Ir em baixo
John Nada
John Nada
Mensagens : 122
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 31

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Transtornos sexuais/Travestimo

em 4/11/2019, 04:00
O que venho a relatar aqui são problemas sexuais que ao longo de minha vida se tornaram obsessões e que se fortaleceram a cada ano, ao longo do relato tentarei resumir ao máximo, apesar de que ficará um texto relativamente grande
Tenho 30 anos, e desde pequeno, fui extremamente tímido, perdi minha mãe aos 4 anos de idade, também não tive pai, pois o mesmo nem ao menos soube do meu nascimento, em decorrência disso não tive irmãos, ou seja sempre tive uma vida solitária, tendo apenas minha avó (que me criou) tios e primos.
A partir de uns 6 anos ao assistir TV lembro que sempre me chamava atenção mulheres de biquíni ou lingerie, dessas que eram menores atrás (fio dental) e um certo dia lembro que coloquei minha cueca de criança para dentro da bunda para parecer igual a elas, minha vó que me dava banho viu aquilo e lembro até hoje ela dizendo que não era mais para eu fazer aquilo pois só mulheres usavam daquele jeito.
Um ou dois anos depois uma tia minha veio morar com a gente e com uns 7 a 8 anos eu comecei a perceber que ela deixava sua calcinha molhada sempre no box do banheiro e que aquilo foi me atraindo cada vez mais, até o dia que resolvi tomar banho usando aquela calcinha, daí para frente o desejo foi ficando cada vez mais forte e depois de alguns anos ali pelos meus 10, 11 comecei a me masturbar usando as calcinhas que ela deixava no banheiro, na hora era uma delícia sentir aquele tecido fino e gelado nas minhas partes íntimas, mas como era tão inocente, não entendia o porque de fazer aquilo.
A partir dos meus 12 anos comecei a me masturbar frequentemente, quase sempre usando alguma peça íntima feminina ou então mesmo que não esteja usando, pensava em calcinhas ou nas mulheres que via na TV, e nessa época já me perguntava "como gosto de usar calcinha se gosto de meninas?"
Sempre me atrai por meninas na adolescência, olhava e tinha vontade de abraçar e beijar, mas a vontade de usar a roupa dela era maior.
Posso dizer que em toda adolescência até atingir meus 21 anos que foi a idade em que tive meu primeiro beijo, me masturbava compulsivamente usando calcinhas de minhas tias, o que me deixa curioso é que diferente dos outros meninos adolescentes que querem experimentar mulheres desde cedo, eu tímido, sempre no quarto, jogando vídeo game, ouvindo música, e tendo como prazer a masturbação "anormal" jamais senti essa falta de ter namorada quando meus hormônios estavam em alta, pois desde essa época buscava na masturbação o prazer ao invés de ir para festinhas querer beijar as meninas.
Vale ressaltar também que tive uma infância normal, o companheiro de minha vó foi minha figura paterna, apesar de ser alcoólatra e de não fazer seu papel de pai como deveria, tive ele como pai, e eu também brincava com os meninos, jogava bola etc, tudo o que um menino normal faria.
Mais velho, a partir dos meus 20 anos ou pouco mais, antes de ir morar sozinho aos 27, comecei a me interessar por outras roupas como sutiãs, leggings, blusas, vestidos, enfim, quando me dei conta estava me vestindo por completo e me masturbando, pensando que eu era uma mulher para chegar ao orgasmo.
Quando passei a morar sozinho, há 3 anos atrás, minha privacidade aumentou, então, com frequência comecei a me vestir de mulher e me masturbar muito mais do que quando morava com minha avó.
Até aqui ainda não mencionei minhas experiências com as mulheres;
Beijei a primeira menina com meus 21 anos porém foi muito mais para tirar a pressão do BV do que por querer de fato beijar aquela menina, mais tarde, aos 23 anos, perdi a virgindade, também por pressão em ser virgem.
Até hoje, com 30 anos, não posso dizer que tive relações sexuais com mulheres de uma forma satisfatória, tive experiências com máximo 5 ou 6 mulheres, e todas elas com dificuldade de manter a ereção, isso quando eu tinha, claro que nenhuma delas eram lindas, de parar o trânsito, todas as mulheres que me relacionei no fundo não me agradavam fisicamente, sempre quando estava com alguma na rua e passava alguma mulher mais bonita eu pensava que poderia encontrar alguém melhor que a que eu estava e então, meus relacionamentos não duravam quase nada, o máximo até hoje foi de 10 meses.
Pois bem, o fato de eu ter dificuldades na hora do sexo, acredito eu que seja devido a única forma de prazer que tenho até hoje, que é se masturbar vestido de mulher, pois acredito que meu cérebro se acostumou com essa forma de prazer, eu posso muito bem me masturbar estando vestido de homem e olhar no celular uma foto de uma garota que esteja bem vestida, pois na minha cabeça, estou imaginando ser ela, usando aquela roupa para sentir tesão, até posso imaginar transando com ela, e consigo chegar lá, mas a intensidade em me imaginar sendo ela é muito maior.
Meu vício na masturbação é seríssimo, pois tenho dois fatores em que colaboram com o tédio, morar sozinho e trabalhar a noite também sozinho, como meu trabalho é entediante eu me masturbava cerca de 3 a 4 vezes por noite para a hora passar rápido, e de fato funcionava rsrs
Em casa era melhor ainda, pois usava as madrugadas para me vestir de mulher, me olhar no espelho e ficar vendo fotos de mulheres no notebook para me satisfazer e me masturbava em casa até 5 vezes por noite.
Lendo na internet sobre este transtorno sexual, os psicólogos, em geral, dizem que se trata de travestismo fetichista, é uma parafilia, como o sadomasoquismo, pedofilia, zoofilia, etc, e o que me assusta mais ainda é ler que pessoas como eu só conseguem prazer desse jeito (vestido de mulher) e ser tratado como uma na hora do sexo.
Eu também tenho um fetiche extremamente estranho, de uns anos para cá, comecei a sair na rua de calcinha por baixo da calça ou bermuda e quando tem uma mulher jovem e bonita atrás de mim eu por gosto deixo ela ver a lateral da calcinha ou atrás, disfarçando enquanto arrumo a camiseta, e eu adoro ver a reação que elas fazem, algumas riem, outras ficam assustadas, outras fazem um olhar de reprovação, como se não bastasse, eu comecei a filmar esses momentos, quando deixo a calcinha aparecendo, eu filmo com o celular para mais tarde poder me masturbar vendo a cara que ela fez ao ver que eu estava de calcinha, ultimamente faço muito isso, perco horas do dia buscando filmar estes acontecimentos, para mais tarde me satisfazer, e em alguns casos, pouco mais raros mas que já aconteceram, quando vejo uma mulher com uma roupa que eu goste muito, eu vou falar com ela perguntando se ela gostaria de me vender, mesmo sabendo que ela se assustará com isso, eu faço para ver a reação delas.
Minha última experiência com uma mulher foi um tanto curiosa, ela era linda, tinha 19 anos, estava começando a se prostituir, eu fui o terceiro cliente da vida dela, e depois de ela ter feito sexo oral em mim e ter ficado na posição de quatro e não ter tido sucesso na ereção, ela disse que eu era incapaz, essa palavra mexeu comigo e eu pedi para ela me chamar de novo, e além disso ela foi me humilhando verbalmente, dizendo coisas fortíssimas que nem vou escrever aqui, mas que comprometiam minha masculinidade, e isso mexeu comigo de uma forma positiva, pois ouvindo dela aquela humilhação fui ficando extremamente excitado, o que acabou por rolar sexo e nesse momento descobri outra forma de prazer.
Agora nessa semana conheci uma garota de programa e estou querendo ter minha primeira experiência vestido de mulher com uma mulher, o que pra mim seria o ápice do prazer, eu sei que na prática até agora o recomendado seria de eu procurar parceiras que aceitem isso e que leve a vida desse jeito, porém é muito difícil encontrar mulheres que queiram esse tipo de coisa, e também ao mesmo tempo eu penso que há um jeito de dar um fim nesse fetiche, pois eu mesmo acho muito insano, e o fato de eu sair na rua e me exibir para elas não me deixa tranquilo, me incomoda demais por as vezes deixar algum compromisso para fazer isso.
Também acho importante deixar avisado que nunca senti nenhum interesse em me relacionar com homens, eu já tentei imaginar estando com um e simplesmente não consigo ter atração ou ir alem na imaginação, porém, vendo vídeos pornográficos ao longo da vida, comecei a me excitar com vídeos de homens se masturbando, mas, um detalhe curioso é que se o homem filmar demais o corpo dele, tórax, peito, braços, e principalmente o rosto, eu perco o tesão na hora, o que me atrai é o pênis em movimento, excitado etc.
Quando estou vestido de mulher, não consigo imaginar sendo submissa a um homem, se eu fizer isso perco ate mesmo a vontade em continuar, mas sim, penso em eu SENDO UMA MULHER, apenas.
Também assisto muito vídeo de mulheres se masturbando, e em vídeos de casais héteros sempre foco na mulher, sempre me excita me imaginar que estou no lugar do homem.
Na tentativa de começar a me relacionar normalmente, estou parando com a masturbação vestido de mulher, mas sei que logo vou voltar, porque atualmente pra mim, me vestir de mulher e me masturbar é melhor do que sexo com pessoas.
Estou no reboot há 24 dias, as duas primeiras semanas foram horríveis, agora estou mais leve, sem muita necessidade, não senti muita diferença na minha vida com quase 1 mês de abstinência, porém, posso dizer com toda a certeza que a abstinência está fazendo eu sair na rua usando calcinha quase todos os dias, e vou além, estou tendo pensamentos em querer sair vestido de mulher completamente a noite, mesmo dando a cara a tapa, a vontade está só aumentando devido a este reboot, pois, antes, quando eu eu masturbava todos os dias eu não sentia muita necessidade em sair usando calcinhas ou vestido de mulher por completo.
Desenvolvi HOCD também depois de ter gostado de vídeos de homens se masturbando, e nas ruas ultimamente encaro muito os homens para ver se tenho alguma reação mas isso não acontece.
Vale ressaltar também que nunca na minha vida tive ereção ao ver mulheres nas ruas, exceto se estou em um ambiente fechado e tiver uma mulher me encarando, e eu retribuindo o olhar, tenho ereção, mas simplesmente em olhar uma mulher mesmo que com pouca roupa, isso não acontece.
Também em fotos não acontece, acho que tem a ver com o fato de nós homens sempre ter visto fotos delas, isso se tornou um costume.
Por fim, deixo este relato tentando quem sabe buscar pessoas que possam me ajudar, pois é difícil não ter amigos, nem ninguém para falar sobre estas parafilias, não tenho grana para psicólogo.
Sei que o reboot é recomendado neste caso, mas o meu psicológico está abalado com o reboot pois tenho pensamentos que não tinha antes, como querer sair na rua como mulher etc.
Atualmente estou conhecendo uma mulher que conheci em redes sociais, ela é linda aos meus olhos, mas ainda não nós vimos pessoalmente, pois ela não está com pressa, até achei isso muito bom pois dá tempo ao meu reboot.
Outra coisa que me atormenta, é que quando estou conhecendo alguma mulher, eu fico ansioso em chegar a hora de ir na casa dela para poder furtar alguma peça de roupa, calcinha, legging, etc... Sempre quando estou conhecendo uma mulher por sites de relacionamento noto as roupas que ela está usando nas fotos para poder pegar quando ir na casa delas, caso elas convidam.
Também já entrei nos pátios de algumas casas e furtei calcinhas de varais, com todo o cuidado, sabendo que não haveria ninguém no local na hora.
Simplesmente não quero mais essa vida para mim, mesmo sendo de fato prazerosa, é também muito solitária e sei que continuar assim só irá alimentar mais ainda este fetiche e que a tendência é ficar só a vida toda.


Última edição por Highlander em 26/11/2019, 08:05, editado 1 vez(es)
5&4
5&4
Admin
Admin
Mensagens : 2772
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 4/11/2019, 16:55
Oi, Vindo89!

Seja muito bem-vindo ao Fórum!

Pelo o que entendi da sua história você começou com esse fetiche aos 6 anos de idade. Bem, como cada um é cada um, acredito que de qualquer forma o reboot pode ajudá-lo na questão de tentar reduzir ou até mesmo extirpar a masturbação. Agora, se toda essa questão for causada por uma indução da pornografia, as coisas tenderão a se normalizar. Do contrário, você deve prosseguir com seu recurso terapêutico como maior fonte de ajuda! Abraços!

_______________________________________
Transtornos sexuais/Travestimo Meu_di12
John Nada
John Nada
Mensagens : 122
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 31

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 5/11/2019, 01:53
Obrigado, digo que meu problema não é a pornografia em si, mas, a fantasia na hora da masturbação.
Estou no reboot para tentar voltar a ter atração por mulheres reais e praticar sexo de uma forma normal, sem precisar das vestes, porém ao mesmo tempo o desejo de me vestir e se masturbar sozinho é tão bom, tão forte, que eu jamais abandonaria, se eu pudesse escolher, escolheria ser casado, praticar sexo normal com minha mulher e em sua ausência praticar essa "segunda forma" de prazer, mas fiquei tantos anos praticando isso que se tornou a única!
avatar
Convidado
Convidado

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 6/11/2019, 11:08
Olá Vindo89,

Li seu relato cara, tem algumas coisas que me identifico, sabe, também já usei calcinhas pra me masturbar, no meu caso não é algo recorrente, mas já fiz. E esse lance de sentir mais prazer ao se masturbar do que estar com uma pessoa, cara é minha vida até aqui também, de todas as relações que tive, sempre achei mais prazeroso olhar P e praticar M do que fazer sexo. E em vários momentos sinto essa vontade de ser submisso, e como você, nunca com homens, e sim com mulheres...

Mas é isso aí cara, desejo sorte no seu Reboot, tudo de bom.

Abraço!


Última edição por Willian T em 9/11/2019, 10:19, editado 1 vez(es)
John Nada
John Nada
Mensagens : 122
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 31

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 7/11/2019, 03:10
Olá William T. Agradeço por tirar um pouco do seu tempo em ler meu depoimento, tentei resumir ao máximo.
Eu sempre me masturbei compulsivamente e devido a mão manusear o pênis conforme nosso desejo, quando partir pro real nós estranhamos, acredito que seja isso!
Creio que reboot e praticar sexo real nos ajudará bem lentamente, estou no dia 28 do reboot e as vezes parece que vou subir pelas paredes.
Pro meu azar tem um ponto de travestis perto da minha casa e ontem a noite fui lá só para passar por elas até que conversei com uma, o que eu notei é que na hora que eu falo com elas, parece que esqueço que elas têm pênis, pois foco no rosto delas, corpo, barriguinha, roupas, acho que se fosse gay iria querer ver o volume delas !?
Acho que é questão de tempo em querer pegar alguma Sad
Seeker
Seeker
Mensagens : 1061
Data de inscrição : 02/10/2018

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 7/11/2019, 07:21
Olá, Vindo89, seja bem-vindo!

Bom, você tem feito atividades físicas para amenizar os efeitos da abstinência e superar a fissura? Em muitos casos, tal prática ajuda e muito no reboot!

Que aqui você possa se fortalecer, conte conosco e participe também nos outros diários!

Grande abraço!

_______________________________________
Meu diário:
https://www.comoparar.com/t8382-diario-do-seeker

1ª tentativa: 284 dias (30/09/2018 - 11/07/2019)


2ª tentativa: 11 dias (12/07/2019 a 22/07/2019)

3ª tentativa: 52 dias (23/07/2019 a 13/09/2019)

Meta 1:   90 dias   /  Submetas:   10 ( X )   30 ( X )  60 ( X )  90 (  )








avatar
Convidado
Convidado

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 7/11/2019, 10:10
Vindo89 escreveu:Olá William T. Agradeço por tirar um pouco do seu tempo em ler meu depoimento, tentei resumir ao máximo.
Eu sempre me masturbei compulsivamente e devido a mão manusear o pênis conforme nosso desejo, quando partir pro real nós estranhamos, acredito que seja isso!
Creio que reboot e praticar sexo real nos ajudará bem lentamente, estou no dia 28 do reboot e as vezes parece que vou subir pelas paredes.
Pro meu azar tem um ponto de travestis perto da minha casa e ontem a noite fui lá só para passar por elas até que conversei com uma, o que eu notei é que na hora que eu falo com elas, parece que esqueço que elas têm pênis, pois foco no rosto delas, corpo, barriguinha, roupas, acho que se fosse gay iria querer ver o volume delas !?
Acho que é questão de tempo em querer pegar alguma Sad

Entendo sua situação, desde à infância sempre me mastubei compulsivamente também. Como diz os estudos referentes ao Reboot ficamos dessensibilizados com relação ao sexo real por anos nessa vida de pornografia.

Mas conforme vários relatos mostram é possível sair dessa, eu tenho fé nisso - um exemplo que eu gosto muito é o de um colega aqui do fórum, ele se chama Magrão, acredito que faz muito tempo que ele não passa por aqui, mas eu li à história dele logo quando ele postou, acho que em 2015, e me identifiquei muito, talvez possa lhe ajudar também, segue o link: http://www.comoparar.com/t447-magrao-29-anos-enfim-no-comando-da-propria-vida?highlight=Magr%C3%A3o.

Ah, e esse lance de Travestis, cara durante os últimos cinco anos olhei muita pornografia desse gênero, muita mesmo, gastei dinheiro comprando conteúdo "exclusivo".

Fiz muitas vezes isso que você falou, ir em pontos de prostituição, e ficar lá, olhando aqueles corpos, e chegava em casa e me masturbava feito louco. Acabei indo até mais fundo, fiz programas com "elas", e pra "variar", não aconteceu nada de mais, só consegui me masturbar durante os programas. E o mais louco, cara eu tenho certeza que não sou gay, mas com Travestis sinto um enorme prazer no pênis delas, a loucura é tanta que já fiz sexo oral, e até tentei ser passivo...

Mas é isso aí cara, parabéns pelos 28 dias, desejo muita sorte no seu Reboot, se segura, tem muita gente que garante que com o tempo melhora!

Abraço.


Última edição por Willian T em 9/11/2019, 10:19, editado 1 vez(es)
arquitetodamatrix
arquitetodamatrix
Mensagens : 203
Data de inscrição : 25/08/2019
Idade : 33

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 7/11/2019, 10:50
Vindo 89,

Cara li o seu relato inicial e tipo, você se culpa muito por ser você, parece que o tempo todo você estava pedindo desculpas por ser cross dresser e ter esse tipo de fetiche. Muitos homens heterossexuais são cross dresser, seja como prazer apenas, seja como fetiche sexual. E quanto a mulheres, vai por mim, há mulheres que iriam amar estar na cama com um homem assim. Podem até ser difíceis de encontrar mas elas existem.
Quanto a terapia, eu acho que você precisa muito (eu sempre acho que todo mundo precisa kkkk) mas para se entender, entender esses fetiches, entender quem você é. Ser Cross Dresser pode ser algo seu, sem julgamento, mas chegar ao ponto de roubar roupas de outras pessoas, eu penso que há um desequilíbrio aí, decorrente provavelmente de você ficar se reprimindo, se sentindo sujo, ou menos homem pq gosta de usar calcinha.
Você disse que não tem grana, mas se houver faculdades de psicologia na sua cidade, todas elas tem algum programa de atendimento psicológico de graça ou bem baratinho, acredito que valha a pena procurar pra você poder aceitar ser quem você é, sem julgamentos, sem vícios e sem roubar nada de ninguém.
O Reboot ajuda você a sair de um vício numa substancia muito poderosa (Dopamina) mas parece que você a encontra em outras formas, como humilhação, submissão, talvez por isso o desejo de sair a rua, justamente pra receber olhares de estranhamento e desaprovação.
Conte com o Fórum para o reboot, mas busque ajuda profissional, autoconhecimento nunca foi demais, vai por mim.
Qualquer coisa conte comigo.

_______________________________________



CONHEÇA MEU  DIÁRIO
John Nada
John Nada
Mensagens : 122
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 31

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 7/11/2019, 20:11

Olá Seeker, obrigado pelas boas vindas, sim, sempre que posso eu comento principalmente o pessoal que tem HOCD, sou novo aqui e fiz o cadastro para poder comentar e fazer meu diário.
Sobre se exercitar eu sou pouco relaxado, apesar de pedalar de bike 10km todos os dias para ir trabalhar, quando estou em casa fico parado, assistindo tv, e uma coisa que faço que é totalmente inaceitável durante o reboot é querer se estimular conversando com mulheres nas redes sociais ou sites de relacionamento, também tenho o costume de ficar pegando toda hora no meu pênis quando estou em casa, moro sozinho então a liberdade é total, difícil eu me isolar das mulheres a ponto de nem conversar com elas entende?
John Nada
John Nada
Mensagens : 122
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 31

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 7/11/2019, 20:19
Obrigado Willian T.

Obrigado pelos links! Com certeza vou dar uma lida sim!
Eu acho que não seria "crime" nenhum experimentar e tentar ser ativo com um para ver o que acontece, mas não quero disperdiçar meus quase 29 dias se reboot, e quando ter a oportunidade de transar quero que seja com uma mulher! Mesmo que pagando rsrsrs
Ontem mesmo um travesti queria fazer sexo oral na calçada em mim por dez reais! Acho que fico excitado mais com a adrenalina, pelo errado, do que por a travesti, fiquei pensando comigo mesmo que se fosse uma mulher biológica eu teria interesse mesmo assim e que com certeza iria aceitar o oral por dez reais, acho que vou evitar de passar lá um bom tempo
John Nada
John Nada
Mensagens : 122
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 31

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 7/11/2019, 20:41
Olá arquitetodamatrix!!

Na verdade não chego meu culpar pelo meu Crossdresser, inclusive já relatei aqui dias atrás no meu diário que o prazer em me vestir de mulher e me masturbar é tão grande que não pretendo parar portanto que não me afete na cama com uma parceira, mas está sim atrapalhando, tanto que um sexo comum sem essas bizarrices, meu pênis nao tem a menor ereção.
Eu aceito meu CD pois desde 7 anos isso já se manifestou e na minha cabeça ser mulher é a melhor coisa do mundo rsrs não sou trans não digo que nasci no corpo errado, apenas gostaria de ter momentos como mulher, sem afetar meu desempenho na cama com elas.
Sobre psicólogos, eu agradeço sua sugestão porém não sei se psicolgoos recém formados iriam me ajudar, pois casos desse tipo, além de ser terapeuta o profissional ainda precisaria fazer uma extensão e entrar no tema da sexualidade para conhecer e diagnosticar o motivo desses impulsos, mas claro, roda ajuda é valida e só em desabafar para uma pessoa, pessoalmente, descarregar aquelas emoções reprimidas, já ajuda e muito! Boa noite!
luz-antigosombra
luz-antigosombra
Mensagens : 481
Data de inscrição : 10/01/2018

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 7/11/2019, 20:58
Se te incomoda seria bom procurar um profissional mesmo para te ajudar. Geralmente tem profissionais que atende a baixo custo. Na minha cidade tem isso, mas não sei se tem em qualquer cidade. Desabafar aqui escrevendo da alívio sim, imagine então vc falando!? Dê uma oportunidade para você experimentar uma psicoterapia quando vc se sentir a vontade para isso.

Eu acredito que se sua vó não tivesse te reprimido e dito aquelas falas, tudo pudesse ter caminhado de outra maneira. Vc era uma criança e criança imita muito o que vê. Poderia ser só uma brincadeira que ocorreria ali e acabaria. Mas quando fica reprimido durante anos sem a pessoa falar, assim surgem esses comportamentos. É uma tara em vestir-se como mulher, em querer fazer algo que te proibira.m, mas disseram q mulher pode, dando todo o poder para o feminino, e te restringindo dizendo que vc, o masculino, não podia, não tinha poder. Assim essa peça masculina é um objeto externo que te dá poder, como homem q vc é, mas segundo sua vó, homem não pôde. Vc registrou isso na infância e deixou isso crescer, passo a passo, escondido, na adrenalina.

No mais, tudo de bom
John Nada
John Nada
Mensagens : 122
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 31

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 7/11/2019, 21:47
Ola luz-antigosombra, meu amigo nunca parei para pensar nisso, inclusive lembro uma vez que era criança em que eu não queria comer tudo o que tinha no prato e o companheiro de minha avó disse que se eu não comesse tudo iria pegar uma saia da Raquel (uma prima minha da mesma idade que morava no mesmo pátio) e iria fazer eu vestir na marra como castigo. Aquilo ficou na minha cabeça que até hoje lembro.
luz-antigosombra
luz-antigosombra
Mensagens : 481
Data de inscrição : 10/01/2018

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 7/11/2019, 22:14
Entendo. Se vc lembra é pq te marcou. A gente vive numa sociedade que educa em cima de punição e medo. Esses medos colocados na infância, quando não são resolvidos, podem agir na vida da pessoa e continuar quando adultos, e influenciar no comportamento e atitudes. E pelo seu relato vc vivia num ambiente assim.
John Nada
John Nada
Mensagens : 122
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 31

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 8/11/2019, 00:32
Willian T.  Muito obrigado acabei de ler aquele relato do Magrão e me inspirou muito principalmente essa parte abaixo;

"Uma das coisas mais gratificantes do reboot é que as fantasias e fetiches vão sumindo. Sua sexualidade volta a se reconciliar com sua moral, você se sente limpo, honesto, sente que é o que sempre quis ser. Antes eu pensava: "só conseguirei namorar uma garota que aceite essas minhas fantasias pesadas". Hoje sei que posso namorar qualquer garota pois não sou mais escravo das fantasias."

Muito obrigado a todos que estão em ajudando por aqui, as vezes tenho vontade de dar um F* se, deixar o reboot de lado e voltar da estaca zero porque chego pensar que não adiantaria nada o reboot mas, quero ficar os 90 dias, hoje até me peguei pensando em jogar fora todas as minhas roupas femininas mas por enquanto não, vou guarda-las e muito bem, onde não fiquem expostas ou que eu possa ter acesso facilmente, talvez eu venda, não sei ainda.
luz-antigosombra
luz-antigosombra
Mensagens : 481
Data de inscrição : 10/01/2018

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 8/11/2019, 02:58
Tudo vai dar certo. Vc tem seu tempo. Todo mundo tem seu próprio tempo. Vc está lidando com muita informação nova e está começando a olhar para as coisas de uma maneira diferente. Depois de muito tempo no vício, é super coerente passar por tudo isso. Mas saiba que vai dar tudo certo e o Reboot vai ser muito bom para vc, se permita experimentar.
John Nada
John Nada
Mensagens : 122
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 31

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 8/11/2019, 22:27
De fato de uns dias pra cá venho sentindo coisas diferentes, algumas positivas, outras nem tanto.
Positivas porque notei que minhas ereçoes estão mais fáceis e duradouras, mais "verdadeiras" sem aquela coisa artificial, me sinto limpo, vou lavar minhas cuecas e parece que estão limpas xD até a aparência do meu pênis mudou, lembro que chegava ter feridas na glande, as vezes saia sangue, as vezes a ferida grudava no tecido da cueca enquanto dormia e de manhã era um inferno soltar.
Sobre o HOCD, ultimamente vem acontecendo de eu reparar mais nos homens nas ruas, independente da aparência, do pedreiro sem camisa ao advogado engravatado, parece que me chama a atenção em olhar e ver se vou sentir algo interno, não consigo me atrair a ponto de imaginar o corpo e ir alem, mas parece que tem algo dentro de mim que faz eu querer olhar pra tentar ter atração, é muito difícil explicar, eu não consigo ter ereção ou tesão ao tentar imaginar, mas parece que olho muito para homens sem camisa ultimamente, quanto as mulheres eu continuo olhando incansavelmente nas ruas, parecendo um pervertido.
E sobre o crossdresser de uns dias pra cá não senti vontade de vestir roupas femininas, nem de sair nas ruas vestido de mulher, mas sei que essa vontade voltará pois me conheço muito bem, porém, não me preocupo muito com isso porque o foco é não se masturbar.
Hoje fui na casa de um parente meu e sua inquilina nova que mora no mesmo pátio é uma mulher bem atraente e ela não estava em casa quando eu fui lá, e havia deixado uma calcinha no varal, me segurei para não furtar, mas sei que se voltar lá com mais frequência vou acabar cometendo furto. Continuo na luta! Reboot 29 dias.
luz-antigosombra
luz-antigosombra
Mensagens : 481
Data de inscrição : 10/01/2018

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 9/11/2019, 01:47
Parabéns pelos dias, Vindo. Vc é forte, vc consegue resistir a tudo isso. Pense mais no hoje e no agora, ficar pensando no futuro e que vc não vai resistir, não ajuda muito. Ficar pensando no futuro e nas diversas possibilidade de não conseguir, de que vai furtar calcinhas da próxima vez, não vai te ajudar. Vc não sabe. Só vai saber na hora. Por isso, se esforce para viver mais o hoje. E vc decide para o que vc olha. O início pode ser difícil, mas depois vai ficando mais fácil. Vc tem as rédeas de sua vida, vc controla sua vida. Desejo tudo de bom nessa caminhada.
avatar
Convidado
Convidado

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 9/11/2019, 09:34
E aí Vindo89,

Que bom que gostou, o Magrão é um cara F*da!!!

Cara, esse lance de olhar caras na rua, as vezes também olho, não sinto atração, mas, talvez seja diferente contigo, mas eu olho, acho que pra me comparar, sabe, as vezes o cara tem uma barba da hora por exemplo, tem corpo malhado, sei lá dou aquela olhada e imagino "pô da hora, deve pegar mulher pra c*ralho". Não sei se a explicação ficou clara... Quanto às mulheres, tem cada uma mais linda - pra não dizer gostosa - que à outra, é difícil não olhar. Mas, minha ideia, por exemplo, é nesses 90 dias ser tipo um Monge Butista, uma Freira, sabe, não ter pensamentos nenhum quanto às outras pessoas...

Abraço!


Última edição por Willian T em 9/11/2019, 10:17, editado 1 vez(es)
arquitetodamatrix
arquitetodamatrix
Mensagens : 203
Data de inscrição : 25/08/2019
Idade : 33

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 9/11/2019, 09:42
Vindo mano, que bom ler que você está notando melhorias, isso é ótimo (já que há alguns dias você dizia não perceber muitas melhorias).
Quanto a terapia em escolas de psicologia, elas são assessoradas pelos professores do curso (claro que seu sigilo é mantido) mas os profissionais acompanham de perto os alunos para ajudar, eles tratam qualquer caso de transtorno e é uma forma de obter ajuda, mesmo que paliativa. Visto que financeiramente não te cabe.
O Luz mandou bem demais e trouxe várias teorias boas que acho interessante você considerar. De talvez ter essa fixação pelo feminino porque ele te foi negado.
Você poderia escrever aqui um pouco mais sobre como é isso pra você.
Como é pra você ter a feminilidade como algo negado?
Escreva não pra nós, mas por você, quando terminar releia o que escreveu eu tenho certeza que você vai descobrir coisas sobre você que antes não sabia.
Mas que fique claro: não deixe de buscar um profissional!

_______________________________________



CONHEÇA MEU  DIÁRIO
John Nada
John Nada
Mensagens : 122
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 31

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 9/11/2019, 20:30
Boa noite William T. Tudo bem ?
Hoje por exemplo, quando estava na rua indo trabalhar passei por 3 homens que pareciam voltar de academia, enormes, musculosos, e aí eu olho de relance, olho para me testar, foco neles uns 2 ou 3 segundos e não consigo sentir tesão, prazer, não consigo nem imaginar estando com eles mesmo que sendo "mulherzinha" deles.
Quando falo com algum frente a frente também até evito me aproximar pois aquele bafo, cheiro que saem deles me anoja rsrs e na hora que falo com algum nem me passa já cabeça em focar na boca, olhos e tentar ter algum prazer nisso, é meio que automático sabe ? Sou totalmente homem hetero quando falo com eles.
Também quando passa por mim um homem perfumado eu acho bom o cheiro mas não por me atrair e sim porque senti o perfume muito bom. Eu não tenho dúvidas que não sou homossexual, na piooor das hipóteses um bissexual se descobrindo no auge dos 30 anos mas ainda sim pelo desejo por travestis e não homens, necessariamente,
John Nada
John Nada
Mensagens : 122
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 31

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 9/11/2019, 20:58
Boa noite arquitetodamatrix, tudo bem ?
Confesso que ainda não corri atrás disso, mas como moro ao lado de uma grande capital não deverei ter dificuldades em encontrar!
De fato a proibição que minha avó fez pode ter mexido comigo a ponto de fortalecer e eu querer mais e mais mergulhar no mundo feminino, mas, o que vale ser ressaltado é que eu já via mulheres na tv com aqueles biquínis minúsculos e antes mesmo da minha avó me dizer essas coisas eu já me fascinava e mesmo com toda minha inocência na época eu já queria isso pra mim.
Uma vez também lembro que eu tinha menos de 10 anos e minha avó com seu companheiro estava assistindo tv comigo e aparecia transexuais desfilando e lembro que eles assistiram aquilo espantados (ainda mais nos anos 90) inclusive o companheiro dela disse "tem que ter muita coragem mesmo!" Com ar de reprovação. Eu não lembro minha reação mas sei que gravei isso na minha cabeça até hoje.
Mas respondendo sua pergunta, o feminino pra mim é tudo! Eu sempre digo para minhas amigas que sabem do meu Crossdressing que elas não devem reclamar nunca dá vida pois Deus deu o melhor a elas que é ser mulher.
Tudo que envolve o feminino eu acho lindo, ter sua festa de 15 anos com aqueles vestidos lindos, a mulher grávida, as roupas, ser vista por todos como uma mulher, etc...
Quando montado SEMPRE me masturbava, inclusive nesses 30 dias de abstinência eu me montei algumas vezes mas como sabia que não podia me masturbar não era a mesma coisa entende? Parece que se eu me vestir de mulher e não me masturbar perde toda a graça, não faria nem sentido me vestir de mulher se não for para fins masturbatórios.
Mas antes desses quase 30 dias quando eu estava no vício, quando me visto de mulher nunca me imaginava com homens, é meio difícil de explicar mas eu vou tentar.
Tenho um Facebook de mulher onde só tenho amigas mulheres que vendem roupas pelo Facebook, roupas delas mesmo, e eu sempre fazia questão de comprar roupas que elas estavam usando nas fotos, se tivesse uma roupa que não havia fotos delas usando não tinha a mesma graça em comprar, sendo assim, me encontrava com elas em lugares públicos, pagava e ia embora.
Chegando em casa eu tomava banho me depilava todo e usava aquela roupa que havia comprado dela, ainda com o cheiro dela e enquanto vestia a roupa eu tirava uma foto e mostrava para ela para ver a reação (elas sabiam que era pra mim) e enquanto conversava com ela sem ela saber eu me masturbava também olhando pra foto dela usando aquela roupa que naquele momento pertencia a mim, me dava muito tesão ver aquelas fotos delas sabendo que agora as roupas eram minhas, e assim ia até gozar, e depois do gozo simplesmente tirava as roupas, vestia as de homem e vida que segue.
Ou seja, homens nunca entram nos meus pensamentos mesmo que vestido de mulher, não digo que o reboot fará milagres mas depois desses 90 dias de abstinência estou jogando todas as minhas fichas de que terei sucesso.
arquitetodamatrix
arquitetodamatrix
Mensagens : 203
Data de inscrição : 25/08/2019
Idade : 33

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 11/11/2019, 06:55
O reboot resolve os problemas CAUSADOS PELO VÍCIO, e ajuda a ter força e coragem para resolver os demais problemas.
Mas não é mágica, é suor e lágrimas os 90 dias e depois a luta permanece pela vida toda.
Interessante sua reflexão sobre como é o Crossdressing pra você te ajuda a separar o joio do trigo na história, sem te ferir e sem ferir a outros.
Continue fazendo essas reflexões, tente pensar um pouco pq o Crossdressing sem masturbação pra você não tem tanta graça?
Porque querer se sentir como outras mulheres?
Porque você pode até não ser transexual, mas fica evidente que existe uma persona feminina aí, mas que só vem a tona quando ela se identifica com o que as outras mulheres são. E você mesmo tentar você uma mulher? Como seria? Não uma imitação das demais, mas um jeito seu de ser mulher...

_______________________________________



CONHEÇA MEU  DIÁRIO
John Nada
John Nada
Mensagens : 122
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 31

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 11/11/2019, 21:12
Boa noite arquitetodamatrix tudo certo amigo ? Obrigado por acompanhar meu diario!

Meu reboot está atualmente em 31 dias e 18 horas e minha libido praticamente nula, o que é ótimo pois assim não me aventuro em sair por aí vestido de mulher por baixo da roupa de homem, aliás já guardei as roupas em uma sacola grande e coloquei no fundo do roupeiro, fiz isso porque não ando com o menor prazer em me vestir de mulher ultimamente e porque estou para receber parentes em casa rsrs
Já vi no Alpha Spirit que 90 dias é o mínimo pra nós viciados nos desentoxicar do vício então é aí que eu quero ver onde vou chegar, mas não quer dizer que no dia 91 vou sair procurando pessoas pra transar, inclusive é bem provável que vá ao dia 100, 115, 130 em diante.
Vou pedir para você me explicar melhor as perguntas do último parágrafo, mas de fato não sou transexual, gosto de mim homem, gosto de usar barba, cabelo aparado, e até roupas de homem, só que as vezes gosto de ter meus momentos como mulher para me masturbar.
Conforme o nome já diz "travestismo fetichista" a gente se traveste apenas por fetiche, com interesse em se masturbar apenas, é como se fosse um tipo de CD.
No meu Facebook de CD, uma vez fiz uma pergunta em um grupo falando sobre isso, se as CDs que lá estavam eram como eu, de se vestir para se masturbar apenas, ou se se vestem para se curtir, admirar, etc. E maioria ou quase todas diziam que se vestiam para se curtir ao invés de se M o que definitivamente não me agrada, se eu resolvo me vestir de mulher e ficar perambulando pela casa eu até sinto um conforto, um "faz de conta" que sou uma dona de casa, porém ganho ereção e o corpo "pede" para eu me M.
Porém o que eu percebia naqueles grupos eram que todas as CDs eram homens de 40 anos para mais, então meu medo é de que quando chegue a essa faixa etária eu queira dar um dane-se e queira ser mulher assumidamente, ou seja, que o desejo em ser uma vá crescendo conforme a idade avance.
Por fim, gostaria que esclarecesse aquelas dúvidas para eu te responder, boa semana, fico no aguardo !
arquitetodamatrix
arquitetodamatrix
Mensagens : 203
Data de inscrição : 25/08/2019
Idade : 33

Transtornos sexuais/Travestimo Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 13/11/2019, 10:53
Vindo89 escreveu:Boa noite arquitetodamatrix tudo certo amigo ? Obrigado por acompanhar meu diario!

Meu reboot está atualmente em 31 dias e 18 horas e minha libido praticamente nula, o que é ótimo pois assim não me aventuro em sair por aí vestido de mulher por baixo da roupa de homem, aliás já guardei as roupas em uma sacola grande e coloquei no fundo do roupeiro, fiz isso porque não ando com o menor prazer em me vestir de mulher ultimamente e porque estou para receber parentes em casa rsrs
Já vi no Alpha Spirit que 90 dias é o mínimo pra nós viciados nos desentoxicar do vício então é aí que eu quero ver onde vou chegar, mas não quer dizer que no dia 91 vou sair procurando pessoas pra transar, inclusive é bem provável que vá ao dia 100, 115, 130 em diante.
Vou pedir para você me explicar melhor as perguntas do último parágrafo, mas de fato não sou transexual, gosto de mim homem, gosto de usar barba, cabelo aparado, e até roupas de homem, só que as vezes gosto de ter meus momentos como mulher para me masturbar.
Conforme o nome já diz "travestismo fetichista" a gente se traveste apenas por fetiche, com interesse em se masturbar apenas, é como se fosse um tipo de CD.
No meu Facebook de CD, uma vez fiz uma pergunta em um grupo falando sobre isso, se as CDs que lá estavam eram como eu, de se vestir para se masturbar apenas, ou se se vestem para se curtir, admirar, etc. E maioria ou quase todas diziam que se vestiam para se curtir ao invés de se M o que definitivamente não me agrada, se eu resolvo me vestir de mulher e ficar perambulando pela casa eu até sinto um conforto, um "faz de conta" que sou uma dona de casa, porém ganho ereção e o corpo "pede" para eu me M.
Porém o que eu percebia naqueles grupos eram que todas as CDs eram homens de 40 anos para mais, então meu medo é de que quando chegue a essa faixa etária eu queira dar um dane-se e queira ser mulher assumidamente, ou seja, que o desejo em ser uma vá crescendo conforme a idade avance.
Por fim, gostaria que esclarecesse aquelas dúvidas para eu te responder, boa semana, fico no aguardo !

As perguntas se basearam em dois pontos que captei no seu relato:

1) que vc faz CD para se masturbar
2) esse CD só tem "graça" quando você usa roupas que foram de outras mulheres e gosta de se sentir como elas.

Então reformulando as perguntas seria: haveria possibilidade do CD existir sem masturbação?
Haveria possibilidade do CD existir com você indo a uma loja e comprando uma roupa nova e não utilizando roupas que foram de outras mulheres?

_______________________________________



CONHEÇA MEU  DIÁRIO
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum