Ir em baixo
avatar
Apolo79
Mensagens : 27
Data de inscrição : 15/09/2019
Localização : Brasília

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 21/9/2019, 09:21
Realmente, essa passagem da história representa muito o que a maioria daqui está passando. Vamos superar isso. Abraços.
avatar
Apolo79
Mensagens : 27
Data de inscrição : 15/09/2019
Localização : Brasília

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 21/9/2019, 09:30
Muito bom. Parabéns. Um bom exemplo para todos nós. Continuei assim.
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 22/9/2019, 19:00
Alexandretj escreveu:Que bela reflexão amigo Rebooter. É isto mesmo. A P altera a nossa realidade para um comportamento bizarro.

PARABÉNS

Enviado pelo Topic'it

Obrigado Alexandretj,

quando li essa matéria e no livro que eu citei pensei o quanto o vício em PMO acaba prendendo a gente nesse comportamento bizarro.


Kusmin escreveu:
Spoiler:

Urso Polar escreveu:
Besouros australianos fazem sexo com garrafas de cerveja

Diário do Urso Polar - Página 13 Beetle10

Aliás, “tentam fazer sexo” é a descrição mais apropriada. Foram dois pesquisadores australianos  que testemunharam a cena pitoresca: besouros machos tentando acasalar com garrafas de cerveja largadas pelas estradas do oeste da Austrália — “os pênis deles estavam claramente cutucando as garrafas”, contam.


Por quê? Não é um fetiche ou uma nova orientação sexual: os machos confundiam as garrafas com besouros fêmeas graças à cor, a detalhes na superfície e ao modo como refletem a luz — para eles, estavam apenas se engraçando com fêmeas bem grandinhas, que são mesmo preferidas na hora da cópula por terem mais ovos.

É engraçado, mas um tanto trágico também: os pesquisadores contam que, por causa dessa pegadinha, as pobres fêmeas dos besouros provavelmente perdem um monte de parceiros — e, mais grave ainda, havia sinais de que formigas predadoras aproveitavam o engano dos insetos para arrastá-los de cima das garrafas e servi-los no jantar.
Essa matéria está disponível no site da super interessante, nesse Link

Nós, assim como esses besouros sofremos com isso, só que com a pornografia. Isso é chamado de Estímulo Supernormal.

No livro Você não é tão esperto quanto pensa, David McRaney traz a seguinte explicação: Quando se trata de seleção de parceiros, os gêneros estão normalmente divididos em dois campos. Um precisa carregar a descendência e reproduzir com menos frequência; o outro pode se reproduzir muitas vezes sem muitos riscos. Nesse cenário, estímulos supernormais ou exageram a fertilidade e a saúde das portadoras de óvulos, ou o status e recursos dos portadores de esperma.
Essa é uma das causas do nosso vício. As sessões de PMO são o que a garrafa é para o besouro. Os besouros são devorados por formigas mas não largam as garrafas. Quantas vezes, mesmo o vício colocando a gente na pior, a gente continuava lá "sendo devorados"?

Alem disso, largam parceiras reais por uma coisa que parece ser a grande oferta da vida deles. Mas que significa a morte.

O mais triste é que muitas vezes eu fui igual a esses besouros.

Mas McRaney conclui: Lembre-se: você usa atalhos mentais sempre que possível para determinar quando algo é incrível. Quando um estímulo vai de bom para ótimo, não significa que seja realmente melhor do que a versão normal. Se a versão normal é algo que tinha de ser criada, precisava ser fabricada para se tornar algo ilusório, há uma boa chance de você ter de lutar contra suas tendências naturais em ser sobrecarregado por superestímulos. Besouros australianos estão condenados a desejar garrafas de cerveja amontoadas no lixo porque não conseguem superar seus desejos. Você consegue.        

Bela reflexão, principalmente lição de humildade para nós humanos que nos consideramos superior aos outros animais

Pois é Kusmin,

Acho que quando a gente entra no processo do reboot tem que ser com humildade mesmo, porque a gente lida com processos primitivos da nossa mente, oriundos de milhões de anos de evolução. Então o aprendizado e a vigilância tem que ser constantes na nossa vida.

The_Survivor escreveu:
Spoiler:

Urso Polar escreveu:
Diário do Urso Polar - Página 13 Images?q=tbn%3AANd9GcQWXuDX7yCDsM3HfnQuFUuwrELZ-GuHAtZ_BHlZ1rOLA6aHBElz

ODISSEU

Há muitos anos deixei Ítaca. Parti pensando que logo voltaria. Mas em minha ilusão me perdi e pela minha arrogância perdi o rumo de minha casa.

Um dia dei por mim, estava longe. Eu e meus soldados cansados. Queríamos voltar para casa. Lutamos uma guerra que não era nossa. Agora é hora de viver uma vida que é nossa.

Mas havia um caminho difícil a ser trilhado. Sereias nos seduziriam e se a seguissemos, morreriamos nos rochedos.

- Amarrem-me ao mastro do navio e tapem seus ouvidos com cera de abelha. Serei o primeiro homem a ouvir o canto das sereias e não morrerei.

Daqui avisto Ítaca, como um farol que guia o meu destino. Mas as sereias cantam. Eu e meus soldados temos que resistir a seus encantos.

Isso reflete minha atual luta contra o hábito de ir a GPs, estou atravessando essa etapa e estou me auto-amarrado por assim dizer resistindo aos encantando dessas mulheres disponíveis no "clique" de uma ligação, não é fácil, mas vou conseguir, "Serei o primeiro homem a ouvir o canto das sereias e não morrerei".

Que Deus esteja conosco.

The_Survivor,

Seu reboot é um exemplo. Suas vitórias fazem a gente acreditar que é possível. Você está no caminho certo. A batalha é difícil mas a vitória é certa.
Força brother.
Apolo79 escreveu:Realmente, essa passagem da história representa muito o que a maioria daqui está passando. Vamos superar isso. Abraços.

Apolo79 escreveu:Muito bom. Parabéns. Um bom exemplo para todos nós. Continuei assim.

Obrigado Apolo79,

Quando eu vejo algum texto ou tenho uma ideia que eu acho que encaixa aqui fico ansioso para trazer para cá e compartilhar. Acho que o reboot permite que a gente aprenda muita coisa.

Valeu amigo.

_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
5&4
5&4
Admin
Admin
Mensagens : 2721
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 23/9/2019, 16:24
Urso Polar escreveu:
Besouros australianos fazem sexo com garrafas de cerveja

Diário do Urso Polar - Página 13 Beetle10

Aliás, “tentam fazer sexo” é a descrição mais apropriada. Foram dois pesquisadores australianos  que testemunharam a cena pitoresca: besouros machos tentando acasalar com garrafas de cerveja largadas pelas estradas do oeste da Austrália — “os pênis deles estavam claramente cutucando as garrafas”, contam.


Por quê? Não é um fetiche ou uma nova orientação sexual: os machos confundiam as garrafas com besouros fêmeas graças à cor, a detalhes na superfície e ao modo como refletem a luz — para eles, estavam apenas se engraçando com fêmeas bem grandinhas, que são mesmo preferidas na hora da cópula por terem mais ovos.

É engraçado, mas um tanto trágico também: os pesquisadores contam que, por causa dessa pegadinha, as pobres fêmeas dos besouros provavelmente perdem um monte de parceiros — e, mais grave ainda, havia sinais de que formigas predadoras aproveitavam o engano dos insetos para arrastá-los de cima das garrafas e servi-los no jantar.
Essa matéria está disponível no site da super interessante, nesse Link

Nós, assim como esses besouros sofremos com isso, só que com a pornografia. Isso é chamado de Estímulo Supernormal.

No livro Você não é tão esperto quanto pensa, David McRaney traz a seguinte explicação: Quando se trata de seleção de parceiros, os gêneros estão normalmente divididos em dois campos. Um precisa carregar a descendência e reproduzir com menos frequência; o outro pode se reproduzir muitas vezes sem muitos riscos. Nesse cenário, estímulos supernormais ou exageram a fertilidade e a saúde das portadoras de óvulos, ou o status e recursos dos portadores de esperma.
Essa é uma das causas do nosso vício. As sessões de PMO são o que a garrafa é para o besouro. Os besouros são devorados por formigas mas não largam as garrafas. Quantas vezes, mesmo o vício colocando a gente na pior, a gente continuava lá "sendo devorados"?

Alem disso, largam parceiras reais por uma coisa que parece ser a grande oferta da vida deles. Mas que significa a morte.

O mais triste é que muitas vezes eu fui igual a esses besouros.

Mas McRaney conclui: Lembre-se: você usa atalhos mentais sempre que possível para determinar quando algo é incrível. Quando um estímulo vai de bom para ótimo, não significa que seja realmente melhor do que a versão normal. Se a versão normal é algo que tinha de ser criada, precisava ser fabricada para se tornar algo ilusório, há uma boa chance de você ter de lutar contra suas tendências naturais em ser sobrecarregado por superestímulos. Besouros australianos estão condenados a desejar garrafas de cerveja amontoadas no lixo porque não conseguem superar seus desejos. Você consegue.        
Hahahaha! Como dizia o Quico: "Que coisa, não!". Foi uma ótima reflexão! Os besouros são irracionais, bem diferentes de nós que possuímos a capacidade de desenvolver nosso lado racional. E temos que aproveitar essa diferenciação. Do contrário, seremos eternos besouros australianos e ficaremos fadados ao fracasso.

Abração!

_______________________________________
Diário do Urso Polar - Página 13 Meu_di12
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 24/9/2019, 17:10
5&4 escreveu:
Spoiler:
Urso Polar escreveu:
Besouros australianos fazem sexo com garrafas de cerveja

Diário do Urso Polar - Página 13 Beetle10

Aliás, “tentam fazer sexo” é a descrição mais apropriada. Foram dois pesquisadores australianos  que testemunharam a cena pitoresca: besouros machos tentando acasalar com garrafas de cerveja largadas pelas estradas do oeste da Austrália — “os pênis deles estavam claramente cutucando as garrafas”, contam.


Por quê? Não é um fetiche ou uma nova orientação sexual: os machos confundiam as garrafas com besouros fêmeas graças à cor, a detalhes na superfície e ao modo como refletem a luz — para eles, estavam apenas se engraçando com fêmeas bem grandinhas, que são mesmo preferidas na hora da cópula por terem mais ovos.

É engraçado, mas um tanto trágico também: os pesquisadores contam que, por causa dessa pegadinha, as pobres fêmeas dos besouros provavelmente perdem um monte de parceiros — e, mais grave ainda, havia sinais de que formigas predadoras aproveitavam o engano dos insetos para arrastá-los de cima das garrafas e servi-los no jantar.
Essa matéria está disponível no site da super interessante, nesse Link

Nós, assim como esses besouros sofremos com isso, só que com a pornografia. Isso é chamado de Estímulo Supernormal.

No livro Você não é tão esperto quanto pensa, David McRaney traz a seguinte explicação: Quando se trata de seleção de parceiros, os gêneros estão normalmente divididos em dois campos. Um precisa carregar a descendência e reproduzir com menos frequência; o outro pode se reproduzir muitas vezes sem muitos riscos. Nesse cenário, estímulos supernormais ou exageram a fertilidade e a saúde das portadoras de óvulos, ou o status e recursos dos portadores de esperma.
Essa é uma das causas do nosso vício. As sessões de PMO são o que a garrafa é para o besouro. Os besouros são devorados por formigas mas não largam as garrafas. Quantas vezes, mesmo o vício colocando a gente na pior, a gente continuava lá "sendo devorados"?

Alem disso, largam parceiras reais por uma coisa que parece ser a grande oferta da vida deles. Mas que significa a morte.

O mais triste é que muitas vezes eu fui igual a esses besouros.
Mas McRaney conclui: Lembre-se: você usa atalhos mentais sempre que possível para determinar quando algo é incrível. Quando um estímulo vai de bom para ótimo, não significa que seja realmente melhor do que a versão normal. Se a versão normal é algo que tinha de ser criada, precisava ser fabricada para se tornar algo ilusório, há uma boa chance de você ter de lutar contra suas tendências naturais em ser sobrecarregado por superestímulos. Besouros australianos estão condenados a desejar garrafas de cerveja amontoadas no lixo porque não conseguem superar seus desejos. Você consegue.        
Hahahaha! Como dizia o Quico: "Que coisa, não!". Foi uma ótima reflexão! Os besouros são irracionais, bem diferentes de nós que possuímos a capacidade de desenvolver nosso lado racional. E temos que aproveitar essa diferenciação. Do contrário, seremos eternos besouros australianos e ficaremos fadados ao fracasso.

Abração!

5&4,

Eu fui igual a esses besouros muitas vezes. "Copulando com garrafas" e "sendo devorados por formigas", iludido e perdendo oportunidades reais. Não quero mais. Vou usar a vantagem que tenho em relação a eles e largar esse vício.

Abraço brother!

_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty REBOOT É MAIS DO QUE ABSTINÊNCIA?

em 27/9/2019, 14:48
REBOOT É MAIS DO QUE ABSTINÊNCIA?
80 dias e algumas considerações sobre o Reboot

Como você pode ver, esse post vai ser longo. Mas, humildemente, acho que vale a pena ler, pelo menos, os links que eu deixei no decorrer do texto. Dia 24/09/2019 foi meu 80º. É a segunda vez que eu alcanço essa marca. É muito bom perceber que por 80 dias o vício não exerceu domínio sobre mim. Eu disse para mim mesmo: - não vou ter sessões de PMO. E não tive. Hoje, dia 27/09/2019, estou no meu 83º dia.

Como de costume, ontem eu estava aqui no fórum lendo alguns diários quando me deparei com o seguinte: Virei Redbull (história de sucesso do XikuGuarana). Se quiser clica aí e dá uma conferida.

O relato de sucesso do XikuGuaraná me fez pensar: No processo de Reboot, a gente vai tirando a pornografia da nossa vida, mas o que a gente coloca no lugar? Porque antes a pornografia preenchia um espaço. Agora não tem mais nada lá. Pensando para escrever esse texto eu me lembrei dessa passagem bíblica que ilustra o que eu quero dizer:

E, quando o espírito imundo tem saído do homem, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontra.
Então diz: Voltarei para a minha casa, de onde saí. E, voltando, acha-a desocupada, varrida e adornada.
Então vai, e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali; e são os últimos atos desse homem piores do que os primeiros. Assim acontecerá também a esta geração má.

Mateus 12:43-45

Não sou mais religioso, mas mesmo que você também não seja, essa passagem faz a gente pensar. Sei que está fora do contexto original, mas serve. A gente faz o reboot direitinho: instala bloqueadores, coloca o computador na sala, banhos gelados, etc. Mas um dia a fissura bate aí procuramos brechas nos bloqueadores até achar, usamos o celular no quarto, etc. A recaída é pior do que se não tivéssemos parado.

A gente fica muito preocupado pensando que a sucessão de dias de abstinência de pornografia e de masturbação é que farão o milagre em nossas vidas. Que por não ter mais sessões de PMO tudo vai se resolver. Mas se a gente não preenche o espaço deixado pela pornografia, ela volta. Volta com tantos resets que acabamos recaindo. Então respondendo a pergunta: O Reboot é mais do que abstinência? A resposta é um categórico SIM.

No relato do XikuGuarana ele deixa o link para esse texto do usuário TheUnderDog do fórum Your Brain Rebalanced: My Thoughts On Rebooting [EXTREMELY LONG POST] - Minha opinião a respeito do reboot [Post extremamente longo] . Está em inglês. Mas vale a pena pedir para o Google traduzir. A reflexão é muito densa e rica e coloca a gente para pensar da postura que nós rebooters temos que ter diante da vida. Ao limpar a pornografia da nossa vida, começarmos a mudar nossa mentalidade e atitudes. Nesse texto ele discute o seguinte:

1) O vício em pornografia tem sido extremamente subestimado;
2) Abstinência não é recuperação;
3) As bases para um reboot adequado: a) entender que a pornografia é um sintoma; b) Não se concentrar que só após deixar a pornografia você irá viver a vida que quer viver;  c) Se concentrar em aprender como viver, como trabalhar suas emoções, como mudar o modo de pensar e ver o mundo; d) colocar toda a energia em construir a vida que você quer. Isso, naturalmente, vai tirando a pornografia da sua vida.
4) Trabalhando o aspecto emocional da vida;
5) Reajustando as expectativas sexuais;
6) Pensar em sexo é inútil;

E por aí vai. Vale muito a pena ler. Eu confesso que ainda estou absorvendo muita coisa do que ele disse. Apesar de não concordar com alguns pontos, acho que esse é um dos textos que coloca o dedo na cara da gente e faz repensar. Quero relê-lo com mais tempo e estudar o que ele disse. Desse texto eu parti para outro, do mesmo usuário no mesmo fórum: The Top 3 FATAL MISTAKES Rebooters Make (O Top 3 erros que os rebooters cometem). Também vai estar em inglês, mas vale a pena. Vai no google e pede: - traduz essa pá nois leke. Dando um spoiler, os erros seriam os seguintes:

1) Usar a pornografia para parar de se sentir mal (ou como remédio para as coisas ruins da vida);
2) Ser muito duro consigo mesmo quando tem uma recaída;
3) Focar muito em não assistir pornografia.

Principalmente o erro 3, ficar repetindo " não pensar em pornografia" tem o mesmo efeito de pensar. Por isso a importância das ATIVIDADES DE RELIGAÇÃO.

Li os 3 textos na sequência. Estou repensando muita coisa. Teria muito mais para escrever, mas acho que esse post ficou longo demais. O que tem aqui é o suficiente para muitas reflexões.

Vi que cometi todos os erros listados e que tenho muito que fazer ainda.

_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
Kusmin
Kusmin
Mensagens : 562
Data de inscrição : 23/07/2019
Idade : 28

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 28/9/2019, 08:36
Urso Polar escreveu:
REBOOT É MAIS DO QUE ABSTINÊNCIA?
80 dias e algumas considerações sobre o Reboot

Como você pode ver, esse post vai ser longo. Mas, humildemente, acho que vale a pena ler, pelo menos, os links que eu deixei no decorrer do texto. Dia 24/09/2019 foi meu 80º. É a segunda vez que eu alcanço essa marca. É muito bom perceber que por 80 dias o vício não exerceu domínio sobre mim. Eu disse para mim mesmo: - não vou ter sessões de PMO. E não tive. Hoje, dia 27/09/2019, estou no meu 83º dia.

Como de costume, ontem eu estava aqui no fórum lendo alguns diários quando me deparei com o seguinte: Virei Redbull (história de sucesso do XikuGuarana) . Se quiser clica aí e dá uma conferida.

O relato de sucesso do XikuGuaraná me fez pensar: No processo de Reboot, a gente vai tirando a pornografia da nossa vida, mas o que a gente coloca no lugar? Porque antes a pornografia preenchia um espaço. Agora não tem mais nada lá. Pensando para escrever esse texto eu me lembrei dessa passagem bíblica que ilustra o que eu quero dizer:
E, quando o espírito imundo tem saído do homem, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontra.
Então diz: Voltarei para a minha casa, de onde saí. E, voltando, acha-a desocupada, varrida e adornada.
Então vai, e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali; e são os últimos atos desse homem piores do que os primeiros. Assim acontecerá também a esta geração má.

Mateus 12:43-45

Não sou mais religioso, mas mesmo que você também não seja, essa passagem faz a gente pensar. Sei que está fora do contexto original, mas serve. A gente faz o reboot direitinho: instala bloqueadores, coloca o computador na sala, banhos gelados, etc. Mas um dia a fissura bate aí procuramos brechas nos bloqueadores até achar, usamos o celular no quarto, etc. A recaída é pior do que se não tivéssemos parado.

A gente fica muito preocupado pensando que a sucessão de dias de abstinência de pornografia e de masturbação é que farão o milagre em nossas vidas. Que por não ter mais sessões de PMO tudo vai se resolver. Mas se a gente não preenche o espaço deixado pela pornografia, ela volta. Volta com tantos resets que acabamos recaindo. Então respondendo a pergunta: O Reboot é mais do que abstinência? A resposta é um categórico SIM.

No relato do XikuGuarana ele deixa o link para esse texto do usuário TheUnderDog do fórum Your Brain Rebalanced: My Thoughts On Rebooting [EXTREMELY LONG POST] - Minha opinião a respeito do reboot [Post extremamente longo] . Está em inglês. Mas vale a pena pedir para o Google traduzir. A reflexão é muito densa e rica e coloca a gente para pensar da postura que nós rebooters temos que ter diante da vida. Ao limpar a pornografia da nossa vida, começarmos a mudar nossa mentalidade e atitudes. Nesse texto ele discute o seguinte:

1) O vício em pornografia tem sido extremamente subestimado;
2) Abstinência não é recuperação;
3) As bases para um reboot adequado: a) entender que a pornografia é um sintoma; b) Não se concentrar que só após deixar a pornografia você irá viver a vida que quer viver;  c) Se concentrar em aprender como viver, como trabalhar suas emoções, como mudar o modo de pensar e ver o mundo; d) colocar toda a energia em construir a vida que você quer. Isso, naturalmente, vai tirando a pornografia da sua vida.
4) Trabalhando o aspecto emocional da vida;
5) Reajustando as expectativas sexuais;
6) Pensar em sexo é inútil;

E por aí vai. Vale muito a pena ler. Eu confesso que ainda estou absorvendo muita coisa do que ele disse. Apesar de não concordar com alguns pontos, acho que esse é um dos textos que coloca o dedo na cara da gente e faz repensar. Quero relê-lo com mais tempo e estudar o que ele disse. Desse texto eu parti para outro, do mesmo usuário no mesmo fórum: The Top 3 FATAL MISTAKES Rebooters Make (O Top 3 erros que os rebooters cometem). Também vai estar em inglês, mas vale a pena. Vai no google e pede: - traduz essa pá nois leke. Dando um spoiler, os erros seriam os seguintes:

1) Usar a pornografia para parar de se sentir mal (ou como remédio para as coisas ruins da vida);
2) Ser muito duro consigo mesmo quando tem uma recaída;
3) Focar muito em não assistir pornografia.

Principalmente o erro 3, ficar repetindo " não pensar em pornografia" tem o mesmo efeito de pensar. Por isso a importância das ATIVIDADES DE RELIGAÇÃO.

Li os 3 textos na sequência. Estou repensando muita coisa. Teria muito mais para escrever, mas acho que esse post ficou longo demais. O que tem aqui é o suficiente para muitas reflexões.

Vi que cometi todos os erros listados e que tenho muito que fazer ainda.

Salve Urso Polar, como sempre trazendo mensagens e reflexões importantes pra gente.

Sim, verdade, simplesmente ficar contando dias não adianta, no meu caso em particular não fico pensando muito nos dias, sei contagem pelas semanas dos dias que faço vídeo para o YouTube. Assim, como paramos qualquer outra atividade, sobra aquele tempo de atividade que precisamos preencher com alguma coisa, um exemplo quando se perde o emprego, e muitas pessoas se jogam no sofá e ficam assistindo TV o dia inteiro, não sabem o que fazer com aquele tempo livre... É o mesmo caso conosco temos que colocar novos hábitos no lugar, novas atividades que sejam mais satisfatórias para gente do que a PMO. Sendo a disciplina e a organização fundamentais, planejar, anotar o que vai fazer, e realmente fazer, depois de algum tempo fica mais fácil. Por exemplo quando introduzi a meditação na minha rotina, não foi facil, mas depois de dois meses ficou natural, e hoje não sei como vivia sem ela antes rs.

E a PMO e o vicio que tinha em games, eram derivados justamente porque não tinha uma vida boa, plena e extraordinária, era uma consequência da vida medíocre que tinha, com o tempo minha vida no geral foi melhorando, e ficar viciado em PMO perdeu o sentido rs...Outra coisa que muito subestimada é o poder restaurador dos relacionamentos na sua vida, relacionamentos são extrema, ultra, mega fundamentais! Quando comecei o reboot, minha meta era recuperar meus relacionamentos o máximo possível, com amigos, família e em geral isso foi extremamente benéfico, quando você ajuda as pessoas a sua volta, tem empatia e essa empatia volta pra você. E tem um outra relacionamento que com você mesmo, que alimentar o seu eu-empático em vez do seu eu-critico, não ficar se recriminando ou se culpando por cair, mas se dar um auto suporte, entender que você é humano, e erra, mas nem por isso vai deixar de melhorar e vencer!

_______________________________________
Meu diario

Lutador com Cristo
Lutador com Cristo
Mensagens : 1219
Data de inscrição : 28/09/2019

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Começando hoje o rebbot

em 28/9/2019, 08:47
Me ajudem, como faço meu diário?
avatar
preciso_da_graça_de_Deus
Mensagens : 26
Data de inscrição : 24/09/2019

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 28/9/2019, 08:53
Paulo cruz escreveu:Me ajudem, como faço meu diário?

Clica na canetinha (celular) ou canetinha com a frase novo tópico.
5&4
5&4
Admin
Admin
Mensagens : 2721
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 30/9/2019, 09:14
Cara, esse versículo que citou acho que é bem isso mesmo. Muitos tiram a pornografia de suas vidas, mas não preenchem o espaço vazio com nada. Então, ela acaba voltando como um furacão, tornando a situação pior que outrora. Por isso, falamos exaustivamente aqui no Fórum das atividades de religação! Assim, como não dá para viver sem bloqueadores, não dá para levar a vida sem essas atividades!

Obrigado pelo post, foi muito revelador e reflexivo. Parabéns pelos mais de 80 dias limpo, meu amigo! Siga-mos! Um forte abraço!

_______________________________________
Diário do Urso Polar - Página 13 Meu_di12
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 1/10/2019, 09:03
Kusmin escreveu:
Spoiler:

Urso Polar escreveu:
REBOOT É MAIS DO QUE ABSTINÊNCIA?
80 dias e algumas considerações sobre o Reboot

Como você pode ver, esse post vai ser longo. Mas, humildemente, acho que vale a pena ler, pelo menos, os links que eu deixei no decorrer do texto. Dia 24/09/2019 foi meu 80º. É a segunda vez que eu alcanço essa marca. É muito bom perceber que por 80 dias o vício não exerceu domínio sobre mim. Eu disse para mim mesmo: - não vou ter sessões de PMO. E não tive. Hoje, dia 27/09/2019, estou no meu 83º dia.

Como de costume, ontem eu estava aqui no fórum lendo alguns diários quando me deparei com o seguinte: Virei Redbull (história de sucesso do XikuGuarana) . Se quiser clica aí e dá uma conferida.

O relato de sucesso do XikuGuaraná me fez pensar: No processo de Reboot, a gente vai tirando a pornografia da nossa vida, mas o que a gente coloca no lugar? Porque antes a pornografia preenchia um espaço. Agora não tem mais nada lá. Pensando para escrever esse texto eu me lembrei dessa passagem bíblica que ilustra o que eu quero dizer:
E, quando o espírito imundo tem saído do homem, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontra.
Então diz: Voltarei para a minha casa, de onde saí. E, voltando, acha-a desocupada, varrida e adornada.
Então vai, e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali; e são os últimos atos desse homem piores do que os primeiros. Assim acontecerá também a esta geração má.

Mateus 12:43-45

Não sou mais religioso, mas mesmo que você também não seja, essa passagem faz a gente pensar. Sei que está fora do contexto original, mas serve. A gente faz o reboot direitinho: instala bloqueadores, coloca o computador na sala, banhos gelados, etc. Mas um dia a fissura bate aí procuramos brechas nos bloqueadores até achar, usamos o celular no quarto, etc. A recaída é pior do que se não tivéssemos parado.

A gente fica muito preocupado pensando que a sucessão de dias de abstinência de pornografia e de masturbação é que farão o milagre em nossas vidas. Que por não ter mais sessões de PMO tudo vai se resolver. Mas se a gente não preenche o espaço deixado pela pornografia, ela volta. Volta com tantos resets que acabamos recaindo. Então respondendo a pergunta: O Reboot é mais do que abstinência? A resposta é um categórico SIM.

No relato do XikuGuarana ele deixa o link para esse texto do usuário TheUnderDog do fórum Your Brain Rebalanced: My Thoughts On Rebooting [EXTREMELY LONG POST] - Minha opinião a respeito do reboot [Post extremamente longo] . Está em inglês. Mas vale a pena pedir para o Google traduzir. A reflexão é muito densa e rica e coloca a gente para pensar da postura que nós rebooters temos que ter diante da vida. Ao limpar a pornografia da nossa vida, começarmos a mudar nossa mentalidade e atitudes. Nesse texto ele discute o seguinte:

1) O vício em pornografia tem sido extremamente subestimado;
2) Abstinência não é recuperação;
3) As bases para um reboot adequado: a) entender que a pornografia é um sintoma; b) Não se concentrar que só após deixar a pornografia você irá viver a vida que quer viver;  c) Se concentrar em aprender como viver, como trabalhar suas emoções, como mudar o modo de pensar e ver o mundo; d) colocar toda a energia em construir a vida que você quer. Isso, naturalmente, vai tirando a pornografia da sua vida.
4) Trabalhando o aspecto emocional da vida;
5) Reajustando as expectativas sexuais;
6) Pensar em sexo é inútil;

E por aí vai. Vale muito a pena ler. Eu confesso que ainda estou absorvendo muita coisa do que ele disse. Apesar de não concordar com alguns pontos, acho que esse é um dos textos que coloca o dedo na cara da gente e faz repensar. Quero relê-lo com mais tempo e estudar o que ele disse. Desse texto eu parti para outro, do mesmo usuário no mesmo fórum: The Top 3 FATAL MISTAKES Rebooters Make (O Top 3 erros que os rebooters cometem). Também vai estar em inglês, mas vale a pena. Vai no google e pede: - traduz essa pá nois leke. Dando um spoiler, os erros seriam os seguintes:

1) Usar a pornografia para parar de se sentir mal (ou como remédio para as coisas ruins da vida);
2) Ser muito duro consigo mesmo quando tem uma recaída;
3) Focar muito em não assistir pornografia.

Principalmente o erro 3, ficar repetindo " não pensar em pornografia" tem o mesmo efeito de pensar. Por isso a importância das ATIVIDADES DE RELIGAÇÃO.

Li os 3 textos na sequência. Estou repensando muita coisa. Teria muito mais para escrever, mas acho que esse post ficou longo demais. O que tem aqui é o suficiente para muitas reflexões.

Vi que cometi todos os erros listados e que tenho muito que fazer ainda.

Salve Urso Polar, como sempre trazendo mensagens e reflexões importantes pra gente.

Sim, verdade, simplesmente ficar contando dias não adianta, no meu caso em particular não fico pensando muito nos dias, sei contagem pelas semanas dos dias que faço vídeo para o YouTube. Assim, como paramos qualquer outra atividade, sobra aquele tempo de atividade que precisamos preencher com alguma coisa, um exemplo quando se perde o emprego, e muitas pessoas se jogam no sofá e ficam assistindo TV o dia inteiro, não sabem o que fazer com aquele tempo livre... É o mesmo caso conosco temos que colocar novos hábitos no lugar, novas atividades que sejam mais satisfatórias para gente do que a PMO. Sendo a disciplina e a organização fundamentais, planejar, anotar o que vai fazer, e realmente fazer, depois de algum tempo fica mais fácil. Por exemplo quando introduzi a meditação na minha rotina, não foi facil, mas depois de dois meses ficou natural, e hoje não sei como vivia sem ela antes rs.

E a PMO e o vicio que tinha em games, eram derivados justamente porque não tinha uma vida boa, plena e extraordinária, era uma consequência da vida medíocre que tinha, com o tempo minha vida no geral foi melhorando, e ficar viciado em PMO perdeu o sentido rs...Outra coisa que muito subestimada é o poder restaurador dos relacionamentos na sua vida, relacionamentos são extrema, ultra, mega fundamentais! Quando comecei o reboot, minha meta era recuperar meus relacionamentos o máximo possível, com amigos, família e em geral isso foi extremamente benéfico, quando você ajuda as pessoas a sua volta, tem empatia e essa empatia volta pra você. E tem um outra relacionamento que com você mesmo, que alimentar o seu eu-empático em vez do seu eu-critico, não ficar se recriminando ou se culpando por cair, mas se dar um auto suporte, entender que você é humano, e erra, mas nem por isso vai deixar de melhorar e vencer!

Salve Kusmin,

Uma das minhas grandes dificuldades é preencher esse espaço que a PMO ocupava na minha vida. Não apenas como um hábito, mas como um modo de pensar e ver as coisas. Acho que eu pautava minha rotina com as fantasias que eu criei com o mundo imaginário do vício. Estou lendo alguns livros, diários e vendo e revendo o programa revert. Os links deixados pelo XikuGuarana foram muito bons. Eu gostei muito de como o TheUnderDog do fórum Your Brain Rebalanced abordou o tema. Tanto que eu ainda estou relendo o texto e estudando muita coisa que ele citou lá. É muito profundo e não dá para absorver tudo em uma única leitura.

Uma outra dificuldade que eu tenho é a paciência e a disciplina. Sou muito bom em começar, péssimo para manter. Estou tentando quebrar essa lógica.

Os relacionamentos são muito importantes mesmo. É uma área que eu preciso trabalhar porque eu sou uma pessoa que tende a se isolar e não manter amizades. Mas, como parte desse reboot, tenho buscado ter maior empatia e a compreender as outras pessoas em suas individualidades e receios. A entender também que eu também faço parte desse mundo e buscar a conviver da melhor maneira com as diferenças. Ter essa mentalidade que você citou.

Obrigado pela mensagem.

Abraço


Paulo cruz escreveu:Me ajudem, como faço meu diário?

Paulo,

Vi que você conseguiu criar um diário. Já deixei uma mensagem lá.

Sucesso
preciso_da_graça_de_Deus escreveu:
Paulo cruz escreveu:Me ajudem, como faço meu diário?

Clica na canetinha (celular) ou canetinha com a frase novo tópico.

preciso_da_graça_de_Deus,

Obrigado pela resposta e ajuda.

Abraço.

5&4 escreveu:Cara, esse versículo que citou acho que é bem isso mesmo. Muitos tiram a pornografia de suas vidas, mas não preenchem o espaço vazio com nada. Então, ela acaba voltando como um furacão, tornando a situação pior que outrora. Por isso, falamos exaustivamente aqui no Fórum das atividades de religação! Assim, como não dá para viver sem bloqueadores, não dá para levar a vida sem essas atividades!

Obrigado pelo post, foi muito revelador e reflexivo. Parabéns pelos mais de 80 dias limpo, meu amigo! Siga-mos! Um forte abraço!

5&4,

Apesar de hoje eu não estar mais na religião, eu guardei algumas coisas. Essa reflexão para mim é muito poderosa. Estou buscando mudar a minha mentalidade e buscar atividades que me tirem do modo de enxergar a vida.

Tenho buscado fazer do meu diário um espaço de reflexão e até mesmo de produção de arte. Um modo positivo de por as coisas para fora.

Obrigado Irmão.

Abraço

_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 7/10/2019, 17:41
Finalmente alcancei os 90 dias. Pensei, algumas vezes que não ia conseguir, mas tinha marcado no calendário e segui firme. Mas tem muito a ser feito. Marca alcançada, 90 vitórias. Estou feliz.

_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 1969
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 28

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 7/10/2019, 19:50
Parabéns, Urso Polar! Um passo dado, agora é não relaxar e seguir lutando até a morte, sem dó de nada. Saudações no sentido de uma vida feliz!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
5&4
5&4
Admin
Admin
Mensagens : 2721
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 7/10/2019, 20:32
Urso Polar escreveu:
Finalmente alcancei os 90 dias. Pensei, algumas vezes que não ia conseguir, mas tinha marcado no calendário e segui firme. Mas tem muito a ser feito. Marca alcançada, 90 vitórias. Estou feliz.
Parabéns, meu amigo!

São poucos os que conseguem atingir a marca simbólica dos 90 dias! Portanto, você está mais do que de parabéns! 

Que tudo continue dando certo em seu pós-reboot, é só continuar fazendo tudo o que fazia no reboot!

Abração!

_______________________________________
Diário do Urso Polar - Página 13 Meu_di12
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 9/10/2019, 22:21
Justiceiro do Sertão escreveu: Parabéns, Urso Polar! Um passo dado, agora é não relaxar e seguir lutando até a morte, sem dó de nada. Saudações no sentido de uma vida feliz!

Obrigado Justiceiro do Sertão, estou feliz mas sei que tem muito a ser feito ainda. Tenho acompanhado seu diário e visto suas postagens. Acho legal o modo como você escreve. Vamos rumo a uma vida feliz.

5&4 escreveu:
Urso Polar escreveu:
Finalmente alcancei os 90 dias. Pensei, algumas vezes que não ia conseguir, mas tinha marcado no calendário e segui firme. Mas tem muito a ser feito. Marca alcançada, 90 vitórias. Estou feliz.
Parabéns, meu amigo!

São poucos os que conseguem atingir a marca simbólica dos 90 dias! Portanto, você está mais do que de parabéns! 

Que tudo continue dando certo em seu pós-reboot, é só continuar fazendo tudo o que fazia no reboot!

Abração!

obrigado 5&4,

Realmente, eu tenho andando pelo fórum e visto muitos diários que são abandonados na primeira mensagem, muitos que o rebooter que não escreve a muito tempo. Eu já abandonei o meu diário uma duas vezes e até pensei em criar outro perfil. Mas pensei melhor e permaneci com o urso mesmo.

Obrigado pelas pelas palavras. Essa força é muito importante pra que a gente possa seguir em frente.

Abração

_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 15/10/2019, 16:22
100 dias!

Voltei a meditar. Estou praticando. A respiração é a minha âncora com a realidade. Estou lendo esse livro: Atenção plena do Mark Willians. Ele vem com 9 exercícios. Além disso tem a playlist no YouTube crie sua meditação.

Não é fácil, mas é gratificante não usar mais o vício como remédio.

Tenho repensado algumas coisas da minha vida também. A dinâmica da minha rotina e outros detalhes.

Há muito a ser feito. Mas estou feliz com o meu progresso. São 100 vitórias. Hoje vou completar a minha 101ª.

Um grande abraço a todos.

_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 21/10/2019, 21:56
MENTE ANSIOSA E O REBOOT

Faz uns dias que eu não participo aqui. Apesar de ler uma postagem ou outra em alguns diários eu não achei que tinha algo relevante para dizer.

Quando completei os 90 dias, eu ia fazer uma postagem bem grande, com um desabafo daqueles. Eu estava no serviço, com muito pouca disposição e resolvi escrever o meu texto. Estava a mil, desenterrando coisas do passado, querendo colocar a casa em ordem. Até que me chamaram para fazer uma coisa que não poderia adiar. Salvei o texto para continuar mais tarde. Quando comecei a reler para continuar de onde parei, percebi que era muita coisa e que não daria conta de resolver tudo. Há muita coisa em mim que precisa ser tratada e resolvida. Um post seria apenas o começo. Resolvi desenvolver melhor antes de explorar isso aqui no meu diário.

Como disse anteriormente, comecei a praticar meditação. Estou aprendendo a praticar a atenção plena (mindfulness). Não se trata de calar a mente, mas de se observar. Uma conexão com o corpo, com o momento presente. A mente não cala a boca por um minuto. A todo momento são as coisas do trabalho, coisas para pagar, consertar, sonhos, concurso, etc. Um gama de objetivos, todos dias: pressão. Seu cérebro fica pedindo dopamina. Tudo isso é o que torna as fissuras mais fortes.

Quanto que é difícil tirar as imagens mentais da cabeça e reconectar-se com o momento presente. Voltar para si e se perceber. Não há como acabar com os pensamentos. Mas o processo é perceber quando eles vem e não permitir que eles te dominem. Entender o que eles ativam. Tudo isso leva tempo.
Gosto muito desse texto aqui: Técnicas de evitação de fantasias - por Antônio71 É um caminho bacana porque os princípios da meditação estão elencados aqui. A conexão com o momento presente e o observar-se e conhecer-se.

Não há caminho fácil. O reboot não pode ser apenas um passar de dias em que a gente conta por quanto tempo não tem PMO. Aceitar que o rompimento com a PMO é definitivo e que isso exige uma mudança de postura.

_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
Tiago Mendes
Tiago Mendes
Moderador
Moderador
Mensagens : 1876
Data de inscrição : 31/07/2016
Idade : 32

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 22/10/2019, 14:57
E aí Urso.

Obrigado pela visita, super atrasado, rs.

Parabéns pelos 107 dias e quero dizer que gostei muito das suas reflexões.

_______________________________________
Diário:_(Parte 1) _(Parte 2 - Fim)
5&4
5&4
Admin
Admin
Mensagens : 2721
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 23/10/2019, 05:59
Parabéns, Urso, pelos 108 dias limpo!

De fato, é complicado lidar com a avalanche de pensamentos. Se não me engano, algumas pesquisas mostraram que temos cerca de 70 mil pensamentos por dia. Cerca de 3 mil pensamentos por hora. E são pensamentos de todos os tipos: ansiedade, preocupação, negativos, os relacionados à PMO... e a lista é grande.

E saber lidar com tudo isso faz toda a diferença na caminhada. Augusto Cury relata em seu curso "Gestão da Emoção" que quando uma emoção se instala (qualquer tipo de pensamento) temos 5 segundos para impugná-la. Isto é, temos 5 segundos para não deixar que o pensamento nos arrebate. Do contrário, ele terá criado uma micro janela killer que poderá nos destruir.

Nesse contexto, a Atenção Plena nos treina bem, no sentido de não nos relacionarmos com esses pensamentos. Mas, simplesmente, observá-los, como um narrador-observador, em terceira pessoa. E isso faz toda a diferença.

Continue firme em seu pós-reboot, amigo! Abração!

_______________________________________
Diário do Urso Polar - Página 13 Meu_di12
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 23/10/2019, 09:04
Tiago Mendes escreveu:E aí Urso.

Obrigado pela visita, super atrasado, rs.

Parabéns pelos 107 dias e quero dizer que gostei muito das suas reflexões.

Oi Tiago Mendes,

Obrigado mano. Fico feliz que você gostou do que escrevi. A vivência da caminhada nos ensina muito.

Valeu pelas palavras e vamos cada dia mais um pouco rumo a nossa libertação e crescimento pessoal.
5&4 escreveu:Parabéns, Urso, pelos 108 dias limpo!

De fato, é complicado lidar com a avalanche de pensamentos. Se não me engano, algumas pesquisas mostraram que temos cerca de 70 mil pensamentos por dia. Cerca de 3 mil pensamentos por hora. E são pensamentos de todos os tipos: ansiedade, preocupação, negativos, os relacionados à PMO... e a lista é grande.

E saber lidar com tudo isso faz toda a diferença na caminhada. Augusto Cury relata em seu curso "Gestão da Emoção" que quando uma emoção se instala (qualquer tipo de pensamento) temos 5 segundos para impugná-lo. Isto é, temos 5 segundos para não deixar que o pensamento nos arrebate. Do contrário, ele terá criado uma micro janela killer que poderá nos destruir.

Nesse contexto, a Atenção Plena nos treina bem, no sentido de não nos relacionarmos com esses pensamentos. Mas, simplesmente, observá-los, como um narrador-observador, em terceira pessoa. E isso faz toda a diferença.

Continue firme em seu pós-reboot, amigo! Abração!

5&4,

Acho que um dos incentivadores, mesmo que indiretamente para a prática da meditação foi você.

Eu tento praticar o dia todo: nas atividades do dia tento manter o meu cérebro aqui. Uso a minha respiração como âncora com a realidade.

Essa questão que você levantou dos 5 segundos para impugnar o pensamento: muitas das vezes em que eu me vejo fantasiando o pensamento já havia me envolvido. Então, tenho que fazer um caminho de volta e concentrar na minha respiração. Sem exageros, acho que em um intervalo de meia hora, eu tenho que fazer esse processo umas 15 vezes. Percebo que estou fantasiando, para e começo a me concentrar na minha respiração. Percebo as sensações pelo corpo. Volto para a realidade.

Num passado recente eu lutava para voltar às fantasias. Hoje, eu percebo o quanto isso me fez mal.

Para melhorar o meu Reboot estou buscando esse trabalho de reconectar-me com o meu corpo e a realidade ao mesmo tempo em que trabalho às emoções.


_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
5&4
5&4
Admin
Admin
Mensagens : 2721
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 29/10/2019, 08:20
Oi, Urso! A atenção plena é uma ótima atividade de religação. Antes eu achava isso tudo uma besteira, mas, hoje, vejo a importância de identificarmos os pensamentos que nos rondam, e o melhor, termos a escolha de deixá-los se instalar ou não. Atenção plena é qualidade de vida, é libertação! Parabéns pela caminhada, amigo. Vou deixar abaixo um convite para você!

Diário do Urso Polar - Página 13 Convit10

Temos observado o seu empenho em relação ao reboot e sua vontade de ajudar outros aqui também. Parabéns por isso! Sendo assim, gostaríamos de convidá-lo a integrar à Moderação do Fórum. Como moderador você irá ajudar aos demais usuários, o que basicamente já vem fazendo, e também nos auxiliará na organização do Fórum.

E então? Aceita?

_______________________________________
Diário do Urso Polar - Página 13 Meu_di12
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 30/10/2019, 17:56
5&4 escreveu:Oi, Urso! A atenção plena é uma ótima atividade de religação. Antes eu achava isso tudo uma besteira, mas, hoje, vejo a importância de identificarmos os pensamentos que nos rondam, e o melhor, termos a escolha de deixá-los se instalar ou não. Atenção plena é qualidade de vida, é libertação! Parabéns pela caminhada, amigo. Vou deixar abaixo um convite para você!

Diário do Urso Polar - Página 13 Convit10

Temos observado o seu empenho em relação ao reboot e sua vontade de ajudar outros aqui também. Parabéns por isso! Sendo assim, gostaríamos de convidá-lo a integrar à Moderação do Fórum. Como moderador você irá ajudar aos demais usuários, o que basicamente já vem fazendo, e também nos auxiliará na organização do Fórum.

E então? Aceita?

Aceito irmão. Espero corresponder. Obrigado pela confiança

_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
5&4
5&4
Admin
Admin
Mensagens : 2721
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 30/10/2019, 22:08
Oi, Urso!

Já comuniquei à Moderação que o seu convite foi aceito. O seu usuário foi alterado e passará a ser especial - Moderador (Guardião do Fórum). Note que aparecerá agora para você a Seção "Guardiões do Fórum" (na parte superior da página do Fórum) que é uma Seção que fica invisível para os membros, e à mostra para os Moderadores. 

Desde já dou-lhe as boas-vindas ao Grupo dos Moderadores e que sua estadia aqui no Fórum seja longeva.

Um forte abraço, amigo!

_______________________________________
Diário do Urso Polar - Página 13 Meu_di12
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 1/11/2019, 10:29
5&4 escreveu:Oi, Urso!

Já comuniquei à Moderação que o seu convite foi aceito. O seu usuário foi alterado e passará a ser especial - Moderador (Guardião do Fórum). Note que aparecerá agora para você a Seção "Guardiões do Fórum" (na parte superior da página do Fórum) que é uma Seção que fica invisível para os membros, e à mostra para os Moderadores. 

Desde já dou-lhe as boas-vindas ao Grupo dos Moderadores e que sua estadia aqui no Fórum seja longeva.

Um forte abraço, amigo!

Obrigado,

Vou olhar a sessão e continuar participando. Valeu pelo convite.

Forte Abraço, irmão!

_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 605
Data de inscrição : 01/09/2017
Idade : 32

Diário do Urso Polar - Página 13 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 6/11/2019, 09:02
REBOOT: TEMPO PARA ARRUMAR A CASA.

A primeira vez que eu ouvi falar o your brain on porn, do Gary Wilson, deve ter sido por volta de 2014. Eu conheci esse fórum em 2016. A minha primeira tentativa de reboot foi em 2017. Mesmo que eu tenha demorado a começar o processo, creio que quando se tem um primeiro contato, algo é lançado na mente. E mesmo que não surta efeito na hora, fica lá guardado, crescendo e desenvolvendo até que tenha condição de crescer sozinho.

Para mim, o reboot é um processo: algo parecido a arrumar uma casa.

A minha casa estava abandonada, muito suja e com muitas coisas para consertar. Eu comecei a fazer os reparos e a limpeza, mas sempre me deparava com a realidade de que eram muitas coisas a serem feitas. Outra questão é que todos os afazeres não teriam fim: uma conclusão daria início a uma outra tarefa e assim por diante. Além disso, na minha rotina, teria que haver espaço para que todo dia tivesse um momento para a limpeza, retirada do lixo, lavar louça e roupa suja, etc. Isso exige tempo e planejamento. Além disso tem que ter disposição para trabalhar.

Não é fácil e muitas vezes eu desisti, achei que não ia dar conta. Em dias ruins, em que a pressão aumentava, jogava tudo para o ar e não queria saber de mais nada. A situação da casa piorava, as coisas voltavam a quebrar e a ficar sujas.

O porquê dessa metáfora? A casa é o nosso corpo-mente. A PMO é muitas das vezes uma válvula de escape, um prazer em mundo estressante. A medida em que vamos crescendo, acumulamos frustrações e traumas, coisas que nos machucam e que muitas vezes não tratamos direito. Essas coisas vão nos moldando e quando menos percebemos, estamos irritados sem uma causa aparente. Estamos desesperadamente buscando alívio em qualquer coisa que nos tire dessa angústia.

Arrumar a casa seria, portanto, cuidar do nosso corpo-mente. Começar a buscar melhores maneiras de lidar com as nossas neuras e com aquilo que nos machuca. A pergunta é o que tentamos esconder atrás da PMO? Ou se realmente tentamos esconder algo lá? O que não queremos encarar?

É um processo diário e que exige muita paciência.

Se não surtir efeito imediato em você, não fique com raiva e nem se ache a pior pessoa do mundo. Acontece, as coisas são assim mesmo. Cada um tem o seu tempo. Por isso é melhor encarar como um processo em que aos poucos vamos chegando as coisas no lugar. Cada dia sem a PMO é uma vitória.

Por isso que eu digo que não se trata de mera abstinência, mas de cuidar cada dia um pouco de nós mesmos. Fortalecer nossas defesas e aprender um novo jeito de viver.

Não haverá medalhas nem menções honrosas para seus esforços. Mas valerá a pena olhar para os dias passados que se acumulam positivamente no seu contador e perceber que você não é o mesmo sujeito que entrou: está melhor e mais forte, disposto a aprender muito mais.
 

_______________________________________


"Venho entendendo que as coisas são como são. (...) Logo, não há razão para procurar abrigos em PMO. Não vou jamais mudar a natureza delas, mas posso mudar a minha forma de vê-las, de percebê-las. Posso aceitá-las (não se trata de uma mera aceitação conformativa, mas uma aceitação que desencadeia mudanças), assim, não dando poder aos sentimentos. Controlando-os, convivendo com eles - em paz". 5&4
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum