Compartilhe
Ir em baixo
pat
pat
Mensagens : 40
Data de inscrição : 07/06/2015
Idade : 23

Once again... for once Empty Once again... for once

em 26/3/2018, 05:01
Então... olha eu aqui de novo.

Para ser sincero, não sei muito bem por que estou aqui novamente. Já tentei algumas vezes antes, escrevi até posts por aqui, mas nunca realmente funcionou. Não por um longo tempo. Mas sinto que eu deveria pelo menos tentar dar mais uma chance. Tenho 21 anos e talvez alguns até me conheçam por aqui.

Qual foi o fator motivador para eu vir aqui tentar mais uma vez? No sábado fui ao cinema ver um filme e, enquanto estava fazendo, comecei a perceber como tudo isso estava atrapalhado (como sempre atrapalhou) a minha vida. Olhava aquela história na minha frente e percebia que por mais que me identificasse com tudo aquilo, existia algo que criava todo um espaço entre mim e aquele protagonista. Um hábito antigo e viciante da qual eu nunca consegui realmente abri mão. Enquanto escrevo isso tenho consciência do quanto é ruim viver imerso nesse vício, mas não posso mentir que ao mesmo tempo não sinto uma vontade assim tão grande de parar.

É como se assistir essas coisas e experienciar as sensações que pode me trazer fosse uma das poucas sensações boas que consigo sentir de verdade, mas ao mesmo tempo tenho em mente que talvez isso seja porque meu cérebro esteja dessensibilizado, ou porque convivo com pessoas que não entendem realmente o problema em ver esses tipos de vídeos (porque sim, já tentei falar sobre, mas nunca tomou repercussão que realmente merecia, porque as pessoas sempre faziam pouco caso; afinal, para elas, isso não é um problema.)

Então estou aqui tentando mais uma vez. Não sei o quão longe vou chegar e estou tentando não criar expectativas nem pensar muito no processo. Acho que o melhor remédio é esquecer da luta e viver as coisas como se isso não fizesse mais parte da vida. Claro, sei que não é assim que funciona e que muitos momentos vou ficar pensando nisso, mas pelo menos é como vou tentar levar as coisas dias após dias. Se eu conseguir caminhar um pouco com o reboot, vou compartilhando minhas sensações e pensamentos (não os sexuais, claro, mas como tou me sentindo em meio a tudo isso e como me sentia com a pornografia na minha vida durante todos esses anos).

Hoje é meu primeiro dia do reboot (o mais longe que consegui foram 18 dias). Ontem (25/03/2018) foi a última vez que eu assisti aos vídeos e agora, teimosamente, estou embarcando em mais uma jornada. Espero que eu consiga chegar na linha de chegada.

Dia: 00
pat
pat
Mensagens : 40
Data de inscrição : 07/06/2015
Idade : 23

Once again... for once Empty Dia 01

em 26/3/2018, 21:03
Estou chegando ao fim do primeiro dia. Ainda está meio cedo, mas como acordei às 3 da manhã para estudar para uma prova, já estou me sentindo cansado o suficiente para ir para a cama. Passei o dia na faculdade, então não tive muitas tentações, nem minha mente ficou voltando-se a PMO por muito tempo. Claro, aconteceu algumas vezes, mas de muito fácil controle. Durante o dia fiquei pensando se valia ou não a pena o esforço do reboot. Talvez até por isso fiquei meio mal. Passei o dia meio pra baixo sem conseguir achar um motivo especifico para tal. Acho que entrar no processo mais uma vez me fez refletir sobre todo o tempo que eu perdi com PMO e o conflito que é querer largar de verdade desse vício. Isso pode ser bem degastante psicologicamente.

Quando cheguei em casa até senti um pouco de vontade e por um instante até considerei desistir e só ir assistir. Percebo que a vontade sempre vem quando estou ansioso, angustiado, triste ou entediado. Então creio que terei que enfrentar essas situações como uma pessoa normal e não apenas me jogar no mundo do PMO onde tudo é pseudoperfeito e os problemas podem ser deixados de lado em razão de uma sensação falsa.

Só estou escrevendo o que sinto sem pensar muito se tá fazendo sentido. Sinto que tem muita coisa presa dentro de mim e quero poder liberar tudo para poder me sentir um pouco mais livre e conseguir respirar com mais facilidade. Então o resumo do dia foi: foi fácil resistir as tentações, mas a parte psicológica tá bem acabada. Me sinto triste e sem animo para absolutamente nada. Só queria me deitar e ficar esperando o tempo passar.

Talvez isso também seja pela frustração de não conseguir viver algo que eu queria. Mesmo tendo duvidas sobre o processo, uma parte da minha cabeça já aceita como verdade que a pornografia estragou grande parte da minha vida. E eu sei que ela é culpada por minha vida estar do jeito que está hoje, estagnada. Espero que essa parte ganhe mais força e me mantenha firme.

Mas preciso ser sincero: me faltam esperanças.
Marco
Marco
Mensagens : 1773
Data de inscrição : 09/01/2017

Once again... for once Empty Re: Once again... for once

em 27/3/2018, 08:02
Esse é seu diário. Desabafe. Coloque tudo pra fora. Vamos sempre procurar te ajudar.

Seja bem-vindo de volta amigo.

Agora, que medidas concretas vc tomou em relação ao reboot?

Já leu o ebook? Instalou bloqueadores? Traçou estratégias? Adotou medidas novas? O que vc está fazendo de diferente em relação as outras vezes que caiu?

Sucesso!

_______________________________________
Crux Sacra sit mihi lux, non draco sit mihi dux. Vade retro satana!

Diário 1: http://www.comoparar.com/t4437-diario-de-marco-de-volta-para-a-realidade
Diário 2 (atual): http://www.comoparar.com/t7541-diario-de-marco-construindo-uma-vida
pat
pat
Mensagens : 40
Data de inscrição : 07/06/2015
Idade : 23

Once again... for once Empty Dia 02

em 27/3/2018, 22:40
Estou escrevendo pelo celular porque não quero me desafiar a ligar o computador. O dia de hoje foi até tranquilo. Me mantive ocupado durante todo o tempo, mas mais para o final do dia minha mente começou a pensar sobre o Reboot e como eu sentiria falta de todo PMO. Esses pensamentos vão ficando mais frequentes com o tempo (lembro de outras tentativas) e acabam me desestimulando, pois me fazem pensar que não há mto propósito em continuar tentando. Pelo menos é nisso que eles me fazem crer. Tento fazer minha cabeça pensar diferente.

Não instalei bloqueadores nem tomei outras providências por falta de tempo mesmo. Ainda n consegui parar no computador nem procurar bloqueadores para meu celular, mas pretendo fazer isso nos próximos dias. Comecei a leitura do e-book mas ainda não consegui avançar muito por conta da faculdade. Isso acaba nem sendo algo ruim, se pensar bem, pois assim me mantenho ocupado e não perco meu tempo pensando muito em PMO.

Por experiências passadas, percebi que algo que me atrapalha mto é pensar no Reboot e na duração que ele leva. Parece algo infinito e chega até a ser frustrante. Então por agora estou tentando não dar muita bola para isso nem ficar concentrando em quanto tempo ainda me resta pela frente.

Vou desligar o celular agora para ir dormir e começar meu terceiro dia nas próximas horas.

Desejem-me sorte Wink
pat
pat
Mensagens : 40
Data de inscrição : 07/06/2015
Idade : 23

Once again... for once Empty Dia 03

em 29/3/2018, 08:34
Hoje não poderei falar muito porque estou na casa de uma amiga. Justamente por isso acabei atrasando um pouco para escrever no diário.

O dia foi tranquilo. Estive ocupado o dia todo e ainda vim para dormir na casa da minha amiga, o que já me ajuda a manter a cabeça meio longe da PMO. Percebi que passei o dia mais para cima, principalmente quando me dava conta que eu de certa forma estava caminhando para meu objetivo.

O medo do processo ainda tá presente, pois sei que tudo tende a dificultar, mas sempre tento não pensar nisso para não servir de estímulo negativo para desistir.

Então para o terceiro dia foi fácil conseguir resistir a tentação. Outra coisa que me dei conta foi que ainda não tive nenhuma ereção desde que comecei o Reboot. Acho que a parte psicológica está auxiliando bastante nisso.

Estou levemente preocupado porque sei que o feriadão de semana santa está começando, portanto significa que ficaria em casa sem muito o que fazer. No entanto, tentarei contornar essa situação focando-me em estudar e sair sempre que possível para manter meu dia ocupado. Tentarei instalar bloqueadores, aproveitando que agora terei um pouco de tempo, e buscarei me manter firme nesse meu objetivo que a cada dia tem crescido um pouco mais no meu coração: que é me ver livre disso de uma vez por todo.

Preciso só tentar continuar a matar esse demônio que dorme latente dentro de mim e pode, a qualquer minuto, erupcionar e levar minha vida de volta para a lama.

Espero que eu consiga.
avatar
Matheus97
Mensagens : 94
Data de inscrição : 28/12/2017

Once again... for once Empty Re: Once again... for once

em 29/3/2018, 14:46
Olá pat, que você alcançe sucesso em sua nova tentativa. Mas deixa eu te falar uma coisa, teu cerébro ta tentando de enganar com racionalizações, ele não quer que você tente se livrar desse vício, mas você precisa desse reboot, e eu te garanto que você vai precisar encarar o reboot como a coisa mais importante enquanto você luta para se libertar. Porque o reboot pode ser difícil, mas no fim ele vai te dar a liberdade, você pode se sentir mal, mas vai passar amigo. Já a Pornografia vai estar sempre se mostrando como alivio de curto prazo, mas você sempre vai perceber que ela só faz piorar ainda mais a situação, desculpa a expressão, mas ela faz a gente ter uma vida de merda, sem vontade pra nada.
Então meu irmão, você precisa ler e meditar no ebook, e dedicar tempo ao reboot, não é perda de tempo, é investimento em sua vida, não se esqueça que leva um tempo até adquirirmos resistência. Fuja da doença do amanhã, você precisa disso hoje, e renove esses votos a cada dia. Abraço
pat
pat
Mensagens : 40
Data de inscrição : 07/06/2015
Idade : 23

Once again... for once Empty Dia 04

em 29/3/2018, 21:06
Hoje foi dos diabos. Cada vez que venho aqui escrever mais um capítulo do meu reboot sinto como uma vitória pessoal por ter conseguido por mais um dia. Desde que comecei com o processo, tem sido fácil, mas hoje já começou a complicar um pouco mais. Passei o dia tranquilo, pois estava na casa da minha amiga, mas a partir do momento ue cheguei em casa e comecei a ficar entediado começou a me bater uma vontade que eu classificaria como um 4 entre 0 a 10 para querer ver pornos. Fiquei considerando pesquisar apenas se teria lançado algum novo, mas não assisti-lo, mas não o fiz pois sabia que era apenas uma estratégia do meu cérebro para fazer eu ter uma recaída.

Apaguei todos os arquivos sensuais do meu computador (ainda não tinha feito isso porque não tinha mexido no pc desde o início no reboot) sem nem olhar o conteúdo. E estou tentando me manter firme para conseguir continuar no processo.

Mas não vou mentir, as coisas estão começando a ficar mais difíceis e a vontade ta começando a apertar. Fico pensando se lançaram uma cena nova, seja no porno, seja em séries de tv ou filmes, e minha mente fica voltando ao que eu poderia tar perdendo. É uma bosta, mas sei que faz parte.

O pior é que não sei por quanto tempo vou aguentar isso, e tenho medo porque estamos no meio de um feriadão, o que significa muito tempo ocioso em casa, principalmente porque tenho que estudar. Estou bem desesperançoso e preocupado, pois sempre me sentia assim pouco antes de recair. Sei que tá meio cedo, mas acho que já vou dormir agora pois tenho receio de passar muito mais tempo acordado e fazer merda. Sem contar que estou ansioso para que chegue logo amanhã para ver uma serie que gosto que vai ser lançada no netflix.

No mais, vamos ver o que acontece. Espere que eu consiga por mais um dia.
Randy
Randy
Moderador
Moderador
Mensagens : 2234
Data de inscrição : 01/12/2015

Once again... for once Empty Re: Once again... for once

em 1/4/2018, 01:13
No início, muitos rebooters relatam essas dificuldades que você está tento.

O melhor a se fazer é lutar contra essas fissuras tomando banho gelado, usando gelo...

Eu também tinha esse pensamento que você tem sobre as cenas novas. Eu acompanhava mais de 10 sites que lançavam cenas diariamente/semanalmente e achava que não conseguiria viver sem isso. Hoje, se bobear, nem lembro o nome dos sites.

Viver sem pornografia é viver muito mais feliz. Você conseguirá se livrar disso.

_______________________________________
"Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, inventa desculpa". Toguro

Ninguém vai bater mais forte do que a vida. Não importa como você bate e sim o quanto aguenta apanhar e continuar lutando; o quanto pode suportar e seguir em frente. É assim que se ganha. Rocky Balboa

pat
pat
Mensagens : 40
Data de inscrição : 07/06/2015
Idade : 23

Once again... for once Empty 8 dias

em 12/8/2019, 17:47
É estranho voltar aqui, depois de tanto tempo, sem ter conseguido alcançar um objetivo sequer. Olhando as mensagens antigas encontros os tópicos que abri para cada vez que tentei abandonar esse hábito que eu tinha. Tinha mensagens empolgadas, de quem acreditava que ia chegar em algum lugar, e mensagens desesperançosas, aquelas redigidas por alguém que tenta, apesar de achar que não vai chegar em lugar nenhum. No momento não sei em qual das duas estou, talvez um pouco de ambas. Mas esse tento de experiência e tentativas frustradas me serviram para descobrir algumas coisas sobre mim e sobre minhas vontades.

Primeiro de tudo: escrever sobre ela, com constância, não me ajuda. Já é natural pensar sobre isso, mas sempre que decidia começar mais uma vez, criava como meta vir até aqui e escrever diariamente o que aquela experiência toda estava fazendo comigo. O resultado é que, para mim, me fazia pensar sobre o assunto. E quando eu pensava sobre, era como se tivesse ligando uma parte do meu cerebro que eu tentava silenciar. O meu maior sonho era simplesmente esquecer esse problema, esquecer que existe o pornô, o vício, a masturbação. Eu sei que provavelmente isso não vai ser possível; mas vir aqui diariamente e escrever sobre o assunto não estava ajudando a me manter longe. Pelo contrário, me trazia para perto. Meu objetivo agora é só vir sempre que eu sentir que preciso. Pode ser todos os dias, ou a cada semana, ou a cada mês, ou talvez apenas quando eu concluir o reboot. Mas não quero me forçar. Quero sentir que estou pronto e que posso falar sobre o assunto sem me sentir negativamente afetado por revivenciá-lo mais uma vez (e o pior: na solidão de um computador onde tudo começou)

Depois, eu percebi que sozinho eu não conseguia. Por mais que sempre tivesse o apoio de outras pessoas aqui no fórum, nunca era como algum amigo que estivesse ao meu lado, e com quem eu sentisse uma familiaridade confiável.  Hoje é meu oitavo dia e, como nunca antes, eu comecei o reboot por simples impulso, sem pensar muito antes. Apenas acordei um dia, me mantive ocupado e, quando vi, o dia já tinha se iniciado e eu não tinha praticado PMO. Decidi ver se conseguia aguentar mais um dia, e depois mais um, e agora estou em oito. Estou tentando me manter alerta para não me pressionar muito, pois me imaginar no reboot por 90 dias é muito pior do que simplesmente tentar viver um dia depois do outro.

Por enquanto não está sendo bom, não vou mentir. Ontem msm cheguei a entrar em alguns sites só para ver se tinha alguma novidade, mas consegui resisti a vontade de assistir e me masturbar. Não fiz. Apenas acabei assistindo um video de beijo, mas que pausei logo que a cena aconteceu. Fechei o site e tentei pensar em outra coisa. Passei o dia me sentindo culpado achando que deveria recomeçar a contagem, mas sei que isso só seria prejudicial. O reboot é um processo, e vai ser dificil hora ou outra. O importante, ao meu ver, é não praticar a masturbação e continuar com a prática de assistir os pornôs, pois são eles que mais pesaram na constituição de quem eu sou.

Além disso, tenho me sentido sem energia, um pouco no mundo da lua, e desanimado. Por vezes até triste. Eu sinto falta. Sentia que o pornô era a única coisa prazerosa em minha vida e, por mais que tenha trazido todas as consequências negativas, tinha as partes boas tbm. As partes que me apego sempre que me imagino longe disso. E me imaginar longe disso criar uma sensação de abandono em mim; como se eu genuinamente quisesse continuar. Sinto falta dos atores que via em cena e fico me perguntando quais novas cenas eles podem ter feito. Não quero entrar em detalhes para não ser gatilho para ngm, mas isso é um dos fatores que ainda pesa nessa minha tentativa.

Enfim, vou parar de falar sobre isso, pois estou começando a sentir que minha mente quer voltar a pensar nisso e começo a lembrar das coisas que já vi e do que sinto falta. Não vou prometer quando vou voltar, apenas quando me sentir pronto.

Espero que eu consiga descobrir o que eu realmente quero.
pat
pat
Mensagens : 40
Data de inscrição : 07/06/2015
Idade : 23

Once again... for once Empty Re: Once again... for once

em 13/8/2019, 22:23
o pior é quando começam a ver as tristezas, as desesperanças, que fazem vc duvidar de tudo oq pensa. parece que nada mais vai fazer vc se sentir bem, que tudo oq vc faz é em vão. é uma tristeza que fica dentro do peito

nessas hrs dá vontade de voltar a assistir. só p se sentir bem de novo, msm que por um pouquinho de tempo. dá vontade de ser sugado aquela mundo de uma busca quase que eterna com a expectativa de achar o vídeo perfeito, a cena perfeita. a paz perfeita.
pat
pat
Mensagens : 40
Data de inscrição : 07/06/2015
Idade : 23

Once again... for once Empty Re: Once again... for once

em 14/8/2019, 21:13
hoje eu falhei de novo. tava no meu 10° dia

um problema que percebo que me faz falhar sempre é a falta da vontade de parar. eu até tenho certa vontade, mas só de me imaginar longe, e tudo oq eu faria perdendo de novo, me faz até sentir saudade no fundo. tenho alguma espécie de apego, e me sinto triste apenas em imaginar não ver alguns rostinhos que conheço bem. como se eu tivesse alguma relação com essas pessoas, é estranho

eu queria aquela vontade genuína e ininterrupta de parar, sem sentir falta. mas sei que toda vez que tento, eu sinto realmente sdd dos vídeos. não só de uma forma como um viciado sente falta da droga, mas como se eu tivesse abrindo mão de uma parte de mim que eu ainda tivesse um carinho.

não sei se alguém entende
Randy
Randy
Moderador
Moderador
Mensagens : 2234
Data de inscrição : 01/12/2015

Once again... for once Empty Re: Once again... for once

em 18/8/2019, 20:48
Pat, pelos seus relatos, você não instalou os bloqueadores. Aí é praticamente impossível não pensar mais em PMO ou não acessar tais sites. Enquanto não instalar os bloqueadores, as chances de sucesso são poucas.

Quanto ao fórum, acredito que é onde podemos falar do problemas e podemos ter ajuda de outras pessoas que enfrentam o mesmo tormento.

_______________________________________
"Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, inventa desculpa". Toguro

Ninguém vai bater mais forte do que a vida. Não importa como você bate e sim o quanto aguenta apanhar e continuar lutando; o quanto pode suportar e seguir em frente. É assim que se ganha. Rocky Balboa

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum