos traços femininos, exemplo não ter pelos , não parecer muito homem e ter forma feminina, não sei se eu me encaixo naquelas pessoas que são hetero mas tem uma ligeira atracão ou até mesmo uma forma de perversão sexual. Meu psicólogo diz q não sou gay e nem bi e que essas fantasias são normais pq estão no espectro de perversão e não de orientação. Mas o hocd e algo q sempre me assombra as vezes, tipo sem querer eu li um diário aqui de um rapaz chamado dgo lá dos homo e tipo cara o relato dele parecia hocd e tb lembrava um pouco a minha história com a pornografia, e tipo eu fiquei assustado pra caralho e mesmo fazendo terapia e meu psicólogo afirmando que não sou gay aquilo me assustou. E por que estou falando isso pra vc, bom é que lendo seu comentário senti que vc é um cara que parece ter um certo dominio do assunto, se puder deixe algumas palavras que possam me ajudar, eu agradeceria muito.

Olá Olipt!

Pelo que você falou realmente improvável de você ser homossexual, ou bissexual. Assim como eu afirmei no texto, é algo pessoal, só você para saber disso e identificar, além do seu psicólogo que sabe como te analisar. No entanto, como você afirma ter esse tesão, atração e afetividade pelas mulheres, pelas formas femininas, mas não sente o mesmo com homens, subentende-se que você é heterossexual. Lembrando que eu sou apenas um curioso do assunto, eu apenas escrevo coisas que eu já li e pela minha experiência, haha.

Nossa orientação sexual como eu disse é bem complexa, e você pode realmente ter uma orientação heterossexual mais específica, não 100% no espectro, digamos assim, por conta da formação dela mesmo, porém é algo que não implica em diferença nenhuma, você continua com atração por mulheres, sendo classificado como heterossexual. No entanto, talvez essa especificidade não exista de verdade e seja apenas resultado da P, algo que não é natural e vai sumindo depois conforme você vai avançando no reboot.

Assim como você afirmou, a questão que pode te confundir é a influência da P na sua vida. Ela não tem a capacidade de mudar sua orientação sexual, mas pode nos confundir bastante. Nós temos o primeiro contato com a P, e conforme vamos vendo isso vai nos provocando uma grande quantidade de prazer, depois de um tempo perdemos nossa sensibilidade e os vídeos comuns, e até as relações reais não nos causam mais prazer. Dessa forma vamos buscando por novidades, vídeos que nos causam alguma certa ansiedade, que se confunde bastante com o sentimento de prazer no cérebro. Assim vamos cada vez buscando por coisas diferentes, pois isso nos causa um prazer maior ainda, para satisfazer nosso cérebro, e isso vai virando um ciclo. A P é feita de forma que qualquer coisa pode nos causar prazer, isso aliado da nossa busca por satisfação vai nos fazendo entrar em vídeos, ou práticas, cada vez mais diferentes, mas isso não necessariamente nos atrai, apenas nos dá prazer.

Logo, sua relação com as mulheres de pênis pode ser relacionado com isso, por isso as mulheres mais comuns não te atraíam tanto mais, pois a ideia de elas terem um pênis te causavam uma maior ansiedade, um maior prazer, mas isso não significa que você se atraia pelo pênis em si. Outra coisa, é o resto do corpo, pois elas possuem formas femininas que atraem. Mesmo sem influência alguma da P, você poderia se atrair por elas, talvez o órgão masculino te causasse algum desconforto, mas sua atração por elas no geral ainda poderia ocorrer. Isso junto da P, provavelmente fez você buscar cada vez mais por esses conteúdos e depois te causar algumas dúvidas, que se intensificaram devido ao seu TOC, que provavelmente seu psicólogo diagnosticou. Os vídeos homo, a mesma coisa, mas dessa vez sem atração alguma, era só o prazer que a P te gerava, aquela ansiedade, a novidade.

Sobre a questão da estimulação anal, qualquer homem sente esse prazer, seja hétero, gay, bi, etc. As pessoas associam isso aos gays por generalização, porém homossexualidade não é sinônimo de sexo anal, a pessoa pode gostar ou não gostar disso independente da sua orientação sexual, nem todo gay gosta disso.

Se a ideia de um romance, carinho, afetividade por homens não te atrai, não te faz você sentir algo bom, logo não há possibilidades de uma bissexualidade.

Por fim eu fui dar uma lida no diário do Diogo. Cada pessoa possui suas experiências, histórias, e etc, independente da orientação sexual. Na época de puberdade também é comum termos curiosidades por tudo, até mesmo coisas fora da nossa orientação, é uma época de descobrimento. Então não penso que é bom compararmos nossas histórias, pois tudo pode ficar bem confuso, mas eu entendi algo assim:

O que pode ter te confundido foi que ele começou com P hétero, mas isso pode ter sido apenas a P que ele tinha acesso no momento. Ele afirmou que ia ver esses conteúdos na casa de primos, que provavelmente eram héteros. Depois ele continuou procurando por isso, pois era o que ele tinha noção. Nessa parte entra a questão da descoberta da homossexualidade, ele sentia atração, mas não caiu a ficha dele. Como era P, sabemos que o vídeo em si já causava prazer para ele, e ele nem afirma se ele reparava na mulher, ou não, apenas que o vídeo excitava, e sabemos que vídeos P são feitos para isso. Às vezes ele já sentia prazer e reparava no homem, mas isso não ficava claro na cabeça dele, depois quando foi caindo a ficha ele passou a buscar os vídeos homo, e claro teve a fase de "eita" que todo mundo passa, devido a nossa sociedade ver isso com maus olhos, logo ele entrou nessa negação, que você pode confundir com as dúvidas do HOCD, mas na verdade, elas são diferentes, pois o medo dele era em relação a sociedade, ela afirma em outro post que sempre teve essa atração forte pelo sexo masculino.

Para deixar essa parte da descoberta mais clara, posso mostrar minha experiência. Desde pequeno eu sentia curiosidade pelo corpo masculino, queria saber como era debaixo das roupas dos homens, mas não sentia isso pelo corpo feminino. Quando tinha uns 7/8 anos eu lembro de ter uma ereção enquanto via o cantor dos Mamonas Assassinas de cueca na TV, kkkkkkkk, um reprise, pois já era os anos '00. Nessa época não sabia nada, era uma criança inocente, nem sabia o que aquilo significava, apenas tinha a curiosidade. Na puberdade meu primeiro contato com P, foi com P homossexual, que derivou justamente dessa curiosidade. Diferente do Diogo, eu comecei já na internet com a P que eu queria, não tive ninguém que me mostrasse a P hétero antes, como apresentaram para ele.

Por muito tempo eu sentia a atração por homens, por outros meninos, tinha a curiosidade pelo corpo masculino, via P homossexual, não sentia nada disso pelas meninas, mas ainda assim pensava que ia casar com uma mulher e ter filhos quando crescesse e achava que eu era hétero, mas sempre que eu pensava na parte sexual de um casamento com uma mulher eu achava estranho e ruim. Por que pensava que ia ter um relacionamento hétero? Devido a sempre me dizerem que eu ia casar com uma mulher e ter filhos, que eu tinha que olhar para as meninas, me apaixonar por elas. Na minha criação católica não existia essa possibilidade de ser gay, ninguém falava sobre isso, eu pensava que gay era aquele estereótipo que a gente via na TV, e obviamente eu ainda era criança e não me identificava com aquele estereótipo, além daquilo ser visto como algo errado. Então estava tudo bem comigo, ia casar com uma mulher, não sabia o real significado de homossexualidade, mesmo já sentindo tudo o que eu sentia. Percebe que algo parecido pode ter acontecido com ele? Ele sentia atração pelos homens no vídeo do P hétero, ou sentia prazer com o vídeo em si, mas nunca caiu a ficha dele, pois aquilo nunca foi uma possibilidade para ele. A nossa ficha só cai, quando a gente entende o que é homossexualidade, que é somente a atração e afetividade pelo mesmo sexo, e faz essa ligação desse conceito com nossas vidas, com o que sentimos. Se você já sabe desse conceito e nunca se identificou antes, então provavelmente não é.

Por último sobre se apaixonar. Nesse período antes da ficha cair, ainda acreditamos plenamente que somos héteros, então devemos nos "apaixonar" por meninas. Eu mesmo me "apaixonei" por duas amiguinhas, mas era algo extremamente influenciado pela sociedade que dizia que eu tinha que me apaixonar por meninas, pois meninos não eram uma possibilidade, nem pensava nisso. Além disso, não havia nenhuma atração sexual pelas meninas, eu simplesmente gostava bastante delas por serem bem amigas, pela personalidade delas, nunca pelo corpo, e eu entendia isso como uma "paixão", haha, devido o meu entendimento do assunto na época. Eu vi essa diferença na prática quando me apaixonei por um menino ao mesmo tempo que estava apaixonado por uma menina. A menina eu simplesmente gostava da presença dela, queria conversar, e etc. O menino era quase literalmente uma atração, eu queria estar perto dele, tocar, abraçar, reparava no corpo, nos pelos, etc. Quando eu percebi essa diferença aí minha ficha caiu de vez, haha, pois não sentia nada disso pelas meninas, era apenas amizade que eu interpretava errado. Isso tudo só com 14 anos.

Isso que eu escrevi é só uma especulação minha sobre o Diogo, só ele que viveu sabe o que ele sentia e sabe da sua orientação, ele afirma ser homossexual, logo quem somos nós para duvidar, não é?

Bom, desculpe-me ter me ter alongado muito, haha, eu tentei resumir, mas não deu muito certo. Essas foram minhas experiências, não são nenhum manual, mas mostram como é uma descoberta de alguém homoafetivo, outras pessoas vão possuir histórias diferentes, como o Diogo, mas isso só mostra que a história de alguém é algo pessoal dela, e cada pessoa possui uma. Logo as histórias dos outros são relativas, tente entender qual foi a sua história e foque só nela, talvez fique um pouco mais claro.

Até maais!

Eu entendo bem isso, acredito que o problema dele tenha sido tb muito análogo ao meu, quando conversava com homossexuais a procura de respostas, os daqui do fórum mesmo, tb me falavam essas coisas, até mesmo ficava nervoso achando que algumas meninas q eu não gostei tanto poderia ser pq não estava sentido atraído e por essa razão eu seria gay ou bi, mas igualmente ao olipt eu me apaixonei por várias garotas tb, cmg era até pior pq eu me excitava muito quando ia beijar, ficava com um excesso grande de líquido pre goso, sem contar que quando me apaixonava ficava muito fissurado em ver a mulher, pensava no sexo, no dia que iria vê-la, ou no cheiro que ela deixava no meu travesseiro, mas teve garotas q eu simplesmente do quis transar, mas tentei namorar e não deu certo, simplesmente não rolava, e essa é uma armadilha ferrada do hocd pois vc lembra justamente das relações em que vc não se apaixonou, por isso que chamamos de toc gay pq não importa quanto vc diga e explique, parece que nada surte efeito, e eu notava isso em mim e noto no povo aqui.
Parabéns pelo post Renê.

_______________________________________
Acompanhe meu relato

http://www.comoparar.com/t9301-hocd-escalada-estou-parado-no-tempo

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
avatar
Underdog
Mensagens : 209
Data de inscrição : 06/07/2018

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 6/1/2020, 11:33
Rene.Gade escreveu:
Hdmi:

Hdmi escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene.gade estou copiando seu texto pra ajudar uma colega aqui do forum com hocd. Seu texto descreve muito bem a situação e eu bem explicativo. Parabéns pelo texto.

Tudo bem, Hdmi!

Muito obrigado! Fico feliz que possa estar ajudando alguém.


Olipt:

Olipt escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene li esse seu comentário e achei bem interessante, eu tenho esse tal hocd mas no meu caso é uma relação de medo e de coisas que eu fiz na minha vida em relação a masturbação, acho que todos os meus medos com o hocd estão diretamente ligados a minha sexualidade moldada pela pornografia.
Eu nunca tive esse lance de sentimentos por homens mas eu já fantasiei umas vezes com homossexuais que eram afeminados, tb com teavestis/trans pq eu via muita pornografia e as vezes eu fantasiava com essas coisas, mas eu sempre gostei de mulher, no caso quando vc falou que o seu foco era homens automaticamente eu pensei em mulheres, eu gosto de mulher pra namorar, beijar , acariciar e ter uma relação amorosa, sempre foi assim mesmo tendo as vezes fantasias fora da minha orientação,e vendo pornografia de travesti e gay as vezes, na verdade eu via muito pais pornô de travesti, eu acabei criando fetiche com pênis por causa disso, chegou um ponto que eu só me excitava com a mulher se ela tivesse um pinto.
Engraçado eu já fiz cada coisa estranha sozinho, eu até me masturbava com coisas no ânus e mesmo assim não perdia o tesão por mulheres muito menos a afetividade por elas, teve uma época q eu cheguei a achar q talvez fosse bissexual só que a ideia de namorar um homem não desce muito bem pq eu sempre via com estranheza, alguns homens já deram encima de mim e eu sempre senti aquele efeito repelente sabe, sei lá não dava embora algumas fantasias na minha caneca fossem excitantes, só que o indivíduo em si tinha que ter muitos traços femininos, exemplo não ter pelos , não parecer muito homem e ter forma feminina, não sei se eu me encaixo naquelas pessoas que são hetero mas tem uma ligeira atracão ou até mesmo uma forma de perversão sexual. Meu psicólogo diz q não sou gay e nem bi e que essas fantasias são normais pq estão no espectro de perversão e não de orientação. Mas o hocd e algo q sempre me assombra as vezes, tipo sem querer eu li um diário aqui de um rapaz chamado dgo lá dos homo e tipo cara o relato dele parecia hocd e tb lembrava um pouco a minha história com a pornografia, e tipo eu fiquei assustado pra caralho e mesmo fazendo terapia e meu psicólogo afirmando que não sou gay aquilo me assustou. E por que estou falando isso pra vc, bom é que lendo seu comentário senti que vc é um cara que parece ter um certo dominio do assunto, se puder deixe algumas palavras que possam me ajudar, eu agradeceria muito.

Olá Olipt!

Pelo que você falou realmente improvável de você ser homossexual, ou bissexual. Assim como eu afirmei no texto, é algo pessoal, só você para saber disso e identificar, além do seu psicólogo que sabe como te analisar. No entanto, como você afirma ter esse tesão, atração e afetividade pelas mulheres, pelas formas femininas, mas não sente o mesmo com homens, subentende-se que você é heterossexual. Lembrando que eu sou apenas um curioso do assunto, eu apenas escrevo coisas que eu já li e pela minha experiência, haha.

Nossa orientação sexual como eu disse é bem complexa, e você pode realmente ter uma orientação heterossexual mais específica, não 100% no espectro, digamos assim, por conta da formação dela mesmo, porém é algo que não implica em diferença nenhuma, você continua com atração por mulheres, sendo classificado como heterossexual. No entanto, talvez essa especificidade não exista de verdade e seja apenas resultado da P, algo que não é natural e vai sumindo depois conforme você vai avançando no reboot.

Assim como você afirmou, a questão que pode te confundir é a influência da P na sua vida. Ela não tem a capacidade de mudar sua orientação sexual, mas pode nos confundir bastante. Nós temos o primeiro contato com a P, e conforme vamos vendo isso vai nos provocando uma grande quantidade de prazer, depois de um tempo perdemos nossa sensibilidade e os vídeos comuns, e até as relações reais não nos causam mais prazer. Dessa forma vamos buscando por novidades, vídeos que nos causam alguma certa ansiedade, que se confunde bastante com o sentimento de prazer no cérebro. Assim vamos cada vez buscando por coisas diferentes, pois isso nos causa um prazer maior ainda, para satisfazer nosso cérebro, e isso vai virando um ciclo. A P é feita de forma que qualquer coisa pode nos causar prazer, isso aliado da nossa busca por satisfação vai nos fazendo entrar em vídeos, ou práticas, cada vez mais diferentes, mas isso não necessariamente nos atrai, apenas nos dá prazer.

Logo, sua relação com as mulheres de pênis pode ser relacionado com isso, por isso as mulheres mais comuns não te atraíam tanto mais, pois a ideia de elas terem um pênis te causavam uma maior ansiedade, um maior prazer, mas isso não significa que você se atraia pelo pênis em si. Outra coisa, é o resto do corpo, pois elas possuem formas femininas que atraem. Mesmo sem influência alguma da P, você poderia se atrair por elas, talvez o órgão masculino te causasse algum desconforto, mas sua atração por elas no geral ainda poderia ocorrer. Isso junto da P, provavelmente fez você buscar cada vez mais por esses conteúdos e depois te causar algumas dúvidas, que se intensificaram devido ao seu TOC, que provavelmente seu psicólogo diagnosticou. Os vídeos homo, a mesma coisa, mas dessa vez sem atração alguma, era só o prazer que a P te gerava, aquela ansiedade, a novidade.

Sobre a questão da estimulação anal, qualquer homem sente esse prazer, seja hétero, gay, bi, etc. As pessoas associam isso aos gays por generalização, porém homossexualidade não é sinônimo de sexo anal, a pessoa pode gostar ou não gostar disso independente da sua orientação sexual, nem todo gay gosta disso.

Se a ideia de um romance, carinho, afetividade por homens não te atrai, não te faz você sentir algo bom, logo não há possibilidades de uma bissexualidade.

Por fim eu fui dar uma lida no diário do Diogo. Cada pessoa possui suas experiências, histórias, e etc, independente da orientação sexual. Na época de puberdade também é comum termos curiosidades por tudo, até mesmo coisas fora da nossa orientação, é uma época de descobrimento. Então não penso que é bom compararmos nossas histórias, pois tudo pode ficar bem confuso, mas eu entendi algo assim:

O que pode ter te confundido foi que ele começou com P hétero, mas isso pode ter sido apenas a P que ele tinha acesso no momento. Ele afirmou que ia ver esses conteúdos na casa de primos, que provavelmente eram héteros. Depois ele continuou procurando por isso, pois era o que ele tinha noção. Nessa parte entra a questão da descoberta da homossexualidade, ele sentia atração, mas não caiu a ficha dele. Como era P, sabemos que o vídeo em si já causava prazer para ele, e ele nem afirma se ele reparava na mulher, ou não, apenas que o vídeo excitava, e sabemos que vídeos P são feitos para isso. Às vezes ele já sentia prazer e reparava no homem, mas isso não ficava claro na cabeça dele, depois quando foi caindo a ficha ele passou a buscar os vídeos homo, e claro teve a fase de "eita" que todo mundo passa, devido a nossa sociedade ver isso com maus olhos, logo ele entrou nessa negação, que você pode confundir com as dúvidas do HOCD, mas na verdade, elas são diferentes, pois o medo dele era em relação a sociedade, ela afirma em outro post que sempre teve essa atração forte pelo sexo masculino.

Para deixar essa parte da descoberta mais clara, posso mostrar minha experiência. Desde pequeno eu sentia curiosidade pelo corpo masculino, queria saber como era debaixo das roupas dos homens, mas não sentia isso pelo corpo feminino. Quando tinha uns 7/8 anos eu lembro de ter uma ereção enquanto via o cantor dos Mamonas Assassinas de cueca na TV, kkkkkkkk, um reprise, pois já era os anos '00. Nessa época não sabia nada, era uma criança inocente, nem sabia o que aquilo significava, apenas tinha a curiosidade. Na puberdade meu primeiro contato com P, foi com P homossexual, que derivou justamente dessa curiosidade. Diferente do Diogo, eu comecei já na internet com a P que eu queria, não tive ninguém que me mostrasse a P hétero antes, como apresentaram para ele.

Por muito tempo eu sentia a atração por homens, por outros meninos, tinha a curiosidade pelo corpo masculino, via P homossexual, não sentia nada disso pelas meninas, mas ainda assim pensava que ia casar com uma mulher e ter filhos quando crescesse e achava que eu era hétero, mas sempre que eu pensava na parte sexual de um casamento com uma mulher eu achava estranho e ruim. Por que pensava que ia ter um relacionamento hétero? Devido a sempre me dizerem que eu ia casar com uma mulher e ter filhos, que eu tinha que olhar para as meninas, me apaixonar por elas. Na minha criação católica não existia essa possibilidade de ser gay, ninguém falava sobre isso, eu pensava que gay era aquele estereótipo que a gente via na TV, e obviamente eu ainda era criança e não me identificava com aquele estereótipo, além daquilo ser visto como algo errado. Então estava tudo bem comigo, ia casar com uma mulher, não sabia o real significado de homossexualidade, mesmo já sentindo tudo o que eu sentia. Percebe que algo parecido pode ter acontecido com ele? Ele sentia atração pelos homens no vídeo do P hétero, ou sentia prazer com o vídeo em si, mas nunca caiu a ficha dele, pois aquilo nunca foi uma possibilidade para ele. A nossa ficha só cai, quando a gente entende o que é homossexualidade, que é somente a atração e afetividade pelo mesmo sexo, e faz essa ligação desse conceito com nossas vidas, com o que sentimos. Se você já sabe desse conceito e nunca se identificou antes, então provavelmente não é.

Por último sobre se apaixonar. Nesse período antes da ficha cair, ainda acreditamos plenamente que somos héteros, então devemos nos "apaixonar" por meninas. Eu mesmo me "apaixonei" por duas amiguinhas, mas era algo extremamente influenciado pela sociedade que dizia que eu tinha que me apaixonar por meninas, pois meninos não eram uma possibilidade, nem pensava nisso. Além disso, não havia nenhuma atração sexual pelas meninas, eu simplesmente gostava bastante delas por serem bem amigas, pela personalidade delas, nunca pelo corpo, e eu entendia isso como uma "paixão", haha, devido o meu entendimento do assunto na época. Eu vi essa diferença na prática quando me apaixonei por um menino ao mesmo tempo que estava apaixonado por uma menina. A menina eu simplesmente gostava da presença dela, queria conversar, e etc. O menino era quase literalmente uma atração, eu queria estar perto dele, tocar, abraçar, reparava no corpo, nos pelos, etc. Quando eu percebi essa diferença aí minha ficha caiu de vez, haha, pois não sentia nada disso pelas meninas, era apenas amizade que eu interpretava errado. Isso tudo só com 14 anos.

Isso que eu escrevi é só uma especulação minha sobre o Diogo, só ele que viveu sabe o que ele sentia e sabe da sua orientação, ele afirma ser homossexual, logo quem somos nós para duvidar, não é?

Bom, desculpe-me ter me ter alongado muito, haha, eu tentei resumir, mas não deu muito certo. Essas foram minhas experiências, não são nenhum manual, mas mostram como é uma descoberta de alguém homoafetivo, outras pessoas vão possuir histórias diferentes, como o Diogo, mas isso só mostra que a história de alguém é algo pessoal dela, e cada pessoa possui uma. Logo as histórias dos outros são relativas, tente entender qual foi a sua história e foque só nela, talvez fique um pouco mais claro.

Até maais!

Oi Renê, obrigado por responder amigo, lembro-me de ouvir uma psicóloga dizer que se vc diz que não é, então vc não é e não precisa brigar consigo mesmo por isso.
Sinceramente eu não me vejo sendo gay, quando reflito sobre isso eu chego mais a conclusão de que sou muito depravado sexualmente, eu era do tipo que só queria saber do prazer e meio que ficar descobrindo coisas novas, pq as antigas ficavam enjoativas de mais, com a pornô foi assim, eu assistia muita pornografia, me masturbava o tempo todo, criava mil fantasias na minha cabeça e cada vez mais me afundava nesse mundo.
Essa questão da estimulação anal foi uma das coisas que primeiro veio a cabeça quando surtei com o hocd, pq foi assim quando era adolescente via muito pornô tb, daí vi uma cena de sexo anal como sempre via, daí veio aquela curiosidade de saber o que a mulher tava sentindo ali, daí fui tentar me masturbar assim. Isso inclusive foi uma treta enorme na minha cabeça pq quando vejo pornografia eu me excito mais quando noto que a mulher tá gostando, tipo algo como " deve tá muito bom o que ela tá sentindo" eu me excito pela mulher, pela imagem dela e pelo que ela sente na cena, eu não reparo em nada nos homens, só mesmo na mulher e no pênis, o que julgo ser normal, aliás isso é muito presente quando estou brincando com uma mulher, se ela não passar a impressão de que ela tá excitada ou não se mostrar muito sexy eu não sinto tanto prazer assim. O lance com sexo homo é meio que algo proibido na minha cabeça, por isso tenho essa impressão de adrenalina, quando via no pornô ficava nervoso e isso meio q era um estímulo novo, tipo " cara olha, eu tô fazendo uma coisa muito errada, proibida" se não fosse "errado" talvez eu nem ligasse.
Eu sempre explorei muito meu corpo, cada coisa que pudesse me dar algum prazer eu usei, mas eu nunca gostei de homens, eu sempre gostei de mulher, eu já namorei muitas , minha primeira foi ali pelos 18 anos, e não tive o q reclamar, o beijo foi bom a sensação foi boa, e outro detalhe é que quando vejo uma mulher nua solo eu tenho excitação, ereçao e etc, com o homem não sentia nada, só depois do hocd q eu sinto nervosismo e um frio na barriga e uma sensação esquisita na virilha que o pessoal relata aqui, eu não sei se comecei a sentir isso pq li tantos relatos q acabei absorvendo os sintomas ou é apenas a ansiedade mesmo.

Como eu disse eu já tive fantasias homo masturbação, mas eram nesse sentido, ter uma experiência diferenciada, e era meio específica, acho que tem algo haver com dominância e ser maior do que os outros homens sei lá, eu vi o Vimes falar uma coisa assim um tempo atrás.
Daí uma época eu pensei " será se eu sou bi pq eu vejo esses pornôs e faço essas coisas ? Pq mulher eu sei q eu gosto, já me apaixonei por várias e sem contar q eu as desejo, mas e os homens?" Eu pensei nisso e fiquei com medo, e se um dia eu for ficar com um cara pra namorar e ter sentimentos.. quando eu imaginei isso veio um amargo no meu peito, pq não é nada do q eu quero, não bate cmg, eu posso até gostar de uma boa sacanagem na p mas namorar um cara me soa muito incompatível, desde esse dia meu hocd começou e eu fiquei assim.
Eu faço terapia com psicológico, o cara é 10, é um excelente profissional, tem especialização, mestrado e etc, aborda tudo sem nenhum viés. No começo ele me assustou um pouco pq ele fez muitas perguntas sobre minha sexualidade, e eu contei tudo, até coisas q eu não tenho coragem de contar aqui, e ele disse q não sou gay e nem bi mas que isso é apenas perversão sexual, e tô nessa aí a quase 2 anos, como ele mesmo disse "e um processo demorado" mas que vai passar com o tempo, na verdade essa questão da homossexualidade pra ele já está descartada e que precisamos tratar minha questão afetiva, autoestima e os vícios psicológicos (toc) a abordagem dele não é a TCC mas sim a existencial pois segundo ele tenho transtorno de personalidade por isso essas coisas ocorrem, e de fato, pensar q sou gay não é minha primeira paranóia, já pensei até que eu não era filho legítimo dos meus pais simplesmente pq vi uma coisa na tv.
Enfim Renê obrigado, aí um pouco da minha história.

_______________________________________
Meu relato
http://www.comoparar.com/t7896-diario-do-olipt-hocd
avatar
Underdog
Mensagens : 209
Data de inscrição : 06/07/2018

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 6/1/2020, 18:04
Outra coisa que eu esqueci de mencionar no relato a cima é a respeito quando vc fala de ficar ereto com o mamonas assassinas de cueca, eu não lembro muito das coisas com muita clareza assim mas lembro de algumas coisas, meu pai tinha playboy em casa e eu andei vendo quando era criança mas acidentalmente, eu não lembro de ver com malícia mas eu sentia algumas coisas, mas tb era contidiano ver meu pai pelado e quando via outro cara tipo um tio ou alguma pessoa trocando de roupa não sentia nada do comparava com o papai, naquela época não existia muito esse lance individualista, era meio comum trocar de roupa na frente dos outros, mas lá pelos meus 10 anos eu já lembro de alguma coisa e eu ficava de pau duro quando via a Carla Peres e a Sheila melo. Tinha uma novela chamada terra nostra e tinha uma personagem que tinha um decote, e eu sempre ficava excitado quando via o decote dela.
Mas na minha infância tb sofri algumas coisas, alguns moleques de rua uma época andaram mostrando o pênis pra mim como um ato de afronta, eu lembro disso e me irritava muito, não sei se isso pode ter zuado um pouco a minha cabeça.

_______________________________________
Meu relato
http://www.comoparar.com/t7896-diario-do-olipt-hocd
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1289
Data de inscrição : 06/08/2019

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 6/1/2020, 21:15
Hdmi:

Hdmi escreveu:
Rene.Gade escreveu:
Hdmi:

Hdmi escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene.gade estou copiando seu texto pra ajudar uma colega aqui do forum com hocd. Seu texto descreve muito bem a situação e eu bem explicativo. Parabéns pelo texto.

Tudo bem, Hdmi!

Muito obrigado! Fico feliz que possa estar ajudando alguém.


Olipt:

Olipt escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene li esse seu comentário e achei bem interessante, eu tenho esse tal hocd mas no meu caso é uma relação de medo e de coisas que eu fiz na minha vida em relação a masturbação, acho que todos os meus medos com o hocd estão diretamente ligados a minha sexualidade moldada pela pornografia.
Eu nunca tive esse lance de sentimentos por homens mas eu já fantasiei umas vezes com homossexuais que eram afeminados, tb com teavestis/trans pq eu via muita pornografia e as vezes eu fantasiava com essas coisas, mas eu sempre gostei de mulher, no caso quando vc falou que o seu foco era homens automaticamente eu pensei em mulheres, eu gosto de mulher pra namorar, beijar , acariciar e ter uma relação amorosa, sempre foi assim mesmo tendo as vezes fantasias fora da minha orientação,e vendo pornografia de travesti e gay as vezes, na verdade eu via muito pais pornô de travesti, eu acabei criando fetiche com pênis por causa disso, chegou um ponto que eu só me excitava com a mulher se ela tivesse um pinto.
Engraçado eu já fiz cada coisa estranha sozinho, eu até me masturbava com coisas no ânus e mesmo assim não perdia o tesão por mulheres muito menos a afetividade por elas, teve uma época q eu cheguei a achar q talvez fosse bissexual só que a ideia de namorar um homem não desce muito bem pq eu sempre via com estranheza, alguns homens já deram encima de mim e eu sempre senti aquele efeito repelente sabe, sei lá não dava embora algumas fantasias na minha caneca fossem excitantes, só que o indivíduo em si tinha que ter muitos traços femininos, exemplo não ter pelos , não parecer muito homem e ter forma feminina, não sei se eu me encaixo naquelas pessoas que são hetero mas tem uma ligeira atracão ou até mesmo uma forma de perversão sexual. Meu psicólogo diz q não sou gay e nem bi e que essas fantasias são normais pq estão no espectro de perversão e não de orientação. Mas o hocd e algo q sempre me assombra as vezes, tipo sem querer eu li um diário aqui de um rapaz chamado dgo lá dos homo e tipo cara o relato dele parecia hocd e tb lembrava um pouco a minha história com a pornografia, e tipo eu fiquei assustado pra caralho e mesmo fazendo terapia e meu psicólogo afirmando que não sou gay aquilo me assustou. E por que estou falando isso pra vc, bom é que lendo seu comentário senti que vc é um cara que parece ter um certo dominio do assunto, se puder deixe algumas palavras que possam me ajudar, eu agradeceria muito.

Olá Olipt!

Pelo que você falou realmente improvável de você ser homossexual, ou bissexual. Assim como eu afirmei no texto, é algo pessoal, só você para saber disso e identificar, além do seu psicólogo que sabe como te analisar. No entanto, como você afirma ter esse tesão, atração e afetividade pelas mulheres, pelas formas femininas, mas não sente o mesmo com homens, subentende-se que você é heterossexual. Lembrando que eu sou apenas um curioso do assunto, eu apenas escrevo coisas que eu já li e pela minha experiência, haha.

Nossa orientação sexual como eu disse é bem complexa, e você pode realmente ter uma orientação heterossexual mais específica, não 100% no espectro, digamos assim, por conta da formação dela mesmo, porém é algo que não implica em diferença nenhuma, você continua com atração por mulheres, sendo classificado como heterossexual. No entanto, talvez essa especificidade não exista de verdade e seja apenas resultado da P, algo que não é natural e vai sumindo depois conforme você vai avançando no reboot.

Assim como você afirmou, a questão que pode te confundir é a influência da P na sua vida. Ela não tem a capacidade de mudar sua orientação sexual, mas pode nos confundir bastante. Nós temos o primeiro contato com a P, e conforme vamos vendo isso vai nos provocando uma grande quantidade de prazer, depois de um tempo perdemos nossa sensibilidade e os vídeos comuns, e até as relações reais não nos causam mais prazer. Dessa forma vamos buscando por novidades, vídeos que nos causam alguma certa ansiedade, que se confunde bastante com o sentimento de prazer no cérebro. Assim vamos cada vez buscando por coisas diferentes, pois isso nos causa um prazer maior ainda, para satisfazer nosso cérebro, e isso vai virando um ciclo. A P é feita de forma que qualquer coisa pode nos causar prazer, isso aliado da nossa busca por satisfação vai nos fazendo entrar em vídeos, ou práticas, cada vez mais diferentes, mas isso não necessariamente nos atrai, apenas nos dá prazer.

Logo, sua relação com as mulheres de pênis pode ser relacionado com isso, por isso as mulheres mais comuns não te atraíam tanto mais, pois a ideia de elas terem um pênis te causavam uma maior ansiedade, um maior prazer, mas isso não significa que você se atraia pelo pênis em si. Outra coisa, é o resto do corpo, pois elas possuem formas femininas que atraem. Mesmo sem influência alguma da P, você poderia se atrair por elas, talvez o órgão masculino te causasse algum desconforto, mas sua atração por elas no geral ainda poderia ocorrer. Isso junto da P, provavelmente fez você buscar cada vez mais por esses conteúdos e depois te causar algumas dúvidas, que se intensificaram devido ao seu TOC, que provavelmente seu psicólogo diagnosticou. Os vídeos homo, a mesma coisa, mas dessa vez sem atração alguma, era só o prazer que a P te gerava, aquela ansiedade, a novidade.

Sobre a questão da estimulação anal, qualquer homem sente esse prazer, seja hétero, gay, bi, etc. As pessoas associam isso aos gays por generalização, porém homossexualidade não é sinônimo de sexo anal, a pessoa pode gostar ou não gostar disso independente da sua orientação sexual, nem todo gay gosta disso.

Se a ideia de um romance, carinho, afetividade por homens não te atrai, não te faz você sentir algo bom, logo não há possibilidades de uma bissexualidade.

Por fim eu fui dar uma lida no diário do Diogo. Cada pessoa possui suas experiências, histórias, e etc, independente da orientação sexual. Na época de puberdade também é comum termos curiosidades por tudo, até mesmo coisas fora da nossa orientação, é uma época de descobrimento. Então não penso que é bom compararmos nossas histórias, pois tudo pode ficar bem confuso, mas eu entendi algo assim:

O que pode ter te confundido foi que ele começou com P hétero, mas isso pode ter sido apenas a P que ele tinha acesso no momento. Ele afirmou que ia ver esses conteúdos na casa de primos, que provavelmente eram héteros. Depois ele continuou procurando por isso, pois era o que ele tinha noção. Nessa parte entra a questão da descoberta da homossexualidade, ele sentia atração, mas não caiu a ficha dele. Como era P, sabemos que o vídeo em si já causava prazer para ele, e ele nem afirma se ele reparava na mulher, ou não, apenas que o vídeo excitava, e sabemos que vídeos P são feitos para isso. Às vezes ele já sentia prazer e reparava no homem, mas isso não ficava claro na cabeça dele, depois quando foi caindo a ficha ele passou a buscar os vídeos homo, e claro teve a fase de "eita" que todo mundo passa, devido a nossa sociedade ver isso com maus olhos, logo ele entrou nessa negação, que você pode confundir com as dúvidas do HOCD, mas na verdade, elas são diferentes, pois o medo dele era em relação a sociedade, ela afirma em outro post que sempre teve essa atração forte pelo sexo masculino.

Para deixar essa parte da descoberta mais clara, posso mostrar minha experiência. Desde pequeno eu sentia curiosidade pelo corpo masculino, queria saber como era debaixo das roupas dos homens, mas não sentia isso pelo corpo feminino. Quando tinha uns 7/8 anos eu lembro de ter uma ereção enquanto via o cantor dos Mamonas Assassinas de cueca na TV, kkkkkkkk, um reprise, pois já era os anos '00. Nessa época não sabia nada, era uma criança inocente, nem sabia o que aquilo significava, apenas tinha a curiosidade. Na puberdade meu primeiro contato com P, foi com P homossexual, que derivou justamente dessa curiosidade. Diferente do Diogo, eu comecei já na internet com a P que eu queria, não tive ninguém que me mostrasse a P hétero antes, como apresentaram para ele.

Por muito tempo eu sentia a atração por homens, por outros meninos, tinha a curiosidade pelo corpo masculino, via P homossexual, não sentia nada disso pelas meninas, mas ainda assim pensava que ia casar com uma mulher e ter filhos quando crescesse e achava que eu era hétero, mas sempre que eu pensava na parte sexual de um casamento com uma mulher eu achava estranho e ruim. Por que pensava que ia ter um relacionamento hétero? Devido a sempre me dizerem que eu ia casar com uma mulher e ter filhos, que eu tinha que olhar para as meninas, me apaixonar por elas. Na minha criação católica não existia essa possibilidade de ser gay, ninguém falava sobre isso, eu pensava que gay era aquele estereótipo que a gente via na TV, e obviamente eu ainda era criança e não me identificava com aquele estereótipo, além daquilo ser visto como algo errado. Então estava tudo bem comigo, ia casar com uma mulher, não sabia o real significado de homossexualidade, mesmo já sentindo tudo o que eu sentia. Percebe que algo parecido pode ter acontecido com ele? Ele sentia atração pelos homens no vídeo do P hétero, ou sentia prazer com o vídeo em si, mas nunca caiu a ficha dele, pois aquilo nunca foi uma possibilidade para ele. A nossa ficha só cai, quando a gente entende o que é homossexualidade, que é somente a atração e afetividade pelo mesmo sexo, e faz essa ligação desse conceito com nossas vidas, com o que sentimos. Se você já sabe desse conceito e nunca se identificou antes, então provavelmente não é.

Por último sobre se apaixonar. Nesse período antes da ficha cair, ainda acreditamos plenamente que somos héteros, então devemos nos "apaixonar" por meninas. Eu mesmo me "apaixonei" por duas amiguinhas, mas era algo extremamente influenciado pela sociedade que dizia que eu tinha que me apaixonar por meninas, pois meninos não eram uma possibilidade, nem pensava nisso. Além disso, não havia nenhuma atração sexual pelas meninas, eu simplesmente gostava bastante delas por serem bem amigas, pela personalidade delas, nunca pelo corpo, e eu entendia isso como uma "paixão", haha, devido o meu entendimento do assunto na época. Eu vi essa diferença na prática quando me apaixonei por um menino ao mesmo tempo que estava apaixonado por uma menina. A menina eu simplesmente gostava da presença dela, queria conversar, e etc. O menino era quase literalmente uma atração, eu queria estar perto dele, tocar, abraçar, reparava no corpo, nos pelos, etc. Quando eu percebi essa diferença aí minha ficha caiu de vez, haha, pois não sentia nada disso pelas meninas, era apenas amizade que eu interpretava errado. Isso tudo só com 14 anos.

Isso que eu escrevi é só uma especulação minha sobre o Diogo, só ele que viveu sabe o que ele sentia e sabe da sua orientação, ele afirma ser homossexual, logo quem somos nós para duvidar, não é?

Bom, desculpe-me ter me ter alongado muito, haha, eu tentei resumir, mas não deu muito certo. Essas foram minhas experiências, não são nenhum manual, mas mostram como é uma descoberta de alguém homoafetivo, outras pessoas vão possuir histórias diferentes, como o Diogo, mas isso só mostra que a história de alguém é algo pessoal dela, e cada pessoa possui uma. Logo as histórias dos outros são relativas, tente entender qual foi a sua história e foque só nela, talvez fique um pouco mais claro.

Até maais!

Eu entendo bem isso, acredito que o problema dele tenha sido tb muito análogo ao meu, quando conversava com homossexuais a procura de respostas, os daqui do fórum mesmo, tb me falavam essas coisas, até mesmo ficava nervoso achando que algumas meninas q eu não gostei tanto poderia ser pq não estava sentido atraído e por essa razão eu seria gay ou bi, mas igualmente ao olipt eu me apaixonei por várias garotas tb, cmg era até pior pq eu me excitava muito quando ia beijar, ficava com um excesso grande de líquido pre goso, sem contar que quando me apaixonava ficava muito fissurado em ver a mulher, pensava no sexo, no dia que iria vê-la, ou no cheiro que ela deixava no meu travesseiro, mas teve garotas q eu simplesmente do quis transar, mas tentei namorar e não deu certo, simplesmente não rolava, e essa é uma armadilha ferrada do hocd pois vc lembra justamente das relações em que vc não se apaixonou, por isso que chamamos de toc gay pq não importa quanto vc diga e explique, parece que nada surte efeito, e eu notava isso em mim e noto no povo aqui.
Parabéns pelo post Renê.

Pois é, Hdmi.

Imagino que deve ser bem tenso mesmo. A questão da atração é sempre mais relativo, não é porque você sente atração por mulheres, que todas as mulheres do mundo vão te atrair, e isso não te faz menos hétero, haha, você só seria Bi se sentisse algo pelos homens, mas imagino que deve ser bem difícil ter lógica com tantos pensamentos.

Obrigado pelo apoio!
Olipt:

Olipt escreveu:
Rene.Gade escreveu:
Hdmi:

Hdmi escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene.gade estou copiando seu texto pra ajudar uma colega aqui do forum com hocd. Seu texto descreve muito bem a situação e eu bem explicativo. Parabéns pelo texto.

Tudo bem, Hdmi!

Muito obrigado! Fico feliz que possa estar ajudando alguém.


Olipt:

Olipt escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene li esse seu comentário e achei bem interessante, eu tenho esse tal hocd mas no meu caso é uma relação de medo e de coisas que eu fiz na minha vida em relação a masturbação, acho que todos os meus medos com o hocd estão diretamente ligados a minha sexualidade moldada pela pornografia.
Eu nunca tive esse lance de sentimentos por homens mas eu já fantasiei umas vezes com homossexuais que eram afeminados, tb com teavestis/trans pq eu via muita pornografia e as vezes eu fantasiava com essas coisas, mas eu sempre gostei de mulher, no caso quando vc falou que o seu foco era homens automaticamente eu pensei em mulheres, eu gosto de mulher pra namorar, beijar , acariciar e ter uma relação amorosa, sempre foi assim mesmo tendo as vezes fantasias fora da minha orientação,e vendo pornografia de travesti e gay as vezes, na verdade eu via muito pais pornô de travesti, eu acabei criando fetiche com pênis por causa disso, chegou um ponto que eu só me excitava com a mulher se ela tivesse um pinto.
Engraçado eu já fiz cada coisa estranha sozinho, eu até me masturbava com coisas no ânus e mesmo assim não perdia o tesão por mulheres muito menos a afetividade por elas, teve uma época q eu cheguei a achar q talvez fosse bissexual só que a ideia de namorar um homem não desce muito bem pq eu sempre via com estranheza, alguns homens já deram encima de mim e eu sempre senti aquele efeito repelente sabe, sei lá não dava embora algumas fantasias na minha caneca fossem excitantes, só que o indivíduo em si tinha que ter muitos traços femininos, exemplo não ter pelos , não parecer muito homem e ter forma feminina, não sei se eu me encaixo naquelas pessoas que são hetero mas tem uma ligeira atracão ou até mesmo uma forma de perversão sexual. Meu psicólogo diz q não sou gay e nem bi e que essas fantasias são normais pq estão no espectro de perversão e não de orientação. Mas o hocd e algo q sempre me assombra as vezes, tipo sem querer eu li um diário aqui de um rapaz chamado dgo lá dos homo e tipo cara o relato dele parecia hocd e tb lembrava um pouco a minha história com a pornografia, e tipo eu fiquei assustado pra caralho e mesmo fazendo terapia e meu psicólogo afirmando que não sou gay aquilo me assustou. E por que estou falando isso pra vc, bom é que lendo seu comentário senti que vc é um cara que parece ter um certo dominio do assunto, se puder deixe algumas palavras que possam me ajudar, eu agradeceria muito.

Olá Olipt!

Pelo que você falou realmente improvável de você ser homossexual, ou bissexual. Assim como eu afirmei no texto, é algo pessoal, só você para saber disso e identificar, além do seu psicólogo que sabe como te analisar. No entanto, como você afirma ter esse tesão, atração e afetividade pelas mulheres, pelas formas femininas, mas não sente o mesmo com homens, subentende-se que você é heterossexual. Lembrando que eu sou apenas um curioso do assunto, eu apenas escrevo coisas que eu já li e pela minha experiência, haha.

Nossa orientação sexual como eu disse é bem complexa, e você pode realmente ter uma orientação heterossexual mais específica, não 100% no espectro, digamos assim, por conta da formação dela mesmo, porém é algo que não implica em diferença nenhuma, você continua com atração por mulheres, sendo classificado como heterossexual. No entanto, talvez essa especificidade não exista de verdade e seja apenas resultado da P, algo que não é natural e vai sumindo depois conforme você vai avançando no reboot.

Assim como você afirmou, a questão que pode te confundir é a influência da P na sua vida. Ela não tem a capacidade de mudar sua orientação sexual, mas pode nos confundir bastante. Nós temos o primeiro contato com a P, e conforme vamos vendo isso vai nos provocando uma grande quantidade de prazer, depois de um tempo perdemos nossa sensibilidade e os vídeos comuns, e até as relações reais não nos causam mais prazer. Dessa forma vamos buscando por novidades, vídeos que nos causam alguma certa ansiedade, que se confunde bastante com o sentimento de prazer no cérebro. Assim vamos cada vez buscando por coisas diferentes, pois isso nos causa um prazer maior ainda, para satisfazer nosso cérebro, e isso vai virando um ciclo. A P é feita de forma que qualquer coisa pode nos causar prazer, isso aliado da nossa busca por satisfação vai nos fazendo entrar em vídeos, ou práticas, cada vez mais diferentes, mas isso não necessariamente nos atrai, apenas nos dá prazer.

Logo, sua relação com as mulheres de pênis pode ser relacionado com isso, por isso as mulheres mais comuns não te atraíam tanto mais, pois a ideia de elas terem um pênis te causavam uma maior ansiedade, um maior prazer, mas isso não significa que você se atraia pelo pênis em si. Outra coisa, é o resto do corpo, pois elas possuem formas femininas que atraem. Mesmo sem influência alguma da P, você poderia se atrair por elas, talvez o órgão masculino te causasse algum desconforto, mas sua atração por elas no geral ainda poderia ocorrer. Isso junto da P, provavelmente fez você buscar cada vez mais por esses conteúdos e depois te causar algumas dúvidas, que se intensificaram devido ao seu TOC, que provavelmente seu psicólogo diagnosticou. Os vídeos homo, a mesma coisa, mas dessa vez sem atração alguma, era só o prazer que a P te gerava, aquela ansiedade, a novidade.

Sobre a questão da estimulação anal, qualquer homem sente esse prazer, seja hétero, gay, bi, etc. As pessoas associam isso aos gays por generalização, porém homossexualidade não é sinônimo de sexo anal, a pessoa pode gostar ou não gostar disso independente da sua orientação sexual, nem todo gay gosta disso.

Se a ideia de um romance, carinho, afetividade por homens não te atrai, não te faz você sentir algo bom, logo não há possibilidades de uma bissexualidade.

Por fim eu fui dar uma lida no diário do Diogo. Cada pessoa possui suas experiências, histórias, e etc, independente da orientação sexual. Na época de puberdade também é comum termos curiosidades por tudo, até mesmo coisas fora da nossa orientação, é uma época de descobrimento. Então não penso que é bom compararmos nossas histórias, pois tudo pode ficar bem confuso, mas eu entendi algo assim:

O que pode ter te confundido foi que ele começou com P hétero, mas isso pode ter sido apenas a P que ele tinha acesso no momento. Ele afirmou que ia ver esses conteúdos na casa de primos, que provavelmente eram héteros. Depois ele continuou procurando por isso, pois era o que ele tinha noção. Nessa parte entra a questão da descoberta da homossexualidade, ele sentia atração, mas não caiu a ficha dele. Como era P, sabemos que o vídeo em si já causava prazer para ele, e ele nem afirma se ele reparava na mulher, ou não, apenas que o vídeo excitava, e sabemos que vídeos P são feitos para isso. Às vezes ele já sentia prazer e reparava no homem, mas isso não ficava claro na cabeça dele, depois quando foi caindo a ficha ele passou a buscar os vídeos homo, e claro teve a fase de "eita" que todo mundo passa, devido a nossa sociedade ver isso com maus olhos, logo ele entrou nessa negação, que você pode confundir com as dúvidas do HOCD, mas na verdade, elas são diferentes, pois o medo dele era em relação a sociedade, ela afirma em outro post que sempre teve essa atração forte pelo sexo masculino.

Para deixar essa parte da descoberta mais clara, posso mostrar minha experiência. Desde pequeno eu sentia curiosidade pelo corpo masculino, queria saber como era debaixo das roupas dos homens, mas não sentia isso pelo corpo feminino. Quando tinha uns 7/8 anos eu lembro de ter uma ereção enquanto via o cantor dos Mamonas Assassinas de cueca na TV, kkkkkkkk, um reprise, pois já era os anos '00. Nessa época não sabia nada, era uma criança inocente, nem sabia o que aquilo significava, apenas tinha a curiosidade. Na puberdade meu primeiro contato com P, foi com P homossexual, que derivou justamente dessa curiosidade. Diferente do Diogo, eu comecei já na internet com a P que eu queria, não tive ninguém que me mostrasse a P hétero antes, como apresentaram para ele.

Por muito tempo eu sentia a atração por homens, por outros meninos, tinha a curiosidade pelo corpo masculino, via P homossexual, não sentia nada disso pelas meninas, mas ainda assim pensava que ia casar com uma mulher e ter filhos quando crescesse e achava que eu era hétero, mas sempre que eu pensava na parte sexual de um casamento com uma mulher eu achava estranho e ruim. Por que pensava que ia ter um relacionamento hétero? Devido a sempre me dizerem que eu ia casar com uma mulher e ter filhos, que eu tinha que olhar para as meninas, me apaixonar por elas. Na minha criação católica não existia essa possibilidade de ser gay, ninguém falava sobre isso, eu pensava que gay era aquele estereótipo que a gente via na TV, e obviamente eu ainda era criança e não me identificava com aquele estereótipo, além daquilo ser visto como algo errado. Então estava tudo bem comigo, ia casar com uma mulher, não sabia o real significado de homossexualidade, mesmo já sentindo tudo o que eu sentia. Percebe que algo parecido pode ter acontecido com ele? Ele sentia atração pelos homens no vídeo do P hétero, ou sentia prazer com o vídeo em si, mas nunca caiu a ficha dele, pois aquilo nunca foi uma possibilidade para ele. A nossa ficha só cai, quando a gente entende o que é homossexualidade, que é somente a atração e afetividade pelo mesmo sexo, e faz essa ligação desse conceito com nossas vidas, com o que sentimos. Se você já sabe desse conceito e nunca se identificou antes, então provavelmente não é.

Por último sobre se apaixonar. Nesse período antes da ficha cair, ainda acreditamos plenamente que somos héteros, então devemos nos "apaixonar" por meninas. Eu mesmo me "apaixonei" por duas amiguinhas, mas era algo extremamente influenciado pela sociedade que dizia que eu tinha que me apaixonar por meninas, pois meninos não eram uma possibilidade, nem pensava nisso. Além disso, não havia nenhuma atração sexual pelas meninas, eu simplesmente gostava bastante delas por serem bem amigas, pela personalidade delas, nunca pelo corpo, e eu entendia isso como uma "paixão", haha, devido o meu entendimento do assunto na época. Eu vi essa diferença na prática quando me apaixonei por um menino ao mesmo tempo que estava apaixonado por uma menina. A menina eu simplesmente gostava da presença dela, queria conversar, e etc. O menino era quase literalmente uma atração, eu queria estar perto dele, tocar, abraçar, reparava no corpo, nos pelos, etc. Quando eu percebi essa diferença aí minha ficha caiu de vez, haha, pois não sentia nada disso pelas meninas, era apenas amizade que eu interpretava errado. Isso tudo só com 14 anos.

Isso que eu escrevi é só uma especulação minha sobre o Diogo, só ele que viveu sabe o que ele sentia e sabe da sua orientação, ele afirma ser homossexual, logo quem somos nós para duvidar, não é?

Bom, desculpe-me ter me ter alongado muito, haha, eu tentei resumir, mas não deu muito certo. Essas foram minhas experiências, não são nenhum manual, mas mostram como é uma descoberta de alguém homoafetivo, outras pessoas vão possuir histórias diferentes, como o Diogo, mas isso só mostra que a história de alguém é algo pessoal dela, e cada pessoa possui uma. Logo as histórias dos outros são relativas, tente entender qual foi a sua história e foque só nela, talvez fique um pouco mais claro.

Até maais!

Oi Renê, obrigado por responder amigo, lembro-me de ouvir uma psicóloga dizer que se vc diz que não é, então vc não é e não precisa brigar consigo mesmo por isso.
Sinceramente eu não me vejo sendo gay, quando reflito sobre isso eu chego mais a conclusão de que sou muito depravado sexualmente, eu era do tipo que só queria saber do prazer e meio que ficar descobrindo coisas novas, pq as antigas ficavam enjoativas de mais, com a pornô foi assim, eu assistia muita pornografia, me masturbava o tempo todo, criava mil fantasias na minha cabeça e cada vez mais me afundava nesse mundo.
Essa questão da estimulação anal foi uma das coisas que primeiro veio a cabeça quando surtei com o hocd, pq foi assim quando era adolescente via muito pornô tb, daí vi uma cena de sexo anal como sempre via, daí veio aquela curiosidade de saber o que a mulher tava sentindo ali, daí fui tentar me masturbar assim. Isso inclusive foi uma treta enorme na minha cabeça pq quando vejo pornografia eu me excito mais quando noto que a mulher tá gostando, tipo algo como " deve tá muito bom o que ela tá sentindo" eu me excito pela mulher, pela imagem dela e pelo que ela sente na cena, eu não reparo em nada nos homens, só mesmo na mulher e no pênis, o que julgo ser normal, aliás isso é muito presente quando estou brincando com uma mulher, se ela não passar a impressão de que ela tá excitada ou não se mostrar muito sexy eu não sinto tanto prazer assim. O lance com sexo homo é meio que algo proibido na minha cabeça, por isso tenho essa impressão de adrenalina, quando via no pornô ficava nervoso e isso meio q era um estímulo novo, tipo " cara olha, eu tô fazendo uma coisa muito errada, proibida" se não fosse "errado" talvez eu nem ligasse.
Eu sempre explorei muito meu corpo, cada coisa que pudesse me dar algum prazer eu usei, mas eu nunca gostei de homens, eu sempre gostei de mulher, eu já namorei muitas , minha primeira foi ali pelos 18 anos, e não tive o q reclamar, o beijo foi bom a sensação foi boa, e outro detalhe é que quando vejo uma mulher nua solo eu tenho excitação, ereçao e etc, com o homem não sentia nada, só depois do hocd q eu sinto nervosismo e um frio na barriga e uma sensação esquisita na virilha que o pessoal relata aqui, eu não sei se comecei a sentir isso pq li tantos relatos q acabei absorvendo os sintomas ou é apenas a ansiedade mesmo.

Como eu disse eu já tive fantasias homo masturbação, mas eram nesse sentido, ter uma experiência diferenciada, e era meio específica, acho que tem algo haver com dominância e ser maior do que os outros homens sei lá, eu vi o Vimes falar uma coisa assim um tempo atrás.
Daí uma época eu pensei " será se eu sou bi pq eu vejo esses pornôs e faço essas coisas ? Pq mulher eu sei q eu gosto, já me apaixonei por várias e sem contar q eu as desejo, mas e os homens?" Eu pensei nisso e fiquei com medo, e se um dia eu for ficar com um cara pra namorar e ter sentimentos.. quando eu imaginei isso veio um amargo no meu peito, pq não é nada do q eu quero, não bate cmg, eu posso até gostar de uma boa sacanagem na p mas namorar um cara me soa muito incompatível, desde esse dia meu hocd começou e eu fiquei assim.
Eu faço terapia com psicológico, o cara é 10, é um excelente profissional, tem especialização, mestrado e etc, aborda tudo sem nenhum viés. No começo ele me assustou um pouco pq ele fez muitas perguntas sobre minha sexualidade, e eu contei tudo, até coisas q eu não tenho coragem de contar aqui, e ele disse q não sou gay e nem bi mas que isso é apenas perversão sexual, e tô nessa aí a quase 2 anos, como ele mesmo disse "e um processo demorado" mas que vai passar com o tempo, na verdade essa questão da homossexualidade pra ele já está descartada e que precisamos tratar minha questão afetiva, autoestima e os vícios psicológicos (toc) a abordagem dele não é a TCC mas sim a existencial pois segundo ele tenho transtorno de personalidade por isso essas coisas ocorrem, e de fato, pensar q sou gay não é minha primeira paranóia, já pensei até que eu não era filho legítimo dos meus pais simplesmente pq vi uma coisa na tv.
Enfim Renê obrigado, aí um pouco da minha história.

Olá Olipt!

Realmente, colega, só nós mesmos para saber. Eu penso que acaba sendo simples a nossa descoberta, pois a partir do momento que uma pessoa descobre o significado de de homo/bi/assexualidade e liga isso com seus sentimentos, provavelmente ela não terá mais muitas dúvidas sobre isso, ela pode até odiar esse fato e não se aceitar, mas saberá bem o que ela sente, não ficará se questionando sobre o que sente, ou não sente, pois isso já estará claro, suas questões serão sobre se aceitar, ou não, se deve contar, ou não, o que "fulano" vai pensar, se vai ter relacionamentos, ou não, e etc. As dúvidas sobre seus sentimentos geralmente vem antes dela descobrir os conceitos reais de orientação sexual.

Uma pena que a P infelizmente está aí para nos confundir, gerar problemas dos mais cabulosos.  Você realmente tem uma longa história com a P, e assim como você relatou ela vai nos levando para caminhos cada vez mais problemáticos, e no seu caso aliado do seu TOC te causou toda essa dúvida. No entanto, que bom que você está em um bom processo de terapia, acredito que é muito importante para vocês, pois lá é que vocês poderão se entenderem melhor, terem um diagnóstico e um tratamento adequado de fato.
Olipt:

Olipt escreveu:Outra coisa que eu esqueci de mencionar no relato a cima é a respeito quando vc fala de ficar ereto com o mamonas assassinas de cueca, eu não lembro muito das coisas com muita clareza assim mas lembro de algumas coisas, meu pai tinha playboy em casa e eu andei vendo quando era criança mas acidentalmente, eu não lembro de ver com malícia mas eu sentia algumas coisas, mas tb era contidiano ver meu pai pelado e quando via outro cara tipo um tio ou alguma pessoa trocando de roupa não sentia nada do comparava com o papai, naquela época não existia muito esse lance individualista, era meio comum trocar de roupa na frente dos outros, mas lá pelos meus 10 anos eu já lembro de alguma coisa e eu ficava de pau duro quando via a Carla Peres e a Sheila melo. Tinha uma novela chamada terra nostra e tinha uma personagem que tinha um decote, e eu sempre ficava excitado quando via o decote dela.
Mas na minha infância tb sofri algumas coisas, alguns moleques de rua uma época andaram mostrando o pênis pra mim como um ato de afronta, eu lembro disso e me irritava muito, não sei se isso pode ter zuado um pouco a minha cabeça.

Entendo! Essa situação é a única situação assim que eu lembro ter nessa idade. Eu também já vi muitas tias, mãe, e nunca senti nem curiosidade, meu pai era bem raro, mas também não sentia nada, agora outros homens era uma curiosidade imensa, hahaha, mas quase nunca via outros meninos ou homens pelados no real, não usava vestiários, nem costumava usar banheiros públicos sem me trancar na cabine, hoje eu vejo que foi bom para evitar constrangimentos e atualmente tenho pavor desses ambientes, mas infelizmente fui sanar essas curiosidades nesse mundo sujo da P.

Bem chato essa situação com esses meninos. A gente acaba sempre tendo esses fatos que nos marcam mais, realmente não sei se isso afeta algo em nós, talvez pouca coisa, algo a se trabalhar nas terapias, haha.

Espero que continue firme e permaneça bem longe desses pensamentos!
Até maaais!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
Hdmi
Hdmi
Mensagens : 561
Data de inscrição : 03/07/2019
Localização : Belém

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 6/1/2020, 23:43
Caro amigo Olipt, acredito que o amigo Renê foi bem claro na sua análise, com base nela e tb lendo tudo que vc escreveu é quase zero as chances de vc ser gay ou bi, vc já faz terapia e isso já é um passo enorme rumo a cura, sei como é essa confusão mas se vc já gostava de mulher vc jamais deixará de gostar, mesmo que um dia vc chegar ao extremo e ter relações sexuais com algum cara pra se testar. Mais cedo ou mais tarde vc vai voltar a se ver como hetero novamente, confie, tenha fé.

_______________________________________
Acompanhe meu relato

http://www.comoparar.com/t9301-hocd-escalada-estou-parado-no-tempo

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
avatar
Underdog
Mensagens : 209
Data de inscrição : 06/07/2018

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 10/1/2020, 14:11
Então @Rene.Gade Eu tinha essas curiosidades mas eram com mulheres mesmo, diferente de vc, o hocd as vezes né faz pensar q eu tinha com os dois mas eu tinha com mulheres pq eu me esforçava pra ver detalhes da ppk das garotas de biquíni nas revistas, minha mãe era cheia de revista Caras e sempre tinha alguma reportagem com alguma mulher famosa, eu não lembro direito mas acho que era a Sheila melo e na foto dava pra notar alguns pelinhos pubianos no biquíni dela, eu ficava meio q doido pra que passa-se alguma coisa despercebido, eu TB tinha uma certa curiosidade com o cheiro da ppk tb, ficava imaginando quando eu fosse as vias de fato, as vezes eu M só com a ideia do cheiro (não sei se isso é bizarro ou normal) cara até quando eu lembro disso da um certo alívio sabe ... Pq hoje em dia eu vou ver o YouTube daí tem algum cara que é bonito e eu fico olhando pra ver se sinto algo e como vem aquela sensação de q parece q eu tô achando o cara bonito fico paranóico, eu sei q todo o homem acha outro bonito só que não fala por ser machista, mas dá um cagasso sentir algo parecido quando via uma menina bonita da qual ficava paquerando ..

_______________________________________
Meu relato
http://www.comoparar.com/t7896-diario-do-olipt-hocd
Joao axe
Joao axe
Mensagens : 74
Data de inscrição : 26/03/2020

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 7/4/2020, 18:40
Underdog irmão eu tou na mesma situação que vc, eu desde pequeno me interesso por mulheres , lembro-me de pegar a revista de cosméticos da mãe pra me M* porque tinha fotos de mulheres de lingerie, nunca me interessei por homens, nem emocionalmente nem sexualmente, desde quando comecei a ver porn sempre pesquisei por mulheres e o que mais gostava era de ver uma v* , ficava doido de tesão, brincava com meus amigos( minas e homens) e sempre quis beijar as mina , nunca senti nada por homem, era doido pra ver minha vizinha pelada. Etc... Mas minha vida amorosa sempre foi difícil porque apesar de cv's com MT mina eu tinha medo de pedir e tomar um fora , fui perder meu BV ano passado com minha ex, que por sinal ao de ficar perto dela já ficava com tesão pra porra, dps que terminamos eu peguei umas mina e sempre me senti bem, mas vieram dps aparescer pensamentos dizendo que eu era gay e fiquei martelando com isso , desde a primeira vez desses pensamentos não tenho mas paz , passo o dia agoniado , tem hora que minha ansiedade cresce MT e choro , me olho no espelho e parece que não me conheço mais.

Dentre o que me incomoda são os pensamentos dizendo que sempre fui gay e que eu estava e estou me enganando, com isso minha cabeça fica tentando buscar alguma coisa na minha história que comprove esse pensamento.
Outra coisa que incomoda é que não consigo mais assistir minhas série ou cv's com meus amigos que vem logo na minha cabeça dizendo que eu sinto algo por eles.
Além disso eu cv's com MTS mina que eu dou em cima e sempre gostei disso, me sinto o fodao quando consigo a reação delas que eu esperava, mas dps desses pensamentos eu dou em cima delas e logo dps vem uma agonia , e tem horas que isso acontece antes de eu cv's. Nunca senti vontade de beijar um homem , de abraçar , de ficar próximo, , nunca gostei de ficar agarrado com meus amigos , agora com as mina é diferente . Minha ex a primeira vez que a gente se abraçou eu fiquei com MT tesão e nunca senti isso ao abraçar um amigo .
Gosto de dançar forró e quando, antigamente era toda vez , hj em dia é só quando a mina é MT gata e ficamos MT próximos eu fico excitado. Já dancei com homens e nunca senti isso.
O Renê falou que apesar dele ter se descoberto tarde ele já tinha meio que indícios de que era homossexual, eu queria perguntar no meu caso , falei uma parte do meu histórico vcs acreditam que isso seja ocasionado pelo HOCD, já vi MTS relatos e me identifico mt com todos os sintomas.
O que esqueci de falar tive um período que era viciado em porn mas ultimamente eu me controlava pra assistir( meu objetivo era só duas vezes por semana), nunca cheguei a ver o homo ou trans, mas escalonei em alguns temas pra hétero e só ultimamente sempre que ia me M* eu assistia .
Peço ajuda de vcs galera , esse negócio acabou com minha paz.
Joao axe
Joao axe
Mensagens : 74
Data de inscrição : 26/03/2020

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 7/4/2020, 18:44
Desde o segundo ano do fundamental já me apaixonava pelas mina que estudava cmg , e já me iludi por MT mulher ,hj tenho 18 anos ,esqueci de falar
avatar
Eduardo0114
Mensagens : 1049
Data de inscrição : 18/10/2019

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 7/4/2020, 19:09
Eu também ia sofri muito por mulher , ficava ouvindo música romântica pensando nas minas, lembro que tinha entrado na academia pra ficar com uma mina fiz tanto esforço tanto e quando ela me dispenso meu mundo desabou na época
avatar
Eduardo0114
Mensagens : 1049
Data de inscrição : 18/10/2019

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 7/4/2020, 19:18
Galera vocês que são mais experientes queria tirar uma dúvida .. eu nunca tive tanto interesse na ppk e isso o HOCD me mata (diz que eu sou Homossexual ) gostava mais dos seios e muito e eu era viciado na pmo era 2 vezes ao dia e não sei se isso matava o desejo por mulheres saca ? Eu sei que minha vida social era o vídeo game e eu era aqueles nerd que via uma mina e já add pra jogar tlg ? São detalhes assim... Que eu acho que me fazem hetero
avatar
Convidado
Convidado

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Sobre zerar o contador ( urgente)

em 8/4/2020, 10:14
Fala rapaziada tudo certo? Espero que sim sim.
Então, eu estou preocupado ultimamente e com muito dúvida a respeito de zerar o contador, e isso tem me impedido de avançar no reboot, pois parece ser inevitável o que vou dizer agora, peço que respondam da forma mais clara e completa o possível, porque isso tem me afetado muito.
Vou separar as dúvidas em numerações pra ficar mais organizado, vamos lá.

1 - Imagine que eu estou vendo algum filme ou série, e me deparo com uma cena de sexo ou nudez, de forma involuntária, não em um filme que se trata do assunto, devo zerar o contador? Mesmo não estando buscando aquilo?

2 - É comum hoje no whatsapp as trolagens com vídeos fakes e aquelas figurinhas, os sticks. Então, se eu estiver durante o reboot, e clicar em um vídeo que aparentemente é comum como qualquer outro, mas aparece um pornô explícito na minha cara, devo zerar o contador? Mesmo não tendo buscado aquilo? (Ressalto que não participo de nenhum grupo de putaria ou derivados)

3 - Pessoal, isso tem me desmotivado muito, porque é inevitável durante o reboot que não venham pensamentos de sexo, cenas de sexo, imagens eróticas ou até mesmo vídeos pornográficos de forma involuntária na minha frente.
Mesmo eu não estando utilizando redes sociais, e não participando de nenhum grupo de putaria, essas coisas acontecem, mesmo que não frequentemente, mas elas acontecem. E isso faz com que eu me sinta inseguro quanto ao processo de restauração do meu cérebro, por que penso: "Imagina eu estar no processo, e do nada num vídeo, imagem, sticks de whatsapp, ou filmes/séries aparece uma cena de sexo, nudez, erotização ou pornografia propriamente dita, mesmo eu não buscando aquilo, terei que zerar tudo."
Por favor me ajudem, isso me impede de progredir, porque eu inevitável a gente não se deparar com essas coisas, estamos no século 21, e eu não sou um monje, que não assiste filmes e não usando whatsapp. Essas coisas acontecem e vêm a nós, mesmo não buscando, e isso me atrapalha muito, por que eu querendo ou não vai acontecer, daí eu vou ter que zerar tudo, assim nunca avanço... 😞
Tiago Mendes
Tiago Mendes
Moderador
Moderador
Mensagens : 1876
Data de inscrição : 31/07/2016
Idade : 32

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 9/4/2020, 23:10
Se você se depara com algo assim sem querer não precisa zerar contador. Mas é bom não ficar vacilando em séries que você perceba que possa ter conteúdo erótico.

Se algum contato te manda conteúdo erótico no celular , bloqueia. Se for conhecido peça que pare com isso. Você pode também configurar o Whatsapp para não baixar mídias no automático, assim vai ficar uma imagem borrada e se vc identificar que é algo erótico deleta logo.

_______________________________________
Diário:_(Parte 1)_(Parte 2 - Fim)
Antônio71
Antônio71
Moderador
Moderador
Mensagens : 1101
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 48

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 12/4/2020, 17:36
Oi, convidado, tenha paciência com você mesmo. Durante o meu reboot as fantasias demoraram muito para desaparecerem. É um processo lento, mas seguro.

Se a pornografia e o erotismo vão até você, não precisa zerar o contador. É só apagar imediatamente a imagem ou vídeo.

Hoje mesmo uma colega minha mandou o vídeo de uma mulher bem atraente, com roupa de praia dançando. Como o vídeo era bastante sensual, apaguei na hora.

Você só precisa zerar o contador se você for atrás da pornografia ou se demorar-se assistindo a pornografia que lhe enviaram.

Um grande abraço e uma boa recuperação.

_______________________________________
avatar
junio!
Mensagens : 139
Data de inscrição : 29/12/2019

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 26/4/2020, 14:02
Iai galera, estou aqui precisando de ajudar, acho que tenho o hocd, acho não o psiquiatra pra qual eu fui me diagnósticou com toc, venho pedir que esclareçam a minha mente por favor, estou passando por um dos momentos mais difícil de minha vida, bem vou começa a falar de minha infância, quando era criança era tudo bem normal sempre tive a atração natural pelas meninas seja no colégio ou qualquer outra sempre me deu tesão ou vontade de ficar com elas. Partimos pra adolescência sempre fui louco pelas mulheres, sempre quis ficar com uma, mas o que dificultava pra mim nessa época era pq eu era bastante apegado as meninas que eu gostava e isso sempre atrapalhou pq ficava muito tempo gamado demais em uma mina, as vezes a mina até gostava de mim e eu na minha cabeça achava que não (mas hj já que entendo um pouco mais a cabeça da mulheres, via que as minas gostavam de mim realmente naquela época), só que aí é que pega, vc devem está se perguntando "então é muito fácil é só chega nela e conversar já que ela gosta de vc só isso" é justamente era só isso mesmo( só que vou contar um detalhe dessa fase de minha vida eu era bastante inseguro não sabia o que falar ou como chegar na mina naquela época era muito tímido, não tinha segurança e aí aos 16 anos me apaixonei por uma mina nossa vey era ela demais engraçada lindas dos olhos claros igual eu gosto (um detalhe só antes dela apareça em minha vida, me apaixonei por uma carrada de minas, mas nunca deu certo infelizmente), voltando ela era demais conversar todoos os dias com ela e advinha não deu em nada de novo, sabe pq já né ? Falta de atitude depois dela( eu disse a mim mesmo, não vou me apegar tanto mais com a mina, aí depois disso aos 17 anos procurei evoluí dessa forma comecei a ler livros entrei na academia, pois a maior vontade que tinha nessa época era de ser um sedutor nato, onde eu imaginava eu tendo as conversas mais legais com as minas, até certo ponto era o que eu queria ser o cara que pegava todas as minas (só que nunca pegou nenhuma kkk, o que rolou foi um beijo só com uma vizinha isso quando eu tinha uns 10 anos, achei que tinha engravidado a mina com um beijo só kkkkkk juro pra vcs esse pensamento veio a mente depois, aliás era muito novo e não entendi muito bem ) voltando sempre foi o meu objetivo ser um sedutor nato, até certo ponto me ajudou bastante os livros e academia minha autoestima aumentou bastante, 2018 vive umas das melhores fases de minha vida na questão mental tava impossível naquela época mentalmente claro ( pq sexualmente eu sou um fracasso, mas sempre visualizei eu agarrando cada Mina que gostava aliás era o que queria naquela época, mas nunca consegui digo isso com uma tristeza muito grande e quase chorando) como dizia 2018 parecia ser o meu ano sqn kkkk me faltava uma coisa atitude nunca tive e as minas achavam eu bonito e atraente, um detalhe sempre gostei de cuida do meu ser visual afinal vc precisa atrair as minas de alguma forma, sempre cuidei da minha beleza gostava de minha arrumar pra ficar bonito pra elas, pois é uma sensação muito boa quando a mina olhar pra ti, aí chego em 2019 com 19 anos sem ter pego uma mina na vida isso me doía bastante (digo isso até chorando, pois vc vê o tempo passar e nada acontece muito triste isso) foi em 2019 q esses pensamentos começaram em novembro tudo começou quando meu amigos e eu estavamos conversando e brincando isso na universidade, quando não me lembro o pq, mas o meu amigo chegou pra mim e me questionaram assim" vc não gosta de tirar essa brincadeira de viado com outros ou não gosta que tire essas brincadeiras com vc " aí eu já entrei naquele estereótipo porra, se o cara não gostar de tirar brincadeira com outros de viado então é pq ele é, " aí respondi pra eles " não, eu tiro sim" e eles quiseram insinuar que eu era,entendeu? Só que logo após isso acontecer inconscientemente
Eu olhava pra toda mina que passava para ver se sentia atração ou tesão ainda, hj eu percebo que já ali minha mente aceitou a sugestão deles, só que a conversa acabou ai e fui pra casa de boa e não fiquei com aquilo na mente(uma observação eu estava tomando um antiinflamatório muito forte nessa época, pois tinha me machucado jogando bola no campo, isso tem a ver com a história pq li depois que esse antiinflamatório faz vc perder a libido e não ter ereções tão fáceis), depois de uns 5 dias numa sexta isso estava mexendo no Instagram e entrou um foto de um homem musculoso na hora pensei que tinha sentido uma ereção e parecia mesmo, só que olhei e nada aí foi quando comecei a me testar me testei com tudo com homens e com mulheres também pra vê se sentia atração por mulheres ainda, a partir daí meu pensamento e minha cabeça não era mais a mesma penso em orientação sexual ou se testo o tempo todo, mas o que mais pega até agora é que eu achei que estava gostando de um amigo meu porra, e quando pensava ou olhava pra ele meu coração acelerava e ficava com uma certa falta de ar respirando fundo já entendia mais o que estava sentindo, se era ansiedade ou não, ou se estava me apaixonando mesmo, mas era uma sensação muito ruim, obs: sendo que nunca senti nada por esse amigo a não ser amizade mesmo, pois num começo da faculdade ele me ajudou muito com projeto e atividade, tenho uma consideração muito grande por ele, por causa disso, voltando nunca tive nada por homens ou "sentimentos" por homens antes disso tudo acontecer nunca tinha me testado ou visto porno gay, e na rua todo homem que eu olhava parece que sentia atração, nossa é um negócio muito ruim além de atração por mulheres e o sentimento pelas mulheres não estão mais o mesmo, esse é meu depoimento espero que entendam, pois escrevi muito, esqueci de falar que tomo medicação pra toc e essa crise ocorreu pq estou três dias sem tomar o remédio e por causa de um sonho que tive ( um detalhe muito importante antes disso tudo acontece nunca pensei em mim matar, depois disso já pensei umas três vezes, pois não aguento mais pensar nisso, está me atrapalhando até nos estudos perdi três matérias, mas acho que ainda não tenho toc e que estou em negação) espero que consiga clara a minha cabeça, valeu
avatar
Eduardo0114
Mensagens : 1049
Data de inscrição : 18/10/2019

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 26/4/2020, 18:51
Meu hocd começou do mesmo jeito cara eu tava atendendo no balcão veio um cara sem camisa e me deu uma coisa no peito parecia uma ansiedade (obs eu tenho autoestina baixa e era um dos meus primeiros dias lá atendendo na loja ) e ele veio me perguntar e tinha praticamente minha idade 20 anos quando senti isso que vc sentiu veio o pensamento (aí meu deus sou gay) daí em diante minha vida viro um inferno eu perdi também a atração por mulheres antigamente era apaixonado por elas agora parece que sumiu , cara estou no mesmo barco que vc que fica martelando que estou em negação seu relato me fez pensar mais uma vez que isso é uma porra de uma doença e não que sou Homossexual e meu amigo nem você é !!
avatar
junio!
Mensagens : 139
Data de inscrição : 29/12/2019

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 26/4/2020, 19:44
Valeu Eduardo, já venho acompanhando seus relatos já faz tempo e não acho que vc seja gay também, o meu problema é que fico martelando na cabeça que gosto desse meu colega e foi um pensamento que apareceu do nada( pq nunca tinha pensado nisso, sempre tive ele como meu colega e pronto e penso que estou me negando), assim outras coisas que já sentir também quando estava assistindo um filme que já tinha assistido e ficar reparando no ator ou em outras coisas, outra coisa também que nunca tinha feito, "pensei assim já que gays gostam de coisas no ânus, pq não me testar masturbando" um baguio que foi totalmente forçado não gosto nem de lembrar tem mais coisas que é de praste do hocd que se eu ficar digitando, tudo o que já fiz e penso ficarei aqui até amanhã, mas enfim é isso, boa noite
avatar
TPR
Mensagens : 1
Data de inscrição : 06/05/2020

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty ACHO QUE NÃO É HOCD

em 6/5/2020, 15:11
Boa tarde pessoal! preciso de ajuda. Vou tentar resumir minha história pra não escrever um texto longo e cansativo. Sou homem, tive problemas com abuso sexual na minha infância, aproximadamente aos 10 anos, na época não interpretei aquilo como algo ruim, não sabia ao certo o que era, ao mesmo tempo acabei tendo algumas experiências parecidas na casa de um primo mais velho que nos induzia a fazer "brincadeiras" com ele. Enfim, essa fase passou, fui crescendo e sempre tive desejo por mulheres (tanto sexual quanto romântico), inclusive ainda lembro da menina em quem pensei ao me m*** pela 1º vez. Me apaixonei por meninas, amei, enfim... Por volta dos 16 anos comecei a sentir um negócio esquisito ao olhar caras de boa aparência, foram poucos dias, logo fiquei com uma menina e aquela coisa estranha sumiu. Depois, aos 19 anos, certo dia na aula fiquei olhando por uns 10 segundos um cara de muito boa aparência e esse momento específico levou a quase 2 anos de sofrimento com pensamentos de conteúdo homossexual (ex: será que sou gay? será que trocaria uma menina por aquele cara ali? será que gosto do cheiro de homem, enfim). Nesse período eu tinha uma namorada e, passado um tempo, acabamos terminado e, então, ela começou a namorar um outro cara por volta de 2017. Isso me causou muito sofrimento e esse sofrimento anulou os pensamentos de homossexualidade de forma que esqueci completamente deles. Porém, infelizmente, esses pensamentos começaram no fim do ano passado e foram ficando muito intensos até que cheguei em um estado em que não conseguia fazer mais nada a não ser os testes em pensamento (uma cena homossexual, sem ereção, uma cena hétero, com ereção). Chegava a acordar no meio da noite mal, angustiado, coração acelerado e passar mais de 3 horas me testando durante a madrugada. Nunca tinha visto porno gay, nunca tive vontade, vi muita pornografia na adolescência mas nunca porno gay. Então, no fim do ano passado - para testar - acabei vendo, não senti nada. Fui ao psicólogo e psiquiatra, eles disseram que era um problema de TOC (tenho histórico de outros comportamentos repetitivos e tiques), passei a tomar remédio, melhorei um pouco e, desde então, venho levando com altos e baixos, fazendo alguns testes aqui e ali e sentindo aquela menos ansiedade ao me deparar com caras de boa aparência. Parei de ir na psicóloga pq era muito caro, eu não tinha condições, continuei só com o remédio. Acabei entrando no site câmera prive e gostei, comecei a entrar lá toda vez que não estou bem. No fds retrasado eu entrei lá para me divertir um pouco e uma cam me falou um negócio sobre pe**** que ficou na minha cabeça. No Domingo, lembrando e pensando naquilo que ela falou, tive um pequena ereção (tipo, uma leve estufada) e isso me causou muito mal e me colocou em uma crise forte. Assim, foi obrigado a ir na psicóloga denovo na terça passada (outra psicóloga cognitivo comportamental que tem a consulta mais barata). Nessas duas semanas em que eu estou bem mal se intensificaram uns pensamentos que vinham aparecendo de forma mais leve nas semanas anteriores ao início da crise forte. O pensamento é sobre eu ser mulher! não testo mais me imaginando com outro homem, afinal isso não me causa excitação nenhuma, me testo imaginando eu sendo mulher na relação com um homem, tendo va***, sendo pen***, enfim. É como se os pensamentos homossexuais tivessem dado lugar a pensamentos transexuais (para ficar melhor de entender). E os testes sobre isso são muito complicados pq as vezes tenho leves ereções e não sei se é pq gostei da sensação de ser mulher ou pq visualizei uma cena hétero ou pq, aqui e ali, acabo "escapando" do teste e me imaginando como o homem da cena por alguns segundos e, mesma que não haja ereção (já fiz vários testes, de todas as formas possíveis, assumindo fisicamente posições, etc) depois fico com uma sensação angustiante de que meu corpo é um corpo de mulher. O problema é que ontem fui nessa psicóloga denovo, contei tudo a ela e no fim da consulta ela disse que acha que eu tenho vontade de ser mulher no sexo, ou de ter o papel da mulher na sociedade e que não consigo abrir isso por medo do que os outros vão pensar. Então, fiquei muito mal! voltei para casa triste, fiz todo tipo de teste, e em um teste bem hard tive uma meia ereção (mas, como em muitas outras vezes, meu pe*** sobre um pouquinho e depois "empedra", fica muito rígido, mas naquele tamanho pequeno, não sei o que é isso, alguém tbm sente?) e realizei muitos testes. Depois entrei no CP e gastei uns 200 reais lá, mas continuei mal. E hj, para completar, ao chegar em casa na hora do almoço fiquei me imaginando sendo mulher, deitada com um cara, testei isso várias vezes e não senti nada, depois me imaginava sendo o homem e sentia reação e um prazer psicológico. Porém, qd estava na mesa almoçando, venho um sensação de corpo de mulher, tentei me imaginar sendo homem deitado com a mulher (pensamento que tinha me causado prazer minutos antes) e não senti nada, ai eu falei (ñ sei se conscientemente ou não) em pensamento "quero mesmo é me sentir mulher" então senti um negócio estranho e um leve ereção (tipo, uns 30%). E agora não sei o que fazer, não sei se o que eu tenho realmente é HOCD ou se eu tenho desejo de ser mulher... quero deixar claro que não sinto desejo pelo corpo masculino, já testei de várias formas e não sinto nada, tbm não tenho desejo por penetração anal, já testei e até tentei fazer, mas não me traz prazer. Mas os pensamentos relacionados à va**** me confundem, eu não sei!
Disse que não faria um texto longo, mas não tinha como contar tudo com detalhes em poucas linhas. O que vcs acham? Sei que devemos buscar ajuda profissional, e estou buscando, psicólogo e psiquiatra, mas a psicóloga me disse o que eu falei ali em cima (coisa que, entre os 2 psiquiatras e 1 psicologo que consultei fora ela, ela foi a única que disse) e senti uma intensificação dos sensações depois disso, como se eu estivesse me convencendo, ou aceitando, que realmente queria ser mulher. E isso me da, no fim das contas, uma sensação muito ruim, parece que eu não sou eu, parece que estou vivendo um pesadelo e daqui a pouco vou acordar assustado e tudo terá passado. Enfim... Sou se alguém puder me dar uma ajuda, compartilhar, comentar alguma coisa, eu agradeço. Já li várias coisas aqui no fórum desde que fiquei mal ano passado, mas nunca escrevi. VLW!!!!
avatar
jtleal1
Mensagens : 24
Data de inscrição : 02/05/2020

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 17/5/2020, 03:14
Rene.Gade escreveu:
Hdmi:

Hdmi escreveu:
Rene.Gade escreveu:
Hdmi:

Hdmi escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene.gade estou copiando seu texto pra ajudar uma colega aqui do forum com hocd. Seu texto descreve muito bem a situação e eu bem explicativo. Parabéns pelo texto.

Tudo bem, Hdmi!

Muito obrigado! Fico feliz que possa estar ajudando alguém.


Olipt:

Olipt escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene li esse seu comentário e achei bem interessante, eu tenho esse tal hocd mas no meu caso é uma relação de medo e de coisas que eu fiz na minha vida em relação a masturbação, acho que todos os meus medos com o hocd estão diretamente ligados a minha sexualidade moldada pela pornografia.
Eu nunca tive esse lance de sentimentos por homens mas eu já fantasiei umas vezes com homossexuais que eram afeminados, tb com teavestis/trans pq eu via muita pornografia e as vezes eu fantasiava com essas coisas, mas eu sempre gostei de mulher, no caso quando vc falou que o seu foco era homens automaticamente eu pensei em mulheres, eu gosto de mulher pra namorar, beijar , acariciar e ter uma relação amorosa, sempre foi assim mesmo tendo as vezes fantasias fora da minha orientação,e vendo pornografia de travesti e gay as vezes, na verdade eu via muito pais pornô de travesti, eu acabei criando fetiche com pênis por causa disso, chegou um ponto que eu só me excitava com a mulher se ela tivesse um pinto.
Engraçado eu já fiz cada coisa estranha sozinho, eu até me masturbava com coisas no ânus e mesmo assim não perdia o tesão por mulheres muito menos a afetividade por elas, teve uma época q eu cheguei a achar q talvez fosse bissexual só que a ideia de namorar um homem não desce muito bem pq eu sempre via com estranheza, alguns homens já deram encima de mim e eu sempre senti aquele efeito repelente sabe, sei lá não dava embora algumas fantasias na minha caneca fossem excitantes, só que o indivíduo em si tinha que ter muitos traços femininos, exemplo não ter pelos , não parecer muito homem e ter forma feminina, não sei se eu me encaixo naquelas pessoas que são hetero mas tem uma ligeira atracão ou até mesmo uma forma de perversão sexual. Meu psicólogo diz q não sou gay e nem bi e que essas fantasias são normais pq estão no espectro de perversão e não de orientação. Mas o hocd e algo q sempre me assombra as vezes, tipo sem querer eu li um diário aqui de um rapaz chamado dgo lá dos homo e tipo cara o relato dele parecia hocd e tb lembrava um pouco a minha história com a pornografia, e tipo eu fiquei assustado pra caralho e mesmo fazendo terapia e meu psicólogo afirmando que não sou gay aquilo me assustou. E por que estou falando isso pra vc, bom é que lendo seu comentário senti que vc é um cara que parece ter um certo dominio do assunto, se puder deixe algumas palavras que possam me ajudar, eu agradeceria muito.

Olá Olipt!

Pelo que você falou realmente improvável de você ser homossexual, ou bissexual. Assim como eu afirmei no texto, é algo pessoal, só você para saber disso e identificar, além do seu psicólogo que sabe como te analisar. No entanto, como você afirma ter esse tesão, atração e afetividade pelas mulheres, pelas formas femininas, mas não sente o mesmo com homens, subentende-se que você é heterossexual. Lembrando que eu sou apenas um curioso do assunto, eu apenas escrevo coisas que eu já li e pela minha experiência, haha.

Nossa orientação sexual como eu disse é bem complexa, e você pode realmente ter uma orientação heterossexual mais específica, não 100% no espectro, digamos assim, por conta da formação dela mesmo, porém é algo que não implica em diferença nenhuma, você continua com atração por mulheres, sendo classificado como heterossexual. No entanto, talvez essa especificidade não exista de verdade e seja apenas resultado da P, algo que não é natural e vai sumindo depois conforme você vai avançando no reboot.

Assim como você afirmou, a questão que pode te confundir é a influência da P na sua vida. Ela não tem a capacidade de mudar sua orientação sexual, mas pode nos confundir bastante. Nós temos o primeiro contato com a P, e conforme vamos vendo isso vai nos provocando uma grande quantidade de prazer, depois de um tempo perdemos nossa sensibilidade e os vídeos comuns, e até as relações reais não nos causam mais prazer. Dessa forma vamos buscando por novidades, vídeos que nos causam alguma certa ansiedade, que se confunde bastante com o sentimento de prazer no cérebro. Assim vamos cada vez buscando por coisas diferentes, pois isso nos causa um prazer maior ainda, para satisfazer nosso cérebro, e isso vai virando um ciclo. A P é feita de forma que qualquer coisa pode nos causar prazer, isso aliado da nossa busca por satisfação vai nos fazendo entrar em vídeos, ou práticas, cada vez mais diferentes, mas isso não necessariamente nos atrai, apenas nos dá prazer.

Logo, sua relação com as mulheres de pênis pode ser relacionado com isso, por isso as mulheres mais comuns não te atraíam tanto mais, pois a ideia de elas terem um pênis te causavam uma maior ansiedade, um maior prazer, mas isso não significa que você se atraia pelo pênis em si. Outra coisa, é o resto do corpo, pois elas possuem formas femininas que atraem. Mesmo sem influência alguma da P, você poderia se atrair por elas, talvez o órgão masculino te causasse algum desconforto, mas sua atração por elas no geral ainda poderia ocorrer. Isso junto da P, provavelmente fez você buscar cada vez mais por esses conteúdos e depois te causar algumas dúvidas, que se intensificaram devido ao seu TOC, que provavelmente seu psicólogo diagnosticou. Os vídeos homo, a mesma coisa, mas dessa vez sem atração alguma, era só o prazer que a P te gerava, aquela ansiedade, a novidade.

Sobre a questão da estimulação anal, qualquer homem sente esse prazer, seja hétero, gay, bi, etc. As pessoas associam isso aos gays por generalização, porém homossexualidade não é sinônimo de sexo anal, a pessoa pode gostar ou não gostar disso independente da sua orientação sexual, nem todo gay gosta disso.

Se a ideia de um romance, carinho, afetividade por homens não te atrai, não te faz você sentir algo bom, logo não há possibilidades de uma bissexualidade.

Por fim eu fui dar uma lida no diário do Diogo. Cada pessoa possui suas experiências, histórias, e etc, independente da orientação sexual. Na época de puberdade também é comum termos curiosidades por tudo, até mesmo coisas fora da nossa orientação, é uma época de descobrimento. Então não penso que é bom compararmos nossas histórias, pois tudo pode ficar bem confuso, mas eu entendi algo assim:

O que pode ter te confundido foi que ele começou com P hétero, mas isso pode ter sido apenas a P que ele tinha acesso no momento. Ele afirmou que ia ver esses conteúdos na casa de primos, que provavelmente eram héteros. Depois ele continuou procurando por isso, pois era o que ele tinha noção. Nessa parte entra a questão da descoberta da homossexualidade, ele sentia atração, mas não caiu a ficha dele. Como era P, sabemos que o vídeo em si já causava prazer para ele, e ele nem afirma se ele reparava na mulher, ou não, apenas que o vídeo excitava, e sabemos que vídeos P são feitos para isso. Às vezes ele já sentia prazer e reparava no homem, mas isso não ficava claro na cabeça dele, depois quando foi caindo a ficha ele passou a buscar os vídeos homo, e claro teve a fase de "eita" que todo mundo passa, devido a nossa sociedade ver isso com maus olhos, logo ele entrou nessa negação, que você pode confundir com as dúvidas do HOCD, mas na verdade, elas são diferentes, pois o medo dele era em relação a sociedade, ela afirma em outro post que sempre teve essa atração forte pelo sexo masculino.

Para deixar essa parte da descoberta mais clara, posso mostrar minha experiência. Desde pequeno eu sentia curiosidade pelo corpo masculino, queria saber como era debaixo das roupas dos homens, mas não sentia isso pelo corpo feminino. Quando tinha uns 7/8 anos eu lembro de ter uma ereção enquanto via o cantor dos Mamonas Assassinas de cueca na TV, kkkkkkkk, um reprise, pois já era os anos '00. Nessa época não sabia nada, era uma criança inocente, nem sabia o que aquilo significava, apenas tinha a curiosidade. Na puberdade meu primeiro contato com P, foi com P homossexual, que derivou justamente dessa curiosidade. Diferente do Diogo, eu comecei já na internet com a P que eu queria, não tive ninguém que me mostrasse a P hétero antes, como apresentaram para ele.

Por muito tempo eu sentia a atração por homens, por outros meninos, tinha a curiosidade pelo corpo masculino, via P homossexual, não sentia nada disso pelas meninas, mas ainda assim pensava que ia casar com uma mulher e ter filhos quando crescesse e achava que eu era hétero, mas sempre que eu pensava na parte sexual de um casamento com uma mulher eu achava estranho e ruim. Por que pensava que ia ter um relacionamento hétero? Devido a sempre me dizerem que eu ia casar com uma mulher e ter filhos, que eu tinha que olhar para as meninas, me apaixonar por elas. Na minha criação católica não existia essa possibilidade de ser gay, ninguém falava sobre isso, eu pensava que gay era aquele estereótipo que a gente via na TV, e obviamente eu ainda era criança e não me identificava com aquele estereótipo, além daquilo ser visto como algo errado. Então estava tudo bem comigo, ia casar com uma mulher, não sabia o real significado de homossexualidade, mesmo já sentindo tudo o que eu sentia. Percebe que algo parecido pode ter acontecido com ele? Ele sentia atração pelos homens no vídeo do P hétero, ou sentia prazer com o vídeo em si, mas nunca caiu a ficha dele, pois aquilo nunca foi uma possibilidade para ele. A nossa ficha só cai, quando a gente entende o que é homossexualidade, que é somente a atração e afetividade pelo mesmo sexo, e faz essa ligação desse conceito com nossas vidas, com o que sentimos. Se você já sabe desse conceito e nunca se identificou antes, então provavelmente não é.

Por último sobre se apaixonar. Nesse período antes da ficha cair, ainda acreditamos plenamente que somos héteros, então devemos nos "apaixonar" por meninas. Eu mesmo me "apaixonei" por duas amiguinhas, mas era algo extremamente influenciado pela sociedade que dizia que eu tinha que me apaixonar por meninas, pois meninos não eram uma possibilidade, nem pensava nisso. Além disso, não havia nenhuma atração sexual pelas meninas, eu simplesmente gostava bastante delas por serem bem amigas, pela personalidade delas, nunca pelo corpo, e eu entendia isso como uma "paixão", haha, devido o meu entendimento do assunto na época. Eu vi essa diferença na prática quando me apaixonei por um menino ao mesmo tempo que estava apaixonado por uma menina. A menina eu simplesmente gostava da presença dela, queria conversar, e etc. O menino era quase literalmente uma atração, eu queria estar perto dele, tocar, abraçar, reparava no corpo, nos pelos, etc. Quando eu percebi essa diferença aí minha ficha caiu de vez, haha, pois não sentia nada disso pelas meninas, era apenas amizade que eu interpretava errado. Isso tudo só com 14 anos.

Isso que eu escrevi é só uma especulação minha sobre o Diogo, só ele que viveu sabe o que ele sentia e sabe da sua orientação, ele afirma ser homossexual, logo quem somos nós para duvidar, não é?

Bom, desculpe-me ter me ter alongado muito, haha, eu tentei resumir, mas não deu muito certo. Essas foram minhas experiências, não são nenhum manual, mas mostram como é uma descoberta de alguém homoafetivo, outras pessoas vão possuir histórias diferentes, como o Diogo, mas isso só mostra que a história de alguém é algo pessoal dela, e cada pessoa possui uma. Logo as histórias dos outros são relativas, tente entender qual foi a sua história e foque só nela, talvez fique um pouco mais claro.

Até maais!

Eu entendo bem isso, acredito que o problema dele tenha sido tb muito análogo ao meu, quando conversava com homossexuais a procura de respostas, os daqui do fórum mesmo, tb me falavam essas coisas, até mesmo ficava nervoso achando que algumas meninas q eu não gostei tanto poderia ser pq não estava sentido atraído e por essa razão eu seria gay ou bi, mas igualmente ao olipt eu me apaixonei por várias garotas tb, cmg era até pior pq eu me excitava muito quando ia beijar, ficava com um excesso grande de líquido pre goso, sem contar que quando me apaixonava ficava muito fissurado em ver a mulher, pensava no sexo, no dia que iria vê-la, ou no cheiro que ela deixava no meu travesseiro, mas teve garotas q eu simplesmente do quis transar, mas tentei namorar e não deu certo, simplesmente não rolava, e essa é uma armadilha ferrada do hocd pois vc lembra justamente das relações em que vc não se apaixonou, por isso que chamamos de toc gay pq não importa quanto vc diga e explique, parece que nada surte efeito, e eu notava isso em mim e noto no povo aqui.
Parabéns pelo post Renê.

Pois é, Hdmi.

Imagino que deve ser bem tenso mesmo. A questão da atração é sempre mais relativo, não é porque você sente atração por mulheres, que todas as mulheres do mundo vão te atrair, e isso não te faz menos hétero, haha, você só seria Bi se sentisse algo pelos homens, mas imagino que deve ser bem difícil ter lógica com tantos pensamentos.

Obrigado pelo apoio!
Olipt:

Olipt escreveu:
Rene.Gade escreveu:
Hdmi:

Hdmi escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene.gade estou copiando seu texto pra ajudar uma colega aqui do forum com hocd. Seu texto descreve muito bem a situação e eu bem explicativo. Parabéns pelo texto.

Tudo bem, Hdmi!

Muito obrigado! Fico feliz que possa estar ajudando alguém.


Olipt:

Olipt escreveu:
Rene.Gade escreveu:Olá, João!

Seja bem vindo ao fórum!

Bom, sexualidade é um assunto complexo, e só você pode descobrir qual é a sua de verdade. Alguns colegas aqui no fórum com mais experiência podem te aconselhar melhor, mas direi o que eu penso.

Primeiro, homossexuais são pessoas que se atraem fisicamente, e sentem afetividade por pessoas do mesmo sexo, ou seja sentem atração pelo corpo, jeito, e etc, e sentem vontade de ter um carinho, proximidade, romance com essa pessoa. Você se enxerga nessa definição?

Segundo ponto, nossa sexualidade, apesar de gostarmos de rotular tudo, não é algo que se pode definir com apenas rótulos de gay, bi, ou hétero. Eu vejo, e já devo ter lido em algum lugar também, como uma escala que passa por essas três sexualidades, e que cada pessoa possui uma faixa dela, uns mais para o meio, outros para algum extremo, e muitas pessoas, podem sentir atração pelos dois sexos, mas tendo um lado mais forte. Por exemplo um Bissexual que sente mais atrações por mulheres, do que por homens, mas ainda sente uma atração menor por homens. Você se enxerga nisso?

Terceiro ponto, não há problema algum em ter uma sexualidade fora do padrão da sociedade. Claro que há sim preconceitos, e dificuldades, mas você continuará sendo você.

Outro ponto, homossexuais podem até se descobrirem tarde, como meu caso que me descobri com 14 anos, no entanto, eles sempre sentem atrações, desejos e curiosidades mesmo sem entenderem isso muito bem, às vezes desde bem criancinha. Como a sociedade afirma que isso é uma prática errada, nós negamos isso pensando que não é nada, mas isso sempre esteve presente em nós, e aflorou no período da puberdade.

Por último, é uma questão de analisar você mesmo sem ter nenhum preconceito, ou medo. Não sei se você pode ter HOCD, o que tornaria mais difícil sua  análise devido ao TOC. Mas pense um pouquinho sobre sua vida, sua curiosidade quando era criança, suas primeiras atrações na puberdade. Seu foco sempre foi apenas um sexo só? Era só com mulheres? Era com os dois?

Fique tranquilo, se você é hétero você aflorou isso na sua puberdade, e isso nunca vai mudar em você. Você pode até ter um trauma, ou TOC, que vai fazer você duvidar, mas ela vai continuar lá.

Lembre-se que se você está nesse fórum foi por conta de sua provável experiência com P, que pode ter forçado seu cérebro a sentir prazer com coisas fora da sua orientação.

Se isso te acalma, eu sempre fui convicto de minha sexualidade desde que me descobri. Contei para todos quando tinha apenas 15 anos com a maior certeza. Durante meus períodos de crise em P, eu escalonei para alguns conteúdos héteros que nunca havia visto na minha vida, e de alguma forma quis testar se havia alguma atração, nunca foi para frente. Mas depois de um tempo comecei a ver mais, e por fim comecei a ter dúvidas de minha sexualidade que nunca havia tido antes. Logo parei de pensar nisso quando voltei minha atenção para minha história de vida, tudo que já senti, minhas descobertas, e curiosidades quando criança, e quando pensei se eu quero construir uma vida de amor e afetividade, com mulheres ou homens, claro que foi homens a resposta.

Eu penso que isso pode ser resultado da influência da P na sua vida. Lembrando que travestis possuem fisionomia feminina que de certa forma atrai heterossexuais e não homossexuais.

Espero ter ajudado e não escrito muito. Espero que consiga tirar suas dúvidas. Consulte um profissional se não estiver conseguindo sozinho. Desejo-te um bom Reboot!

Até maaais!

Edit: Escrevi na pressa e acabei esquecendo de mencionar o mais importante assim como nosso colega Rmotta afirma abaixo, este é um espaço para homossexuais entendidos de sua sexualidade. Acredito que por você ter chances de ser um heterossexual afetado pela P, assim que esclarecer sua cabeça pode pedir para um moderador migrar seu tópico para um local mais adequado para sua sexualidade, onde poderá receber apoio de rapazes heterossexuais que também lutam contra o HOCD. E claro não esqueça de ler o e-book gratuito, pois lá explicará a definição de HOCD, caso ainda não saiba, e te mostrará como seguir os planos do método proposto pelo fórum, dentre outras informações relevantes.

Rene li esse seu comentário e achei bem interessante, eu tenho esse tal hocd mas no meu caso é uma relação de medo e de coisas que eu fiz na minha vida em relação a masturbação, acho que todos os meus medos com o hocd estão diretamente ligados a minha sexualidade moldada pela pornografia.
Eu nunca tive esse lance de sentimentos por homens mas eu já fantasiei umas vezes com homossexuais que eram afeminados, tb com teavestis/trans pq eu via muita pornografia e as vezes eu fantasiava com essas coisas, mas eu sempre gostei de mulher, no caso quando vc falou que o seu foco era homens automaticamente eu pensei em mulheres, eu gosto de mulher pra namorar, beijar , acariciar e ter uma relação amorosa, sempre foi assim mesmo tendo as vezes fantasias fora da minha orientação,e vendo pornografia de travesti e gay as vezes, na verdade eu via muito pais pornô de travesti, eu acabei criando fetiche com pênis por causa disso, chegou um ponto que eu só me excitava com a mulher se ela tivesse um pinto.
Engraçado eu já fiz cada coisa estranha sozinho, eu até me masturbava com coisas no ânus e mesmo assim não perdia o tesão por mulheres muito menos a afetividade por elas, teve uma época q eu cheguei a achar q talvez fosse bissexual só que a ideia de namorar um homem não desce muito bem pq eu sempre via com estranheza, alguns homens já deram encima de mim e eu sempre senti aquele efeito repelente sabe, sei lá não dava embora algumas fantasias na minha caneca fossem excitantes, só que o indivíduo em si tinha que ter muitos traços femininos, exemplo não ter pelos , não parecer muito homem e ter forma feminina, não sei se eu me encaixo naquelas pessoas que são hetero mas tem uma ligeira atracão ou até mesmo uma forma de perversão sexual. Meu psicólogo diz q não sou gay e nem bi e que essas fantasias são normais pq estão no espectro de perversão e não de orientação. Mas o hocd e algo q sempre me assombra as vezes, tipo sem querer eu li um diário aqui de um rapaz chamado dgo lá dos homo e tipo cara o relato dele parecia hocd e tb lembrava um pouco a minha história com a pornografia, e tipo eu fiquei assustado pra caralho e mesmo fazendo terapia e meu psicólogo afirmando que não sou gay aquilo me assustou. E por que estou falando isso pra vc, bom é que lendo seu comentário senti que vc é um cara que parece ter um certo dominio do assunto, se puder deixe algumas palavras que possam me ajudar, eu agradeceria muito.

Olá Olipt!

Pelo que você falou realmente improvável de você ser homossexual, ou bissexual. Assim como eu afirmei no texto, é algo pessoal, só você para saber disso e identificar, além do seu psicólogo que sabe como te analisar. No entanto, como você afirma ter esse tesão, atração e afetividade pelas mulheres, pelas formas femininas, mas não sente o mesmo com homens, subentende-se que você é heterossexual. Lembrando que eu sou apenas um curioso do assunto, eu apenas escrevo coisas que eu já li e pela minha experiência, haha.

Nossa orientação sexual como eu disse é bem complexa, e você pode realmente ter uma orientação heterossexual mais específica, não 100% no espectro, digamos assim, por conta da formação dela mesmo, porém é algo que não implica em diferença nenhuma, você continua com atração por mulheres, sendo classificado como heterossexual. No entanto, talvez essa especificidade não exista de verdade e seja apenas resultado da P, algo que não é natural e vai sumindo depois conforme você vai avançando no reboot.

Assim como você afirmou, a questão que pode te confundir é a influência da P na sua vida. Ela não tem a capacidade de mudar sua orientação sexual, mas pode nos confundir bastante. Nós temos o primeiro contato com a P, e conforme vamos vendo isso vai nos provocando uma grande quantidade de prazer, depois de um tempo perdemos nossa sensibilidade e os vídeos comuns, e até as relações reais não nos causam mais prazer. Dessa forma vamos buscando por novidades, vídeos que nos causam alguma certa ansiedade, que se confunde bastante com o sentimento de prazer no cérebro. Assim vamos cada vez buscando por coisas diferentes, pois isso nos causa um prazer maior ainda, para satisfazer nosso cérebro, e isso vai virando um ciclo. A P é feita de forma que qualquer coisa pode nos causar prazer, isso aliado da nossa busca por satisfação vai nos fazendo entrar em vídeos, ou práticas, cada vez mais diferentes, mas isso não necessariamente nos atrai, apenas nos dá prazer.

Logo, sua relação com as mulheres de pênis pode ser relacionado com isso, por isso as mulheres mais comuns não te atraíam tanto mais, pois a ideia de elas terem um pênis te causavam uma maior ansiedade, um maior prazer, mas isso não significa que você se atraia pelo pênis em si. Outra coisa, é o resto do corpo, pois elas possuem formas femininas que atraem. Mesmo sem influência alguma da P, você poderia se atrair por elas, talvez o órgão masculino te causasse algum desconforto, mas sua atração por elas no geral ainda poderia ocorrer. Isso junto da P, provavelmente fez você buscar cada vez mais por esses conteúdos e depois te causar algumas dúvidas, que se intensificaram devido ao seu TOC, que provavelmente seu psicólogo diagnosticou. Os vídeos homo, a mesma coisa, mas dessa vez sem atração alguma, era só o prazer que a P te gerava, aquela ansiedade, a novidade.

Sobre a questão da estimulação anal, qualquer homem sente esse prazer, seja hétero, gay, bi, etc. As pessoas associam isso aos gays por generalização, porém homossexualidade não é sinônimo de sexo anal, a pessoa pode gostar ou não gostar disso independente da sua orientação sexual, nem todo gay gosta disso.

Se a ideia de um romance, carinho, afetividade por homens não te atrai, não te faz você sentir algo bom, logo não há possibilidades de uma bissexualidade.

Por fim eu fui dar uma lida no diário do Diogo. Cada pessoa possui suas experiências, histórias, e etc, independente da orientação sexual. Na época de puberdade também é comum termos curiosidades por tudo, até mesmo coisas fora da nossa orientação, é uma época de descobrimento. Então não penso que é bom compararmos nossas histórias, pois tudo pode ficar bem confuso, mas eu entendi algo assim:

O que pode ter te confundido foi que ele começou com P hétero, mas isso pode ter sido apenas a P que ele tinha acesso no momento. Ele afirmou que ia ver esses conteúdos na casa de primos, que provavelmente eram héteros. Depois ele continuou procurando por isso, pois era o que ele tinha noção. Nessa parte entra a questão da descoberta da homossexualidade, ele sentia atração, mas não caiu a ficha dele. Como era P, sabemos que o vídeo em si já causava prazer para ele, e ele nem afirma se ele reparava na mulher, ou não, apenas que o vídeo excitava, e sabemos que vídeos P são feitos para isso. Às vezes ele já sentia prazer e reparava no homem, mas isso não ficava claro na cabeça dele, depois quando foi caindo a ficha ele passou a buscar os vídeos homo, e claro teve a fase de "eita" que todo mundo passa, devido a nossa sociedade ver isso com maus olhos, logo ele entrou nessa negação, que você pode confundir com as dúvidas do HOCD, mas na verdade, elas são diferentes, pois o medo dele era em relação a sociedade, ela afirma em outro post que sempre teve essa atração forte pelo sexo masculino.

Para deixar essa parte da descoberta mais clara, posso mostrar minha experiência. Desde pequeno eu sentia curiosidade pelo corpo masculino, queria saber como era debaixo das roupas dos homens, mas não sentia isso pelo corpo feminino. Quando tinha uns 7/8 anos eu lembro de ter uma ereção enquanto via o cantor dos Mamonas Assassinas de cueca na TV, kkkkkkkk, um reprise, pois já era os anos '00. Nessa época não sabia nada, era uma criança inocente, nem sabia o que aquilo significava, apenas tinha a curiosidade. Na puberdade meu primeiro contato com P, foi com P homossexual, que derivou justamente dessa curiosidade. Diferente do Diogo, eu comecei já na internet com a P que eu queria, não tive ninguém que me mostrasse a P hétero antes, como apresentaram para ele.

Por muito tempo eu sentia a atração por homens, por outros meninos, tinha a curiosidade pelo corpo masculino, via P homossexual, não sentia nada disso pelas meninas, mas ainda assim pensava que ia casar com uma mulher e ter filhos quando crescesse e achava que eu era hétero, mas sempre que eu pensava na parte sexual de um casamento com uma mulher eu achava estranho e ruim. Por que pensava que ia ter um relacionamento hétero? Devido a sempre me dizerem que eu ia casar com uma mulher e ter filhos, que eu tinha que olhar para as meninas, me apaixonar por elas. Na minha criação católica não existia essa possibilidade de ser gay, ninguém falava sobre isso, eu pensava que gay era aquele estereótipo que a gente via na TV, e obviamente eu ainda era criança e não me identificava com aquele estereótipo, além daquilo ser visto como algo errado. Então estava tudo bem comigo, ia casar com uma mulher, não sabia o real significado de homossexualidade, mesmo já sentindo tudo o que eu sentia. Percebe que algo parecido pode ter acontecido com ele? Ele sentia atração pelos homens no vídeo do P hétero, ou sentia prazer com o vídeo em si, mas nunca caiu a ficha dele, pois aquilo nunca foi uma possibilidade para ele. A nossa ficha só cai, quando a gente entende o que é homossexualidade, que é somente a atração e afetividade pelo mesmo sexo, e faz essa ligação desse conceito com nossas vidas, com o que sentimos. Se você já sabe desse conceito e nunca se identificou antes, então provavelmente não é.

Por último sobre se apaixonar. Nesse período antes da ficha cair, ainda acreditamos plenamente que somos héteros, então devemos nos "apaixonar" por meninas. Eu mesmo me "apaixonei" por duas amiguinhas, mas era algo extremamente influenciado pela sociedade que dizia que eu tinha que me apaixonar por meninas, pois meninos não eram uma possibilidade, nem pensava nisso. Além disso, não havia nenhuma atração sexual pelas meninas, eu simplesmente gostava bastante delas por serem bem amigas, pela personalidade delas, nunca pelo corpo, e eu entendia isso como uma "paixão", haha, devido o meu entendimento do assunto na época. Eu vi essa diferença na prática quando me apaixonei por um menino ao mesmo tempo que estava apaixonado por uma menina. A menina eu simplesmente gostava da presença dela, queria conversar, e etc. O menino era quase literalmente uma atração, eu queria estar perto dele, tocar, abraçar, reparava no corpo, nos pelos, etc. Quando eu percebi essa diferença aí minha ficha caiu de vez, haha, pois não sentia nada disso pelas meninas, era apenas amizade que eu interpretava errado. Isso tudo só com 14 anos.

Isso que eu escrevi é só uma especulação minha sobre o Diogo, só ele que viveu sabe o que ele sentia e sabe da sua orientação, ele afirma ser homossexual, logo quem somos nós para duvidar, não é?

Bom, desculpe-me ter me ter alongado muito, haha, eu tentei resumir, mas não deu muito certo. Essas foram minhas experiências, não são nenhum manual, mas mostram como é uma descoberta de alguém homoafetivo, outras pessoas vão possuir histórias diferentes, como o Diogo, mas isso só mostra que a história de alguém é algo pessoal dela, e cada pessoa possui uma. Logo as histórias dos outros são relativas, tente entender qual foi a sua história e foque só nela, talvez fique um pouco mais claro.

Até maais!

Oi Renê, obrigado por responder amigo, lembro-me de ouvir uma psicóloga dizer que se vc diz que não é, então vc não é e não precisa brigar consigo mesmo por isso.
Sinceramente eu não me vejo sendo gay, quando reflito sobre isso eu chego mais a conclusão de que sou muito depravado sexualmente, eu era do tipo que só queria saber do prazer e meio que ficar descobrindo coisas novas, pq as antigas ficavam enjoativas de mais, com a pornô foi assim, eu assistia muita pornografia, me masturbava o tempo todo, criava mil fantasias na minha cabeça e cada vez mais me afundava nesse mundo.
Essa questão da estimulação anal foi uma das coisas que primeiro veio a cabeça quando surtei com o hocd, pq foi assim quando era adolescente via muito pornô tb, daí vi uma cena de sexo anal como sempre via, daí veio aquela curiosidade de saber o que a mulher tava sentindo ali, daí fui tentar me masturbar assim. Isso inclusive foi uma treta enorme na minha cabeça pq quando vejo pornografia eu me excito mais quando noto que a mulher tá gostando, tipo algo como " deve tá muito bom o que ela tá sentindo" eu me excito pela mulher, pela imagem dela e pelo que ela sente na cena, eu não reparo em nada nos homens, só mesmo na mulher e no pênis, o que julgo ser normal, aliás isso é muito presente quando estou brincando com uma mulher, se ela não passar a impressão de que ela tá excitada ou não se mostrar muito sexy eu não sinto tanto prazer assim. O lance com sexo homo é meio que algo proibido na minha cabeça, por isso tenho essa impressão de adrenalina, quando via no pornô ficava nervoso e isso meio q era um estímulo novo, tipo " cara olha, eu tô fazendo uma coisa muito errada, proibida" se não fosse "errado" talvez eu nem ligasse.
Eu sempre explorei muito meu corpo, cada coisa que pudesse me dar algum prazer eu usei, mas eu nunca gostei de homens, eu sempre gostei de mulher, eu já namorei muitas , minha primeira foi ali pelos 18 anos, e não tive o q reclamar, o beijo foi bom a sensação foi boa, e outro detalhe é que quando vejo uma mulher nua solo eu tenho excitação, ereçao e etc, com o homem não sentia nada, só depois do hocd q eu sinto nervosismo e um frio na barriga e uma sensação esquisita na virilha que o pessoal relata aqui, eu não sei se comecei a sentir isso pq li tantos relatos q acabei absorvendo os sintomas ou é apenas a ansiedade mesmo.

Como eu disse eu já tive fantasias homo masturbação, mas eram nesse sentido, ter uma experiência diferenciada, e era meio específica, acho que tem algo haver com dominância e ser maior do que os outros homens sei lá, eu vi o Vimes falar uma coisa assim um tempo atrás.
Daí uma época eu pensei " será se eu sou bi pq eu vejo esses pornôs e faço essas coisas ? Pq mulher eu sei q eu gosto, já me apaixonei por várias e sem contar q eu as desejo, mas e os homens?" Eu pensei nisso e fiquei com medo, e se um dia eu for ficar com um cara pra namorar e ter sentimentos.. quando eu imaginei isso veio um amargo no meu peito, pq não é nada do q eu quero, não bate cmg, eu posso até gostar de uma boa sacanagem na p mas namorar um cara me soa muito incompatível, desde esse dia meu hocd começou e eu fiquei assim.
Eu faço terapia com psicológico, o cara é 10, é um excelente profissional, tem especialização, mestrado e etc, aborda tudo sem nenhum viés. No começo ele me assustou um pouco pq ele fez muitas perguntas sobre minha sexualidade, e eu contei tudo, até coisas q eu não tenho coragem de contar aqui, e ele disse q não sou gay e nem bi mas que isso é apenas perversão sexual, e tô nessa aí a quase 2 anos, como ele mesmo disse "e um processo demorado" mas que vai passar com o tempo, na verdade essa questão da homossexualidade pra ele já está descartada e que precisamos tratar minha questão afetiva, autoestima e os vícios psicológicos (toc) a abordagem dele não é a TCC mas sim a existencial pois segundo ele tenho transtorno de personalidade por isso essas coisas ocorrem, e de fato, pensar q sou gay não é minha primeira paranóia, já pensei até que eu não era filho legítimo dos meus pais simplesmente pq vi uma coisa na tv.
Enfim Renê obrigado, aí um pouco da minha história.

Olá Olipt!

Realmente, colega, só nós mesmos para saber. Eu penso que acaba sendo simples a nossa descoberta, pois a partir do momento que uma pessoa descobre o significado de de homo/bi/assexualidade e liga isso com seus sentimentos, provavelmente ela não terá mais muitas dúvidas sobre isso, ela pode até odiar esse fato e não se aceitar, mas saberá bem o que ela sente, não ficará se questionando sobre o que sente, ou não sente, pois isso já estará claro, suas questões serão sobre se aceitar, ou não, se deve contar, ou não, o que "fulano" vai pensar, se vai ter relacionamentos, ou não, e etc. As dúvidas sobre seus sentimentos geralmente vem antes dela descobrir os conceitos reais de orientação sexual.

Uma pena que a P infelizmente está aí para nos confundir, gerar problemas dos mais cabulosos.  Você realmente tem uma longa história com a P, e assim como você relatou ela vai nos levando para caminhos cada vez mais problemáticos, e no seu caso aliado do seu TOC te causou toda essa dúvida. No entanto, que bom que você está em um bom processo de terapia, acredito que é muito importante para vocês, pois lá é que vocês poderão se entenderem melhor, terem um diagnóstico e um tratamento adequado de fato.
Olipt:

Olipt escreveu:Outra coisa que eu esqueci de mencionar no relato a cima é a respeito quando vc fala de ficar ereto com o mamonas assassinas de cueca, eu não lembro muito das coisas com muita clareza assim mas lembro de algumas coisas, meu pai tinha playboy em casa e eu andei vendo quando era criança mas acidentalmente, eu não lembro de ver com malícia mas eu sentia algumas coisas, mas tb era contidiano ver meu pai pelado e quando via outro cara tipo um tio ou alguma pessoa trocando de roupa não sentia nada do comparava com o papai, naquela época não existia muito esse lance individualista, era meio comum trocar de roupa na frente dos outros, mas lá pelos meus 10 anos eu já lembro de alguma coisa e eu ficava de pau duro quando via a Carla Peres e a Sheila melo. Tinha uma novela chamada terra nostra e tinha uma personagem que tinha um decote, e eu sempre ficava excitado quando via o decote dela.
Mas na minha infância tb sofri algumas coisas, alguns moleques de rua uma época andaram mostrando o pênis pra mim como um ato de afronta, eu lembro disso e me irritava muito, não sei se isso pode ter zuado um pouco a minha cabeça.

Entendo! Essa situação é a única situação assim que eu lembro ter nessa idade. Eu também já vi muitas tias, mãe, e nunca senti nem curiosidade, meu pai era bem raro, mas também não sentia nada, agora outros homens era uma curiosidade imensa, hahaha, mas quase nunca via outros meninos ou homens pelados no real, não usava vestiários, nem costumava usar banheiros públicos sem me trancar na cabine, hoje eu vejo que foi bom para evitar constrangimentos e atualmente tenho pavor desses ambientes, mas infelizmente fui sanar essas curiosidades nesse mundo sujo da P.

Bem chato essa situação com esses meninos. A gente acaba sempre tendo esses fatos que nos marcam mais, realmente não sei se isso afeta algo em nós, talvez pouca coisa, algo a se trabalhar nas terapias, haha.

Espero que continue firme e permaneça bem longe desses pensamentos!
Até maaais!
provavelmente vc não veja esse comentário aqui no forum, mas pelo o que eu li você parece alguém tem conhecimento sobre o tema de orientação sexual, acredito que sofro hocd e muito forte já, desde ja eu tenho 15 anos, e consumo pornografia desde os 10. Acho que meu HOCD não foi causado por porno mas sim inseguranças e o meu ROCD, que é toc de relacionamento ou namoro como preferir, eu namoro faz 1 ano e convivi metade do meu namoro com ROCD e sempre fui muito inseguro e nunca tive total confiança nela, eu tive minha primeira paixão aos 7 e depois fui me apaixonando por tudo que era mulher, lembro de me apaixonar por minhas primas, professoras, amigas e de vez em quando parecia que me apaixonava por desconhecidas, eu nunca pensei em ser gay e na verdade sempre fiz piada mas sempre respeitei, era piada do tipo com os meus amigos, mas faz 2 meses que estou sofrendo com isso e no inicio não me afetava muito, mas depois empatou minha vida por completo, meus dias se limitam a discussões e a uma duvida patológica, todos os dias tem pensamento novo sobre o tema homossexualidade ou bissexualidade. Bem hoje foi dos piores dias da minha vida mas eu me culpo, fui ver porno para me testar, porque eu não vejo mais porno por vontade mas sim como uma compulsão, e eu fui ver porno shemale(trans) e eu broxava e broxava até que eu pensei e se eu estiver forçando a não gostar e disse pra mim mesmo se gostar foda se, fui ver ai eu fiquei estimulando mas não subia até que ele subiu numa cena que parecia bem heterossexual, mas depois eu fui ver porno hetero e a meio decidi mudar pra shemale pra ver se gozava e tinha o homem chupando o travesti ai eu senti que ia gozar e parei e comecei a chorar. Já não sei o que fazer, as vezes parece que queria chupar um pinto e tou começando a acreditar e tenho vontade de me matar, simplesmente não me sinto mais, parece que estou paralizado o tempo inteiro, quando falo de achar que quero chupar um pinto vem uma sensação na minha boca como se quisesse estar com algo dentro da boca e me preocupa muito:(, não citei mas eu também as vezes penso que tenho nojo de vagina e não gosto(mesmo ja ter perdido a virgindade novo e ja ter feito oral em mulher e ter gostado) havia vezes que preferia fazer eu em minha namorada do que ela em mim, mas agora estoy confuso e começo a pensar que se calhar estou curioso mas eu não quero porra nenhuma, to ficando muito mal e chorando. Meu namoro vai acabar se continuar assim preciso de ajuda urgente. Acho que este medo começou quando assisti sex education, e um hetero se descobriu bi porque ficou sozinho com um gay e fez oral nele, ai eu desenvolvi um certo desconforto de ficar sozinho com homens e ficava pensando que iamos fazer algo mas eu não queria pensar aquilo, ai um dia meu amigo disse que nós tinhamos acabado na brincadeira só porque eu tinha ficado sem jogar por uns meses. Alguém me ajude é normal sentir estes impulsos do tipo alguma coisa na boca ou até mesmo no anûs mas no anus senti uma vez só
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1289
Data de inscrição : 06/08/2019

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 17/5/2020, 19:54
Olá Jtleal!

É necessário que você pare com os testes com P, pois isso só tende a piorar sua situação. A P não serve como parâmetro para definir a orientação sexual de ninguém, pois seu objetivo é apenas proporcionar o máximo de prazer para as pessoas, e fazerem elas buscarem cada vez mais isso, ela pode te causar excitação até com um objeto inanimado, e isso não significa que você sinta atração por aquilo.

Segundo, visto que seu problema não foi causado pela P, procure uma ajuda profissional, pois só um profissional pode te ajudar de fato te diagnosticar e te auxiliar para que você se livre dos pensamentos obsessivos e compulsivos. Caso você não possua condições, veja se na sua cidade possui um CAPS, que poderá te fornecer acesso a terapias sem custo. Nesse período muitos psicólogos também estão atendendo online, o que pode ser útil também.

Lembre-se que você possuiu experiências reais com mulheres e gostou, e isso não vai mudar de uma hora para outra. Mulheres trans e travestis podem te atrair naturalmente pelo seu corpo feminino, então não há nada do que se culpar ou questionar. E sobre homens isso provavelmente é algo de sua cabeça, pois é um medo, ninguém descobre tarde assim uma atração forte por homens, ela já se manifesta muito antes, o que pode ocorrer é da pessoa se aceitar mais tarde, mas ela sempre nota sua atração, mesmo que ela não entenda muito o que é aquilo. Ou seja, você não sentiu atração por homens até agora, e provavelmente não vai descobrir algo muito forte agora.

Você é novo, apenas dê tempo ao tempo, procure ajuda para lidar com os pensamentos e fique longe da P. Mesmo que você supostamente encontre uma pequena atração por homens isso não mudaria nada em sua vida, pois sua atração por mulheres continuaria a mesma, e você é livre para ter as relações em que mais se sente confortável, porém não se pressione em nenhum rótulo agora, apenas vá vivendo sua vida, nós não somos rótulos. Tente se distrair desses pensamentos, foque no real, na sua namorada, em atividades que você gosta.

Espero ter te ajudado!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
avatar
Tutu3756
Mensagens : 285
Data de inscrição : 31/05/2020

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 20/6/2020, 16:53
Oi galera, gostaria de contar minha história aqui, imploro ajuda de vcs (logo vou fzr terapia)
Bom, eu notei há uns 4 meses que eu demorava muito pra ejacular, ás vezes quase broxava quando tava me M (eu fazia edging (quando ia ejacular parava e dps continuava) dps vi que edging piora mto, pois libera dopamina e mais dopamina) aí um dia eu por curiosidade fui ver P gay, ejaculei tipo em 20 segundos!! (Nota: eu fazia estímulo anal por um tempo, há mais ou menos uns 8 meses, mas sempre imaginando uma mina me penetrando ou eu usando um "brinquedo", nunca pensei em um homem) continuando, eu ejaculei mto rápido (eu ACHO, não sei se podem me esclarecer, que eu procurei um P onde aparecesse bem a penetração, aí acho qur associei o P gay com a sensação do estímulo anal) e eu SURTEI, dormi pensando nisso, acordei pensando nisso e desde então fiquei muito ansioso, angustiado, eu fui no mercado dois dias dps e vi um cara bonito e quase tive um ataque de ansiedade, senti meu coração saindo pela boca.
Bom, esse foi o começo, mas antes de continuar com detalhes vou contar minha vida antes. Tenho 16 anos, """namorei""" por um mês com uma garota e não me lembro de gostar de nenhum cara, nunca senti atração por homens antes (nota: não sei se tem a ver, mas não tive figura paterna na minha infância) inclusive eu brincava muito sobre gay e tudo mais, nada desrespeitoso óbvio mas tipo fingia que tava encoxando meu primo e ele tbm mas tudo brincando e se dando soco hahahaha, eu me apaixonei por duas garotas e me excitava bastante, eu imaginava fantasias com elas e me M, eu sempre me imaginava casando com a minha ""ex"" de um mês kkkk. Ok, isso é o lado que eu fico melhor, pq penso nessas coisas, mas agora vem oq piorou meu hocd (acho que é hocd) ou pode até ter desencadeado ele, ou ajudado nisso.
Eu sempre tive muitas amigas mulheres (ACHO (se puderem me ajudem nisso tb) que é pq fui criado pela minha mãe e tia, então meio que não tinha figura paterna pra me espelhar e conseguia falar com meninas mto facilmente) então isso de ter muitas amigas me fez pensar, e por eu acho que tenho um jeito mais de boa, não diria mais feminino, mas não fico me fingindo de macho, sabe? Então umas pessoas achavam que eu era gay, e eu meio que não ligava no consciente (porém as vzs ficava brabo pq era mto chato me chamando de gay) mas acho que no inconsciente sim. Enfim, oq me faz pensar nisso é pq gosto de anal, tenho bastante amigas mulheres e tem gente que me chamava de gay pelo meu jeito, aí eu fico tipo ;(.
Agora os detalhes: depois de surtar vendo a P gay, eu fiquei ansioso e tudo mais, fiquei me testando com homens em TODO lugar (no começo achava que tava gostando de quase todo homem, mas agr meio que filtrou e eu sinto que tô gostando de caras que sejam bonitos ou meio femininos (oq me preocupa, e se for disso q eu gosto?)) Um dia até achei que tava ficando excitado pelo meu próprio pênis, tipo por eu ser homem e me olhar no espelho (????) Eu ficava pensando o dia INTEIRO nisso, fiz pergunta no yahoo respostas, fiz mil testes pra saber se sou gay na internet (fui burrão kkkkk) e olhava mil vídeos sobre isso, todo cara que eu via de uma forma ou outra me sentia atraído (dps filtrou) até que descobri o termo hocd! Foi como uma faca sendo tirada do meu peito, mas ainda continuava com medo (até hoje) de ser gay. Outra coisa que não citei, atualmente estou fazendo reboot (dia 20 do reboot e primeiro dia do hard mode) mas antes disso, me testei olhando a FOTO de um cara com o pênis na mão, e meio que acho que eu associava ele com a sensação do estímulo anal, e então ejaculei olhando a foto (nesse dia chorei mto achando que era gay) achei já que eu tava gostando só de pênis (meu Deus????), e aí é isso.
Mais algumas coisas, a primeira é como foi minha jornada no P, eu comecei com P hétero, aí lésbico, duas minas, hardcore, DP, até zoofilia (por causa do PINTÃO do cavalo na mina, oq me faz pensar noq o P pode fzr com a gente) e eu meio que enjoava das categorias rápido, pq fazia edging e toda vez chegava à quase ejaculação umas 5x, aí notei que começou a ficar difícil e olhei P gay... Eu vejo tbm (tem o lado ruim do P, e o lado bom que foi por uma guria kkk) que eu tava jogando com uma amiga (já dormi com ela (sem beijar pq sou tímido kkkkk, e ficava direto com ereção, acordava com o liquidozinho que sai do pênis, qnd fica mto excitado) enfim, eu tava jogando com ela e ela dizia palavras em inglês (oh fuck, oh yeah, what you doing e essas coisas) aí fiquei excitado (moldado pelas palavras do P) e fui me M pra um vídeo solo de mulher. A última coisa que tá longo gahahahha, eu sempre fui MUITO ansioso, então quando beijava era muito mecânico, me preocupava em beijar bem e tudo mais e aí não me concentrava na sensação, ficava suando pelas mãos e tudo mais, aí eu não senti muita coisa nos beijos, mas ficava com ereção, aí vejo gente falando que beijo é maravilhoso e tals, aí fico pensando que sou ansioso e tudo mais mas tb que pode ser que eu não goste de mulher, enfim, essa é a história! Eu acho que é hocd, mas tenho medo, por favor me ajudem nessa kkkkk (desculpem tantas perguntas)

_______________________________________
avatar
Tutu3756
Mensagens : 285
Data de inscrição : 31/05/2020

Dúvidas sobre HOCD - Página 6 Empty Re: Dúvidas sobre HOCD

em 21/6/2020, 19:56
Sad

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum