Compartilhe
Ir em baixo
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

Diário de Francolord

em 5/3/2018, 17:28
Caros
Já tive um registro aqui com o nome Fabsjoia.
Durante 5 meses em 2015 eu fiquei limpo e foi muito produtivo. Acabei abandonando o fórum, tanto que esqueci minha antiga senha e tive que fazer agora um novo perfil.
A pornografia foi voltando aos poucos depois do meu primeiro semestre de reboot em 2015, mas ai fui afrouxando aqui e ali, vendo uma foto aqui, um video ali, e de repente a PMO estava de volta na minha vida. Mas diferente de outras épocas, conseguia ficar alguns curtos e longos períodos sem PMO. Diferente também de outros momentos, a vontade de M desapareceu. Ficava só na P e na fantasia. De vez em quando rolava M quando via pornografia, mas muitas vezes tive dificuldade de ereção, às vezes ficando totalmente broxa frente à P. Acontece que com minha esposa rolava ereção e sexo, ainda que com muito menos potência do que já tive na minha vida. A EP passou a ser uma realidade recorrente.

Eu demorei a procurar ajuda novamente porque o vício em P estava diferente. Passava dias, às vezes semandas sem P, e quando via novamente, só de vez em quando rolava MO. O fato é que minha libido estava menor e eu não tinha mais ereções espontâneas.
Hoje tenho 38 anos e meu vício em PMO vem desde os 19 anos. Antes disso eu usava muita imagem de filme de tv para me masturbar, mas com o advento da Internet, eu ganhei um fardo na minha vida que destruiu dois relacionamentos meus e me deu um grande atraso profissional.
Minha atual esposa não sabe e nem desconfia do meu vício, mas quero acabar com ele antes que seja tarde. Minha vantagem agora é que eu não tenho mais o hábito diário da pornografia e eu a desvinculei da masturbação e do orgasmo. O problema é que meu desejo sexual não é mais o mesmo (baixa libido), tirando o sexo com minha esposa, tenho dificuldades para ter ereções mais espontâneas e firmes, além de, claro, baixo desejo sexual.
Estou aqui. Recomeçamdo. Meu reset atrasado.
Abraço a todos e vambora!
FRanco


Última edição por Francolord em 2/4/2018, 08:52, editado 1 vez(es)
avatar
Mensagens : 155
Data de inscrição : 27/12/2017
Idade : 23
Ver perfil do usuáriohttp://<iframe src="http://free.timeanddate.com/countdown/i61

Re: Diário de Francolord

em 5/3/2018, 22:53
Bem, já tá mais do que claro que a EP e a escassez de libido foram, no seu caso, oriundas da maldita P., portanto, agora que você está de volta ao experimento tudo vai voltar a ser como antes.

Você disse que sua esposa não sabe, então faço um apelo aqui: não deixe essa situação te causar uma sensação de culpa, pois pode ser que você esteja pensando que está enganando sua esposa ou, como já ouvi uma vez, "você está vivendo uma falsidade e deve admitir que tem 'duas vidas'". Nada disso! Você não é falso e muito menos "duas caras", apenas precavendo sua esposa para um dia dar o melhor a ela.

Porém, se por um acaso você achar confortável contar para ela, não espere! Vejo constantes relatos de esposas neste fórum ajudando seus maridos.
Boa sorte man! Go ahead!

Deus lhe abençoe.

_______________________________________


Clique aqui para ver o diário de Lucy
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 6/3/2018, 00:45
obrigado, Lucy! um abraço
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

Diário de Franco Lord

em 8/3/2018, 16:38
Há muito tempo eu perdi o interesse de me masturbar vendo imagens. Nem tenho ereção vendo essa imagens. às vezes quando me estimulo tenho, às vezes não. A PMO se tornou enfadonha. Mas a cada dificuldade, ansiedade, lá vem o comando do cérebro para procurar imagens de nu, de sexo ou mesmo de navegar pelo Badoo.
Sou casado e tenho ereção no sexo, mas às vezes ela não é completa e a ejaculação vem rápído.
Desde a adolescencia sou escravo de imagens mentais, pornografia e masturbação. Tudo piorou com a Internet em 2001. Até meus 33 anos (tenho 38) transava normal e tinha muitas ereções fortes, mas via também muita pornografia que acabou com dois relacionamentos meus. Depois dos 33 passei a ter DE. Foi horrível. Aos 35 parei com a pornografia por 5 meses e foi um período muito bom, com uma flatline insistente. Libido baixíssima nesses 5 meses, mas já no terceiro conseguia ter relações sexuais. Depois voltei ao P, mas voltei meio diferente. Sem MO na maioria das vezes e não precisando mais ver todos os dias. Passei nos últimos anos dias e semanas sem ver P. É como se a P não me excitasse mais fisicamente e fosse um vício só mental que vem forte nos momentos de angústia e ansiedade. O problema é que percebi que isso compromete minha vida sexual, mas também é um desperdício de tempo, energia, dá melancolia, nervoso, depressão e você se torna uma pessoa sem disciplina e uma pessoa pior com quem está no lado.
Já estou há uns dias - 5 dias mais ou menos - sem ver nada. estou me sentindo bem. fazendo natação, meditando e trabalhando bem. Ainda disperso bastante no trabalho, mas bem menos do que antes.
Até que logrei êxito profissional na vida, apesra do vício. mas minha impressão é que eu poderia ter ido mais longe se não fosse a PMO.
Bem, estamos ai. Vambora.
Um abraço a Todos

_______________________________________
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 273
Data de inscrição : 10/09/2017
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 8/3/2018, 16:58
Olá François
Seja bem vindo ao fórum. Sua história é muito parecida com a de muitos aqui. Tinha uma época que também não me excitava com nada também, e aí que batia o nervosismo.
Fique tranquilo para postar o que quiser sobre o vício.
Não é fácil, é possível.
Tenha um bom Reboot.

_______________________________________


Meu diário: http://www.comoparar.com/t5783-diario-riot

Último reboot: Em Hard Mode 110 dias.
Reboot atual: Mais de 350 dias.
História de sucesso: 365 Dias (03/12/2018  (1 ano de reboot))
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1905
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Daily War - A guerra ainda não acabou!
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 8/3/2018, 17:48
Caro Francolord, é com muita alegria que hoje lhe damos as boas-vindas! Saiba que todos estamos ansiosos para conhecê-lo melhor, para que, assim, possamos ajudá-lo de uma forma bem abrangente.

Aqui somos como uma família e queremos que se sinta desde já parte dela. Desejamos que você se sinta bem entre nós, que faça parte das nossas vivências, que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer em seu experimento, superando, assim, o vício.

Esperamos sinceramente que a sua experiência conosco seja excelente e duradoura. Sinta-se muito bem acolhido. Conte conosco para o que precisar e que consiga obter muito sucesso nessa nova empreitada. Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!


  • Antes de mais nada, leia nossas Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Faça o download do Guia Introdutório - Vício em Pornografia, Como Parar?" Guia Introdutório ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado). Leia o Guia Introdutório na íntegra, se possível aprofunde-se com o curso online Programa Revert para extirpar definitivamente a pornografia em sua vida por meio do método "Como Parar".

  • Instale os bloqueadores no seu computador. Download do K9 Web Protection e Tutorial de Configuração do K9 Web Protection / Inter App Control Pro (Super Recomendado. É pago, a licença vitalícia custa R$ 89) / Blok Supreme (Super Recomendado. É pago, custa em torno de R$ 30 - R$40) / Download do Qustodio (Versão gratuita já ajuda bastante e você também pode utilizar uma versão mobile).

  • Proteja seus dispositivos digitais. Exclua seus navegadores convencionais e instale o Kids Safe Browser ou Mobicip ou ainda Spin. Além disso, instale o NetAngel para restrições e bloqueios em geral, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. (Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para android, iOS, Windowns Phone, acesse a Seção "Ferramentas e Bloqueadores").

  • Instale um contador de dias. Tutorial Contador de Dias (O contador ajuda a te situar melhor durante esse processo, bem como na motivação).

  • Embora o foco do site seja se livrar do vício em pornografia, avalie também a necessidade de reduzir, ou em alguns casos o melhor seria extirpar mesmo, outros vícios da sua vida, pois poderão interferir de alguma forma em seu experimento, como masturbação, álcool, drogas lícitas e ilícitas, games, comida e outros.

  • Jamais ignore as atividades de substituição ao vício ou religação, pois essas atividades concedem dopamina de forma natural ao seu corpo. Procure fazer duas ou mais atividades, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras playboys digitais, tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Sendo assim, essas ferramentas digitais acabam mais prejudicando do que ajudando no seu experimento. Além disso, reduza o seu tempo conectado à internet, seja no computador ou outros dispositivos. Seja focado e seletivo quando estiver conectado, evite a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir da melhor forma possível, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Sucesso no reboot. Um forte abraço!

_______________________________________
“Quando até o laço do sapato tentar te derrubar, ande sozinho, ande descalço, mas não pare de andar.” 


avatar
Mensagens : 39
Data de inscrição : 20/02/2018
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 9/3/2018, 17:49
Saudações!
Seja bem vindo!
Iniciei essa caminhada a poucos dias e posso dizer que vale a pena. O cérebro tentar nos a enganar mas seja forte, instale um contador de dias, é motivacional ver o número crescente dia após dia, isso é o que, muitas vezes, me segura para não cair na rotina de antes.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 585
Data de inscrição : 28/12/2016
Idade : 41
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 9/3/2018, 21:18
Fala Francolord!

Fundi o tópico novo que você criou ontem ao seu diário antigo. Lembre-se de que uma das regras do fórum é não criar mais de um diário, pra evitar que o fórum fique confuso e pra que a galera possa acompanhar a tua evolução e dar conselhos melhores.

Entonces quando for postar algo novo, é só entrar no teu diário e clicar em "Responder ao tópico" e já era.

De resto continue firme e forte no reboot, e nunca se esqueça de que vale a pena! Very Happy

_______________________________________
Know, of course, thine enemy. But in knowing him do not forget above all to know thyself. The commander who embraces this totality of battle shall win even with the inferior force.

http://www.comoparar.com/t4912-diario-de-vimes

Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 13/3/2018, 18:31
Obrigado, Vimes

_______________________________________
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

difícil

em 23/3/2018, 18:51
Está difícil hoje, mas tô resistindo bem.
Uma coisa que eu penso é que a mudança radical é a única solução. Quantas e quantas vezes eu pensei "só um pornozinho" ou só papinho no badoo ou no bate papo UOL? Muitas.
Uma coisa que sempre aconteceu comigo é que ou ia para a pornografia ou engatava alguma conversa no badoo visando sexo real. O fato é que conversei  no badoo com centenas de mulheres e só rolou sexo uma vez, quando solteiro. Nas oiutras situações todas eu fugi de encontrar as mulheres, pois sou casado. O que mais me pegava no badoo era o vício de fantasiar, imaginar, chegar perto do ato. É como se a mente fosse movida pela fantasia, não pela realidade. Tive muitos relacionamentos e os dois que terminaram pior (com ciúmes, brigas) eram aqueles para os quais eu levei esse imaginário pornográfico. Duas dessas ex-namoradas, ao menos duas das que mais me geraram sofrimento, descobriram também que eu era usuário compulsivo de pornografia. Achavam que eu não as amava, que queria outras mulheres e etc. E isso não era verdade. É que eu não consegia parar.
Hoje estou casado e minha esposa não sabe de meu vício. Quero preservar essa relação que é muito boa, quero uma vida diferente: transparente. Quero ser honesto comigo mesmo, com ela e com todas as pessoas. Por isso estou feliz de estar no reboot e segurando bem a barra.
Estou firme aqui.
Está dando tudo tudo certo.

Um abraço pra vocês

_______________________________________
avatar
Mensagens : 244
Data de inscrição : 27/11/2017
Idade : 31
Localização : SÃO PAULO
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 23/3/2018, 19:28
Parabéns pela determinação companheiro, siga firme.

Me tira uma dúvida, quando você fala da questão dos ciúmes, você que é o cara ciumento? Você acredita que seu ciúme seja influenciado pelo vício?

Digo isso, pois no meu caso acredito que o meu ciúmes tem muita relação com o vício.

_______________________________________




O NOVO HOMEM: http://www.comoparar.com/t6555-a-vontade-de-mudar

Novos planos para vencer o vício:

Estava tentando estudar 4 horas por dia, mas na verdade estava ficando 3h 50 em PMO, ou seja, minha vida estava uma merda, e nada de estudo.
Vou reduzir as horas de estudo, antes eu estava acordando as 5h para estudar, mas passarei a acordar as 5h 40, para correr, por no mínimo 30 minutos por dia.
Estudarei no mínimo 2 horas por dia na parte da tarde.
Para atingir meus objetivos não preciso destinar tempo, mas sim ter qualidade.
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 24/3/2018, 18:00
MEU CARO "Vontade de mudar"
Elas eram mais ciumentas do que eu, mas eu sempre fui um pouco. Mas o que eu percebi: no meu relacionamento que era, digamos assim, o mais tomado pelo imaginário pornográfico, o ciúme era maior. Existia uma energia passional quase incontrolável que era muito parecida com incontrolável vício de pornografia. Eu não sei te dizer se uma coisa tinha necessariamente a ver com outra - se era algo exatamente relacionado - mas, a pornografia e a paixão louca/ciúmes, eram sentimentos e energias muito parecidos. Eu tinha um certo vício da paixão destruidora, conflituosa, com muito sexo. A ausência de controle nesse campo era muito parecida com o vício em ver pornografia: me destruia, eu não controlava e eu queria cada vez mais, atrapalhava trabalho, estudos e vida social. Saia de um relacionamento louco e entrava em outro. O ciúme acompanhava, pois tinha adrenalina. A situação era quase uma droga: queria mais e mais. Isso me parecia também um vício.
Eu não sou psicólogo, neurologista e nem estudo essas disciplinas, mas posso te afirmar com segurança que a fantasia sexual mental - com imagens, aspirações, comportamento compulsivo, vocabulário chulo, masoquismo sentimental - me atravessava tanto na relação com as namoradas quanto na minha busca por pornografia. São coisas diferentes, mas faziam parte de um mesmo quadro patológico e viciado.
Quando eu consegui forças para terminar aquele que foi meu relacionamento mais agressivo nesse quesito, minha libido foi a zero e comecei a ter DE com outras mulheres. Ai que eu entendi que havia algo de errado. Comecei a fazer terapia, fui ao psiquiatra. Essas coisas ajudam. Se somadas então ao reboot sugerido nesse fórum e orientado pelo ebook, é cura na certa. Te recomendo a ir também em um psicólogo para ajudar a tratar os ciumes, pois é um mau hábito que pode ser corrigido, diminuído, via terapia. Boa sorte, amigo. Estamos todos juntos nessa.

_______________________________________
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

dispersão

em 1/4/2018, 09:39
Oi amigos
Quase um mês sem PMO. A vida tá melhor, o sono melhor, tenho mais calma e clareza. Claro que as imagens mentais aparecem (os velhos gatilhos de sempre para a PMO), mas deixo elas irem embora.
Mas tenho uma dúvida que eu gostaria que, a partir da experiência de vocês, me respondessem assim que possível: quando estamos no reboot ficamos muito dispersos? Vou dar um exemplo: trabalho em casa, faço mil coisas no computador. Antes, eu dispersava (lia sites de notícia, entrevistas no youtube) e acabava quase sempre caindo em PMO. Ficava de duas a cinco horas nesse horror. Enfim, não tenho caído em PMO e, apesar da meditação e da academia que tenho feito 3 vezes por semana, estou com uma dificuldade enorme de concentração. às vezes não consigo fazer nada. Não tenho me concentrado. É como se minha mente ficasse pedindo estímulos. Ai leio sites de notícia, leio entrevistas, vejo alguns videos também relacionados a questões jornalísticas e culturais, respondo email de amigos, papo de Whatsapp com amigos. Essa dispersão sempre foi um gatilho pra PMO e, como estou "limpo" de PMO ou qualquer coisa que estímule fantasias sexuais, minha mente parece perdida, à deriva, não conseguindos e concentrar. Entendam: o que me perturba não é a "tentação" de fantasias (controladas) ou PMO (que não tem rolado), mas não conseguir me concentrar no que devo fazer. Antes eu ficava de duas a cinco horas na PMO, depois de "aliviado" (mas cheio de culpa, claro), conseguia me concentrar um pouco mais no trabalho e render o que era necessário. Meus dias eram assim: o que poderia fazer em 6 ou 8 horas, fazia em 12 ou 14 - por causa da dispersão, PMO e etc. Estafante.
Isso é normal? Vocês também tiveram ess experiência? Se sim, como resolveram.
Da minha parte creio que academia 3 vezes por semana e 20 min de meditação de 1 a 2 vezes por dia tem em ajudado a não cair em PMO (cuidar da mente e do corpo me parece FUNDAMENTAL nesse reboot), mas ao mesmo tempo, minha necessária disciplina não engrena, tô perdido na dispersão e etc. Como é (ou foi) com vocês?
Um abraço a todos

_______________________________________
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1825
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 1/4/2018, 14:23
Francolord escreveu: minha mente parece perdida, à deriva, não conseguindos e concentrar.

Fala Bro! Como vai?

A mente à deriva não é um bom sinal. Vou falar meu caso e depois você faça uma análise sincera do seu caso em específico, para ver se é parecido.

Quando eu estou começando o processo de queda, a primeira coisa que acontece é que minha mente fica dispersa, justamente como se estivesse buscando algo que sabe que não deveria encontrar, mas a busca não termina. Então fico vagando nos sites de forma aparentemente "aleatória", vendo bobagem que nem me interessa tanto assim e de repente esbarro com alguns pequenos gatilhos, um nesse site aqui, outro naquele site acolá e meu frenesi vai, gradualmente, aumentando, assim como o tanto que eu me permito ir mais longe.

Então passa alguns dias e eu vejo um gatilho ainda mais pesado e aí a coisa começa a desandar de vez. Tudo isso acontece porque, no fundo no fundo, beeeem no fundo mesmo, minha vontade era de recair, só que eu também tinha alguma intenção de continuar no reboot, então tudo ia acontecendo de forma bem lenta e gradual, de tal modo que parecesse aceitável. Argumentava comigo mesmo "não estou procurando P, só estou dando uma olhada nesse site aqui que não tem muito a ver, mas ok, estou meio sem o que fazer mesmo, desatento".

Enfim, isso acontece comigo e já aconteceu com MUITA gente, é normal. Ninguém recai abrindo o xvideos direto, somos sorrateiramente encaminhados para o caminho da perdição. Não sei se é o seu caso, mas vale refletir. Depois que notei esse padrão, meu reboot se tornou mais fácil, pois agora eu sei bem quando estou fazendo isso.

Espero ter te ajudado de alguma forma, analisando sua pergunta pelo outro lado, se o reboot faz com que fiquemos desatentos a resposta é não, não faz nem mesmo sentido e é extremamente improvável, então pode ser isso que estou te falando.

Grande abraço!

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 1/4/2018, 19:32
CAro Broda
Tudo bem?
Então, o que você diz faz sentido, porque outras vezes que caí foi assim tb, foie sse mesmo processo.
Pergunta, o que fazer então para acabar com isso, com essa dispersão? Como você faz?

_______________________________________
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 2/4/2018, 08:54
Amigos
Quem puder me ajudar eu agradeço. estou limpo há quase um mês. Não quero cair de novo. abs

_______________________________________
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

Em frente

em 7/4/2018, 11:31
Ando me sentindo meio tentado em ver imagens, não sexo explícito, mas fotos de uma mulher ou outra (famosa ou não) nua. Sempre penso, "é só uma foto". Mas agora NO WAY! Sempre que parava com PMO eu voltava a ela vendo fotos seja de mulheres nuas ou simplesmente fotos provocantes mesmo que as mulheres não estejam nuas.

De qualquer modo, estou me sentindo no controle e não tenho caído nessa.


Percebi algumas coisas que tenho mudado e me parecem fundamentais na luta:

-Mudei a disciplina. Tenho me forçado dormir mais cedo e acordar mais cedo. Fazer atividades físicas e comer mais saudável. isso ajuda MUITO. Essa mudança é boa porque me organiza a vida e deixar de ficara acordado até mais tarde (sozinho, com cabeça vazia permeável aos impulso da PMO) desestimula um gatilho da PMO.

-Em casa, minha relação com o espaço mudou. Não trabalho mais no mesmo ambiente de antes, abro as janelas e deixo a luz entrar, o vento arejar o espaço. Nada mais tenho a esconder. Alguns lugares da casa, mais secretos ou isolados me estimulavam a PMO. Hoje trabalho em lugares mais arejados e onde circulam mais pessoas. Sair do isolamento é importante. A PMO nos dá uma "vida dupla" - uma pública e outra escondida. Sair do esconderijo é importante por causa disso. repito com felicidade: nada mais tenho a esconder.

Próximo desafio: me desconectar com mais frequencia. Me afastar do celular e da Internet, ficar menos tempo nesses dispositivos. Sabe por que? Nos dispersa e isso é um gatilho né? Pretendo sair do facebook.

É isso ai gente. Continuamos na luta.

Um abraço

_______________________________________
avatar
Mensagens : 585
Data de inscrição : 28/12/2016
Idade : 41
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 7/4/2018, 12:31
Fala Francolord!

Fundi o tópico novo que você criou ao teu diário. Lembre-se sempre que cada usuário só pode criar um único diário, portanto quando você for postar, entre no seu diário e clique em "responder ao tópico".

Não é a primeira vez que isso acontece, então te peço um pouco mais de atenção da próxima vez, tanto ao seu diário quanto às regras do fórum.

_______________________________________
Know, of course, thine enemy. But in knowing him do not forget above all to know thyself. The commander who embraces this totality of battle shall win even with the inferior force.

http://www.comoparar.com/t4912-diario-de-vimes

Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

desculpe

em 7/4/2018, 16:41
eu me confundi. de verdade. obrigado.

_______________________________________
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

reset?

em 10/4/2018, 20:32
Pois é amigos. Domingo à noite, ontem e hoje, li algumas bobagens (relatos na Internet) meio eróticas. Não fui ver imagens P, nem me M e nem tive O. Infelizmente, depois de um pouco mais de um mês LIMPO, fui ler essa bobagens. Não fiquei muito tempo, só li durante minutos, voltava a mim e saia desses relatos de sacanagem.
Tive uma frustração, que talvez tenha sido o gatilho, de fazer sexo com minha esposa no domingo à tarde e ter EP. Tive processo de ereção mais lento e quando fui fazer sexo tinha que segurar muito para não gozar. Foi difícil. Me frustrou. É como se eu não tivesse o mesmo nível de desejo e envolvimento no sexo real que tinha com a P.
Ai, acabei lendo um ou outro relato erótico. Não fiquei muito tempo como disse, só alguns minutos. Mesmo eu não tendo visto videos ou fotos de P, nem me M, será que devo resetar? Imagino que a resposta seja sim. É uma pena.

Abraço a todos.
Seguindo na luta.

_______________________________________
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

recomeçando

em 1/5/2018, 11:49
Caros amigos
Tive uma recaída ontem e resetei hoje.
Na verdade, nas últimas duas semanas, acabei vendo umas fotos que um amigo mandava por whatsapp, nada demais, só uns nus ou umas mulheres bonitas. Ai, por acaso, encontrei um site de relatos sexuais e o li bastante. essas duas coisas começaram a mexer com a minha fantasia. Até que ontem eu vi uns videos pornôs e umas fotos. Fiquei um bom tempo nessa pataquada, mas não me M em nenhuma dessas vezes.
Enfim, recomeçando. Quero atingir os 3 meses sem nenhum "truque".
A saber: truque é ficar olhando fotos de gostosas (ainda que vestidas) na internet. É aparentemente inocente, mas é um modo de satisfação do vício: ver imagens, procurá-las, vê-las em sequência, excitar a fantasia e etc. Uma coisa leva a outra e logo somos levados ao P real.
Vambora. Na fé e na coragem.
Um abraço a todos

_______________________________________
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

difícil

em 28/5/2018, 17:31
Galera tá difícil.
Ontem fui transar com minha namorada e, além de não ter tido uma boa ereção, gozei muito rápido.
É terrível. Quando isso vai acabar?

_______________________________________
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

difícil 2

em 4/6/2018, 19:56
Oi Pessoal, como estão;
escrevo mais uma vez na esperança de trocar ideias com vocês, apesar de não ter rolado.
Queria saber de como vocês tem tido suas experiências. Algum de vocês chegou ao ponto de não conseguir ereção e ter ejaculação precoce?
Qual foi o tempo que durou com vocês?

Eu tenho uma outra dúvida:
vocês acham que no reboot (e depois do período do reboot, recuperado) é problema ter sexo com comportamento mais extremo? Explico: palavras fortes (palavrões por exemplo) , transar de modo mais selvagem e etc. Nada de anormal, na verdade. O fato é que a gente (eu no caso) se fez na vida um pouco com esse imaginário sexual de expressões verbais e gestuais mais intensos.

às vezes fico pensando ao ler aqui os relatos, que o sexo no reboot e depois de "recuperados" está fado a ser mais conservador - caladinho, papai-mamãe, uma coisa mais puritana. É isso mesmo?

abraços e força a todos

_______________________________________
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 9/6/2018, 17:18
Adorando esse site.
Ando sofrendo bastante pra segurar a onda. Ler a experiência de vocês tem sido bom. ainda que eu perceba mais ajuda e pronto auxílio direto às mulheres viciadas do que aos homens.
Por que? Por que será que a leitura do sofrimento das mulheres causa mais solidariedade? estranho...
Não tenho experiência e nem cabeça ultimanente para ajudar os colegas aqui.
Mas gostaria de ter uma ajudinha. PAssar por isso sozinho é difícil, por isso entrei aqui. Mas falo aos quatro ventos sem retorno.
Boa sorte para todos.

_______________________________________
Mensagens : 50
Data de inscrição : 05/03/2018
Idade : 39
Ver perfil do usuário

Re: Diário de Francolord

em 9/6/2018, 17:26
Só esclarecendo: cada postagem aqui é a busca de uma interlocução, uma maneira de se desviar de uma recaída, de esclarecer pontos sensíveis. Isso ajuda a gente a ficar de pé.
Quando falamos no vazio me parece que esse fórum não serve de muita coisa.
Mas eu posso estar errando aqui.
Ai pergunto aos moderadores:
a ajuda dos colegas depende de alguma contrapartida?

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum