24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

+55
Muskel94
Drew
Gracinha
Luan Oliveira
o2Lázaro
parbat
Rocketman
vierkenes
luta diária
Justiceiro do Sertão
Flying
A Simple Man
Porfiri Pietróvich
ampity27
LikeAStone
Bernardo de Claraval
Eddie Red Pill
João Calvino
soumulherviciadaemporn
Mike
Dante Auditore
Peter Parker
balboa08
Broda
Harvey
rlutador
Vitrola
MascaradeFerro
James Bond
DarkSlayer
JovemRenascido
Bolovo
Guerreiro da Evolução
FSgtLima
Toon
5&4
Pallantir
Transporter
Kal-el
Sr. Morais
Soli Deo Gloria
Rottweiler
Leleco
Tiago M
Urso Polar
Mike T.
Seeker
TheMan
coronel
Master
The_Survivor
..Heitor..
Wozel
RosseauStrong
Kusmin
59 participantes
Ir para baixo
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2125
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

12/3/2020, 18:59
rlutador escreveu:Desejo toda força e sorte do mundo a vc e a sua família, sobre Justiceiro. Abraço!

Obrigado, grande Rlutador! Meu abraço a você.

Bernardo de Claraval escreveu:Justiceiro do Sertão tenho uma dúvida:

Essas poluções noturnas com ou sem sonhos eróticos, provocam-te os mesmos efeitos da PMO?

Saudações, Bernardo de Claraval.Tenho um trauma absurdo com poluções noturnas devido a questões atinentes à minha própria trajetória de viciado. É uma coisa que demanda uma longa explicação, a qual devo trazer aqui ao meu Diário em breve. Grosso modo, condicionei minha mente de uma forma que a mesma se acostumou a sentir prazer ao relaxar, mormente durante o sono. Depois devo falar mais, é coisa mais profunda e triste. Abraços.

End escreveu:Fala grande Justiceiro, parabéns por se manter firme mesmo quando problemas aparecem, e admiro sua vontade de estudar e etc, eu confesso que sou bem preguiçoso nesse quesito, e você gostar de estudar é algo pra ser admirado e não criticado. Fica minha torcida para que seu pai consiga outro emprego e que as coisas se estabilizem no seu lar. Um abraço e sucesso pra você.

Saudações e obrigado, ilustre End. Não posso parar jamais, faço qualquer coisa para re-escrever minha história. Meu abraço e bons votos.

_______________________________________
Win or die trying.
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2125
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

15/3/2020, 19:10
Domingo dedicado a acertar coisas em casa e na vida. Quase não passava por aqui, entretanto sinto a necessidade, eterno Rebooter que somos, de prestar contas acerca daquilo que vivemos em nossa mudança de vida.

Levantei-me por volta das 5:30, rezei um pouco e fui estudar, assim tendo praticamente atravessado o dia e tendo (talvez) parado por hoje agora há pouco. Já há uns dias não acessava meus e-mails nem via notícias, acabei visitando amistosa e cuidadosamente um ou outro portal, e agora venho dizer que sigo relativamente bem, cada dia mais investindo em meu foco mental, coisa sem dúvidas preciosa para meu condicionamento psíquico. Embora a duras penas, tenho alcançado resultados já um tanto razoáveis nesta guerra.

Que continua.

_______________________________________
Win or die trying.
rlutador
rlutador
Mensagens : 619
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 27

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

16/3/2020, 02:44
Bom saber que está alcançando bons resultados, mano. Forte abraço.

_______________________________________


http://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2125
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

16/3/2020, 19:53
rlutador escreveu:Bom saber que está alcançando bons resultados, mano. Forte abraço.

Obrigado, Rlutador. Assim continuemos todos nós. Receba também você meu forte abraço.

_______________________________________
Win or die trying.
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2125
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

16/3/2020, 20:00
Outro dia digno de um Rebooter. E outra polução noturna.

Se ontem consegui bravamente reprimir uma ejaculação involuntária sonhando com antiga e recorrente fantasia, acordando ofegante e com forte ereção, na última madrugada dormi pesado e não consegui sobreviver seco a um sonho romântico. Dormi furioso e, tendo depois acordado por volta das 5 da manhã, não me pude e, para novo desconforto de meus pais, fui estudar, assim o fazendo até a hora de me arrumar para ir ao trabalho, obviamente não sem tomar mais um banho gelado. Além do trabalho e do estudo, foi-me mais um dia felizmente repleto de tarefas (e que ainda não acabou), marcado por uma certa melhora em meu tão complicado condicionamento mental.

Sem mais a declarar, sigo lutando.

_______________________________________
Win or die trying.
rlutador
rlutador
Mensagens : 619
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 27

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

17/3/2020, 02:10
Fala, mano.
Pensa que pelo menos vc conseguiu dar uma controlada nas poluções noturnas. Esse é um problema grave pra vc, mas é também algo da nossa natureza, então de vez em quando vai rolar. Lendo seus últimos relatos, acho que vc teve uma melhora nesse sentido.
Abração.

_______________________________________


http://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
Master
Master
Mensagens : 763
Data de inscrição : 15/11/2018
Idade : 20

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

17/3/2020, 10:30
Essas poluções noturnas não te deixam em paz em... Mas pelo que venho lendo você tem controlado elas muito bem, e isso é uma ótima evolução. Show de bola, Justiceiro, digno de um vencedor como você, não esperava nada mais do que esses tantos números dias longe do vício, e ainda uma busca incansável pelas suas metas, desde os estudos até trabalho, acordar cedo e tudo mais!! Show!

_______________________________________
Put God in first!!
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2125
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

17/3/2020, 20:20
rlutador escreveu:Fala, mano.
Pensa que pelo menos vc conseguiu dar uma controlada nas poluções noturnas. Esse é um problema grave pra vc, mas é também algo da nossa natureza, então de vez em quando vai rolar. Lendo seus últimos relatos, acho que vc teve uma melhora nesse sentido.
Abração.

Sempre obrigado, Rlutador. Minha parte estou fazendo e de fato parece estar havendo alguma melhora, já tendo eu conseguido certo período ficar uns 20 dias seco (algo fantástico para meus padrões). Entendo que é algo teoricamente natural, todavia sei bem do meu caso... Caso sério e triste. Ainda devo explicá-lo em detalhes aqui em meu Diário.

Abração a você.

Master_DW escreveu:Essas poluções noturnas não te deixam em paz em... Mas pelo que venho lendo você tem controlado elas muito bem, e isso é uma ótima evolução. Show de bola, Justiceiro, digno de um vencedor como você, não esperava nada mais do que esses tantos números dias longe do vício, e ainda uma busca incansável pelas suas metas, desde os estudos até trabalho, acordar cedo e tudo mais!! Show!

Muito obrigado, nobre Master_DW. Nada tenho a perder nessas horas. Ou luto ou luto. Mesmo perseguido pelas poluções noturnas, para mim um negócio traumático (para simplificar a história), sei que devo lutar até o fim, até enfim me ver plenamente humano. Não há outra saída em minha vida.

Receba um forte abraço.

_______________________________________
Win or die trying.
rlutador
rlutador
Mensagens : 619
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 27

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

19/3/2020, 02:34
Em termos de distância de dias, se passar a rolar de 20 em 20 dias acho que seria um quadro normal. O foda é o conteúdo desses sonhos. Mas enfim, de melhora em melhora chegaremos em um nível satisfatório.
Abração.

_______________________________________


http://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2125
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

19/3/2020, 20:15
rlutador escreveu:Em termos de distância de dias, se passar a rolar de 20 em 20 dias acho que seria um quadro normal. O foda é o conteúdo desses sonhos. Mas enfim, de melhora em melhora chegaremos em um nível satisfatório.
Abração.

Grande Rlutador... E pensar que hoje ocorreu mais uma vez, e exatamente do jeito como você andou descrevendo.

A seguir falarei mais. Obrigado pelo incentivo e abração a você.

_______________________________________
Win or die trying.
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2125
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Chegando aos 500 dias de Reboot...

19/3/2020, 21:04
... devo dizer que com efeito minha vida mudou. E está mudando. A melhora é contínua e nada pode ser deixado de lado se eu quiser ser chamado de homem.

Nestes dias em todos os aspectos tão corridos, para mim e para o mundo, só me resta tentar falar o menos possível por aqui. Hoje nova crise noturna, forte polução sonhando com que sofria abuso sexual de uma mulher bem feia, com todo o respeito até se parecendo um pouco com as numerosas lésbicas aqui da cidade, que (novamente com todo o respeito) além de estarem presentes em toda a esquina (chego a pensar que as mulheres daqui tem alguma tendência a isto, não é possível, até as aparentemente heterossexuais são em maioria bem rudes e abrutalhadas), são uns tipos bastante complicados de se lidar, arrumando confusão por toda parte, meu pai em seu trabalho já discutiu intensamente com várias delas. Enfim, para vocês verem o que é o subconsciente, no sonho a horrorosa criatura me dizia algo como "Quer gozar ou não?" e eu topava todo empolgado... Diabo! Lá fui eu me esforçar para dormir sem surtar, levantando-me às 5:45 direto para um banho gelado, apesar de mais protestos de minha mãe. Vida que segue, vida que segue. Vão passar, se vão. Minha parte estou fazendo, apesar de algum pensamento de vez em quando minha parte estou fazendo.

Devido à crise do novo Coronavírus, queda drástica no movimento em meu trabalho. Não há ainda casos confirmados aqui na cidade, todavia o clima de prevenção não deve ser jamais deixado de lado. Não duvido de que comecem a surgir, por aqui os mais abastados frequentam muito a Itália, terra de seus antepassados, para conhecer suas origens e ir atrás de cidadania. Aí já sabem. A única garota do meu setor viajou pela Europa e fez certa conexão em Roma, porém isso já há alguns meses. Minha torcida por um melhor cenário mundial.

No horário de almoço, cumpre citar que fiz minha refeição, guardados os devidos cuidados com eventual propagação da supracitada doença, na mesma mesa que uma beldade de outro setor, a qual é cobiçada em toda a repartição e chama a atenção mesmo, inclusive de mim, que não sou muito chegado em loiras. Ela, que está comprometida, é aquela famosa 10/10. Satisfaz-me saber que consegui coexistir com ela como se estivesse, com o devido respeito, diante de uma garota qualquer. Ela é um ser humano, porra!

No mais, sigo na guerra. Sem muito mais a declarar. Que esses 500 dias sejam só o começo.

_______________________________________
Win or die trying.
avatar
soumulherviciadaemporn
Mensagens : 827
Data de inscrição : 19/07/2016

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

19/3/2020, 21:39
Grande marca Justiceiro! Continua firme na luta. És uma inspiração, um abraço!
Está situação do Corona vírus é realmente preocupante. Estou fechada em casa por via disto. Em Portugal já declararam estado de emergência e não sei onde isto vai parar. Seja o que Deus quiser! Como estão as coisas aí?

_______________________________________
"Enquanto houver vontade de lutar haverá esperança de vencer"   Santo Agostinho
                                                                                     
Diário:  https://www.comoparar.com/t3574p250-diario-de-uma-lutadora-contra-a-pmo#23257
rlutador
rlutador
Mensagens : 619
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 27

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

20/3/2020, 01:28
Que marca impressionante, Justiceiro! Espero um dia seguir seus passos. Forte abraço.

_______________________________________


http://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
Master
Master
Mensagens : 763
Data de inscrição : 15/11/2018
Idade : 20

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

20/3/2020, 11:10
Que relato!!! Show de bola!! Segue minhas congratulações a você Justiceiro!

Se cuide Justiceiro, não deixe esses sonhos acabarem com sua saúde mental, sei que você é bem forte mentalmente, porém até pessoas como você podem se deixar levar por esses sonhos e poluções noturnas, e quando nossa mente está fraca nada funciona ou melhora. No mais, cuide-se também em questão do coronavírus, ficar doente é horrível!

_______________________________________
Put God in first!!
avatar
Convidado
Convidado

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

20/3/2020, 11:11
Justiceiro do Sertão escreveu: ... devo dizer que com efeito minha vida mudou. E está mudando. A melhora é contínua e nada pode ser deixado de lado se eu quiser ser chamado de homem.

Nestes dias em todos os aspectos tão corridos, para mim e para o mundo, só me resta tentar falar o menos possível por aqui. Hoje nova crise noturna, forte polução sonhando com que sofria abuso sexual de uma mulher bem feia, com todo o respeito até se parecendo um pouco com as numerosas lésbicas aqui da cidade, que (novamente com todo o respeito) além de estarem presentes em toda a esquina (chego a pensar que as mulheres daqui tem alguma tendência a isto, não é possível, até as aparentemente heterossexuais são em maioria bem rudes e abrutalhadas), são uns tipos bastante complicados de se lidar, arrumando confusão por toda parte, meu pai em seu trabalho já discutiu intensamente com várias delas. Enfim, para vocês verem o que é o subconsciente, no sonho a horrorosa criatura me dizia algo como "Quer gozar ou não?" e eu topava todo empolgado... Diabo! Lá fui eu me esforçar para dormir sem surtar, levantando-me às 5:45 direto para um banho gelado, apesar de mais protestos de minha mãe. Vida que segue, vida que segue. Vão passar, se vão. Minha parte estou fazendo, apesar de algum pensamento de vez em quando minha parte estou fazendo.

Devido à crise do novo Coronavírus, queda drástica no movimento em meu trabalho. Não há ainda casos confirmados aqui na cidade, todavia o clima de prevenção não deve ser jamais deixado de lado. Não duvido de que comecem a surgir, por aqui os mais abastados frequentam muito a Itália, terra de seus antepassados, para conhecer suas origens e ir atrás de cidadania. Aí já sabem. A única garota do meu setor viajou pela Europa e fez certa conexão em Roma, porém isso já há alguns meses. Minha torcida por um melhor cenário mundial.

No horário de almoço, cumpre citar que fiz minha refeição, guardados os devidos cuidados com eventual propagação da supracitada doença, na mesma mesa que uma beldade de outro setor, a qual é cobiçada em toda a repartição e chama a atenção mesmo, inclusive de mim, que não sou muito chegado em loiras. Ela, que está comprometida, é aquela famosa 10/10. Satisfaz-me saber que consegui coexistir com ela como se estivesse, com o devido respeito, diante de uma garota qualquer. Ela é um ser humano, porra!

No mais, sigo na guerra. Sem muito mais a declarar. Que esses 500 dias sejam só o começo.

Fala grande Justiceiro do Sertão, primeiramente parabéns por esse belo período longe do vício. Sobre a polução noturna complicado isso, ainda mais com esses sonhos que de nada se tira proveito, espero que isso pare de ocorrer com você, fico na torcida. Força em sua luta, você está indo bem demais, continue assim, pois por mais que a dificuldades aconteçam, é melhor estar limpo do que preso no vício. Tmj e um abraço, sucesso pra você.
Rottweiler
Rottweiler
Mensagens : 1125
Data de inscrição : 22/07/2019
Idade : 30

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

20/3/2020, 20:20
Parabéns Justiceiro pela marca dos 500 dias!


Flw.

_______________________________________
REBOOT: https://www.comoparar.com/t11634p400-diario-do-rottweiler#357417

"Um rottweiler nunca desiste..."



METAS:
01 02
03 04 05 06 07 08 09
10 11 12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 32 33 34 35 36
37 38 39 40 41 42 43 44 45
46 47 48 49 50 51 52 53 54
55 56 57 58 59 60 61 62 63
64 65 66 67 68 69 70 71 72
73 74 75 76 77 78 79 80 81
82 83 84 85 86 87 88 89 90
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2125
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

20/3/2020, 20:44
soumulherviciadaemporn escreveu:Grande marca Justiceiro! Continua firme na luta. És uma inspiração, um abraço!
Está situação do Corona vírus é realmente preocupante. Estou fechada em casa por via disto. Em Portugal já declararam estado de emergência e não sei onde isto vai parar. Seja o que Deus quiser! Como estão as coisas aí?

Obrigado pelo apoio, Lutadora. Aqui no Brasil já estamos em Estado de Calamidade Pública, transmissão comunitária da doença, grandes e pequenas cidades paradas, fronteiras se fechando, prognósticos pessimistas para os próximos tempos... Está uma consternação social absurda, parecendo uma guerra. Estou prestes a entrar em quarentena no trabalho. Só Deus e nossa luta poderão reverter este cenário.

Grande abraço.

rlutador escreveu:Que marca impressionante, Justiceiro! Espero um dia seguir seus passos. Forte abraço.

Obrigado como sempre, Rlutador. Vamos que vamos. Meu abraço.

Master_DW escreveu:Que relato!!! Show de bola!! Segue minhas congratulações a você Justiceiro!

Se cuide Justiceiro, não deixe esses sonhos acabarem com sua saúde mental, sei que você é bem forte mentalmente, porém até pessoas como você podem se deixar levar por esses sonhos e poluções noturnas, e quando nossa mente está fraca nada funciona ou melhora. No mais, cuide-se também em questão do coronavírus, ficar doente é horrível!

Meu obrigado, nobre Master_DW. Estou da melhor maneira me prevenindo de tudo, aqui na cidade ainda não há nenhuma confirmação do novo Coronavírus, entretanto, a exemplo do resto do País, o clima está relativamente pesado e não posso deixar de tomar todas as precauções possíveis e imagináveis.

Meu abraço.

End escreveu:
Justiceiro do Sertão escreveu: ... devo dizer que com efeito minha vida mudou. E está mudando. A melhora é contínua e nada pode ser deixado de lado se eu quiser ser chamado de homem.

Nestes dias em todos os aspectos tão corridos, para mim e para o mundo, só me resta tentar falar o menos possível por aqui. Hoje nova crise noturna, forte polução sonhando com que sofria abuso sexual de uma mulher bem feia, com todo o respeito até se parecendo um pouco com as numerosas lésbicas aqui da cidade, que (novamente com todo o respeito) além de estarem presentes em toda a esquina (chego a pensar que as mulheres daqui tem alguma tendência a isto, não é possível, até as aparentemente heterossexuais são em maioria bem rudes e abrutalhadas), são uns tipos bastante complicados de se lidar, arrumando confusão por toda parte, meu pai em seu trabalho já discutiu intensamente com várias delas. Enfim, para vocês verem o que é o subconsciente, no sonho a horrorosa criatura me dizia algo como "Quer gozar ou não?" e eu topava todo empolgado... Diabo! Lá fui eu me esforçar para dormir sem surtar, levantando-me às 5:45 direto para um banho gelado, apesar de mais protestos de minha mãe. Vida que segue, vida que segue. Vão passar, se vão. Minha parte estou fazendo, apesar de algum pensamento de vez em quando minha parte estou fazendo.

Devido à crise do novo Coronavírus, queda drástica no movimento em meu trabalho. Não há ainda casos confirmados aqui na cidade, todavia o clima de prevenção não deve ser jamais deixado de lado. Não duvido de que comecem a surgir, por aqui os mais abastados frequentam muito a Itália, terra de seus antepassados, para conhecer suas origens e ir atrás de cidadania. Aí já sabem. A única garota do meu setor viajou pela Europa e fez certa conexão em Roma, porém isso já há alguns meses. Minha torcida por um melhor cenário mundial.

No horário de almoço, cumpre citar que fiz minha refeição, guardados os devidos cuidados com eventual propagação da supracitada doença, na mesma mesa que uma beldade de outro setor, a qual é cobiçada em toda a repartição e chama a atenção mesmo, inclusive de mim, que não sou muito chegado em loiras. Ela, que está comprometida, é aquela famosa 10/10. Satisfaz-me saber que consegui coexistir com ela como se estivesse, com o devido respeito, diante de uma garota qualquer. Ela é um ser humano, porra!

No mais, sigo na guerra. Sem muito mais a declarar. Que esses 500 dias sejam só o começo.

Fala grande Justiceiro do Sertão, primeiramente parabéns por esse belo período longe do vício. Sobre a polução noturna complicado isso, ainda mais com esses sonhos que de nada se tira proveito, espero que isso pare de ocorrer com você, fico na torcida. Força em sua luta, você está indo bem demais, continue assim, pois por mais que a dificuldades aconteçam, é melhor estar limpo do que preso no vício. Tmj e um abraço, sucesso pra você.

Obrigado e saudações, End. Temos que ser de aço, temos que sobreviver até à bomba atômica se quisermos nos libertar. Abraços.

Rottweiler escreveu:Parabéns Justiceiro pela marca dos 500 dias!


Flw.

Obrigado e força a você, colega Rottweiler. Um abraço e estamos juntos.

_______________________________________
Win or die trying.
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2125
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

21/3/2020, 19:07
Sábado bastante tenso.

Logo para começar, a terceira polução noturna da semana. Quase consegui escapar, cinco e cinco da manhã. Outro sonho com antiga fantasia, parece que meu cérebro não cansa, ejaculei tão violentamente que devo ter manchado até o colchão. Tenho estudado, condicionado minha mente a duras penas, mesmo assim parece uma maldição, é só eu relaxar que tudo aquilo que hoje quero mais é que se foda volta com tudo, vem com tudo atormentar minhas já tão demandantes de policiamento noites de sono. Cochilei mais um pouco até me levantar para ir trabalhar (5:45, mais ou menos), situação na qual corri para tomar um banho gelado e fui asperamente repreendido por meus pais, até com razão, por conta do dramático contexto que o mundo vive. Fui me trocar e, ao defecar antes de escovar os dentes, percebi que o papel higiênico havia acabado. Não tive saída, com o perdão dos termos, fui trabalhar gozado e cagado. Não, não tem graça. Sobretudo diante de mais situações bastante desagradáveis que viveria ao longo do dia.

Ao chegar à repartição, após um tempo esperando meus colegas de setor chegarem, vem até mim um conhecido de outro departamento dizendo que a quarentena devido ao novo Coronavírus já havia se instaurado, ali estando apenas alguns funcionários para orientar eventuais cidadãos presentes quanto ao desempenho on-line de determinados serviços. Revoltado por não ter sido avisado, dei parte da situação na Administração, e ficaram de me avisar via Whatsapp sobre quando retornariam. A informação oficial só foi consolidada ontem à noite, e eu infelizmente não fui avisado, não sei se de propósito. Não importa. Voltei para casa cabisbaixo, ainda mais devido ao clima de consternação que se apoderou do Brasil e do mundo. Pelas ruas da cidade, uma tristeza só, tudo vazio, a cidade mais silenciosa e monótona do que já é, nos prédios algumas bandeiras do Brasil dando um ar sugestivamente melancólico, misto de tristeza e esperança... Clima fúnebre mesmo.

Em casa, fui resolver alguns problemas próprios e tentar estudar, apesar do sono. Minha família e eu estamos muito pessimistas no que tange ao avanço do Coronavírus pelo País, creio que nem se houvesse morrido alguém muito importante, na família ou no Brasil, o ambiente aqui em casa estaria tão pesado. Tristeza sem tamanho, meu pai pragueja o tempo todo, ele que está em Aviso Prévio, e minha mãe quase chorando ao tentar motivar-nos com mensagens de bom agouro. Quem também quase chorou fui eu, agora neste final de tarde, enquanto estudava, relembrando de relance certas coisas que vivi e, sobretudo, certas coisas que não vivi, não necessariamente no campo amoroso. Ainda estou com os olhos marejados enquanto escrevo estas palavras, tenho pena de meus pais e de tantos milhões de cidadãos brasileiros por aí afora, na correria atrás de seus sonhos, sendo este que vos fala um deles. Até mesmo pensamentos atinentes a fissuras sexuais, que há tempos não sentia, ressurgiram com tudo enquanto eu estudava, sendo por mim com toda a força reprimidos. Farei o possível para realizar meus sonhos e dar uma vida melhor a meus pais. Pensei em tratar há algumas linhas de certos problemas que venho enfrentando em meu trabalho, no tocante ao relacionamento com meu chefe; contudo, prefiro não tocar no assunto, afinal por enquanto estou conseguindo aguentar. Ocorre que há momentos em que é bom dar uma desabafada, e este espaço aqui, no nosso caso, parece providencial.

Acredito muito em Deus. Da minha maneira, porém acredito. Lutando e tendo fé sei que nada poderá me segurar, nem qualquer um de nós. Todas as tempestades passarão, nossas vidas serão plenas, nossos sonhos serão por nós vividos. Volto a dizer, nada poderá nos segurar.

Estou triste, porém a alegria deve vir em breve. Para todos nós.

_______________________________________
Win or die trying.
rlutador
rlutador
Mensagens : 619
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 27

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

21/3/2020, 22:24
Fala, grande Justiceiro.
Nesse sentimento de tristeza, o Brasil todo se abraça. Acho que não há ninguém que esteja 100% bem. O que eu digo pra vc é o que digo pra todos: veja as notícias só pra ter noção de como estão as coisas. Feito isso, vá estudar, vá ler, enfim. Vá fazer alguma coisa que te destraia e melhore seu humor. Os dias serão difíceis, mas se permanecermos esperançosos vamos passar por isso. Forte abraço!
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2125
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

22/3/2020, 12:54
rlutador escreveu:Fala, grande Justiceiro.
Nesse sentimento de tristeza, o Brasil todo se abraça. Acho que não há ninguém que esteja 100% bem. O que eu digo pra vc é o que digo pra todos: veja as notícias só pra ter noção de como estão as coisas. Feito isso, vá estudar, vá ler, enfim. Vá fazer alguma coisa que te destraia e melhore seu humor. Os dias serão difíceis, mas se permanecermos esperançosos vamos passar por isso. Forte abraço!

Muitíssimo obrigado, nobre Rlutador. A coisa não é nada fácil, todavia temos que batalhar até o fim. Levantei antes das 6 da manhã para estudar e meus olhos novamente lacrimejaram de tristeza ao me lembrar de algumas coisas. Porém estou firme na luta, sei que não tenho saída.

Venceremos, meu caro. Venceremos.

Forte abraço.

_______________________________________
Win or die trying.
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2125
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

23/3/2020, 18:05
Enquanto o Brasil e o mundo seguem na angústia, por aqui vou levando minha vida enclausurado. Já sou quase recluso, para mim poderia não fazer tanta diferença, no entanto estou bem abatido física e psicologicamente, só eu sei o quanto meu espírito anseia por dias melhores.

Hoje amanheci seco felizmente; convenhamos, depois de uma semana com umas quatro poluções e pesadelos pornográficos quase todas as noites, não sei como minha cabeça e meu sistema reprodutor aguentariam se manter em estado de tamanha fúria. Depois, li algumas coisas, assisti a um pouco de TV e contribuí com tarefas domésticas. Ainda estou em busca de minha melhor versão, e tenho a esperança de que todos os meus colossais esforços haverão de ser recompensados.

Como muitos devem se sentir, sinto-me dentro de um bunker relativamente frágil, num contexto que a humanidade poucas vezes experimentou, e o Brasil menos ainda. É aquele contexto em que absolutamente tudo parou, em que simplesmente nossas vidas estão em jogo, e que mais do que nunca corresponde à hora de o povo brasileiro provar/mostrar se sua garra e sua solidariedade tão alardeadas são verdadeiras ou não passam de propaganda ufanista para tentar conferir alguma auto-estima a este povo sofrido, carente de tudo e desde sempre atirado ao lixo. Eu poderia dizer, ou se só aparecem em época de Copa do Mundo, mas parece que até isso saiu de moda... Desculpe-me eventual excesso de drama, contudo estou bastante pessimista quanto ao futuro. Já quero estar preparado, de um jeito que não sofra tanto posteriormente. Sou alguém que já se decepcionou muito na vida, vejo-me pronto para praticamente tudo, sei lá, vamos supor, quarentena até dezembro, milhões de mortes... Temos que estar preparados. Torço para que não cheguemos a este ponto, entretanto meu espírito, confesso, se sente disposto a se prontificar a uma tragédia nacional e mundial de dimensões jamais vistas na História recente.

Estou bastante abalado, triste mesmo. Queira Deus que minhas profecias não se concretizem. Fé é uma coisa que tenho de sobra, e sei que Deus e nossa luta nos providenciarão, de um jeito ou outro, ainda que à custa de sequelas terríveis, dias melhores num futuro relativamente próximo. A despeito desse clima terrível, semelhante a uma guerra e pior do que o luto por uma perda significativa, tenho fé, tenho esperança e lutarei para que melhores ventos nos soprem.

Vamos vencer. Vamos vencer.

_______________________________________
Win or die trying.
avatar
Convidado
Convidado

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

23/3/2020, 19:05
Justiceiro do Sertão escreveu:Enquanto o Brasil e o mundo seguem na angústia, por aqui vou levando minha vida enclausurado. Já sou quase recluso, para mim poderia não fazer tanta diferença, no entanto estou bem abatido física e psicologicamente, só eu sei o quanto meu espírito anseia por dias melhores.

Hoje amanheci seco felizmente; convenhamos, depois de uma semana com umas quatro poluções e pesadelos pornográficos quase todas as noites, não sei como minha cabeça e meu sistema reprodutor aguentariam se manter em estado de tamanha fúria. Depois, li algumas coisas, assisti a um pouco de TV e contribuí com tarefas domésticas. Ainda estou em busca de minha melhor versão, e tenho a esperança de que todos os meus colossais esforços haverão de ser recompensados.

Como muitos devem se sentir, sinto-me dentro de um bunker relativamente frágil, num contexto que a humanidade poucas vezes experimentou, e o Brasil menos ainda. É aquele contexto em que absolutamente tudo parou, em que simplesmente nossas vidas estão em jogo, e que mais do que nunca corresponde à hora de o povo brasileiro provar/mostrar se sua garra e sua solidariedade tão alardeadas são verdadeiras ou não passam de propaganda ufanista para tentar conferir alguma auto-estima a este povo sofrido, carente de tudo e desde sempre atirado ao lixo. Eu poderia dizer, ou se só aparecem em época de Copa do Mundo, mas parece que até isso saiu de moda... Desculpe-me eventual excesso de drama, contudo estou bastante pessimista quanto ao futuro. Já quero estar preparado, de um jeito que não sofra tanto posteriormente. Sou alguém que já se decepcionou muito na vida, vejo-me pronto para praticamente tudo, sei lá, vamos supor, quarentena até dezembro, milhões de mortes... Temos que estar preparados. Torço para que não cheguemos a este ponto, entretanto meu espírito, confesso, se sente disposto a se prontificar a uma tragédia nacional e mundial de dimensões jamais vistas na História recente.

Estou bastante abalado, triste mesmo. Queira Deus que minhas profecias não se concretizem. Fé é uma coisa que tenho de sobra, e sei que Deus e nossa luta nos providenciarão, de um jeito ou outro, ainda que à custa de sequelas terríveis, dias melhores num futuro relativamente próximo. A despeito desse clima terrível, semelhante a uma guerra e pior do que o luto por uma perda significativa, tenho fé, tenho esperança e lutarei para que melhores ventos nos soprem.

Vamos vencer. Vamos vencer.

Seu texto é um diagnóstico de como me sinto atualmente, estou a pensar desde o começo desse ano assim como você e, algumas vezes sinto me em um sistema em que não posso ter voz, e se o fizer,estarei sujeito à penas. Já deu uma olhada no noticiário? Passou que a polícia está, através de helicóptero, tirando pessoas das praias à força em função do vírus, e isso me faz questionar como serão os próximos dias. Compreendo claramente o que escreveu e é confiar em Deus para não enloquecermos.
Um forte abraço.
rlutador
rlutador
Mensagens : 619
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 27

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

23/3/2020, 20:46
Fala, cara!
A sua angústia é a de muitos brasileiros no momento. Hoje em dia eu to pesquisando o número de mortos na China, e isso tem me tranquilizado um pouco. Na pior das hipóteses, a porcentagem de mortos de pessoas acima de 80 anos foi apenas de 15% lá. Nas demais faixas etárias é bem baixo. Uma grande parte das pessoas vai pegar e vai conseguir se curar, e nem sequer vão desenvolver os piores sintomas. Claro que não dá pra comparar o sistema público de saúde chinês com o brasileiro. O número de mortos vai ser maior aqui em razão de ausência de tratamento quando o caso se agravar. Mas ainda assim o número vai passar longe de ser o da maioria da população. Não quero que confundam o que estou dizendo com uma postura de um Bolsonaro, figura por quem tenho completa antipatia, e que creio estar minimizando os problemas. Mas se vc analisar friamente os números, não há motivos para surtos antecipados.
O que teremos sim, será uma grava crise econômica a nível mundial, e isso deve durar pelo menos uns 2 anos. Mas resistiremos a tudo. O mundo já viu Guerras Mundiais, diversos conflitos políticos, dentre outras calamidades. Serão talvez 2 anos de muito estresse pós-corona, mas iremos nos reerguer. Estar sensível a qualquer fonte de dopamina é essencial no momento. Eis a função de reboot em tempos de crise.
Forte abraço.

_______________________________________


http://www.comoparar.com/t9879-diario-de-rlutador-34-dias
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2125
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

24/3/2020, 19:31
Fnata escreveu:
Justiceiro do Sertão escreveu:Enquanto o Brasil e o mundo seguem na angústia, por aqui vou levando minha vida enclausurado. Já sou quase recluso, para mim poderia não fazer tanta diferença, no entanto estou bem abatido física e psicologicamente, só eu sei o quanto meu espírito anseia por dias melhores.

Hoje amanheci seco felizmente; convenhamos, depois de uma semana com umas quatro poluções e pesadelos pornográficos quase todas as noites, não sei como minha cabeça e meu sistema reprodutor aguentariam se manter em estado de tamanha fúria. Depois, li algumas coisas, assisti a um pouco de TV e contribuí com tarefas domésticas. Ainda estou em busca de minha melhor versão, e tenho a esperança de que todos os meus colossais esforços haverão de ser recompensados.

Como muitos devem se sentir, sinto-me dentro de um bunker relativamente frágil, num contexto que a humanidade poucas vezes experimentou, e o Brasil menos ainda. É aquele contexto em que absolutamente tudo parou, em que simplesmente nossas vidas estão em jogo, e que mais do que nunca corresponde à hora de o povo brasileiro provar/mostrar se sua garra e sua solidariedade tão alardeadas são verdadeiras ou não passam de propaganda ufanista para tentar conferir alguma auto-estima a este povo sofrido, carente de tudo e desde sempre atirado ao lixo. Eu poderia dizer, ou se só aparecem em época de Copa do Mundo, mas parece que até isso saiu de moda... Desculpe-me eventual excesso de drama, contudo estou bastante pessimista quanto ao futuro. Já quero estar preparado, de um jeito que não sofra tanto posteriormente. Sou alguém que já se decepcionou muito na vida, vejo-me pronto para praticamente tudo, sei lá, vamos supor, quarentena até dezembro, milhões de mortes... Temos que estar preparados. Torço para que não cheguemos a este ponto, entretanto meu espírito, confesso, se sente disposto a se prontificar a uma tragédia nacional e mundial de dimensões jamais vistas na História recente.

Estou bastante abalado, triste mesmo. Queira Deus que minhas profecias não se concretizem. Fé é uma coisa que tenho de sobra, e sei que Deus e nossa luta nos providenciarão, de um jeito ou outro, ainda que à custa de sequelas terríveis, dias melhores num futuro relativamente próximo. A despeito desse clima terrível, semelhante a uma guerra e pior do que o luto por uma perda significativa, tenho fé, tenho esperança e lutarei para que melhores ventos nos soprem.

Vamos vencer. Vamos vencer.

Seu texto é um diagnóstico de como me sinto atualmente, estou a pensar desde o começo desse ano assim como você e, algumas vezes sinto me em um sistema em que não posso ter voz, e se o fizer,estarei sujeito à penas. Já deu uma olhada no noticiário? Passou que a polícia está, através de helicóptero, tirando pessoas das praias à força em função do vírus, e isso me faz questionar como serão os próximos dias. Compreendo claramente o que escreveu e é confiar em Deus para não enloquecermos.
Um forte abraço.

É isso mesmo, nobre Fnata. Obrigado pelas providenciais palavras. Estou de olho em muita coisa nos noticiários, o prognóstico não é nada bom; além de todos os problemas históricos deste País, eis que surge um para se configurar talvez como o mais grave desde sempre. Só Deus e nossa luta por nós. Seguirei lutando, que nosso espírito Rebooter nos garanta sangue frio nessas horas.

Meu forte abraço.

rlutador escreveu:Fala, cara!
A sua angústia é a de muitos brasileiros no momento. Hoje em dia eu to pesquisando o número de mortos na China, e isso tem me tranquilizado um pouco. Na pior das hipóteses, a porcentagem de mortos de pessoas acima de 80 anos foi apenas de 15% lá. Nas demais faixas etárias é bem baixo. Uma grande parte das pessoas vai pegar e vai conseguir se curar, e nem sequer vão desenvolver os piores sintomas. Claro que não dá pra comparar o sistema público de saúde chinês com o brasileiro. O número de mortos vai ser maior aqui em razão de ausência de tratamento quando o caso se agravar. Mas ainda assim o número vai passar longe de ser o da maioria da população. Não quero que confundam o que estou dizendo com uma postura de um Bolsonaro, figura por quem tenho completa antipatia, e que creio estar minimizando os problemas. Mas se vc analisar friamente os números, não há motivos para surtos antecipados.
O que teremos sim, será uma grava crise econômica a nível mundial, e isso deve durar pelo menos uns 2 anos. Mas resistiremos a tudo. O mundo já viu Guerras Mundiais, diversos conflitos políticos, dentre outras calamidades. Serão talvez 2 anos de muito estresse pós-corona, mas iremos nos reerguer. Estar sensível a qualquer fonte de dopamina é essencial no momento. Eis a função de reboot em tempos de crise.
Forte abraço.

Obrigado pelas sábias palavras, Rlutador. Fique você sabendo que pensamos parecido, inclusive no que toca a uma terrível crise econômica que deverá ocorrer após a tempestade do Covid-19 passar. Não sou especialista na área econômica, contudo faz sentido crer em tal dramática hipótese. Inclusive ainda acho que a luta pela reconstrução ainda será algo menos penoso do que este período de isolamento, dado que pelo menos estaremos com garantia de saúde e liberdade para muito mais flexivelmente planejarmos objetivos, seja em que área for, e colocarmos os mesmos em prática. Veja só, por mais que as comunicações remotas estejam consolidadas, ainda é muito necessário o deslocamento humano para desempenho de atividades cotidianas muitíssimo variadas. E além do mais é difícil lutar contra a biológica situação de seres gregários do homem, por mais que alguns indivíduos, eu incluso, possuam personalidade mais reservada e "chata". Convívio pessoal faz bem para muita, muita coisa, e muitas das quais atinentes ao que se chama progresso.

E sim, aqui no Brasil esse novo Coronavírus tem tudo para ser, nas palavras dos meus antepassados nordestinos, uma bagaceira. Vai ser, infelizmente vai, estejamos preparados. Esperem pelos próximos dias. Será um negócio que este País nunca viu no passado recente, pior do que a dengue, a chikungunya, o zika, talvez só comparável à Gripe Espanhola há já ido um século. Que façamos nossa parte e, sem querer levantar bandeiras políticas (assunto delicado...), não sejamos como esse pseudohumano escroto eleito Presidente por um povo ignorante e eternamente carente de salvadores da Pátria. Um safado que sequer compareceu aos debates eleitorais por pura covardia, já sabendo que não conseguiria sustentar seus furados argumentos de palhaço (se facilitar, mais palhaço que o Tiririca) narcisista e com gritante incapacidade de convívio; também não sou da área da Psicologia, no entanto qualquer um com certo discernimento consegue notar qual o modus operandi deste elemento infame. Sejamos gente, meu caro, sejamos humanos de verdade, que, mesmo na certeza de que será uma bagaceira de fazer inveja histórica ao Aedes aegypti, vão até o fim na busca por seus mais nobres objetivos com segurança, determinação e esperança de que nosso triunfo, seja em que área for, irá chegar.

Meu forte abraço!

_______________________________________
Win or die trying.
Peter Parker
Peter Parker
Moderador
Moderador
Mensagens : 854
Data de inscrição : 27/11/2019
Localização : Queens

24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido  - Página 15 Empty Re: 24 - De volta à guerra: ferido, humilhado, até injustiçado... mas nunca vencido

25/3/2020, 13:58
Olá ilustríssimo Justiceiro do Sertão !!!

Após algum tempo ausente estou retornando ao fórum e ao seu diário, fico feliz que esteja de pé apesar das dificuldades fisiológicas. Não sei o que lhe dizer quanto a essas situações, apenas recomendo a prática de atividades físicas ou até respiração (meditação) para aliviar as tensões sexuais. Acredito que você encontrará alguém especial não apenas para satisfazer necessidades, mas também para dividir a vida.

No tocante a situação atual do país e do mundo, é compreensível os seus sentimentos. Recomendo que mantenha devida distância dos meios de comunicação, como televisão (mais especificamente dos noticiários) e celular (redes sociais), o excesso de informações pode causar males ainda piores que esse vírus, como a ansiedade. Faça isso que você relatou, ajude nas tarefas domésticas, veja TV com a família, aproveite para praticar a respiração, ler um livro, fazer exercícios físicos, escrever, desenhar, ouvir músicas, ligar para um amigo, enfim, algo que lhe acrescente. Estamos juntos nessa, estou procurando por isso tudo em prática e tem me feito muito bem !!

Vejo que você está triste e desesperançoso quanto a este momento, porém com esperança para o futuro. Já que você citou a fé em Deus, quero lhe encorajar a mergulhar na bondade de Deus, estude, pesquise sobre isso, ore inclusive. Creio que neste momento que estamos vivendo é uma oportunidade de nos aproximarmos do Criador. Mas nesse quesito cabe a cada um fazer como lhe parecer bem.

Grande abraço !

_______________________________________
"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Mateus 11:28  study

"Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades." - Tio Ben

Diário do Aranha mais querido: https://www.comoparar.com/t9821-diario-de-um-vencedor

Minha História de Sucesso

Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos