Ir para baixo
avatar
Terra26
Mensagens : 6
Data de inscrição : 31/10/2019

Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios Empty Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios

31/10/2019, 17:46
Olá tenho 27 anos, estive viciado em PMO por mais de 10 anos. Devido ao vício prematuro desenvolvi hábitos que me prejudicaram ainda mais ao longo desse tempo, ocasionando-me depressão, isolamento social, síndrome do Pânico,  esquizofrenia, etc.
Vou contar minha história resumida, para entenderem melhor o que passou em minha vida durante esses anos.

Na minha infância eu era um menino com uma inteligência acima da média, na primeira série foi um dos primeiros aprender a ler e fazer diversos cálculos. Fora da escola adorava brincar e praticava alguns esportes, o que mais me atraía era o futebol  (sonhava em ser um jogador profissional). Meus relacionamentos na infância fluiam normalmente, tinha alguns amigos e costumava brincar muito com meus primos, inclusive ja durante a infância quando tinha entre 6 a 9 anos de idade, me recordo de desenvolver relações sexuais com esses primos, sem ter conhecimento real de sexo, apenas como meio de descobrir nossos corpos. Quando tinha um pouco mais de 11 anos, tive o conhecimento da masturbação através de um primo mais velho que tinha uns 15 anos na época, ele se masturbou na minha frente, me mostrando como ejacular, lembro que ele me disse que para ejacular era necessário pensar em alguma garota atraente. Aquela cena me traumatizou, a partir deste momento tive essa obsessão de querer ejacular como ele, me masturbava quase diariamente sem acessar conteúdo pornográfico apenas com a imaginação, mas como era muito novo não conseguia ter uma ejaculação apenas aquela "cócegas ", que era muito agradável para mim, e me fazia continuar com este hábito por um bom tempo.
Na época tinha acesso a Internet discada e não conhecia ainda os conteudos pornográficos online, apenas através de revistas da Playboy e do gênero.
Quando entrei no quinto ano, minhas notas escolares e meu rendimento ja tinham caído muito, e meu comportamento na escola mudou, deixei de ser um aluno dedicado e me tornei um aluno bagunceiro. E fora da escola aos 13 anos conheci as primeiras drogas o álcool e o cigarro, usava escondido dos meus pais e família, nessa epoca ja conseguia ejacular um pouco. Aos 15 anos comecei usar maconha e aos 17 anos a usar cocaína. Nessa época tinha acesso a banda larga e descobri o mundo pornográfico, onde me viciei ainda mais na masturbação.
Minha relação com mulheres começaram muito cedo, aos 9 anos dei o meu primeiro beijo e aos 15 anos quase tive minha primeira relação sexual, beijava uma garota e apenas chupei os seus peitos, fiquei muito nervoso e não progredi mais, me recordo que já nessa primeira vez não tive uma ereção. Aos 18 anos tive meu primeiro emprego em uma cerâmica, era um serviço muito pesado, gastava muita energia e o dinheiro que recebia eram gasto a maior parte em drogas, onde já tinha desenvolvido um vício profundo, e aparentava os primeiros sinais de decadência, na escola não consegui concluir o ensino médio, reprovei 2 vezes no segundo ano, até que desisti da escola e resolvi apenas trabalhar.
Fiquei neste emprego por 10 meses e resolvi pedir demissão, e algumas semanas depois sofri um acidente grave de moto, onde fraturei um fêmur, e fui submetido a uma cirurgia delicada. Fiquei internado por 10 dias, onde conheci uma enfermeira que se envolveu bastante comigo, ela ia muito no meu quarto pra conversar, e ficávamos até tarde juntos, um dia nos beijamos. Quando recebi alta ela pediu meu telefone, poucos dias depois ela ligou dizendo querendo me ver. Ela frequentou minha casa por alguns dias, ficávamos juntos, depois de uns dias, os beijos foram ficando mais quentes, até que um dia chegou a hora de termos a primeira relação com penetração, eu inexperiente seria minha primeira vez, ela era mais velha ja tinha tido várias relações. Não consegui deixar meu pênis ereto com facilidade, depois de muita masturbação e sexo oral, fiquei um pouco excitado e ela sentou em cima sem preservativo mesmo, depois de pouquíssimo tempo, ejaculei. Foi vergonhoso, fiquei muito sem graça, ela foi compreensiva, porém nunca mais foi me ver, mais pra frente descobri que ela era casada e traia seu marido comigo e com outros rapazes.
Lembro que depois disso, fiquei muito frustrado, me afundando ainda mais na masturbação com pornografia. Aos 19 anos um amigo mais novo que eu, porém um pouco mais experiente em relacionamentos, se aproximou convidando-me a sair com ele, para irmos em bailes, bares e lugares onde frequentavam pessoas, conheci várias mulheres, onde relacionei com muitas e diversas vezes tive DE e EP, foram poucas as vezes onde consegui ter uma ereção, pois além da masturbação que era frequente eu usava bebidas, cigarro, maconha e cocaína, que afetaram muito meu organismo.
Pouco antes de fazer 20 anos, conheci uma garota mais nova, ela devia ter uns 15 anos e era virgem, começamos a namorar e nos relacionar, porém o sexo com penetração nunca aconteceu, ela tinha em mente que queria  ter esse tipo de relação apenas com quem fosse casar, mas eu tinha um pouco de lábia convenci ela de termos relações sexuais orais sem penetração, foi minhas melhores experiências até então, eu conseguia ter uma ereção razoável. 3 meses depois ela largou de mim, por descobrir que eu estava mentindo pra ela, quando deixava ela em casa, saia ora usar drogas e procurar parceiras sexuais com "amigos".
Aos 20 anos, trabalhei num supermercado muito famoso, onde fiz algumas amizades e conheci mulheres onde tive relações sexuais, porém com o mesmo problema de DE e EP, foi então que um conhecido me apresentou o AZULZINHO (Viagra), onde conseguia ter uma ereção e conseguia penetrar por algum tempo antes de ejacular. 10 meses depois trabalhando eu fui demitido por justa causa, faltava muito entregava vários atestados, fui acusado de falsificar um atestado(porém era mentira demorou mais de 2 anos para provar que era legítimo, consegui recuperar o tempo de serviço perdido).
Estando desempregado, sem dinheiro, viciado em PMO, bebidas, drogas, me envolvi com um cara que juntos começamos a vender drogas, primeiro lança perfume, depois maconha e cocaína. Íamos a diversos bailes funk, conhecíamos diversas garotas, onde nos envolviamos sexualmente com elas, eu dependente do Viagra e desenvolvendo uma terrível couraça. Um dia na véspera do Natal eu e esse cara que vendiamos drogas, fomos a uma festa onde usamos cocaína, maconha, lança perfume, ecstasy e muitas bebidas, ficamos muito drogados e às 6 horas da manhã quando tínhamos passado a noite inteira entorpecidos, ele teve uma explosão, alguma espécie de overdose, onde ele surtou avançando para me atacar, totalmente descontrolado me ameaçando de morte, consegui escapar, e as pessoas que testemunharam chamaram a ambulância e a polícia, depois desse dia eu cortei a amizade com esse cara e me afastei dele, fui me isolando cada vez mais, até desenvolver uma esquizofrenia, ouvia vozes, sentia que eu era algum Salvador, anjo ou messias. Estava totalmente descontrolado fumava maconha diariamemte muitas vezes, sozinho, e em casa, morava com meus pais, tinha transtornos, discutia e brigava com minha família. Então decidiram me internar compulsoriamente. Na clínica fui submetido a um tratamento com remédios anti depressivos controlados, fazia eu sentir muito sono e cansaço. Na clínica ainda viciado, praticava regularmente a masturbação. Fiquei 4 meses internado.
Quando recebi alta, diagnosticado com esquizofrenia avançada, disseram que teria que tomar aqueles remédios para o resto da vida. Algumas semanas depois de sair voltei a fumar maconha e em seguida a usar cocaína, um dia um primo me apresentou ao mundos dos cogumelos, fomos em um pasto fazer uma caçada de alguns deles, ingeri vários e tive uma experiência que me desconstruiu, foi então que comecei a perceber o que eatava acontecendo comigo e decidi mudar de vida e parar com as drogas. Tinha 21 anos na época, comecei a praticar meditação, ler alguns livros, abandonei os medicamentos e comecei entender um pouco como universo funciona.
Aos 23 anos comecei fazer um curso técnico, onde conheci algumas pessoas e me relacionei com uma mulher que não era muito atraente, pediu meu Facebook para um conhecido, conversamos bastante. Um dia quando estava sozinho em casa, passando por uma crise de depressão, estava bebendo, usando cocaína resolvi ir ve ela, tomei um Viagra e fui ficar com ela, era muito ansioso, foi a primeira vez que a beijei, já imaginei que ia ter uma relação sexual com ela, porém ficamos em frente a sua casa, o mais longe que cheguei foi pegar nos seus peitos, como eu tinha tomado um viagra tive ereção, chegando em casa, me afoguei em PMO como sempre. Mais essa mulher se "apaixonou" por mim, ficamos várias vezes, tivemos algumas relações sexuais, sempre usando Viagra, resolvi pedi-la em namoro, ela aceitou. Namoramos por 6 meses, eu era depedente de muitas coisas, não percebia o que tinha que fazer, praticava pouquíssimos exercícios, usava maconha, cigarro, bebidas, cocaína algumas vezes, acabei voltando a ter sensações esquizofrenicas, escutava vozes e tive que voltar a tomar medicamentos. Como essa mulher não era muito atraente, eu sentia que poderia encontrar alguém melhor, só que o medo de ficar sozinho e a esquizofrenia me fizeram a terminar o namoro e em seguida voltar diversas vezes.
Depois de 1 ano de namoro, ela era evangelica da igreja assembleia de Deus, me pressionava muito para casar, queria construir uma família comigo, então pedi ela em casamento, ficamos juntos por um pouco mais de 1 ano, eu sempre  dependente do Viagra para ter ereção, porém neste tempo aprendi algumas lições que me valeram muito, consegui controlar a compulsão por drogas, principalmente cocaína, ja não fazia mais o uso constante, somente o cigarro e a maconha que ainda eram diariamente consumidos, claro o PMO também, mesmo casado consumia muito PMO, apesar de usar Viagra teve muitas relações que tive DE,EP,ER.
Em 2018 no começo do ano cansado deste ciclo que estava me destruindo decidi me divorciar para mudar minha vida, e tornar a ser o meu melhor.
Ainda em 2018, eu foquei em querer mudar minha vida, voltei a ler livros, assistia palestras do Professor Hélio Couto sobre mecanica quântica, estudei espiritualidade. Consegui abandonar o vício em cocaina, fui planejando abandonar todos os vícios, até surgir uma oportunidade de ir morar numa cidade turística famosa em Minas Gerais, então fui e fiquei 3 meses, durante o último mês tive uma recaída, voltando a ouvir vozes, imaginava que moradores desta cidade estavam me perseguindo para me matar, durante este tempo ainda fumava muita maconha, praticava PMO. Decidi voltar para minha cidade, pedir ajuda para os meus pais, eles me ajudaram, levaram eu no Psiquiatria, voltei a tomar os medicamentos, passei em uma psicóloga, ela me ajudou a me libertar da maconha.
No início deste ano ja estava decidido a parar de usar drogas definidamente, tendo êxito durante todo o ano, tive umas 3 recaídas no início, hoje estou a quase 6 meses sem fumar maconha, 11 meses sem cocaína.
Durante este ano eu estudei um pouco de tantra, como estava sem parceira, pratiquei M sem ejacular por um bom tempo, com a intenção de quando encontrar uma parceira não ter relações com orgasmo, para conservar Minha energia. Pesquisando mais sobre retenção seminal encontrei o NOFAP no canal Alphaspirit, foi onde o véu de maya rasgou, fazendo eu perceber onde estava meu Maior erro durante todo  esse tempo. Hoje estou 40 dias em reboot, tive uma recaída com 14 dias, fui deixar meu pênis ereto, acabou gerando uma ansiedade, ejaculei. Então fazem exatamente 26 dias, que não tenho orgasmo, agora mexo no meu pênis, apenas quando vou ao banheiro urinar ou tomar banho, faço contrações para controlar melhor e evitar polução. Ah estou 11 dias sem fumar cigarro também.
Os benefícios que senti são muitos, os principais são :
- Aumento de disposição, para realizar atividades físicas ( faço caminhada por mais de duas horas por dia)
- Aumento de foco em objetivo
-Ereções matinas mais constantes
-Poder de atração está aumentando
-Alegria e felicidade diariamente
- Percepção da vida aumentada.
-Poder de ação
-Estou livre praticamente de todos os vicios que tive durante esses anos
-Etc.

Agradeço este maravilhoso forum, que tem me ajudado muito com as historias de todos, que passaram por dificuldades semelhantes, eu li o Ebook, porém não instalei o bloqueador, por usar muito pouco a Internet, desativei meu Facebook e instagram, uso YouTube apenas para ver vídeos de autoconhecimento, desenvolvimento pessoal.

Desejo que todos que estejam passando por essas dificuldades tenham a possibilidade de encontrar as ferramentas necessárias para desenvolver o seu melhor. Um grande abraço, força e luz, somos todos Um.
Guerreiro da Evolução
Guerreiro da Evolução
Mensagens : 8
Data de inscrição : 31/10/2017

Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios Empty Re: Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios

31/10/2019, 21:01
Fala amigo!!

Vou acompanhar seus relatos aqui sempre que possível. Tenho esquizofrenia também é estou a mais de 40 dias totalmente limpo sem PMO.

Vou resumir porque estou aqui nesse fórum: assim como você perdi a libido, as ereções ficaram difíceis e quase nunca tenho estímulos reais e sim virtuais para ficar com tesão. Acredito que se meu problema for psicólogo/PMO, seguindo o reebot acho que vou voltar a ter uma vida sexual satisfatória. Estou rezando que seja esse meu problema, minha meta é 1 ano sem PMO e se Deus quiser estarei bem melhor e se precisar 2 anos ou mais até normalizar, ou melhor normalizar e nunca mais ter estímulos artificiais.

Tamo junto amigo, se precisar conversar aqui sobre alguma coisa, No Fap ou até a esquizofrenia estou aqui.

Fica com Deus.

_______________________________________



Não vou desistir e nem falhar, quero voltar a ser como era antes da PMO.

Cool Twisted Evil
Spartacuz
Spartacuz
Mensagens : 270
Data de inscrição : 17/10/2016

Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios Empty Re: Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios

31/10/2019, 22:07
Parabéns pela superação e também pel 40 dias,

_______________________________________
Meu diário: https://www.comoparar.com/t4225-led-diario


Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2104
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios Empty Re: Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios

1/11/2019, 20:51
Cumprimentos, Terra26. Espero que siga determinado e encare o que for possível rumo à vitória.

Sinceros votos de sucesso e antes de tudo força para lutar. Abraço.

_______________________________________
Win or die trying.
High-
High-
Mensagens : 109
Data de inscrição : 05/10/2019

Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios Empty Re: Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios

2/11/2019, 08:33
Terra26 escreveu:Olá tenho 27 anos, estive viciado em PMO por mais de 10 anos. Devido ao vício prematuro desenvolvi hábitos que me prejudicaram ainda mais ao longo desse tempo, ocasionando-me depressão, isolamento social, síndrome do Pânico,  esquizofrenia, etc.
Vou contar minha história resumida, para entenderem melhor o que passou em minha vida durante esses anos.

Na minha infância eu era um menino com uma inteligência acima da média, na primeira série foi um dos primeiros aprender a ler e fazer diversos cálculos. Fora da escola adorava brincar e praticava alguns esportes, o que mais me atraía era o futebol  (sonhava em ser um jogador profissional). Meus relacionamentos na infância fluiam normalmente, tinha alguns amigos e costumava brincar muito com meus primos, inclusive ja durante a infância quando tinha entre 6 a 9 anos de idade, me recordo de desenvolver relações sexuais com esses primos, sem ter conhecimento real de sexo, apenas como meio de descobrir nossos corpos. Quando tinha um pouco mais de 11 anos, tive o conhecimento da masturbação através de um primo mais velho que tinha uns 15 anos na época, ele se masturbou na minha frente, me mostrando como ejacular, lembro que ele me disse que para ejacular era necessário pensar em alguma garota atraente. Aquela cena me traumatizou, a partir deste momento tive essa obsessão de querer ejacular como ele, me masturbava quase diariamente sem acessar conteúdo pornográfico apenas com a imaginação, mas como era muito novo não conseguia ter uma ejaculação apenas aquela "cócegas ", que era muito agradável para mim, e me fazia continuar com este hábito por um bom tempo.
Na época tinha acesso a Internet discada e não conhecia ainda os conteudos pornográficos online, apenas através de revistas da Playboy e do gênero.
Quando entrei no quinto ano, minhas notas escolares e meu rendimento ja tinham caído muito, e meu comportamento na escola mudou, deixei de ser um aluno dedicado e me tornei um aluno bagunceiro. E fora da escola aos 13 anos conheci as primeiras drogas o álcool e o cigarro, usava escondido dos meus pais e família, nessa epoca ja conseguia ejacular um pouco. Aos 15 anos comecei usar maconha e aos 17 anos a usar cocaína. Nessa época tinha acesso a banda larga e descobri o mundo pornográfico, onde me viciei ainda mais na masturbação.
Minha relação com mulheres começaram muito cedo, aos 9 anos dei o meu primeiro beijo e aos 15 anos quase tive minha primeira relação sexual, beijava uma garota e apenas chupei os seus peitos, fiquei muito nervoso e não progredi mais, me recordo que já nessa primeira vez não tive uma ereção. Aos 18 anos tive meu primeiro emprego em uma cerâmica, era um serviço muito pesado, gastava muita energia e o dinheiro que recebia eram gasto a maior parte em drogas, onde já tinha desenvolvido um vício profundo, e aparentava os primeiros sinais de decadência, na escola não consegui concluir o ensino médio, reprovei 2 vezes no segundo ano, até que desisti da escola e resolvi apenas trabalhar.
Fiquei neste emprego por 10 meses e resolvi pedir demissão, e algumas semanas depois sofri um acidente grave de moto, onde fraturei um fêmur, e fui submetido a uma cirurgia delicada. Fiquei internado por 10 dias, onde conheci uma enfermeira que se envolveu bastante comigo, ela ia muito no meu quarto pra conversar, e ficávamos até tarde juntos, um dia nos beijamos. Quando recebi alta ela pediu meu telefone, poucos dias depois ela ligou dizendo querendo me ver. Ela frequentou minha casa por alguns dias, ficávamos juntos, depois de uns dias, os beijos foram ficando mais quentes, até que um dia chegou a hora de termos a primeira relação com penetração, eu inexperiente seria minha primeira vez, ela era mais velha ja tinha tido várias relações. Não consegui deixar meu pênis ereto com facilidade, depois de muita masturbação e sexo oral, fiquei um pouco excitado e ela sentou em cima sem preservativo mesmo, depois de pouquíssimo tempo, ejaculei. Foi vergonhoso, fiquei muito sem graça, ela foi compreensiva, porém nunca mais foi me ver, mais pra frente descobri que ela era casada e traia seu marido comigo e com outros rapazes.
Lembro que depois disso, fiquei muito frustrado, me afundando ainda mais na masturbação com pornografia. Aos 19 anos um amigo mais novo que eu, porém um pouco mais experiente em relacionamentos, se aproximou convidando-me a sair com ele, para irmos em bailes, bares e lugares onde frequentavam pessoas, conheci várias mulheres, onde relacionei com muitas e diversas vezes tive DE e EP, foram poucas as vezes onde consegui ter uma ereção, pois além da masturbação que era frequente eu usava bebidas, cigarro, maconha e cocaína, que afetaram muito meu organismo.
Pouco antes de fazer 20 anos, conheci uma garota mais nova, ela devia ter uns 15 anos e era virgem, começamos a namorar e nos relacionar, porém o sexo com penetração nunca aconteceu, ela tinha em mente que queria  ter esse tipo de relação apenas com quem fosse casar, mas eu tinha um pouco de lábia convenci ela de termos relações sexuais orais sem penetração, foi minhas melhores experiências até então, eu conseguia ter uma ereção razoável. 3 meses depois ela largou de mim, por descobrir que eu estava mentindo pra ela, quando deixava ela em casa, saia ora usar drogas e procurar parceiras sexuais com "amigos".
Aos 20 anos, trabalhei num supermercado muito famoso, onde fiz algumas amizades e conheci mulheres onde tive relações sexuais, porém com o mesmo problema de DE e EP, foi então que um conhecido me apresentou o AZULZINHO (Viagra), onde conseguia ter uma ereção e conseguia penetrar por algum tempo antes de ejacular. 10 meses depois trabalhando eu fui demitido por justa causa, faltava muito entregava vários atestados, fui acusado de falsificar um atestado(porém era mentira demorou mais de 2 anos para provar que era legítimo, consegui recuperar o tempo de serviço perdido).
Estando desempregado, sem dinheiro, viciado em PMO, bebidas, drogas, me envolvi com um cara que juntos começamos a vender drogas, primeiro lança perfume, depois maconha e cocaína. Íamos a diversos bailes funk, conhecíamos diversas garotas, onde nos envolviamos sexualmente com elas, eu dependente do Viagra e desenvolvendo uma terrível couraça. Um dia na véspera do Natal eu e esse cara que vendiamos drogas, fomos a uma festa onde usamos cocaína, maconha, lança perfume, ecstasy e muitas bebidas, ficamos muito drogados e às 6 horas da manhã quando tínhamos passado a noite inteira entorpecidos, ele teve uma explosão, alguma espécie de overdose, onde ele surtou avançando para me atacar, totalmente descontrolado me ameaçando de morte, consegui escapar, e as pessoas que testemunharam chamaram a ambulância e a polícia, depois desse dia eu cortei a amizade com esse cara e me afastei dele, fui me isolando cada vez mais, até desenvolver uma esquizofrenia, ouvia vozes, sentia que eu era algum Salvador, anjo ou messias. Estava totalmente descontrolado fumava maconha diariamemte muitas vezes, sozinho, e em casa, morava com meus pais, tinha transtornos, discutia e brigava com minha família. Então decidiram me internar compulsoriamente. Na clínica fui submetido a um tratamento com remédios anti depressivos controlados, fazia eu sentir muito sono e cansaço. Na clínica ainda viciado, praticava regularmente a masturbação. Fiquei 4 meses internado.
Quando recebi alta, diagnosticado com esquizofrenia avançada, disseram que teria que tomar aqueles remédios para o resto da vida. Algumas semanas depois de sair voltei a fumar maconha e em seguida a usar cocaína, um dia um primo me apresentou ao mundos dos cogumelos, fomos em um pasto fazer uma caçada de alguns deles, ingeri vários e tive uma experiência que me desconstruiu, foi então que comecei a perceber o que eatava acontecendo comigo e decidi mudar de vida e parar com as drogas. Tinha 21 anos na época, comecei a praticar meditação, ler alguns livros, abandonei os medicamentos e comecei entender um pouco como universo funciona.
Aos 23 anos comecei fazer um curso técnico, onde conheci algumas pessoas e me relacionei com uma mulher que não era muito atraente, pediu meu Facebook para um conhecido, conversamos bastante. Um dia quando estava sozinho em casa, passando por uma crise de depressão, estava bebendo, usando cocaína resolvi ir ve ela, tomei um Viagra e fui ficar com ela, era muito ansioso, foi a primeira vez que a beijei, já imaginei que ia ter uma relação sexual com ela, porém ficamos em frente a sua casa, o mais longe que cheguei foi pegar nos seus peitos, como eu tinha tomado um viagra tive ereção, chegando em casa, me afoguei em PMO como sempre. Mais essa mulher se "apaixonou" por mim, ficamos várias vezes, tivemos algumas relações sexuais, sempre usando Viagra, resolvi pedi-la em namoro, ela aceitou. Namoramos por 6 meses, eu era depedente de muitas coisas, não percebia o que tinha que fazer, praticava pouquíssimos exercícios, usava maconha, cigarro, bebidas, cocaína algumas vezes, acabei voltando a ter sensações esquizofrenicas, escutava vozes e tive que voltar a tomar medicamentos. Como essa mulher não era muito atraente, eu sentia que poderia encontrar alguém melhor, só que o medo de ficar sozinho e a esquizofrenia me fizeram a terminar o namoro e em seguida voltar diversas vezes.
Depois de 1 ano de namoro, ela era evangelica da igreja assembleia de Deus, me pressionava muito para casar, queria construir uma família comigo, então pedi ela em casamento, ficamos juntos por um pouco mais de 1 ano, eu sempre  dependente do Viagra para ter ereção, porém neste tempo aprendi algumas lições que me valeram muito, consegui controlar a compulsão por drogas, principalmente cocaína, ja não fazia mais o uso constante, somente o cigarro e a maconha que ainda eram diariamente consumidos, claro o PMO também, mesmo casado consumia muito PMO, apesar de usar Viagra teve muitas relações que tive DE,EP,ER.
Em 2018 no começo do ano cansado deste ciclo que estava me destruindo decidi me divorciar para mudar minha vida, e tornar a ser o meu melhor.
Ainda em 2018, eu foquei em querer mudar minha vida, voltei a ler livros, assistia palestras do Professor Hélio Couto sobre mecanica quântica, estudei espiritualidade. Consegui abandonar o vício em cocaina, fui planejando abandonar todos os vícios, até surgir uma oportunidade de ir morar numa cidade turística famosa em Minas Gerais, então fui e fiquei 3 meses, durante o último mês tive uma recaída, voltando a ouvir vozes, imaginava que moradores desta cidade estavam me perseguindo para me matar, durante este tempo ainda fumava muita maconha, praticava PMO. Decidi voltar para minha cidade, pedir ajuda para os meus pais, eles me ajudaram, levaram eu no Psiquiatria, voltei a tomar os medicamentos, passei em uma psicóloga, ela me ajudou a me libertar da maconha.
No início deste ano ja estava decidido a parar de usar drogas definidamente, tendo êxito durante todo o ano, tive umas 3 recaídas no início, hoje estou a quase 6 meses sem fumar maconha, 11 meses sem cocaína.
Durante este ano eu estudei um pouco de tantra, como estava sem parceira, pratiquei M sem ejacular por um bom tempo, com a intenção de quando encontrar uma parceira não ter relações com orgasmo, para conservar Minha energia. Pesquisando mais sobre retenção seminal encontrei o NOFAP no canal Alphaspirit, foi onde o véu de maya rasgou, fazendo eu perceber onde estava meu Maior erro durante todo  esse tempo. Hoje estou 40 dias em reboot, tive uma recaída com 14 dias, fui deixar meu pênis ereto, acabou gerando uma ansiedade, ejaculei. Então fazem exatamente 26 dias, que não tenho orgasmo, agora mexo no meu pênis, apenas quando vou ao banheiro urinar ou tomar banho, faço contrações para controlar melhor e evitar polução. Ah estou 11 dias sem fumar cigarro também.
Os benefícios que senti são muitos, os principais são :
- Aumento de disposição, para realizar atividades físicas ( faço caminhada por mais de duas horas por dia)
- Aumento de foco em objetivo
-Ereções matinas mais constantes
-Poder de atração está aumentando
-Alegria e felicidade diariamente
- Percepção da vida aumentada.
-Poder de ação
-Estou livre praticamente de todos os vicios que tive durante esses anos
-Etc.

Agradeço este maravilhoso forum, que tem me ajudado muito com as historias de todos, que passaram por dificuldades semelhantes, eu li o Ebook, porém não instalei o bloqueador, por usar muito pouco a Internet, desativei meu Facebook e instagram, uso YouTube apenas para ver vídeos de autoconhecimento, desenvolvimento pessoal.

Desejo que todos que estejam passando por essas dificuldades tenham a possibilidade de encontrar as ferramentas necessárias para desenvolver o seu melhor. Um grande abraço, força e luz, somos todos Um.

Puxa vida que história.
Vou estar acompanhando o seu diário.
Forças guerreiro.
E bem vindo ao Fórum.
avatar
Terra26
Mensagens : 6
Data de inscrição : 31/10/2019

Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios Empty Re: Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios

2/11/2019, 19:38
Olá amigos contínuo firme focado em canalizar minha  energia sexual. Fazem 28 dias que estou sem praticar PMO, e acredito que a raiz das minhas dificuldades foi em transmutar a minha energia postivamente.

Minha libido está muito alta e consigo me exercitar diariamente, como nunca havia conseguido. Todos os dias tenho ereções matinais, meu pênis está mais firme, estou muito contente, sinto-me despertando de um pesadelo, acredito que  meus objetivos tem a possibilidade de se realizar agora minha fé na vida está aumentando muitíssimo e isso me anima a continuar lutando.
avatar
Terra26
Mensagens : 6
Data de inscrição : 31/10/2019

Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios Empty Re: Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios

2/11/2019, 19:52
Guerreiro da Evolução escreveu:Fala amigo!!

Vou acompanhar seus relatos aqui sempre que possível. Tenho esquizofrenia também é estou a mais de 40 dias totalmente limpo sem PMO.

Vou resumir porque estou aqui nesse fórum: assim como você perdi a libido, as ereções ficaram difíceis e quase nunca tenho estímulos reais e sim virtuais para ficar com tesão. Acredito que se meu problema for psicólogo/PMO, seguindo o reebot acho que vou voltar a ter uma vida sexual satisfatória. Estou rezando que seja esse meu problema, minha meta é 1 ano sem PMO e se Deus quiser estarei bem melhor e se precisar 2 anos ou mais até normalizar, ou melhor normalizar e nunca mais ter estímulos artificiais.

Tamo junto amigo, se precisar conversar aqui sobre alguma coisa, No Fap ou até a esquizofrenia estou aqui.

Fica com Deus.

E ai amigo tudo jóia, que legal você estar firme na luta, sei como é obscura a esquizofrenia ficamos imersos em nossas sombras, e quão difícil é enxergar a luz, precisamos ter muita fé que é possível mantermos a serenidade e conscientes o máximo possível.

Pode contar comigo para o que vier amigo, aprendi um pouco sobre essa doença vivendo ela, e transmutando a mente, ou como diz OSHO não se apegando a ela, somos muito mais que um cérebro apenas, isso passa a ser notável quando praticamos a meditação desfocalizando-se dela e ignorando ou cancelando pensando negativos.

Um grande abraço estamos juntos!
avatar
Terra26
Mensagens : 6
Data de inscrição : 31/10/2019

Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios Empty Re: Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios

2/11/2019, 21:38
Justiceiro do Sertão escreveu: Cumprimentos, Terra26. Espero que siga determinado e encare o que for possível rumo à vitória.

Sinceros votos de sucesso e antes de tudo força para lutar. Abraço.

Valeu irmão, agradeço muito pelos votos e pela força, estamos juntos nessa jornada pra vencer esse vício. A humanidade silenciosamente sofre por isso, tratado como um tabu por muitos essa sombra, está instalada em nosso subconsciente. A maioria das pessoas, acredito que ainda sofre sem saber o que a PMO causa, sofrem em silêncio e ignorância, mais graças a evolução, que sim, pode nos prejudicar, também pode nos dar ferramentas para nos ensinar.

Como dizem os mestres atualmente, devemos estar na Matrix sem pertencermos a ela.

Um abraço, obrigado


Última edição por Terra26 em 2/11/2019, 21:47, editado 1 vez(es)
avatar
Terra26
Mensagens : 6
Data de inscrição : 31/10/2019

Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios Empty Re: Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios

2/11/2019, 21:40
led new escreveu:Parabéns pela superação e também pel 40 dias,

Valeu irmão, um abraço estamos juntos!
avatar
Terra26
Mensagens : 6
Data de inscrição : 31/10/2019

Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios Empty Re: Torna-te quem tu és - Vencendo todos os vicios

2/11/2019, 22:17
High- escreveu:
Puxa vida que história.
Vou estar acompanhando o seu diário.
Forças guerreiro.
E bem vindo ao Fórum.

Agradeço irmão, gratidão pela força.
Estamos juntos!
Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos