Aos 42 anos, vício desde os 15

+13
Roentgen
nabusca
Raposao
Fp36anos
VencendoDesafios
Garrafa
Rottweiler
Solitari0
Gladiador de Fé
VOCÊ SIM !!!
The New One 2022
Beholder
slayer
17 participantes
Ir para baixo
VencendoDesafios
VencendoDesafios
Mensagens : 235
Data de inscrição : 04/04/2023
Idade : 38
Localização : Sao Paulo

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

22/6/2023, 02:39
Irmão coloque Deus na frente do seu problema, peça libertação do vício.
Sozinho é quase impossível.

Sigo com gratidão do que fez por m8m.

Já são 96 dias livre desse vício degradante e somente pode explicar algo tão difícil.

iaew, André1979 e RodySampaPseudo gostam desta mensagem

avatar
Fp36anos
Mensagens : 802
Data de inscrição : 06/01/2020
Idade : 37

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

22/6/2023, 07:26
slayer escreveu:Estou na minha quinta semana de terapia em um terapeuta especializado. No entanto, ainda não estou totalmente confiante que vou conseguir, ainda não consegui acreditar e colocar fé no tratamento.

Estou há uma semana livre, mas a cabeça a mil, e só estou mais tranquilo pq estou ocupado com atividades pontuais que tem me tomado 100}% do tempo nos últimos dias.

Já pensei em desistir de toda a luta, já pensei em assumir minha condição de viciado e entender q estou condenado a isso até o fim da minha vida.

Mas aqui estou. O tratamento é dez vezes mais sofrido q o vício.


Força meu amigo! Força!
Não sei precisar quantas vezes comecei o reboot e parei por conta de quedas. Quem é viciado vai entender, tem vezes que chega a ser incontolável, um desejo absurdo por PMO, uma sede insaciável... entendo vc!
Mas viver no vício é conformar-se com uma vida pela metade, é aceitar uma mentira, isso é pura ilusão. Dói mesmo, nos faz chorar as vezes, pelo menos eu, mas é o único caminho para vencer.
Hoje completo 40 dias no hardmode, sem absolutamente nada, mas no meu caso tem sido Deus. Tem sido o reboot mais tranquilo e focado que já iniciei, Ele tem sido a minha força! Talvez devesse tentar viver mais na dependência do Senhor, Ele é poderoso para fazer infinitamente mais do que pedimos ou pensamos.
Que vc tenha um ótimo dia, que Deus te abençoe, te fortaleça e guarde em todo o tempo!

iaew gosta desta mensagem

avatar
slayer
Mensagens : 18
Data de inscrição : 29/04/2022

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

3/8/2023, 08:47
Depois de 3 meses de luta, estou disposto a abandonar a terapia. Não surtiu efeito, estou decepcionado comigo mesmo. A terapia é árdua, a cobrança em mim mesmo, o desespero em busca do resultado, o alto investimento, o assunto martelando minha cabeça, para ver que nada mudou e em nada avancei.

Vou largar também meu tratamento psiquiátrico que iniciei há 2 meses para esse mesmo problema.

Infelizmente não se trata apenas do vício, mas de coisas muito ruins do meu passado, que afeta fortemente a minha vida e me carrega para o vício e outras consequências como falta de autoconfiança, medo, insegurança, sentimento de inferioridade. Para tratar meu vício, terá que ser um longo período de terapia para antes tratar os traumas de infância, tratar primeiro as raízes do problema, para só então poder tratar o vício em si.

Para resumir minha história e o que tratei na minha terapia: pais, nunca batam em seus filhos, vocês acabam com a vida deles e os condenam ao fracasso. É claro que cada um reage de uma forma, e para mim isso foi catastrófico, assim como na maioria dos casos.

Eu aprendi que todo erro é punido com punição severa. Se errar, os pais te batem, deus te manda pro inferno e o professor te reprova. Na vida adulta, entendi inconscientemente que só há um lugar que eu não vou errar, não vou ser julgado e não serei punido, que é na internet.

Ao apanhar de forma tão brutal como acontecia rotineiramente comigo, meu sentimento de incapacidade, inferioridade, de me sentir um merda, um coitado, um derrotado me fez tornar um viciado em internet, PMO e quase viciado em álcool.

Não quero desistir de mim, apesar de não ter mais força. Porém, não quero mais continuar meus tratamentos. Hoje estou indo numa psicóloga, num terapeuta e em um psiquiatra, estou decidido a largar os três e lutar por mim mesmo, pois esse período de tratamento foi muito conturbado para mim.
avatar
Raposao
Mensagens : 435
Data de inscrição : 26/01/2020

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

3/8/2023, 09:06
Não desista amigo.
avatar
nabusca
Mensagens : 32
Data de inscrição : 26/04/2023

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

3/8/2023, 09:46
Cara, tudo bem?

Eu passei por isso, e se pudesse te dar um conselho seria o de nao parar os tratamentos.

Voce evidentemente avançou MUITO, embora nao sinta. A forma como você colocou seus problemas é prova desse avanço. A identificaçao de experiencias traumáticas sao muito doloridas mesmo, e é impossível curar essas feridas no curto prazo. 3 meses nao é nada, porque é uma vida inteira de um complexo de inferioridade INCONSCIENTE, que te levou aos comportamentos que voce tem hoje. Você deu o primeiro passo que é a identificaçao da origem desses problemas. Embora você nao sinta una melhora e fique ansioso, essa identificaçao é algo gigantesco para seu processo de cura.

Eu sei que com remédio e insistencia na terapia as coisas uma hora começam a melhorar. De tanto voce parar para olhar pra voce, e só na terapia é possível fazer isso de forma estruturada, você começa a perder o medo de olhar pra dentro desses quartos escuros que você está começando a iluminar. Dentro desses quartos há entulho, coisas velhas, que agora você vai começar a limpar, e certamente as coisas irão melhorar.

Parece que sua visao sobre voce, ainda que agora bem mais consciente, ainda se dá a partir do seu complexo de inferioridadd (falo porque esse também é meu problema decorrente de traumas), você identificou o trauma e agora esta pensando "mas nada adianta, terapia nap resolve, ja estou ha 3 meses nissso, vou tentar sozinho, "sou um pobre coitado traumatizado"), e isso é normal, e nao poderia ser diferente. Mas conforme for tratando as coisas mudam. Pra mim demorou 1 ano pra começar a melhorar, mas melhorou. Eu achei que era um caso perdido, meu emocional foi pro espaço no começo da terpia quando comecei a olhar todo meu passado até o presente, cheguei a nao conseguir levantar da cama, tomei remédio, e hj estou MUITO melhor.

A coisa é similar a um trauma físico, só que uma contusao grave. Você ainda esta na fase final da cirurgia, religando aquilo que foi quebrado. Depois disso tem um longo caminho de fisioterapia. No começo muito dolorido, as articulacoes tem que voltar a funcionar quase na força, porque está enrigecida, e a vontade é de parar o tratamento, porque ninguem quer ou gosta de sentir aquela dor.

Mas pensa na loucura que seria abandonar a fisioterapia por causa disso? Dificilmente alguem conseguiria continuar um tratamento complexo como esse sozinho, e o resultado seria uma má cicatrizaçao e provavelmente uma deficiencia pro resto da vida, que um dia poderia tornar o problema ainda pior do que a lesao inicial.

Com a mente é a mesma coisa. Leva tempo e é dolorido o processo. Mas só ele vai te trazer melhora. Tem que tentar ter paviencia porque vc ja avançou muito e chegou nesse momento crítico, que acredito ser aquele momento mais escuro da noite que antecede o amanhecer.

Enfim, a partir da minha experiencia do que vivi, aconselho muito fortemente voce a se manter no tratamento, até vc conseguir olhar pra esse complexo de inferioridade, pra essa criança machucada anterior, e dizer a ela: você não me controla mais!

Abs

Raposao, iaew e M1n4t0 gostam desta mensagem

avatar
Raposao
Mensagens : 435
Data de inscrição : 26/01/2020

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

3/8/2023, 10:20
Top ,esse NABUSCA , É TOP.
Roentgen
Roentgen
Mensagens : 446
Data de inscrição : 29/03/2023
Idade : 23

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

5/8/2023, 23:43
Olá amigo, não sei se acredita em Deus, mas ele pode resolver toda essa tempestade q vc esta vivendo. Os traumas do passado, só Ele tem o poder de curar, "entregue suas preocupações ao Senhor, e ele o susterá; jamais permitirá que o justo venha a cair." (salmos 55:22)
Sozinhos de fato não vamos conseguir, mas com pessoas de confiança e Deus, a vitória é certa.

Como muitos relataram aqi, o apoio da sua esposa nesse processo é muito importante, vcs precisam estar juntos nisso, não é só pmo, é uma vida há mais de 25 anos cerceada a conteúdos sujos e privações do mundo real, enganos.

Deus tem uma nova vida pra você, aliás pra todos aqueles que querem viver uma nova história. Ainda dá tempo, nunca é tarde pra recomeçar.

Procure uma igreja em q vc se sinta bem, estabeleça uma conexão com os lideres e peça ajuda intercessória.

Não vai mudar tudo da noite pro dia, mas precisamos perseverar.

Se conecte mais com sua esposa, não fique sozinho mexendo no pc.

Como acontece comigo, acho q sempre chega um dia em q de fato tomamos uma decisão sincera de dar um basta, aproveite esse dia e siga as instruções q achar viável. Faça tbm as atividades de religação q vc sente prazer em fazer.

Bom reboot, grande abraço.

HeroiEmRecuperação gosta desta mensagem

Mr. Wayne
Mr. Wayne
Mensagens : 1106
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 39

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

12/8/2023, 03:53
Olá slayer,estava lendo seu diário,mais ou menos temos a mesma idade. Posso lhe dizer que o reboot funciona, temos que ter paciência, foco e fé nessa jornada. Eu já venci alguns, e infelizmente ainda estou tentando me livrar de uma vez por toda,mas ainda assim estou melhor de como eu estava atolado e sem conhecimento. Pra nos viciados de longa data temos que ter confiança e mais paciência, não vai ser de um dia pra outro o em um mês que anos e anos vão ser cancelados. Mas cada dia conquistado é uma importante vitória. As vezes nosso cérebro reage só a P, acostumamos tanto ele a se atolar nessa merda , que se não acharmos alternativas prazerosas e saudáveis, ele sempre vai escolher o caminho mais rápido e fácil pra o prazer instantâneo. Acompanharei sua luta , e nos vemos lá na topo , bora lutar mais

_______________________________________
Theo Becker
Theo Becker
Mensagens : 346
Data de inscrição : 09/11/2014
Idade : 32

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

2/9/2023, 20:21
slayer

Não sei se vai voltar ou ler isso pois vejo que está muito desanimado.

Lamento pela sua infância e pelo que passou mesmo sem ter culpa.

Não vou esquecer das suas palavras e quando eu tiver filhos vou considerar tudo isso que falou, vou educa-los sem violência e ameaças.

Gostaria de te dizer algumas coisas na humildade pois não sei o que tem passado na vida, não vivi o que tu viveu.

- Se tu acha que esses tratamentos não estão surtindo efeito recomendo que não largue eles mas procure outros profissionais.

- Essa ideia de querer resolver sozinho não funciona, na vida sempre precisamos de suporte e ajuda de outras pessoas.

e fecho com uma frase que me ajuda muito:

"Não escolhemos como nascemos mas podemos mudar o como vivemos"


_______________________________________
"A disciplina te leva a lugares que a motivação não alcança"

Rottweiler gosta desta mensagem

LeaoSolitario
LeaoSolitario
Mensagens : 5
Data de inscrição : 02/10/2023

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

2/10/2023, 23:47
Não desista slayer
avatar
slayer
Mensagens : 18
Data de inscrição : 29/04/2022

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

5/3/2024, 08:43
A psicóloga desistiu de mim.

Ela diz q não pode mais ajudar, depois de mais de um ano tentando. Essa foi a quinta tentativa fracassada de pedir ajuda a um profissional. Ela me recomendou uma outra psicóloga, um terapeuta e um psiquiatra. Só há um psiquiatra qualificado nessa questão, reconhecido e recomendado para isso aqui no Estado. Ele é caríssimo, tem agenda cheia e está prestes a aposentar, fez uma avaliação comigo e disse que não consegue atender mais clientes, e meu caso era muito complexo e demorado (não é só o vício, mas uma infinidade de coisas que devem ser tratadas ao mesmo tempo, como traumas de infância que desencadearam o problema)

Fui ao terapeuta recomendado por essa psicóloga, foi um desastre, ele ficava simulando teatrinho, quase uma hipnose, falando para eu imaginar situações, colocava musica de meditação, estimulando o subconsciente, etc. Ele é como se fosse um coach. Para mim não funciona, é pura encenação. Um psicologo amigo me disse que isso só funciona com pessoas sugestionáveis, o que nao era meu caso. Sou cético e quero ação prática, e, segundo ele, é normal que muitas pessoas tenham esse perfil como o meu. Há quem acredite em tudo e há quem desconfie. Eu desconfio. Depois de alguns meses e muito dinheiro gasto com ele, decidi parar por falta de resultado.

Não vou mais procurar ajuda. Foram muitos começos para nenhuma conclusão. Eu me exponho, me sinto mal, reviro minha vida e minhas feridas, tudo isso pra nada. O problema não é com os profissionais, é comigo. Se eu não fizer por mim mesmo, ninguém mais vai fazer.

Vou tentar novas alternativas, com rotinas mais rígidas e ocupadas.

Para concluir, respondendo a alguns comentários acima: SOU ATEU. Isso não foi intencional; os traumas de infância me levaram a isso. A religiosidade extremamente rígida a que fui submetido foi peça fundamental na raiz dos meus problemas. Entre os ensinamentos, a forma como a religião tratava o sexo desencadeou a minha preferência por PMO em vez de relacionamentos. Para essa religião, o sexo é um tabu, é coisa proibida, só pode depois de casado e para fins reprodutivos e jamais como prazer. Mas na época ainda não se falava de P, o que abriu uma brecha para eu recorrer à PMO sem culpa. Haviam outras coisas que eu discordava na religião. Não tenho ódio, mas apenas tirei a fé da minha vida e certamente jamais voltarei a tê-la, e me recomendarem que eu volte a acreditar será em vão, pois isso não entra na minha cabeça de forma alguma.

luta diária gosta desta mensagem

avatar
slayer
Mensagens : 18
Data de inscrição : 29/04/2022

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

5/3/2024, 09:01
O maior conselho que deixo aqui para todos vocês:

JAMAIS BATAM EM SEUS FILHOS.

Ao fazer isso, você o condena ao fracasso, ao sentimento de inferioridade. O filho se sente impotente, vitimizado, perde a autoestima e autoconfiança, aprende da forma mais cruel que não pode errar e isso o impede de arriscar, de tentar coisas novas, pois terá sempre o medo de errar. Isso ecoa na sua vida profissional e nos relacionamentos. Ele vai aprender que só há um lugar onde não há punição, nem medo, nem julgamento, que é na internet. Na internet ele não tem DE nem EP, o pai não bate nele.

O filho que apanha aprende a remoer suas dores, a se arrepender arduamente de seus atos falhos, ele não aprende a virar a página e superar o menor tropeço que seja, pois esse pequeno tropeço lhe causou uma dor muito grande e ele foi dormir chorando. Se hoje ele foi brincar, quebrou um vaso e apanhou, amanhã ele não vai mais brincar com medo de apanhar de novo.

Eu deixei de viver momentos importantes da minha vida por medo de ser punido. Medo de ir pro inferno, de ser demitido, de apanhar, de ser julgado. Se eu cometo um pequeno erro, não consigo dormir a noite, remoendo, arrependido e com medo das consequências.

luta diária, M1n4t0 e Faiodermo gostam desta mensagem

M1n4t0
M1n4t0
Mensagens : 144
Data de inscrição : 16/12/2023
Idade : 34

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

5/3/2024, 14:41
Olá Slayer! Se seu nick é por causa da banda, também curto muito \m/

Mano, me parece que sua esposa sabe do vicio, certo?

Considere se abrir com ela. Uma das características do nosso vicio é justamente ser silêncio, solitário e discreto. Ao contar pra ela, você pelo menos tem alguém pra dividir o fardo sabe, uma camada extra de responsabilidade, e isso é muito bom! Claro que depende de muita coisa, envolve muita confiança e tudo o mais, mas se ela sabe do vicio, porque não saber da tua renovação, não é mesmo?

Dês de o início da minha tentativa atual eu contei, no começo foi horrível, hoje ela aceita, me incentiva e colhe comigo os resultados.

Vou te acompanhar por aqui maninho
Meus votos de que você vai vencer essa!!
Você é muito mais forte que esse vicio

Tamojuntão

_______________________________________
Recorde: 57 dias.

Metas
(    ) 30. (    ) 60. (    ) 90.

Meu diário:
https://www.comoparar.com/t13533-diario-do-minato#415064
M1n4t0
M1n4t0
Mensagens : 144
Data de inscrição : 16/12/2023
Idade : 34

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

5/3/2024, 15:15

Assim como vc eu também apanhava muito, e super concordo com tudo o que disse a respeito de não ter como lidar com os próprios erros e medos.

Mas entenda que o seu privilégio é justamente tomar consciência desses problemas e ainda em vida fazer algo para curá-los, e isso é maravilhoso irmão!

A terapia é uma ferramenta tal qual um comprimido, a escolha do seu set de ferramentas cabe a você, mas entenda que não existe a ferramenta perfeita, você + ferramenta = resultado. É como uma grande engrenagem, tudo interligado.

A minha ferramente é o exercício fisico, puxar ferro mas principalmente Yoga, meditação e técnicas de respiração. Há muita coisa gratuita na net, a base eu peguei basicamente de graça!
De verdade irmão, vai te desenvolver uma força emocional poderosa, corpo em movimento = mente estável.

Desculpa aí dividir a postagem em dois comentários, mas falei de coisas distintas (e tbm pq não tinha visto a segunda pg hehehe)

Tamojuntão mano


_______________________________________
Recorde: 57 dias.

Metas
(    ) 30. (    ) 60. (    ) 90.

Meu diário:
https://www.comoparar.com/t13533-diario-do-minato#415064
Roentgen
Roentgen
Mensagens : 446
Data de inscrição : 29/03/2023
Idade : 23

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

17/3/2024, 16:08
slayer escreveu:A psicóloga desistiu de mim.

Ela diz q não pode mais ajudar, depois de mais de um ano tentando. Essa foi a quinta tentativa fracassada de pedir ajuda a um profissional. Ela me recomendou uma outra psicóloga, um terapeuta e um psiquiatra. Só há um psiquiatra qualificado nessa questão, reconhecido e recomendado para isso aqui no Estado. Ele é caríssimo, tem agenda cheia e está prestes a aposentar, fez uma avaliação comigo e disse que não consegue atender mais clientes, e meu caso era muito complexo e demorado (não é só o vício, mas uma infinidade de coisas que devem ser tratadas ao mesmo tempo, como traumas de infância que desencadearam o problema)

Fui ao terapeuta recomendado por essa psicóloga, foi um desastre, ele ficava simulando teatrinho, quase uma hipnose, falando para eu imaginar situações, colocava musica de meditação, estimulando o subconsciente, etc. Ele é como se fosse um coach. Para mim não funciona, é pura encenação. Um psicologo amigo me disse que isso só funciona com pessoas sugestionáveis, o que nao era meu caso. Sou cético e quero ação prática, e, segundo ele, é normal que muitas pessoas tenham esse perfil como o meu. Há quem acredite em tudo e há quem desconfie. Eu desconfio. Depois de alguns meses e muito dinheiro gasto com ele, decidi parar por falta de resultado.

Não vou mais procurar ajuda. Foram muitos começos para nenhuma conclusão. Eu me exponho, me sinto mal, reviro minha vida e minhas feridas, tudo isso pra nada. O problema não é com os profissionais, é comigo. Se eu não fizer por mim mesmo, ninguém mais vai fazer.

Vou tentar novas alternativas, com rotinas mais rígidas e ocupadas.

Para concluir, respondendo a alguns comentários acima: SOU ATEU. Isso não foi intencional; os traumas de infância me levaram a isso. A religiosidade extremamente rígida a que fui submetido foi peça fundamental na raiz dos meus problemas. Entre os ensinamentos, a forma como a religião tratava o sexo desencadeou a minha preferência por PMO em vez de relacionamentos. Para essa religião, o sexo é um tabu, é coisa proibida, só pode depois de casado e para fins reprodutivos e jamais como prazer. Mas na época ainda não se falava de P, o que abriu uma brecha para eu recorrer à PMO sem culpa. Haviam outras coisas que eu discordava na religião. Não tenho ódio, mas apenas tirei a fé da minha vida e certamente jamais voltarei a tê-la, e me recomendarem que eu volte a acreditar será em vão, pois isso não entra na minha cabeça de forma alguma.

Eu tbm aprofundei na pmo por conta de motivos parecidos. Me ensinaram q tudo era danoso. Sexo antes do casamento, Drogas, bebidas. Cresci na igreja com isso na cabeça, (graças
a Deus, não desenvolvi nenhum outro vício) mas como a pmo é um tabu, nunca me foi orientado a respeito. Até pq muitos líderes estão nos púlpitos e ainda consomem esse conteúdo, então é melhor deixar em off.
Mas só te digo uma coisa, as pessoas sendo elas boas ou más não irão mudar quem Deus é, independente das circunstâncias ele vai continuar sendo.
Vc pode não querer saber agora, mas eu acredito q tem traumas na alma e na mente q só são curados em Deus, se vc já procurou ajuda profissional e não resolveu, ele é a solução. Fica a dica.

Sucesso aí, bom reboot.

luta diária, Rottweiler e RodySampaPseudo gostam desta mensagem

avatar
slayer
Mensagens : 18
Data de inscrição : 29/04/2022

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

15/4/2024, 18:44
M1n4t0 escreveu:
A minha ferramente é o exercício fisico, puxar ferro mas principalmente Yoga, meditação e técnicas de respiração. Há muita coisa gratuita na net, a base eu peguei basicamente de graça!
De verdade irmão, vai te desenvolver uma força emocional poderosa, corpo em movimento = mente estável.

Como você consegue motivação para fazer exercícios físicos? Você conseguiu isso durante sua luta contra o vicio? Eu só vou à academia arrastado pela minha esposa, que me acorda às 4h40 da manhã, se não for esse horário e sem ela me "obrigar" eu não vou, pois no final do dia estou cansado e não quero fazer mais nada. Eu não consigo ter motivação, eu odeio fazer academia, e quando ela não vai, eu não vou por nada! Espero q quando eu vencer minha luta, eu tenha mais motivação para ir à academia e fazer outras atividades, como uma simples caminhada contemplando um parque ao lado dos meus cachorros.

Quem mais tiver dicas sobre como me motivar a ir à academia, me digam, preciso disso!
avatar
slayer
Mensagens : 18
Data de inscrição : 29/04/2022

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

15/4/2024, 19:02
Boa notícia, meus amigos!

Depois de ser "abandonado" pela minha última psicóloga, que disse que não conseguiria mais me ajudar, entrei em uma imersão profunda em PMOe um estado crítico de depressão e ansiedade. Nisso, comecei a buscar profissionais e resolvi me inscrever em uma terapia com vídeos gravados, se não me engano, custou uns 250 reais no hotmart, como se fossem videoaulas.

((Eu não sei se posso colocar aqui o nome do curso))

Como o material é próprio para meu problema, foi objetivo, com audios de reprogramação mental, tabelas q vc baixa e vai atualizando dia a dia, atividades e tarefas diárias, etapas, etc. É muito diferente de fazer uma terapia com uma psicóloga q não sabia como tratar ESSE problema, por não ser sua especialidade.

Lá fala objetivamente dos problemas, gatilhos, consequências e como lidar com as situações mais críticas. Já estou progredindo com 6 dias livre de PMO (acreditem, isso é MUITO pra mim, que consumia P várias vezes ao dia, todo dia). Na verdade eu comecei antes, mas tive uma recaída no terceiro dia e agora estou com 6 dias.

Ontem tive uma relação com minha esposa, que não tinha há mais de 1 ou 2 meses, consegui durar um pouco mais q nos últimos meses, e ao final fiz um desafio a ela para q façamos isso todo dia durante uma semana, e mesmo q não tivesse vontade, ao menos uma "esfregação" teria q rolar.

Há 4 dias voltei a tomar medicamento para controlar a ansiedade, ele tbm ajuda na EP e dá mais autocontrole na hora q vem o impulso de consumir P.

Uma técnica q estou aplicando e quero recomendar a todos, pois deu muito certo comigo:

- Criar resistência: na hora q vir a vontade incontrolável de ver P, pense: "daqui a 10 minutos eu vejo". Normalmente, em 10 minutos a vontade incontrolável já diminuiu, ou se não diminuir, pelo menos vc já está criando resistência. aos poucos vá aumentando esse tempo: daqui a 15 minutos, daqui a 20, etc....

Se avalie a cada 15 dias e veja o progresso nesse período, mas para isso vá anotando diariamente em um caderninho ou no celular como vc está se sentindo no dia:
- suas vontades
- sua disposição
- se teve recaída e seus motivos
- se não teve recaída, o que vc fez q deu certo
- quais problemas vc sentiu hoje (D.E, EP, insegurança, depressão, ansiedade, etc)

Não espere resultado em 3 dias, vá fazendo isso com objetivos de melhorar em 15 dias vc reavalia, se vc sentiu melhora, se precisa de mais 15 dias, ou parte para a segunda etapa com mais melhoras, se não conseguiu melhorar, continue se monitorando para entender o que está acontecendo com vc e o que deve ser feito.
A cada recaída, anote o que causou aquilo e estabeleça metas para evitar o gatilho.

Rottweiler e M1n4t0 gostam desta mensagem

M1n4t0
M1n4t0
Mensagens : 144
Data de inscrição : 16/12/2023
Idade : 34

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

15/4/2024, 21:05

Salveee!

Sim, só comecei academia depois de ter começado a largar pmo. Antes eu era 100% sedentário.

Mano não vou mentir, no começo é osso mesmo, tudo dói, tudo difícil. Se vc liga pra opinião das pessoas então ja viu, certamente vai se desmotivar.
Só que se vc se obrigar (insistir mesmo) nos 3 primeiros meses depois desse periodo vc adquire o hábito. Aí o dia que vc não vai fica até meio estranho.

Conselho que te dou nunca abuse nas cargas esses marombas que puxam muito ferro o fazem por puro orgulho, vai num ritmo que vc consiga estar lá no dia seguinte. Mantenha o foco na consciência comporal acima de tudo pois é só com a tecnica certa de cada exercício que vc progride sem se machucar.

Vc ja acorda num horário privilegiado mano, acordar antes de o sol nascer regula nosso ciclo circadiano. Fundamental pra aquisição de novos habitos. Só eviite internet e celular nas 2 primeiras horas do dia, pra não deixar resultados na mesa.

Valeu mesmo pelas tuas dicas! Vou adotar essa autoavaliação. Meus parabéns pelo curso mano, que ele te ajude a exorcisar de vez esse demônio.

Tamojuntão!

_______________________________________
Recorde: 57 dias.

Metas
(    ) 30. (    ) 60. (    ) 90.

Meu diário:
https://www.comoparar.com/t13533-diario-do-minato#415064
avatar
slayer
Mensagens : 18
Data de inscrição : 29/04/2022

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

15/4/2024, 21:27
Eu faço academia há cerca de 15 anos, tenho um corpo legal, consigo levantar um peso bacana, mas realmente odeio fazer isso. Às vezes fico até 2 meses sem ir pra academia e muitas vezes fui só no dia de pagar a mensalidade e não voltei mais naquele mês. Eu preciso saber pq tanta gente AMA academia ou exercícios, eu tbm quero ter essa vontade, penso q me ajudaria a superar o vício, mas acho q só vou ter essa vontade de exercitar quando eu me livrar da PMO e ter mais disposição...

M1n4t0 gosta desta mensagem

M1n4t0
M1n4t0
Mensagens : 144
Data de inscrição : 16/12/2023
Idade : 34

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

16/4/2024, 18:24
Aaaah sim mano! Foi mal, interpretei que vc estava querendo ânimo pra começar hehehe eu treino a muito menos tempo que isso, tem 1 ano só hahah
Mas tenho ânimo pq gosto de me desafiar lá. Pego um fone, ponho algo legal pra tocar e tento me superar a cada dia. Evito de ficar de conversa c a galera. Enfim, meio que é de mim me ter dado tão bem c musculação e yoga!

A cara é fazer uma atividade física que a gente goste de verdade.

Tamojuntão mano!

_______________________________________
Recorde: 57 dias.

Metas
(    ) 30. (    ) 60. (    ) 90.

Meu diário:
https://www.comoparar.com/t13533-diario-do-minato#415064
avatar
slayer
Mensagens : 18
Data de inscrição : 29/04/2022

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

17/4/2024, 13:20
7 dias, 11 horas e 49 minutos livre.

O Quitzilla, um aplicativo que monitora o tempo e manda mensagens diárias de incentivo está me acompanhando nessa caminhada.
Tive dois dias seguidos de relação com minha esposa. No primeiro dia foi fraquinho, rápido, mas no segundo foi intenso, tomei conta da situação, fiz coisas diferentes, durei mais, mas acabei cansando e perdi a força, tendo que interromper antes da hora, mas ainda assim foi bom.

Ontem recebi uma mensagem de serviço por volta das 20h00 que acabou com minha paz e não tive como entrar no clima para ter minha terceira noite seguida de relação com minha esposa.

Hoje estou com muita vontade de ver P, mas a técnica de esperar 10 minutos após dar a vontade está funcionando bem, pois em 10 minutos a vontade normalmente passa.

Para mudar a mente, é preciso deixar bem claro, preferencialmente anotado:

Quais os sintomas q estou sofrendo em decorrência do vício hoje, em escala de 0 a 5:
4: Falta de interesse pelo sexo real
2: DE
3: EP
3: Ansiedade
3: Depressão
4: Falta de motivação para tarefas diárias
4: Perda de interesse pela parceira
5: baixa autoestima
3: voz fraca
4: vontade de consumir P.
3: determinação em superar o vício
3: interpretar eventos cotidianos em fantasias e vontade de ver P.

Para mim, essa pontuação representa um avanço significativo nos últimos 7 dias.

Principais gatilhos e a ameaça de cada um, de 0 a 5:
5: tempo livre
5: hábito
3: redes sociais
2: notícias e fatos cotidianos que interpreto como fantasias
4: ansiedade
4: abstinência
4: falta de outras fontes de prazer
3: Stress cotidiano
4: me decepcionar quando vejo que não vai roalr nada com minha esposa naquele dia, ou pq brigamos ou pq o clima não está propício

Não saber como lidar com meu tempo livre e a falta de ter outras fontes de dopamina são meus maiores desafios, ao mesmo tempo não tenho disposição para buscar outras atividades e ver interesse nelas.

Principais motivos para largar o vício e o quanto cada um me motiva, em escala de 0 a 5:
5: voltar a desejar e ter sexo real com prazer
5: vencer a ansiedade e depressão
10***: ter autoestima, acreditar em mim e ter firmeza, poder olhar nos olhos das pessoas com segurança
3: não ter mais vergonha do que eu sou e não precisar esconder nada de ninguém
3: fortalecer meu casamento
2: mudar a forma como penso sobre determinadas distorções (objetificação do corpo, normalização de situações anormais, etc)
3: ver prazer nas pequenas coisas, como valorizar uma noite em um bar com os amigos, um churrasco, uma pequena conquista, etc
3: ter mais tempo longe da P. para poder trabalhar mais e melhor, poder curtir a vida, cuidar da casa, etc
1: ter mais concentração
3: ter mais motivação
1: ter mais saúde, já q a depressão causada pela P. me desmotiva a cuidar de mim mesmo

A autoconfiança é aspecto fundamental nessa minha luta. Quero me sentir forte, capaz, confiante em todos os aspectos, desde o sexo até nas decisões e relações interpessoais.

Minhas técnicas e o quanto cada uma tem ajudado,de 0 a 5:
3: bloqueadores (não funcionam efetivamente, é fácil burlar, mas o simples aviso de que aquele conteúdo foi bloqueado já me ajuda)
5: esperar 10 minutos, em vez de ver imediatamente (em 10 minutos a vontade costuma diminuir)
4: ter relação com minha esposa
2: meditação e reflexão
3: me manter ocupado com trabalho
2: fazer atividades alternativas como fonte de prazer

Aprender a criar resistência de 10 minutos cada vez q bate a vontade acredito que tenha sido o que está funcionando melhor pra mim, além de voltar a ter relações com minha esposa.

luta diária gosta desta mensagem

Theo Becker
Theo Becker
Mensagens : 346
Data de inscrição : 09/11/2014
Idade : 32

Aos 42 anos, vício desde os 15 - Página 2 Empty Re: Aos 42 anos, vício desde os 15

17/4/2024, 14:42
"Minhas técnicas e o quanto cada uma tem ajudado,de 0 a 5:
3: bloqueadores (não funcionam efetivamente, é fácil burlar, mas o simples aviso de que aquele conteúdo foi bloqueado já me ajuda)"

-> Cara, sigua o tutorial em video que eu gravei aqui no forum que irá resolver esse seu problema: https://comoparar.forumeiros.com/t13614-tutorial-de-bloqueadores-em-video-youtube

Parceiro, dicas para te motivar a ir a academia:
1º veja conteúdo maromba, tem muita coisa legal e com o tempo tu cria gosto. Sugiro o Rodrigo Goes e Cariani, histórias motivacionais como a do Zyzz (NÃO USE ANABOLIZANTES!).
2º vá e pague um mês.
3º Absorva a seguinte ideia, repita para você mesmo: "eu sou o meu corpo, se meu corpo está bem eu estou bem!".

Mude também sua alimentação, recomendo ir em uma nutricionista. Em várias academias já fazem parceria.

Mude o que tu absorve, o que vê e ouve, consuma conteúdo fitness e saudável.

Se seguir isso vai ficar motivado, construirá um shape legal e terá uma boa saúde!

Bem ao menos isso tem funcionado para mim, estou entrando para a academia e no final do ano espero estar com um shape maneiro, abdômen definido e postando fotos sem camisa com frases motivacionais no Instagram como a galera faz. Anima aí, será bom ter alguém para me acompanhar nessa jornada no mundo fitness.

_______________________________________
"A disciplina te leva a lugares que a motivação não alcança"

Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos