Ir em baixo
Fenix35
Fenix35
Mensagens : 28
Data de inscrição : 04/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 4/10/2019, 17:06
Estou cansado, deprimido com minha auto estima no chão. A vida está sem graça apesar de estar tudo bem. Preciso desabafar se não eu morro engasgado com isso que me sufoca há anos. Vou contar minha história, de como vim parar aqui e gostaria muito da ajuda de todos...

Sempre fui o garoto orgulho da família, o mais bem sucedido, o exemplo a ser seguido. Por isso sempre me sentia muito cobrado a ser um modelo perfeito de ser humano. O que muitos não sabem é que com 6 anos de idade fui convidado por um colega de escola a ir no banheiro com ele e lá comecei minha vida sexual. Virou rotina, todos os dias eu fazia aquilo e nem sabia o que estava fazendo, afinal eu era só uma criança. Era sempre na mesma hora, pedíamos a professora para ir ao banheiro, primeiro ele depois eu. Ele me dizia que o pai dele tinha ensinado e mandava fazer com os colegas.

Aos 7 anos, um primo de mesma idade me chamou pra brincar em sua casa. Chegando lá ele sugeriu brincar de papai e mamãe, eu seria o pai e ele a mãe. Nos relacionamos sexualmente até os 16 anos. Já aos 8 anos, um vizinho mais velho (ele tinha 16 na época) me chamou pra brincar e lá ele se masturbou na minha frente e pediu pra eu ajudar ele. Foi meu primeiro contato com um corpo adulto. Eu sabia que aquilo era errado e incomum, não entendia muito o que acontecia, não erotizava absolutamente nada e não sentia atração por ninguém. Paramos por aí. Na mesma época comecei a me relacionar sexualmente com uma vizinha também mais velha que incentivava a fazer sexo oral nela e na irmã menor.

Nas férias escolares sempre ia pra casa da minha avó e foi lá, aos 11 anos, que a P entrou na minha vida. Eu tinha dois primos mais velhos que sempre colecionavam revistas e assistiam P na calada da noite...no início eu não entendia bem o que acontecia mas depois aquilo começou a me excitar. Foi quando ouvi os meu primos conversando sobre M e O. Aquilo me deixou curioso e comecei a praticar. Paralelamente sempre tinha encontros com aquele meu primo na casa da minha avó (todos passávamos as férias lá). A esta altura todos os outros contatos sexuais com a vizinha haviam cessado. Eram revistas e filmes todos os FDS e uma descoberta inocente e gostosa. Curiosamente, percebi uma tendência a gostar de ver cenas e imagens de sexo onde o pênis do ator estava mais em evidência; sempre praticava M olhando para estas imagens.
Aos 15 anos descobri uma Revista G Magazine escondida entre a coleção dos meus tios e primos...foi ali que descobri que meu maior estímulo eram imagens masculinas.

Ninguém nunca soube (exceto meu primo) que tinha essa tendência sexual. Ao mesmo tempo gostava de mulheres também e comecei a namorar com algumas...para os meus colegas eu era sempre o mais bonito e que pegava as mais bonitas também; ninguém nunca soube ou desconfiou de absolutamente nada. Eu tinha uma via dupla, me relacionava com mulheres, gostava mas sentia uma forte atração por homens.
Aos 20 anos achei a mulher da minha vida, quando as 23 me casei. Todos diziam que era loucura mas eu insisti porque era apaixonado por ela e ainda sou. Ela nunca desconfiou de nada e meu vício sempre continuava. Nesta época a internet começava a ofertar conteúdos gratuitos e interessantes e sempre que me deparava com isso continuava no PMO. Nossa vida sexual como casal sempre foi ótima mas quando ocasionalmente meu vício me prendia, eu negava porque me sentia culpado por gostar de conteúdo gay.

Neste mesmo ano que casei, descobri que existiam o bate papo UOL e Skype e que os cara se encontravam pra se M juntos. Foi a minha derrota...
No ano seguinte resolvi apostar num encontro com um cara que tinha o mesmo interesse que eu, na internet mais chamado comumente de frottage ou sexo sem penetração ou M mútua. Foi uma experiência péssima e foi ali que descobri também que na realidade não é o sexo masculino que me atrai e sim a fantasia, ou seja, imagens. Quando caiu a ficha me senti esquisito e resolvi procurar uma psicóloga. Ela me disse que tenho um sentimento chamado de homoerotismo, ou seja, a imagem masculina me excita mas fica apenas no campo do desejo e não da realização. Nessa época a PMO pra mim era como uma válvula de escape: se sentia raiva, me frustrava ou queria me recompensar sempre recorria a PMO.

Tudo piorou no ano passado quando fui promovido pra um escritório na capital do meu estado e lá tinha minha própria sala, horários flexíveis e pouca cobrança. Minha lista de contatos no Skype só aumentava e eu mantinha relacionamentos "sérios" na WEB com caras só pra prendê-los e ter sempre alguém ali esperando por mim quando quisesse me aliviar. Percebi uma forte fixação minha em sempre querer ter meu pênis elogiado e desejado e isso aumentava ainda mais meu desejo. Descobri que no Twitter a exposição de P com pessoas "reais" é maior e hoje é a minha maior fonte de consumo. Nem sempre deu pra praticar M pelo Skype pois nunca estava sozinho, seja no trabalho ou em casa, por isso minha frequência de M foi caindo cada vez mais, cerca de 1x ao mês, mas o consumo de P tornou-se cada vez maior...eu acordava, pegava o celular, ia pro banheiro olhar P; chegava no trabalho, ia ao banheiro olhar P; no intervalo de almoço deixava de comer e fui começando a deixar de trabalhar! Sim, percebi que passava 1h trabalhando e o resto olhando P no computador ou celular...conversando no skype, no UOL Chat. Minha produtividade estava caindo e meu mundo girava em torno da P.

Meu estado emocional só piorava, eu me sentia um lixo. Passava o dia todo excitado mas não descarregava. Tamanha excitação molhava minha calça de líquido pré ejaculatório e eu estava um lixo. Parei de me cuidar, fui perdendo os amigos, me afastando da família pela tristeza e culpa que sentia. Não me sinto atraente nem bonito. Minha mulher percebe, tenta me ajudar mas ela nem imagina o que é...eu a amo demais, ela é tudo pra mim, o amor da minha vida. Nossa frequência aumentou um pouco mais mas estou sempre me isolando.
Na última segunda feira decidi parar. Aquilo está me matando. Fiquei três dias sem absolutamente nada, comecei a me sentir vivo outa vez...até que uma colega do escritório falou que vazou nudes de um ex dela. Senti aquela falta de ver um pinto e corri pro twitter e pro Skype pra responder as mensagens. Me senti péssimo e vi que isso roubava a maior parte do meu dia. Não pratico M há uns 25 dias mas estou aliviando com o sexo.

Resolvi parar de novo e hoje começo um novo reboot. Estou louco, subindo pelas paredes fico excitado por nada, estou ficando molhado à toa. Vou vencer o dia de hoje!

Ajudem-me!


Última edição por Fenix35 em 7/10/2019, 14:25, editado 1 vez(es)
5&4
5&4
Admin
Admin
Mensagens : 2721
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 4/10/2019, 19:25
Oi, Fenix35!

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio do Projeto Revert, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer.

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Antes de mais nada, leia nossas Regras de Participação , Orientações Básicas e Proibições .

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum .

  • Faça o download do Guia Introdutório - Vício em Pornografia, Como Parar?" Guia Introdutório ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado). Leia o Guia Introdutório na íntegra, se possível aprofunde-se com o curso online Programa Revert para extirpar definitivamente a pornografia em sua vida por meio do método "Como Parar".

  • Instale os bloqueadores no seu computador: Configuração do Clean Browsing e Bloqueamento via Hosts / Inter App Control Pro (Super Recomendado. A versão paga vem com recursos importantes, como o bloqueio por janelas - vale a pena adquirir) ou Blok Supreme (Super Recomendado. A versão paga vem com recursos importantes, como o bloqueio por janelas - vale a pena adquirir) / Download do Qustodio (A versão gratuita já ajuda bastante e você também pode utilizar uma versão mobile). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores .

  • Proteja seus dispositivos digitais. Exclua seus navegadores convencionais e instale o Spin , Kids Safe Browser ou Mobicip . Além disso, instale o NetAngel que possui uma vpn poderosa que inibe a maioria esmagadora dos sites pornográficos, bem como o SmartAppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores .

  • Para a realização do cadastro nos softwares dos bloqueadores utilize um e-mail temporário descartável, pois, assim, você evita uma possível recuperação da senha. Utilize também um método de ocultação de senha, para evitar que você desative os bloqueadores em um momento de fissura. Acesse: Método para esconder a senha.

  • Instale um contador de dias. Tutorial Contador de Dias (O contador ajuda a te situar melhor durante esse processo, bem como na motivação).

  • Embora o foco do site seja se livrar do vício em pornografia, avalie também a necessidade de reduzir, ou em alguns casos o melhor seria extirpar mesmo, outros vícios da sua vida, pois poderão interferir de alguma forma em seu experimento, como masturbação, álcool, drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Jamais ignore as atividades de substituição ao vício ou religação, pois essas atividades concedem dopamina de forma natural ao seu corpo. Procure fazer uma ou mais atividades, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade. Para isso, identifique quais são as atividades nas quais ocorre a maior descarga de dopamina. Perceba como se sente após o término da atividade.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Sendo assim, essas ferramentas digitais acabam mais prejudicando do que ajudando no seu experimento. Isso é válido para chats em geral também. Além disso, reduza o seu tempo conectado à internet, seja no computador ou outros dispositivos. Seja focado e seletivo quando estiver conectado, evite a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Um forte abraço!

_______________________________________
Diário do Fenix - Minha Luta diária Meu_di12
Fenix35
Fenix35
Mensagens : 28
Data de inscrição : 04/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Um dia depois

em 5/10/2019, 20:44
Hoje me sinto bem, tive algumas ereções espontâneas mas nada fora do controle. Tem horas que eu nem sinto que tenho um pinto. Estou tentando me afastar das mídias sociais porque percebi que lá existem vários gatilhos para consumo de P. Senti muita falta de mexer no celular mas me controlei o tempo inteiro e resolvi estudar um pouco e sair com a esposa para ocupar meu tempo. Estou tentando me reconectar comigo mesmo...ainda assim, sinto muita falta da P e da sensação de recompensa que supostamente ela me proporciona. Quando racionalizo, lembro que na verdade depois do consumo vem a culpa, então desisto.
High-
High-
Mensagens : 109
Data de inscrição : 05/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 6/10/2019, 07:56
Fenix35 escreveu:Hoje me sinto bem, tive algumas ereções espontâneas mas nada fora do controle. Tem horas que eu nem sinto que tenho um pinto. Estou tentando me afastar das mídias sociais porque percebi que lá existem vários gatilhos para consumo de P. Senti muita falta de mexer no celular mas me controlei o tempo inteiro e resolvi estudar um pouco e sair com a esposa para ocupar meu tempo. Estou tentando me reconectar comigo mesmo...ainda assim, sinto muita falta da P e da sensação de recompensa que supostamente ela me proporciona. Quando racionalizo, lembro que na verdade depois do consumo vem a culpa, então desisto.

Fala guerreiro, sou meio novo aqui no fórum...acompanhando sua luta, a melhor coisa que você faz é abandonar as redes sociais, sua autoestima automaticamente sobe.
não desista e sempre racionalize suas decisões.

_______________________________________
Acesse meu diário -> study
Fenix35
Fenix35
Mensagens : 28
Data de inscrição : 04/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 7/10/2019, 08:03
High- escreveu:
Fenix35 escreveu:Hoje me sinto bem, tive algumas ereções espontâneas mas nada fora do controle. Tem horas que eu nem sinto que tenho um pinto. Estou tentando me afastar das mídias sociais porque percebi que lá existem vários gatilhos para consumo de P. Senti muita falta de mexer no celular mas me controlei o tempo inteiro e resolvi estudar um pouco e sair com a esposa para ocupar meu tempo. Estou tentando me reconectar comigo mesmo...ainda assim, sinto muita falta da P e da sensação de recompensa que supostamente ela me proporciona. Quando racionalizo, lembro que na verdade depois do consumo vem a culpa, então desisto.

Fala guerreiro, sou meio novo aqui no fórum...acompanhando sua luta, a melhor coisa que você faz é abandonar as redes sociais, sua autoestima automaticamente sobe.
não desista e sempre racionalize suas decisões.

Obrigado, meu amigo! Muita força pra vc também, gostaria de acompanhar sua história. Um forte abraço!
Fenix35
Fenix35
Mensagens : 28
Data de inscrição : 04/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Dia 4

em 7/10/2019, 08:16
O domingo foi um dia tranquilo, resolvi fazer algumas atividades ao ar livre pra não ficar em casa e me sentir tentado. Quase não usei o celular e quando entrei nas redes sociais senti um repulsa daquelas vidas mentirosas. Evitei gatilhos o dia todo e fiquei excitado em alguns momentos pois estava com uma cueca folgada, assim o contato com meu pênis me estimulava e então resolvi tomar um banho rápido e troquei de cueca.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Hoje é segunda, meu quarto dia sem P. Acordei para ir ao trabalho e percebi que havia tido polução noturna, acho que estava com muita vontade de fazer sexo com minha esposa mas não tivemos tempo. Acordei com uma ereção muito intensa que demorou cerca de 15 minutos pra passar. Neste período fiquei na cama aguardando passar pra não ir ao banheiro e praticar M. Durante o período da ereção, evitei todo tipo de pensamento erótico e me concentrei bastante em me planejar pro dia de hoje.

Estou otimista e se que vou vencer esta batalha!

Atualização 1: estou no momento mais difícil do meu dia, sozinho no escritório com um PC disponível. Vencendo!


Última edição por Fenix35 em 7/10/2019, 14:15, editado 1 vez(es)
Chronos
Chronos
Mensagens : 43
Data de inscrição : 13/09/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 7/10/2019, 11:17
Li seu depoimento e me identifiquei em vários pontos. Também me viciei em chats de bate papo da uol, que acabava sendo uma ponte para adicionar mulheres no skype. Era horrível, ficava horas falando com aquelas mulheres (muitas vezes senhoras) na esperança de fazer sexo virtual com elas. E ficava viciado na sensação de ter meu penis elogiado, assim como você mencionou. Hoje este vício é mais forte em mim do que a própria pornografia e trocaria o meu braço esquerdo para me ver livre dele. Apesar de nunca ter mandado foto nu com o meu rosto e sempre usar foto de avatar nas minhas contas do skype, me gela a espinha saber que existem fotos do meu penis na rede...

O chats são mais difíceis de bloquear que sites pornos, o que torna minha tarefa mais difícil ainda. Estou desesperado, não sei mais o que faço, eu deleto minha conta de skype, mas alguns dias depois estou lá criando outra e adicionando mulheres nela de novo. É impressionante a facilidade de se conseguir isso. #VícioDeMerda

_______________________________________



Visite meu diário Very Happy
http://www.comoparar.com/t9530-recuperando-o-tempo-perdido
Peixe-coruja
Peixe-coruja
Mensagens : 394
Data de inscrição : 05/10/2015
Localização : Luz da Lua

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 7/10/2019, 13:17
oi fenix35,
sua história me gelou a espinha. eu sou gay mas me identifiquei bastante com o que você contou. eu também acessava skype e bate-papo como forma de obter estímulo mostrando o meu órgão para outros caras e vendo o deles. só consegui ter um relacionamento estável uma vez e mesmo assim quando algo não ia bem me aliviava entrando nos chats.
é importante que você se desligue de todo esse passado. como eu trabalho com o skype, precisei criar uma conta nova e disse que a outra tinha sido hakeada. mas deletei todas as minhas redes sociais.
delete as suas contas de redes sociais que você usa como entrada para o vício. o twitter é a pior delas. essas redes sempre apresentam gatilhos e em momentos de fissura pode ser difícil se controlar.
tente evitar ficar muito tempo sozinho, esteja sempre tendo o máximo de contato possível com pessoas reais, já que esse é um dos fatos de você procurar PMO.
abraços e muita luz nessa jornada, vou acompanhando seu diário.

_______________________________________
Meu propósito é me livrar do vício para ter realização no meu trabalho.

Meu diário
 📖 ✨
Fenix35
Fenix35
Mensagens : 28
Data de inscrição : 04/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 7/10/2019, 14:01
Peixe-coruja escreveu:oi fenix35,
sua história me gelou a espinha. eu sou gay mas me identifiquei bastante com o que você contou. eu também acessava skype e bate-papo como forma de obter estímulo mostrando o meu órgão para outros caras e vendo o deles. só consegui ter um relacionamento estável uma vez e mesmo assim quando algo não ia bem me aliviava entrando nos chats.
é importante que você se desligue de todo esse passado. como eu trabalho com o skype, precisei criar uma conta nova e disse que a outra tinha sido hakeada. mas deletei todas as minhas redes sociais.
delete as suas contas de redes sociais que você usa como entrada para o vício. o twitter é a pior delas. essas redes sempre apresentam gatilhos e em momentos de fissura pode ser difícil se controlar.
tente evitar ficar muito tempo sozinho, esteja sempre tendo o máximo de contato possível com pessoas reais, já que esse é um dos fatos de você procurar PMO.
abraços e muita luz nessa jornada, vou acompanhando seu diário.

Obrigado pelas dica, caro colega. É bem difícil me livrar do passado, é algo que luto todos os dias e sinto culpa por isso também. Estranha essa fixação em querer exibir o órgão...tudo isso na verdade deve ser pra compensar a frustração que sentimos de nós mesmos. Gostaria de acompanhar sua história e luta também.

Sucesso em sua jornada!
Fenix35
Fenix35
Mensagens : 28
Data de inscrição : 04/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 7/10/2019, 14:09
Chronos escreveu:Li seu depoimento e me identifiquei em vários pontos. Também me viciei em chats de bate papo da uol, que acabava sendo uma ponte para adicionar mulheres no skype. Era horrível, ficava horas falando com aquelas mulheres (muitas vezes senhoras) na esperança de fazer sexo virtual com elas. E ficava viciado na sensação de ter meu penis elogiado, assim como você mencionou. Hoje este vício é mais forte em mim do que a própria pornografia e trocaria o meu braço esquerdo para me ver livre dele. Apesar de nunca ter mandado foto nu com o meu rosto e sempre usar foto de avatar nas minhas contas do skype, me gela a espinha saber que existem fotos do meu penis na rede...

O chats são mais difíceis de bloquear que sites pornos, o que torna minha tarefa mais difícil ainda. Estou desesperado, não sei mais o que faço, eu deleto minha conta de skype, mas alguns dias depois estou lá criando outra e adicionando mulheres nela de novo. É impressionante a facilidade de se conseguir isso. #VícioDeMerda

Olá amigo Chronos, obrigado pelos seus comentários!

Descobri que meu vício tinha gatilhos principalmente nas redes sociais, em seguida consumia P e depois ia pros chats pra ser "elogiado". É muito estranho mas a sensação de ser elogiado me deixava mais seguro mas ao mesmo tempo me afastava da realidade e me atrapalhava no sexo com minha esposa. Acho que eu tentava suprir com alguma frustração por conta da autoestima baixa. Depois de uma sessão como essa, levava uns 5 dias pra me sentir bem e procurá-la, sempre me isolava e ficava triste. Significa que não é saudável, ainda mais que isso ocupava, em média, 8h do meu dia.

Força pra você e evite gatilhos!

Um abraço
Fenix35
Fenix35
Mensagens : 28
Data de inscrição : 04/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Cadê a flatline?

em 7/10/2019, 14:23
Estou passando por um momento curioso depois dos 4 dias sem P e aproximadamente 25 dias sem M.

Não estou pensando em P mas tenho ereções espontâneas e me molho frequentemente com uma grande quantidade de líquido pré ejaculatório. Isso acontece com algum de vcs? Estou querendo muito passar pela flatline, acho que iria me ajudar muito visto que até o movimento de caminhar e meu órgão "balançar"está me deixando ereto.

Nunca tive problemas com ER ou EP.
Hope_Man
Hope_Man
Mensagens : 38
Data de inscrição : 07/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 7/10/2019, 18:50
Cara me identifiquei demais com sua história, apesar da dor que vivo secretamente há anos, de certa forma, surge uma esperança ao saber que não estou só, que não sou o único com tamanha vergonha e culpa.

Também nunca tive ER ou EP, mas comecei o reboot dia 5/10 e estou excitado o tempo todo, cheio de ereções uma atrás da outra, e sim, muito líquido pré-ejaculatório.

Estou subindo pelas paredes também, tenho que tomar cuidado o tempo todo.

Vou abrir também meu diário.

Um abraço cara, fica firme na esperança.
Peixe-coruja
Peixe-coruja
Mensagens : 394
Data de inscrição : 05/10/2015
Localização : Luz da Lua

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 7/10/2019, 21:10
Fenix35 escreveu:
Obrigado pelas dica, caro colega. É bem difícil me livrar do passado, é algo que luto todos os dias e sinto culpa por isso também. Estranha essa fixação em querer exibir o órgão...tudo isso na verdade deve ser pra compensar a frustração que sentimos de nós mesmos.

oi fenix35, quando eu disse passado eu quis especificamente o uso de redes sociais direcionados a P. desculpa se pareceu que eu estava de alguma forma te julgando. não acho que você deva carregar sentimento de culpa por situações em que você nem sequer tinha o controle ou imaginava a magnitude. precisamos estar de cabeça erguida pra construirmos um futuro diferente.
não sei você, mas depois de umas reflexões e de uma conversa que eu tive com meu terapeuta eu tenho certeza que comigo acontece isso de querer me exibir para compensar a frustração que eu tenho comigo mesmo, tanto de coisas reais, como não dar o meu melhor no meu trabalho, quanto irreais como não ser tão atraente quanto eu gostaria. no final das contas não saber lidar com essas frustrações e me satisfazer usando os chats têm gerado uma ansiedade e disforia terríveis.
precisamos aprender a lidar com essas frustrações também nesse processo todo.
sobre as ereções, é seu corpo pedindo a atenção que antes ele tinha constantemente. com o tempo vai passando, a gente aprende a lidar e focar nossa energia em outras coisas. também passei por algumas hoje.

sucesso!

_______________________________________
Meu propósito é me livrar do vício para ter realização no meu trabalho.

Meu diário
 📖 ✨
Fenix35
Fenix35
Mensagens : 28
Data de inscrição : 04/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 7/10/2019, 21:59
Peixe-coruja escreveu:
Fenix35 escreveu:
Obrigado pelas dica, caro colega. É bem difícil me livrar do passado, é algo que luto todos os dias e sinto culpa por isso também. Estranha essa fixação em querer exibir o órgão...tudo isso na verdade deve ser pra compensar a frustração que sentimos de nós mesmos.

oi fenix35, quando eu disse passado eu quis especificamente o uso de redes sociais direcionados a P. desculpa se pareceu que eu estava de alguma forma te julgando. não acho que você deva carregar sentimento de culpa por situações em que você nem sequer tinha o controle ou imaginava a magnitude. precisamos estar de cabeça erguida pra construirmos um futuro diferente.
não sei você, mas depois de umas reflexões e de uma conversa que eu tive com meu terapeuta eu tenho certeza que comigo acontece isso de querer me exibir para compensar a frustração que eu tenho comigo mesmo, tanto de coisas reais, como não dar o meu melhor no meu trabalho, quanto irreais como não ser tão atraente quanto eu gostaria. no final das contas não saber lidar com essas frustrações e me satisfazer usando os chats têm gerado uma ansiedade e disforia terríveis.
precisamos aprender a lidar com essas frustrações também nesse processo todo.
sobre as ereções, é seu corpo pedindo a atenção que antes ele tinha constantemente. com o tempo vai passando, a gente aprende a lidar e focar nossa energia em outras coisas. também passei por algumas hoje.

sucesso!

Certo, Peixe. Obrigado pelas explicações! Muito bom ter vc aqui me ajudando, me "ouvindo" e me fortalecendo!

Chronos
Chronos
Mensagens : 43
Data de inscrição : 13/09/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 8/10/2019, 10:12
Bom no meu caso é o contrário do teu. Eu vou para o chat e do chat eu vou para os videos pornos. Mas sobre a sensação de não conseguir olhar nos olhos da namorada por uns 5 dias, essa é a mesma... Força para você !!!

Descobri que meu vício tinha gatilhos principalmente nas redes sociais, em seguida consumia P e depois ia pros chats pra ser "elogiado". É muito estranho mas a sensação de ser elogiado me deixava mais seguro mas ao mesmo tempo me afastava da realidade e me atrapalhava no sexo com minha esposa. Acho que eu tentava suprir com alguma frustração por conta da autoestima baixa. Depois de uma sessão como essa, levava uns 5 dias pra me sentir bem e procurá-la, sempre me isolava e ficava triste. Significa que não é saudável, ainda mais que isso ocupava, em média, 8h do meu dia. escreveu:

_______________________________________



Visite meu diário Very Happy
http://www.comoparar.com/t9530-recuperando-o-tempo-perdido
5&4
5&4
Admin
Admin
Mensagens : 2721
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 8/10/2019, 10:37
Oi, Fenix35!

Já te dei às boas-vindas ao Fórum e, agora, gostaria de parabenizá-lo por se abrir na comunidade. Sabemos que mesmo dentro de um ambiente anônimo é difícil falarmos sobre todos nossos medos e anseios. A distorção sexual possui raízes variadas e complexas, cabendo uma análise minuciosa desde a tenra infância. Esse homoerotismo pode ser fruto de um déficit de masculinidade que foi se instalando em você, movendo-o a uma necessidade, acima do normal, de comparação quanto ao pênis.

Essa "fixação" sua pelo órgão sexual masculino pode ser causada pelo fato de você enxergar a si mesmo como um homem com um pênis "normal" ou abaixo da média. Fazendo com que você idolatre homens com pênis acima da média. Essa excessiva idolatração vira atração sexual. E tudo isso possivelmente tem raízes, principalmente, em complexos de inferioridade, em que você de alguma forma se sente inferior aos outros homens. E a exibição aos chats atua compensando essa baixa autoestima, pois lá você recebe elogios quanto ao seu órgão sexual, fazendo com que momentaneamente você seja aquilo que tanto idolatra. E quando tudo acaba, você volta para o mesmo ciclo, continuando a se sentir inferior aos outros homens. O problema é que os chats percorrem as mesmíssimas vias neurais da PMO. Isto é, se não conseguir se desvincular deles, JAMAIS será liberto.

Que tudo dê certo em sua jornada, paralelo aos seus esforços. Um forte abraço, amigo!

P.S. O seu caso é um pouco parecido com o do paul.jp, dê uma olhada no que escrevi no diário dele, talvez algo lá se aproveite a você: http://www.comoparar.com/t9375p100-perdendo-o-interesse-pelo-sexo-oposto#250001


Fenix35 escreveu:
Peixe-coruja escreveu:
Fenix35 escreveu:
Obrigado pelas dica, caro colega. É bem difícil me livrar do passado, é algo que luto todos os dias e sinto culpa por isso também. Estranha essa fixação em querer exibir o órgão...tudo isso na verdade deve ser pra compensar a frustração que sentimos de nós mesmos.

oi fenix35, quando eu disse passado eu quis especificamente o uso de redes sociais direcionados a P. desculpa se pareceu que eu estava de alguma forma te julgando. não acho que você deva carregar sentimento de culpa por situações em que você nem sequer tinha o controle ou imaginava a magnitude. precisamos estar de cabeça erguida pra construirmos um futuro diferente.
não sei você, mas depois de umas reflexões e de uma conversa que eu tive com meu terapeuta eu tenho certeza que comigo acontece isso de querer me exibir para compensar a frustração que eu tenho comigo mesmo, tanto de coisas reais, como não dar o meu melhor no meu trabalho, quanto irreais como não ser tão atraente quanto eu gostaria. no final das contas não saber lidar com essas frustrações e me satisfazer usando os chats têm gerado uma ansiedade e disforia terríveis.
precisamos aprender a lidar com essas frustrações também nesse processo todo.
sobre as ereções, é seu corpo pedindo a atenção que antes ele tinha constantemente. com o tempo vai passando, a gente aprende a lidar e focar nossa energia em outras coisas. também passei por algumas hoje.

sucesso!

Certo, Peixe. Obrigado pelas explicações! Muito bom ter vc aqui me ajudando, me "ouvindo" e me fortalecendo! 

Concordo com o Peixe-coruja! Perdoe-se, pois todos esses desejos descontrolados estavam acima de você! Você foi estimulado desde cedo e seu organismo foi produzindo uma energia sexual muito forte por conta disso. Não se culpe, supere o que passou. O importante é o presente no qual você tem a oportunidade de reassumir o controle e ditar os caminhos da sua vida. Abraços!

_______________________________________
Diário do Fenix - Minha Luta diária Meu_di12
Hope_Man
Hope_Man
Mensagens : 38
Data de inscrição : 07/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 8/10/2019, 11:43
Ei Fenix, bom dia!
Como vc está cara?
Eu aqui lutando e também torcendo por você!

Um abraço.

Enviado pelo Topic'it
Fenix35
Fenix35
Mensagens : 28
Data de inscrição : 04/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 8/10/2019, 14:13
Senhor moderador, 5&4, obrigado pelas suas considerações. Só não sei onde aperta o botão pra eu parar de chorar...você literalmente me descreveu da maneira mais profunda que alguém poderia fazer. Li a história do Paul e me identifico com TODOS os aspectos citados por vc, desde o excesso de proteção da mãe, passando pela ausência do pai ou referência masculina e auto depreciação por me sentir menos homem. Hoje enxergo o meu caso de inversão sexual e sei exatamente porque procuro esses sites de bate papo.

A parte do bullying é interessante: era uma criança muito bonita, muito elogiada fisicamente mas era sempre muito delicado e educado. O bullying era pelo meu jeito de ser, talvez um pouco afeminado. Com o tempo passei a aceitar o meu jeito e fui tirando uma coisa aqui e outra ali...hoje sou muito natural.

Sim, eu projeto em outros homens o que eu gostaria de ser. Não tem nenhum homem na face da Terra que eu olhe e não encontre ao menos um atributo que eu gostaria de ter ou que eu compare e pense: "nisso ele é melhor que eu"ou "é mais bonito que eu/meu". Me sinto intimidado na presença de homens bonitos, reflexo de um complexo de inferioridade.

Sim, eu tenho uma fixação pelo órgão masculino e sempre penso que todos os homens provavelmente têm um maior que o meu. Apesar de ser um cara absolutamente normal, satisfazer plenamente minha esposa, o vício em P só faz esse sentimento piorar e finalmente recorro aos chats para me reafirmar.

Já conheço os meus gatilhos e deixo aqui para outros que possivelmente se identifiquem com minha história possam opinar ou até despertar:

1) Seguir homens bonitos na internet - Instagram de moda, fitness, atores, blogueiros, etc. Geralmente eles posam sem camisa, mostrando um corpo escultural e volumes na cueca/sunga (de propósito)
*Gera uma comparação natural consigo mesmo, consequentemente frustração por não ser assim, imaginar que o pênis dele é maior que o seu; vontade de ver pênis em pornografia e comparar com o seu. Busca de sites de bate papo pra abrir uma câmera e ouvir "nossa, que grande!"
2) Busca de assuntos de sexualidade no google como: "como aumentar o tamanho do pênis", tamanho normal do pênis, como ter um desempenho melhor no sexo, como satisfazer mais uma mulher, DST's, fimose, como aumentar o volume na sunga, etc.
3) Assistir filmes, séries (estou evitando pelo menos nesse período do reboot) que possam conter algum conteúdo sexual
4) Olhares para partes erógenas, dos homens, colegas, amigos, no meu caso: mãos, pernas e volume da calça.
5) Conversas sobre sexualidade com qualquer um que não seja sua esposa/parceira

Obrigado pela GRANDE ajuda, o dia de hoje será um divisor de águas em minha vida.

Sigo firme no meu reboot e não irei fraquejar, com a graça do Senhor!
Fenix35
Fenix35
Mensagens : 28
Data de inscrição : 04/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 8/10/2019, 14:32
Fala Hope, td bem contigo cara?

Vou contar um pouco do meu dia de hoje, depois atualizo:

Acordei mais cedo que de costume e com ereção intensa, como sempre. Já descobri que isso é normal pra mim, faz parte da minha fisiologia. Evito ir ao banheiro de cara, começo sempre orando e fazendo uma reflexão do meu dia. Evito também me tocar e "ajeitar"o pênis na cueca, simplesmente ignoro. Como nunca tive problemas com EP, ER e DE, tô tranquilo.

Evitei pegar no celular o dia inteiro, só entro para responder mensagens no WPP. Decidi não mais olhar rede social e deixar de seguir qualquer conteúdo que seja gatilho.

Procuro não assistir mais TV a noite e ficar acordado até tarde para distrair, ao invés disso procuro fazer algo mais útil como fazer um pequeno reparo em casa ou estudar. Pretendo iniciar ao menos uma caminhada matinal.

Como estou sempre sozinho na minha sala de trabalho, uso o fórum para desabafar e ler outras histórias para me inspirar. Isso desvia minha atenção e ajuda a firmar meus passos. Se sinto vontade, de consumir P vou na sala de outro colega ou dou uma volta pra raciocinar e deixar a vontade passar. Sempre penso nas consequências dos meu atos com PMO e isso me faz recuar.

A quantidade de ereçoes diminuiu mas ainda tenho uma grande quantidade de líquido pré ejaculatório. Isso me incomoda muito! Sinto uma leve dor nos testículos e na pelve, sintoma de uma semana sem sexo.

Minha autoestima hoje está um lixo, não gosto de nada que vejo no espelho. Preciso de atividade física urgentemente! Estou um pouco chateado com minha esposa por alguns problemas corriqueiros (comportamento, mal entendido) mas estou bem tranquilo porque são mais de 14 anos de convivência, vamos voltar ao normal logo logo. Essa era uma das desculpas que eu utilizava pro PMO e chats, mas resolvi ficar mais introspectivo e ser mais produtivo no trabalho.

Como estou evitando celular e dispositivos eletrônicos com internet, possivelmente minhas entradas no fórum serão limitadas à duas vezes ao dia pra contar pra vcs sobre tudo.

5 dias sem PMO!

Pra quem tem curiosidade, tenho 35 anos.

Um abraço forte.
Hope_Man
Hope_Man
Mensagens : 38
Data de inscrição : 07/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 8/10/2019, 16:22
Fenix35 escreveu:Fala Hope, td bem contigo cara?

Vou contar um pouco do meu dia de hoje, depois atualizo:

Acordei mais cedo que de costume e com ereção intensa, como sempre. Já descobri que isso é normal pra mim, faz parte da minha fisiologia. Evito ir ao banheiro de cara, começo sempre orando e fazendo uma reflexão do meu dia. Evito também me tocar e "ajeitar"o pênis na cueca, simplesmente ignoro. Como nunca tive problemas com EP, ER e DE, tô tranquilo.

Evitei pegar no celular o dia inteiro, só entro para responder mensagens no WPP. Decidi não mais olhar rede social e deixar de seguir qualquer conteúdo que seja gatilho.

Procuro não assistir mais TV a noite e ficar acordado até tarde para distrair, ao invés disso procuro fazer algo mais útil como fazer um pequeno reparo em casa ou estudar. Pretendo iniciar ao menos uma caminhada matinal.

Como estou sempre sozinho na minha sala de trabalho, uso o fórum para desabafar e ler outras histórias para me inspirar. Isso desvia minha atenção e ajuda a firmar meus passos. Se sinto vontade, de consumir P vou na sala de outro colega ou dou uma volta pra raciocinar e deixar a vontade passar. Sempre penso nas consequências dos meu atos com PMO e isso me faz recuar.  

A quantidade de ereçoes diminuiu mas ainda tenho uma grande quantidade de líquido pré ejaculatório. Isso me incomoda muito! Sinto uma leve dor nos testículos e na pelve, sintoma de uma semana sem sexo.

Minha autoestima hoje está um lixo, não gosto de nada que vejo no espelho. Preciso de atividade física urgentemente! Estou um pouco chateado com minha esposa por alguns problemas corriqueiros (comportamento, mal entendido) mas estou bem tranquilo porque são mais de 14 anos de convivência, vamos voltar ao normal logo logo. Essa era uma das desculpas que eu utilizava pro PMO e chats, mas resolvi ficar mais introspectivo e ser mais produtivo no trabalho.

Como estou evitando celular e dispositivos eletrônicos com internet, possivelmente minhas entradas no fórum serão limitadas à duas vezes ao dia pra contar pra vcs sobre tudo.

5 dias sem PMO!

Pra quem tem curiosidade, tenho 35 anos.

Um abraço forte.

Olá Fenix, tudo bem?

Acredito que você esteja caminhando bem no seu Reboot, estamos praticamente no mesmo tempo e percebo as mesmas reações físicas: ereções frequentes, líquido pré-ejaculatório farto, mas no meu caso a dor testicular ainda não apareceu. Experimentava muito dessa dor nos dias de PMO intenso, pois acabava praticando o Edging sem nem mesmo saber, fui descobrir aqui.

Minha história de vida é extremamente parecida com a sua, pra não dizer idêntica. Também me ajuda muito evitar até mesmo a TV, não apenas nos programas ou filmes mais provocativos, mas porque também uso melhor meu tempo pra focar em algo produtivo, mas tem dias em que me deixo levar, e depois me arrependo, pois está difícil algo produtivo na TV, mesmo TV a cabo.

Também tenho me afastado das redes sociais, hoje uso mesmo o WP, até por causa do meu trabalho, pois lido com TI. E sim, quem lida com TI e tem a Internet como ferramenta de trabalho, sofre dobrado. Primeiro porque não pode se desconectar de vez, segundo porque sabe todos os truques pra driblar qualquer controle, a diferença é que agora estou me impondo os controles por livre e espontânea vontade.

Também travo guerra com minha autoestima, pelos mesmos motivos que você, e isso tem um peso absurdo no meu consumo de PMO. Resolvendo um lado, consigo tratar melhor o outro. Estou buscando coragem e tomando as atitudes pra melhorar minha autoestima, mas sei também que parte do problema dela, é minha própria aceitação masculina plena. É difícil estar fora do universo masculino e depois conseguir se ver como um homem pleno, másculo, viril e livre de qualquer vício. Mas já provei isso e é bom demais!!!!!

Sou casado faz 15 anos e tenho 45 anos.Também estou num momento de mal entendido com minha esposa, mas exatamente como você, antes isso seria um gatilho muito forte pra PMO. Agora tenho posto em minha mente que esta não é mais uma opção, na verdade nunca foi.

Você é mais jovem do que pensei, mas tem a maturidade de admitir e encarar seu problema. Casou bastante jovem não? Vá em frente e cure-se completamente, esse é meu maior desejo à você, a mim e à todos que estão nessa jornada do guerreiro. Aprendi que se a dor tem um lado positivo, é o fato de aproximar os que sofrem de si mesmos e de Deus, e isso é muito bom.

Precisando trocar ideias e experiências, estou por aqui, lutando como você. Chame sempre que precisar e quiser. Esperança sempre!

Um abraço.
Hope Man
5&4
5&4
Admin
Admin
Mensagens : 2721
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 9/10/2019, 09:37
Fenix35 escreveu:Senhor moderador, 5&4, obrigado pelas suas considerações. Só não sei onde aperta o botão pra eu parar de chorar...você literalmente me descreveu da maneira mais profunda que alguém poderia fazer. Li a história do Paul e me identifico com TODOS os aspectos citados por vc, desde o excesso de proteção da mãe, passando pela ausência do pai ou referência masculina e auto depreciação por me sentir menos homem. Hoje enxergo o meu caso de inversão sexual e sei exatamente porque procuro esses sites de bate papo.

A parte do bullying é interessante: era uma criança muito bonita, muito elogiada fisicamente mas era sempre muito delicado e educado. O bullying era pelo meu jeito de ser, talvez um pouco afeminado. Com o tempo passei a aceitar o meu jeito e fui tirando uma coisa aqui e outra ali...hoje sou muito natural.

Sim, eu projeto em outros homens o que eu gostaria de ser. Não tem nenhum homem na face da Terra que eu olhe e não encontre ao menos um atributo que eu gostaria de ter ou que eu compare e pense: "nisso ele é melhor que eu"ou "é mais bonito que eu/meu". Me sinto intimidado na presença de homens bonitos, reflexo de um complexo de inferioridade.

Sim, eu tenho uma fixação pelo órgão masculino e sempre penso que todos os homens provavelmente têm um maior que o meu. Apesar de ser um cara absolutamente normal, satisfazer plenamente minha esposa, o vício em P só faz esse sentimento piorar e finalmente recorro aos chats para me reafirmar.

Já conheço os meus gatilhos e deixo aqui para outros que possivelmente se identifiquem com minha história possam opinar ou até despertar:

1) Seguir homens bonitos na internet - Instagram de moda, fitness, atores, blogueiros, etc. Geralmente eles posam sem camisa, mostrando um corpo escultural e volumes na cueca/sunga (de propósito)
                   *Gera uma comparação natural consigo mesmo, consequentemente frustração por não ser assim, imaginar que o pênis dele é maior que o seu; vontade de ver pênis em pornografia e comparar com o seu. Busca de sites de bate papo pra abrir uma câmera e ouvir "nossa, que grande!"
2) Busca de assuntos de sexualidade no google como: "como aumentar o tamanho do pênis", tamanho normal do pênis, como ter um desempenho melhor no sexo, como satisfazer mais uma mulher, DST's, fimose, como aumentar o volume na sunga, etc.
3) Assistir filmes, séries (estou evitando pelo menos nesse período do reboot) que possam conter algum conteúdo sexual
4) Olhares para partes erógenas, dos homens, colegas, amigos, no meu caso: mãos, pernas e volume da calça.
5) Conversas sobre sexualidade com qualquer um que não seja sua esposa/parceira

Obrigado pela GRANDE ajuda, o dia de hoje será um divisor de águas em minha vida.

Sigo firme no meu reboot e não irei fraquejar, com a graça do Senhor!
Oi, Fenix35!

Desculpe-me, pois a intenção não foi fazê-lo chorar, embora isso aconteça quando se joga luz em nossas trevas. Então, passamos a enxergar melhor nossas prisões, nossos medos e anseios. Tenho certeza que foi um choro libertador de alguma forma, pois durante a caminhada iremos encontrar muitas pedras e fará toda a diferença saber quais são essas pedras e o motivo de elas estarem lá. Com esse conhecimento, teremos condições de removê-las e, assim, seguirmos adiante.

O primeiro passo é você se conhecer completamente, em seguida é conhecer a forma de atuação do vício. Sun Tzu deixou uma lição importantíssima: "Se você conhece o inimigo e a si mesmo, não tema o resultado de cem batalhas. Se você se conhece, mas não ao inimigo, para cada vitória sofrerá uma derrota. Se não conhece nem o inimigo nem a si, perderá todas as lutas". Portanto, esse processo de autoconhecimento, bem como de conhecimento completo em relação ao vício: os gatilhos que utiliza em você, em quais circunstâncias, quais períodos do dia, quais momentos..., tudo isso fará a diferença.

Trabalhe resistindo e combatendo o vício, mas não se esqueça de trabalhar seus aspectos emocionais. Desconstrua todas as mentiras que a PMO ou mundo de alguma forma disse a você. Uma delas é que quanto maior o pênis do homem, mais prazer a mulher sentirá. Sinto em dizer que isso é uma BAITA FAKE NEWS! Curiosamente, o ponto de maior concentração de neurônios, por exemplo, na vagina da mulher está há 3 cm do início dela. Ou seja, um pênis de 3 cm já seria suficiente para dar prazer a mulher. O tamanho máximo que um canal vaginal pode atingir é 10 cm. Isto é, um pênis acima desse valor empurra o colo do útero, trazendo desconforto para a mulher durante o ato sexual. 

Outra FAKE NEWS são as imagens de homens em diversas partes da internet com roupas íntimas ou até mesmo nús, com seus respectivos volumes "avantajados". Isso pode ter acontecido devido a uma série de fatores. O pênis flácido pode assumir diversos tamanhos, didaticamente vamos chamá-los de 1, 2 e 3 (isso em TODOS os homens), sendo 1 o menor tamanho possível no estado flácido e 3 o maior tamanho possível no estado flácido. Esses tamanhos de estado flácido podem variar de acordo com uma série de questões: frio, ansiedade, calor, pressão alta, nervosismo, libido... Pode ser que sua autoimagem vê seu pênis flácido sempre no estágio 1. Só que esses homens que você já viu em foto, vídeo ou na real que estavam nos estados flácidos 2 e 3 também possuem o estado 1. 

Digamos que você entrou em um vestiário, após o jogo de futebol e se deparou com um homem nú no estado flácido 2. Isso pode ter ocorrido devido há uma série de fatores, como eu disse. Uma das explicações seria um ambiente com temperatura ideal, na qual propiciasse uma maior passagem de sangue dentro dos vasos sanguíneos do pênis, deixando-o com uma aparência um pouco maior e mais grosso. Só que esse homem que se apresentou com o pênis no estado flácido 2 (sem forçar nada, até mesmo sem saber disso), também possui o estado flácido 1. Agora, em relação ao mundo virtual, para impressionar nas imagens ou vídeos, dependendo da questão, muitos diretores optam por mostrar o pênis dos atores no estado flácido 2 ou 3, passando a sensação de um homem bem dotado. Questão errada essa, pois o "dote" só pode ser comprovado com o pênis em ereção, somente assim, jamais flácido (Um teste eficaz de tamanho peniano deve inserir todos os candidatos sobre a mesma temperatura, pressão, aspectos emocionais, hidratação... para se fazer a medição. São vários fatores que influenciam em uma maior passagem de sangue na região do pênis, o que eleva-o.). Sem falar também nos truques de fotografia. Isso mesmo! Em determinado ângulo o pênis parecerá maior e mais grosso. E os photoshops!!!??? Hehehe!

Então, meu amigo não há motivos para se sentir inferior aos outros homens sexualmente. Procure trabalhar, no sentido de trazer um olhar para si de mais aceitação. Ame-se mais, elogie-se mais. Um narcisismo equilibrado faz bem, muito bem! Contente-se com o que você tem, Deus te fez assim, de forma plena, ele já te deu tudo o que você precisa. Não precisamos de inveja ou ganância. Aliás, abolindo o complexo de inferioridade e a autocompaixão (que é a vontade contínua de se sentir um pobre coitado o tempo todo) esses sentimentos somem. Resista ao desejo de comparação, que na verdade não é bem de comparação, mas de erotização. No mais, estamos sempre a disposição para ajudar-lhe no que for preciso, é só chamar! Um forte abraço!


Última edição por 5&4 em 9/10/2019, 16:23, editado 1 vez(es) (Razão : Acréscimo de informações e para tornar alguns períodos mais claros.)

_______________________________________
Diário do Fenix - Minha Luta diária Meu_di12
Peixe-coruja
Peixe-coruja
Mensagens : 394
Data de inscrição : 05/10/2015
Localização : Luz da Lua

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 9/10/2019, 12:45
5&4 escreveu:
Oi, Fenix35!

Desculpe-me, pois a intenção não foi fazê-lo chorar, embora isso aconteça quando se joga luz em nossas trevas. Então, passamos a enxergar melhor nossas prisões, nossos medos e anseios. Tenho certeza que foi um choro libertador de alguma forma, pois durante a caminhada iremos encontrar muitas pedras e fará toda a diferença saber quais são essas pedras e o motivo de elas estarem lá. Com esse conhecimento, teremos condições de removê-las e, assim, seguirmos adiante.

O primeiro passo é você se conhecer completamente, em seguida é conhecer a forma de atuação do vício. Sun Tzu deixou uma lição importantíssima: "Se você conhece o inimigo e a si mesmo, não tema o resultado de cem batalhas. Se você se conhece, mas não ao inimigo, para cada vitória sofrerá uma derrota. Se não conhece nem o inimigo nem a si, perderá todas as lutas". Portanto, esse processo de autoconhecimento, bem como de conhecimento completo em relação ao vício: os gatilhos que utiliza em você, em quais circunstâncias, quais períodos do dia, quais momentos..., tudo isso fará a diferença.

Trabalhe resistindo e combatendo o vício, mas não se esqueça de trabalhar seus aspectos emocionais. Desconstrua todas as mentiras que a PMO ou mundo de alguma forma disse a você. Uma delas é que quanto maior o pênis do homem, mais prazer a mulher sentirá. Sinto em dizer que isso é uma BAITA FAKE NEWS! Curiosamente, o ponto de maior concentração de neurônios, por exemplo, na vagina da mulher está há 3 cm do início dela. Ou seja, um pênis de 3 cm já seria suficiente para dar prazer a mulher. O tamanho máximo que um canal vaginal pode atingir é 10 cm. Isto é, um pênis acima desse valor empurra o colo do útero, trazendo desconforto para a mulher durante o ato sexual.

Outra FAKE NEWS são as imagens de homens em diversas partes da internet com roupas íntimas ou até mesmo nús, com seus respectivos volumes "avantajados". Isso pode ter acontecido devido a uma série de fatores. O pênis flácido pode assumir diversos tamanhos, didaticamente vamos chamá-los de 1, 2 e 3 (isso em TODOS os homens), sendo 1 o menor tamanho possível no estado flácido e 3 o maior tamanho possível no estado flácido. Esses tamanhos de estado flácido podem variar de acordo com uma série de questões: frio, ansiedade, calor, pressão alta, nervosismo, libido... Pode ser que sua autoimagem vê seu pênis flácido sempre no estágio 1. Só que esses homens que você já viu em foto, vídeo ou na real que estavam nos estados flácidos 2 e 3 também possuem o estado 1.

Digamos que você entrou em um vestiário, após o jogo de futebol e se deparou com um homem nú no estado flácido 2. Isso pode ter ocorrido devido há uma série de fatores, como eu disse. Uma das explicações seria um ambiente com temperatura ideal, na qual propiciasse uma maior passagem de sangue dentro dos vasos sanguíneos do pênis, deixando-o com uma aparência um pouco maior e mais grosso. Só que esse homem que se apresentou com o pênis no estado flácido 2 (sem forçar nada, até mesmo sem saber disso), também possui o estado flácido 1. Agora, em relação ao mundo virtual, para impressionar nas imagens ou vídeos, dependendo da questão, muitos diretores optam por mostrar o pênis dos atores no estado flácido 2 ou 3, passando a sensação de um homem bem dotado. Questão errada essa, pois o "dote" só pode ser comprovado com o pênis em ereção, somente assim, jamais flácido (Um teste eficaz de tamanho peniano deve inserir todos os candidatos sobre a mesma temperatura, pressão, aspectos emocionais, hidratação... para se fazer a medição. São vários fatores que influenciam em uma maior passagem de sangue na região do pênis, o que eleva-o.). Sem falar também nos truques de fotografia. Isso mesmo! Em determinado ângulo o pênis parecerá maior e mais grosso. E os photoshops!!!??? Hehehe!

Então, meu amigo não há motivos para se sentir inferior aos outros homens sexualmente. Procure trabalhar, no sentido de trazer um olhar para si de mais aceitação. Ame-se mais, elogie-se mais. Um narcisismo equilibrado faz bem, muito bem! Contente-se com o que você tem, Deus te fez assim, de forma plena, ele já te deu tudo o que você precisa. Não precisamos de inveja ou ganância. Aliás, abolindo o complexo de inferioridade e a autocompaixão (que é a vontade contínua de se sentir um pobre coitado o tempo todo) esses sentimentos somem. Resista ao desejo de comparação, que na verdade não é bem de comparação, mas de erotização. No mais, estamos sempre a disposição para ajudar-lhe no que for preciso, é só chamar! Um forte abraço!

ahazou de mais nas palavras 5&4!
é muito bom ler textos que nos fazem voltar pra realidade!

_______________________________________
Meu propósito é me livrar do vício para ter realização no meu trabalho.

Meu diário
 📖 ✨
Fenix35
Fenix35
Mensagens : 28
Data de inscrição : 04/10/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 10/10/2019, 13:25
Sigo firme no 7° dia sem PMO ou chats.
Acredito que estou passando o Flatline, finalmente. Ontem e hoje acordei sem ereções e não tive nenhuma ao longo do dia. Já posso caminhar normalmente que não sinto mais meu órgão balançar e me excitar.

Como ainda não tive a oportunidade de fazer sexo com minha esposa, a idéia de estar com ela me deixa com muito tesão. Já nos entendemos e hoje a noite deve rolar.

Não estou mais acessando redes sociais, TV e qualquer outra distração. Estou experimentando viver o presente, resolver questões pendentes. ainda preciso achar um substituto pra PMO, penso em atividade física como musculação, por exemplo, mas me lembro que toda vez que voltava da academia eu ficava com muito tesão e recorria a M. Vou ver se tento praticar corrida depois da academia e tentar gastar o máximo de energia possível.

Estou começando a me cuidar mais, fazer a barba com frequência e me senti um pouquinho, bem pouquinho mais seguro. Percebi diversos olhares para mim, tanto de homens quanto de mulheres, coisa que nunca havia notado. Recebi um elogio do meu barbeiro, me disse que sou bonito e que poderia ser modelo. Ganhei meu dia! Risos.

Ainda assim, mesmo sem tesão, sem ereções, me sinto tentado a PMO e aos chats. Sinto uma euforia de comemorar algo que aconteceu de bom acessando esses conteúdos. Mas estou me segurando e racionalizando minhas decisões.

Sigo firme e forte!
Peixe-coruja
Peixe-coruja
Mensagens : 394
Data de inscrição : 05/10/2015
Localização : Luz da Lua

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 10/10/2019, 14:58
Oi Fenix35,
bem, se a academia é um gatilho pra você porque não tenta outros esportes, em que você tenha o desgaste mas possa ativar outras coisas em você, como tênis, boxe ou outra luta ou corrida mesmo, ou algum esporte coletivo, para ir fazendo as religações mais saudáveis com outros homens, como futebol, basquet etc. use a criatividade rsrs
cuidado que essa necessidade comemorar praticando PMO, que bom que você já notou que ela existe. comemore de outras formas que o desejo passa.

_______________________________________
Meu propósito é me livrar do vício para ter realização no meu trabalho.

Meu diário
 📖 ✨
Chronos
Chronos
Mensagens : 43
Data de inscrição : 13/09/2019

Diário do Fenix - Minha Luta diária Empty Re: Diário do Fenix - Minha Luta diária

em 10/10/2019, 21:25
Cara, exercício físico é sempre bom. Eu super recomendo!!!
Sobre os elogios que tem recebido e olhares, só tome cuidado que o ego e autoestima são os nossos calcanhares de Aquiles

Um abraco

_______________________________________



Visite meu diário Very Happy
http://www.comoparar.com/t9530-recuperando-o-tempo-perdido
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum