Derrotando o HOCD

+10
Joseph
chopin
Brock
Fseler
RamonJr
Maxstephen
Aldo The Apache
vcareli
Vitoriosa
Ichitaro
14 participantes
Ir para baixo
Ichitaro
Ichitaro
Mensagens : 35
Data de inscrição : 24/04/2021
Idade : 28

Derrotando o HOCD Empty Derrotando o HOCD

24/4/2021, 02:10
Olá pessoal,

Eu sou o Ichitaro e durante quase 1 ano venho acompanhando o fórum, e lendo os tópicos e me reconhecendo em alguns relatos e testemunhos aqui escritos, porém nunca tive coragem de criar um perfil e falar sobre a minha história, até que tive uma epifania ao perceber que (como está escrito na Bíblia) a ge te só consegue superar os nossos problemas, quando compartilhamos com os outros. Afinal, é confessando os nossos pecados que seremos curados (1 João 1:9). Então falarei sobre mim e espero que vocês não fiquem entediados com o textão.

Tenho 27 anos, sou cristão e ativo na minha igreja, sempre fui apaixonado por mulheres e sempre senti atração física por elas, apesar de pouquíssimas vezes ter de fato beijado ou namorado elas. Fui criado com uma educação que valorizava o aspecto de não objetificar as mulheres, então sempre achei feio ficar reparando demais nas mulheres na rua, ficar dando em cima assim toda hora e tals (apesar de fazer as vezes e de quebrar a cara com isso hahaha)

Perdi o BV com 18 anos de idade (SIM foi tarde, eu sei, eu tinha muito medo de levar um fora delas e isso me travava, ainda me trava as vezes) e com 18 anos mesmo tive minha primeira e única namorada com quem quase tive uma relação sexual na época, então sim eu sou virgem (e não tenho problemas com isso).


Comecei com a pornografia aos 13-14 anos (não foi tão cedo como muitos, mas já tem uns 13 anos isso já) e no início eram só imagens de mulheres se pegando, se beijando e tals (quem é antigo sabe como a internet era horrível a uma década atrás). Com o tempo as coisas foram aumentando, eu fui lendo contos pornôs lésbicos, jogando joguinhos eróticos tipo do UOL jogos, lendo algumas tirinhas, HQs ou doujinshis com temática de sexo e tals e com o tempo isso foi aumentando e mudando, eu comecei a ler fanfics yaoi (o que eu não recomendo ninguém a ler) fui vendo tirinhas com temática homossexual, vídeos de emos se beijando (me dá nojo relembrar dessas coisas, mas eu vou falar sobre tudo) e até aí eu não sentia os sintomas do HOCD, Eu sabia que era errado, que não gostava daquilo, que aquilo não me representava nem minimamente, porque como já disse só tive quedas por mulheres, nunca nem sequer cogitei ficar com um cara, nunca gostei de um, então eu sabia que isso não era parte de mim então isso não me afetava.

Até que no ano passado, com o surgimento da pandemia, eu me afundei ainda mais na pornografia, eu que já era viciado e que as vezes me M 3 vezes em um dia, passei a não ficar um dia sequer sem ver P e me M em seguida. Passei a ver vídeos homo e a ficar chocado com o que tava vendo e me permitindo ver. Eu assistia, me M e depois sentia um desgosto, uma decepção muito grande, um sentimento de estar sujo, podre, me sentia um lixo e me odiava por aquilo, porque aquilo não era eu.

Até que um dia, depois de eu ter assistido um desses vídeos e ter ficado extremamente mal, mais mal do que eu já um dia fiquei. Comecei a me questionar se era gay ou algo parecido e se tava gostando de fato do que tava vendo e do porque estava vendo, se eu não gostava daquilo.

Desde esse dia minha vida virou um inferno, eu passei a ter oscilações de humor pesadíssimas, do nada começava a chorar, me vinha imagens de vídeos que eu já tinha visto na cabeça, tinha pensamentos intrusivos de dois caras de pegando, enfim, eu não tinha paz, estava enlouquecendo e não sabia o que fazer. Foi então que contei aos meus pais.

Contei a eles e eles foram extremamente calmos comigo dizendo que eu não era isso (o que de fato eu não sou) e que isso era coisa da minha cabeça, que eu sempre desde pequeno demonstrei interesse pelas garotas, desde moleque e que eu tava passando por um momento de confusão mental e que eu deveria ir numa psiquiatra.

Fui na psiquiatra e Eu contei tudo pra ela, toda a minha história, e ela me disse que eu estava com um quadro de ansiedade generalizada de leve pra moderada e que isso era devido a pandemia e que isso iria passar. Me passou uns remédios que tem sido A MELHOR COISA QUE EU FIZ NA VIDA, e desde que tenho tomado esses remédios, não estou tendo mais crises de ansiedade, os pensamentos intrusivos pararam, e até o meu HOCD deu uma aliviada.

Porém, ainda restam algumas coisas, eu as vezes quando olho um cara bonito, com um corpo maneiro, sarado e tals, eu fico me perguntando se não estou reparando nele demais, se estou gostando dele, essas paranóias sabe, e também fico me perguntando se algum dia vou parar de pensar nessas coisas e ser feliz, ficar em paz, construir uma família linda, ter filhos e tals ( o que sempre foi um dos meus maiores sonhos)

Enfim, meu relato é esse, tem dias melhores e dias um pouco ruins, mas não muito, e quanto ao reboot eu tenho tentado parar com a P e M, mas tá meio difícil, o meu recorde foi 24-25 dias e na época senti melhoras.

Atualmente tenho tomado os remédios e feito atividade física ( o que ajuda muito) jogo tênis com meu pai e meu irmão.

Além disso, estou meio que apaixonado por uma amigona minha só que ela já tem namorado T.T

Enfim, desculpem pelo texto gigante mas não daria para eu falar da minha história em poucos parágrafos. Qualquer coisa, sintam-se à vontade pra me fazerem perguntas.

No mais, um abraço!!

guerreirodeluz, Brock, Aldo The Apache e Maxstephen gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 1055
Data de inscrição : 10/12/2018

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

24/4/2021, 08:11
Oi, Ichitaro!

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio da reversão do vício, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer.

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Conheça a legislação do Fórum: Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Conheça o Guia Introdutório e aprenda o básico sobre o processo de reversão do vício ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado) para ter acesso a informações mais completas.

  • Confira o arsenal tecnológico para te auxiliar na proteção contra o vício: Configuração do Clean Browsing; Bloqueamento via Hosts; Inter App Control Pro (Pago); Blok Supreme (Pago); Download do Qustodio (A versão gratuita já é suficiente). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Conheça os navegadores (para smartphone) que já vem com proteção contra o vício e escolha um: Spin, Kids Safe Browser (Pago) e Mobicip. Instale o NetAngel para bloquear a pornografia em seu smartphone, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Dica: Cadastre um e-mail temporário descartável em seus softwares, pois, assim, você evita uma possível recuperação da senha. Utilize também um método de ocultação de senha, para evitar que você desative os bloqueadores em um momento de fissura. Acesse: Método para esconder a senha.

  • Instale um contador de dias: Tutorial Contador de Dias, para te situar em sua jornada.

    Avalie também a necessidade de abandono de outros vícios que podem de alguma forma te atrapalhar no processo, como masturbação, álcool, outras drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Priorize as atividades de religação, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Evite também a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Abraços!

_______________________________________
Vitoriosa
avatar
Convidado
Convidado

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

24/4/2021, 08:37
Ichitaro escreveu:Olá pessoal,

Eu sou o Ichitaro e durante quase 1 ano venho acompanhando o fórum, e lendo os tópicos e me reconhecendo em alguns relatos e testemunhos aqui escritos, porém nunca tive coragem de criar um perfil e falar sobre a minha história, até que tive uma epifania ao perceber que (como está escrito na Bíblia) a ge te só consegue superar os nossos problemas, quando compartilhamos com os outros. Afinal, é confessando os nossos pecados que seremos curados (1 João 1:9). Então falarei sobre mim e espero que vocês não fiquem entediados com o textão.

Tenho 27 anos, sou cristão e ativo na minha igreja, sempre fui apaixonado por mulheres e sempre senti atração física por elas, apesar de pouquíssimas vezes ter de fato beijado ou namorado elas. Fui criado com uma educação que valorizava o aspecto de não objetificar as mulheres, então sempre achei feio ficar reparando demais nas mulheres na rua, ficar dando em cima assim toda hora e tals (apesar de fazer as vezes e de quebrar a cara com isso hahaha)

Perdi o BV com 18 anos de idade (SIM foi tarde, eu sei, eu tinha muito medo de levar um fora delas e isso me travava, ainda me trava as vezes) e com 18 anos mesmo tive minha primeira e única namorada com quem quase tive uma relação sexual na época, então sim eu sou virgem (e não tenho problemas com isso).


Comecei com a pornografia aos 13-14 anos (não foi tão cedo como muitos, mas já tem uns 13 anos isso já) e no início eram só imagens de mulheres se pegando, se beijando e tals (quem é antigo sabe como a internet era horrível a uma década atrás). Com o tempo as coisas foram aumentando, eu fui lendo contos pornôs lésbicos, jogando joguinhos eróticos tipo do UOL jogos, lendo algumas tirinhas, HQs ou doujinshis com temática de sexo e tals e com o tempo isso foi aumentando e mudando, eu comecei a ler fanfics yaoi (o que eu não recomendo ninguém a ler) fui vendo tirinhas com temática homossexual, vídeos de emos se beijando (me dá nojo relembrar dessas coisas, mas eu vou falar sobre tudo) e até aí eu não sentia os sintomas do HOCD, Eu sabia que era errado, que não gostava daquilo, que aquilo não me representava nem minimamente, porque como já disse só tive quedas por mulheres, nunca nem sequer cogitei ficar com um cara, nunca gostei de um, então eu sabia que isso não era parte de mim então isso não me afetava.

Até que no ano passado, com o surgimento da pandemia, eu me afundei ainda mais na pornografia, eu que já era viciado e que as vezes me M 3 vezes em um dia, passei a não ficar um dia sequer sem ver P e me M em seguida. Passei a ver vídeos homo e a ficar chocado com o que tava vendo e me permitindo ver. Eu assistia, me M e depois sentia um desgosto, uma decepção muito grande, um sentimento de estar sujo, podre, me sentia um lixo e me odiava por aquilo, porque aquilo não era eu.

Até que um dia, depois de eu ter assistido um desses vídeos e ter ficado extremamente mal, mais mal do que eu já um dia fiquei. Comecei a me questionar se era gay ou algo parecido e se tava gostando de fato do que tava vendo e do porque estava vendo, se eu não gostava daquilo.

Desde esse dia minha vida virou um inferno, eu passei a ter oscilações de humor pesadíssimas, do nada começava a chorar, me vinha imagens de vídeos que eu já tinha visto na cabeça, tinha pensamentos intrusivos de dois caras de pegando, enfim, eu não tinha paz, estava enlouquecendo e não sabia o que fazer. Foi então que contei aos meus pais.

Contei a eles e eles foram extremamente calmos comigo dizendo que eu não era isso (o que de fato eu não sou) e que isso era coisa da minha cabeça, que eu sempre desde pequeno demonstrei interesse pelas garotas, desde moleque e que eu tava passando por um momento de confusão mental e que eu deveria ir numa psiquiatra.

Fui na psiquiatra e Eu contei tudo pra ela, toda a minha história, e ela me disse que eu estava com um quadro de ansiedade generalizada de leve pra moderada e que isso era devido a pandemia e que isso iria passar. Me passou uns remédios que tem sido A MELHOR COISA QUE EU FIZ NA VIDA, e desde que tenho tomado esses remédios, não estou tendo mais crises de ansiedade, os pensamentos intrusivos pararam, e até o meu HOCD deu uma aliviada.

Porém, ainda restam algumas coisas, eu as vezes quando olho um cara bonito, com um corpo maneiro, sarado e tals, eu fico me perguntando se não estou reparando nele demais, se estou gostando dele, essas paranóias sabe, e também fico me perguntando se algum dia vou parar de pensar nessas coisas e ser feliz, ficar em paz, construir uma família linda, ter filhos e tals ( o que sempre foi um dos meus maiores sonhos)

Enfim, meu relato é esse, tem dias melhores e dias um pouco ruins, mas não muito, e quanto ao reboot eu tenho tentado parar com a P e M, mas tá meio difícil, o meu recorde foi 24-25 dias e na época senti melhoras.

Atualmente tenho tomado os remédios e feito atividade física ( o que ajuda muito) jogo tênis com meu pai e meu irmão.

Além disso, estou meio que apaixonado por uma amigona minha só que ela já tem namorado T.T

Enfim, desculpem pelo texto gigante mas não daria para eu falar da minha história em poucos  parágrafos. Qualquer coisa, sintam-se à vontade pra me fazerem perguntas.

No mais, um abraço!!


Bom dia


Parabéns por ter tido coragem de revelar sua vida e seus problemas pessoais para os outros isso já mostra que você e um homem maduro e responsável, bom pelo fato desses pensamentos de quando pensa ou olha para um homem, bom presta atenção no que você vai ler agora: um pensamento e só um pensamento e pensamento não e nada ele não tem valor, mais ficar tentando não pensar nesse pensamento também não ajuda porque por mais que você tenta não pensar ou faça algo para não pensar vai acabar pensando, olha confronte o pensamento e o observe e diga oque acha sobre ele eu te índico essas palavras: ( eu não sou àquilo que eu penso ) ou ( eu não devo acreditar naquilo que eu penso ) lembre-se um pensamento não e nada, foca no seu Reboot e coloque felicidades na sua vida faça coisas para melhorar seu humor lembre-se quando você está feliz seu corpo também está.

e sobre essa garota que você gosta independente de ela ter namorado ou não fale para ela que você gosta dela o mais rápido possível, inclusive se ela estiver em casa nesse momento fale para ela agora, porque um dia pode se arrepender e arrependimento dói muito e você não sabe se estará vivo no próximo dia para contar então vai logo.

Abraços fique com Deus 🙏

Ichitaro
Ichitaro
Mensagens : 35
Data de inscrição : 24/04/2021
Idade : 28

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

24/4/2021, 11:10
Tiago* escreveu:
Ichitaro escreveu:Olá pessoal,

Eu sou o Ichitaro e durante quase 1 ano venho acompanhando o fórum, e lendo os tópicos e me reconhecendo em alguns relatos e testemunhos aqui escritos, porém nunca tive coragem de criar um perfil e falar sobre a minha história, até que tive uma epifania ao perceber que (como está escrito na Bíblia) a ge te só consegue superar os nossos problemas, quando compartilhamos com os outros. Afinal, é confessando os nossos pecados que seremos curados (1 João 1:9). Então falarei sobre mim e espero que vocês não fiquem entediados com o textão.

Tenho 27 anos, sou cristão e ativo na minha igreja, sempre fui apaixonado por mulheres e sempre senti atração física por elas, apesar de pouquíssimas vezes ter de fato beijado ou namorado elas. Fui criado com uma educação que valorizava o aspecto de não objetificar as mulheres, então sempre achei feio ficar reparando demais nas mulheres na rua, ficar dando em cima assim toda hora e tals (apesar de fazer as vezes e de quebrar a cara com isso hahaha)

Perdi o BV com 18 anos de idade (SIM foi tarde, eu sei, eu tinha muito medo de levar um fora delas e isso me travava, ainda me trava as vezes) e com 18 anos mesmo tive minha primeira e única namorada com quem quase tive uma relação sexual na época, então sim eu sou virgem (e não tenho problemas com isso).


Comecei com a pornografia aos 13-14 anos (não foi tão cedo como muitos, mas já tem uns 13 anos isso já) e no início eram só imagens de mulheres se pegando, se beijando e tals (quem é antigo sabe como a internet era horrível a uma década atrás). Com o tempo as coisas foram aumentando, eu fui lendo contos pornôs lésbicos, jogando joguinhos eróticos tipo do UOL jogos, lendo algumas tirinhas, HQs ou doujinshis com temática de sexo e tals e com o tempo isso foi aumentando e mudando, eu comecei a ler fanfics yaoi (o que eu não recomendo ninguém a ler) fui vendo tirinhas com temática homossexual, vídeos de emos se beijando (me dá nojo relembrar dessas coisas, mas eu vou falar sobre tudo) e até aí eu não sentia os sintomas do HOCD, Eu sabia que era errado, que não gostava daquilo, que aquilo não me representava nem minimamente, porque como já disse só tive quedas por mulheres, nunca nem sequer cogitei ficar com um cara, nunca gostei de um, então eu sabia que isso não era parte de mim então isso não me afetava.

Até que no ano passado, com o surgimento da pandemia, eu me afundei ainda mais na pornografia, eu que já era viciado e que as vezes me M 3 vezes em um dia, passei a não ficar um dia sequer sem ver P e me M em seguida. Passei a ver vídeos homo e a ficar chocado com o que tava vendo e me permitindo ver. Eu assistia, me M e depois sentia um desgosto, uma decepção muito grande, um sentimento de estar sujo, podre, me sentia um lixo e me odiava por aquilo, porque aquilo não era eu.

Até que um dia, depois de eu ter assistido um desses vídeos e ter ficado extremamente mal, mais mal do que eu já um dia fiquei. Comecei a me questionar se era gay ou algo parecido e se tava gostando de fato do que tava vendo e do porque estava vendo, se eu não gostava daquilo.

Desde esse dia minha vida virou um inferno, eu passei a ter oscilações de humor pesadíssimas, do nada começava a chorar, me vinha imagens de vídeos que eu já tinha visto na cabeça, tinha pensamentos intrusivos de dois caras de pegando, enfim, eu não tinha paz, estava enlouquecendo e não sabia o que fazer. Foi então que contei aos meus pais.

Contei a eles e eles foram extremamente calmos comigo dizendo que eu não era isso (o que de fato eu não sou) e que isso era coisa da minha cabeça, que eu sempre desde pequeno demonstrei interesse pelas garotas, desde moleque e que eu tava passando por um momento de confusão mental e que eu deveria ir numa psiquiatra.

Fui na psiquiatra e Eu contei tudo pra ela, toda a minha história, e ela me disse que eu estava com um quadro de ansiedade generalizada de leve pra moderada e que isso era devido a pandemia e que isso iria passar. Me passou uns remédios que tem sido A MELHOR COISA QUE EU FIZ NA VIDA, e desde que tenho tomado esses remédios, não estou tendo mais crises de ansiedade, os pensamentos intrusivos pararam, e até o meu HOCD deu uma aliviada.

Porém, ainda restam algumas coisas, eu as vezes quando olho um cara bonito, com um corpo maneiro, sarado e tals, eu fico me perguntando se não estou reparando nele demais, se estou gostando dele, essas paranóias sabe, e também fico me perguntando se algum dia vou parar de pensar nessas coisas e ser feliz, ficar em paz, construir uma família linda, ter filhos e tals ( o que sempre foi um dos meus maiores sonhos)

Enfim, meu relato é esse, tem dias melhores e dias um pouco ruins, mas não muito, e quanto ao reboot eu tenho tentado parar com a P e M, mas tá meio difícil, o meu recorde foi 24-25 dias e na época senti melhoras.

Atualmente tenho tomado os remédios e feito atividade física ( o que ajuda muito) jogo tênis com meu pai e meu irmão.

Além disso, estou meio que apaixonado por uma amigona minha só que ela já tem namorado T.T

Enfim, desculpem pelo texto gigante mas não daria para eu falar da minha história em poucos  parágrafos. Qualquer coisa, sintam-se à vontade pra me fazerem perguntas.

No mais, um abraço!!


Bom dia


Parabéns por ter tido coragem de revelar sua vida e seus problemas pessoais para os outros isso já mostra que você e um homem maduro e responsável, bom pelo fato desses pensamentos de quando pensa ou olha para um homem, bom presta atenção no que você vai ler agora: um pensamento e só um pensamento e pensamento não e nada ele não tem valor, mais ficar tentando não pensar nesse pensamento também não ajuda porque por mais que você tenta não pensar ou faça algo para não pensar vai acabar pensando, olha confronte o pensamento e o observe e diga oque acha sobre ele eu te índico essas palavras: ( eu não sou àquilo que eu penso ) ou ( eu não devo acreditar naquilo que eu penso ) lembre-se um pensamento não e nada, foca no seu Reboot e coloque felicidades na sua vida faça coisas para melhorar seu humor lembre-se quando você está feliz seu corpo também está.

e sobre essa garota que você gosta independente de ela ter namorado ou não fale para ela que você gosta dela o mais rápido possível, inclusive se ela estiver em casa nesse momento fale para ela agora, porque um dia pode se arrepender e arrependimento dói muito e você não sabe se estará vivo no próximo dia para contar então vai logo.

Abraços fique com Deus 🙏


Ahhh obrigado Tiago, eu tenho tentado confrontar esses pensamentos com a verdade! Tipo, é normal achar um cara bonito e tals não é nada demais! Antes disso tudo eu já achava alguns caras mais bonitos que a média, e não há problema nisso. Beleza é algo estético, não depende da sexualidade de alguém, então eu tô lidando com isso. Ou eu fico somente ignorando o pensamento que ele passa logo.

Sobre a garota, ela sabe que eu gosto dela, mas é complicado! Quando era pra eu ter iniciativa, eu não tive, aí agora que ela tá namorando, só me resta torcer pra ela ser feliz e amar ela assim de longe mesmo (e esperar pra ver se um dia ela termina esse namoro hahaha)

Vlw pelo comentário, mano!!

Brock e Aldo The Apache gostam desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

24/4/2021, 11:22
Ichitaro escreveu:
Tiago* escreveu:
Ichitaro escreveu:Olá pessoal,

Eu sou o Ichitaro e durante quase 1 ano venho acompanhando o fórum, e lendo os tópicos e me reconhecendo em alguns relatos e testemunhos aqui escritos, porém nunca tive coragem de criar um perfil e falar sobre a minha história, até que tive uma epifania ao perceber que (como está escrito na Bíblia) a ge te só consegue superar os nossos problemas, quando compartilhamos com os outros. Afinal, é confessando os nossos pecados que seremos curados (1 João 1:9). Então falarei sobre mim e espero que vocês não fiquem entediados com o textão.

Tenho 27 anos, sou cristão e ativo na minha igreja, sempre fui apaixonado por mulheres e sempre senti atração física por elas, apesar de pouquíssimas vezes ter de fato beijado ou namorado elas. Fui criado com uma educação que valorizava o aspecto de não objetificar as mulheres, então sempre achei feio ficar reparando demais nas mulheres na rua, ficar dando em cima assim toda hora e tals (apesar de fazer as vezes e de quebrar a cara com isso hahaha)

Perdi o BV com 18 anos de idade (SIM foi tarde, eu sei, eu tinha muito medo de levar um fora delas e isso me travava, ainda me trava as vezes) e com 18 anos mesmo tive minha primeira e única namorada com quem quase tive uma relação sexual na época, então sim eu sou virgem (e não tenho problemas com isso).


Comecei com a pornografia aos 13-14 anos (não foi tão cedo como muitos, mas já tem uns 13 anos isso já) e no início eram só imagens de mulheres se pegando, se beijando e tals (quem é antigo sabe como a internet era horrível a uma década atrás). Com o tempo as coisas foram aumentando, eu fui lendo contos pornôs lésbicos, jogando joguinhos eróticos tipo do UOL jogos, lendo algumas tirinhas, HQs ou doujinshis com temática de sexo e tals e com o tempo isso foi aumentando e mudando, eu comecei a ler fanfics yaoi (o que eu não recomendo ninguém a ler) fui vendo tirinhas com temática homossexual, vídeos de emos se beijando (me dá nojo relembrar dessas coisas, mas eu vou falar sobre tudo) e até aí eu não sentia os sintomas do HOCD, Eu sabia que era errado, que não gostava daquilo, que aquilo não me representava nem minimamente, porque como já disse só tive quedas por mulheres, nunca nem sequer cogitei ficar com um cara, nunca gostei de um, então eu sabia que isso não era parte de mim então isso não me afetava.

Até que no ano passado, com o surgimento da pandemia, eu me afundei ainda mais na pornografia, eu que já era viciado e que as vezes me M 3 vezes em um dia, passei a não ficar um dia sequer sem ver P e me M em seguida. Passei a ver vídeos homo e a ficar chocado com o que tava vendo e me permitindo ver. Eu assistia, me M e depois sentia um desgosto, uma decepção muito grande, um sentimento de estar sujo, podre, me sentia um lixo e me odiava por aquilo, porque aquilo não era eu.

Até que um dia, depois de eu ter assistido um desses vídeos e ter ficado extremamente mal, mais mal do que eu já um dia fiquei. Comecei a me questionar se era gay ou algo parecido e se tava gostando de fato do que tava vendo e do porque estava vendo, se eu não gostava daquilo.

Desde esse dia minha vida virou um inferno, eu passei a ter oscilações de humor pesadíssimas, do nada começava a chorar, me vinha imagens de vídeos que eu já tinha visto na cabeça, tinha pensamentos intrusivos de dois caras de pegando, enfim, eu não tinha paz, estava enlouquecendo e não sabia o que fazer. Foi então que contei aos meus pais.

Contei a eles e eles foram extremamente calmos comigo dizendo que eu não era isso (o que de fato eu não sou) e que isso era coisa da minha cabeça, que eu sempre desde pequeno demonstrei interesse pelas garotas, desde moleque e que eu tava passando por um momento de confusão mental e que eu deveria ir numa psiquiatra.

Fui na psiquiatra e Eu contei tudo pra ela, toda a minha história, e ela me disse que eu estava com um quadro de ansiedade generalizada de leve pra moderada e que isso era devido a pandemia e que isso iria passar. Me passou uns remédios que tem sido A MELHOR COISA QUE EU FIZ NA VIDA, e desde que tenho tomado esses remédios, não estou tendo mais crises de ansiedade, os pensamentos intrusivos pararam, e até o meu HOCD deu uma aliviada.

Porém, ainda restam algumas coisas, eu as vezes quando olho um cara bonito, com um corpo maneiro, sarado e tals, eu fico me perguntando se não estou reparando nele demais, se estou gostando dele, essas paranóias sabe, e também fico me perguntando se algum dia vou parar de pensar nessas coisas e ser feliz, ficar em paz, construir uma família linda, ter filhos e tals ( o que sempre foi um dos meus maiores sonhos)

Enfim, meu relato é esse, tem dias melhores e dias um pouco ruins, mas não muito, e quanto ao reboot eu tenho tentado parar com a P e M, mas tá meio difícil, o meu recorde foi 24-25 dias e na época senti melhoras.

Atualmente tenho tomado os remédios e feito atividade física ( o que ajuda muito) jogo tênis com meu pai e meu irmão.

Além disso, estou meio que apaixonado por uma amigona minha só que ela já tem namorado T.T

Enfim, desculpem pelo texto gigante mas não daria para eu falar da minha história em poucos  parágrafos. Qualquer coisa, sintam-se à vontade pra me fazerem perguntas.

No mais, um abraço!!


Bom dia


Parabéns por ter tido coragem de revelar sua vida e seus problemas pessoais para os outros isso já mostra que você e um homem maduro e responsável, bom pelo fato desses pensamentos de quando pensa ou olha para um homem, bom presta atenção no que você vai ler agora: um pensamento e só um pensamento e pensamento não e nada ele não tem valor, mais ficar tentando não pensar nesse pensamento também não ajuda porque por mais que você tenta não pensar ou faça algo para não pensar vai acabar pensando, olha confronte o pensamento e o observe e diga oque acha sobre ele eu te índico essas palavras: ( eu não sou àquilo que eu penso ) ou ( eu não devo acreditar naquilo que eu penso ) lembre-se um pensamento não e nada, foca no seu Reboot e coloque felicidades na sua vida faça coisas para melhorar seu humor lembre-se quando você está feliz seu corpo também está.

e sobre essa garota que você gosta independente de ela ter namorado ou não fale para ela que você gosta dela o mais rápido possível, inclusive se ela estiver em casa nesse momento fale para ela agora, porque um dia pode se arrepender e arrependimento dói muito e você não sabe se estará vivo no próximo dia para contar então vai logo.

Abraços fique com Deus 🙏


Ahhh obrigado Tiago, eu tenho tentado confrontar esses pensamentos com a verdade! Tipo, é normal achar um cara bonito e tals não é nada demais! Antes disso tudo eu já achava alguns caras mais bonitos que a média, e não há problema nisso. Beleza é algo estético, não depende da sexualidade de alguém, então eu tô lidando com isso. Ou eu fico somente ignorando o pensamento que ele passa logo.

Sobre a garota, ela sabe que eu gosto dela, mas é complicado! Quando era pra eu ter iniciativa, eu não tive, aí agora que ela tá namorando, só me resta torcer pra ela ser feliz e amar ela assim de longe mesmo (e esperar pra ver se um dia ela termina esse namoro hahaha)

Vlw pelo comentário, mano!!


Bom dia Bro


Bom já parou para pensar que talvez essa garota esteja namorando para te dar uma lição, hoje em dia tá chato porque mulheres só chegam em caras riquinhos para pedir namoro, em caras mais né sem dinheiro elas não chegam, mais tá né cada um sabe o que e melhor para si, então comece a namorar também cara não fique esperando ela, porque sua vida vai embora e você nem percebe, procure uma garota aí e comece rápido a namorar porque você tá precisando kkk.


Abraços
avatar
vcareli
Mensagens : 24
Data de inscrição : 10/04/2021
Idade : 42
Localização : Canada

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

24/4/2021, 12:04
Ichitaro escreveu:Olá pessoal,

Eu sou o Ichitaro e durante quase 1 ano venho acompanhando o fórum, e lendo os tópicos e me reconhecendo em alguns relatos e testemunhos aqui escritos, porém nunca tive coragem de criar um perfil e falar sobre a minha história, até que tive uma epifania ao perceber que (como está escrito na Bíblia) a ge te só consegue superar os nossos problemas, quando compartilhamos com os outros. Afinal, é confessando os nossos pecados que seremos curados (1 João 1:9). Então falarei sobre mim e espero que vocês não fiquem entediados com o textão.

Tenho 27 anos, sou cristão e ativo na minha igreja, sempre fui apaixonado por mulheres e sempre senti atração física por elas, apesar de pouquíssimas vezes ter de fato beijado ou namorado elas. Fui criado com uma educação que valorizava o aspecto de não objetificar as mulheres, então sempre achei feio ficar reparando demais nas mulheres na rua, ficar dando em cima assim toda hora e tals (apesar de fazer as vezes e de quebrar a cara com isso hahaha)

Perdi o BV com 18 anos de idade (SIM foi tarde, eu sei, eu tinha muito medo de levar um fora delas e isso me travava, ainda me trava as vezes) e com 18 anos mesmo tive minha primeira e única namorada com quem quase tive uma relação sexual na época, então sim eu sou virgem (e não tenho problemas com isso).


Comecei com a pornografia aos 13-14 anos (não foi tão cedo como muitos, mas já tem uns 13 anos isso já) e no início eram só imagens de mulheres se pegando, se beijando e tals (quem é antigo sabe como a internet era horrível a uma década atrás). Com o tempo as coisas foram aumentando, eu fui lendo contos pornôs lésbicos, jogando joguinhos eróticos tipo do UOL jogos, lendo algumas tirinhas, HQs ou doujinshis com temática de sexo e tals e com o tempo isso foi aumentando e mudando, eu comecei a ler fanfics yaoi (o que eu não recomendo ninguém a ler) fui vendo tirinhas com temática homossexual, vídeos de emos se beijando (me dá nojo relembrar dessas coisas, mas eu vou falar sobre tudo) e até aí eu não sentia os sintomas do HOCD, Eu sabia que era errado, que não gostava daquilo, que aquilo não me representava nem minimamente, porque como já disse só tive quedas por mulheres, nunca nem sequer cogitei ficar com um cara, nunca gostei de um, então eu sabia que isso não era parte de mim então isso não me afetava.

Até que no ano passado, com o surgimento da pandemia, eu me afundei ainda mais na pornografia, eu que já era viciado e que as vezes me M 3 vezes em um dia, passei a não ficar um dia sequer sem ver P e me M em seguida. Passei a ver vídeos homo e a ficar chocado com o que tava vendo e me permitindo ver. Eu assistia, me M e depois sentia um desgosto, uma decepção muito grande, um sentimento de estar sujo, podre, me sentia um lixo e me odiava por aquilo, porque aquilo não era eu.

Até que um dia, depois de eu ter assistido um desses vídeos e ter ficado extremamente mal, mais mal do que eu já um dia fiquei. Comecei a me questionar se era gay ou algo parecido e se tava gostando de fato do que tava vendo e do porque estava vendo, se eu não gostava daquilo.

Desde esse dia minha vida virou um inferno, eu passei a ter oscilações de humor pesadíssimas, do nada começava a chorar, me vinha imagens de vídeos que eu já tinha visto na cabeça, tinha pensamentos intrusivos de dois caras de pegando, enfim, eu não tinha paz, estava enlouquecendo e não sabia o que fazer. Foi então que contei aos meus pais.

Contei a eles e eles foram extremamente calmos comigo dizendo que eu não era isso (o que de fato eu não sou) e que isso era coisa da minha cabeça, que eu sempre desde pequeno demonstrei interesse pelas garotas, desde moleque e que eu tava passando por um momento de confusão mental e que eu deveria ir numa psiquiatra.

Fui na psiquiatra e Eu contei tudo pra ela, toda a minha história, e ela me disse que eu estava com um quadro de ansiedade generalizada de leve pra moderada e que isso era devido a pandemia e que isso iria passar. Me passou uns remédios que tem sido A MELHOR COISA QUE EU FIZ NA VIDA, e desde que tenho tomado esses remédios, não estou tendo mais crises de ansiedade, os pensamentos intrusivos pararam, e até o meu HOCD deu uma aliviada.

Porém, ainda restam algumas coisas, eu as vezes quando olho um cara bonito, com um corpo maneiro, sarado e tals, eu fico me perguntando se não estou reparando nele demais, se estou gostando dele, essas paranóias sabe, e também fico me perguntando se algum dia vou parar de pensar nessas coisas e ser feliz, ficar em paz, construir uma família linda, ter filhos e tals ( o que sempre foi um dos meus maiores sonhos)

Enfim, meu relato é esse, tem dias melhores e dias um pouco ruins, mas não muito, e quanto ao reboot eu tenho tentado parar com a P e M, mas tá meio difícil, o meu recorde foi 24-25 dias e na época senti melhoras.

Atualmente tenho tomado os remédios e feito atividade física ( o que ajuda muito) jogo tênis com meu pai e meu irmão.

Além disso, estou meio que apaixonado por uma amigona minha só que ela já tem namorado T.T

Enfim, desculpem pelo texto gigante mas não daria para eu falar da minha história em poucos  parágrafos. Qualquer coisa, sintam-se à vontade pra me fazerem perguntas.

No mais, um abraço!!

Bom dia,

Eu sou mais velho um pouco do que vc (42a) e tenho mais tempo afundado nessa porcaria de vício (30 anos de viciado). Mas decidi levar um dia de cada vez. Segurar nas costas 90 dias ou 6 meses ou 1 ano é difícil demais. Mas segurar um dia de cada vez é possível pra todos nós. Eu fui como vc um adolescente tímido, e que respeitava as mulheres demais. Isso é muito bom.

Um dia namorei com uma moça que me amava de verdade mas acabamos nós separando e eu sempre quis voltar pra ela e nunca falei sobre isso com ela. Até que recebi a notícia dela ter falecido ano passado. Por isso não deixa pra depois não.

Outra coisa a respeito do vício PMO e do problema de HOCD eu tbm tenho. E estou lutando contra um dia após o outro. Tenho esposa linda que amo, filhos lindos que são tudo pra mim, mas o vício me levou achar q eu era gay, me levou pensar me mostrar pra outros, sendo que toda minha vida nunca me interessei por homens só pelo sexo feminino. Mas esse vício maldito muda cabeça da gente demais. Então largue isso e vença um dia após o outro.

Brock, Aldo The Apache e Ichitaro gostam desta mensagem

Ichitaro
Ichitaro
Mensagens : 35
Data de inscrição : 24/04/2021
Idade : 28

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

24/4/2021, 22:40


Bom dia Bro


Bom já parou para pensar que talvez essa garota esteja namorando para te dar uma lição, hoje em dia tá chato porque mulheres só chegam em caras riquinhos para pedir namoro, em caras mais né sem dinheiro elas não chegam, mais tá né cada um sabe o que e melhor para si, então comece a namorar também cara não fique esperando ela, porque sua vida vai embora e você nem percebe, procure uma garota aí e comece rápido a namorar porque você tá precisando kkk.


Abraços[/quote]

Cara, é possível que ela esteja fazendo isso na expectativa que eu mude algumas coisas em mim sabe?? Mas eu também não quero ficar correndo atrás dela tanto assim não, quero conhecer novas garotas também. Mas Deus sabe o que faz, se for pra gente ficar junto, a gente vai ficar.

Vlw pelo comentário mano!!
Ichitaro
Ichitaro
Mensagens : 35
Data de inscrição : 24/04/2021
Idade : 28

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

25/4/2021, 12:28
vcareli escreveu:
Ichitaro escreveu:Olá pessoal,

Eu sou o Ichitaro e durante quase 1 ano venho acompanhando o fórum, e lendo os tópicos e me reconhecendo em alguns relatos e testemunhos aqui escritos, porém nunca tive coragem de criar um perfil e falar sobre a minha história, até que tive uma epifania ao perceber que (como está escrito na Bíblia) a ge te só consegue superar os nossos problemas, quando compartilhamos com os outros. Afinal, é confessando os nossos pecados que seremos curados (1 João 1:9). Então falarei sobre mim e espero que vocês não fiquem entediados com o textão.

Tenho 27 anos, sou cristão e ativo na minha igreja, sempre fui apaixonado por mulheres e sempre senti atração física por elas, apesar de pouquíssimas vezes ter de fato beijado ou namorado elas. Fui criado com uma educação que valorizava o aspecto de não objetificar as mulheres, então sempre achei feio ficar reparando demais nas mulheres na rua, ficar dando em cima assim toda hora e tals (apesar de fazer as vezes e de quebrar a cara com isso hahaha)

Perdi o BV com 18 anos de idade (SIM foi tarde, eu sei, eu tinha muito medo de levar um fora delas e isso me travava, ainda me trava as vezes) e com 18 anos mesmo tive minha primeira e única namorada com quem quase tive uma relação sexual na época, então sim eu sou virgem (e não tenho problemas com isso).


Comecei com a pornografia aos 13-14 anos (não foi tão cedo como muitos, mas já tem uns 13 anos isso já) e no início eram só imagens de mulheres se pegando, se beijando e tals (quem é antigo sabe como a internet era horrível a uma década atrás). Com o tempo as coisas foram aumentando, eu fui lendo contos pornôs lésbicos, jogando joguinhos eróticos tipo do UOL jogos, lendo algumas tirinhas, HQs ou doujinshis com temática de sexo e tals e com o tempo isso foi aumentando e mudando, eu comecei a ler fanfics yaoi (o que eu não recomendo ninguém a ler) fui vendo tirinhas com temática homossexual, vídeos de emos se beijando (me dá nojo relembrar dessas coisas, mas eu vou falar sobre tudo) e até aí eu não sentia os sintomas do HOCD, Eu sabia que era errado, que não gostava daquilo, que aquilo não me representava nem minimamente, porque como já disse só tive quedas por mulheres, nunca nem sequer cogitei ficar com um cara, nunca gostei de um, então eu sabia que isso não era parte de mim então isso não me afetava.

Até que no ano passado, com o surgimento da pandemia, eu me afundei ainda mais na pornografia, eu que já era viciado e que as vezes me M 3 vezes em um dia, passei a não ficar um dia sequer sem ver P e me M em seguida. Passei a ver vídeos homo e a ficar chocado com o que tava vendo e me permitindo ver. Eu assistia, me M e depois sentia um desgosto, uma decepção muito grande, um sentimento de estar sujo, podre, me sentia um lixo e me odiava por aquilo, porque aquilo não era eu.

Até que um dia, depois de eu ter assistido um desses vídeos e ter ficado extremamente mal, mais mal do que eu já um dia fiquei. Comecei a me questionar se era gay ou algo parecido e se tava gostando de fato do que tava vendo e do porque estava vendo, se eu não gostava daquilo.

Desde esse dia minha vida virou um inferno, eu passei a ter oscilações de humor pesadíssimas, do nada começava a chorar, me vinha imagens de vídeos que eu já tinha visto na cabeça, tinha pensamentos intrusivos de dois caras de pegando, enfim, eu não tinha paz, estava enlouquecendo e não sabia o que fazer. Foi então que contei aos meus pais.

Contei a eles e eles foram extremamente calmos comigo dizendo que eu não era isso (o que de fato eu não sou) e que isso era coisa da minha cabeça, que eu sempre desde pequeno demonstrei interesse pelas garotas, desde moleque e que eu tava passando por um momento de confusão mental e que eu deveria ir numa psiquiatra.

Fui na psiquiatra e Eu contei tudo pra ela, toda a minha história, e ela me disse que eu estava com um quadro de ansiedade generalizada de leve pra moderada e que isso era devido a pandemia e que isso iria passar. Me passou uns remédios que tem sido A MELHOR COISA QUE EU FIZ NA VIDA, e desde que tenho tomado esses remédios, não estou tendo mais crises de ansiedade, os pensamentos intrusivos pararam, e até o meu HOCD deu uma aliviada.

Porém, ainda restam algumas coisas, eu as vezes quando olho um cara bonito, com um corpo maneiro, sarado e tals, eu fico me perguntando se não estou reparando nele demais, se estou gostando dele, essas paranóias sabe, e também fico me perguntando se algum dia vou parar de pensar nessas coisas e ser feliz, ficar em paz, construir uma família linda, ter filhos e tals ( o que sempre foi um dos meus maiores sonhos)

Enfim, meu relato é esse, tem dias melhores e dias um pouco ruins, mas não muito, e quanto ao reboot eu tenho tentado parar com a P e M, mas tá meio difícil, o meu recorde foi 24-25 dias e na época senti melhoras.

Atualmente tenho tomado os remédios e feito atividade física ( o que ajuda muito) jogo tênis com meu pai e meu irmão.

Além disso, estou meio que apaixonado por uma amigona minha só que ela já tem namorado T.T

Enfim, desculpem pelo texto gigante mas não daria para eu falar da minha história em poucos  parágrafos. Qualquer coisa, sintam-se à vontade pra me fazerem perguntas.

No mais, um abraço!!

Bom dia,

Eu sou mais velho um pouco do que vc (42a) e tenho mais tempo afundado nessa porcaria de vício (30 anos de viciado). Mas decidi levar um dia de cada vez. Segurar nas costas 90 dias ou 6 meses ou 1 ano é difícil demais. Mas segurar um dia de cada vez é possível pra todos nós. Eu fui como vc um adolescente tímido, e que respeitava as mulheres demais. Isso é muito bom.

Um dia namorei com uma moça que me amava de verdade mas acabamos nós separando e eu sempre quis voltar pra ela e nunca falei sobre isso com ela. Até que recebi a notícia dela ter falecido ano passado. Por isso não deixa pra depois não.

Outra coisa a respeito do vício PMO e do problema de HOCD eu tbm tenho. E estou lutando contra um dia após o outro. Tenho esposa linda que amo, filhos lindos que são tudo pra mim, mas o vício me levou achar q eu era gay, me levou pensar me mostrar pra outros, sendo que toda minha vida nunca me interessei por homens só pelo sexo feminino. Mas esse vício maldito muda cabeça da gente demais. Então largue isso e vença um dia após o outro.

Obrigado pelo comentário, realmente 42 anos traz a bagagem de muita experiência na vida, e se você que é casado e tem filhos tá sofrendo com isso, significa que não tem idade pra sofrer disso, pode acontecer com todos a qualquer hora. O vício em PMO realmente estraga o nosso cérebro a ponto de nos fazer pensar e imaginar cenários que nos dão medo, repulsa e ansiedade.

Vou continuar com o reboot e espero ter melhoras ainda maiores com o tempo!

Aldo The Apache gosta desta mensagem

Aldo The Apache
Aldo The Apache
Mensagens : 188
Data de inscrição : 02/03/2021
Idade : 29

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

25/4/2021, 17:05
Olá, Tiago

Tudo certo???

Complementando esses seus interessantes comentários sobre os pensamentos, recomendo o vídeo "Lei do Esforço Reverso | Por Que Tentar Ser Feliz é Infeliz"

link: https://www.youtube.com/watch?v=LyAT1JqhvAA


Ichitaro,

Quanto à questão de se abrir para a mina, realmente acredito é melhor se arrepender de uma ação que passar o resto da vida se martirizando por ter perdido uma chance.

Como ela tá namorando vá atrás de outra! Talvez voce suponha que não há alguém melhor que ela, mas acredite, existe sim.

Já passei por isso e hoje vejo aquela colega que eu era apaixonado e nem acredito que sofri por ela. Assim como a paixao, a pornografia nos cega. Nosso cérebro é foda.

Agora é o momento de voce conhecer outras pessoas, ocupar a sua mente com quem valha a pena.



Abraços

Tiago* escreveu:
Ichitaro escreveu:Olá pessoal,

Eu sou o Ichitaro e durante quase 1 ano venho acompanhando o fórum, e lendo os tópicos e me reconhecendo em alguns relatos e testemunhos aqui escritos, porém nunca tive coragem de criar um perfil e falar sobre a minha história, até que tive uma epifania ao perceber que (como está escrito na Bíblia) a ge te só consegue superar os nossos problemas, quando compartilhamos com os outros. Afinal, é confessando os nossos pecados que seremos curados (1 João 1:9). Então falarei sobre mim e espero que vocês não fiquem entediados com o textão.

Tenho 27 anos, sou cristão e ativo na minha igreja, sempre fui apaixonado por mulheres e sempre senti atração física por elas, apesar de pouquíssimas vezes ter de fato beijado ou namorado elas. Fui criado com uma educação que valorizava o aspecto de não objetificar as mulheres, então sempre achei feio ficar reparando demais nas mulheres na rua, ficar dando em cima assim toda hora e tals (apesar de fazer as vezes e de quebrar a cara com isso hahaha)

Perdi o BV com 18 anos de idade (SIM foi tarde, eu sei, eu tinha muito medo de levar um fora delas e isso me travava, ainda me trava as vezes) e com 18 anos mesmo tive minha primeira e única namorada com quem quase tive uma relação sexual na época, então sim eu sou virgem (e não tenho problemas com isso).


Comecei com a pornografia aos 13-14 anos (não foi tão cedo como muitos, mas já tem uns 13 anos isso já) e no início eram só imagens de mulheres se pegando, se beijando e tals (quem é antigo sabe como a internet era horrível a uma década atrás). Com o tempo as coisas foram aumentando, eu fui lendo contos pornôs lésbicos, jogando joguinhos eróticos tipo do UOL jogos, lendo algumas tirinhas, HQs ou doujinshis com temática de sexo e tals e com o tempo isso foi aumentando e mudando, eu comecei a ler fanfics yaoi (o que eu não recomendo ninguém a ler) fui vendo tirinhas com temática homossexual, vídeos de emos se beijando (me dá nojo relembrar dessas coisas, mas eu vou falar sobre tudo) e até aí eu não sentia os sintomas do HOCD, Eu sabia que era errado, que não gostava daquilo, que aquilo não me representava nem minimamente, porque como já disse só tive quedas por mulheres, nunca nem sequer cogitei ficar com um cara, nunca gostei de um, então eu sabia que isso não era parte de mim então isso não me afetava.

Até que no ano passado, com o surgimento da pandemia, eu me afundei ainda mais na pornografia, eu que já era viciado e que as vezes me M 3 vezes em um dia, passei a não ficar um dia sequer sem ver P e me M em seguida. Passei a ver vídeos homo e a ficar chocado com o que tava vendo e me permitindo ver. Eu assistia, me M e depois sentia um desgosto, uma decepção muito grande, um sentimento de estar sujo, podre, me sentia um lixo e me odiava por aquilo, porque aquilo não era eu.

Até que um dia, depois de eu ter assistido um desses vídeos e ter ficado extremamente mal, mais mal do que eu já um dia fiquei. Comecei a me questionar se era gay ou algo parecido e se tava gostando de fato do que tava vendo e do porque estava vendo, se eu não gostava daquilo.

Desde esse dia minha vida virou um inferno, eu passei a ter oscilações de humor pesadíssimas, do nada começava a chorar, me vinha imagens de vídeos que eu já tinha visto na cabeça, tinha pensamentos intrusivos de dois caras de pegando, enfim, eu não tinha paz, estava enlouquecendo e não sabia o que fazer. Foi então que contei aos meus pais.

Contei a eles e eles foram extremamente calmos comigo dizendo que eu não era isso (o que de fato eu não sou) e que isso era coisa da minha cabeça, que eu sempre desde pequeno demonstrei interesse pelas garotas, desde moleque e que eu tava passando por um momento de confusão mental e que eu deveria ir numa psiquiatra.

Fui na psiquiatra e Eu contei tudo pra ela, toda a minha história, e ela me disse que eu estava com um quadro de ansiedade generalizada de leve pra moderada e que isso era devido a pandemia e que isso iria passar. Me passou uns remédios que tem sido A MELHOR COISA QUE EU FIZ NA VIDA, e desde que tenho tomado esses remédios, não estou tendo mais crises de ansiedade, os pensamentos intrusivos pararam, e até o meu HOCD deu uma aliviada.

Porém, ainda restam algumas coisas, eu as vezes quando olho um cara bonito, com um corpo maneiro, sarado e tals, eu fico me perguntando se não estou reparando nele demais, se estou gostando dele, essas paranóias sabe, e também fico me perguntando se algum dia vou parar de pensar nessas coisas e ser feliz, ficar em paz, construir uma família linda, ter filhos e tals ( o que sempre foi um dos meus maiores sonhos)

Enfim, meu relato é esse, tem dias melhores e dias um pouco ruins, mas não muito, e quanto ao reboot eu tenho tentado parar com a P e M, mas tá meio difícil, o meu recorde foi 24-25 dias e na época senti melhoras.

Atualmente tenho tomado os remédios e feito atividade física ( o que ajuda muito) jogo tênis com meu pai e meu irmão.

Além disso, estou meio que apaixonado por uma amigona minha só que ela já tem namorado T.T

Enfim, desculpem pelo texto gigante mas não daria para eu falar da minha história em poucos  parágrafos. Qualquer coisa, sintam-se à vontade pra me fazerem perguntas.

No mais, um abraço!!


Bom dia


Parabéns por ter tido coragem de revelar sua vida e seus problemas pessoais para os outros isso já mostra que você e um homem maduro e responsável, bom pelo fato desses pensamentos de quando pensa ou olha para um homem, bom presta atenção no que você vai ler agora: um pensamento e só um pensamento e pensamento não e nada ele não tem valor, mais ficar tentando não pensar nesse pensamento também não ajuda porque por mais que você tenta não pensar ou faça algo para não pensar vai acabar pensando, olha confronte o pensamento e o observe e diga oque acha sobre ele eu te índico essas palavras: ( eu não sou àquilo que eu penso ) ou ( eu não devo acreditar naquilo que eu penso ) lembre-se um pensamento não e nada, foca no seu Reboot e coloque felicidades na sua vida faça coisas para melhorar seu humor lembre-se quando você está feliz seu corpo também está.

e sobre essa garota que você gosta independente de ela ter namorado ou não fale para ela que você gosta dela o mais rápido possível, inclusive se ela estiver em casa nesse momento fale para ela agora, porque um dia pode se arrepender e arrependimento dói muito e você não sabe se estará vivo no próximo dia para contar então vai logo.

Abraços fique com Deus 🙏


_______________________________________
Eu chamo de bravo aquele que ultrapassou seus desejos, e não aquele que venceu seus inimigos; pois a mais dura das vitórias é a vitória sobre si mesmo - Aristóteles
Aldo The Apache
Aldo The Apache
Mensagens : 188
Data de inscrição : 02/03/2021
Idade : 29

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

25/4/2021, 17:17
Ichitaro,

sensacional o seu relato, cara!

Continue compartilhando conosco suas experiencias, por favor.

Não sei se isso lhe conforta, mas passei por muitas coisas parecidas! Inclusive jogo tenis para ocupar a minha mente (ajuda muito mesmo)

A verdade é que eu demorei um século para sair com meninas...


Também tive uma primeira namorada que como a qual "quase tivemos sexo". Assim como voce nos relatou.

Depois (em 2017 acho) tive a péssima ideia de pagar um programa com uma garota. Não sei se voce cogita isso, MAS NÃO FAÇA. Durante o programa eu só pensava em pegar meu celular para ver um vídeo porno, já que aquela realidade era muito menos excitante.

Em 2019 tive um relacionamento bem bosta com uma narcisista, ou seja, foi super tóxico! Mas já rolou sexo porque nesta época eu já estava me afastando da pornografia.

Engraçado esse fato de viciados em pornografia se atraírem por pessoas perturbadas também! Li isso no ebook do reboot.

Abraço! Fique com Deus


Ichitaro escreveu:Olá pessoal,

Eu sou o Ichitaro e durante quase 1 ano venho acompanhando o fórum, e lendo os tópicos e me reconhecendo em alguns relatos e testemunhos aqui escritos, porém nunca tive coragem de criar um perfil e falar sobre a minha história, até que tive uma epifania ao perceber que (como está escrito na Bíblia) a ge te só consegue superar os nossos problemas, quando compartilhamos com os outros. Afinal, é confessando os nossos pecados que seremos curados (1 João 1:9). Então falarei sobre mim e espero que vocês não fiquem entediados com o textão.

Tenho 27 anos, sou cristão e ativo na minha igreja, sempre fui apaixonado por mulheres e sempre senti atração física por elas, apesar de pouquíssimas vezes ter de fato beijado ou namorado elas. Fui criado com uma educação que valorizava o aspecto de não objetificar as mulheres, então sempre achei feio ficar reparando demais nas mulheres na rua, ficar dando em cima assim toda hora e tals (apesar de fazer as vezes e de quebrar a cara com isso hahaha)

Perdi o BV com 18 anos de idade (SIM foi tarde, eu sei, eu tinha muito medo de levar um fora delas e isso me travava, ainda me trava as vezes) e com 18 anos mesmo tive minha primeira e única namorada com quem quase tive uma relação sexual na época, então sim eu sou virgem (e não tenho problemas com isso).


Comecei com a pornografia aos 13-14 anos (não foi tão cedo como muitos, mas já tem uns 13 anos isso já) e no início eram só imagens de mulheres se pegando, se beijando e tals (quem é antigo sabe como a internet era horrível a uma década atrás). Com o tempo as coisas foram aumentando, eu fui lendo contos pornôs lésbicos, jogando joguinhos eróticos tipo do UOL jogos, lendo algumas tirinhas, HQs ou doujinshis com temática de sexo e tals e com o tempo isso foi aumentando e mudando, eu comecei a ler fanfics yaoi (o que eu não recomendo ninguém a ler) fui vendo tirinhas com temática homossexual, vídeos de emos se beijando (me dá nojo relembrar dessas coisas, mas eu vou falar sobre tudo) e até aí eu não sentia os sintomas do HOCD, Eu sabia que era errado, que não gostava daquilo, que aquilo não me representava nem minimamente, porque como já disse só tive quedas por mulheres, nunca nem sequer cogitei ficar com um cara, nunca gostei de um, então eu sabia que isso não era parte de mim então isso não me afetava.

Até que no ano passado, com o surgimento da pandemia, eu me afundei ainda mais na pornografia, eu que já era viciado e que as vezes me M 3 vezes em um dia, passei a não ficar um dia sequer sem ver P e me M em seguida. Passei a ver vídeos homo e a ficar chocado com o que tava vendo e me permitindo ver. Eu assistia, me M e depois sentia um desgosto, uma decepção muito grande, um sentimento de estar sujo, podre, me sentia um lixo e me odiava por aquilo, porque aquilo não era eu.

Até que um dia, depois de eu ter assistido um desses vídeos e ter ficado extremamente mal, mais mal do que eu já um dia fiquei. Comecei a me questionar se era gay ou algo parecido e se tava gostando de fato do que tava vendo e do porque estava vendo, se eu não gostava daquilo.

Desde esse dia minha vida virou um inferno, eu passei a ter oscilações de humor pesadíssimas, do nada começava a chorar, me vinha imagens de vídeos que eu já tinha visto na cabeça, tinha pensamentos intrusivos de dois caras de pegando, enfim, eu não tinha paz, estava enlouquecendo e não sabia o que fazer. Foi então que contei aos meus pais.

Contei a eles e eles foram extremamente calmos comigo dizendo que eu não era isso (o que de fato eu não sou) e que isso era coisa da minha cabeça, que eu sempre desde pequeno demonstrei interesse pelas garotas, desde moleque e que eu tava passando por um momento de confusão mental e que eu deveria ir numa psiquiatra.

Fui na psiquiatra e Eu contei tudo pra ela, toda a minha história, e ela me disse que eu estava com um quadro de ansiedade generalizada de leve pra moderada e que isso era devido a pandemia e que isso iria passar. Me passou uns remédios que tem sido A MELHOR COISA QUE EU FIZ NA VIDA, e desde que tenho tomado esses remédios, não estou tendo mais crises de ansiedade, os pensamentos intrusivos pararam, e até o meu HOCD deu uma aliviada.

Porém, ainda restam algumas coisas, eu as vezes quando olho um cara bonito, com um corpo maneiro, sarado e tals, eu fico me perguntando se não estou reparando nele demais, se estou gostando dele, essas paranóias sabe, e também fico me perguntando se algum dia vou parar de pensar nessas coisas e ser feliz, ficar em paz, construir uma família linda, ter filhos e tals ( o que sempre foi um dos meus maiores sonhos)

Enfim, meu relato é esse, tem dias melhores e dias um pouco ruins, mas não muito, e quanto ao reboot eu tenho tentado parar com a P e M, mas tá meio difícil, o meu recorde foi 24-25 dias e na época senti melhoras.

Atualmente tenho tomado os remédios e feito atividade física ( o que ajuda muito) jogo tênis com meu pai e meu irmão.

Além disso, estou meio que apaixonado por uma amigona minha só que ela já tem namorado T.T

Enfim, desculpem pelo texto gigante mas não daria para eu falar da minha história em poucos  parágrafos. Qualquer coisa, sintam-se à vontade pra me fazerem perguntas.

No mais, um abraço!!

_______________________________________
Eu chamo de bravo aquele que ultrapassou seus desejos, e não aquele que venceu seus inimigos; pois a mais dura das vitórias é a vitória sobre si mesmo - Aristóteles
avatar
Convidado
Convidado

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

25/4/2021, 17:24
Aldo The Apache escreveu:Ichitaro,

sensacional o seu relato, cara!

Continue compartilhando conosco suas experiencias, por favor.

Não sei se isso lhe conforta, mas passei por muitas coisas parecidas! Inclusive jogo tenis para ocupar a minha mente (ajuda muito mesmo)

A verdade é que eu demorei um século para sair com meninas...


Também tive uma primeira namorada que como a qual "quase tivemos sexo". Assim como voce nos relatou.

Depois (em 2017 acho) tive a péssima ideia de pagar um programa com uma garota. Não sei se voce cogita isso, MAS NÃO FAÇA. Durante o programa eu só pensava em pegar meu celular para ver um vídeo porno, já que aquela realidade era muito menos excitante.

Em 2019 tive um relacionamento bem bosta com uma narcisista,  ou seja, foi super tóxico! Mas já rolou sexo porque nesta época eu já estava me afastando da pornografia.

Engraçado esse fato de viciados em pornografia se atraírem por pessoas perturbadas também! Li isso no ebook do reboot.

Abraço! Fique com Deus


Ichitaro escreveu:Olá pessoal,

Eu sou o Ichitaro e durante quase 1 ano venho acompanhando o fórum, e lendo os tópicos e me reconhecendo em alguns relatos e testemunhos aqui escritos, porém nunca tive coragem de criar um perfil e falar sobre a minha história, até que tive uma epifania ao perceber que (como está escrito na Bíblia) a ge te só consegue superar os nossos problemas, quando compartilhamos com os outros. Afinal, é confessando os nossos pecados que seremos curados (1 João 1:9). Então falarei sobre mim e espero que vocês não fiquem entediados com o textão.

Tenho 27 anos, sou cristão e ativo na minha igreja, sempre fui apaixonado por mulheres e sempre senti atração física por elas, apesar de pouquíssimas vezes ter de fato beijado ou namorado elas. Fui criado com uma educação que valorizava o aspecto de não objetificar as mulheres, então sempre achei feio ficar reparando demais nas mulheres na rua, ficar dando em cima assim toda hora e tals (apesar de fazer as vezes e de quebrar a cara com isso hahaha)

Perdi o BV com 18 anos de idade (SIM foi tarde, eu sei, eu tinha muito medo de levar um fora delas e isso me travava, ainda me trava as vezes) e com 18 anos mesmo tive minha primeira e única namorada com quem quase tive uma relação sexual na época, então sim eu sou virgem (e não tenho problemas com isso).


Comecei com a pornografia aos 13-14 anos (não foi tão cedo como muitos, mas já tem uns 13 anos isso já) e no início eram só imagens de mulheres se pegando, se beijando e tals (quem é antigo sabe como a internet era horrível a uma década atrás). Com o tempo as coisas foram aumentando, eu fui lendo contos pornôs lésbicos, jogando joguinhos eróticos tipo do UOL jogos, lendo algumas tirinhas, HQs ou doujinshis com temática de sexo e tals e com o tempo isso foi aumentando e mudando, eu comecei a ler fanfics yaoi (o que eu não recomendo ninguém a ler) fui vendo tirinhas com temática homossexual, vídeos de emos se beijando (me dá nojo relembrar dessas coisas, mas eu vou falar sobre tudo) e até aí eu não sentia os sintomas do HOCD, Eu sabia que era errado, que não gostava daquilo, que aquilo não me representava nem minimamente, porque como já disse só tive quedas por mulheres, nunca nem sequer cogitei ficar com um cara, nunca gostei de um, então eu sabia que isso não era parte de mim então isso não me afetava.

Até que no ano passado, com o surgimento da pandemia, eu me afundei ainda mais na pornografia, eu que já era viciado e que as vezes me M 3 vezes em um dia, passei a não ficar um dia sequer sem ver P e me M em seguida. Passei a ver vídeos homo e a ficar chocado com o que tava vendo e me permitindo ver. Eu assistia, me M e depois sentia um desgosto, uma decepção muito grande, um sentimento de estar sujo, podre, me sentia um lixo e me odiava por aquilo, porque aquilo não era eu.

Até que um dia, depois de eu ter assistido um desses vídeos e ter ficado extremamente mal, mais mal do que eu já um dia fiquei. Comecei a me questionar se era gay ou algo parecido e se tava gostando de fato do que tava vendo e do porque estava vendo, se eu não gostava daquilo.

Desde esse dia minha vida virou um inferno, eu passei a ter oscilações de humor pesadíssimas, do nada começava a chorar, me vinha imagens de vídeos que eu já tinha visto na cabeça, tinha pensamentos intrusivos de dois caras de pegando, enfim, eu não tinha paz, estava enlouquecendo e não sabia o que fazer. Foi então que contei aos meus pais.

Contei a eles e eles foram extremamente calmos comigo dizendo que eu não era isso (o que de fato eu não sou) e que isso era coisa da minha cabeça, que eu sempre desde pequeno demonstrei interesse pelas garotas, desde moleque e que eu tava passando por um momento de confusão mental e que eu deveria ir numa psiquiatra.

Fui na psiquiatra e Eu contei tudo pra ela, toda a minha história, e ela me disse que eu estava com um quadro de ansiedade generalizada de leve pra moderada e que isso era devido a pandemia e que isso iria passar. Me passou uns remédios que tem sido A MELHOR COISA QUE EU FIZ NA VIDA, e desde que tenho tomado esses remédios, não estou tendo mais crises de ansiedade, os pensamentos intrusivos pararam, e até o meu HOCD deu uma aliviada.

Porém, ainda restam algumas coisas, eu as vezes quando olho um cara bonito, com um corpo maneiro, sarado e tals, eu fico me perguntando se não estou reparando nele demais, se estou gostando dele, essas paranóias sabe, e também fico me perguntando se algum dia vou parar de pensar nessas coisas e ser feliz, ficar em paz, construir uma família linda, ter filhos e tals ( o que sempre foi um dos meus maiores sonhos)

Enfim, meu relato é esse, tem dias melhores e dias um pouco ruins, mas não muito, e quanto ao reboot eu tenho tentado parar com a P e M, mas tá meio difícil, o meu recorde foi 24-25 dias e na época senti melhoras.

Atualmente tenho tomado os remédios e feito atividade física ( o que ajuda muito) jogo tênis com meu pai e meu irmão.

Além disso, estou meio que apaixonado por uma amigona minha só que ela já tem namorado T.T

Enfim, desculpem pelo texto gigante mas não daria para eu falar da minha história em poucos  parágrafos. Qualquer coisa, sintam-se à vontade pra me fazerem perguntas.

No mais, um abraço!!


Poisé mano a P nós faz fazer coisas horríveis, porque o cérebro quer mais e mais dopamina e acabamos fazendo coisas pelas quais nós arrependemos, mais passado e passado e devemos viver o presente e focar no futuro e agradecer pelo perdão que Deus nos deu.
Ichitaro
Ichitaro
Mensagens : 35
Data de inscrição : 24/04/2021
Idade : 28

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

27/4/2021, 17:24
Aldo The Apache escreveu:Ichitaro,

sensacional o seu relato, cara!

Continue compartilhando conosco suas experiencias, por favor.

Não sei se isso lhe conforta, mas passei por muitas coisas parecidas! Inclusive jogo tenis para ocupar a minha mente (ajuda muito mesmo)

A verdade é que eu demorei um século para sair com meninas...


Também tive uma primeira namorada que como a qual "quase tivemos sexo". Assim como voce nos relatou.

Depois (em 2017 acho) tive a péssima ideia de pagar um programa com uma garota. Não sei se voce cogita isso, MAS NÃO FAÇA. Durante o programa eu só pensava em pegar meu celular para ver um vídeo porno, já que aquela realidade era muito menos excitante.

Em 2019 tive um relacionamento bem bosta com uma narcisista,  ou seja, foi super tóxico! Mas já rolou sexo porque nesta época eu já estava me afastando da pornografia.

Engraçado esse fato de viciados em pornografia se atraírem por pessoas perturbadas também! Li isso no ebook do reboot.

Abraço! Fique com Deus


Opa, vlw pelo comentário Aldo, caraca as nossas experiências são bem parecidas mesmo cara, mas eu não cogito pagar por um programa não, sempre fui muito contra a ideia de sexo por sexo só. Pra mim sexo tem que ter sentimento se não é vazio demais. Eu sempre gostei da ideia de me relacionar com alguém, ficar só por ficar é jogar no modo easy, não tem comprometimento, aprendizagem e amadurecimento.

Mas confesso que pra mim tá bem difícil, já estou a 8 anos sem beijar na boca hahaha é sério mesmo. E eu acredito que por conta da carência eu fui me afundando ainda mais em pornografia ao ponto de chegar no que cheguei hoje.

Sobre o reboot eu estou seguindo bem, já tem 1 semana (eu acho) que estou sem PMO, mas confesso que fico mal mesmo quando eu caio pra p gay (o que tem sido bem raro, mas de vez em quando acontece) aí me bate o medo de me tornar aquele personagem na novela que é casado, tem filhos, mas se relaciona com um outro cara. Eu sei que isso é ansiedade, medo do futuro, imaginar cenários catastróficos que não tem a menor chance de acontecer, mas isso me deixa chatiado mesmo.

No mais eu também compartilho dessa experiência de namorar garotas com desequilibradas, a minha ex era super insegura porque ela tinha sido traída 2 vezes, a primeira o cara pegou a melhor amiga dela e a outra foi quando ela pegou o namorado dela beijando outro cara numa festa. Aí ela vivia atrás de mim querendo saber aonde eu tava, não queria que eu fosse visitar os amigos sozinho, enfim, foi um inferno. Mas pelo menos eu aprendi e não vou mais me relacionar com esse tipo de garota novamente.

Vou postar mais vezes aqui os meus relatos

Aldo The Apache gosta desta mensagem

Aldo The Apache
Aldo The Apache
Mensagens : 188
Data de inscrição : 02/03/2021
Idade : 29

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

27/4/2021, 20:58
E aí, Ichitaro!

Você disse "a minha ex era super insegura porque ela tinha sido traída 2 vezes" e eu até ri porque isso aconteceu também com minha ex.

Cara, que bom que você tem essa mentalidade! Dá para sentir que voce é uma pessoa bem espiritualizada, bem instruído e que vai muito longe assim.

Não esquente a cabeça com essa questão de tempo sem beijar na boca. Eu estou há 2 anos e tá tudo bem!

Outra questão interessante: a pornografia e a mídia em geral nos passam uma ideia que o sexo é uma necessidade, ou seja, algo que precisa ser saciado constantemente. Porém, na realidade, não é assim! Penso agora que sexo deve ser ato de carinho e só deve ser feito com quem compartilhamos sentimentos.

Com o reboot passei por várias poluções noturnas (algo que ainda não tinha experimentado), mas atualmente encaro esse fenômeno com naturalidade. Voce, agora sem PMO, provavelmente vai passar por isso.

No começo tive VÁRIOS pesadelos eróticos! Voce ta preocupado em virar o cara da novela porque ainda está com os reflexos do HOCD, mas relaxa! isso vai passar logo!
Foque em não utilizar os substitutos da pornografia! eu mesmo já cai muito nessas armadilhas de ficar vendo fotos no insta, filmes eróticos no netflix, video chamadas etc.

Eu ficava numa nóia terrível também! Pensava que meus pais me viam como um potencial gay, sei lá...uma loucura!

Hoje estou mais confiante e seguro da minha sexualidade. Continue firme conosco Ichitaro.

Tamo junto





Ichitaro escreveu:
Aldo The Apache escreveu:Ichitaro,

sensacional o seu relato, cara!

Continue compartilhando conosco suas experiencias, por favor.

Não sei se isso lhe conforta, mas passei por muitas coisas parecidas! Inclusive jogo tenis para ocupar a minha mente (ajuda muito mesmo)

A verdade é que eu demorei um século para sair com meninas...


Também tive uma primeira namorada que como a qual "quase tivemos sexo". Assim como voce nos relatou.

Depois (em 2017 acho) tive a péssima ideia de pagar um programa com uma garota. Não sei se voce cogita isso, MAS NÃO FAÇA. Durante o programa eu só pensava em pegar meu celular para ver um vídeo porno, já que aquela realidade era muito menos excitante.

Em 2019 tive um relacionamento bem bosta com uma narcisista,  ou seja, foi super tóxico! Mas já rolou sexo porque nesta época eu já estava me afastando da pornografia.

Engraçado esse fato de viciados em pornografia se atraírem por pessoas perturbadas também! Li isso no ebook do reboot.

Abraço! Fique com Deus


Opa, vlw pelo comentário Aldo, caraca as nossas experiências são bem parecidas mesmo cara, mas eu não cogito pagar por um programa não, sempre fui muito contra a ideia de sexo por sexo só. Pra mim sexo tem que ter sentimento se não é vazio demais. Eu sempre gostei da ideia de me relacionar com alguém, ficar só por ficar é jogar no modo easy, não tem comprometimento, aprendizagem e amadurecimento.

Mas confesso que pra mim tá bem difícil, já estou a 8 anos sem beijar na boca hahaha é sério mesmo. E eu acredito que por conta da carência eu fui me afundando ainda mais em pornografia ao ponto de chegar no que cheguei hoje.

Sobre o reboot eu estou seguindo bem, já tem 1 semana (eu acho) que estou sem PMO, mas confesso que fico mal mesmo quando eu caio pra p gay (o que tem sido bem raro, mas de vez em quando acontece) aí me bate o medo de me tornar aquele personagem na novela que é casado, tem filhos, mas se relaciona com um outro cara. Eu sei que isso é ansiedade, medo do futuro, imaginar cenários catastróficos que não tem a menor chance de acontecer, mas isso me deixa chatiado mesmo.

No mais eu também compartilho dessa experiência de namorar garotas com desequilibradas, a minha ex era super insegura porque ela tinha sido traída 2 vezes, a primeira o cara pegou a melhor amiga dela e a outra foi quando ela pegou o namorado dela beijando outro cara numa festa. Aí ela vivia atrás de mim querendo saber aonde eu tava, não queria que eu fosse visitar os amigos sozinho, enfim, foi um inferno. Mas pelo menos eu aprendi e não vou mais me relacionar com esse tipo de garota novamente.

Vou postar mais vezes aqui os meus relatos

_______________________________________
Eu chamo de bravo aquele que ultrapassou seus desejos, e não aquele que venceu seus inimigos; pois a mais dura das vitórias é a vitória sobre si mesmo - Aristóteles

Ichitaro gosta desta mensagem

Ichitaro
Ichitaro
Mensagens : 35
Data de inscrição : 24/04/2021
Idade : 28

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

27/4/2021, 23:45
Aldo The Apache escreveu:E aí, Ichitaro!

Você disse "a minha ex era super insegura porque ela tinha sido traída 2 vezes" e eu até ri porque isso aconteceu também com minha ex.

Cara, que bom que você tem essa mentalidade! Dá para sentir que voce é uma pessoa bem espiritualizada, bem instruído e que vai muito longe assim.

Não esquente a cabeça com essa questão de tempo sem beijar na boca. Eu estou há 2 anos e tá tudo bem!

Outra questão interessante: a pornografia e a mídia em geral nos passam uma ideia que o sexo é uma necessidade, ou seja, algo que precisa ser saciado constantemente. Porém, na realidade, não é assim! Penso agora que sexo deve ser ato de carinho e só deve ser feito com quem compartilhamos sentimentos.

Com o reboot passei por várias poluções noturnas (algo que ainda não tinha experimentado), mas atualmente encaro esse fenômeno com naturalidade. Voce, agora sem PMO, provavelmente vai passar por isso.

No começo tive VÁRIOS pesadelos eróticos! Voce ta preocupado em virar o cara da novela porque ainda está com os reflexos do HOCD, mas relaxa! isso vai passar logo!
Foque em não utilizar os substitutos da pornografia! eu mesmo já cai muito nessas armadilhas de ficar vendo fotos no insta, filmes eróticos no netflix, video chamadas etc.

Eu ficava numa nóia terrível também! Pensava que meus pais me viam como um potencial gay, sei lá...uma loucura!

Hoje estou mais confiante e seguro da minha sexualidade. Continue firme conosco Ichitaro.

Tamo junto


Ahh Mano, tu tá de sacanagem comigo não é possíve!! Vou colocar meu RG aqui daqui a pouco pq tu deve ser meu sósia!! Hahaha

Eu não cheguei a contar aqui, mas como eu acompanho o site a um tempo já, eu já tentei fazer um reboot a um mês atrás e cheguei a marca de 27 dias sem PMO e comecei a ter ereções noturnas (nunca chegou a polução não) mas desde a adolescência que eu não tinha ereções noturnas, e tudo isso por causa da PMO diária. Como eu disse eu cheguei ao ponto de me M vendo P várias vezes ao dia, as vezes até ferir o pênis. Não me orgulho disso T.T

Quanto a substitutos da pornografia, eu já percebi que alguns vídeos do YouTube, principalmente aqueles sobre “trolei minha amiga pedindo pra ficar com ela e deu certo” em que os caras pegam as meninas, eu posso acabar usando como material pro fap!!

A partir de agora eu só uso o youtube pra ver vídeos de inscritos gamers o que pra mim é tranquilo.

Quanto aos benefícios do reboot, eu tô me percebendo mais vaidoso comigo, com meu cabelo, a pesar de ser um pouco calvo, o que é algo que eu era preguiçoso demais pra fazer. Também tenho ido à academia, então já é uma grande mudança. Mal posso esperar pelas próximas!!


Aldo The Apache gosta desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

27/4/2021, 23:56
Aldo The Apache escreveu:E aí, Ichitaro!

Você disse "a minha ex era super insegura porque ela tinha sido traída 2 vezes" e eu até ri porque isso aconteceu também com minha ex.

Cara, que bom que você tem essa mentalidade! Dá para sentir que voce é uma pessoa bem espiritualizada, bem instruído e que vai muito longe assim.

Não esquente a cabeça com essa questão de tempo sem beijar na boca. Eu estou há 2 anos e tá tudo bem!

Outra questão interessante: a pornografia e a mídia em geral nos passam uma ideia que o sexo é uma necessidade, ou seja, algo que precisa ser saciado constantemente. Porém, na realidade, não é assim! Penso agora que sexo deve ser ato de carinho e só deve ser feito com quem compartilhamos sentimentos.

Com o reboot passei por várias poluções noturnas (algo que ainda não tinha experimentado), mas atualmente encaro esse fenômeno com naturalidade. Voce, agora sem PMO, provavelmente vai passar por isso.

No começo tive VÁRIOS pesadelos eróticos! Voce ta preocupado em virar o cara da novela porque ainda está com os reflexos do HOCD, mas relaxa! isso vai passar logo!
Foque em não utilizar os substitutos da pornografia! eu mesmo já cai muito nessas armadilhas de ficar vendo fotos no insta, filmes eróticos no netflix, video chamadas etc.

Eu ficava numa nóia terrível também! Pensava que meus pais me viam como um potencial gay, sei lá...uma loucura!

Hoje estou mais confiante e seguro da minha sexualidade. Continue firme conosco Ichitaro.

Tamo junto





Ichitaro escreveu:
Aldo The Apache escreveu:Ichitaro,

sensacional o seu relato, cara!

Continue compartilhando conosco suas experiencias, por favor.

Não sei se isso lhe conforta, mas passei por muitas coisas parecidas! Inclusive jogo tenis para ocupar a minha mente (ajuda muito mesmo)

A verdade é que eu demorei um século para sair com meninas...


Também tive uma primeira namorada que como a qual "quase tivemos sexo". Assim como voce nos relatou.

Depois (em 2017 acho) tive a péssima ideia de pagar um programa com uma garota. Não sei se voce cogita isso, MAS NÃO FAÇA. Durante o programa eu só pensava em pegar meu celular para ver um vídeo porno, já que aquela realidade era muito menos excitante.

Em 2019 tive um relacionamento bem bosta com uma narcisista,  ou seja, foi super tóxico! Mas já rolou sexo porque nesta época eu já estava me afastando da pornografia.

Engraçado esse fato de viciados em pornografia se atraírem por pessoas perturbadas também! Li isso no ebook do reboot.

Abraço! Fique com Deus


Opa, vlw pelo comentário Aldo, caraca as nossas experiências são bem parecidas mesmo cara, mas eu não cogito pagar por um programa não, sempre fui muito contra a ideia de sexo por sexo só. Pra mim sexo tem que ter sentimento se não é vazio demais. Eu sempre gostei da ideia de me relacionar com alguém, ficar só por ficar é jogar no modo easy, não tem comprometimento, aprendizagem e amadurecimento.

Mas confesso que pra mim tá bem difícil, já estou a 8 anos sem beijar na boca hahaha é sério mesmo. E eu acredito que por conta da carência eu fui me afundando ainda mais em pornografia ao ponto de chegar no que cheguei hoje.

Sobre o reboot eu estou seguindo bem, já tem 1 semana (eu acho) que estou sem PMO, mas confesso que fico mal mesmo quando eu caio pra p gay (o que tem sido bem raro, mas de vez em quando acontece) aí me bate o medo de me tornar aquele personagem na novela que é casado, tem filhos, mas se relaciona com um outro cara. Eu sei que isso é ansiedade, medo do futuro, imaginar cenários catastróficos que não tem a menor chance de acontecer, mas isso me deixa chatiado mesmo.

No mais eu também compartilho dessa experiência de namorar garotas com desequilibradas, a minha ex era super insegura porque ela tinha sido traída 2 vezes, a primeira o cara pegou a melhor amiga dela e a outra foi quando ela pegou o namorado dela beijando outro cara numa festa. Aí ela vivia atrás de mim querendo saber aonde eu tava, não queria que eu fosse visitar os amigos sozinho, enfim, foi um inferno. Mas pelo menos eu aprendi e não vou mais me relacionar com esse tipo de garota novamente.

Vou postar mais vezes aqui os meus relatos


Mano eu li vocês dois relatando sobre suas ex e elas eram inseguras, mano essas mulheres tem cura tem como deixar elas mais seguras???? se não tiverem como eu faço para descobrir de cara que uma mulher e insegura??
Ichitaro
Ichitaro
Mensagens : 35
Data de inscrição : 24/04/2021
Idade : 28

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

28/4/2021, 01:24
Tiago*

Somente as próprias mulheres podem curar isso em si mesmas. Terapia com uma psicóloga pode ajudar, porque muitas vezes esse lado inseguro tem haver com traumas que elas passaram antes. Então não tem nada que você de fora possa fazer.

Quanto a sua pergunta de como identificar isso, então, só com muita observação, conhecendo muito a garota, vendo como ela se relaciona com os amigos, com a família dela, com pessoas que ela ama muito. Se ela tem um ciúme muito forte com essas pessoas, pode ser que ela tenha ciúmes doentios com o namorado dela também.

No meu caso, eu conheci a minha ex em um curso de inglês e logo depois de um tempo começamos a namorar, não parei pra conhecer ela a fundo, por isso cometi essa falha. Agora já aprendi com o erro e não cometo mais.

Aldo The Apache gosta desta mensagem

Aldo The Apache
Aldo The Apache
Mensagens : 188
Data de inscrição : 02/03/2021
Idade : 29

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

28/4/2021, 09:56
HAHAHAH

Tô com 29 anos agora, mas estou lutando contra a PMO desde os 27 (sim, tive várias recaídas por causa dos substitutos da P).

Já comentei contigo que tive a infeliz ideia de pagar um programa. Nesta ocasião, tive minha primeira experiencia de D.E. (ele ficou meia bomba o tempo todo e não consegui gozar naqueles 30 min que havia pagado). mulher situação merda, velho! Fiquei na deprê pesada depois e pus a culpa no velho conhecido dos calvos: finasterida.

Fiquei com raiva do remédio e joguei todo meu estoque fora! Na época eu tomava 1mg todo dia e passava no couro cabeludo (existem umas loções indianas com finasterida tópico).

Bom, cortar a medicação foi benéfico: o finasterida me deixava apático, sem muita energia e prejudicava meu fígado. Mas a grande responsável pela minha baixa excitação era a PMO. Sempre foi...

Passei a tomar saw palmetto e aplicar no couro minoxidil. Justamente nessa época vi, PARA MINHA GRANDE SORTE, um vídeo do Gary Wilson no youtube sobre o malefícios da PMO. Dessa forma, iniciou-se a minha batalha contra esse maldito vício.

Assim que eu parei de tomar o finasterida (to falando tudo isso porque voce comentou que também sofre de calvice), perdi muitos cabelos e já estava no nível do Eduardo Bolsonaro, para voce ter uma ideia.

Desse modo, resolvi buscar ajuda médica. Ano passado fiz um transplante capilar em Rio Preto, interior de SP. Mano, ficou MUITO bom! Deu um "boom" na minha autoestima. Se um dia voce chegar nesse nível mais grave de calvice, faça com um especialista no método FUE!

Mudando de assunto, fique longe desses vídeos do youtube que voce comentou! Eu já me perdi em vários vídeos de sexólogas. Cada um tem uma fragilidade...não tem jeito.

Outra coisa: dizem que a retençao seminal engrossa os fios. Portanto, mais um motivo para voce investir 100% no reboot.

Geralmente, o primeiro sintoma a desaparecer é o HOCD! Ou seja, vale muito a pena, cara.

Nem cogite falhar. Leve a sério e ponha o reboot com uma das prioridades na sua vida agora.

Tamo junto.




Ichitaro escreveu:
Aldo The Apache escreveu:E aí, Ichitaro!

Você disse "a minha ex era super insegura porque ela tinha sido traída 2 vezes" e eu até ri porque isso aconteceu também com minha ex.

Cara, que bom que você tem essa mentalidade! Dá para sentir que voce é uma pessoa bem espiritualizada, bem instruído e que vai muito longe assim.

Não esquente a cabeça com essa questão de tempo sem beijar na boca. Eu estou há 2 anos e tá tudo bem!

Outra questão interessante: a pornografia e a mídia em geral nos passam uma ideia que o sexo é uma necessidade, ou seja, algo que precisa ser saciado constantemente. Porém, na realidade, não é assim! Penso agora que sexo deve ser ato de carinho e só deve ser feito com quem compartilhamos sentimentos.

Com o reboot passei por várias poluções noturnas (algo que ainda não tinha experimentado), mas atualmente encaro esse fenômeno com naturalidade. Voce, agora sem PMO, provavelmente vai passar por isso.

No começo tive VÁRIOS pesadelos eróticos! Voce ta preocupado em virar o cara da novela porque ainda está com os reflexos do HOCD, mas relaxa! isso vai passar logo!
Foque em não utilizar os substitutos da pornografia! eu mesmo já cai muito nessas armadilhas de ficar vendo fotos no insta, filmes eróticos no netflix, video chamadas etc.

Eu ficava numa nóia terrível também! Pensava que meus pais me viam como um potencial gay, sei lá...uma loucura!

Hoje estou mais confiante e seguro da minha sexualidade. Continue firme conosco Ichitaro.

Tamo junto


Ahh Mano, tu tá de sacanagem comigo não é possíve!! Vou colocar meu RG aqui daqui a pouco pq tu deve ser meu sósia!! Hahaha

Eu não cheguei a contar aqui, mas como eu acompanho o site a um tempo já, eu já tentei fazer um reboot a um mês atrás e cheguei a marca de 27 dias sem PMO e comecei a ter ereções noturnas (nunca chegou a polução não) mas desde a adolescência que eu não tinha ereções noturnas, e tudo isso por causa da PMO diária. Como eu disse eu cheguei ao ponto de me M vendo P várias vezes ao dia, as vezes até ferir o pênis. Não me orgulho disso T.T

Quanto a substitutos da pornografia, eu já percebi que alguns vídeos do YouTube, principalmente aqueles sobre “trolei minha amiga pedindo pra ficar com ela e deu certo” em que os caras pegam as meninas, eu posso acabar usando como material pro fap!!

A partir de agora eu só uso o youtube pra ver vídeos de inscritos gamers o que pra mim é tranquilo.

Quanto aos benefícios do reboot, eu tô me percebendo mais vaidoso comigo, com meu cabelo, a pesar de ser um pouco calvo, o que é algo que eu era preguiçoso demais pra fazer. Também tenho ido à academia, então já é uma grande mudança. Mal posso esperar pelas próximas!!



_______________________________________
Eu chamo de bravo aquele que ultrapassou seus desejos, e não aquele que venceu seus inimigos; pois a mais dura das vitórias é a vitória sobre si mesmo - Aristóteles
Aldo The Apache
Aldo The Apache
Mensagens : 188
Data de inscrição : 02/03/2021
Idade : 29

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

28/4/2021, 10:46
Tiagão,

Sempre é possível tratar a insegurança.

No meu caso, a ex era um inferno na minha vida. Explico: todo mês ela iniciava brigas sem o menor sentido.

mulher desgaste....

Sempre queria me por para baixo, mas uma coisa é certa: quem rebaixa revela a própria baixeza.

Ela havia sido duas vezes traída e sempre alegava que sofria com alguns "gatilhos". Por exemplo: eu adicionei no insta uma amiga da minha irmã e curti algumas fotos dela (sem qualquer pretensão). Ela surtou.

Nunca foi uma relação leve...sempre havia conflitos desnecessários. Todo momento ela dizia que ia terminar e que a gente nunca ia dar certo. Mas, como eu tinha tesão por ela, sempre queria acalmar os ânimos dela e tal (era submisso)... Aqui voce pode notar como ela era manipuladora, típica narcisista que nunca assume estar errada e pensa que todo o mundo gira em torno dela.

Respostas agressivas eram bem comuns e a falta de respeito começou a ser frequente.

Um belo dia, durante uma discussão, ela disse mais uma vez que deveríamos nos separar. Dessa vez eu concordei.
ESSA É ÚNICA FORMA DE FUGIR DAS GARRAS DE UMA MANIPULADORA: ser imprevisível.

Tudo aquilo era teatro dela, fazia para chamar a atenção. Gostava de me rebaixar para ela se sentir superior, ou seja, elevar o ego dela (narcisista pra caralhoo).

Mano, fuja dessas relações!

Moral da história: longe dela eu vi como a vida é mais leve! Depois da separação ela várias vezes ela me ligou e mandou mensagens a fim de restabelecer aquele relacionamento abusivo.

Mas não, meu amigo. Nunca mais eu volto.

Abraço







Tiago* escreveu:
Aldo The Apache escreveu:E aí, Ichitaro!

Você disse "a minha ex era super insegura porque ela tinha sido traída 2 vezes" e eu até ri porque isso aconteceu também com minha ex.

Cara, que bom que você tem essa mentalidade! Dá para sentir que voce é uma pessoa bem espiritualizada, bem instruído e que vai muito longe assim.

Não esquente a cabeça com essa questão de tempo sem beijar na boca. Eu estou há 2 anos e tá tudo bem!

Outra questão interessante: a pornografia e a mídia em geral nos passam uma ideia que o sexo é uma necessidade, ou seja, algo que precisa ser saciado constantemente. Porém, na realidade, não é assim! Penso agora que sexo deve ser ato de carinho e só deve ser feito com quem compartilhamos sentimentos.

Com o reboot passei por várias poluções noturnas (algo que ainda não tinha experimentado), mas atualmente encaro esse fenômeno com naturalidade. Voce, agora sem PMO, provavelmente vai passar por isso.

No começo tive VÁRIOS pesadelos eróticos! Voce ta preocupado em virar o cara da novela porque ainda está com os reflexos do HOCD, mas relaxa! isso vai passar logo!
Foque em não utilizar os substitutos da pornografia! eu mesmo já cai muito nessas armadilhas de ficar vendo fotos no insta, filmes eróticos no netflix, video chamadas etc.

Eu ficava numa nóia terrível também! Pensava que meus pais me viam como um potencial gay, sei lá...uma loucura!

Hoje estou mais confiante e seguro da minha sexualidade. Continue firme conosco Ichitaro.

Tamo junto





Ichitaro escreveu:
Aldo The Apache escreveu:Ichitaro,

sensacional o seu relato, cara!

Continue compartilhando conosco suas experiencias, por favor.

Não sei se isso lhe conforta, mas passei por muitas coisas parecidas! Inclusive jogo tenis para ocupar a minha mente (ajuda muito mesmo)

A verdade é que eu demorei um século para sair com meninas...


Também tive uma primeira namorada que como a qual "quase tivemos sexo". Assim como voce nos relatou.

Depois (em 2017 acho) tive a péssima ideia de pagar um programa com uma garota. Não sei se voce cogita isso, MAS NÃO FAÇA. Durante o programa eu só pensava em pegar meu celular para ver um vídeo porno, já que aquela realidade era muito menos excitante.

Em 2019 tive um relacionamento bem bosta com uma narcisista,  ou seja, foi super tóxico! Mas já rolou sexo porque nesta época eu já estava me afastando da pornografia.

Engraçado esse fato de viciados em pornografia se atraírem por pessoas perturbadas também! Li isso no ebook do reboot.

Abraço! Fique com Deus


Opa, vlw pelo comentário Aldo, caraca as nossas experiências são bem parecidas mesmo cara, mas eu não cogito pagar por um programa não, sempre fui muito contra a ideia de sexo por sexo só. Pra mim sexo tem que ter sentimento se não é vazio demais. Eu sempre gostei da ideia de me relacionar com alguém, ficar só por ficar é jogar no modo easy, não tem comprometimento, aprendizagem e amadurecimento.

Mas confesso que pra mim tá bem difícil, já estou a 8 anos sem beijar na boca hahaha é sério mesmo. E eu acredito que por conta da carência eu fui me afundando ainda mais em pornografia ao ponto de chegar no que cheguei hoje.

Sobre o reboot eu estou seguindo bem, já tem 1 semana (eu acho) que estou sem PMO, mas confesso que fico mal mesmo quando eu caio pra p gay (o que tem sido bem raro, mas de vez em quando acontece) aí me bate o medo de me tornar aquele personagem na novela que é casado, tem filhos, mas se relaciona com um outro cara. Eu sei que isso é ansiedade, medo do futuro, imaginar cenários catastróficos que não tem a menor chance de acontecer, mas isso me deixa chatiado mesmo.

No mais eu também compartilho dessa experiência de namorar garotas com desequilibradas, a minha ex era super insegura porque ela tinha sido traída 2 vezes, a primeira o cara pegou a melhor amiga dela e a outra foi quando ela pegou o namorado dela beijando outro cara numa festa. Aí ela vivia atrás de mim querendo saber aonde eu tava, não queria que eu fosse visitar os amigos sozinho, enfim, foi um inferno. Mas pelo menos eu aprendi e não vou mais me relacionar com esse tipo de garota novamente.

Vou postar mais vezes aqui os meus relatos


Mano eu li vocês dois  relatando sobre suas ex e elas eram inseguras, mano essas mulheres tem cura tem como deixar elas mais seguras???? se não tiverem como eu faço para descobrir de cara que uma mulher e insegura??

_______________________________________
Eu chamo de bravo aquele que ultrapassou seus desejos, e não aquele que venceu seus inimigos; pois a mais dura das vitórias é a vitória sobre si mesmo - Aristóteles
Ichitaro
Ichitaro
Mensagens : 35
Data de inscrição : 24/04/2021
Idade : 28

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

28/4/2021, 16:31
Gente, eu caí hoje, acabei assistindo um P lésbico (que é o meu gênero favorito aliais) depois de mais de uma semana de reboot...

Mas não vou desanimar, vou recomeçar e dessa vez vou até o final. O maior gatilho que me leva a PMO é o tédio, não posso deixar ele me abater, se não eu caio fácil. Se alguém tiver alguma sugestão de como combater o tédio, eu tô aceitando.

No mais, vou reiniciar a contagem

Maxstephen
Maxstephen
Mensagens : 55
Data de inscrição : 26/04/2021

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

28/4/2021, 19:24
Ichitaro escreveu:Gente, eu caí hoje, acabei assistindo um P lésbico (que é o meu gênero favorito aliais) depois de mais de uma semana de reboot...

Mas não vou desanimar, vou recomeçar e dessa vez vou até o final. O maior gatilho que me leva a PMO é o tédio, não posso deixar ele me abater, se não eu caio fácil. Se alguém tiver alguma sugestão de como combater o tédio, eu tô aceitando.

No mais, vou reiniciar a contagem


Olá Ichitaro,

Cara, vi muitos aqui dizendo que praticar atividades físicas ajuda bastante, no meu caso estou viajando nos diários aqui no grupo, tem sido muito bom pra mim.

Tbm estou fazendo um curso de educação financeira, que é um tema que gosto muito então isso me prende a atenção.

Mas isso aí não desanime e arrume alguma atividade de rotina, estabeleça metas, e ocupe sua mente para que não dê espaço ao desejo de assitir P.

Dá uma passada no meu diário depois: https://www.comoparar.com/t11810-diario-de-um-possivel-hocd

Não é carência não..kk mas como comecei a pouco tempo meu Reboot, realmente tenho precisado de incentivos.

Força aí Brother!

Aldo The Apache e Ichitaro gostam desta mensagem

avatar
RamonJr
Mensagens : 64
Data de inscrição : 26/04/2021

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

28/4/2021, 21:30
Recaídas tbm faz parte do processo, são elas que nos mostram os caminhos a evitar. Tamo junto! 👍

Aldo The Apache e Ichitaro gostam desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

28/4/2021, 21:41
Aldo The Apache escreveu:Tiagão,

Sempre é possível tratar a insegurança.

No meu caso, a ex era um inferno na minha vida. Explico: todo mês ela iniciava brigas sem o menor sentido.

mulher desgaste....

Sempre queria me por para baixo, mas uma coisa é certa: quem rebaixa revela a própria baixeza.

Ela havia sido duas vezes traída e sempre alegava que sofria com alguns "gatilhos". Por exemplo: eu adicionei no insta uma amiga da minha irmã  e curti algumas fotos dela (sem qualquer pretensão). Ela surtou.

Nunca foi uma relação leve...sempre havia conflitos desnecessários. Todo momento ela dizia que ia terminar e que a gente nunca ia dar certo. Mas, como eu tinha tesão por ela, sempre queria acalmar os ânimos dela e tal (era submisso)... Aqui voce pode notar como ela era manipuladora, típica narcisista que nunca assume estar errada e pensa que todo o mundo gira em torno dela.

Respostas agressivas eram bem comuns e a falta de respeito começou a ser frequente.

Um belo dia, durante uma discussão, ela disse mais uma vez que deveríamos nos separar. Dessa vez eu concordei.
ESSA É ÚNICA FORMA DE FUGIR DAS GARRAS DE UMA MANIPULADORA: ser imprevisível.

Tudo aquilo era teatro dela, fazia para chamar a atenção. Gostava de me rebaixar para ela se sentir superior, ou seja, elevar o ego dela (narcisista pra caralhoo).

Mano, fuja dessas relações!

Moral da história: longe dela eu vi como a vida é mais leve! Depois da separação ela várias vezes ela me ligou e mandou mensagens a fim de restabelecer aquele relacionamento abusivo.

Mas não, meu amigo. Nunca mais eu volto.

Abraço







Tiago* escreveu:
Aldo The Apache escreveu:E aí, Ichitaro!

Você disse "a minha ex era super insegura porque ela tinha sido traída 2 vezes" e eu até ri porque isso aconteceu também com minha ex.

Cara, que bom que você tem essa mentalidade! Dá para sentir que voce é uma pessoa bem espiritualizada, bem instruído e que vai muito longe assim.

Não esquente a cabeça com essa questão de tempo sem beijar na boca. Eu estou há 2 anos e tá tudo bem!

Outra questão interessante: a pornografia e a mídia em geral nos passam uma ideia que o sexo é uma necessidade, ou seja, algo que precisa ser saciado constantemente. Porém, na realidade, não é assim! Penso agora que sexo deve ser ato de carinho e só deve ser feito com quem compartilhamos sentimentos.

Com o reboot passei por várias poluções noturnas (algo que ainda não tinha experimentado), mas atualmente encaro esse fenômeno com naturalidade. Voce, agora sem PMO, provavelmente vai passar por isso.

No começo tive VÁRIOS pesadelos eróticos! Voce ta preocupado em virar o cara da novela porque ainda está com os reflexos do HOCD, mas relaxa! isso vai passar logo!
Foque em não utilizar os substitutos da pornografia! eu mesmo já cai muito nessas armadilhas de ficar vendo fotos no insta, filmes eróticos no netflix, video chamadas etc.

Eu ficava numa nóia terrível também! Pensava que meus pais me viam como um potencial gay, sei lá...uma loucura!

Hoje estou mais confiante e seguro da minha sexualidade. Continue firme conosco Ichitaro.

Tamo junto





Ichitaro escreveu:
Aldo The Apache escreveu:Ichitaro,

sensacional o seu relato, cara!

Continue compartilhando conosco suas experiencias, por favor.

Não sei se isso lhe conforta, mas passei por muitas coisas parecidas! Inclusive jogo tenis para ocupar a minha mente (ajuda muito mesmo)

A verdade é que eu demorei um século para sair com meninas...


Também tive uma primeira namorada que como a qual "quase tivemos sexo". Assim como voce nos relatou.

Depois (em 2017 acho) tive a péssima ideia de pagar um programa com uma garota. Não sei se voce cogita isso, MAS NÃO FAÇA. Durante o programa eu só pensava em pegar meu celular para ver um vídeo porno, já que aquela realidade era muito menos excitante.

Em 2019 tive um relacionamento bem bosta com uma narcisista,  ou seja, foi super tóxico! Mas já rolou sexo porque nesta época eu já estava me afastando da pornografia.

Engraçado esse fato de viciados em pornografia se atraírem por pessoas perturbadas também! Li isso no ebook do reboot.

Abraço! Fique com Deus


Opa, vlw pelo comentário Aldo, caraca as nossas experiências são bem parecidas mesmo cara, mas eu não cogito pagar por um programa não, sempre fui muito contra a ideia de sexo por sexo só. Pra mim sexo tem que ter sentimento se não é vazio demais. Eu sempre gostei da ideia de me relacionar com alguém, ficar só por ficar é jogar no modo easy, não tem comprometimento, aprendizagem e amadurecimento.

Mas confesso que pra mim tá bem difícil, já estou a 8 anos sem beijar na boca hahaha é sério mesmo. E eu acredito que por conta da carência eu fui me afundando ainda mais em pornografia ao ponto de chegar no que cheguei hoje.

Sobre o reboot eu estou seguindo bem, já tem 1 semana (eu acho) que estou sem PMO, mas confesso que fico mal mesmo quando eu caio pra p gay (o que tem sido bem raro, mas de vez em quando acontece) aí me bate o medo de me tornar aquele personagem na novela que é casado, tem filhos, mas se relaciona com um outro cara. Eu sei que isso é ansiedade, medo do futuro, imaginar cenários catastróficos que não tem a menor chance de acontecer, mas isso me deixa chatiado mesmo.

No mais eu também compartilho dessa experiência de namorar garotas com desequilibradas, a minha ex era super insegura porque ela tinha sido traída 2 vezes, a primeira o cara pegou a melhor amiga dela e a outra foi quando ela pegou o namorado dela beijando outro cara numa festa. Aí ela vivia atrás de mim querendo saber aonde eu tava, não queria que eu fosse visitar os amigos sozinho, enfim, foi um inferno. Mas pelo menos eu aprendi e não vou mais me relacionar com esse tipo de garota novamente.

Vou postar mais vezes aqui os meus relatos


Mano eu li vocês dois  relatando sobre suas ex e elas eram inseguras, mano essas mulheres tem cura tem como deixar elas mais seguras???? se não tiverem como eu faço para descobrir de cara que uma mulher e insegura??


Mano kkkk eu já conheci várias garotas assim na minha vida kkk, só as bonitas são assim kkk tô falando sério mano se você ver uma foto na internet e a mulher for top 10 vishhh pode ter certeza que ela vai querer comandar tudo e tem outra elas não aceitam rejeição, e cara você corre perigo se mude e não diga o endereço, vá para o mais longe possível, o mundo tem poucas pessoas boas como você então não quero que parta dessa para a melhor Deus te ajude.
avatar
Convidado
Convidado

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

28/4/2021, 21:56
Ichitaro escreveu:Gente, eu caí hoje, acabei assistindo um P lésbico (que é o meu gênero favorito aliais) depois de mais de uma semana de reboot...

Mas não vou desanimar, vou recomeçar e dessa vez vou até o final. O maior gatilho que me leva a PMO é o tédio, não posso deixar ele me abater, se não eu caio fácil. Se alguém tiver alguma sugestão de como combater o tédio, eu tô aceitando.

No mais, vou reiniciar a contagem



Sinto muito mano mais você vai conseguir vencer esse vício, bom mano eu quando estou com tédio vejo pegadinhas ou Gameplays de jogos ou vídeos engraçados, você também pode fazer exercícios para aumentar a massa muscular como eu faço, fazer uma caminhada, ou fazer companhia e conversar com uma pessoa da sua família ou uma pessoa que você ama, correr, parkour e conversar com pessoas do fórum também ajuda.
Ichitaro
Ichitaro
Mensagens : 35
Data de inscrição : 24/04/2021
Idade : 28

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

28/4/2021, 23:59
Obrigado pelas ideias galera vou botar elas em prática. Hoje baixei um emulador de GBA no PC pra jogar Pokemon FireRed pra ver se eu ocupo um pouco a minha mente com alguma outra coisa. Também vou fazer mais caminhadas pra esvaziar a mente e encontrar gente. Essa pandemia faz tudo ficar pior!!Nós seres humanos fomos feitos pra conviver com gente, não é à toa que tá escrito na Bíblia : “não é bom que o homem viva só”

Esse fds vou na igreja e devo comer com alguns amigos também, então vou ficar mais animado com isso. Também estou querendo dar aulas particulares de biologia, química e história pra ganhar um dinheiro e ocupar minha mente trabalhando!!

Amanhã passo aqui de novo pra escrever sobre o meu dia.

Boa noite pra todos e obrigado novamente!!

Aldo The Apache gosta desta mensagem

Aldo The Apache
Aldo The Apache
Mensagens : 188
Data de inscrição : 02/03/2021
Idade : 29

Derrotando o HOCD Empty Re: Derrotando o HOCD

29/4/2021, 09:46

Ichitaro, aqui vai uma dica: INSTALE AGORA BLOQUEADORES NO SEU CELULAR E NO SEU PC.

Não há como concluir o reboot sem bloqueadores. Isso é um fato.

Não fique se autoflagelando por ter recaído, pois todos nos já caímos mas nos levantamos mais fortes.

Aceite que isso aconteceu e que nunca mais ocorrerá.

Força, tamo junto.



Ichitaro escreveu:Gente, eu caí hoje, acabei assistindo um P lésbico (que é o meu gênero favorito aliais) depois de mais de uma semana de reboot...

Mas não vou desanimar, vou recomeçar e dessa vez vou até o final. O maior gatilho que me leva a PMO é o tédio, não posso deixar ele me abater, se não eu caio fácil. Se alguém tiver alguma sugestão de como combater o tédio, eu tô aceitando.

No mais, vou reiniciar a contagem


_______________________________________
Eu chamo de bravo aquele que ultrapassou seus desejos, e não aquele que venceu seus inimigos; pois a mais dura das vitórias é a vitória sobre si mesmo - Aristóteles
Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos