Ir em baixo
avatar
SrDesespero
Mensagens : 32
Data de inscrição : 13/01/2019

Diário de um Desesperado  Empty Diário de um Desesperado

em 3/1/2020, 21:49
Oi me chamo E., Tenho 21 anos, sou gay e estou escrevendo, sem brincadeira, por causa de desespero, eu me sinto atualmente o pior homem do planeta, se é que eu consigo dizer que sou homem mesmo.
Eu sou viciado em PMO desde muito pequeno. Sempre fui tímido e isso me deu uma vida sexual relativamente tarde, dei meu primeiro beijo e e tive minha primeira relação sexual com 18 anos na faculdade, traumática.
Eu tive 6 relações sexuais na minha vida e 95% delas eu fui passivo.
Mas eu percebi que durante minhas relações sexuais eu não sentia nada que chegasse perto da M. Durante minhas sessões intermináveis (eu praticava edging durante no mínimo 1 hora e 30 mas já fiz durante 3 horas), era eu comigo mesmo e a Tela do celular no banheiro e eu achava que o sexo seria do mesmo jeito mas não foi.
Eu já fiz o Reboot antes fiquei 5 meses exatos de Reboot no modo hard, eu desviava de tudo que era sexual e tava tudo bem mas devido as situações da vida eu tive uma recaída e tudo começou a se perder.
Voltei a perder minhas ereções espontâneas levantava e ia dormir pensando na hora que eu ia voltar pro banheiro pra conseguir ter 6 segundos de prazer depois de 2 horas de "sessão" eu repetia isso umas 2 vezes no dia. Minha baixa autoestima me dava uma justificativa pra continuar fazendo: "ninguém vai me querer mesmo", "eu não tenho nenhum prazer na vida então tudo bem eu me dar esse prazer", esse tipo de pensamento que eu usava pra justificar meus atos.
O impacto veio logo nas minhas primeiras experiências durante a relação eu desligava parecia que eu saía de órbita e me via fora do meu corpo, e não sentia prazer Absolutamente nenhum mas eu era passivo e quando se é passivo mesmo que não se sinta muita coisa (como no meu caso) o sexo não parava (deveria eu sei mas não sabia como falar), agora quando eu tentei ser ativo a coisa se desandou e pela primeira vez encarei o que eu acho que é a minha maior cruz, não consigo manter ereções, nada me excita, nem toque nem beijo, nem nada, eu sentia que os meus parceiros estavam excitados mas eu não tinha a mesma reação biológica ao ato, a dor de passar por isso é indescritível.
A partir disso fui sempre mais passivo mas de verdade não gosto da experiência não me sinto completamente confortável, eu me considero versátil mas não sei se posso me descrever assim talvez sexo não seja pra mim.
Mas continuando, essa semana tive minha primeira tentativa de ter uma relação sexual sendo ativo indo exclusivamente pra isso (eu sendo o ativo da relação), foi a experiência mas esmagadoramente triste da minha vida, minha masculinidade foi a zero no dia (logo eu que achava que tinha uma masculinidade forte), eu não só não conseguia atingir a penetração eu não sentia prazer nenhum, foram as piores 1 hora e 30 minutos da minha vida, eu tremia e não conseguia nada.
Digo pra vocês o desespero bateu muito forte mas não só ele a raiva também, eu queria gritar e esmurrar a parede.
Eu não consigo descrever o que um jovem de 21 anos sentiu ao perceber que qualquer um consegue fazer o que eu não podia fazer, eu frustrei o dia de alguém (ele foi muito gentil mas mesmo assim), dei pra uma pessoa a pior relação da vida dela, além de eu ter virado história porque tenho certeza que ele numa roda de amigos vai contar dessa experiência e eles vão rir.
Quando penso na vergonha que eu passei e "neles" rindo eu tenho vontade de morrer e não digo isso como exagero eu realmente penso em morrer.
Fico pensando o que eu fiz de errado pra merecer isso não numa visão religiosa ou coisa do tipo mas fico pensando porque os outros conseguem e eu não.
O mundo gay é tão selvagem e intolerante.
Eu já sou um cara gordinho, com muitos pêlos no corpo e pra piorar não consigo transar. Sou o esteriótipo encarnado daquela idéia que todo mundo tem de pessoas como eu.
Isso não podia estar acontecendo comigo tinha que ser natural e eu não consigo ser natural.
Eu tenho fobia social mas consigo conversar superficialmente com as pessoas mas não consigo ir no supermercado, no shopping, no banco sozinho, a ideia de ir na farmácia comprar um lubrificante me parece utópica e é mesmo.
Meu vício não ajudou nada nisso.
Eu escrevo isso chorando igual um bebê, eu não sei o que fazer além de óbvio iniciar o Reboot de novo.
Eu só quero ser normal ou melhor me sentir normal, tô muito perto do meu limite, muito perto mesmo.
Eu tô implorando ajuda porque cada dia que passa tá mais difícil e perigoso pra mim.
Esse é um pedaço da minha história, se alguém puder me ajudar vocês são minha última esperança de apoio.

Obrigado pela atenção.
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 3/1/2020, 22:25
Olá Sr.Desespero!

Seja muito bem-vindo ao fórum! Eu imagino como deve ser uma situação tensa, mas não se culpe por isso. Caso seu problema com a DE seja ocasionado pelo vício ele tende a desaparecer depois que você completa o reboot. É muito importante que você busque atividades que substituam o vício, atividades que deem para seu cérebro o prazer que ele irá sentir falta, exercícios físicos ajudam bastante, mas podem ser coisas como leitura, desenho, aprender algo novo, tocar algum instrumento, etc. Se você conseguiu 5 meses, você consegue muito mais, basta seguir o método do fórum. Se depois de algum tempo seguindo o reboot as coisas não estiverem fluindo, o ideal seria você buscar alguma ajuda profissional, mas caso queira buscar uma durante esse período também é de grande ajuda.

Estaremos aqui para te apoiar nessa jornada. O reboot é um processo de mudança de vida, e espero que você consiga fazer as coisas irem fluindo. Lembre-se que você não fez nada de errado, pode ter sido apenas efeitos de anos da PMO no seu cérebro, e muitas vezes entramos nesse vício de forma que não tomamos dimensão do que ele realmente é.

Enquanto isso, confira alguns links importantes recomendados pelo fórum:

Certifique-se de ler as normas por meio das Regras de Participação e das Proibições.

Para saber mais sobre o método proposto confira dúvidas básicas sobre o reboot e vício em PMO, além disso baixe o Guia Introdutório, que servirá como suporte para entender o processo de reboot, dentre outras informações importantes.

Lembre-se de estar instalando bloqueadores de P nos seus dispositivos e colocando um contador de dias na sua assinatura aqui, para te auxiliarem durante seu processo de reboot. Para instalar bloqueadores você pode seguir os tutorias dos Tópicos Recomendados, e se ficar com alguma dúvida dê uma olhadinha na Seção de Ferramentas e Bloqueadores. Para instalar um contador confira Como Instalar um Contador de Dias.

Para mais informações ou falar com a moderação visite a Seção de Orientações Básicas, e para alguma dúvida sobre o método procure, ou pergunte, na Seção de Dúvidas.

Não se esqueça de nos manter atualizados sobre seu processo aqui no seu diário. Espero que faça um bom reboot!

Até maais!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
avatar
SrDesespero
Mensagens : 32
Data de inscrição : 13/01/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 3/1/2020, 22:49
Obrigado pelo apoio, atualizo sim, espero que dê tudo certo.
avatar
marcosbanc
Mensagens : 533
Data de inscrição : 07/01/2018

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 3/1/2020, 22:52
Olá! Li sua história e acho que posso te ajudar contando um pouco da minha.
Minha primeira relação sexual aconteceu também com 21 anos, foi desastrosa, não consegui uma ereção que preste, nada me excitava, nem o beijo, nem a pessoa, absolutamente nada.
Mas não era pra menos, quase 10 anos de PMO, eu imaginava o sexo da maneira como se acontece com a masturbacao... que engano ! Não senti nada, foi bem traumático.
Comecei o reboot e logo que iniciei, no primeiro mês, já comecei a sentir retornando a sensibilidade, a ereção, as coisas foram se encaminhando pra normalidade, mas eu também caí com 120 dias (4 meses).
Já nesse meu segundo reboot atual, estou com aproximadamente 5 meses, ereções bem melhores, consigo ter relações sendo ativo (ser passivo não é minha praia) e algumas relações muito prazeirosas que eu jamais havia pensado em conseguir.
Mas você precisa ter em mente algumas coisas:
1- você não é uma máquina
2- ativos falham, broxam, como qualquer outra pessoa, é normal
3- os resultados aparecem, basta largar a pornografia

Bjs

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
avatar
SrDesespero
Mensagens : 32
Data de inscrição : 13/01/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 4/1/2020, 22:53
Oi Marcosbanc, é exatamente isso que eu senti e pode parecer meio bizarro mas fico aliviado de saber que alguém já passou pelo mesmo que eu.
Obrigado pelo apoio.
Beijos.
avatar
SrDesespero
Mensagens : 32
Data de inscrição : 13/01/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 4/1/2020, 22:53
Olá todos, hoje foi um dia normal eu acho, não tive muitos problemas, tirando o fato de flashes do meu último encontro aparecendo na minha cabeça.
Comecei a pensar na situação não no sentido sexual mas de aprendizado. Refleti sobre o que a minha DE me causou.
O vício em mim foi como para maioria das pessoas uma droga e um escape de tudo de ruim e como uma droga fui precisando de doses maiores e mais pesadas para me satisfazer completamente. Já assisti P de diversos tipos sempre cada vez mais pesados e pertubadores, inclusive vídeos héteros (considerando que sou gay).
Tenho um pouco de vergonha disso tudo.
Mas voltando as minhas reflexões.
Durante minha última experiência eu percebi que haviam picos de excitação e em um determinado momento quase tive uma ereção mínima, que me fez pensar no porque de ela ter acontecido.
Foi aí que me deu um estalo que me assustou um pouco.
Minha excitação veio em momentos que o rapaz sentia um desconforto acho que dor, não digo que eu queria machucar ele não era isso mas eu senti raiva e a raiva não ajudou em nada minha DE mas não sei o que houve, achei importante falar mas não quero ser confundido com um sádico ou coisa do tipo.
Aquilo ficou na minha cabeça fiquei refletindo e refletindo mais ainda, eu confesso que tô apavorado e com medo.
Outra coisa durante meu ato sexual nós dois terminamos a relação nos masturbando e eu tive um """O""" (com muitas aspas) isso é bom ou ruim? Não sei definir direitinho o que é bom pro Reboot.(ironicamente meu primeiro Reboot foi em modo hard e eu simplesmente fugi de tudo que era sexual)
Bom sobre as atividades de religação essas são complicadas pra mim mas estou dedicando mais tempo a minha família e me abrindo pra pessoas novas.
No meu caso eu não tenho tanta fissura em assistir P mas fico sempre com aquela pulga atrás da orelha. Sei que o processo funciona, já colhi frutos incríveis não posso negar mas fico duvidando de mim e do motivo pelo qual eu faço isso, claro que quero me tornar uma versão melhor de mim e que eu possa viver uma vida sexual plena e tranquila. Mas tem essa "voz" na minha cabeça que insiste em dizer que no fundo vou voltar pro ponto onde eu comecei, que o mesmo o prazer da PMO sendo extremamente nocivo ainda é melhor que tudo que já fiz na vida, melhor que qualquer prazer que eu possa conseguir na vida.
Sei que sou só eu racionalizando pra voltar pro vício mas a "lógica" bizarra às vezes faz sentido pra mim.
Não vou desistir já passei por isso antes, sei que é normal só que antes eu passei por cima de tudo, abstinência total, agora eu quero conviver com a minha sexualidade.
Enfim foi isso meu dia.
Obrigado pela atenção!
avatar
marcosbanc
Mensagens : 533
Data de inscrição : 07/01/2018

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 4/1/2020, 23:30
O reboot te dá mais confiança, isso é um fato. Mas a gente precisa conhecer nosso corpo, nossos gostos, posições, etc...
Hoje por exemplo, tive um sexo casual com um cara que eu já estava querendo ficar. Mas haviam coisas que eu não curti: 1º o cara mordia meus lábios, sentava em cima de mim (ele era mais alto e pesado que eu), 2º eu notei que quando fomos transar ele simplesmente quis que eu desse prazer pra ele e pronto, sem carinho nem nada, 3º outras coisas estéticas que me incomodam (gostos pessoais).
Eu não me importo tanto pra estética corporal da pessoa, se ela não tiver um beijo bom, não há reza que me excite, é bem difícil, cada um tem gostos pessoais. Enfim, a fórmula pra dar errado, quando comecei a relação, aparentemente teria DE, mas não! Naquele momento não era minha posição, eu não me senti confortável, e eu notei que não estava fluindo. O que eu fiz? Falei pro parceiro "olha, vamos mudar a posição, algumas coisas" e começou a fluir. Consegui por a camisinha e penetrar sem muitas dificuldades, mas tudo porque eu constatei que daquele modo, naquela posição, meu corpo não estava curtindo.
Terminamos a relação, ok. Fluiu!

As vezes não vai rolar seja por N motivos, é normal! Não se cobre tanto, faço o reboot e quando tiveres alguém que você se sinta mais a vontade pra tentar, faça.

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
avatar
SrDesespero
Mensagens : 32
Data de inscrição : 13/01/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 4/1/2020, 23:47
Entendo o que quer dizer concordo plenamente.
Sinto que conheço muito pouco sobre mim no sexo e o que me atrai, confesso que é assustador, achei que a P me mostrou do que eu gostava mas não só me atrapalhou.
Estou nessa busca por alguém bacana pra conseguir me descobrir na cama.
Sobre a camisinha eu me desespero toda vez que penso nela.
Obrigado pelo apoio Marcos.
avatar
marcosbanc
Mensagens : 533
Data de inscrição : 07/01/2018

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 5/1/2020, 08:31
Tenha calma mano, acima de tudo. Paciência é a chave.
Eu passei por tudo isso que você passou e ainda não estou 100% curado dos danos da pornografia, mas estou anos luz melhor do que quando comecei.
E lembre-se que o que você sente é chamada de fissura, essa vontade ilógica e irreal, que faz a gente se sentir mal humorado por não se masturbar.
Isso não é a vontade pura e simples, a vontade é saudável e gostosa, a fissura faz a gente cair.


_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
avatar
SrDesespero
Mensagens : 32
Data de inscrição : 13/01/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 5/1/2020, 22:55
Obrigado pelo apoio Marcos você tá me ajudando demais
avatar
SrDesespero
Mensagens : 32
Data de inscrição : 13/01/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 5/1/2020, 22:56
Então hoje foi tranquilo não me masturbei mas fui bombardeado com muita informação sexual, estou conseguindo lidar com ela de uma forma muito melhor, o Tesão vem mas ele passa, estou enfrentando muito melhor a situação. Decidi não me M e só sentir prazer sexual com alguém.
Bom vi algumas imagens sexuais hoje por acaso em um computador que não era meu mas foi tranquilo.
Deve verdade não me sinto compelido a me M quando vejo algo erótico nem a ver P.
O meu maior problema é quando a falta de esperança vem, to encarando isso de uma forma tranquila.
Consigo ser forte contra isso a luta é interna.
Quando eu perdi meu Reboot. Tenho certeza de que foi uma decisão que eu tomei, eu decidi voltar porque pensei que tava tudo bem, porém esse erro não vou mais cometer porque aprendi antes o que eu não queria acreditar: não existe dose segura de P.
Obrigado pelo apoio.
Rene.Gade
Rene.Gade
Moderador
Moderador
Mensagens : 1286
Data de inscrição : 06/08/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 6/1/2020, 19:48
Olá Sr.Desespero!

É isso aí, colega! Não existe nenhuma dose segura de P, o vício nos faz querer sempre mais, mesmo que seja uma imagem, conto, etc, nos afeta da mesma forma. Que bom que você está conseguindo ficar atento depois de ter deparado com esse conteúdo. Permaneça bem atento, pois nosso cérebro pode desejar mais disso, logo é sempre bom afastar qualquer pensamento mais sexualizado e buscar distrair a cabeça com outras atividades.

Espero que continue firme!
Até maaaaiss!

_______________________________________



RECORDE SEM M.O: 51 DIAS
MEU DIÁRIO DE PRINCESA  
Peixe-coruja
Peixe-coruja
Mensagens : 393
Data de inscrição : 05/10/2015
Localização : Luz da Lua

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 7/1/2020, 19:56
Olá, Sr. Desespero
Li sua história e fiquei bem impactado.

Sexo pra mim sempre foi algo complicado também, e no final das contas acabei me refugiando na PMO porque acreditava que era mais seguro, mas sabemos bem que não é. Da última vez que recaí também pensei que o prazer que a PMO me proporcionava era o melhor prazer que eu tinha experimentado. Mas isso não é verdade, era uma ilusão que eu criei em um momento de fissura pra justificar a minha queda. Depois que eu caí e a fissura passou, fiquei me sentindo péssimo e sem vontade de me relacionar com ninguém. Porque é isso que o vício faz: tira de nós a esperança de que poderemos ter algo com alguém ou de que poderemos ter relacionamentos saudáveis.

Espero tudo de bom pra vc nessa jornada! Parabéns por ter iniciado essa nova fase da sua vida!

Abraços, vou te acompanhando!

_______________________________________
Meu propósito é me livrar do vício para ter realização no meu trabalho.

Meu diário
 📖 ✨
avatar
SrDesespero
Mensagens : 32
Data de inscrição : 13/01/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 21/3/2020, 11:02
Oi sei que tô sumido já faz mais de um mês mas voltei pra relatar como andou meu "progresso".
Tive uma recaída em janeiro não me lembro porque mas assim que voltaram as aulas eu recomeço pela quarta vez.
Comecei no dia 03 de fevereiro e segui firme sem nenhum tipo de contato sexual, nesse meio tempo tive até uma polução noturna o que me foi surpreendente já que nunca tive algo assim, tava tudo bem até 1 semana atras com mais ou menos 40 dias, quando percebi que tinha que transar. Foi aí que fui nos apps de pegação e por incrível que pareça consegui 2 encontros e é sobre eles que quero falar.
Nunca, jamais em tempo algum, eu consegui ser ativo, simplesmente não tenho uma ereção como aconteceu em janeiro, dessa vez eu "tive", pelo menos o suficiente para acontecer a penetração, mas aí veio a surpresa: eu não sinto quase nada, é como se alguém pegasse 3 camadas de edredom colocasse em mim e passasse a mão, uma sensação muito distante, e pra piorar essa sensação não é o suficiente pra me fazer manter uma ereção boa o suficiente pra manter tudo em ordem.
E pra piorar eu reparei que a ereção deles era muito mas muito mais consistente que a minha, tipo fico ereto mas não 100%, não como eu ficava durante sessões de PMO, isso me frustra.
Sinto também que meu corpo não acompanha o prazer, sinto que tá bom mas não o suficiente pra fazer meu "pênis subir", não consigo me movimentar durante o sexo, se eu retiro um pouco o pênis pra fora do parceiro não consigo colocar de volta sem o apoio da minha mão.
Outra questão é que sinto que meu pênis é pequeno demais pro prazer acontecer (meu e do meu parceiro).
E tem mais! Tô muito preocupado de o motivo de eu conseguir ter sido ativo foi pela minha abstinência sexual durante esses dias, como se eu tivesse com "tesão acumulado" e que por isso a "ereção", se é que dá pra chamar aquilo de ereção, se manteve, tô com medo de não conseguir manter uma rotina sexual.
Nas duas experiências que eu tive eu consegui ter um orgasmo mas foi insatisfatório.
Sei que todo homem broxa e que uma vez ou outra é normal mas comigo sempre é assim e o que me mata é que os parceiros sabem que tem algo errado sinto um clima estranho, eles olham pra mim com um olhar de pena, isso me destrói.
Pra completar de um modo geral estou feliz que consegui mais do que já consegui na vida mas frustrado, sexo tá se tornando um problema, a sensação que eu tenho é que nunca vou conseguir melhorar, me questiono constantemente se tem algo de errado comigo, não conheço pessoas próximas a mim com meus problemas, isso tá me matando.
Se alguém puder me ajudar ficaria muito grato.
Obrigado por lerem até aqui.

Ah e estou a 47 dias sem me masturbar e sem pornografia e mesmo tendo contato com gatilhos constantemente não sedi ao impulso.
avatar
Gillys La Vie
Mensagens : 50
Data de inscrição : 17/03/2020
Idade : 36
Localização : Rio de Janeiro

Diário de um Desesperado  Empty Sr.

em 21/3/2020, 13:14
O medo trava e nos leva a lugares que dificilmente nos farão avançar. Já tentou reler seu diário? Vejo no início dos relatos como sua auto-estima estava baixa a ponto de achar que nao conseguiria ninguém e depois as coisas foram acontecendo. O Reboot de fato é bom mas traz consigo algumas inseguranças que todos compartilhamos aqui principalmente a potência de nossas ereções. Infelizmente nos gays estamos acostumados a pensar que sexo é a penetração e quando estamos afundado no PMO e com o espírito caçador aflorado acaba sendo só isso mesmo. Para adolescentes de e ser mais complicado ter desenvolvido tão cedo este vício, pq está é uma fase de descobertas não só do sexo mas das áreas do nosso corpo. A intimidade faz o sexo ficar melhor, não to falando de relacionamento, falo ser íntimo de alguém e com isso vc vai passando para-o outro o que vc gosta e o que não gosta no sexo. Para isso, precisamos nos conhecer é ter auto-estima( que o PMO nos tira) para poder impormos nossa vontade. Infelizmente nesses app de sexo acabamos esbarrando com pessoas que podem estar com os mesmos problemas que estávamos e ai o sexo vai se resumir em penetração. Pq vc não testa um encontro Goy com alguém que não dê tanta importância a penetração num primeiro momento, talvez vc relaxe. Digo isso pq é geralmente assim que começam as nossas primeiras experiências ( os beijos, os amassos, o tesao que só vai crescendo, as tentativas, os orgasmos sem penetração com cumplicidade, até que vc relaxa e rola penetração). Penso que pro gay muitas vezes essas etapas saudáveis são negadas. Talvez vc esteja precisando redescobrir sua adolescência no sentido de contato com seu prazer. Desculpe se estiver falando alguma bobeira . Tudo de bom na sua caminhada.

_______________________________________
avatar
marcosbanc
Mensagens : 533
Data de inscrição : 07/01/2018

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 21/3/2020, 18:32
Gillys La Vie escreveu:O medo trava e nos leva a lugares que dificilmente nos farão avançar. Já tentou reler seu diário? Vejo no início dos relatos como sua auto-estima estava baixa a ponto de achar que nao conseguiria ninguém e depois as coisas foram acontecendo. O Reboot de fato é bom mas traz consigo algumas inseguranças que todos compartilhamos aqui principalmente a potência de nossas ereções. Infelizmente nos gays estamos acostumados a pensar que sexo é a penetração e quando estamos afundado no PMO e com o espírito caçador aflorado acaba sendo só isso mesmo. Para adolescentes de e ser mais complicado ter desenvolvido tão cedo este vício, pq está é uma fase de descobertas não só do sexo mas das áreas do nosso corpo. A intimidade faz o sexo ficar melhor, não to falando de relacionamento, falo ser íntimo de alguém e com isso vc vai passando para-o outro o que vc gosta e o que não gosta no sexo. Para isso, precisamos nos conhecer é ter auto-estima( que o PMO nos tira) para poder impormos nossa vontade. Infelizmente nesses app de sexo acabamos esbarrando com pessoas que podem estar com os mesmos problemas que estávamos e ai o sexo vai se resumir em penetração. Pq vc não testa um encontro Goy com alguém que não dê tanta importância a penetração num primeiro momento, talvez vc relaxe. Digo isso pq é geralmente assim que começam as nossas primeiras experiências ( os beijos, os amassos, o tesao que só vai  crescendo, as tentativas, os orgasmos sem penetração com cumplicidade, até que vc relaxa e rola penetração). Penso que pro gay muitas vezes essas etapas saudáveis são negadas. Talvez vc esteja precisando redescobrir  sua adolescência no sentido de contato com seu prazer. Desculpe se estiver falando alguma bobeira . Tudo de bom na sua caminhada.

Concordo em gênero, número e grau. Vou contar um pouco de como aconteceu comigo (hoje estou a quase 9 meses sem pornografia).
Antes de completar os 3 primeiros meses eu dei preferência para o sexo sem penetração, oral, beijos, carícias, foi muito legal mesmo. Levei bastantes "nãos, jamais faria isso, roça roça não quero" e por aí vai, mas eu só ignorava e deixava meu perfil do grindr bem explícito que era aquilo que eu queria. E no fim das contas sempre achava pessoas legais pra curtir.
Minha primeira relação, dentro dos 3 meses, foi horrível. Gozei antes mesmo de penetrar, tanto por estar muitos e muitos dias abstinente, como por estar muito nervoso e desconfortável. O passivo sequer olhou na minha cara direito, fui embora pra casa, cheguei e fui ver tv, desencanei mesmo, passou um tempo senti que estava com tesão e pensei: "por que não tentar de novo?" Liguei o grindr e um carinha que sempre quis ficar comigo me chamou. Ele veio até minha casa, tive ereção dentro do normal, mas na hora de botar a camisinha eu fiquei tão nervoso que broxei 100%, ele percebeu e fez algo muito legal: nos deitamos e ele começou a me erotizar aos poucos, daí as coisas foram fluindo, a ereção veio, tentei penetrar e...... nada! fiquei mega nervoso na hora e perdi a ereção a ponto de não conseguir penetrar. Fiquei acariciando ele até que minha ereção voltou e consegui penetrá-lo, depois que penetrei senti que algumas posições me davam muito mais prazer que outras, então priorizei a que fosse confortável pros 2. Ele gozou e eu também.
Depois disso, tentei com outra pessoa e a mesma coisa.... muito nervoso! Mas ele também foi muito legal e depois fluiu muito bem. E a 3º vez? Broxei total, fiquei perdido ??? Mas entendi que acontece, é normal.

Daí foi sendo um jogo de, quanto mais calmo e mais sintonia com a pessoa, melhor flui.
Algumas pessoas eu tenho uma ereção tão rígida que chega a doer meu pênis, o sexo é fenomenal e muito prazeroso. Já outros, mal consigo uma ereção.
Sexo é prática, sintonia e paciência.
Se estou triste, preocupado ou não tive química com a pessoa, não consigo ereção nenhuma.
Você está no caminho certo, só ter paciência e não desistir.

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
avatar
SrDesespero
Mensagens : 32
Data de inscrição : 13/01/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 21/3/2020, 21:09
Obrigado pelo apoio pessoal, fico feliz em saber que alguém está lendo o que eu posto.
To tentando mas realmente tá bem complicado. Auto estima eu realmente nunca tive antes mesmo da PMO, eu fico muito nervoso, acho que nunca relaxei na vida e tô definitivamente desesperado, sinto que cada vitória é pequena demais, insignificante demais, quero o que a maioria das pessoas tem.
Não consigo parar de pensar no porque isso aconteceu comigo, por que a pornografia e a masturbação me afetam tanto. O mundo gay é complicado, eu já estou fora do padrão, já não sou bom de cama, sinceramente não me resta muita coisa.
Mas tudo bem.
Obrigado de novo pelo apoio!
Josuez
Josuez
Mensagens : 426
Data de inscrição : 15/07/2018

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 21/3/2020, 21:32
Olá ,li seu relato e me impressionei com o fato da autoestima ,basicamente vivemos em uma época onde é complicado de mais ter uma boa autoestima ,mas queria dar uma dica por experiência própria .Já faz algum tempo que eu quis fazer diferente e decidi que ia mudar de vez com minha baixa autoestima ,então um dia comecei dizendo a mim mesmo que eu era capaz ,e sempre que vinha algum pensamento ruim eu afastava e pensava coisas boas .Aos poucos eu parei de dizer que era feio,desengonçado ou um perfeito antissocial e colocava na mente que era alguém melhor que isso . E hoje vejo que antes eu postava memes auto depreciativos e que era algo bem ruim .Resumindo ,a autoestima tem que vim de você ,diga no espelho todos os dias coisas boas para você mesmo ,repita todo santo dia .Não será fácil ,terá dias que você irá duvidar dessas palavras ,mas vai por mim ,elas vão fazer toda a diferença na sua vida.

_______________________________________





FOCO: um objetivo pra alcançar; FORÇA: pra nunca desistir de lutar e FÉ: pra me manter de pé enquanto eu puder
Só preciso de foco, força e fé
(Projota)
avatar
SrDesespero
Mensagens : 32
Data de inscrição : 13/01/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 21/3/2020, 23:10
Muito obrigado pelas palavras, tenho que trabalhar muito esse meu lado, eu ainda não consigo dizer a mim mesmo esse tipo de coisa mas é uma luta diária que acho que vou lutar até o último dia da minha vida.
avatar
SrDesespero
Mensagens : 32
Data de inscrição : 13/01/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 22/3/2020, 23:54
Oi gente não sei se alguém vai ler mas preciso falar.
Tô tentando viver minha vida com quarentena, eu não me masturbo mas tá cada dia mais difícil, eu sei que não posso ceder a masturbação.
Mas não consigo tirar perguntas da minha cabeça.
1ª: POR QUÊ algumas pessoas sofrem com PMO e outras não?
2ª: O que eu fiz de errado pra não conseguir ter as duas coisas, o artificial e o real?
3ª: existe algum jeito de acalmar a raiva que eu tô sentindo?
4ª: Por que ninguém entende o que a gente passa? É tão difícil assim? Conheci um rapaz tem um tempo e resolvi me abrir pra ele, quando disse todas as minhas questões relacionadas ao meu processo de superação ao vício na pornografia e masturbação, ele achou que eu estava mentindo que se eu sentia prazer durante sessões "intermináveis" de masturbação era "óbvio" que eu sentiria prazer sendo ativo. Ele realmente não quis ter nada comigo porque ele "gostava" muito de sexo e eu aparentemente sou incapaz de dar isso pra ele.
Fico pensando e sinto que por mais que eu passe pelo Reboot
e consiga superar todas as fases eu nunca vou ter um desempenho sexual médio, nunca vai ser satisfatório, nunca vou satisfazer alguém de verdade ou pior nunca vou me satisfazer quanto ao meu desempenho. Todo mundo me fala que "sexo não é tudo" mas porque tudo a minha volte me mostra o contrário, não sou bom o suficiente pra namorar porque não faço uma atividade básica da vida humana.
5ª: Como eu vou manter minha autoestima diante de todo mundo demonstrando pra mim que eu sou inferior sim as outras pessoas?
Hoje foi um dia que eu gostaria de esquecer, nunca me senti tão mal, com tanta raiva.
Nunca cheguei tão perto de desistir da minha vida.
Obrigado por lerem, se alguém puder me ajudar eu fico grato e se possivel tentem ser diretos e específicos sobre o que eu devo fazer, estou perdido e com muita raiva.
Desculpem se magoei alguém ou deslegitimei alguém, não foi minha intenção.
David Silva
David Silva
Mensagens : 2629
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 34

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 23/3/2020, 10:19
RESPOSTAS EM EM NEGRITO


Oi gente não sei se alguém vai ler mas preciso falar. CLARO QUE VAI. SEMPRE LEMOS. EU SEMPRE ESTOU AQUI BUSCANDO AJUDA E TENTANDO AJUDAR TAMBÉM. BOM COPIEI SUA MENSAGEM, COLEI NUM WORD E RESPONDI E VOU DEIXAR SALVA PARA ACOMPANHAR O SEU CASO.
Tô tentando viver minha vida com quarentena, eu não me masturbo mas tá cada dia mais difícil, eu sei que não posso ceder a masturbação. – REALMENTE. ESTÁ MUITO DIFÍCIL, MAS SE A COISA APERTAR MUITO, CEDA A UMA MO. LIMPA, NADA DE VER PORNÔ.
Mas não consigo tirar perguntas da minha cabeça.
1ª: POR QUÊ algumas pessoas sofrem com PMO e outras não? ESSA PERGUNTA DEVE SER RESPONDIDA EM ANALOGIA A OUTROS VÍCIOS: POR QUE ALGUMAS PESSOAS SÃO ALCOÓLATRAS E OUTRAS NÃO? POR QUE ALGUMAS PESSOAS SÃO ADICTAS À DROGAS ILÍCITAS E OUTRAS NÃO? A GENÉTICA VAI DIZER QUE HÁ UMA PREDISPOSIÇÃO AO VÍCIO ALIADA A FATORES SOCIAIS, CULTURAIS, PESSOAIS. HÁ PESSOAS QUE NÃO ACHAM GRAÇA EM SE EXCITAR VENDO UMA CENA DE SEXO. HÁ PESSOAS QUE TEM A VIDA SEXUAL TÃO ATIVA E TÃO RESOLVIDA QUE NÃO PRECISAM DE MAIS NENHUM SUBTERFÚGIO. NÃO É O MEU CASO. NÃO TENHO VIDA SEXUAL ATIVA, NÃO TENHO PARCEIRO FIXO, VC TEM? FORA ISSO VIVEMOS NUM MUNDO PORNIFICADO E OS HOMENS SÃO MUITO VISUAIS (TANTO HETEROS COMO HOMOSSEXUAIS) E POR ISSO RECORREMOS ÀS CENAS DE SEXO PARA NOS EXCITAR, NOS SATISFAZER. COM O ADVENTO DA INTERNET A PORNOGRAFIA QUE SEMPRE FOI PRATICADA ÀS ESCONDIDAS VEIO A TONA, ESTÁ EM TODO LUGAR A UM CLIQUE. ISSO DIFICULTA AINDA MAIS. SE OLHARMOS PARA UM OUTRO PRISMA MAIS PSICOLÓGICO E ESPIRITUAL O VÍCIO EM PORNOGRAFIA É UMA DOENÇA DA ALMA. ELE SURGE PARA SUPRIR UMA CARÊNCIA DE OUTRAS COISAS E AÍ O PROCESSO É DESCOBRIR ESSA CAUSA. QUAL ESSA CARÊNCIA? VAMOS DESCOBRIR JUNTOS?
2ª: O que eu fiz de errado pra não conseguir ter as duas coisas, o artificial e o real? VOCÊ QUER TER OS DOIS? NÃO SERIA MELHOR QUERER SÓ O REAL? VOCÊ NÃO FEZ NADA DE ERRADO. O MUNDO É QUE ESTÁ FAZENDO. AS PESSOAS HOJE VIVEM O AMOR LÍQUIDO (Cf. Bauman). O MUNDO ESTÁ TODO PORNIFICADO, EROTIZADO E TODO DESVALORIZADO. O PROBLEMA NÃO É VOCÊ. O PROBLEMA SÓ É VOCÊ NA MEDIDA EM QUE VOCÊ NÃO BUSCAR FORÇAS PARA SAIR DESSA E VEJO QUE VOCÊ ESTÁ TENTANDO NÃO ESTÁ ESTAGNADO. PROCURE QUERER O REAL. SAIBA: ELE É BEM MAIS DIFÍCIL, ELE TEM UMA CADÊNCIA, UM RITMO BEM MAIS LENTO QUE O ARTIFICIAL, MAS É MUITO MAIS PRAZEROSO. MAS O REAL SÓ VAI ACONTECER SE DEIXARMOS DE LADO O ARTIFICIAL
3ª: existe algum jeito de acalmar a raiva que eu tô sentindo? PARA MIM COM ORAÇÃO, MEDITAÇÃO, PRÁTICAS DE RELAXAMENTO E PENSAMENTOS POSITIVOS. MAS VOCÊ PODE DESCOBRIR O SEU JEITO.
4ª: Por que ninguém entende o que a gente passa? É tão difícil assim? ENTENDE, SIM. GERALMENTE QUEM PASSA POR ISSO COMO EU. Conheci um rapaz tem um tempo e resolvi me abrir pra ele, quando disse todas as minhas questões relacionadas ao meu processo de superação ao vício na pornografia e masturbação, ele achou que eu estava mentindo que se eu sentia prazer durante sessões "intermináveis" de masturbação era "óbvio" que eu sentiria prazer sendo ativo. Ele realmente não quis ter nada comigo porque ele "gostava" muito de sexo e eu aparentemente sou incapaz de dar isso pra ele. ESSE RAPAZ NÃO TE MERECIA. TÁ CHEIO DE GENTE ASSIM. QUEM FOR TE AMAR VAI TE AMAR INTEGRALMENTE E NÃO SÓ UMA PARTE DE VC. SE VALORIZE. LEVANTE A CABEÇA, BOTA ESSA AUTOESTIMA LÁ EM CIMA. NÃO DEIXE NINGUÉM TE DESTRUIR.
Fico pensando e sinto que por mais que eu passe pelo Reboot
e consiga superar todas as fases eu nunca vou ter um desempenho sexual médio, nunca vai ser satisfatório, nunca vou satisfazer alguém de verdade ou pior nunca vou me satisfazer quanto ao meu desempenho. Todo mundo me fala que "sexo não é tudo" mas porque tudo a minha volte me mostra o contrário, não sou bom o suficiente pra namorar porque não faço uma atividade básica da vida humana.
5ª: Como eu vou manter minha autoestima diante de todo mundo demonstrando pra mim que eu sou inferior sim as outras pessoas? ISSO DAÍ NÓS PODEMOS TRABALHAR AOS POUCOS, MAS A AUTOESTIMA SÓ VAI COMEÇAR A MELHORAR SE VOCÊ FIZER O EXERCÍCIO DE TIRAR A PALAVRA ‘PORNOGRAFIA’ E TODAS AS SUAS ADJACÊNCIAS DA SUA VIDA. VAMOS FAZER ISSO JUNTOS? Hoje foi um dia que eu gostaria de esquecer, nunca me senti tão mal, com tanta raiva.
Nunca cheguei tão perto de desistir da minha vida.
Obrigado por lerem, se alguém puder me ajudar eu fico grato e se possivel tentem ser diretos e específicos sobre o que eu devo fazer, estou perdido e com muita raiva.
Desculpem se magoei alguém ou deslegitimei alguém, não foi minha intenção.

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto
26 dias - 2018 - janeiro
81 dias - 2018 - julho
20 dias - 2018 - dezembro
15 dias - 2019 - janeiro/fevereiro
44 dias - 2019 - março/abril
43 dias - 2019 - julho
39 dias - 2020 - janeiro
______
Início do meu diário: http://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

avatar
Gillys La Vie
Mensagens : 50
Data de inscrição : 17/03/2020
Idade : 36
Localização : Rio de Janeiro

Diário de um Desesperado  Empty Não deixe que sua insegurança seja tão prejudicial quanto seu vício

em 23/3/2020, 12:43
Amigo!!!!! Primeiramente quem tem desempenho é ator Porno. Nós temos ritmo, desejo, intimidade, gostos e por aí vai. Se vc se abriu para uma pessoa e ela não tem dimensão para entender isso, e pra ela e muito importante a penetração pense como está foda teria sido ruim!!!! Respeite seu corpo, seu desejo e logo aparece alguém que vai embarcar na sua forma de sentir prazer.
Vc ta com muitos questionamentos e alguns que demandam tempo ( rebbot) pq vc não foca no que vc já adquiu com seu Rebbot,? releia seu diário ele serve para isso. No início vc disse que se sentia um nada!! que não via como alguém poderia lhe querer. Veja como sua auto-estima vem crescendo, pois vc poderia muito bem ter se submetido aos desejos sexuais do cara, mas conseguiu se impor e colocar seus limites. Por favor para de pensar a longo prazo, vibre com sua vitórias, quando vc sentir tesão de vdd teu corpo todo vai corresponder e não será só seu pau. Nos homens precisamos entender que não somos nosso Pênis. ISSO NOS ÉRAMOS QUANDO ESTÁVAMOS VICIANDO EM PMO.
Vou te fazer um desafio: desejo que vc faça um post só falando coisas positivas mesmo que para vc nem perceba que tenha sido tão positivo assim.
Fique em paz, se afaste dos gatilhos, nós somos fortes e 1 dia longe do PMO já é uma Vitória.
Quando se sentir desesperado escreva aqui sempre terá alguém on line!

_______________________________________
avatar
Gillys La Vie
Mensagens : 50
Data de inscrição : 17/03/2020
Idade : 36
Localização : Rio de Janeiro

Diário de um Desesperado  Empty Dúvida????

em 23/3/2020, 12:58
poderia explicar melhor este item. ( 5ª: Como eu vou manter minha autoestima diante de todo mundo demonstrando pra mim que eu sou inferior sim as outras pessoas?) em que momento isso ocorre?

_______________________________________
avatar
SrDesespero
Mensagens : 32
Data de inscrição : 13/01/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 23/3/2020, 18:05
Obrigado David, agradeço de verdade o apoio e desculpa o surto de ontem.
Eu tenho muita dificuldade com esse tipo de coisa interna, eu realmente entendo o que quer dizer mas não consigo replicar na minha vida. Sobre a masturbação eu não posso me masturbar de jeito nenhum porque eu não sei ser "limpo" e de verdade tô com medo disso desencadear a PMO e atrapalhar tudo. Quando perguntou se eu não preferiria ter somente o real eu realmente fiquei na dúvida, eu quero parar de verdade com a PMO porque não tem jeito de eu viver com ela eu ia acabar me matando, só que eu penso nas pessoas que tem os dois, sem fazer esforço nenhum sem nunca precisar sofrer por isso, nunca nem cogitar a possibilidade, isso me dá raiva. Eu queria viver como elas. Sei que esse pensamento só me atrapalha mas ele não sai da minha cabeça. Eu tô me perdendo no Reboot (acho que nunca me achei na verdade)
Você disse que não era pra não deixar ninguém me destruir, mas acho que ninguém vai conseguir porque eu mesmo já fiz isso a muito tempo e aparentemente fiz um "ótimo" trabalho.
Não entendi o que quis dizer com tirar a palavra pornografia e as adjacências da minha vida.
Muito obrigado pelo apoio de verdade, desculpa ser um pouco cabeça dura, eu tô tentando mostrar mais o que eu acho e penso das coisas.
avatar
SrDesespero
Mensagens : 32
Data de inscrição : 13/01/2019

Diário de um Desesperado  Empty Re: Diário de um Desesperado

em 23/3/2020, 18:16
Oi Gillys desculpa o surto ontem! E obrigado pelo apoio
Eu reli meu diário ou pelo menos tentei, sinto vergonha de ler o que eu escrevi, de verdade sinto muita vergonha de mim, não consigo visualizar vitórias sei que existem e que estão lá mas são pequenas de mais pra eu enxergar sabe.
Eu não sei como parar de pensar, eu penso a longo prazo desde que me entendo por gente, acho que era uma fuga do presente meio bosta que eu sempre tive, só que quando se é menor pensar no futuro é prazeroso, mas depois de adulto dói.
Sobre meu corpo corresponder eu tenho minhas dúvidas, eu já estive a mais de 5 meses longe de PMO em modo hard, eu realmente me sentia melhor mas meu corpo nunca correspondeu como eu esperava, quero ter um mínimo de controle entende?
Sobre o seu desafio eu juro por tudo que é mais sagrado que não consegui pensar em nada, fiquei pensando quase uma hora e tudo que eu pensava não era eu de verdade, era o "personagem" que eu criei.
Sobre o item 5:
No sentido de que tudo que eu faço é insuficiente, isso geralmente acontece no sexo, nos meus estudos, na minha forma de expressar, sinto que constantemente sou errado e dependo da tolerância das pessoas para viver certas coisas. Sinto que se eu fosse um pouco menos "tranquilo" eu estaria completamente segregado das outras pessoas

Obrigado pelo apoio! E desculpa ser tão insistente decidir não mentir mais quando não entendo algo
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum