Ir em baixo
ANDRÉ-
ANDRÉ-
Mensagens : 131
Data de inscrição : 06/04/2020
Localização : Belo Horizonte

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 12/5/2020, 14:30
Rene.Gade escreveu:
Oi, oi Diário!!

Desde o último dia que eu postei aqui eu estou em compulsão, no começo foi pior e agora está uma por dia.

A minha rotina continua funcionando, estou acordando sempre no horário, fazendo alongamentos e meditando e cumprindo com tarefas da manhã. Nessa semana não cumpri todas as tarefas da forma que gostaria, mas entendo que eu também não planejei elas muito bem, espero que para a próxima semana eu tenha um planejamento mais bem pensado. Continuo firme rumo a adquirir esse hábito de planejar, já estou acostumando a ter as tarefas principais pela manhã, a questão é que depois do almoço as coisas ficam um pouco sem rumo, mas aos poucos vou colocando cada coisa em seu lugar. Todas as manhãs continuo evitando o celular, desligo logo que acordo, uso apenas na meditação por conta do aplicativo, mas sem prestar a atenção em notificações. Depois deixo ele longe, faço a primeira tarefa do dia, e só depois dou uma olhada.

Eu percebi que agora tenho mais clareza sobre o que fazer em relação a compulsão, mas ainda não consigo começar um período sem m.o's. Se eu realizo uma prática depois de um período sem elas, eu volto para a compulsão novamente. No momento eu estou um pouco desanimado, essa semana eu estive mais desanimado no geral, inclusive para vir ao fórum. Há uns dois dias eu escrevi tudo o que eu sei sobre como levar um bom período sem m.o's em um documento, e coloquei ali que iria começar a partir daquele momento esse período. No entanto, minha cabeça sempre me sabota e me convence rapidamente para ceder a uma m.o na primeira oportunidade, está tudo lá, meus métodos, minhas dicas, mas eu não tenho ânimo para começar. Também tenho receio de acabar me frustrando ao iniciar esses novos hábitos, acabar me pressionando muito e depois acabar prejudicando até a minha nova rotina e o hábito que estou tentando alcançar para esse mês, regredindo tudo, kkkkkkk, por isso quero ir com calma.

Acredito que eu preciso de paciência, pois essa compulsão só vai sair com o tempo e por meio da minha melhora no geral, da minha saúde mental, dos meus hábitos e etc. Então não posso me julgar dizendo que estou cedendo para a compulsão, pois eu já estou lutando, já estou melhorando em alguns aspectos, mas tudo tem que ser com calma, não há um tempo limite, não há um tempo certo, mas sei que ainda haverá um bom tempo pela frente.

Claro, que não posso também ignorar a compulsão atual, eu penso que é quase um paradoxo. A compulsão é a consequência, estar mal é a causa. Quando estou mal, tenho compulsão, quando tenho compulsão fico mais mal. Quando tento impedir a compulsão, continuo mal e ela volta. Quando tento impedir de estar mal, ou seja, ficar bem, a compulsão me ataca e fico mal novamente. Para quebrar isso eu preciso focar em ficar bem, que é um processo longo, e para não deixar a compulsão me afetar no meio desse processo, fazer alguma coisa para equilibrá-la, mesmo que de maneira forçada e temporária, até eu estar bem por completo. Essa maneira de controlar a compulsão, forçadamente e temporariamente, seria ficar sem m.o's por alguns dias, como um reboot, apenas para garantir que o meu processo de ficar bem não seja atrapalhado, e depois quando eu finalmente alcançar esse "ficar bem" a compulsão não será mais um problema e ela terá acabado.

A questão que está me martelando agora é a que eu falei acima. Iniciar esse "reboot de m.o's temporário" é mais um hábito, e posso acabar me sobrecarregando visto que estou com outros novos hábitos. Se eu me sobrecarrego o reboot traria o efeito contrário, me deixando mal, quebrando o processo de ficar bem, sendo assim eu continuaria mal e compulsivo.  

Enfim, vou com o tempo tentando inserir todos esse hábitos para não me sobrecarregar, e então começo esse impedimento forçado da compulsão. Ao mesmo tempo vou melhorando minha saúde, rotina hábitos, ficando bem, claro que como tudo isso vai demorar, não vou conseguir forçar a compulsão por muito tempo, vou cair algumas vezes, mas o foco é não deixar ela me abalar, não me deixar mal. Até que eu finalmente fique bem por geral e a compulsão suma. Lembrando que ficar bem não é estar feliz o tempo todo, apenas equilibrado, com uma rotina e hábitos saudáveis.

Para finalizar, apenas gostaria de falar uma boa notícia, aos poucos vejo minhas ereções matinais (e.m's) aparecendo. Em 13 dias eu tive 8 dias sem e.m's, e 5 dias com e.m's, sendo que do dia 03/05 ao dia 07/05 foram 4 dias com ereções e apenas um dia sem. Estou sentindo minha libido mais baixa agora, não sei se é por conta da compulsão, mas acredito que nos próximos dias as e.m's vão dar um sumida de novo, haha.

Bom, é isso Diariozinho, apenas atualizando.
Beijinhos de luz!!

AMIGO RENE. JÁ PENSOU EM ANALISAR SUAS MO'S COMO UM TOC? VC MESMO DEU O NOME : COMPULSÃO. PODE SER O  MESMO QUE ALGUMAS PESSOAS TÊM COMO LAVAR AS MÃOS FREQUENTEMENTE, SE CERTIFICAR QUE APAGOU A LUZ, ETC...

NÃO SEI SE VC JÁ PENSOU POR ESSE ÂNGULO.

SE FOR, UMA MEDICAÇÃO TER AJUDARIA MUITOOOOO. MAS SOU SUSPEITO PARA FALAR.
SEMPRE ACHO QUE A AJUDA FARMACOLÓGICA PODE SER BENÉFICA , DESDE QUE BEM ORIENTADA E ACOMPANHADA, NOS AJUDANDO A ALCANÇAR METAS...

QUANTO AS EM... QUE LEGAL QUE ELAS ESTÃO VINDO... EU TB ADORO ACORDAR COM EM....KKKKK. MAS TB SE ELAS NÃO VIEREM, NÃO SE INCOMODE , PORQUE VC FAZ MO. ASSIM QUE INICIEI MEU PRIMEIRO REBOOT HARDMODE ,EM  FOI O QUE RETORNOU PRIMEIRO. FAZIA TEMPOS QUE NÃO TINHA FAZENDO PMO. ESSA SEMANA COMO FIZ SEXO E TIVE DUAS EJACULAÇÕES , AS EM SUMIRAM...

BEIJOS DE LUZ MEU AMIGO.

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t10330-em-busca-do-equilibrio
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 12/5/2020, 23:39
--> Andréé!

Nunca havia pensado nisso como um TOC, amigo, mas é uma análise bem interessante. Eu achei um site falando sobre essa relação nesse link.

A médica diz que o TOC pode se manifestar como uma compulsão sexual, desde que haja um pensamento obsessivo por trás, o que não sei se é o meu caso. De qualquer forma, somente um profissional me acompanhando para poder afirmar algo. Eu penso bastante em procurar um e falar sobre isso após a quarentena, eu tenho tantas dúvidas e não consigo compreender essa compulsão, ou seja lá o que for isso.

Eu tenho muita impressão que é algo muito ligado a minha saúde mental, e nem sempre eu consigo deixá-la saudável, às vezes ela simplesmente escapa das minhas mãos e quando eu vejo já estou surtando, hahahaha.

Realmente, as m.o's fazem com que as e.m's sumam, kkkkk, elas já estão desaparecendo de novo.

Muito obrigado pela mensagem, amigo!
Desejo muita luz a você! I love you

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 13/5/2020, 00:14
Oi Diário, tudo bem?

Bom, comigo nem tanto. Ontem foi um dia triste e desanimado, mas tive apenas uma m.o de manhã. No fim do dia, antes de dormir, estava escutando algumas músicas tristes, mas coloquei uma que eu gosto bastante e ela era muito mais positiva, isso me deixou bem feliz, talvez até demais lkkkk, e eu fui dormir.

Hoje eu acordei antes do despertador e bem animado. Porém eu fiz novamente uma m.o logo depois de acordar. Foi um dia mais arrastado, tive mais duas m.o's. Ficou uma de manhã, uma a tarde e uma a noite.

Bom, amigos confesso que estou desanimado. Desculpem-me por desabafar aqui, mas não tenho mais nenhum local para falar sobre isso. Talvez eu cheguei no meu limite, não sei mais o que fazer, eu tenho um plano que eu disse no último relato, maas que estou iniciando aos poucos e também tive uma ideia para os próximos dias.

Eu percebi que estava e estou tendo muitos gatilhos sexualizados. Um exemplo é a safada da Netflix, que pega meus dados no aplicativo e acaba sabendo que se ela mostrar um homem bonito, ou dois, a chance de eu clicar em cima é alta kkkkkkk, o resultado é um monte de gatilhos nas capas dos filmes, mesmo com personagens que nem são os protagonistas ela coloca só para chamar atenção. Eu fico me sentindo usada, hahaha. Resolvi começar a voltar a ver apenas animações, e isso já tem ajudado, kkkkkk.

Aliás, percebi também que às vezes eu me pego com vontade, um leve impulso, de ver algo sexualizado, principalmente em momentos em que eu fico de bobeira, acabo lembrando das pesquisas que eu fazia na época de viciado para encontrar esses conteúdos e isso me traz medo.

Bom, meu celular continua bloqueado e semana passada bloqueei meu computador também, ele estava sem bloqueios desde fevereiro quando ele foi formatado, mesmo que não seja a coisa mais eficaz, é um lembrete do meu propósito.

A partir de amanhã quero ampliar meu momento sem celular, vou tentar passar o dia todo sem ele e pegar somente de tardezinha, talvez isso me dê mais foco com as minhas atividades, visto que apesar de cumpri-las fico bem desanimado em fazê-las, e por fim isso também evita maiores gatilhos da Internet.

Basicamente qualquer coisa na Internet estava virando um gatilho, eu estava pesquisando muito sobre m.o's, seus efeitos, compulsão, e etc, e até os sites educacionais acabavam me animando.

O resultado é um impulso, que fica ali, a sexualização vai embora junto com o gatilho, pois corto os pensamentos, mas o impulso por prazer sexual continua e depois acabo descarregando em uma m.o.

Acredito que eu já escrevi demais de novo, kkkkk. Vou ficando por aqui, amigos e Diário!


Beijinhos e abracinhos de luz!!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
ANDRÉ-
ANDRÉ-
Mensagens : 131
Data de inscrição : 06/04/2020
Localização : Belo Horizonte

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 13/5/2020, 12:02
Eu cheguei a comentar isso aki.
Mesmo esses softwares sacando os nossos gostos e mostrando o q a gente curte, a mídia cada vez mais está apelando pros corpos masculinos. É homem pra tudo qto é lado...Novela, séries, fimes. kkk Mulher mostra uma li outra lá e só....kkk

_______________________________________
https://www.comoparar.com/t10330-em-busca-do-equilibrio
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 15/5/2020, 15:13
--> André!!

Pois é, amigo, kkkkk. É necessário muita atenção e cuidado com esses gatilhos.

Obrigado pela presença!

Até maaiss!!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
Peter Parker
Peter Parker
Moderador
Moderador
Mensagens : 441
Data de inscrição : 27/11/2019

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 19/5/2020, 00:51
Fala aí magnificentíssimo Rene.Gade !!!

Entendo sua situação, teve uns dias aí que eu estive andando meu desanimado e para baixo, não coloquei nada do que tinha planejado em prática e para piorar tive contato com alguns gatilhos. Foi tenso, cogitei recair, pensei em praticar a MO, mas quando eu tava quase cedendo eu lembrei desse processo maravilhoso chamado Reboot e que mudou minha vida. Pois bem, passei por esse período lembrando que vontade dá e passa.

Esses algoritmos que rodam na internet não são fáceis kkkkkk chega a ser bizarro o Youtube por exemplo, como eu curto vídeos de humor, várias vezes fui recomendado assistir vídeos de pegadinha com a thumb de alguma mulher atraente.

Enfim meu caro, espero que a alegria e a paz encontrem você nesses dias e que nenhum gatilho ou MO perturbem a sua jornada na vida.

Grande abraço !

_______________________________________


"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Mateus 11:28  study

"Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades." - Tio Ben

Diário do Aranha mais querido: http://www.comoparar.com/t9821-diario-de-um-vencedor
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 19/5/2020, 21:11
Peteerr!!

Você tem razão, é sempre importante lembrar que essas vontades vêm e passam. E com certeza, sempre lembrarmos de como éramos antes de iniciarmos esse processo de reboot, pois quando alcançamos uma certa quantidade de dias nós vamos indo no automático e acabamos esquecendo a vida que levávamos, e como ela nos atrapalhava em tantos quesitos.

De fato esses algoritmos são chatos, hahahaha, eles também precisam de um reboot.

Obrigado pela presença, amigo!
Até maaiss!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
David Silva
David Silva
Mensagens : 2628
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 34

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 21/5/2020, 10:40
Renê:

- Você caiu alguma vez desde que começou a quarentena?
- Se sim, quantas vezes?
- Qual o ponto mais difícil para conter o vício na quarentena?
- E, por outro, lado há algum ponto positivo para se evitar o vício na quarentena? Qual?

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto
26 dias - 2018 - janeiro
81 dias - 2018 - julho
20 dias - 2018 - dezembro
15 dias - 2019 - janeiro/fevereiro
44 dias - 2019 - março/abril
43 dias - 2019 - julho
39 dias - 2020 - janeiro
______
Início do meu diário: http://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 24/5/2020, 11:56
--> Davidzinho!

David escreveu:- Você caiu alguma vez desde que começou a quarentena?
- Se sim, quantas vezes?

Não não, porém em alguns dias eu tive impulsos que não possuía há um bom tempo.

David escreveu:- Qual o ponto mais difícil para conter o vício na quarentena?

Bom, no meu caso eu não posso colocar muita culpa na quarentena. Semestre passado, quando eu iniciei meu reboot, eu estava estudando em casa e com amigos, e minha rotina não era muito diferente da que eu estou tendo agora, apenas que agora eu não saio mais de casa para estudar, nem caminhar. Esse semestre ia mudar tudo por conta do início da nova faculdade, mas por conta da quarentena eu voltei para uma rotina parecida com a do semestre passado. Então meio que a rotina de quarentena não é algo novo para mim, e como meu reboot se iniciou em um período como esse, eu vejo que a rotina não é um empecilho muito grande.

O que muda desse semestre para o anterior são as restrições de sair de casa, que não existiam ano passado, que me impedem de uma maior socialização e de um exercício físico fora de casa, que era algo que me motivava bastante. O ponto mais difícil dessa situação toda, foram todas as mudanças, sair de uma zona de conforto, entrar em um novo local, uma nova rotina, e depois quebrar isso novamente para voltar a uma antiga rotina, porém adaptada para quarentena. Isso tudo, junto das pressões psicológicas que eu colocava em cima de mim e mais as pressões dessa pandemia, abalou bastante meu psicológico, me trazendo dificuldades de concentração, dificuldades para manter a rotina e me manter focado em minhas atividades, o que influencia diretamente no meu reboot de P.

David escreveu:- E, por outro, lado há algum ponto positivo para se evitar o vício na quarentena? Qual?

Bom, eu penso que é exatamente para evitar que tudo piore nesse período. Já estamos em um período complicado, e se cedermos ao vício, acaba sendo mais difícil. Eu penso que tanto quem caiu, tanto quem continua, precisa estar atento com essa questão do reboot, pois precisamos sempre estarmos atentos e cuidando de nossa saúde mental e física, sendo que nessa pandemia isso se torna mais importante ainda. Logo, não vejo que esse seja um período para me esforçar apenas em questões externas, visto que todos estão com dificuldades e isso pode ser recuperado depois, penso que não devo me cobrar tanto com meus afazeres e estudos, precisando ter mais compreensão comigo. Eu preciso focar principalmente em minhas questões internas, pois não adianta nada eu sair da quarentena com um psicológico extremamente abalado e não poder continuar com minhas atividades depois que a quarentena acabar. Dessa forma, é importante evitar o vício  na quarentena para podermos cuidar melhor de nós mesmos nesse período conturbado.

Abracinhos de luz, amigo!!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 24/5/2020, 13:45
TRÊS REBOOT'S COMPLETOS - 280 DIAS - NOVE MESES E DEZ DIAS!

Diááááárioooooo, tudo bom?

Resolvi passar aqui hoje para escrever em você. Eu não estou escrevendo ultimamente, pois vejo que já está cansativo falar de m.o's por aqui, as coisas continuam da mesma forma, alguns dias mais compulsivos, outros menos. Ultimamente minha dificuldade com a rotina aumentou, mas acredito que foi por ter dormido um pouco mais tarde e além disso ter feito m.o's ao acordar, o que deve ter sugado minha energia, hahaha, porém foram apenas dois dias, já consegui mudar e espero que essa semana volte aos conformes.

Eu vim aqui para falar de outra coisa, visto que ontem eu completei 280 dias sem P na minha vidinha. Eu iria falar disso quando completasse 270 dias, ou seja três reboots de P completos, nove meses. Eu acabei esquecendo, e resolvi esperar até 280, apenas por questões estéticas, hahaha, então agora são 9 meses e 10 dias. Bom, eu quis escrever sobre isso, para que talvez inspire alguém para não desistir do reboot, e saber que você pode superar esse vício.

Eu percebo que no meu caso foi algo muito rápido, eu tive apenas uma recaída com P. E apesar de isso ser algo bom, eu vejo que também fez com que eu esquecesse rapidamente de como a P era prejudicial para mim, então gostaria de realizar um #Tbt do mal, hahahaha, de como era minha vida antes de encontrar esse vício, e como eu estou agora.

O principal ponto que me trouxe até esse fórum, foi a questão da produtividade, da rotina, e etc. Hoje eu ainda possuo dificuldades com tudo isso, e piorou um pouco com a quarentena, mas posso dizer com toda a certeza que eu melhorei muitíssimo nessa questão. Antes eu não possuía organização alguma do meu dia, eu era apenas levado pela rotina da faculdade, e minha vida era guiada por prazos de trabalhos e provas, eu não possuía hábitos de exercícios físicos, nem de horários de sono, e via muita P, em qualquer horário que você possa imaginar, ao acordar, de manhã, depois do almoço, de tarde, antes de ir para a faculdade, etc. Sempre que eu possuía um tempo livre, que não estava em aula, era um horário que podia ser usado para a P, e eu inclusive deixava de estudar muitas vezes para ver P e fazer MO, até mesmo antes de provas. Já cheguei também atrasado muitas vezes na aula, pois perdia parte do meu tempo de me arrumar para a faculdade realizando essa prática.

Eu não enxergava a P como um problema, claro, pensava que eu exagerava às vezes, quando deixava de estudar e quando me atrasava, mas via como algo normal, principalmente depois que deixei de ter um embate religioso dentro de mim, apesar de na época ainda me considerar cristão. Eu também tinha muito medo de que alguém descobrisse, eu tinha algo como um TOC, eu precisava conferir várias vezes a porta, janelas, e cobrir qualquer câmera, para poder realizar a prática. Eu vivia escalonando para gêneros de P diferentes, nada muito absurdo, mas não duvido nada que se eu continuasse pudesse ter ido para caminhos mais tortuosos ainda. O mais doido foi a P hétero, hahaha, isso mesmo, olha onde a Renê chegou. Eu nunca me contentava, queria sempre mais e mais, nenhum vídeo ou imagem me satisfazia, abria inúmeros de uma vez só, e no final não me contentava. Em um próxima prática continuava tentando obter o máximo de prazer, mas voltava a me frustrar muitas vezes no final. Por fim, em meio a tudo isso eu era muitíssimo carente e tinha várias fantasias mentais românticas e sexuais, que eu tentava de maneira frustrada encontrar algo equivalente na P.

Resumidamente, era assim os meus dias e vida logo antes do reboot. Eu saí da faculdade, voltei para a casa dos pais e em meio disso veio a necessidade de uma mudança, e eu encontrei ela no reboot, descobri que a P não podia fazer parte da minha nova vida. Eu propus uma nova rotina, e inseri atividades que nunca havia feito antes, fui me descobrindo, me analisando, e recebendo um apoio incrível dos colegas do fórum, e de pouco em pouco, fui me aprimorando e aprendendo a lidar comigo mesmo, com meus impulsos, com minha rotina e afazeres.

Bom, e hoje? As mudanças que eu fiz foram um grandiosíssimo passo para eu sair de uma vida bem conturbada e ter uma vida bem mais equilibrada e saudável, e mesmo que não tenham me tornado alguém super produtivo, super estudante e super focado, elas foram o suficiente para algumas coisas. Primeiro, foram suficientes para eliminar a P e as fantasias da minha vida. Segundo, foram suficientes para que melhorasse meu estudo e me fizesse passar em um novo curso na universidade. E por fim, foram suficientes para me trazer uma maior clareza na minha vida de quem eu sou, qual meu propósito, incluindo o profissional, e por fim clareza de vários outros problemas e questões que eram camuflados pela P. Eu tenho muito a melhorar, tive e tenho muitos surtos ainda com meus problemas, muitas questões me preocuparam e me pressionaram, como eu já falei bastante aqui no fórum, mas eu prefiro ter noção dos meus problemas e surtar com eles, tendo a oportunidade de identificá-los e superá-los, do que ter todos eles camuflados pela P, me anestesiando, e deixar com que eles me destruam sem que eu ao menos perceba.

A cada dia que passa, eu tenho mais clareza de quem eu sou, da minha identidade e expressão, do que eu gosto, do que eu não gosto, de quais são meus valores, das minhas habilidades e dos meus objetivos profissionais. Além disso, tenho tido muito mais clareza em entender qual a minha verdadeira espiritualidade, e de tudo o que faz sentido para mim. O mundo se tornou visível, eu aprendi a enxergar, saí da ilusão, e tudo isso me assustou, me fez surtar a ainda faz, mas também me deu a oportunidade de enxergar o meu caminho e saber como superar aos poucos meus problemas. Eu ainda quero ser mais produtivo, quero me entender melhor, quero me pressionar menos, quero amar mais, quero aproveitar cada momento da minha vida, quero avançar com meus objetivos de estudo e profissionais, porém vejo que eu já tive meu começo, e daqui para a frente eu preciso apenas de paciência, não me atropelar, e seguir avançando com minha vida aos pouquinhos, sem nenhuma P me amarrando, me segurando, de lutar contra meus problemas.

Espero que esse relato possa ajudar alguém, cada um de nós possuímos questões e dificuldades diferentes, mas todas as pessoas podem analisar suas vidas, ver como a PMO as influencia, e podem superar suas aflições, nem que precisem de terapia para auxiliá-las.

Muitos abracinhos e beijinhos de luz para todas as pessoas que me acompanham!!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
avatar
Marcão
Mensagens : 128
Data de inscrição : 23/05/2020
Localização : @marco.sughatto

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 24/5/2020, 16:11
Rene.Gade escreveu:
TRÊS REBOOT'S COMPLETOS - 280 DIAS - NOVE MESES E DEZ DIAS!

Diááááárioooooo, tudo bom?

Resolvi passar aqui hoje para escrever em você. Eu não estou escrevendo ultimamente, pois vejo que já está cansativo falar de m.o's por aqui, as coisas continuam da mesma forma, alguns dias mais compulsivos, outros menos. Ultimamente minha dificuldade com a rotina aumentou, mas acredito que foi por ter dormido um pouco mais tarde e além disso ter feito m.o's ao acordar, o que deve ter sugado minha energia, hahaha, porém foram apenas dois dias, já consegui mudar e espero que essa semana volte aos conformes.

Eu vim aqui para falar de outra coisa, visto que ontem eu completei 280 dias sem P na minha vidinha. Eu iria falar disso quando completasse 270 dias, ou seja três reboots de P completos, nove meses. Eu acabei esquecendo, e resolvi esperar até 280, apenas por questões estéticas, hahaha, então agora são 9 meses e 10 dias. Bom, eu quis escrever sobre isso, para que talvez inspire alguém para não desistir do reboot, e saber que você pode superar esse vício.

Eu percebo que no meu caso foi algo muito rápido, eu tive apenas uma recaída com P. E apesar de isso ser algo bom, eu vejo que também fez com que eu esquecesse rapidamente de como a P era prejudicial para mim, então gostaria de realizar um #Tbt do mal, hahahaha, de como era minha vida antes de encontrar esse vício, e como eu estou agora.

O principal ponto que me trouxe até esse fórum, foi a questão da produtividade, da rotina, e etc. Hoje eu ainda possuo dificuldades com tudo isso, e piorou um pouco com a quarentena, mas posso dizer com toda a certeza que eu melhorei muitíssimo nessa questão. Antes eu não possuía organização alguma do meu dia, eu era apenas levado pela rotina da faculdade, e minha vida era guiada por prazos de trabalhos e provas, eu não possuía hábitos de exercícios físicos, nem de horários de sono, e via muita P, em qualquer horário que você possa imaginar, ao acordar, de manhã, depois do almoço, de tarde, antes de ir para a faculdade, etc. Sempre que eu possuía um tempo livre, que não estava em aula, era um horário que podia ser usado para a P, e eu inclusive deixava de estudar muitas vezes para ver P e fazer MO, até mesmo antes de provas. Já cheguei também atrasado muitas vezes na aula, pois perdia parte do meu tempo de me arrumar para a faculdade realizando essa prática.

Eu não enxergava a P como um problema, claro, pensava que eu exagerava às vezes, quando deixava de estudar e quando me atrasava, mas via como algo normal, principalmente depois que deixei de ter um embate religioso dentro de mim, apesar de na época ainda me considerar cristão. Eu também tinha muito medo de que alguém descobrisse, eu tinha algo como um TOC, eu precisava conferir várias vezes a porta, janelas, e cobrir qualquer câmera, para poder realizar a prática. Eu vivia escalonando para gêneros de P diferentes, nada muito absurdo, mas não duvido nada que se eu continuasse pudesse ter ido para caminhos mais tortuosos ainda. O mais doido foi a P hétero, hahaha, isso mesmo, olha onde a Renê chegou. Eu nunca me contentava, queria sempre mais e mais, nenhum vídeo ou imagem me satisfazia, abria inúmeros de uma vez só, e no final não me contentava. Em um próxima prática continuava tentando obter o máximo de prazer, mas voltava a me frustrar muitas vezes no final. Por fim, em meio a tudo isso eu era muitíssimo carente e tinha várias fantasias mentais românticas e sexuais, que eu tentava de maneira frustrada encontrar algo equivalente na P.

Resumidamente, era assim os meus dias e vida logo antes do reboot. Eu saí da faculdade, voltei para a casa dos pais e em meio disso veio a necessidade de uma mudança, e eu encontrei ela no reboot, descobri que a P não podia fazer parte da minha nova vida. Eu propus uma nova rotina, e inseri atividades que nunca havia feito antes, fui me descobrindo, me analisando, e recebendo um apoio incrível dos colegas do fórum, e de pouco em pouco, fui me aprimorando e aprendendo a lidar comigo mesmo, com meus impulsos, com minha rotina e afazeres.

Bom, e hoje? As mudanças que eu fiz foram um grandiosíssimo passo para eu sair de uma vida bem conturbada e ter uma vida bem mais equilibrada e saudável, e mesmo que não tenham me tornado alguém super produtivo, super estudante e super focado, elas foram o suficiente para algumas coisas. Primeiro, foram suficientes para eliminar a P e as fantasias da minha vida. Segundo, foram suficientes para que melhorasse meu estudo e me fizesse passar em um novo curso na universidade. E por fim, foram suficientes para me trazer uma maior clareza na minha vida de quem eu sou, qual meu propósito, incluindo o profissional, e por fim clareza de vários outros problemas e questões que eram camuflados pela P. Eu tenho muito a melhorar, tive e tenho muitos surtos ainda com meus problemas, muitas questões me preocuparam e me pressionaram, como eu já falei bastante aqui no fórum, mas eu prefiro ter noção dos meus problemas e surtar com eles, tendo a oportunidade de identificá-los e superá-los, do que ter todos eles camuflados pela P, me anestesiando, e deixar com que eles me destruam sem que eu ao menos perceba.

A cada dia que passa, eu tenho mais clareza de quem eu sou, da minha identidade e expressão, do que eu gosto, do que eu não gosto, de quais são meus valores, das minhas habilidades e dos meus objetivos profissionais. Além disso, tenho tido muito mais clareza em entender qual a minha verdadeira espiritualidade, e de tudo o que faz sentido para mim. O mundo se tornou visível, eu aprendi a enxergar, saí da ilusão, e tudo isso me assustou, me fez surtar a ainda faz, mas também me deu a oportunidade de enxergar o meu caminho e saber como superar aos poucos meus problemas. Eu ainda quero ser mais produtivo, quero me entender melhor, quero me pressionar menos, quero amar mais, quero aproveitar cada momento da minha vida, quero avançar com meus objetivos de estudo e profissionais, porém vejo que eu já tive meu começo, e daqui para a frente eu preciso apenas de paciência, não me atropelar, e seguir avançando com minha vida aos pouquinhos, sem nenhuma P me amarrando, me segurando, de lutar contra meus problemas.

Espero que esse relato possa ajudar alguém, cada um de nós possuímos questões e dificuldades diferentes, mas todas as pessoas podem analisar suas vidas, ver como a PMO as influencia, e podem superar suas aflições, nem que precisem de terapia para auxiliá-las.
Muitos abracinhos e beijinhos de luz para todas as pessoas que me acompanham!!

Olá Rene.Gade,

Estou começando a acompanhar seu diário, tenho uma dúvida, você não pretende mais fazer um Reboot de 90 dias de PMO? Para você o P era o grande problema na sua vida?

Um abraço fraterno!
David Silva
David Silva
Mensagens : 2628
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 34

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 24/5/2020, 17:16
Olá Renê
Parabéns pelos 280 dias.
Assim como você disse no meu diário, eu também me identifico muito com sua escrita. Confesso que quando olho me dá uma preguicinha: "que textão"!
Mas seus relatos são fantásticos! Aprendo muito com você. E nessa onda, queria te pedir, quando você tiver um tempinho escreva para nós sobre sua espiritualidade. Gostaria de ler sobre isso.
Abraços.

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto
26 dias - 2018 - janeiro
81 dias - 2018 - julho
20 dias - 2018 - dezembro
15 dias - 2019 - janeiro/fevereiro
44 dias - 2019 - março/abril
43 dias - 2019 - julho
39 dias - 2020 - janeiro
______
Início do meu diário: http://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 24/5/2020, 22:42
--> Marcão!!

Sim, colega. As MO's com P e a P eram o grande prejuízo para mim.

No entanto, durante todo esse tempo eu também tentei não fazer M.O's limpas (M.O's sem P e sem fantasias, apenas com sensações) e alcancei alguns períodos, porém acabei percebendo que elas de maneira equilibrada não eram um problema, visto que não eram acompanhadas nem de P e nem de fantasias, eu apenas precisava não deixar elas se tornarem compulsivas. Hoje eu percebo que possuo uma compulsão por essas MO's limpas, e eu tento focar em melhorar as causas delas, e não em evitá-las propriamente ditas.

Espero ter esclarecido sua dúvida!
Obrigado pela presença aqui!

--> Daviid!!

Obrigado, amigoo! Hahahahaha, eu imagino. Eu tenho um probleminha em escrever bastante, imagine a tortura que era fazer as redações nos vestibulares, hahaha, mas nesse caso sempre consegui, então devo conseguir aqui também. Eu gosto de escrever também, e por isso sempre me empolgo.

Sobre espiritualidade, é algo que estou desenvolvendo aos poucos. Eu tive uma criação religiosa, mas acabei me traumatizando com tudo isso, haha, e hoje não me identifico mais com ela. Eu precisei ir para um extremo, de não querer não ter nenhum contato com nada disso, e agora aos poucos estou me descobrindo, vendo o que faz mais sentido para mim e me conectando com minhas crenças de pouquinho em pouquinho.

Abracinhoos de Luzz!!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
Logan
Logan
Mensagens : 170
Data de inscrição : 22/10/2017
Localização : Pomerode/SC

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 5/6/2020, 16:40
Bom, uma estratégia que eu abordei para esses gatilhos de instagram, youtube é curtir coisas que não usem humanos como modelos. O que por exemplo? No instagram comecei a seguir um monte de páginas de carros e plantas de arquitetura, já que dificilmente estes utilizam modelos para propaganda. Não, eu não manjo nada de mecânica e engenharia, mas foi apenas pra não ver "corpos perfeitos" nas redes sociais, youtube, etc.

_______________________________________
Diário: MODO ULTRA HARD

Reboot NoPMO e NoFap = 117 dias!
Metal atual: MODO ULTRA HARD = NoPMO, NoFap e não me deixar dominar por "pensamentos" fazer uma faxina no cérebro.

-
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 6/6/2020, 16:49
--> Logan!!

É uma ótima estratégia, colega. No começo do meu reboot eu optei por me afastar um pouco das redes sociais, retirar os aplicativos e notificações, e entrar no mínimo uma vez por dia. No Instagram eu deixei de seguir um rapaz, que postava fotos muito sexualizadas, haha, mas não cheguei a seguir somente páginas sem modelos. Recentemente eu optei por seguir a mesma estratégia de antes, eu preciso apenas do Facebook por questões da faculdade, e acabo sendo sugado pelo feed às vezes, hahaha. Porém o Instagram estou entrando bem pouco, eu quase não vejo mais graça nele. Talvez a coisa mais sexualizada que eu acabo me deparando são algumas séries, mas eu sempre busco evitar aquelas que são muito sexualizadas, e não prestar atenção quando surge uma cena sexual. Mas até nisso eu venho diminuído por estar focando nas atividades acadêmicas.

Obrigado pela dica e pela presença!
Até maaiss!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
Logan
Logan
Mensagens : 170
Data de inscrição : 22/10/2017
Localização : Pomerode/SC

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 6/6/2020, 16:56
Rene.Gade escreveu:--> Logan!!

É uma ótima estratégia, colega. No começo do meu reboot eu optei por me afastar um pouco das redes sociais, retirar os aplicativos e notificações, e entrar no mínimo uma vez por dia. No Instagram eu deixei de seguir um rapaz, que postava fotos muito sexualizadas, haha, mas não cheguei a seguir somente páginas sem modelos. Recentemente eu optei por seguir a mesma estratégia de antes, eu preciso apenas do Facebook por questões da faculdade, e acabo sendo sugado pelo feed às vezes, hahaha. Porém o Instagram estou entrando bem pouco, eu quase não vejo mais graça nele. Talvez a coisa mais sexualizada que eu acabo me deparando são algumas séries, mas eu sempre busco evitar aquelas que são muito sexualizadas, e não prestar atenção quando surge uma cena sexual. Mas até nisso eu venho diminuído por estar focando nas atividades acadêmicas.

Obrigado pela dica e pela presença!
Até maaiss!

Essas dicas também valem para facebook! No caso você também pode pedir acesso a grupos desse tipo só pra encher o feed de notícias e em consequência mudar o algoritmo de publicidade. Outra coisa, naquela parte que eles tem de "relatar um problema" eu tenho me queixado dessas publicidades aleatórias que eles postam. E aos poucos tá mudando. Tão enviando muita coisa de montadoras e engenharias. Fica até mais agradável acessar redes sociais assim, instagram por exemplo eu odiava por conta desse markenting doentio com "corpos perfeitos" que tem lá.

_______________________________________
Diário: MODO ULTRA HARD

Reboot NoPMO e NoFap = 117 dias!
Metal atual: MODO ULTRA HARD = NoPMO, NoFap e não me deixar dominar por "pensamentos" fazer uma faxina no cérebro.

-
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 7/6/2020, 22:23
Logan:

Logan escreveu:
Rene.Gade escreveu:--> Logan!!

É uma ótima estratégia, colega. No começo do meu reboot eu optei por me afastar um pouco das redes sociais, retirar os aplicativos e notificações, e entrar no mínimo uma vez por dia. No Instagram eu deixei de seguir um rapaz, que postava fotos muito sexualizadas, haha, mas não cheguei a seguir somente páginas sem modelos. Recentemente eu optei por seguir a mesma estratégia de antes, eu preciso apenas do Facebook por questões da faculdade, e acabo sendo sugado pelo feed às vezes, hahaha. Porém o Instagram estou entrando bem pouco, eu quase não vejo mais graça nele. Talvez a coisa mais sexualizada que eu acabo me deparando são algumas séries, mas eu sempre busco evitar aquelas que são muito sexualizadas, e não prestar atenção quando surge uma cena sexual. Mas até nisso eu venho diminuído por estar focando nas atividades acadêmicas.

Obrigado pela dica e pela presença!
Até maaiss!

Essas dicas também valem para facebook! No caso você também pode pedir acesso a grupos desse tipo só pra encher o feed de notícias e em consequência mudar o algoritmo de publicidade. Outra coisa, naquela parte que eles tem de "relatar um problema" eu tenho me queixado dessas publicidades aleatórias que eles postam. E aos poucos tá mudando. Tão enviando muita coisa de montadoras e engenharias. Fica até mais agradável acessar redes sociais assim, instagram por exemplo eu odiava por conta desse markenting doentio com "corpos perfeitos" que tem lá.

--> Logaaan!!

Não sabia dessa sobre o Facebook, irei dar uma olhadinha, pois há alguns patrocínios muito bizarros e sexualizados de rapazes e roupas íntimas, hahaha. Tem também um menino que vira e mexe compartilha casais de rapazes sexualizados em gifs, imagens, etc. Porém, o Facebook nunca serviu de gatilho para mim, esses patrocínios e postagens são raros e o que mais aparece lá são pessoas comuns que eu tenho adicionado, além disso eu tento evitar ficar muito tempo no feed, apenas confiro mais o grupo da faculdade. Tanto o Instagram, tanto o Facebook eu acesso apenas pelo navegador, então não recebo notificações.

Eu imagino o quanto o Instagram e outras redes sociais podem ser bem doentias, infelizmente hoje as coisas andam bem mais expostas, e cria-se um padrão de corpos perfeitos e objetificados que é lamentável. Aliás, algo interessante é que os "corpos perfeitos" da internet nem me aparentam tão atrativos depois do reboot, pois uma pessoa comum se tornou tão atrativa para mim quanto um corpo musculoso de algum rapaz, uma foto não sexualizada de alguém sorrindo por exemplo se tornou bem mais interessante para mim, pois se aproxima mais do real e demonstra não o corpo de alguém e sim mais sobre quem ela é como pessoa, alguém gentil, bondoso, etc. E claro, pessoas reais são muito mais interessantes do que fotos. Eu mal vejo a hora de toda essa situação pandêmica acabar, para poder voltar com as socializações reais.

Obrigado novamente pelas dicas, colega!
Abracinhoss!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
BSB-BRO
BSB-BRO
Mensagens : 74
Data de inscrição : 02/06/2020
Idade : 29
Localização : Brasília

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 8/6/2020, 09:45
Oi Renê, tudo bem contigo?

Lendo seus relatos eu me peguei bastante intrigado sobre o motivo de você nunca ter ficado com ninguém. Fiquei curioso porque você narra algumas fantasias românticas que vão de olhar um desconhecido na rua direto para seu casamento (rs), então dá para deduzir que você tem interesse em se relacionar. O que levou você a fazer essa escolha?

_______________________________________


_______________________________________

DIÁRIO DO BRO


Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 8/6/2020, 13:44
--> Oii, Bro, tudo sim!

Então, não sei bem se foi uma escolha, talvez em partes sim. A questão é que eu sempre tive fantasias românticas e sempre sonhei com o famoso príncipe encantado, hahaha. Porém a P sempre esteve presente em todo esse período e isso me deixava anestesiado, ou melhor eu buscava satisfazer essas fantasias na P, e isso me fazia não sentir tanta necessidade assim de buscar um relacionamento de outras formas.

E outro ponto é a falta de oportunidades mesmo, eu nunca saía de casa quando menor, nunca gostei de festas. Só havia a escola e eu nunca flertava com ninguém, mesmo depois de ter declarado minha orientação sexual para família e amigos.

Aliás eu também tinha um crush no meu amigo que também era gay, mas ele nunca se interessou por mim, às vezes não me tratava muito bem e com o tempo eu fui superando isso e meio que aquilo me colocou na cabeça a ideia de que eu não preciso de ninguém, que sou autossuficiente e etc, ou seja fui de um extremo a outro. Ou pelo menos isso da boca para fora, pois eu queria ser assim, mas continuava fantasiando horrores e vendo P, imaginando o príncipe encantado virtual, com quem eu me satisfazia.

Dessa forma eu tinha a ideia de não querer um relacionamento, pois pensava que eu não precisava disso, que eu precisava ser feliz sozinho, que se apaixonar era algo besta. Porém, por mais que eu pensasse isso no fundo eu estava carente por tudo isso, e a forma que eu encontrava de me satisfazer era com a P e fantasias. Sendo assim eu aparentava e de certa forma não sentia necessidade de um relacionamento, mas não porque eu era feliz sozinho, e sim porque eu me anestesiava com a P.

Esse pensamento de ser sozinho veio tanto da desilusão amorosa, tanto também como um resquício da religião, eu pensava que ter relações sexuais com um homem era errado, então eu só namoraria com um rapaz se não houvesse sexo, e por conta disso ninguém ia me querer, logo era mais fácil ficar sozinho.

Quando eu entrei na faculdade, continuei não indo em festas, morava sozinho. Então era só faculdade, pmo, e sair com os colegas às vezes. Desde a escola eu nunca mais me apaixonei por ninguém e continuei seguindo com a PMO. Então eu saí dessa faculdade e voltei para a casa dos meus pais e foi aí que eu descobri o fórum e o reboot.

Eu fiz o reboot e agora não me satisfazia mais com a P e fantasias. Dessa forma a carência continuou, porém sem as fantasias e P, ela apenas ficou nos meus sentimentos e necessidades. Eu deixei de pensar sobre ser sozinho e autossuficiente, pois ninguém é assim, por mais que você goste de estar sozinho. E entendi que tudo é um equilíbrio, se eu quero ter alguém, tudo bem, mas não posso fazer disso uma necessidade.

A minha saída era a nova faculdade nesse ano. Agora iria morar com outras pessoas, uma cidade nova, maior, ia ter novas socializações, e tudo isso iria me fazer bem, me fazendo superar dessa carência. Então tudo isso ocorreu, mas não da maneira que eu pensava, eu me pressionei tanto para socializar (além de me pressionar com outras coisas também) que acabei me perdendo e entrando em desespero. Agora eu estava carente e desesperado, hahaha. E no ápice disso tudo veio a pandemia, então por um lado ela me tirou da dificuldade, mas me colocou em um limbo novamente, a casa dos pais, sem novas socializações, o que fez a carência aumentar um pouco mais. Então eu ainda sinto essa necessidade, como se precisasse de um relacionamento para ser feliz.

A saída que eu vejo hoje é voltar para a nova faculdade, mas dessa vez sem pressões, deixar rolar. Assim a carência diminui e eu também não entro em desespero. Por enquanto eu vou tentando me equilibrar até que esse dia chegue, quem sabe daqui alguns meses quando a pandemia acalmar.

Aqui um resuminho do que eu falei, caso esteja confuso:

Renê Escolar - PMO + Carência + Paixonite
Renê Escolar/Faculdade - PMO + Carência + Ideia de Ser Sozinho
Renê Casa dos Pais - Carência
Renê Faculdade 2 - Carência + Pressão
Renê Quarentena - Carência

Desculpe o textão, sua pergunta foi bem interessante, pois enquanto ia escrevendo eu fui ligando vários pontos que eu não havia percebido antes, então novamente me desculpe se ficou confuso ou se escrevi algo errado, estou pelo celular também.

Abracinhoss e espero ter te respondido.

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
psico
psico
Mensagens : 600
Data de inscrição : 06/11/2016

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 8/6/2020, 20:22
René meu anjo, eu li esse seu ultimo relato. Já fazia um tempinho que eu não passava aqui né? Confesso que eu fiquei com uma certa curiosidade, e como bom curioso, eu me senti na vontade de te perguntar umas coisinhas, e relatar outras.

O seu relato foi um tanto claro em relação à uma carência afetiva, acredito eu, que você sente à um tempo. Outra coisa que você relatou, é sobre uma tendencia talvez de fantasiar e idealizar o "príncipe encantado" que vai chegar um dia na sua vida montado num cavalo branco te convidando pra viver uma vida de amores sem fim. Algo que eu realmente gostaria de saber de você, levando em consideração que talvez essa pergunta vá ser talvez um tanto invasiva, é justamente sobre essa carência.

Uma coisa que você mencionou, é que houve uma expectativa sua de que essa carência afetiva fosse suprida quando você fosse para a nova faculdade em outra cidade e convivesse com outras pessoas. Essa carência, pelo seu relato, parece que continuou. Com a pandemia a coisa ao que parece piorou. Agora você torna a dizer que a sua "saída" seria voltar pra sua faculdade novamente.

Levando em consideração o que você disse sobre "se eu quero ter alguém, tudo bem, mas não posso fazer disso uma necessidade" e também que o que não ocorreu na faculdade, será não existe a possibilidade de que você esteja fantasiando mesmo que sem perceber algo relacionado a faculdade? Será que a faculdade não esteja se tornando o seu "príncipe encantado"? Falei bobagem? rsrs. Responde ai quando puder.

Brigadão pela força de sempre.

_______________________________________
BSB-BRO
BSB-BRO
Mensagens : 74
Data de inscrição : 02/06/2020
Idade : 29
Localização : Brasília

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 8/6/2020, 23:44
Quanto ao tamanho do texto não precisa ficar preocupado Renê (rs)

Temos muito em comum, principalmente a busca pelo "príncipe encantado". Mas esse infelizzz nunca aparece. Diferente de você, eu me apaixonei até demais - tudo platônico.

O que te impede de socializar na cidade em que você mora? Seus pais? Algum traço religioso?

_______________________________________


_______________________________________

DIÁRIO DO BRO


David Silva
David Silva
Mensagens : 2628
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 34

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 9/6/2020, 10:52
Renê,
Bom dia,
Eu adorei o texto. E percebo que ele foi um dos que você mais falou de você. Vejo sua alma e sua identidade transbordando nele.
Tudo no seu tempo! Sem pressa!
A senhora não vai namorar o Psico? Então tá tudo resolvido kkkkkkkk
Abraços!!!!

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto
26 dias - 2018 - janeiro
81 dias - 2018 - julho
20 dias - 2018 - dezembro
15 dias - 2019 - janeiro/fevereiro
44 dias - 2019 - março/abril
43 dias - 2019 - julho
39 dias - 2020 - janeiro
______
Início do meu diário: http://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 9/6/2020, 21:00
--> Psiquinhoo!!

Tudo bem, amore, haha, pode perguntar.

Hmmmm, você tem razão, Psico. Quando eu escrevi sobre essas poucas semanas que fiquei na nova faculdade, eu estava pensando se eu estava "carente" nessa época, ou não, porém percebi que talvez estava sim. O primeiro motivo era porque eu criei uma pressão muito grande em cima de mim para socializar, eu precisava me dar bem com as pessoas, precisava passar uma imagem de pessoa gentil, precisava ter amigos, e etc. E outro motivo era que eu me sentia mal com a ajuda que eu estava recebendo dos veteranos, eles estavam me ajudando em muitas coisaaas e sendo bem legais, até mesmo pois é uma "cultura" do curso essa ajuda, visto que muitos vem de longe e ficam perdidos. No entanto, eu estava sempre pensando que estava atrapalhando e queria sempre mostrar que eu estava ajudando e não somente atrapalhando. Eu estava lendo sobre carência afetiva e vi que uma característica dela é a necessidade de agradar a tudo e todos, com o receio de perder as pessoas. Eu me identifiquei com isso, pois sempre tento ser uma pessoa que agrada os outros e me sinto desconfortável quando outras me ajudam, e essa estava sendo uma época que por estar recebendo muita ajuda dos outros eu estava me sentindo indigno dela, kkkkkkk. Não tenho certeza, obviamente, se isso é relativo a carência afetiva em si, ou a algum complexo de inferioridade, porém era algo que eu senti bastante em meio a toda a pressão que eu estava passando. No último dia de aula, que eu não fazia ideia que iria ser o último, eu voltei chorando silenciosamente no busão, hahaha, e uma veterana percebeu que eu não estava bem quando cheguei em casa e foi um amorzinho comigo.

Eu entendo que naturalmente não é uma situação fácil, o processo de adaptação onde tudo é novo e etc, porém eu sentia que isso aflorou algumas questões que já existiam em mim. A questão da carência eu senti que talvez não estava tão forte no sentido romântico de fantasias, mas estava nessas questões que eu apontei, de necessitar dessa aprovação das pessoas. É um pouco mais complexo do que apenas o príncipe, e eu imagino que voltar seja bom, pois eu acredito que talvez consiga lidar melhor com a pressão. Por mais que tudo estivesse tenso, e com essa minha necessidade de aprovação constante, eu percebi que não estava tão relevante essa questão de querer ter algo romântico, questão essa que ficou maior nessa quarentena. Por conta disso eu penso que ao voltar para a nova faculdade a questão romântica vai diminuir, pois terei socializações reais, e para evitar que toda a tensão anterior se repita eu cuidarei para não me pressionar, claro que não será fácil, mas é por isso que eu acredito que voltar será melhor. A romântica vai naturalmente diminuir e a questão da aprovação seria somente lidar com a minha pressão interna.

Por fim eu vejo sim que eu crio um pouco de expectativas com esse futuro, e com certeza vou quebrar a cara, assim como eu já quebrei nas primeiras semanas. Por mais que eu tenha falado para mim mesmo não criar expectativas, eu sempre crio, assim como criei no início do ano e estou de certa forma criando agora. No entanto, tudo é uma aprendizagem que eu vou agregando, eu já estou bem diferente do Renê daquelas primeiras semanas, então apenas me resta esperar.

A melhor coisa é não depender desse futuro acreditando que tudo está horrível agora, e tudo será lindo depois, e sim aproveitar o agora, viver o agora, por mais que não seja fácil, pois quem garante que o futuro irá chegar? Realmente não vou entrar em um relacionamento agora, e acredito que nem tão cedo (explico no comentário do colega abaixo), porém não preciso projetar a minha felicidade nesse futuro, muito menos nesse futuro relacionamento, que como você bem apontou seria o meu príncipe encantado, todo esse futuro. Eu posso ser feliz agora, mesmo que sozinho, pois colocar minha felicidade nesse futuro na faculdade é apenas ilusão e fantasia, e nada garante que ele aconteça. Por mais que eu não goste desse ambiente que estou e das pressões que aqui possuo, eu preciso lidar com ela da melhor forma, e não vai ser sonhando com o futuro que eu irei melhorar.

Ufa, espero ter esclarecido sua dúvida, também esclareceu algumas minhas. Obrigado pelo resposta, coleguinha!
Beijinhos e abraços de luzz!!  I love you

--> Brozinho!!

Obrigado amigo, hahaha, às vezes (sempre) eu me empolgo.

Poxa, hahaha, acho que ele deve ter sido sequestrado no caminho, não? Ou será que ele perdeu a batalha com o dragão? Hahahahahah, ninguém sabe, só sei que estou bem princesa iludida na torre. Eu preciso dar uma de Elsa e sair bem 'livre estou'.

Sobre a questão de relacionamentos aqui onde estou, é um pouco de tudo, menos da religião, visto que hoje estou bem suave com essa questão em mim. A primeira coisa é a quarentena, hahaha, porém quando morava aqui antes da quarentena ainda assim eu somente saía para a casa de minhas amigas e amigos. Então o segundo ponto é não ter muita coisa para se fazer aqui nessa cidade pequena, e eu não gostar de ambientes de festa, muitas pessoas, etc, eu gosto de locais calmos e com pessoas que gosto. O terceiro ponto é que eu também não sou de acordo com aplicativos, que todos meus amigos possuem, hahaha, visto que por conta da P e das irrealidades que a gente vive, eu tenho um pouco de receio de conhecer pessoas virtualmente com esse intuito de relacionamento. Outra questão como você falou é a questão dos pais, nem sei qual seria a reação deles se eu falasse que estava saindo para encontrar um garoto, hahahaha, ia ficar um clima tenso, então definitivamente não teria como, a não ser que fosse algo mais escondido, porém não gosto de mentir.

Sim, eu imagino o que você esteja pensando, eu sou beeeem chato, hahahahahahaha. Sei lá, é só o que eu penso. Eu queria que meus relacionamentos fossem reais e naturais, assim como eu já disse aqui no meu diário. Eu queria encontrar alguém de forma mais natural, conhecer essa pessoa, e depois de um tempo de amizade iniciar um relacionamento, tendo minhas primeiras experiências de maneira calma, natural. Eu sei que isso pode ser a minha versão do meu príncipe encantado, a minha fantasia, e é por isso que não pretendo ficar criando expectativas com o futuro, e sim apenas ir vivendo meu presente.

Muito obrigado pela resposta, amigo!
Abracinhoss de luzz!!  I love you

--> Davidzinhoo!!

Obrigado pelas palavras, amigo. Expressar-me aqui é algo que eu penso que me faz muito bem, e é algo que eu estou aprendendo aos poucos, a mostrar a minha vulnerabilidade, visto que sempre fui muito de evitar meus sentimentos e de aparentar ser uma pessoa sempre forte.

Siiim, que bom que você tocou nesse assunto. O Psiquinho e eu estamos em um relacionamento aberto, não é Psico? Com certeza será um ótimo primeiro relacionamento e vamos aprender muito juntinhos, hahahaha. Ele não chegou em um cavalo branco, mas já é o meu príncipe.

Abracinhos e beijinhos de luzz, amigo!!  I love you

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  

Urso Polar gosta desta mensagem

David Silva
David Silva
Mensagens : 2628
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 34

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 10/6/2020, 12:07
Sempre arrasando!

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto
26 dias - 2018 - janeiro
81 dias - 2018 - julho
20 dias - 2018 - dezembro
15 dias - 2019 - janeiro/fevereiro
44 dias - 2019 - março/abril
43 dias - 2019 - julho
39 dias - 2020 - janeiro
______
Início do meu diário: http://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário do Renê - Reboot - Página 23 Empty Re: Diário do Renê - Reboot

em 12/6/2020, 16:45
--> Daviiid!!

Você que arrasa, amigo!

Abracinhoos!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum